• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 127
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 139
  • 139
  • 70
  • 57
  • 32
  • 29
  • 29
  • 27
  • 23
  • 22
  • 22
  • 21
  • 18
  • 18
  • 18
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Cultura organizacional :estudo em uma organização hospitalar /

Palmeira, Ernandi Dagoberto Seerig, Machado, Denise Del Prá Netto, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Administração. January 2010 (has links) (PDF)
Orientadora: Denise Del Prá Netto Machado. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração.
2

Construção de uma arquitetura técnica para melhoria da gestão de Hospitais Universitários Federais / Contribution to the construction of a technical architecture for improved management of Federal University Hospitals

Simões, Alex Pitacci 05 May 2011 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, 2011. / Submitted by Gabriela Ribeiro (gaby_ribeiro87@hotmail.com) on 2011-09-12T14:28:08Z No. of bitstreams: 1 Alex Pitacci Simoes.pdf: 1898714 bytes, checksum: a23d054c10287fce712eb7c3f4b56bde (MD5) / Approved for entry into archive by Repositorio Gerência(repositorio@bce.unb.br) on 2011-09-28T14:31:44Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Alex Pitacci Simoes.pdf: 1898714 bytes, checksum: a23d054c10287fce712eb7c3f4b56bde (MD5) / Made available in DSpace on 2011-09-28T14:31:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Alex Pitacci Simoes.pdf: 1898714 bytes, checksum: a23d054c10287fce712eb7c3f4b56bde (MD5) / O presente trabalho apresenta soluções para a melhoria da gestão de Hospitais Universitários Federais. Além disso, pretende-se organizar as informações utilizando o paradigma de processos. A modelagem de processos é baseada na metodologia Business Process Management - BPM que traduz os processos de negócio de forma a explicitar o entendimento do negócio. A partir daí, é proposta uma arquitetura técnica que organize um sistema de informação alinhado aos processos de negócio. Finalmente, essa arquitetura técnica apresentada, por meio de artefatos, tangibiliza um sistema de informação alinhado ao planejamento estratégico e processos de negócio de Hospitais Universitários Federais no Brasil. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This paper presents solutions for improving the management of Federal University Hospitals. In addition, we intend to organize information by using the paradigm of processes. The process modeling methodology is based on Business Process Management. BPM translates business processes in order to clarify the understanding of the business.There after, a technical architecture is proposed to organize an information system aligned to business processes. Finally, this architecture technique presented through artifacts, presents an information system aligned with strategic planning and business processes of Federal University Hospitals in Brazil.
3

Mudança de paradigma na administração de hospital universitário

Akel, Ricardo January 1993 (has links)
Orientador: Reginaldo Werneck Lopes / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Medicina Interna / Resumo: Mudança de Paradigma na Administração de Hospital Universitário é um relato refletido do que foi a administração do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná durante a gestão 1986-1990: uma gestão que foi capaz de recuperar o Hospital de uma situação decadente caracterizada pela deterioração de suas instalações e equipamentos, pela desorganização administrativa e funcional, pela inversão de seus sentidos e valores, pela desumanização de suas relações internas e externas e pelo abatimento do ânimo de sua comunidade, e de reconduzí-lo a um processo de plena recuperação e desenvolvimento autosustentado, resgatando compromissos sociais com a assistência à saúde da população, com o ensino e a pesquisa. O trabalho aponta a adoção de um conjunto de políticas gerais e setoriais como fator fundamental ao sucesso administrativo. Aponta como essencial, entretanto, o conjunto de crenças, valores e técnicas que embasou, norteou e vivificou tais políticas, e que pode ser sintetizado como: Visão Holística; O Hospital um Ser Vivo, de Pessoas; Compromissos Sociais, seu Sentido Maior; Qualidade, também para os Usuários; Autodeterminação pela Auto-Sustentação; Planejamento Estratégico, Caminho de Desenvolvimento Sustentado; Desenvolvimento Organizacional Permanente, Base de Progresso; Administração Participativa Responsável, Essência de Desenvolvimento Equilibrado. Tal conjunto, emanente de forma empírica da própria comunidade hospitalar, foi o verdadeiro propulsor do amplo processo de transformação (quiçá de mutação) da administração. Seu carater inovador, sua legitimidade e seu desempenho efetivo acabaram por conferir-lhe, na visão do autor, a condição de novo paradigma. Visando contextualizar o problema "modelos de administração hospitalar", o trabalho remete-se a uma revisão da história dos hospitais, desde os seus primórdios até aos dias atuais, pontuando as diferentes concepções e naturezas que o hospital teve ao longo de sua evolução. Detém-se, a seguir, na história do próprio Hospital de Clínicas da UFPR e seus modelos de gestão, de sua concepção inicial até 1986. Fotografa o paradigma e o estado do hospital vigentes em 1986, momento identificado como prenúncio de mutação. Descreve as bases propostas ao novo paradigma presentes no ideário coletivo e emanentes da própria comunidade hospitalar, à época. Descreve os resultados obtidos pelas "novas" crenças, valores e técnicas aplicados como guia e combustível às políticas de desenvolvimento; resultados que acabaram por consolidar os pressupostos como elementos paradigmáticos. Conclue, ao final, pela aplicabilidade, com sucesso, deste novo paradigma em outras instituições hospitalares similares do Brasil. / Sem abstract
4

Voluntariado em organizações hospitalares :diferentes visões de gestão /

Ramos, Sheila Patrícia, 1980-, Domingues, Maria José Carvalho de Souza, 1964-, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Administração. January 2015 (has links) (PDF)
Orientador: Maria José Carvalho de Souza Domingues. / Dissertação (Mestrado em Administração) - Programa de Pós-Graduação em Administração, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Regional de Blumenau, Blumenau,
5

Avaliação da gestão de suprimentos em hospitais :proposição de um modelo teórico aplicado nos hospitais de Santa Catarina /

Schlindwein, Nair Fernandes da Costa, Tontini, Gérson, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Administração. January 2009 (has links) (PDF)
Orientador: Gérson Tontini. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração.
6

Ambiente de inovação em uma organização hospitalar :percepção por meio de um sistema de informação /

Raduenz, Genemir, Machado, Denise Del Prá Netto, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Administração. January 2010 (has links) (PDF)
Orientadora: Denise Del Pra Netto Machado. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração.
7

A importância da gestão administrativa na organização hospitalar

D'Ambrosio, Jorge Luiz January 2001 (has links)
Made available in DSpace on 2009-11-18T19:01:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Jorge-Luiz.pdf: 24650 bytes, checksum: 8bf00d2dc9da25317ca45e9fc3fb9672 (MD5) Previous issue date: 2002 / The theories and practical the administrative ones are excellent instruments so that let us can understand the organizational environment. Important to detach the some processes that are submitted to the organizations, so that they can be argued, be analyzed and be reformulated, with the purpose of not becoming exceeded for the fast changes where the world comes crossing. Its the man who becomes the processes of essential changes the survival of the organizations and it he is who evolves together with the transformations for he himself implanted. That way it is that we present this work which looks for to focus the man in its professional environment, raising aspects of its life and participation in the formation processes and continuity of the organizations. / As teorias e as práticas administrativas são instrumentos relevantes para que possamos compreender o ambiente organizacional. Importante destacar os vários processos que são submetidos às organizações, para que possam ser discutidos, analisados e reformulados, com a finalidade de não se tornarem ultrapassados pelas rápidas mudanças em que o mundo vem atravessando. É o homem que torna os processos de mudanças essenciais à sobrevivência das organizações e ele é quem evolui junto com as transformações por ele mesmo implantadas. Desta forma é que apresentamos este trabalho o qual procura enfocar o homem em seu ambiente profissional, levantando aspectos de sua convivência e participação nos processos de formação e continuidade das organizações.
8

A importância da participação e humanização do orçamento hospitalar: o caso do hospital Cassiano Antônio Moraes

Deus, Liliane Batista de January 2001 (has links)
Made available in DSpace on 2009-11-18T19:01:40Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2001 / Este trabalho apresenta uma proposta de utilização do orçamento hospitalar público como uma ferramenta de gestão e como um instrumento de apoio para a administração das pessoas que atuam profissionalmente dentro do hospital. A proposta é de que o orçamento, desde sua composição, execução e acompanhamento, seja feito de forma participativa e visando tornar as condições de ensino e assistência mais humanizadas no Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes. / This paper presents a proposition of the use of the Public Hospital bugdet as a management and supporting tool for the administration those who work in the hospital. The proposal is that the budget - from its composition, execution and follow-up, be made in a participant way with the objective of humanizing the situation of teaching and assistence at the Cassiano Antonio Moraes University Hospital.
9

Uma experiência inovadora na gestão pública: o caso do Hospital Geral de Fortaleza

Quinhões, Trajano Augustus Tavares January 1997 (has links)
Made available in DSpace on 2009-11-18T18:56:39Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1997 / Descrição e análise de uma expenencia de gestão pública hospitalar verificada entre 1991 e 1995, considerada inovadora por seu enfoque gerencial e pelas técnicas implementadas. O aprimoramento da gestão dos recursos alocados à rede hospitalar é visto como uma questão estratégica e essencial para o Estado e a sociedade em função da magnitude e da importância que apresentam. O caso do Hospital de Fortaleza é um exemplo de como é possível se enfrentar as dificuldades comuns à rede pública com base em um esforço próprio, buscando formas de se elevar a performance através do estabelecimento de uma cultura e práticas gerenciais modernas e adequadas à organização. Além da direção ter desenvolvido um trabalho com a participação dos funcionários, foram implementadas técnicas gerenciais características da administração empresarial contemporânea como o Planejamento Estratégico, o Programa 5s, o Gerenciamento da Qualidade Total, entre outros. O modelo seguido e as características desse processo, apesar de guardarem alguma especificidade com o caso, podem ser extrapolados para a rede pública hospitalar, contribuindo para o uso mais eficaz dos recursos públicos.
10

Análise da inserção dos hospitais de pequeno porte nos territórios

Nied, Carine Bianca Ferreira 13 February 2017 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, 2017. / Submitted by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-05-22T13:39:19Z No. of bitstreams: 1 2017_CarineBiancaFerreiraNied.pdf: 1338844 bytes, checksum: 0d9a70b77fb843b9286aa7e381513a95 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-05-22T14:44:08Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_CarineBiancaFerreiraNied.pdf: 1338844 bytes, checksum: 0d9a70b77fb843b9286aa7e381513a95 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-05-22T14:44:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_CarineBiancaFerreiraNied.pdf: 1338844 bytes, checksum: 0d9a70b77fb843b9286aa7e381513a95 (MD5) Previous issue date: 2018-05-22 / Os hospitais de pequeno porte HPP são abundantes em todo o território nacional e apresentam uma série de estruturas estruturadas e funcionais que se colocam em seu funcionamento. Esse estudo tem por finalidade analisar como os HPPs trabalham nos territórios, seus modos de funcionamento e suas formas de articulação com as comunidades, os gestores e as instâncias do SUS. Entender o que os movimentam, os viabilizam, os legitimam e o campo de forças no jogo que mesmo diante tantas dificuldades, os mantêm em funcionamento. Para tanto, foi realizado um estudo de caso com pesquisa qualitativa no qual foram analisados como campo duas instituições de pequeno porte em dois municípios no interior do Rio Grande do Sul, em duas Coordenadorias regionais diferentes. Os resultados apontaram que o principal pilar de sustentação das instituições nos territórios se relaciona à vinculação dos mesmos com as comunidades locais uma vez que são expressões da representação social e do poder simbólico. Nesse contexto, os hospitais produzem e reproduzem o modelo médico hegemônico mesmo sem uma sustentação da função sanitária da instituição. Outros aspectos observados indicam uma ausência de políticas públicas que articulem o tema e os direcionamentos que de fato relocalizem as instituições nas redes de atenção à saúde. Os processos de regionalização e de expansão da Atenção Básica em Saúde produziram movimentos que tensionaram os HPPs a assumirem um novo papel que se sobrepõe aos antigos e os leva a competirem com uma assistência primária uma vez que eles não operam estruturas de média e alta complexidade. Isso agrava suas situações financeiras e restringe suas ofertas e produtividade, sobrecarregando e onerando a gestão municipal. Em síntese, os HPPs cumprem uma função social simbólica nos seus territórios, mas não uma função sanitária. Valorizando essa expressão social do hospital no território se faz uma discussão de novos modelos de tecnoassistências que resultem em novos desenhos institucionais resolutivos para as reais demandas dos territórios e da rede. / Small hospitals HPP are abundant throughout the national territory and present a series of structured and functional structures that are put in its operation. The purpose of this study is to analyze how PPHs work in the territory, their modes of functioning and their forms of articulation with a community, with the managers and instances of SUS. Understanding what moves the viable, the legitimate and the field of forces in the game that even of many difficulties, keep them in operation. For that, a case study with qualitative research was carried out where two small institutions were analyzed as field in two municipalities in the interior of Rio Grande do Sul, in two different regional coordenations. As an essential result, the main pillar of support of the institution in the territory of development is the same fact of linking it with a local community, expressions of the social representation and the symbolic power that it produces and reproduce the hegemonic medical model even without a support of the Health function of the institution. Other observed aspects indicate a lack of public policies that articulate the theme and the directives that in fact relocalize the institutions in the health care networks. The process of regionalization and expansion of the Primary Health Care produced movements that pressured HPP to take on a new role that overlaps and competes with a primary care, since they are not a somewhat operant media structure and high complexity. This aggravates a financial situation and restricts how your offers and productivity, consecutively, overburden and burden municipal management. HPPs fulfill a symbolic social function in their territories but not a structural health function. So, valuing this social expression of the hospital in the territory, a discussion of new models of techno-interventions that result in a new institutional design for the real demands of the territory and the health networks.

Page generated in 0.0696 seconds