• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 24
  • 5
  • Tagged with
  • 29
  • 29
  • 10
  • 9
  • 7
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O oligopólio diferenciado sob incerteza Knightiana

Santos, Nelson Seixas dos 17 May 2001 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:16:56Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2001-05-17
2

Teoria de carteiras e value-at-risk: estudo de caso da CAPEF

Barbosa, Fernanda Aragão January 2006 (has links)
BARBOSA, Fernanda Aragão. Teoria de carteiras e value-at-risk: estudo de caso da CAPEF. 2006. 73f. Dissertação (mestrado profissional) - Programa de Pós-Graduação em Economia CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2006. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-08-06T19:36:56Z No. of bitstreams: 1 2006_dissert_fabarbosa.pdf: 1280732 bytes, checksum: aa1180638eb3fe159fa3480cad6d73d9 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-08-06T19:37:08Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2006_dissert_fabarbosa.pdf: 1280732 bytes, checksum: aa1180638eb3fe159fa3480cad6d73d9 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-08-06T19:37:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006_dissert_fabarbosa.pdf: 1280732 bytes, checksum: aa1180638eb3fe159fa3480cad6d73d9 (MD5) Previous issue date: 2006 / This work uses the efficient border developed in the scope of the Modern Wallet Theory, objectifying to take care of the peculiarities of the practical sector and to promote a bigger approach with the current ones of finances. In this direction, the prominence is on account of the inclusion of the concept of value-at-risk - VaR as analysis instrument. The verification of the effectiveness of the model will be carried through in such a way of qualitative form, through the quarrel on the traditional efficient wallet and the modified efficient wallet, how much in the quantitative aspect, through the practical application of the model in the Box of Providence of the Employees of the northeast Bank of Brazil - CAPEF, Closed Entity of Complementary Providence sponsored by the northeast Bank, the Box of Medical Assistance of the Employees of the northeast Bank and by the proper CAPEF. Such practical application will allow to inside show the viability of the research of the area of investments of the Pension funds. / Este trabalho utiliza a fronteira eficiente desenvolvida no âmbito da Teoria Moderna de Carteiras, objetivando atender as peculiaridades do setor e promover uma maior aproximação com as práticas atuais de finanças. Neste sentido, o destaque fica por conta da inclusão do conceito de value-at-risk – VaR como instrumento de análise. A verificação da eficácia do modelo será realizada tanto de forma qualitativa, através da discussão sobre a carteira eficiente tradicional e a carteira eficiente modificada, quanto no aspecto quantitativo, através da aplicação prática do modelo na Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil - CAPEF, Entidade Fechada de Previdência Complementar patrocinada pelo Banco do Nordeste, pela Caixa de Assistência Médica dos Funcionários do Banco do Nordeste e pela própria CAPEF. Tal aplicação prática permitirá mostrar a viabilidade da pesquisa dentro da área de investimentos dos Fundos de Pensão
3

O futuro no presente : um estudo dos mercados de derivativos financeiros

Farhi, Maryse, 1947- 02 June 1998 (has links)
Orientador: Jose Carlos da Rocha Miranda / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia / Made available in DSpace on 2018-07-23T23:19:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Farhi_Maryse_D.pdf: 10950944 bytes, checksum: 0efdb883357bbd1756b3f25dcf0fed09 (MD5) Previous issue date: 1998 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed. / Doutorado / Doutor em Economia
4

Uma demonstração alternativa para a representação de preferências variacionais

Brotherhood, Luiz Mário Martins 25 January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Administração, Contabilidade e Economia, Departamento de Economia, Programa de Pós-Graduação, 2014. / Submitted by Larissa Nogueira de Sousa Rocha (larirocha94@gmail.com) on 2014-09-29T18:34:01Z No. of bitstreams: 1 2014_LuizMárioMartinsBrotherhood.pdf: 399078 bytes, checksum: 006b4f5285940095adac0d28a9b674e8 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2014-09-29T20:17:47Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_LuizMárioMartinsBrotherhood.pdf: 399078 bytes, checksum: 006b4f5285940095adac0d28a9b674e8 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-09-29T20:17:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_LuizMárioMartinsBrotherhood.pdf: 399078 bytes, checksum: 006b4f5285940095adac0d28a9b674e8 (MD5) / Nós fornecemos uma demonstração alternativa de parte do principal resultado de Maccheroni, Marinacci e Rustichini (2006). Para isso, recorremos a um resultado de Faro (2012). Especificamente, utilizando o modelo de escolha sob incerteza baseado em Anscombe e Aumann (1968), caracterizamos as preferências para as quais existe uma função de utilidade u e um índice de ambiguidade c definido sobre o conjunto de probabilidades sobre os estados da natureza tais que, para todos os atos f e g, [Veja a fórmula no resumo do documento]. Como ilustração da motivação deste trabalho, também fornecemos uma demonstração alternativa do Teorema de Representação de Preferências Maxmin de Gilboa e Schmeidler (1989) utilizando um resultado de Bewley (1986). ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / We develop an alternative demonstration of part of the main result of Maccheroni, Marinacci and Rustichini (2006). To achieve this, we use Faro’s (2012) main result. Specifically, using the choice under uncertainty model based in Anscombe and Aumann (1968), we characterize the preferences for which there are a utility function u and an ambiguity index c on the set of probabilities on the states of the world such that, for all acts f and g, [To see the formulate open the document]. As an illustration of the motivation that led to this work, we also provide an alternative demonstration of Gilboa and Schmeidler’s (1989) Maxmin Preferences Representation Theorem. To achieve this, we use one of Bewley’s (1986) results.
5

Preferência por flexibilidade e consistência dinâmica com crenças imprecisas

Ribeiro, Adriano Valladão Pires 10 April 2017 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Economia, Programa de Pós-Graduação em Economia, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2017-06-23T16:08:26Z No. of bitstreams: 1 2017_AdrianoValladãoPiresRibeiro.pdf: 381200 bytes, checksum: 64d38fa0b7c832645922198275b18775 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2017-08-17T14:51:43Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_AdrianoValladãoPiresRibeiro.pdf: 381200 bytes, checksum: 64d38fa0b7c832645922198275b18775 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-08-17T14:51:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_AdrianoValladãoPiresRibeiro.pdf: 381200 bytes, checksum: 64d38fa0b7c832645922198275b18775 (MD5) Previous issue date: 2017-08-17 / Este trabalho caracterizou consistência dinâmica para um agente avesso à incerteza com preferência sobre menus de loterias, espaço de estados subjetivo e várias crenças sobre esses estados. Para isso, uma adaptação da representação por utilidade min-max de Epstein, Marinacci e Seo (2007) teve que ser obtida primeiro. Constatou-se então que a versão subjetiva de consistência dinâmica nesse ambiente é equivalente a uma condição sobre a preferência ligada à ideia de preferência por flexibilidade e à atualização das crenças de um conjunto retangular seguindo a Regra de Bayes. / This work characterized dynamic consistency for an agent averse to uncertainty with preference over menus of lotteries, subjective state space and multiple priors. To do so, an adaptation of the min-max utility representation of Epstein, Marinacci e Seo (2007) had to be obtained first. It was found that the subjective version of dynamic consistency in this framework is equivalent to a condition on preference linked to preference for flexibility and updating the priors of a rectangular set using Bayes’ Rule.
6

Moeda, incerteza e o sistema financeiro na economia: princípios para uma abordagem regulatória de inspiração keynesiana

Gomes, Keiti da Rocha 06 October 2015 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Administração, Economia e Contabilidade, Departamento de Economia, Brasília, 2015. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2015-11-20T16:09:26Z No. of bitstreams: 1 2015_KeitidaRochaGomes.pdf: 1734920 bytes, checksum: 912714d5a28b0e341d5a42e6dafdd8ed (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2016-05-16T12:02:25Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_KeitidaRochaGomes.pdf: 1734920 bytes, checksum: 912714d5a28b0e341d5a42e6dafdd8ed (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-16T12:02:25Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_KeitidaRochaGomes.pdf: 1734920 bytes, checksum: 912714d5a28b0e341d5a42e6dafdd8ed (MD5) / As divergências entre as visões de economia na ortodoxia e no paradigma keynesiano têm na caracterização da moeda e da incerteza duas de suas manifestações mais expressivas. Tais divergências se refletem igualmente na concepção de cada paradigma sobre a natureza e o papel do sistema financeiro. Enquanto a ortodoxia, apoiada nas concepções de moeda neutra e exógena e de incerteza como equivalente a uma tipo probabilizável de risco, considera o sistema financeiro como simples intermediário entre poupadores e investidores, incapaz de influenciar a oferta monetária ou alterar a trajetória de variáveis reais da economia, a heterodoxia vê a moeda como endógena e não-neutra e a incerteza como não mensurável, e atribui um papel ativo e fundamental ao sistema financeiro no funcionamento da economia. Em face dessas diferenças e partindo, por um lado, do pressuposto de que as características da regulação financeira podem ser substancialmente distintas dependendo da concepção de sistema financeiro a ser regulado e, portanto, do arcabouço teórico com base no qual ela é construída; e, pelo outro lado, da constatação de que não existe um corpo de ideias organizado e consensual estabelecendo os pilares do que seria uma concepção keynesiana de regulação financeira, esta tese se propôs a reunir elementos para caracterizar um conjunto de princípios daquilo que conformaria uma regulação financeira heterodoxa de inspiração keynesiana. Foram identificados sete princípios, construídos a partir de premissas-chave que diferenciam a ortodoxia e a heterodoxia e fundamentam a visão de sistema financeiro não-neutro, ativo e intrinsecamente instável na corrente keynesiana. São eles um princípio geral, o da não-neutralidade do sistema financeiro, disposição fundamental e predominante sobre a esfera financeira, e seis princípios específicos, que se relacionam entre si e interagem com o princípio geral: o da centralidade da liquidez, da reserva em relação ao uso do cálculo objetivo, do preço como sinalizador não eficiente da alocação dos recursos, da dinamicidade do sistema financeiro, da funcionalidade do sistema financeiro e o da indissociabilidade do sistema financeiro. / The differences between the views on the economy in the Orthodox and Keynesian paradigms have in the meanings of money and uncertainty two of their most expressive manifestations. Such differences are also reflected in the conception each paradigm has over the nature and role of the financial system in the economy. While orthodoxy, based on the ideas of neutrality and exogeneity of money and of uncertainty as equivalent to risk, consider the financial system as a mere intermediary between savers and investors, unable to influence the money supply or change the trajectory of real variables of the economy, heterodoxy sees money as endogenous and non-neutral and uncertainty as not measurable, and assigns an active and key role to the financial system in the performance of the economy. In view of these differences and, on one hand, considering that the characteristics of financial regulation may be substantially different depending of which is the conception of the financial system that is going to be regulated and, thus, of the theoretical framework based on which this conception is built; and, on the other hand, that there is no an organized and consensual body of ideas establishing the pillars of what should be a Keynesian conception of financial regulation, this thesis sets out to gather elements to characterize a set of principles of what would configure an heterodox financial regulation of Keynesian inspiration. The proposed set, built from key assumptions that differentiate orthodoxy and heterodoxy and underpin the Keynesian view of the financial system as non-neutral, active and intrinsically unstable, is formed by one general principle, the non-neutrality of the financial system, fundamental and predominant provision on the financial sphere, and six specific principles, which relate to each other and interact with the general principle: centrality of liquidity; prudence regarding the use of objective calculation; price as an ineffective indicator of the allocation of resources; dynamicity of the financial system; functionality of the financial system; and inseparability of the financial system.
7

A incerteza e o risco na decisão de investimento

Donati, Baptista 09 1900 (has links)
Submitted by BKAB Setor Proc. Técnicos FGV-SP (biblioteca.sp.cat@fgv.br) on 2012-11-06T15:41:29Z No. of bitstreams: 1 1197500408.pdf: 5085803 bytes, checksum: 59ea955a57312dae8159da2da23a7f12 (MD5) / A visão mais a ampla do âmbito da administração financeira, que vem tomando consistência entre os estudiosos, da matéria (1 a 4) e os que exercem essas funções nas empresas nas últimas décadas, consideram-na mais propriamente uma parte integral de toda a administração do que como uma assessoria especializada no levantamento de recursos. Delineia-se assim a teoria segundo a qual o problema básico da administração financeira o uso racional dos recursos financeiras através da comparação das vantagens das aplicações potenciais ao alcance da empresa, com o custo das fontes potenciais alternativas disponíveis para atingir os objetivos financeiros a que se propõe.
8

Uma demonstração alternativa para o Modelo de Contingências Imprecisas

Costa, João Vítor Rego 31 March 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Administração, Contabilidade e Economia, Departamento de Economia, Programa de Pós-Graduação em Economia, 2015. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2015-05-22T13:05:48Z No. of bitstreams: 1 2015_JoaoVitorRegoCosta.pdf: 398707 bytes, checksum: acf596c3bc9faf191a08a5c9427a1f0d (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2015-05-27T12:47:47Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_JoaoVitorRegoCosta.pdf: 398707 bytes, checksum: acf596c3bc9faf191a08a5c9427a1f0d (MD5) / Made available in DSpace on 2015-05-27T12:47:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_JoaoVitorRegoCosta.pdf: 398707 bytes, checksum: acf596c3bc9faf191a08a5c9427a1f0d (MD5) / Redemonstramos o resultado de representação para preferências sobre menus com contingências imprecisas de Epstein et al. (2007) e espaço nito de estados subjetivos. Nossa técnica, que envolve o resultado para preferências incompletas de Kochov (2007) e o axioma Negative Certainty Independence de Dillenberger (2010), permite aplicações do modelo para o caso de preferências variacionais sobre menus, racionalidade subjetiva, e atualização bayesiana de crenças. / We provide an alternative demonstration to the representation of preferences over menus with coarse contigencies from Epstein et al. (2007) imposing nitiness to the subjective state space. Our technic - which involves the result for incomplete preferences from Kochov (2007) and the Negative Certainty Independence axiom from Dillenberger (2010) - allows for applications in the case of variational preferences, subjective rationality and bayesian update of priors.
9

Preferências sobre menus dinamicamente consistentes : o caso incompleto

Moura, Fernanda Senra de 10 November 2011 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Economia, 2011. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2012-02-08T12:33:47Z No. of bitstreams: 1 2011_FernandaSenraMora.pdf: 303905 bytes, checksum: a519596915e2fa4a7c06d3e106f7e9b8 (MD5) / Approved for entry into archive by Marília Freitas(marilia@bce.unb.br) on 2012-02-15T11:21:20Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_FernandaSenraMora.pdf: 303905 bytes, checksum: a519596915e2fa4a7c06d3e106f7e9b8 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-02-15T11:21:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_FernandaSenraMora.pdf: 303905 bytes, checksum: a519596915e2fa4a7c06d3e106f7e9b8 (MD5) / Kochov (2007) demonstra que preferências incompletas sobre menu de loterias admitem uma representação baseada em um espaço de estados subjetivos único e um conjunto de crenças. Esta é uma generalização da representação de preferências completas sobre menus desenvolvida em Dekel, Lipman, and Rustichini (2001). Quando preferências sobre menus são completas, Riella (2010) mostra que Flexibility Consistency é a versão apropriada de Dynamic Consistency, a propriedade geralmente associada a representações em que o espaço de estados é exógeno. Neste trabalho, procuramos por uma versão apropriada para Flexibility Consistency quando as preferências não são completas. Uma versão mais geral de Flexibility Consistency, chamada Flexibility Consistency II, que também é relacionada com noções de preferência por flexibilidade, quando satisfeita, garante que novas informações são usadas para atualizar as crenças na representação pela Regra de Bayes. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Kochov (2007) shows that incomplete preferences over menus of lotteries admit a representation based upon a unique subjective state space and a set of priors. This is a generalization of the representation for complete preferences over menus developed by Dekel, Lipman, and Rustichini (2001). When preferences over menus are complete Riella (2010) shows that Flexibility Consistency is the appropriate version of Dynamic Consistency, the property usually associated with exogenous space state representations. In this paper we look for an appropriate version of Flexibility Consistency when preferences are not complete. A more general version of Flexibility Consistency, deemed Flexibility Consistency II, which is also related to notions of preference for flexibility, if satisfied is enough to guarantee that new information will be used to update the priors by the Bayes’ Rule.
10

Análise do efeito da incerteza sobre o nível de investimentos : uma abordagem sob a ótica da Teoria das Opções Reais

Silva, Polyandra Zampiere Pessoa da 18 February 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—UnB/UFPB/UFRN, Programa Multi-institucional e Inter-regional de Pós-graduação em Ciências Contábeis, 2016. / Esta dissertação teve por objetivo analisar o efeito da incerteza sobre o nível de investimento das empresas listadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&FBovespa). A amostra compôs-se de todas as empresas não financeiras listadas na BM&FBovespa entre o período de 2008 a 2014. Coletaram-se os dados contábeis e de mercado no banco de dados Economatica®, e fez-se a classificação dos setores das empresas de acordo com os dados disponibilizados na BM&FBovespa. Como proxy para a incerteza total, utilizou-se a volatilidade histórica do retorno das ações. Decompôs-se essa medida em três componentes de risco: o de mercado, o idiossincrático e o específico da firma, baseando-se no modelo de Bulan (2005) e Xu, Wang e Xin (2010). Além disso, utilizou-se uma proxy alternativa para medição da incerteza, conforme o estudo de Tran (2014), que foi a volatilidade condicional do retorno das ações. Para análise do efeito da incerteza sobre as decisões de investimento, utilizou-se o método de Mínimos Quadrados Ordinários (MQO) e Mínimos Quadrados em Dois Estágios (MQ2E), quando constatados problemas de endogeneidade da medida de incerteza. Os resultados indicam que a incerteza total tem um efeito negativo e significativo estatisticamente sobre o nível de investimento. Quanto às incertezas de mercado e idiossincrática, verificou-se que não há um efeito estatisticamente significativo sobre o nível de investimento, enquanto que a incerteza específica tem um efeito negativo e significativo, inclusive superior ao da incerteza total, uma vez que o aumento de 1% da incerteza específica da firma reduz o nível de investimento em 0,4706%, e o aumento de 1% da incerteza total reduz o nível de investimento em apenas 0,2567%. Assim, pode-se afirmar que a incerteza da firma é mais significante para explicar o nível de investimento de uma empresa do que a incerteza total, logo, a abordagem que explica o efeito da incerteza sobre o nível de investimento é a Teoria das Opções Reais (TOR). Diante dessas evidências, rejeitaram-se a hipótese 1, de que a incerteza de mercado tem um efeito negativo sobre o nível de investimento, e a hipótese 2 (a), de que a incerteza idiossincrática tem um efeito negativo sobre o nível de investimento. Por outro lado, não se pode rejeitar a hipótese 2, de que existe um efeito negativo da incerteza total sobre o nível de investimento, e a hipótese 2 (b), de que existe um efeito negativo da incerteza específica da firma sobre o nível de investimento. Além disso, de acordo com os resultados obtidos, verificou-se que, no mercado brasileiro, as firmas menores são mais sensíveis à incerteza e às mudanças no ambiente de negócio do que as firmas maiores. Quanto à competitividade, identificou-se que as empresas mais competitivas são mais sensíveis à incerteza do que as menos competitivas. Ademais, a amostra do estudo se restringiu ao período de full IFRS, tendo em vista as mudanças das práticas contábeis que alteraram a forma de mensuração de algumas variáveis explicativas. Dessa forma, após essa restrição, verificou-se que não houve variação do efeito das incertezas total, de mercado, de setor e específica da firma sobre o nível de investimento. Nesse sentido, com base nos resultados obtidos, observou-se que a incerteza tem um efeito negativo sobre o nível de investimento das empresas, principalmente a incerteza específica da firma, conforme prevê a TOR. Logo, os administradores devem considerá-la no processo de tomada de decisão. Ressalta-se que esses resultados podem fomentar o estabelecimento de políticas para análise da viabilidade de novos projetos de investimento. Por fim, as conclusões obtidas nesta dissertação devem ficar restritas à amostra utilizada. / This dissertation aimed to analyze the effect of uncertainty on the level of investment by companies listed on the São Paulo Stock, Mercantile and Futures Exchange (BM&FBovespa). The sample consists of all non-financial companies listed on the BM & FBovespa between 2008 and 2014. They were collected accounting and market data in Economatica®database, and the classification of sectors of the companies was made according to the data available on the BM&FBovespa. As a proxy for the total uncertainty, it was used the historical volatility of stock returns. This measure was decomposed into three risk components: market, idiosyncratic and specific to the firm, based on the model of Bulan (2005) and Xu, Wang Xin (2010). In addition, it was used an alternative proxy to measurement the uncertainty, according to the study of Tran (2014), which was the conditional volatility of the stock return. To analyze the effect of uncertainty on investment decisions, it was used the method of Ordinary Least Squares (OLS) and Two-Stage Least Squares (2SLS), when observed endogeneity problems of measurement of uncertainty. The results indicate that the total uncertainty has a statistically negative and significant effect on the level of investment. Regarding the market and idiosyncratic uncertainties, it was found there is no statistically significant effect on the level of investment, whereas the specific uncertainty has a significant negative effect, even higher than the total uncertainty, since the increase of 1 % of the specific firm uncertainty reduces the level of investment in 0.4706%, and the increase of 1% of the total uncertainty reduces the level of investment in just 0.2567%. So it can say that the uncertainty of the firm is more important to explain the company’s investment level than the total uncertainty, so the approach that explains the effect of uncertainty on the level of investment is the Real Options Theory (ROT). Faced with this evidence, they rejected the hypothesis 1, that market uncertainty has a negative effect on the level of investment, and the hypothesis 2 (a), that the idiosyncratic uncertainty has a negative effect on the level of investment. Furthermore, according to the results, it was found that, in Brazilian market, smaller firms are more sensitive to uncertainties and changes in the business environment than the bigger firms. As for competitiveness, it was identified that the most competitive companies are more sensitive to uncertainty than the less competitive. Moreover, the study sample was restricted to the period of full IFRS, considering the changes in accounting practices that changed the way of measurement of some explanatory variables. Therefore, after this restriction, it was found that there was no variation of the effect of total market, sector, and specific of firm uncertainties on the level of investment. In this sense, based on the results, it was observed that the uncertainty has a negative effect on the level of business investment, particularly the specific uncertainty of the firm, as predicts the TOR. Therefore, administrators should consider it in the decision-making process. It is noteworthy that these results may encourage the establishment of policies for viability analysis of new investment projects. Finally, the conclusions obtained in this dissertation should be restricted to the sample used.

Page generated in 0.0456 seconds