• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 951
  • 17
  • 3
  • 2
  • Tagged with
  • 979
  • 979
  • 327
  • 306
  • 299
  • 266
  • 169
  • 147
  • 141
  • 124
  • 111
  • 107
  • 105
  • 104
  • 98
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Alguns operadores de agulhagem comunicativa (na prosa narrativa de Eça de Queirós e José Cardoso Pires)

Duarte, Isabel Margarida 1989 (has links)
No description available.
2

Desenvolvimento da competência lexical nas aulas de PL2/PLE no nível A.1.2

Oliveira, Clara Maria Pacheco de 2011 (has links)
Tomamos como objeto de estudo o desenvolvimento da competência lexical em Português Língua Segunda, Língua Estrangeira, tendo como objetivo principal a apresentação de propostas pedagógico-didáticas que promovam a proficiência lexical dos aprendentes nos níveis de iniciação, na perspetivação de uma abordagem cognitivo-lexicultural, inserida numa abordagem comunicativa. O presente trabalho de investigação-ação-reflexão assenta numa divisão bipartida por capítulos. O primeiro capítulo incide no enquadramento teórico acerca da literatura existente sobre léxico, explanando os conceitos a ele associados e contextualizando-os em termos da didática de L2/LE. O segundo capítulo trata do contexto da prática pedagógica no âmbito do processo de ensino- aprendizagem de PL2/PLE, relatando a nossa própria intervenção nas aulas de PL2/PLE na FLUP, durante o ano letivo de 2010/2011. Para além de testar as propostas apresentadas, pudemos tecer considerações relativamente à eficácia das mesmas, recorrendo à análise de um corpus acerca do léxico estudado e aos resultados obtidos num inquérito sobre a importância da competência lexical no processo de ensino-aprendizagem.
3

Processos metafônicos em adjetivos derivados em -osos(s) no português brasileiro e a dupla marcação de plural

Belando, Mariane Garin 2017 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Florianópolis, 2017. Made available in DSpace on 2018-01-23T03:18:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 349638.pdf: 3042266 bytes, checksum: db5cfb237ca80e225ece4d70be2d56df (MD5) Previous issue date: 2017 Esta pesquisa apresenta um estudo sobre a dupla marcação de plural em adjetivos derivados em -osos no português brasileiro, observando possíveis comportamentos metafônicos. Por metafonia propriamente dita, compartilhamos da definição de Cavacas (1920), a qual compreende a alteração de timbre da vogal tônica induzida pela vogal postônica. Deste modo, o timbre característico dos adjetivos pluralizados em estudo seria decorrente de analogia das formas femininas, pelo fato de ser o plural uma forma mais tardia na língua. Baseados na Fonologia de Uso (BYBEE, 2001) e na Teoria de Exemplares (PIERREHUMBERT, 2001), realizamos um estudo para verificarmos se as palavras menos frequentes estariam mais vulneráveis a perder a sobreposição de plural, acarretando o processo metafônico, pelo fato de o sufixo no singular corresponder ao padrão mais frequente, de acordo com o levantamento estabelecido no "Corpus Brasileiro" da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Dois experimentos de produção foram estabelecidos, um com o adjetivo introduzido em frases-veículo, e outro com a inserção dos adjetivos em frases reais. Esses adjetivos foram colocados em diferentes posições dentro do sintagma. Integram-se a esta pesquisa dados de quatro participantes do sexo feminino da variedade dialetal interiorana do Estado de São Paulo. Os resultados dos experimentos de produção nos mostraram que a forma canônica (com a presença da vogal aberta e da fricativa relativa ao morfema -s de plural, ou seja, produções como [ozus]ou [ozs]), foi verificada em 75,52% das emissões analisadas. As formas que aliciam oprocesso metafônico, vistas nas produções [ozus]e [ozs], e que apresentam a marca de plural -s, foram produzidas em 8,86% dos dados. Em 14,58% das emissões, não foi possível afirmar que houve dupla marcação de plural, já que, apenas de oitiva, a qualidade da vogal tônica, que deveria conter a vogal média aberta para marcar a forma canônica, não pôde ser definida. Ainda, dependendo da situação de controle empregada na coleta dos dados, houve uma maior variabilidade quanto à qualidade dessa vogal tônica. Nas frases-veículo, o processo metafônico foi muito mais verificado do que nas frases reais. Também foram identificadas, pelas análises acústicas, vogais com qualidade intermediária entre a vogal aberta e a fechada, evidenciando o caráter gradiente na produção das vogais, caro aos estudos baseados no uso. Deste modo, presenciou-se as palavras-alvo serem produzidas com distintos timbres para a vogal média tônica, evidenciando oconhecimento fonético implícito que as participantes têm da sua língua, fazendo uso de tal faculdade. E, ao se considerar que cada categoria seria representada na memória por uma grande nuvem de ocorrências correlatas acomodadas, as pronúncias coletadas mostram que há também uma grande diversidade de exemplares na produção. Os resultados até aqui coletados mostram que as mudanças sonoras foneticamente motivadas, como a redução do segmento ???, assim como as mudanças sonoras sem motivação fonética, como a analogia ao tipo mais frequente, atingiram tanto as palavras pouco frequentes quanto as muito frequentes. A variação observada foi maior quando comparamos os contextos (situações de controles criadas para a coleta de dados) em que as palavras-alvo se encontravam. Nos dados investigados, percebe-se que a pluralidade está aliciada nas representações mentais, fazendo com que as sentenças sejam deveras redundantes, visto que a abertura vocálica é mais uma forma de marcá-las. Abstract : This research presents a study on the double marking of plural in adjectives derived in -osos in Brazilian Portuguese, observing possible metaphonic behaviors. By metaphony proper, we share the definition of Cavacas (1920), which includes the alteration of tone of the tonic vowel induced by the postonic vowel. In this way, the characteristic timbre of the pluralized adjectives under study would be due to the analogy of the feminine forms, because the plural is a later form in the language. Based on Usage-Based Phonology (BYBEE, 2001) and on Exemplar Theory (PIERREHUMBERT, 2001), we performed a study to verify if the less frequent words would be more vulnerable to losing the plural overlap, causing the metaphonic process, due to the fact of the singular suffix tocorrespond to the most frequent pattern, according to the survey established in the "Brazilian Corpus" of the Pontifical Catholic University of São Paulo. Two production experiments were established, one with the adjective introduced in sentences-vehicles, and the otherwith the insertion of adjectives into real phrases. These adjectives were placed in different positions within the syntagma. Data from four female participants of the dialectal variety of the interior of São Paulo state are included in this study. The results of the experiments show that the canonical form (with a presence of the open vowel and the fricative relative to the plural morpheme -s, ie productions like [ozus]ou [ozs])), has been verified in 75.52% of the emissions analyzed. The forms that entice the metaphonic process, seen in the productions [ozus]e [ozs]), and that present a plural mark -s, were produced in 8.86% of the data. In 14.58% of the emissions, it was not possible to affirm that there was a double marking of plural, because, only from oitive, the quality of the tonic vowel, which should contain a mid-low vowel to mark thecanonical form, could not be defined. Also, depending on the control situation used in the data collection, there was a greater variability regarding the quality of this tonic vowel. In the sentences-vehicles, the metaphonic process was much more verified than in the real sentences. Were also identified, by analysis inserts, vowels with intermediate quality between low and high vowels, evidencing the gradient character in vowel production, important to Usage-Based studies. In this way, witnessed the target words produced with different timbres for the mid tonic vowel, evidencing the implicit phonetic knowledge that thespeakers have of their language, making use of such faculty. And, considering that each category would be represented in memory by a great cloud of correlated occurrences accommodated, the collected pronunciations show that there is also a great diversity of exemplars in the production. The results collected show that sound-changesphonetically motivated, such as a reduction of segment ???, as well as sound-changes without phonetic motivation, as the analogy to the most frequent type, arriving both infrequent and very frequent words. The variation observed was greater when we compared the contexts (control situations created for a data collection) in which target words were found. In the data investigated, it is noticed that the plurality is related to the mental representations, making the sentences are indeed redundant, since the vowel opening is another way of marking them.
4

O Senegal nas rotas Lusíadas : contributo para o estudo da presença da língua portuguesa na África Ocidental a partir do século XV

Leitão, Maria de Lurdes Pires Gomes Martins Reis 2007 (has links)
A transposição da língua e da cultura portuguesa para novos lugares foi uma consequência dos Descobrimentos. Este estudo incide sobre as marcas da presença portuguesa na África ocidental, nomeadamente no Senegal, onde milhares de jovens estudam o português, tanto no Ensino Secundário como no Superior. Contudo, a comunidade portuguesa é muito pequena. A autora, que foi leitora na Universidade Cheikh Anta Diop, fez um levantamento sobre o ensino do português para a embaixada em Dacar e recorreu a um inquérito para investigar não só as motivações específicas dos estudantes mas também outros aspectos da cultura senegalesa, e a sua relação com a presença portuguesa. analisou ainda relatos da época, documentos históricos e bibliografia diversa para avaliar o impacto das expedições marítimas portuguesas nestes territórios e as suas repercussões até aos nossos dias.
5

Os verbos pseudo-reflexos em português europeu

Fonseca, Paula 2010 (has links)
Neste trabalho, procura-se mostrar que os pronomes clíticos inerentes/pseudo-reflexos estão estritamente ligados à presença de um complemento preposicional de certos verbos em Português Europeu, funcionando quase como afixos. Mais especificamente, levanta-se a hipótese de que certos verbos pronominais, em PE, quando acompanhados dos complementos preposicionais de e com exijam a presença do pronome clítico reflexo inerente/pseudo-reflexo, sendo que este é, assim, seleccionado pelos referidos complementos preposicionais. Constata-se, ainda, que, neste processo, os verbos pronominais sofrem destransitivização, no sentido de que deixam de seleccionar um complemento SN OD para passar a seleccionar um complemento preposicional. Conclui-se, igualmente, que nem todos os verbos reflexos inerentes/pseudo-reflexos são inacusativos ou ergativos. Apresenta-se, finalmente, uma lista de verbos inerentemente reflexos com que surgem os complementos preposicionais de e com. 3 Português Europeu, doravante, PE Para verificação do uso actual deste tipo de clíticos, foram realizados 40 inquéritos de juízos de gramaticalidade: 30 efectuados a alunos em anos terminais do Ensino Básico e 10 a professores do Ensino Básico/Secundário. Participaram, assim, 10 alunos do 4º ano, 10 alunos do 6.º ano, 10 alunos do 9.º ano e 10 professores (de áreas de docência diferentes do ensino de línguas). Todos os inquiridos fazem parte da mesma escola. Todos são nativos falantes de PE. As produções linguísticas seleccionadas como bem formadas pelos participantes mostram o seguinte: o número de ocorrências assinaladas com o pronome clítico inerente/pseudo-reflexo foi comparativamente bastante mais elevado do que aquelas em que ele não surge.
6

Apagamento de vogais átonas em trissílabos proparoxítonos : um contributo para a compreensão da supressão vocálica em português europeu

Fernandes, Ana Catarina Garcia 2007 (has links)
No description available.
7

Semântica das predicações estativas : para uma caracterização aspectual dos estados

Cunha, Luís Filipe Alvão Serra Leite da 2004 (has links)
O objectivo central do presente trabalho é o de caracterizar semanticamente as predicações de cariz estativo, procurando determinar as propriedades e comportamentos linguísticos que nos permitem identificar uma tal calsse aspectual e distinguindo-a, por outro lado, das restantes categorias de situações propostas na literatura.
8

Operações enunciativas e valores referenciais : estudo da marca apesar de

Aguilar, Cristiane Balestrieiro dos Santos. 2007 (has links)
Orientador: Letícia Marcondes Rezende Banca: Marília Blundi Onofre Banca: Márcia Cristina Romero Lopes Banca: Maria Inez Mateus Dota Banca: Vanice Maria Oliveira Sargentini Resumo: Este trabalho tem como objetivo analisar o papel enunciativo da marca apesar de. Distancia-se da abordagem tradicional que ora atribui a essa marca a identificação de uma construção concessiva, ora a esvazia de significado. Fundamenta-se numa abordagem operatória, que articula linguagem e línguas naturais, léxico e gramática, e propõe uma análise do modo como cada unidade lingüística participa do processo de construção de significação. Apoiamos nosso estudo na Teoria das Operações Enunciativas proposta por Antoine Culioli. Procuramos compreender quais as operações realizadas durante o processo de estabilização da significação com apesar de que conduzem a sua escolha e justificam a sua incidência sobre outros marcadores concessivos em determinados tipos de textos. Considerando o sujeito-enunciador como ponto de referência para a construção e reconstrução de valores referenciais, procuramos apontar caminhos que auxiliem na compreensão das trocas entre enunciador e co-enunciador nas construções envolvendo a marca apesar de. Nós fazemos também uma relação entre essas reflexões e o ensino de língua materna. Resumé: Ce travail a comme but analyser le rôle énonciative du marqueur apesar de. Il s'éloigne de l'approche traditionnel qui tantôt atribue à ce marqueur l'identification de la construction concessive, tantôt la vide de signification. Il se fonde dans une approche opératoire, qui articule le langage et les langues naturelles, lexique et grammaire, et propose une analyse du chemin par lequel chaque unité linguistique participe du processus de construction de la signification. Nous soutenons notre étude dans la Théorie des Opérations Énonciatives proposée par Antoine Culioli. Nous cherchons à comprendre quelles sont les opérations réalisées pendant le processus de stabilisation de la signification avec apesar de qui conduisent a le choisir et justifient son incidence sur les autres marqueurs concessifs dans certains types de textes. En considérant le sujet énonciateur comme point de référence pour la construction et la reconstruction de valeurs référentiels, nous cherchons à indiquer des chemins qui aident dans la compréhension des échanges entre l'énonciateur et le co-enonciateur dans les constructions avec apesar de. Nous faisons aussi un rapport entre ces questions et l'enseignement de la langue maternelle. Doutor
9

Aquisição do português como língua estrangeira : fenômenos de variações no âmbito fonológico

Dutra, Alessandra. 2008 (has links)
Orientador: Marymarcia Guedes Banca: Vanderci de Andrade Aguilera Banca: Maria Inês Ghilardi Lucena Banca: Antônio Suarez Abreu Banca: Eva Ucy Miranda Sá Soto Resumo: Seguindo os pressupostos teóricos da Sociolingüística Laboviana, este trabalho propõe a análise de três fenômenos de variação fonética na aquisição do português como língua estrangeira por nativos americanos e espanhóis: i) o uso das vibrantes em início de palavra, como em roda [' d ] ~ [' d ] ~ ['h d ]; em grupos consonantais, como em prova ['p v ] ~ [p v '] e em posição intervocálica em dois contextos: com a vibrante /r/, como carro [kah ] ~ ['ka ] ~ ['ka ], e com a vibrante / /, como faro [fa ] ~ [fa ] ~ ['fah ]; ii) a palatalização das oclusivas [t] e [d] em palavras como dica ['d k ] ~ ['d k ] e tive ['tiv ] ~ ['t iv ] e iii) a vocalização da lateral [ ] em final de sílaba, e em meio e final de vocábulo, como nos exemplos sal [sa ] e salgado [sa ' ad ]. Buscamos comparar a variação encontrada no português falado por americanos com a variação encontrada no português falado por nativos espanhóis e comprovar nossa hipótese de que as dificuldades que falantes de outras línguas enfrentam, ao aprender a língua portuguesa, apresentam-se como fenômenos naturais de variação e são condicionados por fatores lingüísticos e extralingüísticos. Chegamos a essa conclusão por meio de resultados obtidos em uma pesquisa anterior a esta elaborada para o Mestrado, feita com informantes americanos (Dutra, 2003). Desta feita, propusemo-nos comparar esses dados com a análise da fala dos informantes espanhóis, coletados já para o doutorado. Acreditamos que os fenômenos de variação decorrentes das dificuldades desses aprendizes se realizam com maior ou menor freqüência de acordo com fatores lingüísticos - contextos fônicos e estruturas da sílaba e do vocábulo - e extralingüísticos- idade e estilos de uso da linguagem. Por fim, procuramos refletir sobre a formação adequada do professor de português como língua estrangeira... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) Abstract: Following the theoretical postulations of Labov's Sociolinguistics, this study proposes the analysis of three phonetic variation phenomena in the acquisition of the Portuguese as a foreign language by native Americans and Spanish: i) the use of vibrants in the beginning of the word, such as in roda [' d ] ~ [' d ] ~ ['h d ]; in consonant groups, such as in prova ['p v ] ~ [p v '] and in intervocalic position in two contexts: with vibrant /r/, such as in carro [kah ] ~ ['ka ] ~ ['ka ], and with vibrant / /, such as in faro [fa ] ~ [fa ] ~ ['fah ]; ii) the occlusive palatalization [t] and [d] in words such as dica ['d k ] ~ ['d k ] and tive ['tiv ] ~ ['t iv ] and iii) the vowelization of the lateral [ ] at the end of the syllable, and in the middle and at the end of the word, such as in the examples sal [sa ] and salgado [sa ' ad ]. We searched to compare the variation found in the Portuguese language spoken by Americans with the variation found in the Portuguese spoken by Spanish and to prove our hypothesis that the difficulties faced by other languages speakers when learning the Portuguese language are natural phenomena of variation and are conditioned by linguistics and extra linguistics factors. We have come to this conclusion through results which were obtained in a previous research that was elaborated for the Master Course, done with American informants (Dutra, 2003). Thus, we decided to compare this data with the analysis of the speech of the Spanish informants, collected already for the Doctorate. We believe that the variation phenomena delivered from the difficulties of these pupils occurred with more or less frequency with linguistics factors - phonic contexts and structure of the syllable and the word - and extra linguistics - age and styles of using the language. Finally we tried to reflect about the proper formation of Portuguese as a foreign... (Complete abstract click electronic access below) Doutor
10

Um estudo prosódico-semântico da não exaustividade no português brasileiro

Carpes, Daise Fabiana Ribeiro Pereira 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Florianópolis, 2014. Made available in DSpace on 2015-02-05T20:43:41Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2014Bitstream added on 2015-03-18T21:02:19Z : No. of bitstreams: 1 327942.pdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) O objetivo desta dissertação é analisar a prosódia do foco não exaustivo emsentenças SVO (sujeito + verbo + objeto) do português brasileiro (PB) parasaber se apenas a prosódia é suficiente para marcar esse tipo de foco ou seoutros fatores, de ordem lexical, gramatical ou sintática, são necessários.Foram analisadas também sentenças com foco exaustivo e foco contrastivo,para fazer uma comparação e investigar a existência de uma prosódiaespecífica do foco não exaustivo. Este trabalho divide-se em revisão teórica,apresentação do estudo piloto, descrição da metodologia, descrição dosexperimentos de produção e percepção, análise dos resultados e conclusões.Por meio dos experimentos, foi identificada a entoação da não exaustividade,percebendo-se que um dos fatores que a caracteriza é a altura do pitch range,em média 4 semitons mais alto do que em sentenças com foco contrastivo.Além disso, constatou-se que a marcação dos focos exaustivo e contrastivoapenas pela prosódia parece ser insuficiente; os informantes relataram anecessidade de apoio lexical para marcar esses dois tipos de foco. Ainda, osdados parecem corroborar a possibilidade de a marcação de foco poder se darde duas formas no PB: pela prosódia, mantendo-se os constituintes em suasposições canônicas, ou por meio da sintaxe, movendo-se os constituintesdentro das sentenças.
The purpose of this dissertation is to analyze the prosody of non-exhaustivesentences in Brazilian Portuguese (BP) to determine whether prosody isenough to mark this kind of focus or if other factors, like lexical order,grammar or syntax, are needed. Sentences with exhaustive focus andcontrastive focus were also analyzed for comparing and investigating theexistence of a specific prosody of non-exhaustive focus. This work is dividedinto theoretical review, presentation of the pilot study, description ofmethodology, description of production and perception experiments, analysisof results and conclusions. Through experiments, it was identified theintonation of non-exhaustivity, where one of the factors that characterized itis the height of pitch range, with about 4 semitones higher than in sentenceswith contrastive focus. Furthermore, it was found that the marking ofcontrastive and exhaustive foci only by prosody seems to be insufficient;informants reported a need for lexical support for marking these two types offocus. Moreover, the obtained data seem to support that the possibility ofmarking focus can occur in two ways in BP: by prosody, keeping theconstituents in their canonical positions, or through syntax, moving theconstituents within sentences.

Page generated in 0.1053 seconds