• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1398
  • 26
  • 2
  • Tagged with
  • 1426
  • 1426
  • 982
  • 979
  • 970
  • 441
  • 275
  • 238
  • 219
  • 212
  • 192
  • 180
  • 180
  • 168
  • 166
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O abismo, o monte, a luz: os símiles na leitura/tradução da Divina commedia

Arrigoni, Maria Teresa January 2001 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem. Programa de Linguística Aplicada / Made available in DSpace on 2012-10-19T05:29:15Z (GMT). No. of bitstreams: 0
2

A construÃÃo da imaginaÃÃo da crianÃa: do desenho à escrita / The construction of children imagination: draw to write

MÃnica de Souza Serafim 17 October 2008 (has links)
Conselho Nacional de Desenvolvimento CientÃfico e TecnolÃgico / Este trabalho tem por objetivo investigar as estratÃgias que a crianÃa utiliza para lidar com os planos da realidade e da imaginaÃÃo na reescrita de contos. Para tanto, empregamos os postulados teÃricos da AquisiÃÃo da linguagem, ao nos basearmos em Ehrlich (1983), Hudson e Nelson (1984), Ferreiro e Teberosky (1990) e Graesser, Golding e Long (1991) e cujas contribuiÃÃes versam sobre a reescrita; as contribuiÃÃes da teoria sociointeracionista, a partir de Bakhtin (1988, 1992) e de Vygotsky (1987, 1988), ao considerarmos o valor interativo das estratÃgias utilizadas pelas crianÃas para lidarem com os planos da realidade e da imaginaÃÃo; o estudos de Ginzburg (1989), ao considerarmos o estatuto dos indÃcios singulares deixados pelas crianÃas em seus textos; e as contribuiÃÃes das teorias sobre imaginaÃÃo, quer de viÃs filosÃfico, como os estudos de Kant ([1781]1984), Kearney (1988), Sartre ([1936]1989), Bachelard ([1941]1989), Bergson ([1896]1999), dentre outros, ou sociocultural, com as contribuiÃÃes de Vygotsky ([1986]2007). A fim de analisarmos as estratÃgias que a crianÃa utiliza para lidar com os planos da realidade e da imaginaÃÃo na reescrita de contos, utilizamos 200 textos coletados longitudinalmente, em junho e novembro de 1997 e em junho e outubro de 1998, pela professora do Departamento de Letras VernÃculas, da Universidade Federal do CearÃ, Ana CÃlia Clementino Moura. A coleta desses textos ocorreu em salas de alfabetizaÃÃo, 1Â e 2Â sÃries de uma escola particular de Fortaleza-CE. Nossa anÃlise, permitiu-nos constatar que o desenho foi a estratÃgia mais utilizada pelas crianÃas do GA (Grupo da AlfabetizaÃÃo), mas nas produÃÃes das crianÃas do G1 (Grupo da 1Â sÃrie), o uso da pontuaÃÃo com funÃÃo estilÃstico-discursiva foi a estratÃgia mais utilizada. Acreditamos que este fato aconteceu, em se tratando do GA, devido ao contato inicial destas crianÃas com a produÃÃo escrita e tambÃm pelo prÃprio conhecimento dos elementos que compÃem esta modalidade de lÃngua; no que se refere ao G1, acreditamos que este fato aconteceu, possivelmente, pela descoberta de outras possibilidades para o uso dos sinais de pontuaÃÃo, aquela relacionada nÃo apenas ao uso normativo, mas ao uso estilÃstico deste recurso da escrita. / This study focused on the strategies that the child uses to cope with the plans of reality and imagination in the rewriting of stories. For this, use the theoretical postulates of the acquisition of language, to the base in Ehrlich (1983), Hudson and Nelson (1984), and Teberosky Ferreiro (1990) and Graesser, Golding and Long (1991) and whose contributions deal with the rewriting ; the contributions of theory sociointeracionista from Bakhtin (1988, 1992) and Vygotsky (1987, 1988), to consider the value of interactive strategies used by children to deal with the plans of reality and imagination, the study of Ginzburg (1989), to consider the status of natural evidence left by children in their texts, and the contributions of theories about imagination, both of philosophical bias, as the studies of Kant ([1781] 1984), Kearney (1988), Sartre ( [1936] 1989), Bachelard ([1941] 1989), Bergson ([1896] 1999), among others, or sociocultural, with contributions of Vygotsky ([1986] 2007). In order to analyze the strategies that the child uses to cope with the plans of reality and imagination in the rewriting of stories, we use 200 texts collected longitudinally, in June and November 1997 and in june and october 1998, by professor of the Department of Lyrics Vernacular of the Federal University of Ceara, Ana CÃlia Clementino Moura. The collection of these texts took place in rooms of literacy, 1st and 2nd rounds of a private school in Fortaleza-CE. Our analysis has enabled us to see that the design was the most used by children of GA (Group of Literacy), but in productions of the children of G1 (Group of the 1st series), the use of punctuation with light-discursive style was the strategy used more. We believe that this actually happened in the case of GA, due to the initial contact with these children and also the production written by the knowledge of the elements that make this type of language, as regards the G1, we believe that this actually happened, possibly , The discovery of other possibilities for the use of punctuation marks, that relates not only to use rules but to use this feature style of writing.
3

Lexicalization processes in the interlanguage of english learners: an analysis of motion verbs / Processos de LexicalizaÃÃo na InterlÃngua de Alunos Aprendizes de InglÃs: uma anÃlise dos verbos de movimento

Aline Rodrigues Nogueira 17 February 2009 (has links)
Conselho Nacional de Desenvolvimento CientÃfico e TecnolÃgico / FundaÃÃo de Amparo à Pesquisa do Estado do Cearà / Na lÃngua, os conteÃdos semÃnticos sÃo expressos por elementos de superfÃcie, e os responsÃveis pela variaÃÃo sÃo os elementos de expressÃo utilizados. Um dos processos de associaÃÃo dos elementos semÃnticos a formas de superfÃcie à o que Talmy (1985, 2000) denomina de lexicalizaÃÃo. Talmy (1985) identificou e descreveu trÃs padrÃes de lexicalizaÃÃo em eventos de movimento. Para este estudo, enfocaremos dois dos padrÃes de lexicalizaÃÃo propostos por Talmy: o padrÃo Movimento + Caminho, que lexicaliza a categoria semÃntica Caminho no verbo (caracterÃstica do portuguÃs), e o padrÃo Movimento + Modo/Causa, que lexicaliza o modo ou causa do movimento no verbo (caracterÃstico do inglÃs). O padrÃo prototÃpico da lÃngua inglesa pode ser expandido de modo a realizar construÃÃes resultativas fortes. Esta pesquisa, dividida em quatro capÃtulos, aborda a seguinte questÃo: apÃs a aquisiÃÃo de uma primeira lÃngua e de seu padrÃo de lexicalizaÃÃo, à possÃvel ou nÃo durante o processo de aquisiÃÃo de uma segunda lÃngua, âaprenderâ e utilizar um padrÃo de lexicalizaÃÃo diferente daquele inicialmente adquirido? Para verificar se um indivÃduo em fase de aquisiÃÃo de segunda lÃngua pode apresentar em sua interlÃngua o padrÃo caracterÃstico da lÃngua-alvo, analisaremos os padrÃes de lexicalizaÃÃo de eventos de movimento descritos por aprendizes brasileiros de inglÃs como segunda lÃngua atravÃs de narrativas produzidas por eles com base na histÃria em figuras âFrog, Where are you?â de Mayer (1969) assim como Slobin (1996), alÃm de um teste de compreensÃo sobre construÃÃes resultativas fortes. Examinando o corpus coletado e com base na teoria de Talmy, no trabalho sobre alternÃncia verbal nas resultativas fortes do portuguÃs de Alencar (2006) e na Teoria de PrincÃpios e ParÃmetros de Chomsky (1981, 1986), o presente trabalho conclui que aprendizes brasileiros de inglÃs como segunda lÃngua sÃo capazes de utilizar o padrÃo da lÃngua-alvo e atribuir novos valores aos parÃmetros envolvidos quanto ao padrÃo de lexicalizaÃÃo utilizado, mas apresentam dificuldade em expandi-lo e produzir construÃÃes resultativas fortes, atribuindo novo valor ao parÃmetro de resultatividade forte e demonstram forte influÃncia da lÃngua materna em suas descriÃÃes de eventos de movimento.
4

Deposition of alcoholic the anonymous ones: a study of the textual genres / Depoimento dos alcoÃlicos anÃnimos: um estudo do gÃnero textual

Cibele Gadelha Bernardino 23 November 2000 (has links)
FundaÃÃo de Amparo à Pesquisa do Estado do Cearà / Our research aims to describe the rheorical organisation of deposition gender used in verbal interactions of an on-line anonymous group. This group functions through a list of discussion entitled aa-soberness. The approach which has benn give to the theme is based on theoretical presuppositions of Gender Analysis, particulary John M. Swalesâ theoretical contributions (1990). The corpus, constituded by 60 depositions collected from April to October in 1999, was submitted to an exhausting survey whose objective consisted in describing similarities and regularities of rhetorical distribution of units and sub-units of gender information. As a result, we have concluded: a) gender deposition is a form of self-accounting around theme of alcoholism, which is common to the deponents and their interlocutors and which has as nuclear goal the exchange of experiences among alcoholics; b) the gender owns three basic rhetorical units distributed in nine sub-units: rhetorical unit 1 â establishing contact and identification; sub-unit 1.1 â greeting the group members; 1.2 â introducing the deponent; sub-unit 1.3. â thanking for the drinking consumption control; rhetorical unit 2 â comparing experiences before and after his/her membership in anonymouns alcoholic brotherhood; sub-unit 2.1. â making reference to another group message which has brought about the deposition in question; sub-unit 2.2. â accounting experiences about alcoholism; sub-unit 2.3. â commenting the reclaiming after entrance in anonymous alcoholic brotherhood; rhetorical unit 3 â closing the deposition; sub unit 3.1. â saying goodbye to the interlocutors; sub-unit 3.2. â wishing 24 hours of soberness; sub-unit 3.3. â thanking for the attention paid by the group members; sub-unit 3.4. â signing up; c) the frontiers between the beginning and of deposition sub-units are clear-cut through speech acts to which they are subjacent; d) the conduction of information distribution in the gender dovetails to the purposes and principles (the Twelve Steps and the Twelve Traditions) of Anonymous Alcoholic reclaiming program, shaping the deposition gender as a space in which only one alcoholic can make an utterance. / Nossa pesquisa tem como objetivo descrever a organizaÃÃo retÃrica do gÃnero depoimento utilizado nas interaÃÃes verbais de um grupo on-line de AlcoÃlicos AnÃnimos que funciona atravÃs de uma lista de discussÃo intitulada aa-sobriedade. A abordagem dada ao tema baseia-se em pressupostos teÃricos da AnÃlise de GÃneros, particularmente nas contribuiÃÃes teÃricas de Jonh M. Swales (1990). O corpus, constituÃdo por 60 depoimentos coletados nos meses de abril e outubro de 1999, foi submetido a um exame exaustivo cujo objetivo consistiu em descrever as similaridades e regularidades da distribuiÃÃo retÃrica das unidades e subunidades de informaÃÃo do gÃnero. Como resultado, concluÃmos que: a) o gÃnero depoimento à uma forma de auto-relato que gira em torno do tema do alcoolismo, comum aos depoentes e seus interlocutores, e que tem como objetivo nuclear a troca de experiÃncias entre alcoÃlatras; b)o gÃnero possui trÃs unidades retÃricas bÃsicas distribuÃdas em nove subunidades: unidade retÃrica 1 â estabelecendo contato e identificaÃÃo â subunidade1.1 â saudando os membros do grupo, subunidade 1.2 â apresentando o depoente, subunidade 1.3 â agradecendo pelo controle sobre a bebida; unidade retÃrica 2 â comparando experiÃncias vividas antes e depois do ingresso na irmandade dos alcoÃlicos anÃnimos â subunidade 2.1 - fazendo referÃncia a outra mensagem do grupo que tenha provocado o depoimento em questÃo, subunidade 2.2 â relatando experiÃncias sobre o alcoolismo, subunidade 2.3 â comentando a recuperaÃÃo apÃs o ingresso na irmandade dos alcoÃlicos anÃnimos; unidade retÃrica 3- fechando o depoimento â subunidade 3.1 â despedindo-se dos interlocutores, subunidade 3.2 â desejando de 24 horas de sobriedade, subunidade 3.3 â agradecendo pela atenÃÃo concedida pelos membros do grupo, subunidade 3.4 â subscrevendo-se; c) as fronteiras entre o inÃcio e o fim das subunidades do depoimento sÃo demarcadas por meio dos atos de fala que a elas estÃo subjacentes; d) a conduÃÃo da distribuiÃÃo das informaÃÃes no gÃnero responde aos propÃsitos e princÃpios (os Doze passos e as Doze tradiÃÃes) do programa de recuperaÃÃo dos AlcoÃlicos AnÃnimos, configurando o gÃnero depoimento como um espaÃo no qual somente um alcoÃlatra pode enunciar.
5

La manifestation de la relation de pouvoir dans lâinteraction verbal du stagiaire dans sa pratique enseignant / A manifestaÃÃo da relaÃÃo de poder na interaÃÃo verbal do estagiÃrio em sua prÃtica docente.

AntÃnio Felipe AragÃo dos Santos 21 November 2011 (has links)
CoordenaÃÃo de AperfeiÃoamento de Pessoal de NÃvel Superior / Cette Ãtude apporte une analyse des relations de pouvoir identifiÃes dans lâinteraction verbale produite pendant la pratique en salle du stagiaire (professeur en formation). Cette recherche montre, aussi, une vision actuelle sur la formation de professeurs en langue franÃaise au CearÃ, en utilisant des donnÃes obtenus avec les institutions et, aussi, avec lâutilisation dâun questionnaire appliquà aux Ãtudiants de Lettres Portugais/FranÃais de lâUniversità FÃdÃrale du Ceara e de lâUniversità de lâÃtat du Ceara. Comme prÃsupposÃs thÃorique-mÃthodologiques, ont Ãtà adoptÃs lâInteractionnisme Socio-discursif, qui attribue à lâagir et au langage un rÃle fondamental dans le dÃveloppement humaine e les relations de pouvoir traitÃes par Foucault. Dans la mÃthodologie, nous avons utilisà lâauto-confrontation proposÃe par FaÃta avec lâobjectif dâapporter les pensÃes et les attitudes que les stagiaires ont eues pendant la pratique du Stage Supervisionà en Langue FranÃaise. Avec les donnÃes obtenues, nous avons vÃrifià que les stagiaires ont Ãtà autonomes pendant leur pratique en salle, pourtant limitÃes au matÃriel et chronogrammes imposÃs par lâinstitution. Nous avons vu que plus grand sera lâexpÃrience du stagiaire en classe de langue ÃtrangÃre moins sera explicite la relation de pouvoir entre lui et son professeur formateur et, ainsi, plus grande sera lâautonomie de ce stagiaire pendant le cours. / Este estudo traz uma anÃlise das relaÃÃes de poder identificadas na interaÃÃo verbal produzida durante a prÃtica docente do estagiÃrio (professor em formaÃÃo). Esta pesquisa mostra, tambÃm, uma visÃo atual sobre a formaÃÃo de professores em lÃngua francesa no CearÃ, por meio de dados obtidos junto Ãs instituiÃÃes e, tambÃm, com a utilizaÃÃo de um questionÃrio aplicado aos alunos de Letras PortuguÃs/FrancÃs da Universidade Federal do Cearà e da Universidade Estadual do CearÃ. Como pressupostos teÃrico-metodolÃgicos, foram adotados o Interacionismo Sociodiscursivo, que atribui ao agir e à linguagem um papel fundamental no desenvolvimento humano e as relaÃÃes de poder tratadas por Foucault. Na metodologia, utilizamos a autoconfrontaÃÃo proposta por FaÃta com o objetivo de trazer à tona os pensamentos e atitudes que as estagiÃrias tiveram durante a prÃtica do EstÃgio Supervisionado em LÃngua Francesa. Com os dados obtidos, verificamos que as estagiÃrias se sentiram autÃnomas durante a sua prÃtica docente, porÃm limitadas ao material e cronogramas impostos pela instituiÃÃo. Vimos que quanto maior a experiÃncia do estagiÃrio em lecionar uma lÃngua estrangeira, menos explÃcita serà a relaÃÃo de poder entre ele e o seu professor formador e, assim, maior serà a autonomia deste estagiÃrio durante o curso.
6

Representation, evaluation and lexis: an outlook on the discourse of professors and tutors of the bachelorÂs course of languages and arts /major in spanish of the Federal University of Cearà / RepresentaÃÃo Social, avaliaÃÃo e lÃxico: um olhar sobre o discurso de professores e tutores do Curso de Licenciatura Letras/ Espanhol da Universidade Federal do CearÃ

Maria ValdÃnia FalcÃo do Nascimento 18 May 2012 (has links)
Conselho Nacional de Desenvolvimento CientÃfico e TecnolÃgico / FundaÃÃo de Amparo à Pesquisa do Estado do Cearà / The present work is the result of reflections on the social representation that both Spanish as foreign language pre-service teachers and instructors have about assessment. The main goal consists of investigate how the assessment is an instrument of social representation of multiple dimensions (cognitive, discourse, linguistics, and social). The analysis of the organizational semantics of the lexicon, which is embedded in discourse manifestations, allows for the understanding of assessment as content knowledge. The study addresses the following questions: (1) How do instructors and pre-service teachers view assessment in the pre-service context? (2) Which social representation of assessment emerges in the discourse of instructors and pre-service teachers when asked about assessment? (3) What are the key lexical items of social representation constructed by the participants involved? The analysis is based on the Theory of Social Representation, especially that of Moscovici (1976, 2009) and Jodelet (2001), on the Critical Discourse Studies proposed by Van Dijk (2003, 2008), and on the studies of Coracini (2003), Moita Lopes (2007) and BordÃn (2004) in Applied Linguistics. Data were generated by semi-structured interviews and free word association techniques. The methodology employed for data analysis was content analysis, based onBardinâs (2010) propositions. Two teaching environments were considered: face-to-face and distance education. Results indicate that the participants have two perspectives of assessment: (1) as predominantly a verification of learning, based on instruments such as exams, seminars and portfolios; and (2) as a fundamental part of teaching and learning that serves as a âregulatorâ of the process. However, in the discourse of the participants, the evaluation process is not considered an important mechanism of control and exclusion, which indicates a lack of critical understanding of the sociological and ideological aspects involved in assessment. In broad terms, results indicate that assessment needs to be considered as an important issue in the preparation of pre-service teachers, and new alternatives of assessment should be discussed, studied and implemented. Furthermore, this study contributes to other studies that investigate how language and social representation mutually shape and affect each other. / Este trabalho resultou de nossas indagaÃÃes a respeito da representaÃÃo social de professores e tutores sobre a avaliaÃÃo em um contexto de formaÃÃo de professores de espanhol como lÃngua estrangeira. O principal objetivo consistiu em investigar como a avaliaÃÃo constitui-se um objeto de representaÃÃo social considerando-se suas mÃltiplas dimensÃes (cognitiva, discursiva, linguÃstica e social) e como, por meio da anÃlise da organizaÃÃo semÃntica do lÃxico, presente nas manifestaÃÃes discursivas dos sujeitos ao se posicionarem sobre o tema, pode-se mapear o significado construÃdo para a avaliaÃÃo enquanto objeto de conhecimento. Entre os questionamentos suscitados, visamos responder Ãs seguintes questÃes: 1. De que forma os professores se posicionam acerca da avaliaÃÃo num contexto de formaÃÃo de professores de lÃngua estrangeira? 2. Que representaÃÃo social sobre a avaliaÃÃo està presente nas manifestaÃÃes discursivas dos professores ao se posicionarem sobre o tema? 3. Que itens lexicais, produzidos pelos sujeitos, podem ser tomados como vetores da representaÃÃo social construÃda? Para o alcance dos objetivos propostos, baseamo-nos numa articulaÃÃo entre a Teoria das RepresentaÃÃes Sociais, particularmente os postulados de Moscovici (1976, 2009) e Jodelet (2001); os Estudos CrÃticos do Discurso propostos por van Dijk (2003, 2008), e, ainda, a LinguÃstica Aplicada, com os trabalhos Moita Lopes (2007) e BordÃn (2004). Os dados foram gerados por meio da tÃcnica de associaÃÃo livre de palavras e por entrevistas semiestruturadas. Para a anÃlise dos dados foi empregada a metodologia da anÃlise de conteÃdo, de acordo com as proposiÃÃes de Bardin (2010), considerando-se o exame dos posicionamentos presentes no discurso docente em torno da avaliaÃÃo, tanto na modalidade presencial quanto na semipresencial de ensino. As anÃlises realizadas evidenciaram que os sujeitos concebem a avaliaÃÃo em duas direÃÃes: 1.como predominantemente circunscrita a uma concepÃÃo de avaliaÃÃo como mera verificaÃÃo da aprendizagem, centrada na aplicaÃÃo de instrumentos como provas, seminÃrios e portfÃlios e 2. como parte fundamental e inerente ao processo de ensino e aprendizagem, cuja funÃÃo à âregularâ esse processo. No entanto, o funcionamento do processo avaliativo como mecanismo de controle e de exclusÃo nÃo aparece como uma questÃo importante nos discursos dos sujeitos, ficando ao largo uma compreensÃo crÃtica dos fatores ideolÃgicos e sociolÃgicos que perpassam tanto o discurso sobre a avaliaÃÃo, como as condiÃÃes em que essa à produzida. Em linhas gerais, o presente estudo oferece relevantes elementos para se pensar alternativas e caminhos para eventuais transformaÃÃes das prÃticas de avaliaÃÃo e sobre sua relevÃncia na formaÃÃo de futuros professores de lÃnguas, alÃm de fazer avanÃar a contribuiÃÃo dos estudos que investigam a relaÃÃo entre linguagem e representaÃÃo social, tendo em vista a forma como estas se afetam mutuamente.
7

A formaÃÃo de palavras por prefixo na terminologia cientÃfica / The formation of words by prefix in scientific terminology

AntÃdio Barbosa de Oliveira 29 August 2003 (has links)
CoordenaÃÃo de AperfeiÃoamento de Pessoal de NÃvel Superior / Our work is about the role of prefixes and pseudoprefixes in pharmacist nomenclature. The concept of prefix that we chose derives from the formal notion of root presented in an article by Margarida BasÃlio, "A operacionalidade do conceito de raiz", and in the Phd thesis by Josà RogÃrio Fontenele Bessa, "A composiÃÃo nominal e adjetiva: problemas e mÃtodos". Our aim is to analyse the most frequent prefixes, types of base and context as well as the prevailing morpheme (the prefix or the pseudoprefix?) in the pharmacist nomenclature. We decide to work with two corpora. One of these is DEF (DicionÃrio de Especialidades FarmacÃuticas), an edition for a specialised public. The other one is also an edition about medicine, whose public is both specialised and non-specialised. / Nossa dissertaÃÃo discorrerà sobre o papel dos prefixos e pseudoprefixos na nomenclatura farmacÃutica. O conceito de prefixo adotado por nÃs baseia-se em princÃpios formais relativos à noÃÃo de raiz constantes no artigo "A operacionalidade do conceito de raiz", de BasÃlio (1980), e na tese de doutorado intitulada "A composiÃÃo nominal e a adjetiva: problemas e mÃtodos", de Bessa (1986). Nosso objetivo à analisar os prefixos, os tipos de base e os contextos mais freqÃentes, bem identificar o morfema prevalente (o prefixo ou o pseudoprefixo?), na nomenclatura farmacÃutica. Como corpora, escolhemos dois bulÃrios. Um deles à o DEF (DicionÃrio de Especialidades FarmacÃuticas), publicaÃÃo voltada para um pÃblico especializado. O outro corpus utilizado à o BPR - Guia de remÃdios, dirigido tanto a especialistas quanto a um pÃblico leigo.
8

Rhetorical features and disciplinary cultures : a genre-based study of academic book reviews in linguistics, chemistry, and economics

Motta-Roth, Desiree January 1995 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão / Made available in DSpace on 2016-01-08T19:31:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 102608.pdf: 7519023 bytes, checksum: 99c53c81079d4b01202f1fd46fd9d8c8 (MD5) Previous issue date: 1995 / Investigação das conexões existentes entre retórica e discursos disciplinares, através da análise textual de cento e oitenta resenhas acadêmicas em inglês em lingüística, economia e química, e de entrevistas com editores de resenhas de revistas acadêmicas internacionais em cada área. Exame das diferenças e semelhanças existentes entre os movimentos retóricos e os termos de elogio e crítica comumente empregados por resenhadores em cada disciplina para avaliar e descrever novas publicações. As regularidades de função, conteúdo e forma da informação podem definir a existência de um mesmo gênero textual. As variações específicas em cada disciplina sugerem a necessidade de se desenvolver programas de ensino de línguas para fins acadêmicos que explorem as características macroestruturais de gêneros textuais, sem deixar de considerar as idiossincrasias das práticas discursivas em cada disciplina. Concluiu-se que a apropriação de um mesmo gênero textual responde à organização epistemológica da área de conhecimento específica, evidenciando-se assim as conexões entre texto e contexto de produção. A exploração da diversidade de valores e recortes epistemológicos das culturas disciplinares pode contribuir para a formação de leitores e escritores mais críticos em relação às práticas discursivas encontradas em textos acadêmicos em suas respectivas disciplinas.
9

Benefactive microscenes in the context of news reports

Bonfanti, Mara Simone January 2006 (has links)
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Letras/Inglês e Literatura Correspondente / Made available in DSpace on 2013-07-16T03:15:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 237055.pdf: 998575 bytes, checksum: 3ba05e6626a6f486e7b4fafa774eda11 (MD5) / Este estudo tem como objetivo analisar as microcenas que emergem em notícias. As microcenas Benefactivas podem estar representadas por predicatores benefactivos básicos ou por predicadores de outros domínios semânticos que têm o Benefactivo perspectivizado naquela microcena. A análise foi realizada em 164 microcenas de texto jornalístico, retiradas do The Washington Post, em sua versão online # www.washingtonpost.com # durante quinze dias seguidos, numa tentativa de abarcar e destacar a noção benefactiva no contexto da língua em uso, aqui representada por notícias políticas. Fillmore (1968), Chafe (1970), Cruse (1973), Cook (1979, 1989), Nicolacópulos (1992,1995), Nicolacópulos & Conceição (1984), Oliveira (1999), Rocha (2003) e Weickert & Nicolacópulos (2005) têm estudado a multiplicidade de sentidos dentro da Gramática de Casos, incorporada à Semântica Relacional, a fim de compreender os novos significados e seus efeitos construídos no dinamismo da língua em uso. Nesta perspectiva, eles abordaram o significado da língua de diferentes formas, expressando agência, experiência, benfeciário, objeto, lugar, companhia, tempo e holismo. No entanto, ainda há muita pesquisa a ser desenvolvida nesta área, principalmente em relação ao Benefactivo, que expressa as noções de posse, ganho ou perda e transferência de propriedade, e como ele aparece de forma viva na língua Inglesa. Esta pesquisa considera uma microcena uma #oração extendida# que incorpora noções que não estão necessariamente expressas na superfície das microcenas, mas podem ser apreendidas pela macrocena, o contexto maior do texto e pelas associações que o verbo ou predicador mantém com os outros elementos nas microcenas Benefactivas. É possível de perceber que (i) este gênero textual favorece a presença de microcenas Benefactivas, (ii) a maioria delas são compostas por predicadores Benefactivos em seu sentido básico (87.80%), e (iii) algumas vêm de predicadores de outros domínios semânticos, mas que têm seu sentido Benefactivo perspectivizado (12.19%). Ao mesmo tempo, observou-se que muitos predicadores Benefactivos fazem um movimento metafórico (i) em direção a outros campos semânticos (Experiential, Comitativo, Tempo) ou (ii) em direção ao subdomínio Benefactivo chamado de Benefactive power. The present study aims at analyzing the Benefactive microscenes that emerge from news reports. The Benefactive microscenes may be represented by basically Benefactive predicators or by predicators form other semantic domains which have the Benefactive foregrounded. The analysis is carried out on a corpus of 164 microscenes from journalistic texts taken from The Washington Post online version # ww.washingtonpost.com # during a period of fifteen days in a row, in an attempt to encompass and enhance the Benefactive notion in the context of language in use, here represented by the political news reports. Fillmore (1968), Chafe (1970), Cruse (1973), Cook (1979, 1989), Nicolacópulos (1992,1995), Nicolacópulos & Conceição (1984), Oliveira (1999), Rocha (2003) and Weickert & Nicolacópulos (2005) have tried to tackle the multiplicity of meanings within Case Grammar, incorporated into Relational Semantics, in order to comprise the new senses and their effects constructed in the dynamism of language in use. Within this perspective, they have approached language meaning in different ways, be it expressing agency, experience, beneficiary, object, location, company, time, holism. However, there is still a lot to be researched in this area, mainly in the distinct notion of the beneficiary, which expresses the notions of possession, gain or loss, and transfer of property, and how it is lively represented in the modern English language. This work considers a microscene an #extended clause# which incorporates notions that are not necessarily expressed in the surface of the microscenes, but can be apprehended by the macroscene, the broader context of the text and by the associations the verb or predicator keeps with the other elements within the Benefactive microscenes. It was noticed that (i) this genre favors the presence of Benefactive microscenes, (ii) most of them emerge from basically Benefactive predicators (87.80%), and (iii) some from predicators from other semantic domains that in specific microscenes have the Benefactive sense foregrounded (12.19%). At the same time, it was observed that many basically Benefactive predicators make a metaphorical move (i) towards other semantic domains (Experiential, Comitative, Time) or (ii) towards a Benefactive subdomain, namely power-Benefactive.
10

Interação em sala de aula: análise do reparo e correção no processo de ensino aprendizagem / Classroom interaction: analysis of repair and correction in the teaching-learning process

Souza, Rainhany Karolina Fialho 29 March 2018 (has links)
Submitted by MARCOS LEANDRO TEIXEIRA DE OLIVEIRA (marcosteixeira@ufv.br) on 2018-08-20T18:32:42Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1130483 bytes, checksum: 03e775164a9b05a277c65da2815e3543 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-08-20T18:32:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 1130483 bytes, checksum: 03e775164a9b05a277c65da2815e3543 (MD5) Previous issue date: 2018-03-29 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Esta pesquisa teve o objetivo de analisar a organização das operações de reparo e correção na fala-em-interação em sala de aula, em contexto de apresentação de seminário, além de descrever como a construção de conhecimento ocorreu diante dessas estratégias. Para isso, contou com os aparatos teóricos- metodológicos de Análise da Conversa Etnometodológica (SACKS, SCHEGLOFF, JEFFERSON, 1977), considerando a participação tanto dos estudantes quanto do professor no processo de ensino-aprendizagem no evento aula de Geografia dos alunos do curso de Agroecologia de uma escola técnica de Minas Gerais. O corpus de análise da pesquisa foi composto pela gravação e transcrição de duas aulas geminadas do referido evento. A análise dos dados considerou o processo de construção ou reprodução de conhecimento por meio do uso de operações de reparos. Os resultados demonstraram 250 ocorrências de reparo iniciado e levado a cabo pelo falante da fonte de problema; 4 de reparo iniciado pelo falante da fonte de problema e levado a cabo pelo outro; 8 de reparo iniciado pelo outro e levado a cabo pelo falante da fonte de problema; e, apenas 1 de reparo iniciado e levado a cabo pelo outro. Também apontaram que algumas categorias de reparos foram usadas em situações de ameaça a face, e em outras para construção de significado comum entre os participantes da interação, de modo que contribuíram para a co-construção de conhecimento no processo de ensino-aprendizagem. Destaca-se que nesse contexto de sala de aula foi identificado uma organização sequencial de operação de reparo caracterizada pelo resultado do reparo ser dado em quarta posição. Isso significa que o professor fazia uma iniciação do reparo, identificando uma fonte de problema na fala do estudante; em seguida acontecia uma nova iniciação de reparo pelo aluno; posteriormente havia a repetição da iniciação pelo professor; e, finalmente, o aluno ou um colega fornecia a resposta e finalizava o turno. Essa organização se diferencia dos estudos de reparos descritos na literatura que ocorrem, geralmente, até a terceira posição. Isso pode ser atribuído ao fato de as aulas analisadas consistirem em apresentações de seminários, nas quais os alunos precisavam demonstrar entendimento sobre o que era perguntado pelo professor, para poder finalizar a elocução iniciada por ele. Por sua vez, o professor não fornecia a resposta prontamente, mas alinhava-se em uma arguição, para construir o conhecimento em conjunto com os alunos. Portanto, considera-se que os achados deste trabalho podem contribuir para as pesquisas no campo da ACE, especialmente para aquelas interessados em investigar as operações de reparo em contexto de fala-em-interação em sala de aula, com vistas à compreensão do processo de ensino e aprendizagem. / This research aimed to analyze the organization of repair and correction operations in speech-in-interaction in the classroom, more precisely in a seminar presentation, as well as to describe how the construction of knowledge occurred in the face of these strategies. To do so, it counted on following theoretical and methodological approaches: the Ethnomethodological and Conversation analysis (SACKS, SCHEGLOFF, JEFFERSON, 1977), considering the participation of the students and the teacher in the teaching-learning process in a geography class in the course of Agroecology of a Minas Gerais' technical school. The corpus of analysis of the research was composed by the recording and transcription of the geography doubled classes. Data analysis considered the construction or reproduction of knowledge through the use of repair operations. The results demonstrated 250 repair occurrences initiated and carried out by the problem source's speaker; 4 of repair initiated by the problem source's speaker and carried out by the other; 8 of the repair initiated by the other and carried out by the problem source's speaker; and only 1 repair started and carried out by the other. It was also pointed out that some categories of repairs were used in face-threat situations, and in others to construct common meaning among the interaction participants, so that they contributed to the co-construction of knowledge in the teaching-learning process. It is noteworthy that a sequential organization of repair operation was identified in this classroom, characterized by the result of the repair being given in fourth position. This means that the teacher did an initiation of the repair, identifying a source of problem in the student's speech; then a new initiation of repair occurred by the student; later on, there was the repetition of the initiation by the teacher; and finally the specific student or another one provided the answer and ended the shift. This organization differs from the repair studies described in the literature that usually occur until the third position. This can happen due to the fact that the analyzed classes consisted of seminar presentations, in which the students had to demonstrate an understanding of what was asked by the teacher, in order to finish the enunciation started by him. The teacher, on the other hand, did not provide the answer readily, but instead argued the students in order to build the knowledge together with them. Therefore, it is considered that the findings of this work may contribute to the research in the ACE field, especially for those interested in investigating repair operations into the speech-in-interaction context in the classroom aiming to understand the teaching and learning process.

Page generated in 0.0996 seconds