• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 485
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 491
  • 491
  • 202
  • 191
  • 105
  • 90
  • 56
  • 53
  • 53
  • 48
  • 42
  • 41
  • 40
  • 40
  • 40
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Miguel Torga &=e Espanha

Carvalho, Paulo Manuel Pires de 1997 (has links)
Leitura de "Diário" e de "Poemas Ibéricos" em busca de conceitos de Ibéria e de Hispanidade em Miguel Torga.
2

A construção do canone critico sobre Fernando Pessoa : a critica de Adolfo Casais Monteiro

Caio Marcio Poletti Lui Gagliardi 2000 (has links)
No description available.
3

Pascoaes, biografias : entre o eu e a saudades

Paulo Fernando da Motta de Oliveira 1991 (has links)
Resumo: Não informado Abstract: Not informed
4

La vie de saint Nicolas poème religieux du XIIe siècle

Wace, Ronsjö, Einar Unknown Date (has links)
The editor's Thesis--Lund. Thesis statement on added t.p. inserted. "Bibliographie": p. [213]-219.
5

Música, fatalmente : referências musicais na poesia de Manuel Freitas

Vasconcelos, Vasco André Ribeiro de 2010 (has links)
A presente dissertação tem como base fundamental a análise dos modos como a música e um universo a ela agregada participam na poesia de Manuel de Freitas, seja essa abordagem feita, em traços gerais, pela apreensão de como o relato de uma vivência musical pode contribuir para o entendimento de uma forma de lirismo que recorrentemente induz uma sugestão autobiográfica; pela análise de como o lirismo musical entra nos poemas, discutindo-se também as semelhanças entre alguns traços marcantes desta poesia e temáticas mais patentes em determinados géneros musicais nela presentes; ou ainda, pelo estudo de que alguns fenómenos musicais, que vão no sentido de uma experiência de limites, entroncarão numa certa abordagem ao sublime.
6

D. Sancho II : da deposição à composição das fontes literárias dos séculos XIII e XIV

Santos, Herlânder Gonçalves dos, Miranda, José Carlos Ribeiro 2009 (has links)
Dizem as crónicas que depois de ser mui bom rei, D. Sancho II por influência de maus conselheiros deixou de ser justiçoso e que a sua governação se perdeu no que se designou como a crise de 1245. O rumo da governação levou um conjunto de nobres e figuras eclesiásticas a procurar junto do sólio pontifício uma solução para o reino. Inocêncio IV emitia a bula Grandi non immerito onde destituía o rei da governação, agravando-se a tensão internobiliárquica e territorial. A guerra civil recrudesceu e D. sancho II acaba por tombar às pretensões do novo poder. Exila-se em Castela e seu irmão D. Afonso, Conde de Bolonha, assume o protagonismo de governação. Há nobres que acompanham o rei no exílio, há trovadores que empenham o seu cantar na denúncia do que consideravam ser uma traição, há cronistas que legitima a destronização. Olhares diversos sobre um passado plasmado na construção literária das fontes antigas.
7

Alexandre de Gusmão : da literatura jesuíta de intervenção social

Freitas, César Augusto Martins Miranda de 2011 (has links)
Este projeto de investigação incidiu sobre a ação de educação e evangelização dos jesuítas no Brasil colonial, tomando como objeto de análise a vida e obra do P.e Alexandre de Gusmão (Lisboa, 14 de agosto de 1629 – Baía, 15 de março de 1724). Num primeiro momento, tanto quanto a documentação consultada o permitiu, procedemos à reconstituição do seu percurso de formação académica e religiosa, incluindo os diversos cargos desempenhados nos quadros da Companhia de Jesus. Atendendo às críticas feitas ao seu governo da província da Assistência do Brasil nas duas últimas décadas de Seiscentos, num período de profundas dissensões entre os inacianos acerca das estratégias de missionação dos índios e da admissão e formação de sacerdotes naturais da terra, procuramos justificar a ação missionária de Gusmão, dividida entre a evangelização, a educação e a administração espiritual dos indígenas (e em menor escala dos escravos negros) e, com maior fervor, a assistência moral, religiosa e espiritual dos colonos e mamelucos, em resultado de uma reorientação dos propósitos de catequização e evangelização que guiaram os primeiros jesuítas na América Portuguesa. A partir da análise de um corpus textual composto por cartas manuscritas e obras impressas (Escola de Belém, Jesus nacido no Presépio, 1678; Historia do Predestinado Peregrino, e seu Irmão Precito, 1682; Arte de crear bem os filhos na idade da puerícia, 1685; Sermão na Cathedral da Bahia de todos os Sanctos nas exequias do Ill.mo Sr. D. Fr. João da Madre de Deus, primeiro Arcebispo da Bahia, 1686; Meditações para todos os dias da semana pelos exercicios das potencias da alma, conforme ensina Santo Ignacio, 1689; Rosa de Nazareth nas montanhas de Hebron, a Virgem Nossa Senhora na Companhia de Jesus, 1715; Eleição entre o bem e o mal eterno, 1720; [...]
8

Vida e obra de Guilherme de Faria : os versos de luz por escrever

Teixeira, José Rui Ribeiro de Almeida 2011 (has links)
Guilherme de Faria nasceu em Guimarães, em 1907. Em 1919 mudou-se com a família para Lisboa, onde publicou sete livros de poesia, foi editor de Teixeira de Pascoaes e se relacionou com os mais importantes literatos e artistas do seu tempo. Suicidou-se em 1929. A sua vida, à luz de um epistolário humaníssimo e comovente, e do testemunho dos seus contemporâneos, revela-se um acontecimento tao intenso quanto fugaz. Tra­ dicionalista monárquico, Guilherme de Faria foi partidário do Integralismo Lusitano, mas foi como poeta que se realizou, concebendo um raro universo poético, profunda­ mente idiossincrático e povoado por espectros de poetas e poéticas. Guilherme de Faria, apesar de esquecido, e um dos mais notáveis poetas neo-românticos lusitanistas; tendo morrido com apenas 21 anos, deixou uma obra que se situa na melhor tradição lírica da poesia portuguesa. Esta investigação propõe-se recuperar a memoria da sua vida e obra, e restitui-la à história da literatura portuguesa.
9

Estética do humor no conto O Kágado de Almada Negreiros

Saraiva, Maria Teresa Lopes Coelho de Macarenhas 2010 (has links)
Inserido num contexto vanguardista, da autoria de um assumido futurista, Almada Negreiros, o conto O Kágado, de 1921, revela-se um texto produtor de um sorriso de comprazimento junto do leitor, sem que, no entanto, tal reacção se deva a um mero sentimento de alegria. Na verdade, o seu efeito de diversão está longe de ser inofensivo, relacionado com um simples contentamento, tratando-se sobretudo de uma sistemática operação de crítica intencional, agressiva e ácida, dirigida ao alvo concreto anunciado na dedicatória: "(Aos portugueses, meus compatriotas)". Por essa razão, o ponto de vista adoptado no presente trabalho é o da percepção estética -plano onde os processos literários geradores desse efeito são globalmente sintetizados como experiência da leitura -, visando descrever as principais coordenadas do efeito sorriso que, fundado numa lógica satírico-alegórica, não deixa de se emedar na teia de ironias que suporta o peso crescente de um humor corrosivo
10

A pulverização das dicotomias em Myra, de Maria Velho da Costa

Floquet, Daniel Damasceno 2010 (has links)
O conceito de dicotomia assume papel primordial na produção do significado, pois o modo como a mente humana percebe o mundo estrutura-se sobre dualismos, como luz e sombra, corpo e alma, sensível e inteligível, humano e animal, masculino e feminino. Este não é, contudo, um gesto inocente: o processo de divisão dicotómica traz consigo conflitos de poder e exclusão, pois uma de suas faces tende a reprimir e controlar a outra. O presente estudo tem como objectivo investigar o modo como o romance Myra (2008), da autora portuguesa Maria Velho da Costa, aborda o tema. Tendo em vista a considerável atenção que este tema tem recebido no cmapo dos estudos filosóficos, este foi incorporado aos instrumentos teóricos utilizados para análise, em particular as obras De la Grammatologie (1967) e Position (1972), de Jacques Derrida; L'Archéologie du Savoir (1969), L'ordre du discours (1971) e surveiller et Punir (1975), de Michel Foucault; The Human Condition (1958), de HannaH Arendt. No campo dos estudos literários, destaca-se a obra A Poetics of Postmodernism (1988), de Linda Hutcheon, assim como a fortuna crítica da obra de Maria Velho da Costa. A pesquisa constatou que o romance Myra põe em causa não apenas as relações de poder associadas às dicotomias, mas igualmente o aspecto redutor de suas divisões.

Page generated in 0.1162 seconds