• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 4
  • Tagged with
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

MAPOS: método de análise e projeto orientado a serviços. / Service-oriented analysis and design method.

Henrique Shoiti Fugita 23 June 2009 (has links)
Com a crescente adoção do conceito de Arquitetura Orientada a Serviços (SOA) pelas organizações, torna-se necessário solucionar um dos principais desafios trazidos por este estilo arquitetural, que é a análise e projeto de serviços. Alguns métodos de análise e projeto de soluções orientadas a serviços vêm sendo propostos, mas ainda estão longe de convergir em direção a uma padronização. Este trabalho realiza uma avaliação crítica dos métodos existentes e levanta um conjunto de requisitos de análise e projeto orientado a serviços. Baseado nesta análise, é proposto um método para unificar as boas práticas dos métodos existentes e atender aos requisitos levantados. Para verificar a aplicabilidade do método, dois estudos de caso foram conduzidos em projetos reais. / With the growing adoption of Service-Oriented Architeture (SOA) by the organizations, it becomes necessary to address one of the main challenges imposed by this architetural style, which is services analysis and design. Some service-oriented applications analysis and design methods have been proposed, but have not yet converged towards standardization. This work performs a critical assessment of existing methods and describes a set of requirements of service-oriented analysis and design. Based on that study, a new method is proposed to unify the best practices of existing methods and satisfy the gathered requirements. In order to verify the applicability of the method, two case studies were conducted in real projects.
2

MAPOS: método de análise e projeto orientado a serviços. / Service-oriented analysis and design method.

Fugita, Henrique Shoiti 23 June 2009 (has links)
Com a crescente adoção do conceito de Arquitetura Orientada a Serviços (SOA) pelas organizações, torna-se necessário solucionar um dos principais desafios trazidos por este estilo arquitetural, que é a análise e projeto de serviços. Alguns métodos de análise e projeto de soluções orientadas a serviços vêm sendo propostos, mas ainda estão longe de convergir em direção a uma padronização. Este trabalho realiza uma avaliação crítica dos métodos existentes e levanta um conjunto de requisitos de análise e projeto orientado a serviços. Baseado nesta análise, é proposto um método para unificar as boas práticas dos métodos existentes e atender aos requisitos levantados. Para verificar a aplicabilidade do método, dois estudos de caso foram conduzidos em projetos reais. / With the growing adoption of Service-Oriented Architeture (SOA) by the organizations, it becomes necessary to address one of the main challenges imposed by this architetural style, which is services analysis and design. Some service-oriented applications analysis and design methods have been proposed, but have not yet converged towards standardization. This work performs a critical assessment of existing methods and describes a set of requirements of service-oriented analysis and design. Based on that study, a new method is proposed to unify the best practices of existing methods and satisfy the gathered requirements. In order to verify the applicability of the method, two case studies were conducted in real projects.
3

Reflexões sobre o ensino de metodologias ágeis na academia, na indústria e no governo / Reflections on teaching agile methodologies in academy, industry, and government.

Alexandre Freire da Silva 14 September 2007 (has links)
As metodologias ágeis e em especial a Programação eXtrema (XP) surgem como um contraponto aos métodos tradicionais de desenvolvimento de software. Nos encontramos em um momento no qual considera-se aceitável encontrar defeitos em programas de computador, até mesmo naqueles sistemas pelos quais temos que pagar muito dinheiro. Melhorar o ensino de técnicas para que equipes possam colaborar no desenvolvimento de software de qualidade é essencial para que esta área do conhecimento alcance a maturidade que esperamos. O ensino de XP é uma tarefa relativamente complexa pois exige que pessoas passem por uma mudança cultural, para aceitar seus valores, princípios e práticas. Diferentes organizações precisam adaptar a metodologia para que ela funcione bem em seu contexto local. Encontrar maneiras de facilitar o ensino e a adoção das práticas ágeis é fundamental para melhorar a qualidade do software desenvolvido no país. Este trabalho pesquisa o ensino de XP em contextos acadêmicos, governamentais e industriais. Três estudos de caso foram conduzidos e analisados para sugerir padrões que podem auxiliar o ensino da metodologia por um educador em qualquer contexto. / Agile methodologies, specially eXtreme Programming (XP), appear as a counterpoint to traditional software development methods. We live in a moment were it is considered acceptable to find bugs in computer programs, even those for which we pay a lot of money. It is essential to improve the way we teach techniques with which teams can collaborate on the development of quality software so that this area of knowledge reaches the maturity we wish. Teaching XP is a relatively complex task because it implies that people must go through a cultural change to accept its values, principles, and practices. Different organizations need to adapt the methodology so that it will work well in their local context. Finding ways to facilitate teaching and adopting agile practices is fundamental to improve the quality of software being developed in the country. This work researches the process of teaching XP in academic, governmental and industrial con- texts. Three case studies were conducted and analyzed so that we could suggest patterns that can support educators teaching the methodology in any context.
4

Reflexões sobre o ensino de metodologias ágeis na academia, na indústria e no governo / Reflections on teaching agile methodologies in academy, industry, and government.

Silva, Alexandre Freire da 14 September 2007 (has links)
As metodologias ágeis e em especial a Programação eXtrema (XP) surgem como um contraponto aos métodos tradicionais de desenvolvimento de software. Nos encontramos em um momento no qual considera-se aceitável encontrar defeitos em programas de computador, até mesmo naqueles sistemas pelos quais temos que pagar muito dinheiro. Melhorar o ensino de técnicas para que equipes possam colaborar no desenvolvimento de software de qualidade é essencial para que esta área do conhecimento alcance a maturidade que esperamos. O ensino de XP é uma tarefa relativamente complexa pois exige que pessoas passem por uma mudança cultural, para aceitar seus valores, princípios e práticas. Diferentes organizações precisam adaptar a metodologia para que ela funcione bem em seu contexto local. Encontrar maneiras de facilitar o ensino e a adoção das práticas ágeis é fundamental para melhorar a qualidade do software desenvolvido no país. Este trabalho pesquisa o ensino de XP em contextos acadêmicos, governamentais e industriais. Três estudos de caso foram conduzidos e analisados para sugerir padrões que podem auxiliar o ensino da metodologia por um educador em qualquer contexto. / Agile methodologies, specially eXtreme Programming (XP), appear as a counterpoint to traditional software development methods. We live in a moment were it is considered acceptable to find bugs in computer programs, even those for which we pay a lot of money. It is essential to improve the way we teach techniques with which teams can collaborate on the development of quality software so that this area of knowledge reaches the maturity we wish. Teaching XP is a relatively complex task because it implies that people must go through a cultural change to accept its values, principles, and practices. Different organizations need to adapt the methodology so that it will work well in their local context. Finding ways to facilitate teaching and adopting agile practices is fundamental to improve the quality of software being developed in the country. This work researches the process of teaching XP in academic, governmental and industrial con- texts. Three case studies were conducted and analyzed so that we could suggest patterns that can support educators teaching the methodology in any context.

Page generated in 0.1908 seconds