• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 588
  • 27
  • 9
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 638
  • 265
  • 180
  • 114
  • 105
  • 84
  • 78
  • 76
  • 70
  • 59
  • 55
  • 52
  • 48
  • 46
  • 45
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Caracterização de atuadores flexiveis para aplicações em manipuladores antropomorficos

Bossetto, Marco Aurelio 23 August 2002 (has links)
Orientador : Franco Giuseppe Dedini / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Mecanica / Made available in DSpace on 2018-08-02T10:13:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bossetto_MarcoAurelio_M.pdf: 9771900 bytes, checksum: 289c035cc6f17abd832303472e4c64c5 (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: Esta tese apresenta o desenvolvimento de um manipulador antropomórfico acionado por músculos flexíveis, pneumáticos. O enfoque principal deste trabalho concentra-se na modelagem cinemática e dinâmica de um manipulador antropomórfico, baseando-se nas metodologias da Biomecânica, e o funcionamento dos músculos a ar. Neste projeto será aplicado o método Taguchi, onde as técnicas para se obter um projeto robusto são baseados nos conceitos da qualidade e confiabilidade. Finalmente são apresentados os principais resultados das simulações mostrando o comportamento e a eficiência do conjunto, manipulador e músculos / Abstract: This thesis the development on anthropomorphic manipulator defendant by pneumatic flexible muscles. The main focus of this work is the kinematics and dynamic modeling of the anthropomorphic manipulator, based on the air muscle performance. Taguchi method is being applied in this project, where the techniques to get a robust project are based on the quality and reliability concepts. Finally the main behavior and efficiency of the set, manipulator and rnusc1es, are presented. / Mestrado / Mecanica dos Sólidos e Projeto Mecanico / Mestre em Engenharia Mecânica
42

Padronização da tecnica de BN-page e coloração histoquimica dos complexos I e IV da cadeia de transporte de eletrons em diferentes musculos de rato

Molnar, Agnes Margareth 18 August 2000 (has links)
Orientadores : Lucia Pereira da Silva, Denise Vaz de Macedo / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-02T15:07:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Molnar_AgnesMargareth_M.pdf: 4798652 bytes, checksum: 67ad1ea63c1a6563c6eed7cd225d2319 (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: O BN-Page ("Blue Native Polyacrylamide gel electrophoresis") é uma técnica desenvolvida para análise de proteínas de membrana. Associada à coloração histoquímica, essa técnica permite análise e caracterização dos complexos enzimáticos da cadeia de transporte de elétrons. A grande vantagem dessa técnica é a utilização de uma pequena quantidade de tecido (30mg) permitindo análise das atividades das enzimas acima especificadas, sem a necessidade do isolamento de mitocôndrias. Dessa forma, esse método pode ser utilizado no estudo de diversas alterações que podem ser induzidas por condições especiais, dentre as quais: o exercício físico, a DPOC e doenças que afetam a função mitocondrial (Parkinson, Alzheimer etc). O objetivo desse trabalho foi a padronização da técnica de BN-Page associada à coloração histoquímica específica dos complexos I e IV da cadeia de transporte de elétrons em músculo esquelético de rato. Os músculos utilizados foram o sóleo, o gastrocnêmio (porção vermelha e branca) e o semitendinoso. A atividade das enzimas foi medida através de densitometria óptica usando a banda referente ao complexo V isolado por eletroforese e corado com Coomassie Blue como padrão interno. Nossos resultados indicaram uma boa resolução dos géis e uma correlação ótima entre a atividade da enzima citrato sintas e (conhecida como marcador de quantidade de mitocôndria) e a área/intensidade da banda referente ao complexo V, indicando que essa também pode ser utilizada como marcador de conteúdo mitocondrial. A atividade do complexo I e IV dos músculos mais oxidativos (sóleo e gastrocnêmio vermelho) apresentou uma variação bem pequena e uma correlação linear com a área do complexo V. Já nos músculos mais glicolíticos houve maior variação na atividade de ambos complexos e sua correlação com o complexo V foi menor / Abstract: BN-PAGE (Blue Native Polyacrylamide gel electrophoresis) is a technique developed for the analysis of membrane proteins. This technique added to the histochemical staining enables the analysis and characterization of the activity of the enzymatic complexes of the mitochondrial electron transport chain. A key advantage of this technique is the small quantity of tissue required (30 mg) for homogenate extraction, allowing the use of this analysis for tissues from different species, inc1uding humano This method can be used for protein defects characterization in mitochondrial myopaties such as Leber's disease, Parkinson and A1zheimer diseases among other pathologies such as COPD (chronic obstructive pulmonary disease) and biochemical adaptations induced by physical exercise. The aim of this work was the standardization of this technique using histochemical staining for Complexes I and N of the eletron-transport chain in four rat skeletal musdes (soleus, red and white gastrocnemius and semitendinosus). The enzyme activity was measured by optical density (Image master lD - Pharmacia Biotech) using the Blue stained complex V area obtained from BN-Page as an internal standard. Its good resolution and the good correlation between its areajintensity and citrate synthase activity indicates that complex V is a good quantitative marker of mithocondrial contento The activity of complex I and N of oxidative musc1es (soleus and red gastrocnemius) presented a narrow range of values and a dose linear correlation wtih complex V. On the other hand, the glycolytic musdes (white gastrocnemius and semitendinosus) presented a wide range in their enzyme activity of both complexes and had a little correlation / Mestrado / Bioquimica / Mestre em Biologia Funcional e Molecular
43

Analise eletromiografica dos M. sternohyoideus e M. digastricus : venter anterior

Bérzin, Fausto, 1940- 03 August 2018 (has links)
Tese (livre-docencia) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-03T13:18:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Berzin_Fausto_LD.pdf: 1734256 bytes, checksum: 21f99a96ab42e4604197e0cd0f1ea261 (MD5) Previous issue date: 1990 / Resumo: O M. esterno-hióldeo e ventre anterior do M. digastrico esquerdo foram estudados eletromiograficamente em voluntários de 19 a 24 anos. Foi empregado um par de eletrodos, sendo um monopolar de superfície e outro monopolar de agulha. Implantado na massa do músculo. No movimento de abaixamento da mandíbula foram verificados grandes potenciais de ação nos dois músculos, que foram ativos também na propulsão, retrusão e lateralidade à esquerda e á direita da mandíbula. Agiram nos seguintes movimentos da língua: propulsão, lateralidade a esquerda e á direita e colocação da ponta da língua no palato duro, palato mole e assoalho da boca. O M. esterno-hióldeo e o ventre anterior do M. digastrico apresentam durante o movimento de abaixamento da mandíbula e movimentos da língua uma contração isotônica. Os dois músculos estuda dos não participam da cinesiologia da cabeça / Abstract: The sternohyod and anterior belly of the left digastric muscle were studied electromyographically In 20 normal adult volunteers ranging; In age from 19 to 24 years. A pair of electrods were Inserted In the mass of each muscle, being one of monopolar surface and the other of monopolar needle. High action potentials were obeserved In both muscles In the movement of lowering the mandible. The muscles were also active in the propulsion, retraction, lpsilateral and contralateral movements of the mandible. They presented activity in the protraction, ipsilateral and contralateral movements, of the tongue when putlng the tip of the organ on the hard and soft palate and on the floor of the month. The sternohyod and anterior belly of digastric muscles presented an isotonic contraction during the lowering of the mandible and movements of the tongue. Both muscles did not participate of the head kinesiology / Tese (livre-docencia) - Univer / Livre-Docente em Anatomia
44

Efeitos da testosterona em musculos esqueleticos de ratos jovens e senis

Isayama, Ricardo Noboro 08 July 2003 (has links)
Orientador: Gerson Eduardo Rocha Campos / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-03T16:42:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Isayama_RicardoNoboro_M.pdf: 1497070 bytes, checksum: 5dacbff0d7b115cdb2d71cef59321c91 (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: Os músculos esqueléticos de mamíferos são compostos por diferentes tipos de fibras que podem alterar seu fenótipo em razão de fatores tais como a desnervação, reinervação, exercício fisico, envelhecimento, hormônios, etc. Assim sendo, o objetivo do trabalho foi analisar os possíveis efeitos da testosterona nos músculos Sóleo (SOL) e Extensor Longo dos Dedos (EDL) de ratos jovens e senis. Para isso, foram usados 20 ratos Wistar de 80 dias (10) e 1 ano de idade (10). Os animais foram divididos em 4 grupos: testosterona jovem (TJ, 6), testosterona senil (TS, 6), controle jovem (CJ, 4) e controle senil (CS, 4). Os grupos TJ e TS receberam 15 aplicações subcutâneas de cipionato de testosterona (5mg/kg) em dias alternados, enquanto os grupos controles receberam apenas o veículo. Após 30 dias, os animais foram sacrificados e tiveram seus músculos retirados e analisados pela técnica histoquímica da mATPase. Os dados obtidos foram submetidos aos testes ANOV A, Kruskal-Wallis e Post Hoc de Duncan com nível de significância de 5%. Os grupos TJ e TS apresentaram queda significativa de peso corpóreo sem alteração de peso relativo dos músculos. A testosterona não alterou significativamente a distribuição dos tipos de fibras musculares, mas apresentou tendência (p>0.05) à transição de fibras do tipo I para fibras dos tipos IIC, IIA e IIAD no músculo SOL e tendência ao aumento (p>0.05) das fibras do tipo IID, com diminuição (p>0.O5) das fibras do tipo IIB, no músculo EDL. Houve aumento da área de secção transversal das fibras do tipo I no músculo SOL do grupo TI No músculo EDL, houve aumento da área das fibras dos tipos I e IIAD do grupo TJ e diminuição da área das fibras do tipo I do grupo TS. Estes resultados revelam que a testosterona não causa alterações significativas na distribuição dos tipos de fibras em músculos esqueléticos de ratos, apenas a área de secção transversal de alguns tipos de fibras sofrem alterações / Mestrado / Anatomia / Mestre em Biologia Celular e Estrutural
45

Eletromiografia das porções anterior, media e posterior do musculo deltoide em individuos normais e portadores da Sindrome do Impacto

Politti, Fabiano 03 August 2018 (has links)
Orientador: Evanisi Teresa Palomari / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-03T19:36:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Politti_Fabiano_M.pdf: 753165 bytes, checksum: af978601eb23ad29e4361217b103dd3e (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: A eletromiografia vem exercendo um importante papel no esclarecimento da atividade muscular em situações específicas, como as irregularidades da ação muscular em determinados movimentos do ombro em condições normais, patológicas ou em tratamento. Dentre as patologias que acometem o ombro, a Síndrome do Impacto tem se destacado por ser uma das causas mais freqüentes de disfunção e dor. Portanto, foram analisadas as atividades eletromiográficas das porções anterior, média e posterior do músculo deltóide em 30 indivíduos, sendo 15 normais e 15 portadores da Síndrome do Impacto do Ombro grau I e II de Neer, sedentários e que não realizavam qualquer tipo de treinamento para o membro superior. A força e a atividade eletromiográfica das porções anterior, média e posterior do músculo deltóide e o ângulo de abdução do ombro obtidos na pesquisa foram comparados entre os grupos em um nível de significância de 0,05. Contudo, concluiu-se que não existe diferença estatisticamente significativa entre os dois grupos ou seja, a resposta muscular, o ângulo de movimento e a força empregada pelos indivíduos portadores da síndrome do impacto não diferem das respostas apresentadas pelos indivíduos normais e que, a metodologia e o tipo de contração podem influenciar os valores eletromiográficos / Abstract: Not informed / Mestrado / Anatomia / Mestre em Biologia Celular e Estrutural
46

Avaliação estrutural dos musculos dos membros superiores em pacientes portadores de doença pulmonar obstrutiva cronica e hipoxemia cronica

Pereira, Mônica Corso, 1963- 12 December 2003 (has links)
Orientadores: Ilma Aparecida Paschoal, Gerson Eduardo Rocha Campos / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-08-03T21:37:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Pereira_MonicaCorso_D.pdf: 4913237 bytes, checksum: 76c1d57acbe1307b186e16801b72a323 (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: Os músculos esqueléticos constituem um dos tecidos no organismo de maior plasticidade e capacidade de adaptação a situações adversas. Um grande número de estímulos é capaz de produzir alterações na massa e na composição dos músculos, com resultados não necessariamente concordantes nas diferentes regiões do esqueleto. Estudos em indivíduos com DPOC demonstraram que os músculos esqueléticos destes pacientes apresentam alterações bioquímicas e estruturais que indicam baixa função aeróbica. Diversos fatores estão envolvidos na gênese desta disfunção muscular, como inatividade física, hipoxemia, perda de peso, inflamação crônica, envelhecimento e uso de algumas drogas, como corticosteróides. O objetivo deste trabalho foi avaliar a distribuição dos tipos de fibras musculares e de seu tamanho em biópsias de músculo esquelético de membros superiores de indivíduos portadores de DPOC grave e insuficiência respiratória crônica estável -com pressão parcial de oxigênio no sangue arterial (pa02) ? 55 mmHg -, e com índice de massa corpórea (IMC) conservado. Foram realizadas biópsias do bíceps braquial de 08 pacientes e 12 controles. Por meio de análise histoquímica (técnica de ATPase) foram identificados e contados os diversos tipos de fibras (1, 2a e 2b) e a seguir feita a morfometria destas fibras, apenas nos homens. No grupo dos pacientes, a média de idade foi de 54,8 anos, a média de!MC de 25,9 kglm2, a média de VEF1: 34,7 % do previsto, a média de Pa02 de 49,7 mmHg. Houve diferença na distribuição entre as fibras 2a e 2b (p<0,05), sendo que as 2a (oxidativas) estiveram diminuídas nos pacientes hipoxêmicos, e as 2b (glicolíticas) apareceram aumentadas nestes pacientes. A morfometria mostrou alteração significativa nas fibras 2b (p<0,05), que tiveram área maior nos pacientes comparativamente ao grupo controle. Nossos achados na composição e morfometria das fibras musculares diferem dos relacionados à desnutrição ou uso de corticosteróides. Situações de extrema inatividade física podem causar modificações musculares semelhantes àquelas encontradas aqui. Como nossos doentes mantinham atividade cotidiana normal, consideramos que o desuso da musculatura não tenha sido um fator preponderante nas mudanças encontradas. Nossos resultados sugerem uma diferenciação das fibras para àquelas de atividade predominantemente glicolítica, talvez uma adaptação a um ambiente com baixas tensões de oxigênio. A baixa disponibilidade de oxigênio provavelmente precipita uma série de eventos fisiológicos que privilegiam algumas funções vitais em detrimento de outras. Nossa hipótese é que a hipoxemia crônica tenha sido um dos fatores determinantes nas modificações estruturais musculares observadas neste estudo / Abstract: Skeletal muscle is structurally, metabolically and functionally heterogeneous, with various fiber types occurring in a single muscle. Alterations in muscle mass and composition can be produced by various stimuli, inc1uding physical training, immobilization and denervation. Disease can also adversely affect musc1e structure and activity. Skeletal musc1e dysfunction in patients with chronic obstructive lung disease has a multifactorial origin, inc1uding a reduced amount of exercise that leads to a progressive loss of physical conditioning, aging, hypoxemia, the presence of local and systemic inflammation and the chronic use of drugs such as corticosteroids. The purpose of this study was to assess the distribution of types of musc1e fibers and their size in skeletal musc1e biopsies of individuals with severe COPD, stable chronic respiratory failure - Pa0210wer than 55mmHg - and preserved body mass index. Biceps biopsies were performed in 8 patients and 12 controls. A histochemical study was conducted to identify and count the various types of fiber (1, 2a and 2b). This was followed by the morphometry of these fibers, only in males. Results: the fibers 2a and 2b presented a different distribution in patients compared with controls (p<0.05), with a reduction in number of fibers 2a (oxidative) and an increase of fibers 2b (glycolytic) in hypoxemic patients. A significant increase in area of fibers 2b was demonstrated in patients compared with the control group (p<0.05). A low oxygen availability probably precipitates a chain of physiological events aimed at preserving vital functions and restricting others that are not so important. Thus, changes leading to a reduction of muscle oxygen consumption would be expected. This is the main hypothesis of the present study. Our findings differ from the changes observed. in cases of malnutrition, muscle disuse, or chronic use of corticosteroids. The alterations observed here suggested a transformation in the muscle fibers towards a glycolytic metabolism less resistant to fatigue, perhaps an adaptation of the muscle fibers to an environment with low PaO2 tension / Doutorado / Clinica Medica / Doutor em Clínica Médica
47

Comportamento da ativação dos musculos : reto femoral, vasto lateral e vasto medial durante a realização do movimento de extensão do joelho

Simões, Elaine Cristina 27 February 2004 (has links)
Orientador : Antonio Carlos de Moraes / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Fisica / Made available in DSpace on 2018-08-03T22:13:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Simoes_ElaineCristina_M.pdf: 5062223 bytes, checksum: e84e4c62ce7549b39167d717e7dc6312 (MD5) Previous issue date: 2004 / Resumo: Os estudos eletromiográficos têm se constituído numa fonte de consulta da ação muscular em diferenciadas situações, sendo utilizado para conhecer a atividade elétrica produzida quando as unidades motoras são ativadas. Contrações musculares repetidas podem levar a uma incapacidade de produção ou manutenção da força. Atribui-se a esse fenômeno "fadiga muscular". Há vários mecanismos envolvidos neste processo, bem como alguns fatores que interferem diretamente, como por exemplo, a intensidade, duração do exercício e a musculatura envolvida. O objetivo deste estudo foi analisar a atividade eletromiográfica dos músculos Reto Femoral, Vasto Lateral e Vasto Media! Durante as ações concêntricas e excêntricas do movimento de extensão do joelho realizados em mesa extensora (Romana). Participaram do experimento 10 atletas de futebol das categorias Juvenil e Juniores, na faixa etária entre 17 e 19. Para a captação dos sinais eletromiográficos foram utilizados eletrodos de superficie descartáveis. Inicialmente foi realizada uma máxima contração voluntária isométrica de 15 segundos (MCVI-1). Posteriormente foram realizadas quatro séries de movimentos com 80% da carga máxima individual, obtida através de teste de carga máxima. Para estas séries foi determinado o tempo de 60 segundos e 12 repetições em cada série. Ao término das séries foi novamente realizada uma máxima contração isométrica (MCVI-2). Os resultados obtidos foram agrupados em valores de média e desvio-padrão. Para o tratamento estatístico empregou-se a análise de variância (ANOV A) com medidas repetidas seguido por teste de Tukey. O nível de significância foi estabelecido 5% (p<0.05). Os resultados demonstraram que os músculos estudados apresentaram potenciais de ação em todos os movimentos analisados, sendo maiores nas máximas contrações voluntárias isométricas (MCVI-1 e MCVI-2). Os potenciais de ação demonstraram que os músculos entraram em processo de fadiga a partir da terceira série de movimento. Entretanto, tendo em vista a pausa entre a terceira e a quarta série os sujeitos conseguiram iniciar a quarta série, porém não conseguiram chegar ao término do tempo previsto em 60 segundos / Abstract: The electromyography studies have been a source of consultation of muscular action in different situations it has been used to know the electric activity produced when the moving unit is activated. Muscular contractions repetition can lead to a lack of power production or power maintenance. The name of this phenomenom is Muscular Fatigue. There are many mechanisms involved in this process, as wel1 as some factors that interfere indirectly, for instance, intensity, exercise duration and involved musculature. The goal of this study is to analyze the electromyographyc activity of musc1es Rectus Femoris, Vastus Lateralis and Vastus Medialis during the centrics and eccentrics actions ofknee movements made on extension table. To be part of this experiment 10 soccer athletes of ftom Infantile and Juvenile category, aging between 17 and 19. In order to receive electromyographycs signs it was used eletrode of desposable surface. In the first time it was realized a maximum isometric voluntary contraction during 15 seconds (MCVI-l). Later four sequences of movement with 80% of maximum individual weight were accomplished it was obtained by test of maximum weight. For this sequence it was determined a time of60 seconds and 12 repetitions in each sequence. At the end ofthe sequences, a maximum isometric contraction (MCVI-2) was achieved. The results obtained were grouped together in value of standard deviation and average. In order to statistical treatment a variance analysis was used (ANOV A) with repeated meassurements fol1owed by the Tukey testo The leveI of significance was established 5% (p<0,05). The results show the studied musc1es presented action potential in ali analysed movement, being bigger in the maximum isometric voluntary contraction (MCVI-l e MCVI-2). The potential of action have demonstrated that the fatigue process of the musc1es started the 3rd movement. However, knowing the pause between 3rd and 4th sequences, the subjects could start the 4th sequence but couldn't make it to the end of the expected time in 60 seconds / Mestrado / Mestre em Educação Física
48

Efeitos do exercício físico de longa duração nos músculos esqueléticos de ratos

Adala, Juliana Franco 21 May 2004 (has links)
Orientador: Gerson Eduardo Rocha Campos / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-04T00:18:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Adala_JulianaFranco_M.pdf: 1911799 bytes, checksum: a7e54b974b4874cae8e190f215cda95c (MD5) Previous issue date: 2004 / Resumo: O resumo poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: Not informed / Mestrado / Anatomia / Mestre em Biologia Celular e Estrutural
49

Exercicio fisico e expressão da proteina de estresse HSP72 em musculos de ratos submetidos a diferentes a diferentes tipos de treinamento

Smolka, Marcus Bustamante 02 October 1999 (has links)
Orientador: Jose Camillo Novello / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-24T19:11:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Smolka_MarcusBustamante_M.pdf: 4832023 bytes, checksum: dfb889ff5d8318e0548d4316a215b124 (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: O músculo é um tecido dotado de grande plasticidade, isto é, tem a capacidade de alterar suas características bioquímicas e funcionais para melhor se adaptar frente a variados estímulos. O exercício físico pode promover estímulos que induzem adaptações no sistema de produção de energia, no sistema de defesa antioxidante e no sistema miofibrilar. Porém, se os estímulos forem muito intensos, as miofibrilas podem estar sendo submetidas a uma condição prejudicial de estresse. O estresse gerado resulta, molecularmente, na rápida produção de proteínas de estresse, que teriam funções de preservar células (no caso miofibrilas) do impacto nocivo e prepará-Ias para a sobrevivência na nova condição. No músculo, a proteína de estresse HSP72 é uma das principais proteínas envolvidas neste processo de rápida proteção à variados tipos de estresses (Welch, 1992; locke et aI., 1994; Hemando e Manso, 1997). Os resultados do presente trabalho indicam que após um exercício intenso, ratos sedentários apresentam um aumento dos níveis de HSP72 nos músculos locomotores sóleo (oxidativo) e semitendinoso (glicolítico). Ratos submetidos a programas de treinamento do tipo contínuo e intermitente de 8 semanas não apresentam aumento dos níveis de HSP72 após o mesmo exercício intenso à que foram submetidos os sedentários, sugerindo que as adaptações promovidas pelos treinamentos tomaram os músculos em questão mais resistentes ao estresse causado pelo exercício. Os dados quando confrontados com análises de atividade dos marcadores dos sistemas oxidante (citrato sintase) e antioxidante (catalase e glutationa redutase), indicam que quanto maiores os níveis de HSP72, maior a atividade da citrato sintase (CS) em relação à da catalase (CA T) e glutationa redutase (GR). Partindo da premissa de que a HSP72 tem marcante atividade de proteção e reparo de proteínas e de que quanto maior a atividade da CS em relação à da CATe GR maiores os efeitos deletérios do estresse oxidativo, a HSP72 poderia representar um mecanismo de proteção adicional utilizado pelo músculo esquelético contra os efeitos do estresse oxidativo nas proteínas. Os dados também sugerem que, além de atuar no mecanismo de rápida proteção, a HSP72 parece estar envolvida em mecanismo constitutivo de defesa contra o estresse oxidativo. Esses resultados reforçam a idéia da utilidade da HSP72 como biomarcador de condições de estresse no músculo. No caso de exercício físico intenso, sua presença em altos níveis parece indicar uma situação de estresse oxidativo / Abstract: Muscle is a tissue with high plasticity, that is, it can change its biochemical and functional characteristics to better cope with different stimulus. Exercise can provide stimulus that induce adaptations in the energy generating, antioxidant defense and myofibrilar systems. But, if the stimulus are toe intense, myofibrils can be submitted to a stressful condition. The generated stress results, on a molecular levei, in a fast production of stress proteins. These proteins have cellular protective functions and appears to be involved in the preparation of cells to survival in the new condition. In the muscle, the stress protein HSP72 is one of the main proteins involved in this mechanism of fast protection against different types of stress (Welch, 1992; Locke et aI., 1994; Hernando e Manso, 1997). The results of the present work indicate that after intense exercise, sedentary rats show an increase of HSP72 levels in the locomotory muscles soleus (oxidative) and semitendinous (glicolytic). Rats submitted to continuous and intermittent training programs of 8 weeks do not show increased HSP72 levels after the same intense exercise, suggesting that the adaptations resulted from the training program increased muscle resistance to exercise stress. When compared to markers of the oxidant and antioxidant systems, the results indicate thatthe higher the HSP72 levels, higher is the activity of citrate synthase (CS) in relation to that of catalase (CA T) and glutathione reductase (GR). It is suggested that HSP72 could represent a secondary defense against protein damage induced by oxidative stress in skeletal muscles. This is supported by the fact that HSP72 has activity of protecting and repaíring proteins, and that the higher the CS activity in relation to CA T and GR a ctivity , higher should be the deleterious effects of the oxidative stress. Moreover, this mechanism appears to function not only in stressful conditions but also constitutively. This work indicate the usefulness of HSP72 as a biomarker of stress conditions in the muscle. In the case of exercise, high HSP72 levels coincide with oxidative stress conditions / Mestrado / Bioquimica / Mestre em Ciências Biológicas
50

Resposta eletromiografica do musculo iliocostal lombar e abordagem da pressão intradiscal da coluna lombar

Moraes, Antonio Carlos de, 1960- 25 July 2018 (has links)
Orientador: Antonia Dalla Pria Bankoff / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Fisica / Made available in DSpace on 2018-07-25T14:26:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Moraes_AntonioCarlosde_D.pdf: 4286370 bytes, checksum: 1b049090df93f8356cbe9612c8e178ca (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: A ação dos músculos extensores da coluna tem sido estudada através da eletromiografia com o intuito de conhecer a participação muscular durante várias posturas corporais, as quais tentam assemelhar-se às posições assumidas pelo corpo humano durante as atividades do cotidiano, de trabalho e de treinamento. A coluna vertebral funciona como um sustentáculo para a manutenção do corpo na posição ortostática e serve a um sistema complexo de forças e tensão de diferentes tipos. A maioria dos movimentos corporais aumenta a sobrecarga na coluna lombar. É importante que conheçam as cargas a que a coluna vertebral está sujeita durante diversas atividades para que se interprete e minimize a possibilidade de lesões sobre a coluna, assim como para orientar aqueles que porventura já apresentem problemas nesta região. Estimando-se as cargas pode-se prever aquelas impostas através da atividade física. Este estudo abordou, mediante revisão bibliográfica, aspectos anatômicos e funcionais da coluna vertebral, com ênfase nos discos intervertebrais, na pressão intradiscal e nas cargas impostas à coluna lombar. Verificamos as respostas eletromiográficas do músculo iliocostal lombar (eretor da espinha) durante os movimentos de flexão, extensão e rotação do tronco, nas posições ortostática e sentada em cadeira sem encosto e flexão e extensão do tronco na posição sentada no solo. Participaram do estudo 12 indivíduos do sexo masculino, sedentários, na faixa etária de 36 a 52 anos, idade média de 46,16 anos, média de peso 79,66 kg e altura média de 173,0 cm, os quais trabalham na função de motorista. Foi utilizado um eletromiógrafo de seis canais (Lynx) e eletrodos de superficie para a captação dos potenciais de ação, os quais foram colocados no lado direito do tronco, na direção da 3a e 5a vértebras lombares ('ICL IND. 2' e 'ICL IND. 1' respectivamente). Os resultados encontrados estão expressos em RMS, indicando a participação do músculo iliocostal lombar durante os movimentos realizados, onde observa-se que o local identificado como 'ICL IND. 2' apresentou potenciais de ação de maior amplitude que o local identificado como 'ICL IND 1', em todos os movimentos e posições / Abstract: The action of the column extensor musc1eshas been studied through in the electromyography in order to understand muscular participation in various corporal postures which try to copy positions assumed by the human body during everyday, work and training activities. The vertebral column functions as support for maintaining the body in the orthostatic position and serves as a complex system of different types of force and tension. The majority of corporal movements increase the load on the lumbar column. It is important to know the loads that the vertebral column is subjected to during different activities in order to interpret and minimize the possibility of lesions on the column, as well as to orient those who by chance have already presented problems in this region. Estimating the loads can predict those imposed by physical exercise. Based on a bibliographical survey, this study described anatomic and functional aspects of the vertebral column with emphasis on intervertebrae disks, intradisk pressure and loads placed on the lumbar column. We verified the electromyography responses of the iliocostalis lumborummusc1e(erector of the spine) during flexion, extension and trunk rotation movements in orthostatic positions and seated in a chair without a back, and trunk extension and rotation in the position seated on the ground. 12 individuaIs males, sedentary, between 36 and 52 years old (averaging 46.16 years old), weighing an average of 79.66 kilos, and with an average height of 173.0cm, all working as drivers were studied. Electromyography with six channels (Lynx) and surface electrodes for registering action potential was used. The electrodes were placed on the right side of the trunk in the direction of the third and fifth lumbar vertebrae ('ICL IND. 2' and 'ICL IND. 1' respectively). The results are expressed in RMS, indicating the participation of the iliocostalis lumborum musc1e during the movements undertaken. lt was observed that the place identified as 'ICL IND. 2' presented action potential of greater amplitude than the place identified as 'ICL IND. 1' in alI movements and positions / Doutorado / Doutor em Educação Física

Page generated in 0.0797 seconds