• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 352
  • 5
  • Tagged with
  • 358
  • 358
  • 110
  • 97
  • 54
  • 53
  • 53
  • 51
  • 50
  • 50
  • 45
  • 33
  • 30
  • 28
  • 27
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

Utilização do resíduo moído de mexilhão dourado (Limnoperna fortunei Dunker, 1857) como corretivo da acidez do solo e fonte de nutrientes para as plantas / The use of golden mussel (Limnoperna fortunei Dunker, 1857) ground residue as a soil acidity neutralizing material and plant nutrient source

Barbosa, Daniela Bueno Piaz January 2009 (has links)
O mexilhão dourado (Limnoperna fortunei Dunker, 1857) foi trazido ao sudeste do Brasil pela água de lastro de navios asiáticos. Este molusco de água doce apresenta alta taxa reprodutiva e boa capacidade de fixação em diversos substratos. A formação de grandes colônias, devido à ausência de predadores naturais no novo ambiente, tem causado inúmeros prejuízos econômicos e danos ambientais. Para avaliar a utilização agrícola do resíduo moído de mexilhão dourado foram conduzidos dois estudos em vasos, mantidos em área aberta. No primeiro estudo, a capacidade de correção da acidez do solo deste resíduo foi avaliada em um solo ácido (Argissolo Vermelho distrófico típico), de 2005 a 2009. As colônias de mexilhão foram secas, moídas e peneiradas em peneira com 2,0 mm de diâmetro de orifícios, e aplicadas em diferentes doses no solo. A capacidade corretiva da acidez do solo, determinada aos dois anos após a aplicação dos tratamentos, foi equivalente a 60% da determinada com a adição de calcário (PRNT 100%). No segundo estudo, o fornecimento de nitrogênio e fósforo para as plantas de milho pela adição do resíduo foi avaliado em três experimentos, em comparação às curvas de absorção de fertilizantes minerais, nos anos de 2007 e 2008, em um solo ácido de baixa fertilidade (Argissolo Vermelho-Amarelo distrófico arênico). O resíduo moído de mexilhão dourado forneceu para as plantas o equivalente às doses de 24 kg de N ha-¹ e de 21 kg de P2O5 ha-¹, apresentando eficiências relativas de 31 e 66% para os suprimentos de N e P às plantas, respectivamente. Portanto, a utilização agrícola do resíduo deste bioinvasor foi eficiente para a correção da acidez do solo e para o suprimento de parte dos nutrientes necessários às plantas. / The golden mussel (Limnoperna fortunei Dunker, 1857) was brought to southern Brazil in the ships' ballast water from Asia. This fresh water mollusc presents a high reproductive rate and good fixation capacity on several surfaces. Since there are not natural predators on this new environment, it can grow into large colonies, with economic losses and environmental damage. In order to determine the potential use of its dried and grinded colonies in agriculture, two studies were conducted in pot experiments, maintained in an open area. On the first study, its soil acidity neutralizing capacity was evaluated with an acid soil (Typic Paleudult) from 2005 to 2009. The mussel's material was grinded to pass a 2.00 mm holes diameter sieve, and applied at several rates into the soil. At two years reaction time, its acid neutralizing capacity was determined as 60% equivalent to that observed for lime with 100% neutralizing value. On the second study, the residue's capacity to supply nitrogen and phosphorus to corn plants was evaluated on three experiments, in comparison to standard mineral fertilizers absorption curves, in the years 2007 and 2008, on an acidic low fertility soil (Sandy Paleudult). The residue was able to provide 24 kg ha-¹ N and 21 kg ha-¹ P2O5 to the plants, showing a relative efficiency of 31 and 66% for the release of its N and P contents, respectively. Therefore, the agricultural use of this bioinvasor was effective for soil acidity neutralization and to supply part of the nutrients required by plants.
32

Caracterização morfológica, química e mineralógica de microagregados de um latossolo roxo de Iracemápolis, SP e de Pelotas produzidas por Cupins / Not available.

Celso Aluisio Graminha 15 January 2001 (has links)
A partir da década de 70, muitos pesquisadores descreveram semelhanças morfológicas, químicas e mineralógicas entre os microagregados de grande parte dos solos ferralíticos das regiões tropicais e as pelotas produzidas pelos cupins de solo, utilizadas para a construção do cupinzeiro. Tanto microagregados como pelotas apresentam-se como microestruturas com formas esferoidais a ovoidais e dimensão que varia de 0,5 a 3 mm, com textura argilosa e composição mineralógica predominante de caolinita, gibbsita, oxihidróxidos de Ferro e grãos de esqueleto dispersos em uma matriz porfírica. No Brasil, o Latossolo representa importante classe de solos, sendo peculiar o fato de apresentar o horizonte B com forte estrutura microagregada, muito estável e cuja gênese ainda não está completamente esclarecida. De outro lado, os cupins contribuem de forma intensa para os processos pedogenéticos dos solos tropicais por meio da remoção e concentração de partículas mineral e orgânica. Este trabalho teve como objetivo caracterizar os microagregados de um Latossolo Roxo e verificar se ocorrem relações entre estes e as pelotas produzidas por cupins de larga ocorrência no estado de São Paulo. Foi realizada uma caracterização morfológica, química e mineralógica dos microagregados em um perfil de Latossolo Roxo na região de Piracicaba, bem como caracterização das pelotas produzidas por dois gêneros de cupins, Cornitermes e Syntermes, no campo e no laboratório. Os resultados mostram que no Latossolo ocorrem dois tipos principais de microagregados sendo um tipo maciço (sem subestrutura) e outro tipo composto (com subestrutura), em formas subesferoidais e contornos subarredondados a subangulosos, com dimensão predominante de 0,15 a 1 mm. A ação dos cupins no Latossolo fica evidente pela abundância de feições remanescentes no solo como, fragmentos de canal com ou sem preenchimento, marcas de remoção de argila impressas na superfície de) feições argilosas, encontradas em todo o perfil (0-200 cm). As pelotas dos cupins, tanto de campo como de laboratório são muito similares na forma, ocorrendo um tipo maciço e um tipo composto (com subestrutura) com fábrica interna porfírica. A dimensão das pelotas varia entre 0,5 a 2,5 mm e indica uma relação direta com o tamanho da espécie produtora. Os resultados permitem concluir que o Latossolo apresenta diferentes tipos de microagregados, relacionados a gêneses distintas e refletindo processos complexos de evolução deste solo. A atividade de cupins é presente como um fator de transformação, sobretudo pela mistura e homogeneização de materiais no solo estudado. / Since last 70 decade, many researchers have been describing morphological, chemical and mineralogical similarities among micro-aggregates assemblages under red or ferralitic soils of tropical areas and pellets produced by soil feeding termites during their constructive habits (nests, channels, chambers). Both micro-aggregates and pellets showed high stable assemblages with ovoidal to esferoidal shapes, roundness and diameter ranging from 0,5 to 3mn\\ with clay texture and mineralogical constitution with caolinite, gibbsite, oxihidroxide iron, and skeleton minerals in a porphiric fabric. In Brazil, an important soil class, the Oxisol, shows a very strongly and stable microaggregated struoture on B horizon, whose formation process is not completely understood at the present moment. On the other hand, termites produce intensive pedogenetic process in tropical soils through removal and concentration of minerals and organic particles. Our work focus on characterization of a Oxisol profile and verify possible relationships among some micro-aggregates with termitic origin, specially termites with large geographical distribution on São Paulo Stafe. To obtain this objective, was done a morphological, chemical and mineralogical characterization of Oxisol micro-aggregates profile, located in lracemápolis, at Piracicaba region. The same methodology was used to charactet\',ze pellets produced by Cornitermes e Syntermes, colleoted in the field and produced in laboratory. Our results show us differences in micro-aggregates assemblages in Oxisol profìle, probably due to distinot genesis related with complex soil evolution process. Bio-aggregation by termites was evidencied on the Oxisol profile by pedologic features remains, like chamber and channel pedotubules along the profile (0-200cm) and by the high morphological and mineralalogical similarity of some micro-aggregates assemblages, whioh permit to conclude that termitic activity is an importante factor to the pedoplasmation and pedoturbation as dinamic agents of these soil transformation.
33

Simulação pelo modelo Century do impacto da agricultura no estoque de carbono orgânico de solos do Planalto Rio-Grandense

Debarba, Lucio January 2002 (has links)
Este estudo teve por objetivo estimar, pelo modelo CENTURY, a alteração no estoque de carbono orgânico (CO) de solos do Planalto do Rio Grande do Sul durante o período de expansão da agricultura e o potencial de recuperação do estoque de CO através de diferentes sistemas de manejo. Foram utilizados solos de cinco Unidades de Mapeamento (UM), sob vegetação original de campo e floresta: LATOSSOLO VERMELHO Distófico típico (UM Cruz Alta e Passo Fundo), LATOSSOLO VERMELHO Distroférrico típico (UM Santo Ângelo e Erechim) LATOSSOLO BRUNO Alumínico câmbico e (UM Vacaria). Avaliou-se a expansão da agricultura nas UM, a variação no conteúdo de CO dos solos por decomposição microbiana e erosão e a emissão ou seqüestro de CO2 em cenários de manejo com diferentes adições de C, métodos de preparo do solo e perdas de solo por erosão. Durante o período de expansão da agricultura (1900-1980), o uso de sistemas de cultura com baixa adição de C, pousio, queima de resíduos e preparo convencional do solo, ocasionou reduções estimadas de 31 a 45% no estoque original de CO dos solos. Com a melhoria nos eventos de manejo a partir de 1981, houve a recuperação parcial no estoque de CO. Considerando o balanço de CO e CO2 para a região em estudo (52506 km2), o cenário de manejo 1 (PC trigo/soja com queima) apresentou perda total estimada de 159517,0x103 Mg de CO e emissão de 299562,10x103 Mg de CO2 à atmosfera. Nos demais cenários, foram estimados incrementos de CO em relação ao cenário 1, atingindo, em 2050, valores correspondentes a 68,5% (cenário 2 - PR trigo/soja sem queima), 92,7% (cenário 3 - PD trigo/soja, aveia/soja, aveia/milho) e 98,1% (cenário 4 - PD trigo/soja, aveia/milho) do estoque original de CO. Devido a alta adição anual de C (6,0 Mg ha-1) e uso do plantio direto, o cenário 4 apresentou seqüestro líquido de 52173,32x103 Mg de CO2.
34

Condições físicas da camada superficial do solo resultantes do seu manejo e indicadores de qualidade para redução da erosão hídrica e do escoamento superficial / Physical conditions of the surface soil layer resulting from its management and quality indicators for reducing water erosion and surface runoff

Volk, Leandro Bochi da Silva January 2006 (has links)
O conhecimento aprimorado do fenômeno da erosão é de fundamental importância no monitoramento da inter-relação sistemas de manejo do solo - sustentatibilidade de agroecossistemas. Com isso em mente, desenvolveu-se um estudo em campo, na EEA/UFRGS, em Eldorado do Sul, RS, entre maio de 2000 e abril de 2004, com o objetivo de quantificar as perdas de solo e água por erosão hídrica em diferentes formas de manejo do solo, com vistas à identificação de indicadores físicos de qualidade para redução da erosão hídrica e do escoamento superficial e à investigação de valores dos coeficientes das variáveis do subfator PLU (uso anterior da terra) do modelo RUSLE de predição da erosão. Para isso, aplicou-se chuva simulada sobre um Argissolo Vermelho com textura superficial franco argilo arenosa e declividade média de 0,12 m m-1, cultivado em semeadura direta por diferentes períodos com diferentes seqüências culturais, e exibindo diferentes condições físicas na camada superficial: superfície não-mobilizada, com e sem cobertura por resíduo cultural, e superfície mobilizada, sem cobertura por resíduo cultural. Realizaram-se sete testes de chuva simulada, num período de seis meses, utilizando o simulador de chuva de braços rotativos, todos eles na intensidade constante de chuva de 64 mm h-1 e duração de 1,5 h. As diferentes seqüências culturais promoveram diferentes condições físicas na camada superficial do solo, traduzidas pelos diferentes valores das características físicas de superfície e subsuperfície avaliadas, antes e após o preparo, o que se refletiu em diferentes respostas da erosão e do escoamento superficial. A perda de água foi a mais elevada no solo não mobilizado, mesmo com elevada cobertura superficial, e foi a mais baixa no solo recém-mobilizado, sem cobertura superficial. A perda de solo foi a mais baixa no solo não-mobilizado, com elevada cobertura superficial, acompanhada de perto pela perda tanto do solo não-mobilizado quanto do recém-mobilizado, ambos sem cobertura superficial, aumentando na medida em que o solo era repetidamente preparado, contudo. A massa de raízes mortas das culturas, o diâmetro médio ponderado (DMP) dos agregados de solo em água e o índice de rugosidade superficial do solo (IR) mostraram-se bons indicadores de qualidade para redução da perda total de água em todas as condições físicas estudadas da camada superficial do solo, e muito bons indicadores para redução da perda total de solo - exceto a condição com elevada cobertura superficial, na qual o efeito das referidas variáveis foi irrelevante. Os valores encontrados para o coeficiente c da variável massa de raízes do subfator PLU do modelo RUSLE ficaram na faixa reportada na literatura. / Full knowledge of the erosion phenomenon is fundamental for monitoring the interrelation soil management systems – agroecossystems sustainability. Considering this, a field study was developed at the EEA/UFRGS, in Eldorado do Sul, State of Rio Grande do Sul, Brazil, between May, 2000 and April, 2004, with the objective of quantifying soil and water losses caused by rainfall erosion under different forms of soil management, in order to identify physical indicators of quality for reducing water erosion and surface runoff, as well as to investigate coefficient values for the variables associated with the PLU (prior land use) sub-factor in the RUSLE’s erosion prediction model. To accomplish this, simulated rainfall was applied on a typical, sandy clay loam, Paleudult soil, having 0.12 m m-1 average slope-steepness, cultivated in no till by different periods of time with different crop sequences, and exhibiting different physical conditions in the surface layer: consolidated soil surface, with and without crop residue on it, and freshly-tilled soil surface, without crop residue on it. Seven simulated rainfall, erosion tests were run within a period of six months, all of them under 64.0 mm h-1 rainfall intensity and for 1.5-hr rainfall duration. The different crop sequences promoted different soil physical conditions in the surface layer, translated by the different values of the evaluated surface and subsurface soil physical characteristics, before and after tillage, which differently affected erosion and surface runoff. Water loss was highest in the untilled soil surface, regardless of residue cover on it, and lowest in the freshly-tilled soil surface, even though without crop residue on it, and it was kept this way until the end of the experiment. Soil loss was lowest in the untilled, covered soil surface, followed closely by either untilled or freshly-tilled soil surfaces, both without crop residue on it, but it substantially increased as subsequent tillage operations were performed. Crop dead roots mass, meanweight- diameter (MWD) of soil aggregates in water, and soil surface-roughness index (IR) showed to be good indicators of quality for reducing water loss in all of the studied surface soil layer’s physical conditions, and very good indicators for reducing soil loss - except the condition with high residue cover on it, in which the effect of the referred variables was irrelevant. The values obtained for the c-coefficient associated with the crop root mass variable in the PLU subfactor of RUSLE’s erosion prediction model stayed within the range reported in the literature.
35

Dinâmica do carbono e nitrogênio do solo afetada por preparos do solo, sistemas de cultura e adubo nitrogenado / Soil carbon and nitrogen dynamics as affected by soil tillage, cropping systems and nitrogen fertilizer

Lovato, Thomé January 2001 (has links)
O uso de modelos matemáticos regionalmente parametrizados permite avaliar no tempo o impacto de sistemas de manejo sobre a dinâmica do C e N do solo. Com este objetivo, ajustou-se um modelo exponencial unicompartimental aos dados de um experimento de longa duração, instalado em 1985 em um ARGISSOLO VERMELHO Distrófico (PVd), na Estação Experimental Agronômica da UFRGS, em Eldorado do Sul, (RS). O experimento constitui-se de três métodos de preparo (convencional-PC, reduzido-PR e plantio direto-PD), três sistemas de cultura (aveia/milho-A/M, vicalmilho-V/M e aveia+vica/milho+caupi-A+V/IVI+C) e duas doses de N mineral no milho (0 kg ha-1 -0 N e 180 kg ha-1 -180 N). As adições anuais de C pelos sistemas de cultura, médias dos preparos de solo, variaram entre 4,17 Mg ha-1 em A/M O N e 8,14 Mg ha-1 em A+V/M+C 180 N. As adições anuais de N, incluindo a fertilização nitrogenada, variaram de 40 a 283 kg ha-1 nos mesmos tratamentos. Utilizando-se as taxas anuais médias de adição de C e N ao solo (kiA) e os conteúdos destes elementos no solo em 1985, 1990, 1994 e 1998, ajustou-se o modelo, obtendo-se as respectivas taxas de perda (k2). Estas variaram para o CO de 0,0270 ano-1 no PD até 0,0494 ano-1 no PC e, para o NT, de 0,0180 ano -1 no PD A/M O N até 0,0900 ano-1 no PC A+V/M+C 180 N. Utilizando os parâmetros obtidos estimou-se valores na estabilidade de carbono (Ce) e nitrogênio (Ne) no solo de 17,17 Mg ha-1 e 1.400 kg ha-1 para PC A/M O N e em 58,00 Mg ha-1 e 4.583 kg ha-1 para PD A+V/M+C 180 N, respectivamente. Os tratamentos de manejo com baixo revolvimento e alta adição de resíduos contribuíram para o acúmulo de CO e NT no solo. A presença de leguminosas nos sistemas de cultura e a adição de N mineral favoreceram o aumento nas adições de resíduos e contribuíram para compensar parte das perdas de CO e NT no solo sob PC e para aumentar os estoques sob preparos conservacionistas (PR e PD). / Mathematical models locally adjusted can be used to estimate the management effect on soil C and N dynamics. With this objective, one single compartment exponential model was adjusted to data obtained in a long-term experiment started in 1985, on a PALEUDULT soil, at the Experimental Station of t he Federal University of Rio Grande do Sul, in Eldorado do Sul, RS, Brazil. The experiment comprises three soil tillage systems (conventional-CT, reduced-RT and no tillage-NT), three cropping systems (oats/corn-O/C, vetch/corn-V/C and oats+vetch/corn+cowpea-O+V/C+Co) and two rates of mineral N (0 (ON) and 180 kg ha-1 ofN (180N)) applied to cora The annual C additions by the crop systems, average over soil tillage, varied from 4.17 Mg ha-1.year-1 in the 0/C ON to 8.14 Mg ha-1.year-1 in the O+V/C+Co 180N. The annual N additions, including N fertilization, ranged from 40 to 283 kg ha-1 in the same treatments. Using this annual C and N additions and the soil C and N for the years of 1985, 1990, 1994 and 1998, the model was adjusted and the loss rates (k2) were obtained. This coefficients varied for C from 0.0270 year-1 in the NT up to 0.0494 year-1 in the CT. For N the coefficient (k2) varied from 0.0180 year-1 in the NT 0/C ON to 0.0900 year-1 in the CT 0+V/C+Co 180N. Using this parameters in the model, the estimated values of Ce and Ne were 17.17 Mg ha-1 and 1,400 kg ha-1 for CT 0/C ON and 58 Mg ha-1 and 4,583 kg ha-1 for NT 0+V/C+Co 180N. The conservation tillage and cropping systems with high residue addition increased C and N in the soil. The presence of legume crops in the crop system and the mineral nitrogen addition increased the crop residue addition and compensated the soil C and N losses under CT and increased its amount in soil under conservation tillage.
36

Esforço de tração para ferramentas de hastes com ponteiras estreitas em dois solos do Rio Grande do Sul / Draught of narrow blades in two soils of Rio Grande do Sul

Machado, Antônio Lilles Tavares January 2001 (has links)
Os modelos para predição do esforço de tração, para ferramentas de hastes, em conjunto com a análise das teorias da relação solo-ferramenta, não tem sido estudados para os solos do Rio Grande do Sul. Procurou-se dar início a formação de um banco de dados, com os parãmetros físicos do solo, utilizados na análise da relação solo-ferramenta, verificando-se como os mesmos influenciam e são influenciados pelos equipamentos. Buscou-se identificar os modelos que permitam a obtenção, de forma precisa, do esforço de tração produzido por ferramentas de hastes, para dois solos do Rio Grande do Sul. Foram estudados um Planossolo e um Argissolo Vermelho. Identificouse o comportamento dos parâmetros de solo que influenciam o esforço de tração, em diferentes situações de teor de água. Verificou-se que dos seis modelos estudados, aqueles propostos por Reece em 1965, também denominado "equação universal de mobilização de solo", por Hettiaratchi e Reece em 1967, e Godwin e Spoor em 1977, foram os que melhor ajuste proporcionaram. A comparação dos dados de esforço de tração, adquiridos no campo com os obtidos por estes modelos apresentam bons resultados. Dada a menor complexidade de cálculo do modelo proposto por Reece em 1965, recomenda-se a sua utilização como modelo de previsão de esforço de tração para ferramentas estreitas que estejam trabalhando num Planossolo ou Argissolo Vermelho. / Soil-soil engaging tines and draft forces modeling together with theoretical analysis and existing mathematical models, have not been studied in Rio Grande do Sul soils. An attempt to begin with a data bank of soil physical parameters used in soil-tool relations, and, at the same time, the way it influiences machine performance, has been done in the following work. From the to date existing models, those which can get the closest fitting draft forces to real measured one has been established for two of Rio Grande do Sul soils. An Albaqualf and a Paleudult were evaluated. Soil parameters influencing draft forces were evaluated in different soil water content. From the six studied models, those suggested by Reece (1965), so called " Universal Earthmoving Equation", Hettiaratchi and Reece (1967) and Godwin and Spoor (1977) were the best fitting ones, comparing the calculated results with those measured "in situ". Allowing for the less complexity of Reece's model (1965) it is suggested that this model should be used for modeling draft forces prediction for narrow tines in Albaqualf and Paleudult.
37

Simulação de fluxos de gases de efeito estufa em sistemas de manejo do solo no Sul do Brasil / Simulation of greenhouse gas fluxes in soil management systems in southern Brazil

Schenato, Ricardo Bergamo January 2013 (has links)
O aumento da população mundial e da demanda por recursos naturais têm levado a uma pressão cada vez maior sobre os ecossistemas. A dependência da sociedade pós-industrial de combustíveis fósseis e a intensificação do uso das terras vêm provocando incrementos nas concentrações de gases de efeito estufa na atmosfera, com impactos aparentes sobre diversos processos naturais. O solo tem um papel fundamental nesse contexto, pois é base para os sistemas produtivos agrícolas, os quais apresentam fluxos de gases de efeito estufa determinados pelo sistema de manejo. Este estudo teve como principal objetivo calibrar e validar o modelo DAYCENT utilizando dados de fluxos de gases de efeito estufa obtidos em experimentos de longo prazo na Depressão Central do Rio Grande do Sul. Os dados de solo, clima e plantas disponíveis foram utilizados para inicializar o modelo. As simulações foram divididas em três fases: equilíbrio inicial para estabilizar as variáveis internas, simulação de pré-experimento para representar o cultivo intensivo inicial que levou à degradação do solo; fase experimental reproduzindo gestão efetiva do estabelecimento dos experimentos até os dias atuais. O desempenho geral do modelo após calibração foi satisfatório para os fluxos de N2O. DAYCENT apresentou tendência de superestimar os fluxos de CH4 e subestimar os fluxos de CO2 em comparação com os valores medidos. No entanto, as tendências gerais destes fluxos foram capturadas pelo modelo. Estas discrepâncias observadas podem ser atribuídas às limitações dos algoritmos utilizados na versão atual do modelo: ausência de representação explícita de influxo de N2O, efluxo de CH4 dos solos (metanogênese) e respiração de raízes das plantas. Revisões do modelo em curso e procedimento de calibração mais refinados, com um conjunto mais amplo de dados, podem melhorar o desempenho do DAYCENT. / Population growth and increasing demand of natural resources have led to mounting pressure on ecosystems throughout the planet. The dependence of the post-industrial society on fossil fuels and land use intensification has been responsible for increased concentration of greenhouse gases with apparent effects on various natural processes. Soils play a key role in this context as they are the foundation of agricultural production systems, in which soil management determines greenhouse gas fluxes. This study aimed to calibrate and validate the DAYCENT model using greenhouse gas flux measurements conducted in a long-term cropping and tillage experiment in Central Rio Grande do Sul. Soil, climate and crop production data were used to initialize the model. The simulations were divided into three phases: initial equilibrium to stabilize internal variables, pre-experiment simulation to represent early intensive cultivation that led to soil degradation; experimental phase reproducing actual management from the establishment of the experiments to present day. The overall model performance of the greenhouse gas flux calibration was satisfactory for N2O fluxes. However, DAYCENT showed a tendency to overestimate CH4 fluxes and underestimate CO2 fluxes in comparison with the measured values, but the general trends of these fluxes where captured by the model. These observed discrepancies can be attributed to limitations in the current model algorithms: lack of explicit representation of N2O influx, CH4 efflux (methanogenesis) and autotrophic CO2 emission originating from plant roots. Ongoing model revisions and refined calibration procedure with a comprehensive dataset are expected to improve DAYCENT performance.
38

Estoques de carbono orgânico e efluxos de dióxido de carbono e metano de solos em preparo convencional e plantio direto no subtrópico brasileiro

Costa, Falberni de Souza January 2005 (has links)
As práticas de manejo influenciam fatores controladores da dinâmica do C em solos agrícolas e, portanto, seus estoques de C orgânico e os fluxos de C no sistema solo-atmosfera na forma de dióxido de carbono (CO2) em solo em condições aeróbicas e metano (CH4) em solo inundado. O objetivo geral desse trabalho foi avaliar essas influências em solos submetidos por longo período aos sistemas de preparo convencional (PC) e plantio direto (PD).
39

Agregação e proteção física da matéria orgânica em dois solos do sul do Brasil / Soil aggregates and physical protection of organic matter in two soils in southern Braszil

Conceição, Paulo César January 2006 (has links)
A proteção física é um importante mecanismo de estabilização da matéria orgânica (MO) em solos subtropicais. Desenvolveu-se quatro estudos sobre essa temática em solos com textura e mineralogia distintas, sendo os estudos 1 e 2 relacionados à avaliação de produtos (iodeto-NaI e politungstato de sódio-PTS) e de densidades de solução (1,8 a 2,2 g cm-3) sobre o rendimento das frações leve livre (FLL), leve oclusa (FLO) e pesada (FP) da MO do solo. Por sua vez, os estudos 3 e 4 objetivaram avaliar o efeito de sistemas de manejo de solo na agregação e acúmulo de C orgânico no solo, bem como verificar a importância da oclusão no acúmulo de C nas camadas de 0-5, 5-10 e 10-20 cm de um Argissolo Vermelho (220 g kg-1 argila) e de um Latossolo Vermelho (680 g kg-1 argila), há 18 e 25 anos, respectivamente, sob plantio direto (PD). Do ponto de vista metodológico verificou-se que na densidade de 1,8 g cm-3, o uso da solução de PTS resultou num aumento de 176 a 726% no C quantificado como FLO em comparação ao NaI, enquanto não foi verificado efeito significativo no rendimento do C na FLL. O aumento da densidade da solução de PTS de 1,8 para 2,0 g cm-3 aumentou de 30 a 99% o rendimento de C na FLO, não tendo sido verificado vantagens na recuperação de C com o uso da solução de 2,2 g cm-3. O sistema PD resultou num aumento dos estoques de carbono (C) orgânico e na estabilidade de agregados em comparação ao solo em preparo convencional (PC), sendo este efeito mais expressivo na camada superficial do solo (0-5 cm). Os estoques crescentes de C nas frações (FLL>FLO>FP) em ambos os solos indicam o efeito aditivo dos mecanismos de recalcitrância molecular, oclusão e proteção coloidal na estabilidade da MO do solo. O sistema PD não resultou em aumento no C da FLL em comparação ao solo em PC, indicando que as alterações no microclima, normalmente verificadas sob este sistema de manejo conservacionista, não foram responsáveis pelo acúmulo de C orgânico nos solos avaliados. Por outro lado, o PD promoveu aumento no C da FLO, evidenciando-se que a oclusão foi responsável por aproximadamente 30% do acúmulo de C orgânico nos solos sob este sistema conservacionista de manejo, em comparação ao solo em PC. A solução de PTS 2,0 g cm-3 é a mais adequada para os solos estudados em avaliações da proteção física da MO do solo, mecanismo o qual contribui expressivamente para o acúmulo de C orgânico em camadas superficiais de solos em plantio direto no Sul do Brasil. / The physical protection is a important mechanism of soil organic matter (SOM) stabilization in tropical and subtropical soils. Four studies focusing this subject were developed using soils with different texture and mineralogy. Two studies evaluated products (sodium iodide-NaI and sodium politungstate -SPT) and density of solutions (1.8 to 2.2 g cm-3) on C recovery in the free light fraction (FLF), occluded light fraction (OLF), and heavy fraction (HF) of the SOM. Other two studies evaluated the effect of the no-tillage (NT) on soil aggregates stability and on organic C accumulation, as well as the importance of the mechanism of occlusion on the C accumulation in the soil profile (0-5, 5-10 and 10-20 cm) of a sandy clay loam Paleudult (220 g kg-1 clay) and of a Rhodic Hapludox (680 g kg-1 clay). The use of 1.8 g cm-3 of solutions of SPT had a C recovery in the OLF 176 to 726% higher than using NaI solution, while no significant effect was verified on the C recovery in the FLF. The increase of density of SPT solution from 1,8 to 2,0 g cm-3 recovered from 30 to 99% more C in the OLF, while no advantages were verified on C recovery using density of 2.2 g cm-3. NT soil had higher aggregate stability and the stocks of organic C in comparison to conventional tillage (CT) soil, effects that were more pronounced on the surface soil layer (0-5 cm). The increase of C stocks in the fractions (FLF>OLF>HF) in both soils indicated an additive effect of the mechanisms of molecular recalcitrance, occlusion, and colloidal protection in the stability of the SOM. C stock in the FLF not increased in NT soils in comparison with CT soils, indicating that the microclimate alterations usually verified under this conservation management system were not responsible for the C accumulation in the evaluated soils. On the other hand, NT increases the C in the OLF, evidencing the occlusion as a mechanism responsible for approximately 30% of the C accumulation in the NT soils, in comparison with CT soils. The solution of SPT 2,0 g cm-3 was the more appropriate for using in studies of physical protection of the SOM in the evaluated soils, mechanism that have an important role to the C accumulation in the surface soil layers of Southern Brazilian no-tilled soils.
40

Padrões de resposta da soja a condições hídricas do sistema solo-planta-atmosfera, observados no campo e simulados no sistema de suporte à decisão DSSAT / Pattern of response of soybeans to water conditions in the soil-plant-atmosphere system, observed in the field and simulated by the dssat decision soport system

Martorano, Lucieta Guerreiro January 2007 (has links)
Conduziu-se um experimento em Eldorado do Sul, RS para identificar respostas da soja à dinâmica do ambiente, com ênfase nas condições hídricas. A cultivar Fepagro RS-10 foi semeada em 20/11/2003, em preparo convencional e sistema plantio direto, irrigado e não irrigado - PCI, PCNI, PDI e PDNI, respectivamente. Foram monitoradas condições meteorológicas, variáveis hídricas de solo e planta e, de crescimento das plantas. Em períodos de estiagem, o solo manteve maior conteúdo de água em plantio direto que em preparo convencional. O índice de área foliar (IAF) máximo, no florescimento, variou de 5,6 (PDNI) a 6,3 (PCI). A evolução de IAF em função de graus-dia se ajustou a um modelo sigmoidal até IAF máximo e a um modelo log-normal em todo o ciclo. A cultura acumulou 806 graus-dia até o florescimento e 1.945 graus-dia, em todo ciclo. A evapotranspiração máxima foi de 690mm em todo o ciclo, com média de 4,8mm dia-1. O coeficiente de cultura variou de 0,5 (início do ciclo) a 1,1 (florescimento). Déficit hídrico no solo causou reduções de IAF, estatura, biomassa aérea, área foliar específica e eficiência no uso de radiação solar. O potencial mínimo da água na folha, a condutância estomática (gf) e o teor de clorofila foram mais elevados em PDI. A menor gf ocorreu em PDNI, que manteve maior IAF que PCNI. O rendimento de grãos variou de 1.559 kg ha-1 (PCNI) a 3.816 kg ha-1 (PDI). O conjunto de indicadores evidenciou melhor desempenho em PD que em PC, pela maior disponibilidade hídrica. O modelo CROPGRO-Soybean foi eficiente em simular a fenologia da soja, mas demonstrou limitações nas estimativas de biomassa, IAF, rendimento e seus componentes, em particular sob déficit hídrico, indicando necessidade de ajustes em parâmetros do balanço de água no solo, para uma maior precisão do modelo em simular crescimento e rendimento da soja. / A field experiment was conducted in Eldorado do Sul, Brazil, to identify responses of soybeans to the environmental dynamics, emphasizing water conditions. The Fepagro RS-10 cultivar was sown in 20/11/2003, in conventional tillage and no-tillage, irrigated and non-irrigated – CTI, NTI, CTNI, NTNI, respectively. Weather conditions, water variables of soil and plant, as well as crop growth parameters were monitored. During dry periods, higher soil water content was observed in to-tillage, as compared to conventional tillage. Maximum leaf area index (LAI) at flowering stage ranged from 5.6 (NTNI) to 6.3 (CTI). The evolution of LAI as function of accumulated degree-days was adjusted to a sigmoid model from plants emergence to flowering stage and to a log-normal model for the entire crop cycle. Accumulated degree-days were 806 from emergence to flowering and 1,945 for the crop cycle. Crop maximum evapotranspiration was 690mm for the entire cycle, with an average of 4.8mm day-1. Crop coefficient ranged from 0.5 (beginning of the cycle) to 1.1 (flowering). Soil water deficit reduced LAI, plant height, canopy biomass, specific leaf area and radiation use efficiency. Minimum leaf water potential and higher leaf stomatal conductance and chlorophyll content were detected in CTI. Crop grain yields ranged from 1,559 kg ha-1 (CTNI) to 3,816 kg ha-1 (NTI). The evaluated crop indices showed better performance under no-tilled soils, due to higher soil water availability, in comparison to the conventional tillage system. The COPGRO-Soybeans model was efficient to simulate crop phenology, but showed limitations to estimate canopy biomass, LAI and yield components, in particular under water deficit. Differences in soil water availability and extraction by plants, among the soil tillage systems, suggest the necessity in adjusting water parameters in order to improve the performance of the model in simulating the crop growth and yield.

Page generated in 0.0817 seconds