• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 3
  • Tagged with
  • 3
  • 3
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Qualidade de vida em pacientes com rinite

Locks, Rafael Búrigo January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-11-30T14:53:34Z (GMT). No. of bitstreams: 2 110484_Rafael.pdf: 1406788 bytes, checksum: 8bf07e966e6aa0a8e608e5af115a6ec0 (MD5) license.txt: 214 bytes, checksum: a5b8d016460874115603ed481bad9c47 (MD5) Previous issue date: 2014 / Introdução: Rinite alérgica é uma doença das vias aéreas superiores, de elevada prevalência e morbidade que leva a um impacto significativo na qualidade de vida (QV) tanto em adultos como em crianças. Estimar a QV é particularmente importante quando se almeja avaliar a eficácia de anti-histamínicos. A falta de estudos, do tipo ensaio clínico, comparando a eficácia do uso de bilastina e loratadina quanto à QV de pacientes com rinite foi uma das principais razões para essa pesquisa. Objetivos: Determinar se há diferença na QV de pacientes com rinite alérgica, tratados com 20 mg de bilastina quando comparados com aqueles tratados com 10 mg de loratadina. Método: Foi realizado um ensaio clínico randomizado e duplo-cego com 73 pacientes, com idade entre 18 e 63 anos, sendo 36 pacientes alocados no grupo da loratadina 10mg e 37 no grupo da bilastina 20 mg. Os pacientes eram acompanhados em consultórios de otorrinolaringologia de Criciúma-SC e foram recrutados no período de agosto de 2013 à agosto de 2014. O instrumento de avaliação da QV escolhido para o estudo foi o Questionário Modificado de Qualidade de Vida em Rinoconjuntivite (RQLQm). O RQLQm foi aplicado no início do tratamento e após 10 dias de tratamento. Resultados: Participaram da pesquisa 49 mulheres (67,1%), sendo 27 alocadas no grupo da loratadina e 22 do grupo da bilastina. Os 24 homens (32,9%) que fizeram parte do estudo ficaram divididos em: 9 no grupo da loratadina e 15 no grupo da bilastina. A QV dos participantes foi considerada ruim, de acordo com os elevados escores do RQLQm, antes do início do tratamento. O uso de 20 mg de bilastina ou 10 mg de loratadina reduziu significativamente a pontuação do RQLQm após 10 dias de tratamento (p <0,001). Os anti-histamínicos promoveram uma eficácia de 40% de melhora na avaliação da gravidade, escore dos sintomas nasais, sintomas, problemas práticos e emoções e uma eficácia de 46,4% na melhora da obstrução, coriza, espirros e prurido nasal. Conclusões: A QV de pacientes com rinite melhorou significativamente após 10 dias de uso dos anti-histamínicos avaliados, sendo a eficácia de ambos, bilastina e loratadina, equivalente. Além disso, os mesmos apresentaram um perfil de segurança aceitável. / Background: Allergic rhinitis is a disease of the upper airways, with high prevalence and morbidity leading to a significant impact on quality of life (QoL) in adults and in children. Estimating the QoL is particularly important when one wishes to evaluate the efficacy of antihistamines. The lack of studies, the clinical trial type, comparing the efficacy of bilastine and loratadine on the QoL of patients with rhinitis was a major reason for this research. Objectives: To determine whether there are differences in QoL of patients with allergic rhinitis treated with 20 mg of bilastine compared to those treated with 10 mg loratadine. Method: We conducted a randomized, double-blind clinical trial with 73 patients, aged between 18 and 63 years, with 36 patients in the loratadine 10mg group and 37 in the 20 mg group bilastine. All patients were followed in otolaryngology clinic of Criciuma-SC and were recruited from August 2013 to August 2014. The QoL assessment tool chosen for the study was the Quality of Life Questionnaire Modified in Rhinoconjunctivitis (RQLQm). The RQLQm was applied at baseline and after 10 days of treatment. Results: Participants were 49 women (67,1%), and 27 allocated in the group of loratadine and 22 bilastine group. The 24 men (32,9%) who participated in the study were divided into: 9 in the group of loratadine and 15 in bilastine group. QoL of the participants was considered poor, according to the high scores RQLQm before the start of treatment. The use of bilastine 20 mg or 10 mg of loratadine significantly reduced RQLQm score after 10 days of treatment (p <0.001). Antihistamines promoted an efficacy of 40% improvement in the assessment of severity, scores of nasal symptoms, symptoms, practical problems and emotions and an efficiency of 46.4% in the improvement of obstruction, rhinorrhea, sneezing and nasal itching. Conclusions: QoL of patients with rhinitis improved significantly after 10 days of use of antihistamines evaluated and the effectiveness of both bilastine and loratadine was equivalent. Furthermore, they showed an acceptable safety profile.
2

Qualidade de vida de pacientes oncológicos estomizados

Kimura, Cristilene Akiko January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Enfermagem, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, 2013. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2014-01-06T11:45:27Z No. of bitstreams: 1 2013_CristileneAkikoKimura.pdf: 1600498 bytes, checksum: 137aa9384f45fe5770c5f0c161bb1e52 (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2014-01-06T16:19:46Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_CristileneAkikoKimura.pdf: 1600498 bytes, checksum: 137aa9384f45fe5770c5f0c161bb1e52 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-01-06T16:19:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_CristileneAkikoKimura.pdf: 1600498 bytes, checksum: 137aa9384f45fe5770c5f0c161bb1e52 (MD5) / A pessoa estomizada, em razão do câncer colorretal ou por outras causas, enfrenta várias perdas que podem ser reais ou simbólicas. A perda do controle da eliminação de fezes e gases, a preocupação com o odor, vazamento e desconforto físico, a perda da condição mandatória para a vida em sociedade podem ocasionar o isolamento psicológico e social, fios condutores para sentimentos negativos que afetam as relações interpessoais. Além disto, encontra-se com a imagem corporal e a autoestima diminuídas, provocando em si mesma, sentimentos de repugnância. A reabilitação e a adaptação são elementos do processo de cuidar em saúde e enfermagem da pessoa estomizada. Portanto, uma das finalidades do processo de cuidar é a reinserção social da pessoa estomizada; outra é o auxílio na identificação e na superação de barreiras que impeçam sua adaptação. O objetivo deste estudo foi o de conhecer a percepção da qualidade de vida e a interpretação da realidade biopsicossocial de estomizados intestinais em razão do câncer de colorretal e por outras causas. Trata-se de um estudo transversal, exploratório descritivo com abordagem quantitativa e qualitativa à luz da análise de conteúdo. A amostra foi constituída, seleção por conveniência, ou seja, por demanda espontânea à participação do estudo, contando com a colaboração de 226 estomizados intestinais cadastrados no Programa de Assistência Ambulatorial ao Estomizado da Secretaria de Saúde do Distrito Federal. Brasil. A coleta de dados ocorreu no período de novembro de 2009 a agosto de 2011. Para a obtenção dos dados, utilizou-se um questionário sócio-demográíico e clínico, o questionário em português da WHOOOL-bref e entrevista que foi analisada à luz da Análise de Conteúdo de Bardin. Foi realizada uma análise estatística descritiva dos dados do questionário sócio-demográfico e clínico, além da entrevista. Os dados do questionário WHOOOL-bref foram analisados por meio do cálculo da média, desvio padrão e proporções e análise inferencial. A análise estatística foi realizada no software SPSS para Windows versão 20.0. Os resultados apresentaram escores médios para os domínios, físico, psicológico, relações sociais e meio ambiente do WHOOOL-bref e de qualidade de vida geral, nos quais não foram verificadas diferenças, estatisticamente, significativas entre os grupos. Em relação à associação entre as facetas e os domínios físico, psicológico, relações sociais e meio ambiente, os resultados apontaram em ambos os grupos uma associação significante da maioria das facetas nos respectivos domínios. No domínio físico, a faceta dor e desconforto obteve correlação somente para o grupo de estomizados intestinais em razão do câncer colorretal. No tocante às entrevistas, emergiram quatros categorias, bem estar físico, bem estar psicológico, bem estar social e bem estar espiritual. Os resultados deste estudo concluíram que a importância da troca de saberes e práticas permite uma relação de parceria, estabelece estratégias que contribuem, gradativamente, para o cuidado integral, resultando na garantia do processo de cuidar em saúde e enfermagem para os estomizados intestinais. Esta investigação contribuirá na melhoria da qualidade de vida da pessoa estomizada e de seus familiares e poderá dar subsídios a outras pesquisas neste contexto. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The ostomized individual due to colorectal cancer or other causes faces several losses that may be either real or symbolic. The loss of control over the elimination of feces and gases, the concern with odor, leakages and physical discomfort, and a loss of autonomy for life in society may lead to a state of psychological and social isolation, which acts as a conduit for negative feelings that affect the interpersonal relations. Furthermore, one may undergo a diminishment of the corporal self-image and self-esteem, which prompts feelings of repugnance. Rehabilitation and adaptation are elements of the process of health assistance for ostomized persons. Therefore, one of the aims of this process is their social reinsertion; another aim is to help identify and overcome the barriers that hamper their adaptation. The objective of this study is to deepen the knowledge on the perception of life quality and to interpret the biopsychosocial reality of the intestinal ostomized due to colorectal cancer and other causes. This is a cross-disciplinary, exploratory and descriptive study with a qualitative and quantitative approach under the light of the analysis of contents. The sample was selected by convenience, i.e. by spontaneous participation, and counted with the collaboration of 226 ostomized individuals inscribed in the Outpatient Assistance Program to Ostomized Persons, of the Health Secretariat of the Federal District. The collection of data took place from November 2009 to August 2011. A socio-demographic and clinical questionnaire was used, along with the Portuguese WHOOOL-brefsurvey and a interview, which was examined under the light of the Bardin Content Analysis. A descriptive statistical analysis was undertaken for the socio-demographic and clinical questionnaire and the interview. The data of the WHOQOL-bref survey was analyzed by calculating the mean, the standard deviation, proportions and statistical inference. The statistical analysis was undertaken with the SPSS software for Windows, v.20.0. The results presented average scores for the physical, psychological, social-relations and environmental domains of WHOOOL-bref. and for life quality in general, and no significant statistical differences was found among the groups. Regarding the linkages between the physical, psychological, social-relations and environmental facets and domains, the results pointed in both groups to a significant linkage between most facets in their respective domains. In the physical domain, the facet pain and discomfort had a correlation only for the group of intestinal ostomized due to colorectal cancer. Regarding the interviews, four categories have emerged: physical well-being, psychological well-being, social well-being and spiritual well-being. The results of the study lead to the conclusion that the importance of the exchange of knowledge and practices allows a relation of partnership and establishes strategies that gradually contribute to a fuller assistance, resulting in the guarantee of the process of assisting the health and providing nursing to the intestinal ostomized. This investigation will contribute in the improvement of the quality of life of the ostomized persons and their families, and may provide inputs to other researches in this context. _______________________________________________________________________________________ RESUMEN / La persona ostomizada, como consecuencia de câncer colonectal o de otras causas, enfrenta diversas perdidas que pueden ser reales o simbólicas. La perdida dei control de la eliminación de heces y gases, la preocupación con el olor, fugas e incomodidades físicas, la perdida de autonomia en la vida en sociedad pueden ocasionar el aislamiento psicológico y social como un hilo conductor para sentimientos negativos que afectan las relaciones interpersonales. Además, la persona se encuentra con la imagen corporal y la autoestima disminuidas, lo que puede provocar en si misma sentimientos de repugnancia. La rehabilitación y la adaptación son elementos dei proceso de cuidados de salud y enfermería a la persona ostomizada. Por eso, una de las finalidades dei proceso de cuidar es la reinserción social de la persona ostomizada; otra es la ayuda en la identificación y en la superación de barreras que impiden su adaptación. El objetivo dei presente estúdio es conocer más la percepción de la calidad de vida e interpretar la realidad biopsicosocial de ostomizados intestinales en consecuencia dei câncer colonectal y de otras causas. Se trata de un estúdio transversal, exploratorio y descriptivo con un enfoque cuantitativo y cualitativo bajo el análisis de contenidos. El muestreo se ha constituido en una selección por conveniência, o sea, por la aceptación espontanea de participación en el estúdio, y ha contado con la colaboración de 226 ostomizados intestinales registrados en el Programa de Atención Ambulatória a la Persona Ostomizada, de la Secretaria de Salud dei Distrito Federal de Brasil. La recopilación de datos ocurrió en el periodo entre noviembre de 2009 y agosto de 2011. Para la obtención de los datos, se utilizo un cuestionario socio-demográfico y clínico, el cuestionario en português de la WHOQOL-brefy una entrevista que fue analizada a la luz dei Análisis de Contenido de Bardin. Se realizo un análisis estadístico descriptivo de los datos dei cuestionario socio- demográfico y clínico, además de la entrevista. Los datos dei cuestionario WHOQOL-bref fueron analizados por el cálculo dei promedio, de la desviación estándar, de las proporciones y dei análisis inferencial. El análisis estadístico se realizo en el software SPSS para Windows v.20.0. Los resultados presentaron puntuaciones medias para los dominios físico, psicológico, de relaciones sociales y medio ambiente dei WHOOOL-bref. y de calidad de vida general, en las cuales no se han obseivado diferencias estadísticamente significativas entre los grupos. En cuanto a la asociación entre las facetas y los dominios físico, psicológico, de relaciones sociales y medio ambiente, los resultados senalaron en ambos los grupos una asociación significativa de la mayoría de las facetas en los respectivos dominios. En el dominio físico, la faceta dolor e incomodidad obtuvo correlación solamente para el grupo de ostomizados intestinales en consecuencia de câncer colonectal. En lo tocante a las entrevistas, cuatro categorias han emergido: bienestar físico, bienestar psicológico, bienestar social, y bienestar espiritual. Los resultados dei estúdio permiten concluir que la importancia dei intercâmbio de saberes y prácticas pennite una relación de sociedad, establece estrategias que contribuyen gradualmente| a la atención integral, resultando en la garantia dei proceso de atención a la salud y enfermería para los ostomizados intestinales. Esta investigación contribuirá para inejorar la calidad de vida de la persona ostomizada y de sus familiares, y podrá proveer subsidios para otras investigaciones en este contexto.
3

O papel da estimulação vagal elétrica no tratamento de pacientes com epilepsia refratária / The role of electrical vagus nerve stimulation in the treatment of patients with refractory epilepsy

Oliveira, Tatiana von Hertwig Fernandes de 07 March 2016 (has links)
A estimulação elétriva vagal (VNS) é uma terapia adjuvante utilizada no tratamento de pacientes com epilepsia refratária que não são candidatos à cirurgia ressectiva ou que apresentam resultados limitados após procedimentos cirúrgicos. Atualmente, há evidência suficiente para corroborar seu uso em pacientes com epilepsia focal ou outros tipos de crises epilépticas. Com o intuito de estudar um método para otimizar a terapia através da redução do consumo da bateria do sistema, este projeto teve como objetivo propor uma alteração no protocolo de estimulação já existente, com alteração da frequência de 30 Hz para 20 Hz, através da avaliação de duas variáveis principais: crises convulsivas e efeitos colaterais. A análise prospectiva e duplo-cega consistiu na avaliação por 3 meses de 6 pacientes já submetidos ao implante do VNS, seguida de alteração do parâmetro e continuidade do seguimento por mais 1 mês. Os resultados revelaram que, com a estimulação a 20 Hz, houve 68% de redução da incidência de crises (p = 0,054) assim como baixa incidência de efeitos colaterais (apenas 1 dos 6 pacientes). Por conseguinte, este estudo foi um projeto piloto de curto seguimento, que demonstrou a possibilidade de redução da frequência de estimulação para 20 Hz sem comprometimento da eficácia da terapia ou aumento da taxa de complicações, com consequente aumento da sobrevida do sistema. / Vagus nerve stimulation (VNS) is an adjunctive therapy used to treat patients with refractory epilepsy who are not candidates for resective surgery or have poor results after surgical procedures. There is sufficient evidence nowadays to support its use in patients with focal epilepsy and other seizure types. In order to investigate an approach to optimize therapy and reduce battery consumption, this project aimed at proposing an amendment to the current stimulation protocol, altering it from 30 Hz to 20 Hz, through assessment of two variables: seizures and adverse events. The prospective and double-blind analysis consisted of a 3 month evaluation of 6 patients that had already been implanted with the VNS system, followed by parameter adjustment and follow-up for another month. The results revealed that, with 20 Hz stimulation, there was 68% reduction in seizures (p = 0,054), as well as low incidence of adverse events (only 1 of 6 patients). Therefore, this study was a pilot project with short-term follow-up that indicates the possibility of reducing frequency stimulation to 20 Hz without compromising therapy efficacy and without any increase in complication rates, which could further increase battery life expectancy.

Page generated in 0.1057 seconds