• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 89
  • Tagged with
  • 95
  • 95
  • 38
  • 37
  • 22
  • 12
  • 12
  • 11
  • 11
  • 11
  • 10
  • 10
  • 8
  • 8
  • 8
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Perfil epidemiológico dos pacientes atendidos nas clínicas da disciplina de cirurgia da Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo / Epidemiological profile of patients examined at Surgery clinics of Bauru School of Dentistry, University of São Paulo

Xavier, Claudio Roberto Gaião 27 May 2003 (has links)
Este estudo analisou os prontuários dos pacientes recebidos pelas clínicas da Disciplina de Cirurgia da Faculdade de Odontologia de Bauru-USP, entre janeiro de 1997 e dezembro de 2002. Os dados relativos ao gênero, idade, procedência, tipo de procedimento realizado, data da execução do procedimento, número de dentes extraídos, acidentes e complicações ocorridas, informações da história médica colhidas na anamnese, pressão arterial, procedência da radiografia utilizada no planejamento das cirurgias e as indicações para as exodontias foram anotados. A análise dos dados obtidos permitiu as seguintes constatações:(1) foram atendidos no período analisado 3927 pacientes; (2) 59,2% dos pacientes possuíam idade entre 11 e 30 anos; (3) 67,39% dos pacientes realizaram exame radiográfico na própria FOB-USP; (4) a alveolite foi a complicação mais observada; (5) as prevalências de diabetes e hipertensão arterial foram de 2,32% e 18,53%, respectivamente; (6) foram extraídos 8471 dentes de 2359 pacientes, com média de 3,59 dentes extraídos por paciente. A partir dos dados obtidos pode-se concluir que: (1) houve maior procura pelas clínicas da Disciplina de Cirurgia da FOB – USP por pacientes do gênero feminino; (2) a maior freqüência de indivíduos, segundo as faixas etárias, foi para os pacientes entre 21 e 30 anos; (3) uma filosofia conservadora em relação às indicações de exodontia deve prevalecer, tendo em vista que a freqüência de indivíduos atendidos com idade inferior a 30 anos foi de 59,9%; (3) Bauru foi o município mais beneficiado pelos serviços das clínicas da Disciplina de Cirurgia da FOB-USP; (4) o procedimento mais realizado foi a exodontia; (5) os índices de acidentes e complicações observados estão em níveis plenamente satisfatórios; (6) a cárie e suas conseqüências não são a principal causa de atendimento nas clínicas da Disciplina de Cirurgia da FOB-USP, sendo a principal indicação para exodontia os dentes não irrompidos. / This study had analyzed files of patients who have been examined at Surgery clinics of Bauru School of Dentistry, University of São Paulo (FOB-USP), between January 1997 and December 2002. Data related to gender, age, living location, kind of proceeding that have been done and the day that it have done, number of extracted teeth, accidents and complications that could have occurred, medical history, blood pressure, local were radiographies had been made and reference to extractions were recorded. The analyses of data made possibly to do the following statements: (1) 3927 patients have been examined during this period; (2) there were more female (61.1%) than male (38.9%); (3) 59,2% of patients were 11 to 30 years old; (4) Bauru was the most benefited city by Surgery clinics of FOBUSP service; (5) 67.39% of patients have took their radiographies at FOBUSP; (6) teeth extraction were the most executed proceeding; (7) alveolar osteitis was the most frequent complication observed; (8) diabetes and high blood pressure incidence were 2.36% and 18.53%, respectively; (9) 8471 teeth were extracted, media of 3.59 extracted teeth per patient; (10). It can be concluded that: (1) a conservative philosophy related to teeth extraction reference should be applied, because frequency of patients aged 30 years old or less was 59.9%; (2) accidents and complications indices are at satisfactory level; (3) primary reference to extraction was non irrupted teeth.
2

Perfil dos pacientes com tuberculose em tratamento e o nível de satisfação do atendimento em um centro de saúde de Fortaleza : proposta para desenvolvimento de um serviço de farmácia clínica / Profile and satisfaction of patients with tuberculosis in a health center, fortaleza : proposal for a clinical pharmacy services

Silva, Erika Lizette Silveira da January 2009 (has links)
SILVA, Erika Lizette Silveira da. Perfil e satisfação dos pacientes com tuberculose em um centro de saúde de Fortaleza : proposta para um serviço de farmácia clínica. 2009. 109 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-12-17T14:25:02Z No. of bitstreams: 1 2009_dis_elssilva.pdf: 782670 bytes, checksum: 2e500b69fe359fb74bfdcab6f4f30511 (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2012-12-19T13:32:45Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_dis_elssilva.pdf: 782670 bytes, checksum: 2e500b69fe359fb74bfdcab6f4f30511 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-12-19T13:32:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_dis_elssilva.pdf: 782670 bytes, checksum: 2e500b69fe359fb74bfdcab6f4f30511 (MD5) Previous issue date: 2009 / TB has a long-term complex treatment and involves the association of various drugs. The rate of treatment abandonment is high and can lead to the appearance of resistant forms of M. tuberculosis. The World Health Organization recommends the implementation of the Directly Observed Treatment Short Course – DOTS, as a strategy for the detection of new cases and for achieving the completion of TB treatment. In Brazil, the Family Health Program expanded the access of the patient to health care, facilitating the follow-up of his treatment and case detection. The TB control also depends on the government management in order to make available national programs for case active searching, treatment adherence, intervention in risk groups, information accessibility, epidemiological surveillance. However, the state-of-the-art of the TB treatment reveals that it is still insufficient what is being done for the disease control. In this aspect, our work aims to get subsidies for the proposal of a service establishment model in Clinical Pharmacy. OBJECTIVES: To evaluate the profile of tuberculosis patients under treatment and their level of satisfaction with the service in the Health Center Carlos Ribeiro, from January to December, 2007. METHODS: Descriptive, observational, transversal study of TB patients in treatment at the Health Center Carlos Ribeiro, Fortaleza. RESULTS: The main findings were that among patients, 32.5% were female and 67.5% male. The ages ranged from 12 to 81 years and the age of 12 to 25 (33.3%), 26 to 35 (20.5%), 36 to 45 (24.4%), 46 to 55 (12.8%) and 56 to 65 years (9.0%). According to school graduation, 21.7% were illiterate, 16.9% had studied for 1 to 3 years, 22.9%, for 4 to 7 years, 38.6% more than 7 years. In respect to the job issue, 39.8% were informally employed and 60.2% were unemployed. In respect to the housing, most of them had water supply (88.0%), but few had water drainage (31.3%). Thirty four percent of the houses were poorly ventilated and had 1 to 3 rooms, with 5 to 11 people per residence. In respect to the disease knowledge, 34.9% of the patients were not aware of which kind of disease TB was, and 41,0% did not know how the TB transmission could occur. In respect to the microbiological monitoring during treatment, few have done the whole schedule. In respect to drug adverse reaction, 77.1% have complained about at least one adverse event during the treatment. In respect to completion of the treatment, only 71.1% have concluded it; the others have abandoned it. CONCLUSION: The patients, mostly of the male gender on productive age, presented similar profile compared to other studies, with low graduation rates, alcoholism and smoking habits, unemployment. It has been observed that a percentage of that population had no knowledge about the disease and its treatment. It was also observed that the quality of patient care was considered inadequate. Procedures such as monitoring and microbiological monitoring of adverse reactions had not been conducted. Maybe so, it noted a higher rate, and consequently a lower rate of cure.Anyhow, the study could achieve its goal, that is, to offer subsidies for a future strategy planning model for the follow-up of the TB patient considering Clinical Pharmacy. / O tratamento da Tuberculose é complexo e demorado, envolvendo a associação de vários fármacos. A taxa de abandono do tratamento é elevada e pode levar ao surgimento de formas resistentes da M. tuberculosis. A Organização Mundial de Saúde recomendou a implantação do tratamento diretamente observado de curta duração (em inglês, Directly Observed-Short Course Treatment – DOTS), como estratégia para que os pacientes tenham tratamento adequadamente acompanhado. No Brasil, o Programa Saúde da Família tem gerado perspectivas de ampliação de acesso do paciente com TB ao sistema de saúde, de forma a favorecer o cumprimento das metas estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde, com respeito à detecção de casos novos e tratamento da doença. O controle da tuberculose depende ainda da ação dos gestores na proposição de estratégias em nível nacional para busca ativa de casos novos, intervenção em grupos de risco, cuidados com a adesão ao tratamento, aumento do nível de informação, vigilância epidemiológica. Entretanto, o estado da arte sobre o tratamento da TB revela que ainda é insuficiente o que está sendo realizado em nível de controle da doença. Neste aspecto, o projeto visa oferecer subsídios para a proposição do desenvolvimento de um modelo de serviço em Farmácia clínica no atendimento ao paciente com TB. OBJETIVOS: Caracterizar o perfil dos pacientes com tuberculose em tratamento, e o nível de satisfação do atendimento em um Centro de Saúde Carlos Ribeiro Fortaleza, no período de janeiro a dezembro de 2007. MÉTODOS: Estudo transversal em pacientes diagnosticados com tuberculose em tratamento no Centro de Saúde Carlos Ribeiro, situado na Secretaria Executiva Regional I, FORTALEZA. RESULTADOS: Os resultados principais foram que os pacientes, 32,5 % eram do sexo feminino e 67,5% do sexo masculino. As idades variaram de 12-81 anos, sendo a faixa etária de 12 a 25 (33,3%), 26 a 35 (20,5%), 36 a 45 (24,4%), 46 a 55 anos (12,8%) e 56 a 65 (9,0%). Segundo a escolaridade 21,7% analfabetos, 16,9% 1 a 3 anos, 22,9% 4 a 7 anos, 38,6% mais de 7 anos. Quanto à questão ocupacional, 39,8% trabalhavam mesmo informalmente e 60,2% não trabalhavam. Quanto às moradias, a maioria delas era abastecida por água encanada (88.0%), 31,3% não possuíam esgoto, 34,9% eram pouco ventiladas, 33,3% apresentavam de 1 a 3 cômodos, 34,9 % abrigavam de 5 a 11 pessoas por residência. Quanto ao conhecimento sobre a doença, 34,9% dos pacientes não tinham conhecimento sobre a TB e 41,0% não sabiam como ocorria a transmissão da TB. Quanto ao acompanhamento microbiológico durante o tratamento, poucos realizaram o monitoramento de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde. Quanto às reações adversas prováveis aos antimicrobianos, 77,1% % haviam se queixado de algum evento adverso durante o tratamento. Quanto ao desfecho do tratamento, 71,1 % concluíram o tratamento e 15,7% abandonaram o mesmo. CONCLUSÕES: Os pacientes, em sua maioria do sexo masculino e na faixa etária produtiva, apresentaram um perfil similar ao de outros estudos, com alta taxa de analfabetismo, desemprego, com hábitos de etilismo e tabagismo. Verificou no estudo o conhecimento inadequado por parte da população estudada sobre a doença e seu tratamento. Observou-se também que a qualidade no atendimento do paciente foi considerada inadequado. Procedimentos como a monitorização microbiológico e a monitorização das reações adversas não vinham sendo realizados. Talvez por isso, observou se uma maior taxa de abandono e consequentemente uma menor taxa de cura. O estudo pode resgatar a partir dos entrevistados sugestões para a melhoria da qualidade do atendimento. Desta maneira, o trabalho conseguiu atingir seus objetivos de oferecer subsídios para futuro estabelecimento de um modelo para o acompanhamento do tratamento do paciente com tuberculose.
3

Perfil de morbimortalidade por acidentes e violências do municipio de Sobral-CE : análise a partir da pesquisa inquérito VIVA / Profile of morbimortality from accidents and violence of the municipality of Sobral-CE : an analysis from the research investigation VIVA

Rodrigues, Angelo Brito January 2010 (has links)
RODRIGUES, Angelo Brito. Perfil de morbimortalidade por acidentes e violência do Município de Sobral-CE : análise a partir da pesquisa inquérito VIVA. 2010. 101 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2010. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2013-11-18T12:01:58Z No. of bitstreams: 1 2010_dis_abrodrigues.pdf: 2519722 bytes, checksum: 82e72e65319b642d7b57622298d300ed (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2013-11-18T12:02:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_dis_abrodrigues.pdf: 2519722 bytes, checksum: 82e72e65319b642d7b57622298d300ed (MD5) / Made available in DSpace on 2013-11-18T12:02:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_dis_abrodrigues.pdf: 2519722 bytes, checksum: 82e72e65319b642d7b57622298d300ed (MD5) Previous issue date: 2010 / This study, which is as clipping of the Survey Research Surveillance of Violence and Accidents (VIVA) national, to analyze the profile of morbidity and mortality from accidents and violence in the city of Sobral, identifying subgroups of the population most exposed to accidents and violence and expenses generated by these events to the Sistema Único de Saúde (SUS). Were taken for examination all persons reported in the three years since the publication of VIVA, 2006, 2007 and 2009, the event whose occurrence has been in Sobral, a total sample of 1577 reports for three years. The time frame presented here is the expression of all survey research issues in VIVA Sobral. For data organization, interpretation and analysis, this study was based on statistical analysis. As reference test for the statistical analysis chi-square (x2) to be appropriate for large samples, not paired and nominal data. Count for this purpose with the help of the software Microsoft Excel, SPSS and Epi-Info. Young adults aged 20-39 years, males and brown in color was considered the group most vulnerable. The average age of people stood at 23.3 years of life, and the age of 20 years the most recurrent in the search. A higher concentration of events in the urban area in central districts, and large populations of recent occupation. About 20% of the events were associated with the work and 19.2% were associated with alcohol. It was verified the significant participation of the Mobile Emergency Service (SAMU) in attendance e transport (16.5% of cases). Was noticed a trend of linear progression in the average number of hospital days (R2 = 0.997) and the average annual spending on assistance in cases of accidents and violence (R2 = 0.962). / Este estudo, que constitui-se como recorte da Pesquisa Inquérito Vigilâncias de Violências e Acidentes (VIVA) nacional, tem por objetivo analisar o perfil de morbimortalidade por acidentes e violências do município de Sobral, identificando subgrupos da população mais expostos aos acidentes e violências e os gastos gerados por esses eventos para o Sistema Único de Saúde (SUS). Foram tomadas para análise todas as pessoas notificadas nos três anos de edição do VIVA, 2006, 2007 e 2009, cuja ocorrência do evento tenha sido em Sobral, totalizando uma amostra de 1577 notificações durante os três anos . O recorte temporal aqui apresentado é a expressão da totalidade das edições da pesquisa inquérito VIVA em Sobral. Para fins de organização, interpretação e análise dos dados, este estudo foi fundamentado na análise estatística. como teste referência para a análise estatística o qui-quadrado (x2) por ser apropriado para amostras grandes, não emparelhada e de dados nominais. Contamos para tal, com o auxilio dos softwares Microsoft Excel, SPSS e Epi-Info. Os adultos jovens na faixa etária de 20 a 39 anos, do sexo masculino e de cor parda foi considerado o grupo mais vulnerável. A média de idade das pessoas ficou em 23,3 anos de vida, sendo a idade de 20 anos a mais recorrente na pesquisa. Houve maior concentração de eventos na zona urbana, em bairros centrais, populosos e de ocupação recente. Cerca de 20% dos eventos tiveram associação com o trabalho e 19,2% tiveram associação com o álcool. Foi verificada a significativa participação do Serviço Móvel de Urgência (SAMU) no atendimento e transporte (16,5% dos casos). Foi percebida uma tendência de progressão linear do número médio de dias de internamento (R2 = 0,997) e do valor médio anual dos gastos com assistência em casos de acidentes e violências (R2 = 0,962).
4

Resiliência e dor crônica: construção de um perfil de resiliência / Resilience and chronic pain: building a resilience profile

Souza, Israel January 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2016-02-26T13:26:15Z (GMT). No. of bitstreams: 2 106.pdf: 2310909 bytes, checksum: ae4fdc44e0b76e2311b4c4b3c43597c2 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2015 / A dor crônica consiste num importante problema de saúde pública, trazendo impactos não apenas para o indivíduo acometido, mas também às famílias, aos sistemas de saúde e para a economia, em especial devido ao absentismo, aposentadoria precoce e perda de emprego. Sua prevalência varia de 10,1 a 80 por cento na população em geral. A divergência destes valores se deve mais a diferença entre as metodologias de estudo. Um dos impactos da dor crônica que tem merecido atenção nos estudos é o ajustamento ou bem-estar psicológico dos indivíduos. Nesse sentido duas variáveis tem merecido destaque: a resiliência e o pensamento catastrófico sobre a dor. A resiliência é atualmente considerada como um novo paradigma na compreensão dador crônica. Resiliência e pensamento catastrófico destacam-se no manejo e na regulação dador crônica, e como um fator psicológico que promove respostas adaptativas à dor. Na presente tese buscou-se a construção de perfis de resiliência que permitiram compreender os aspectos biopsicossociais subjacentes ao quadro de dor crônica. Para levar este feito a cabo três etapas foram necessárias. Na primeira etapa realizou-se uma revisão sistemática no intuito de encontrar instrumentos específicos para a dor crônica que fosse utilizado para mensurar a resiliência. Isso se faz necessário uma vez que a resiliência depende do contexto no qual se trabalha, ou seja, um indivíduo pode ser resiliente numa situação e não ser em outra. Com o resultado desta primeira etapa foi encontrado apenas um instrumento, o Profile Chronic Pain: Screen (PCP:S). (...) / Nesta etapa foram identificadas três classes latentes, com as mesmas características sociodemográficas das classes identificadas na segunda etapa. A classe outros apresentou baixa pontuação nas dimensões do pensamento catastrófico sobre dor. A classe não-resiliente apresentou pontuação elevada nas dimensões do pensamento catastrófico sobre dor. Finalmente, a classe resiliente apresentou uma pontuação intermediária nas dimensões do pensamento catastrófico sobre dor. Estas três classes revelam três caminhos distintos de resiliência que apresentam relevância para prática clínica. Destaca-se que, em comparações com outros estudos, diferenças culturais foram identificadas o que requer atenção e novos estudos. / Chronic pain is a major public health problem, with impacts on families, health systems andthe economy, especially absenteeism, early retirement and job loss. The prevalence is between10.1 and 80 percent in the general population. The divergence of these values refer to differences instudy methodologies. Many studies on chronic pain emphasize the adjustment andpsychological well-being. In this sense two variables are prominent: resilience and pain catastrophizing. Resilience is currently considered as a new paradigm for adaptation tochronic pain. Resilience and pain catastrophizing has featured in the management and regulation of chronic pain, and as a psychological factor that promotes adaptive responses topain. This thesis seeks to build resilience profiles for understanding the biopsychosocial aspects underlying the chronic pain condition. For this three stages were necessary. The first stage is the systematic review in order to find specific instruments for chronic pain that isused to measure resilience. This is necessary since the resilience depends on the context, thatis, an individual may be resilient in a context but not another. As a result of this first stage wefound only one instrument, the Profile Chronic Pain: Screen (PCP: S). Studies investigating the psychometric properties of this instrument were evaluated, especially with the use of COSMIN methodology. In this sense the studies showed good levels, indicate the validity ofthe instrument. In the second stage used the latent class analysis (LCA) in a sample of 414 patients with musculoskeletal chronic pain, using sociodemographic variables gender, age, education, employed or not working, or in treatment or not in treatment, and PCP:S resiliencegroups. Identified three latent class resilience using LCA.^ien / The coefficients (betas) on the covariates are estimated simultaneously as part of the latent class model, and exponentiation shows the odds ratio. This stage identified three latent classes withthe same sociodemographic characteristics of the classes identified in the second stage. Theclass other showed low scores in the dimensions of pain catastrophizing. The class nonresilientshowed high scores in the dimensions of pain catastrophizing. Finally, the resilient class showed an intermediate score in the dimensions of pain catastrophizing. These three classes reveal three distinct paths of resilience, and relevant to clinical practice. It is notablethat, in comparison with other studies, cultural differences have been identified, and require attention and further studies. (AU)^ien
5

Perfil epidemiológico do uso de drogas entre universitários da área da saúde / Epidemiological profile of drug use among university students in health

Tôrres, Ruth January 2002 (has links)
TORRES, Ruth. Perfil epidemiológico do uso de drogas entre universitários da área da saúde. 2002. 97 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2002. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-02-08T14:00:43Z No. of bitstreams: 1 2002_dis_rtorres.pdf: 301402 bytes, checksum: 0bdd25ac1353969aa28f665282b5bc54 (MD5) / Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2012-02-14T12:05:42Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2002_dis_rtorres.pdf: 301402 bytes, checksum: 0bdd25ac1353969aa28f665282b5bc54 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-02-14T12:05:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2002_dis_rtorres.pdf: 301402 bytes, checksum: 0bdd25ac1353969aa28f665282b5bc54 (MD5) Previous issue date: 2002 / The psychoactive substance use in the academic universe possesss proper characteristics of this clientele. Objectifying to trace a profile epidemiologist of the psychoactive substance use in the academic universe, this research, of quantitative character, it was applied the 325 academics of the Pharmacy College, Odontologia and Enfermagem of the Federal University of the Ceará. A questionnaire with closed and divided questions at two moments was used: the first one I contend the partner-demographic characterization of the clientele in study and, as the moment with the characterization of the use and frequency of use of the academics in question. The results had been shown through graphical tables and, with return to pertinent literature. As results we have a predominantly feminine sample (66%), with etária band around the 21 years, bachelor (90%), catholics (72%), only students (75%), residents with the parents (78%), with familiar income around 6 the 15 minimum wages, that if optimists (60%) auto-call and with disposal for they capsize the college (66.5%). With regard to the use and frequency of psicotrópicas substance use, the academics make current use of etílicos (30%), tobacco (5.5%) and inalantes (5.5%), marijuana (4%) and cocaine and its derivatives (1%). The use is sporadical of these substances. We conclude that the searched sample corresponds to one terço approach of the academic universe and that the psychoactive substance use is among others related factors with the partner-demographic characterization of the academics. We suggest that the research extends the relative quarrels to the subject, that has the inclusion of this thematic one in the resume, that has campaigns and services of attention directed toward the academic user. / O uso de substâncias psicoativas no universo acadêmico possui características próprias dessa clientela. Objetivando traçar um perfil epidemiológico do uso de substâncias psicoativas no universo acadêmico, esta pesquisa, de caráter quantitativa, foi aplicada a 325 acadêmicos da Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem da Universidade Federal do Ceará. Utilizou-se um questionário com perguntas fechadas e divididas em dois momentos: o primeiro contendo a caracterização sócio-demográfica da clientela em estudo e, o segundo momento com a caracterização do uso e freqüência de uso dos acadêmicos em questão. Os resultados foram mostrados através de tabelas e gráficos, com retorno à literatura pertinente. Como resultados temos uma amostra predominantemente feminina (66%), com faixa etária em torno dos 21 anos, solteira (90%), católicos(72%), somente estudantes (75%), residentes com os pais (78%), com renda familiar em torno de 6 a 15 salários mínimos, que se auto-denominam otimistas (60%) e com disposição para virem à faculdade (66,5%). Com relação ao uso e freqüência de uso de substâncias psicotrópicas, os acadêmicos fazem uso atual de etílicos (30%), tabaco (5,5%) e inalantes (5,5%), maconha (4%) e cocaína e seus derivados (1%). O uso é esporádico dessas substâncias. Concluímos que a amostra pesquisada corresponde a um terço aproximado do universo acadêmico e que o uso de substâncias psicoativas estão relacionadas entre outros fatores com a caracterização sócio-demográfica dos acadêmicos. Sugerimos que a pesquisa amplie as discussões relativas ao tema, que haja a inclusão dessa temática no currículo, que haja campanhas e serviços de atenção voltados para o usuário acadêmico.
6

Perfil epidemiológico dos pacientes atendidos nas clínicas da disciplina de cirurgia da Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo / Epidemiological profile of patients examined at Surgery clinics of Bauru School of Dentistry, University of São Paulo

Claudio Roberto Gaião Xavier 27 May 2003 (has links)
Este estudo analisou os prontuários dos pacientes recebidos pelas clínicas da Disciplina de Cirurgia da Faculdade de Odontologia de Bauru-USP, entre janeiro de 1997 e dezembro de 2002. Os dados relativos ao gênero, idade, procedência, tipo de procedimento realizado, data da execução do procedimento, número de dentes extraídos, acidentes e complicações ocorridas, informações da história médica colhidas na anamnese, pressão arterial, procedência da radiografia utilizada no planejamento das cirurgias e as indicações para as exodontias foram anotados. A análise dos dados obtidos permitiu as seguintes constatações:(1) foram atendidos no período analisado 3927 pacientes; (2) 59,2% dos pacientes possuíam idade entre 11 e 30 anos; (3) 67,39% dos pacientes realizaram exame radiográfico na própria FOB-USP; (4) a alveolite foi a complicação mais observada; (5) as prevalências de diabetes e hipertensão arterial foram de 2,32% e 18,53%, respectivamente; (6) foram extraídos 8471 dentes de 2359 pacientes, com média de 3,59 dentes extraídos por paciente. A partir dos dados obtidos pode-se concluir que: (1) houve maior procura pelas clínicas da Disciplina de Cirurgia da FOB – USP por pacientes do gênero feminino; (2) a maior freqüência de indivíduos, segundo as faixas etárias, foi para os pacientes entre 21 e 30 anos; (3) uma filosofia conservadora em relação às indicações de exodontia deve prevalecer, tendo em vista que a freqüência de indivíduos atendidos com idade inferior a 30 anos foi de 59,9%; (3) Bauru foi o município mais beneficiado pelos serviços das clínicas da Disciplina de Cirurgia da FOB-USP; (4) o procedimento mais realizado foi a exodontia; (5) os índices de acidentes e complicações observados estão em níveis plenamente satisfatórios; (6) a cárie e suas conseqüências não são a principal causa de atendimento nas clínicas da Disciplina de Cirurgia da FOB-USP, sendo a principal indicação para exodontia os dentes não irrompidos. / This study had analyzed files of patients who have been examined at Surgery clinics of Bauru School of Dentistry, University of São Paulo (FOB-USP), between January 1997 and December 2002. Data related to gender, age, living location, kind of proceeding that have been done and the day that it have done, number of extracted teeth, accidents and complications that could have occurred, medical history, blood pressure, local were radiographies had been made and reference to extractions were recorded. The analyses of data made possibly to do the following statements: (1) 3927 patients have been examined during this period; (2) there were more female (61.1%) than male (38.9%); (3) 59,2% of patients were 11 to 30 years old; (4) Bauru was the most benefited city by Surgery clinics of FOBUSP service; (5) 67.39% of patients have took their radiographies at FOBUSP; (6) teeth extraction were the most executed proceeding; (7) alveolar osteitis was the most frequent complication observed; (8) diabetes and high blood pressure incidence were 2.36% and 18.53%, respectively; (9) 8471 teeth were extracted, media of 3.59 extracted teeth per patient; (10). It can be concluded that: (1) a conservative philosophy related to teeth extraction reference should be applied, because frequency of patients aged 30 years old or less was 59.9%; (2) accidents and complications indices are at satisfactory level; (3) primary reference to extraction was non irrupted teeth.
7

Morbidade hospitalar registrada na rede do SUS em capital da região nordeste do Brasil, no período de 2001 a 2005 / Hospital morbidity network registered capital health system in the northeast of Brazil, in the period 2001 to 2005

Lima, Maria Vilma Neves de January 2009 (has links)
LIMA, Maria Vilma Neves de. Morbidade hospitalar registrada na rede SUS em capital da região do nordeste do Brasil, no período de 2001 a 2005. 2009. 132 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2009. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-01-06T14:21:28Z No. of bitstreams: 1 2009_dis_mvnlima.pdf: 6857198 bytes, checksum: c1fea2845f61a3667eb6c9ef99bfeccf (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-01-06T14:21:52Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_dis_mvnlima.pdf: 6857198 bytes, checksum: c1fea2845f61a3667eb6c9ef99bfeccf (MD5) / Made available in DSpace on 2014-01-06T14:21:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_dis_mvnlima.pdf: 6857198 bytes, checksum: c1fea2845f61a3667eb6c9ef99bfeccf (MD5) Previous issue date: 2009 / O Sistema de Informação Hospitalar do SUS (SIH/SUS) cobre a produção hospitalar de todos os serviços financiados pelo setor público no país, constituindo uma fonte de dados extremamente relevante para estudos epidemiológicos, sendo ainda, a única fonte de dados de internação hospitalar no Brasil. A utilização de dados de morbidade torna-se cada vez mais importante como indicador do nível de saúde da população. Com o objetivo de caracterizar os padrões de morbidade hospitalar na rede do Sistema Único de Saúde (SUS), foram analisadas as internações realizadas em hospitais públicos e privados conveniados ao SUS, no município de Fortaleza, capital do estado do Ceará, no período de 2001 a 2005, segundo as variáveis: sexo, idade, diagnóstico principal de internação, segundo os capítulos da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas relacionados à Saúde (CID-10), e ano de internação. Foram calculados coeficientes e proporções de internação por sexo e faixa etária, proporções e índice de dissimilitude (ID) de internação por esfera administrativa e grupos diagnósticos. Para o cálculo de coeficientes aproximou-se o número de internações ao número de pacientes, por meio da aplicação de algoritmo proposto em estudo anterior, obtendo-se uma redução de 5,42% no número de eventos, no período. Realizada distribuição espacial dos coeficientes de internação, utilizando o software GeoDA versão 0.9.5-1(BETA). Os hospitais públicos responderam por 53% das internações, com média de 83.539 hospitalizações e a rede contratada conveniada por 46,2% das mesmas, com média de 72.923 atendimentos. Hospitais localizados no interior do estado foram responsáveis por 0,8% das hospitalizações de residentes no município de Fortaleza. A assistência hospitalar pública não atingiu o parâmetro de 8 a 10% da população/ano, permanecendo com uma média de 7%. O coeficiente geral de internação passou de 70,7 internações por mil habitantes, para 68,7 internações por mil habitantes ao final. Excluídas as internações pelos capítulos XV. Gravidez, parto e puerpério, as do capítulo XX. Causas externas de morbidade e de mortalidade (diagnóstico secundário), e XXI, Fatores que influenciam o estado de saúde e o contato com os serviços de saúde, os coeficientes de morbidade hospitalar variaram de 48,6/1000 habitantes, em 2001, para 51,3 internações/1000 habitantes, em 2005, com variação de 5,6%, menor que o crescimento populacional. Os principais diagnósticos, por ordem de grandeza de suas proporções, excetuado as internações por complicações da gravidez, parto e puerpério foram: doenças do aparelho respiratório, algumas doenças infecciosas e parasitárias, lesões, envenenamentos e algumas outras conseqüências de causas externas, doenças do aparelho digestivo, doenças do aparelho circulatório e Neoplasias [tumores]. A distribuição espacial das internações, segundo o bairro apresentou pequenas variações no tocante ao coeficiente de internação/1000 habitantes.
8

Perfil epidemiológico dos pacientes portadores de hepatite C notificados no estado do Rio Grande do Sul no período de 2010 a 2011

Santos, Janaina Dorneles dos January 2013 (has links)
No Brasil, apesar dos crescentes esforços governamentais para o combate e prevenção das doenças infectocontagiosas, as hepatites virais representam um grave problema na área de saúde. A infecção causada pela hepatite C gera consequências graves para a saúde dos portadores, podendo levar ao desenvolvimento de cirrose e carcinoma hepatocelular, além de elevar os custos públicos com os tratamentos. O conhecimento do cenário epidemiológico da hepatite C e os fatores associados à infecção são de grande importância para subsidiar a tomada de decisão na política que envolve a linha de cuidado e a rede de assistência desse agravo. A pesquisa teve como objetivo descrever o perfil epidemiológico dos indivíduos notificados com hepatite C no estado do Rio Grande do Sul a partir da base de dados do SINAN/RS no período de 2010 e 2011. Foram avaliados um total de 6.168 registros, conforme a ficha padrão de notificação de hepatites virais usada pelo sistema de notificação. Foram descritas no estudo as variáveis demográficas, as variáveis relacionadas aos antecedentes epidemiológicos da hepatite C e as condições associadas, em especial a coinfecção pelo HIV. Depois de descritas e comparadas, as variáveis foram submetidas à análise bivariada e análise de regressão logística Os resultados apontaram uma maior prevalência da infecção e do genótipo 1 do VHC em homens quando comparado com as mulheres. O uso de drogas, destaca-se como um dos principais fatores de risco associado a infecção pelo HIV em pacientes coinfectados, bem como a baixa escolaridade. / In Brazil, despite the increasing governmental effort to combat and prevent infectious disease, viral hepatitis represents a significant problem in health care. The infection caused by hepatitis C engender sever problems for its carriers, and may take them to develop cirrhosis and hepatocellular carcinoma, in addition to higher public cost with treatment. The knowledge about the epidemiological scenario of hepatitis C and the infection associated factors are very important to subsidize the decision-making in politics that involves the care line and the assistance network for this harm. This research aimed to describe the epidemiological profile of individuals notified with hepatitis C in Rio Grande do Sul state according to the data base from SINAN/RS from 2010 to 2011. 6168 records were evaluated, according to the notification for hepatitis C standard form used by the notification system. The demographic variables, the variables related to hepatitis C epidemiological background and the conditions associated to the disease, specially the coinfection with HIV, were described on the study. After the description, the variables were submitted to bivariate analysis and logistic regression analysis. The results show a higher prevalence of infection and the genotype 1 of HCV in men when compared to women. The use of drugs stands out as the main risk factor related to HIV infection in coinfected patients, as much as low schooling.
9

Perfil epidemiológico dos pacientes portadores de hepatite C notificados no estado do Rio Grande do Sul no período de 2010 a 2011

Santos, Janaina Dorneles dos January 2013 (has links)
No Brasil, apesar dos crescentes esforços governamentais para o combate e prevenção das doenças infectocontagiosas, as hepatites virais representam um grave problema na área de saúde. A infecção causada pela hepatite C gera consequências graves para a saúde dos portadores, podendo levar ao desenvolvimento de cirrose e carcinoma hepatocelular, além de elevar os custos públicos com os tratamentos. O conhecimento do cenário epidemiológico da hepatite C e os fatores associados à infecção são de grande importância para subsidiar a tomada de decisão na política que envolve a linha de cuidado e a rede de assistência desse agravo. A pesquisa teve como objetivo descrever o perfil epidemiológico dos indivíduos notificados com hepatite C no estado do Rio Grande do Sul a partir da base de dados do SINAN/RS no período de 2010 e 2011. Foram avaliados um total de 6.168 registros, conforme a ficha padrão de notificação de hepatites virais usada pelo sistema de notificação. Foram descritas no estudo as variáveis demográficas, as variáveis relacionadas aos antecedentes epidemiológicos da hepatite C e as condições associadas, em especial a coinfecção pelo HIV. Depois de descritas e comparadas, as variáveis foram submetidas à análise bivariada e análise de regressão logística Os resultados apontaram uma maior prevalência da infecção e do genótipo 1 do VHC em homens quando comparado com as mulheres. O uso de drogas, destaca-se como um dos principais fatores de risco associado a infecção pelo HIV em pacientes coinfectados, bem como a baixa escolaridade. / In Brazil, despite the increasing governmental effort to combat and prevent infectious disease, viral hepatitis represents a significant problem in health care. The infection caused by hepatitis C engender sever problems for its carriers, and may take them to develop cirrhosis and hepatocellular carcinoma, in addition to higher public cost with treatment. The knowledge about the epidemiological scenario of hepatitis C and the infection associated factors are very important to subsidize the decision-making in politics that involves the care line and the assistance network for this harm. This research aimed to describe the epidemiological profile of individuals notified with hepatitis C in Rio Grande do Sul state according to the data base from SINAN/RS from 2010 to 2011. 6168 records were evaluated, according to the notification for hepatitis C standard form used by the notification system. The demographic variables, the variables related to hepatitis C epidemiological background and the conditions associated to the disease, specially the coinfection with HIV, were described on the study. After the description, the variables were submitted to bivariate analysis and logistic regression analysis. The results show a higher prevalence of infection and the genotype 1 of HCV in men when compared to women. The use of drugs stands out as the main risk factor related to HIV infection in coinfected patients, as much as low schooling.
10

Perfil epidemiológico dos pacientes portadores de hepatite C notificados no estado do Rio Grande do Sul no período de 2010 a 2011

Santos, Janaina Dorneles dos January 2013 (has links)
No Brasil, apesar dos crescentes esforços governamentais para o combate e prevenção das doenças infectocontagiosas, as hepatites virais representam um grave problema na área de saúde. A infecção causada pela hepatite C gera consequências graves para a saúde dos portadores, podendo levar ao desenvolvimento de cirrose e carcinoma hepatocelular, além de elevar os custos públicos com os tratamentos. O conhecimento do cenário epidemiológico da hepatite C e os fatores associados à infecção são de grande importância para subsidiar a tomada de decisão na política que envolve a linha de cuidado e a rede de assistência desse agravo. A pesquisa teve como objetivo descrever o perfil epidemiológico dos indivíduos notificados com hepatite C no estado do Rio Grande do Sul a partir da base de dados do SINAN/RS no período de 2010 e 2011. Foram avaliados um total de 6.168 registros, conforme a ficha padrão de notificação de hepatites virais usada pelo sistema de notificação. Foram descritas no estudo as variáveis demográficas, as variáveis relacionadas aos antecedentes epidemiológicos da hepatite C e as condições associadas, em especial a coinfecção pelo HIV. Depois de descritas e comparadas, as variáveis foram submetidas à análise bivariada e análise de regressão logística Os resultados apontaram uma maior prevalência da infecção e do genótipo 1 do VHC em homens quando comparado com as mulheres. O uso de drogas, destaca-se como um dos principais fatores de risco associado a infecção pelo HIV em pacientes coinfectados, bem como a baixa escolaridade. / In Brazil, despite the increasing governmental effort to combat and prevent infectious disease, viral hepatitis represents a significant problem in health care. The infection caused by hepatitis C engender sever problems for its carriers, and may take them to develop cirrhosis and hepatocellular carcinoma, in addition to higher public cost with treatment. The knowledge about the epidemiological scenario of hepatitis C and the infection associated factors are very important to subsidize the decision-making in politics that involves the care line and the assistance network for this harm. This research aimed to describe the epidemiological profile of individuals notified with hepatitis C in Rio Grande do Sul state according to the data base from SINAN/RS from 2010 to 2011. 6168 records were evaluated, according to the notification for hepatitis C standard form used by the notification system. The demographic variables, the variables related to hepatitis C epidemiological background and the conditions associated to the disease, specially the coinfection with HIV, were described on the study. After the description, the variables were submitted to bivariate analysis and logistic regression analysis. The results show a higher prevalence of infection and the genotype 1 of HCV in men when compared to women. The use of drugs stands out as the main risk factor related to HIV infection in coinfected patients, as much as low schooling.

Page generated in 0.0654 seconds