• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 3265
  • 53
  • 51
  • 51
  • 50
  • 45
  • 38
  • 16
  • 16
  • 13
  • 13
  • 12
  • 12
  • 7
  • 6
  • Tagged with
  • 3390
  • 1967
  • 741
  • 599
  • 580
  • 571
  • 504
  • 492
  • 475
  • 467
  • 411
  • 386
  • 348
  • 346
  • 345
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O negligenciado caráter interacional da violência na escola : situações de violência dentro e fora de uma escola em Ceilândia / The neglected interactional character of violence in school : situations of violence inside and outside a school in Ceilândia

Mota, Daniel Luiz de Carvalho 20 October 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, Programa de Pós-Graduação em Sociologia, 2016. / Submitted by Camila Duarte (camiladias@bce.unb.br) on 2017-01-13T20:46:12Z No. of bitstreams: 1 2016_DanielLuizdeCarvalhoMota.pdf: 723285 bytes, checksum: bfa16e560ed646135030e4960c12b411 (MD5) / Rejected by Ruthléa Nascimento(ruthleanascimento@bce.unb.br), reason: Altere as informações adicionais, por favor? As que constam nos metadados não correspondem ao documento. on 2017-02-13T19:15:31Z (GMT) / Submitted by Camila Duarte (camiladias@bce.unb.br) on 2017-02-14T15:43:29Z No. of bitstreams: 1 2016_DanielLuizdeCarvalhoMota.pdf: 723285 bytes, checksum: bfa16e560ed646135030e4960c12b411 (MD5) / Approved for entry into archive by Ruthléa Nascimento(ruthleanascimento@bce.unb.br) on 2017-02-16T15:48:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_DanielLuizdeCarvalhoMota.pdf: 723285 bytes, checksum: bfa16e560ed646135030e4960c12b411 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-02-16T15:48:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_DanielLuizdeCarvalhoMota.pdf: 723285 bytes, checksum: bfa16e560ed646135030e4960c12b411 (MD5) / O discurso acerca da crise na escola pública brasileira – que parecia uma retórica superada, pelo menos do ponto de vista da pesquisa acadêmica – vem se constituindo como um tema cada vez mais recorrente no imaginário social brasileiro, principalmente depois da crise institucional iniciada em 2013. Tal discurso considera o caráter público da escola como principal causa da maioria dos problemas educacionais, dentre os quais a violência na escola. Contradizendo esse discurso, muitas pesquisas no campo da violência na escola vêm realizando trabalhos de campo, ampliando o conjunto de dados empíricos acerca do problema, ainda que de forma isolada do ponto de vista da abordagem. Quando desenvolvem suas análises, enfocam professores, gestores ou, em menor medida, estudantes como ponto de vista. A presente pesquisa propõe que entendamos a violência na escola através de uma abordagem que possibilite pormos em diálogo metodológico esses sujeitos, ao enfocarmos o caráter da violência na escola até então negligenciado nas pesquisas, o interacional. Meu objeto são as situações de violência que se manifestam em uma escola – e em seu entorno social – pública de Ceilândia (o Centro de Ensino Fundamental 20). Situações de violência são aqui entendidas como episódios de violência que podem ser relacionados a contextos ritualizados de interação, discerníveis através do padrão de interação sob o qual se configuram. Nesse sentido, apresento uma tipologia das situações de violência que se manifestam no CEF 20, compreendidas através da oposição em que os sujeitos se colocam quando interagindo em situações de violência na escola. E também a tentativa de compreender o trajeto que algumas dessas situações de violência descrevem ao ultrapassar os muros da escola, para dentro ou para fora, discernindo o efeito que o entorno social exerce sobre a escola, mas também o efeito escola exercido por ela sobre seu entorno. / This speak of the crisis of the Brazilian public school which seemed an antiquated rhetoric, at least from the point of view of academic research is becoming an increasingly recurrent theme in the social imaginary Brazilian, especially after the institutional crisis that began in 2013.Such discourse the public nature of the school as the main cause of most educational problems arise, including violence at school. Contradicting this speech, much research in the field of school violence have been conducting fieldwork, expanding the empirical data set by the problem, although in isolation from the point of view of the approach. In the development of some research in the field of violence in school, focus on teachers, administrators or lesser extent, students and research unit. This research seeks to understand violence in schools through an approach that allows the methodological dialogue put in these issues, we focus on the nature of school violence hitherto neglected research, interaction. My goal is violent situations that occur in school and in their social environment public Ceilândia of (Elementary School Center-CEF 20). The situations of violence is understood here as episodes of violence that may be related to ritual contexts of interaction, discernable through the pattern of interaction under which they are configured. In this regard, I present a typology of situations of violence that occur in the CEF 20, understood by the opposition in which subjects are placed to interact in situations of violence in school. And also try to understand how some of these situations of violence described to overcome the walls of the school, inside or outside, to discern the sense that the social environment is in school, but the effect exerted by the school in its surroundings.
2

Vivências de situações de violências por crianças e adolescentes de 11 a 18 anos moradoras do Recanto das Emas, Distrito Federal

Ribeiro, Iglê Moura Paz 13 May 2015 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2015. / Submitted by Guimaraes Jacqueline (jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2015-11-18T11:24:10Z No. of bitstreams: 1 2015_IgleMouraPazRibeiro.pdf: 1320518 bytes, checksum: 8b90c161b6cdd533808ffc43e6db4d6d (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2015-12-04T12:07:48Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_IgleMouraPazRibeiro.pdf: 1320518 bytes, checksum: 8b90c161b6cdd533808ffc43e6db4d6d (MD5) / Made available in DSpace on 2015-12-04T12:07:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_IgleMouraPazRibeiro.pdf: 1320518 bytes, checksum: 8b90c161b6cdd533808ffc43e6db4d6d (MD5) / Objetivo: Dimensionar e conhecer, de maneira exploratória e descritiva, as situações de violências vividas por crianças e adolescentes de 11 a 18 anos nos cenários de escolas públicas. Métodos: Pesquisa de delineamento transversal, com amostra aleatória de grupo de crianças provenientes de escolas públicas localizadas na região administrativa do Recanto das Emas, Brasília (DF). Foi aplicado o questionário Child Abuse Screening Tool Children’s Version a 368 crianças entre 11 e 18 anos aleatoriamente selecionadas. As modalidades de violência analisadas foram abusos físicos, psicológicos e sexuais. Resultados: Foi frequente a fragmentação do núcleo familiar, com menos de 50% das crianças morando com ambos os genitores, bem como o sentimento de insegurança nas escolas associado a alta prevalência de violência física (85,4%), relacionada a violência psicológica (62,5%) e à violência de cunho sexual (34,7%). Conclusão: Houve alta prevalência das várias formas de violências no ambiente familiar e escolar dessas crianças e adolescentes. Tanto no Brasil, como em pesquisas internacionais, observou-se a prática da violência contra crianças adolescentes. / Objective: To measure and to know, in a exploratory and descriptive way, the situations of violence experienced by children and adolescents between 11 and 18 years in public schools. Methods: A cross-sectional study with a random sample group of children from public schools located in the administrative region of Recanto das Emas, Brasilia (DF). The questionnaire Child Abuse Screening Tool Version was applied to 368 children aged between 11 and 18 years randomly selected. The modalities of violence analyzed were abuses of physical, psychological and sexual nature. Results: The fragmentation of the nuclear family was frequent, with less than 50% of children living with both parents; as well as the feeling of insecurity in schools associated with high prevalence of physical violence (85.4%), related to psychological violence (62.5%) and violence of a sexual nature (34.7%). Conclusion: There was a high prevalence of various forms of violence in the family and school environment of these children. Both in Brazil and in international research, we observed the practice of violence against children adolescents.
3

A trama da violência na escola

Costa, Eloisa Helena de Campos 29 December 1993 (has links)
Submitted by Estagiário SPT BMHS (spt@fgv.br) on 2012-03-05T14:07:56Z No. of bitstreams: 1 000062796.pdf: 8864110 bytes, checksum: e47fa96c8fd5c194c5cecb369d3822a1 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-03-05T14:08:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000062796.pdf: 8864110 bytes, checksum: e47fa96c8fd5c194c5cecb369d3822a1 (MD5) Previous issue date: 1993 / Nesse trabalho se analisa o tratamento dado à violência no espaço escolar, bem como a relação entre a violência que se expressa dentro e fora daquele ambiente. Parte-se de um estudo realizado numa escola pública da rede estadual de Duque de caxias - RJ, município onde elevados índices de criminalidade e violência são revelados pelos indicadores das pesquisas. Tem como pressuposto uma compreensão da violência como uma rede na qual se entrelaçam diversos fatores que abrangem os campos da vida individual e social. Dentro dessa concepção, a manifestação de violência na escola é vista como articulada às outras formas de violência existentes na sociedade, o que representa também colocar a escola ao mesmo tempo como agente e vítima da violência. Se por um lado, a violência aparece como uma preocupação no cotidiano do trabalho pedagógico, por outro lado, a enorme complexidade desse problema e a assustadora realidade, em princípio, levam a uma negação da mesma, limitando as possibilidades de enfrentamento. Verificou-se que , além do grau de subjetividade que envolve o próprio tcono, do tabu que se cria a seu redor, da redução da sua compreensão ao seu aspecto fisico e da concepção ideológica que se tem da instituição escolar, a naturalidade que vem se processando frente à violência é um dos principais elementos que contribuem para essa negação. Perante um contexto tão grave, qualquer prática de violência por parte da escola passa a ser considerada normal, natural, o que vai concorrer conseqüentemente para a sua legitimação. Diante dessa dura realidade que ameaça e faz com que se evite a sua constatação, tem-se como desafio a definição de uma proposta pedagógica que inclua o reconhecimento desse conteúdo, buscando entender a criança construída / destruída nesse espaço. Contrapondo-se a essa convivência com a dor e com a morte, há resistências e expressões de luta pela vida, que deverão sustentar toda uma pedagogia a ser inventada, num processo coletivo, constituindo-se num agenciamento do desejo de prazer e de viver.
4

Avaliação da qualidade das informações sobre óbitos por causas externas no município de Fortaleza-CE / Assessing the quality of information about deaths from external causes in the city of Fortaleza-CE

Messias, Kelly Leite Maia de January 2014 (has links)
MESSIAS, Kelly Leite Maia de. Avaliação da qualidade das informações sobre óbitos por causas externas no município de Fortaleza-CE. 2014. 157 f. Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2014. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-07-28T13:01:21Z No. of bitstreams: 1 2014_tese_klmmessias.pdf: 3013537 bytes, checksum: ff95c764c16852f3afbadadd443f1bfa (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-07-28T13:02:06Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_tese_klmmessias.pdf: 3013537 bytes, checksum: ff95c764c16852f3afbadadd443f1bfa (MD5) / Made available in DSpace on 2014-07-28T13:02:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_tese_klmmessias.pdf: 3013537 bytes, checksum: ff95c764c16852f3afbadadd443f1bfa (MD5) Previous issue date: 2014 / The Health Information System on Mortality appropriates information to assess the health status of human populations and direct measures for equitable health care. Therefore, this system, not far from the others, must have quality information, which can be evaluated by two parameters: the validity and reliability of its health indicators. Several studies were conducted in Brazil over the last 20 years demonstrating weaknesses in the evaluation processes of this system. The present study aims to evaluate the quality of the record of mortality information for victims of external causes in 2010 in Fortaleza, Ceará. This is a cross-sectional study, which included all death certificates, from residents of Fortaleza, reported by the state’s Medical Examiner office where the underlying causes were identified in Chapter XX, the International Classification of Diseases (ICD- 10). The number of deaths recorded in the state Mortality Database and the amount of deaths identified in medical examiner’s office records were compared. We also compared encodings for basic causes of death; the risk factors linked to the leading cause of death (aggression), and we analyzed the quality of the records and performed a Spatial Analysis of deaths from aggression/assault. Data were tabulated in EpiInfo for Windows, version 3.5.4 and analyzed in STATA 12. Kappa was used as a measure of agreement. Results indicated underreporting of 67 deaths, with 2,109 deaths resulting final sample. The correlation between the medical examiner and the population registry had a kappa of 0.069. The following risk factor were identified in a logistic regression for death by aggression/assault: being a teenager (adjusted OR: 18.44, 95% CI from 9.57 to 35.54 ), being male ( adjusted OR : 2.83 , CI 95 % from 1.92 to 4.19 ), not having marital bond ( adjusted OR : 1.58 , 95% CI from 1.14 to 2.18 ) and occurrence of low- income neighborhood ( adjusted OR : 5.13 95% CI from 2.13 to 12.36 ); most variables showed low completeness and the indicator Kernel identified "hot areas" in the distribution of the occurrences of assaults among neighborhoods in Fortaleza. / O Sistema de Informação sobre Mortalidade se apropria de informações para avaliar o estado de saúde das coletividades humanas e orientar medidas de saúde equânimes. Para tanto, este Sistema, não distante dos demais, deve dispor de informações de qualidade, que podem ser avaliadas a partir de dois parâmetros: a validade e a confiabilidade de seu indicador de saúde. Vários estudos foram realizados no Brasil nos últimos 20 anos demonstrando fragilidades nos processos avaliativos deste Sistema. O presente estudo tem como objetivo principal avaliar a qualidade do registro de informação sobre mortalidade para as vítimas de causas externas do ano de 2010 no município de Fortaleza-Ceará. Trata-se de um estudo transversal, no qual foram selecionadas todas as Declarações de Óbito advindas da Perícia Forense do Ceará cujas causas básicas foram identificadas no capítulo XX, da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), 2010, de residentes de Fortaleza. Foram comparados o quantitativo de óbitos registrado no Sistema de Mortalidade oficial e o quantitativo de óbitos identificados na Perícia Forense do Ceará. Também foram comparadas as codificações de causas básicas do óbito; os fatores de risco ligados à principal causa de morte (Agressões) e foi analisada a qualidade dos registros de todos os campos juntamente à Análise Espacial de local de ocorrência dos óbitos por Agressões. Os dados foram tabulados no programa EpiInfo for Windows, versão 3.5.4 e analisados no STATA 12. Foi utilizado o Kappa como medida de concordância. Os Resultados indicaram subnotificação de 67 óbitos, gerando amostra final 2.109 óbitos; a concordância entre as codificações pesquisa-oficial apresentou Kappa de 0.069; foi considerado, no modelo final de regressão logística, como risco às Agressões pertencer às categorias: adolescente (OR ajustada: 18,44; I.C.95% entre 9,57- 35,54); masculino (OR ajustada: 2,83; I.C.95% entre 1,92- 4,19); não ter vínculo conjugal (OR ajustada: 1,58; I.C.95% entre 1,14- 2,18) e bairro de ocorrência de renda menor (OR ajustada: 5,13; I.C.95% entre 2,13- 12,36); a maioria das variáveis apresentou completitude baixa e o indicador Kernel indicou “áreas quentes” na distribuição dos bairros de ocorrências de Agressões em Fortaleza-CE.
5

Violência contra a mulher e política pública de saúde: as contradições nos serviços de assistência à mulher vítima de violência sexual

Jeane de Santana, Adriana 31 January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:14:09Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo283_1.pdf: 3471920 bytes, checksum: 11fc9ab11da1d747c87189a40a2ad6bd (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2010 / Universidade de Pernambuco / Este trabalho tem como objetivo analisar as contradições presentes na formulação da política pública de saúde voltada ao enfrentamento da violência sexual contra mulheres e sua objetivação no âmbito do serviço público de saúde. Estamos compreendendo saúde como o resultado das condições de vida dos indivíduos, e enfatizando a categoria trabalho como fundante do ser social, portanto, violência como a negação desta condição ontológica, bem como a influência das categorias gênero, raça e classe nas formas de adoecimento e morte das pessoas. Dentre essas formas a violência contra a mulher e sua recente inclusão na agenda pública de saúde. A análise foi realizada a partir de documentos oficiais, nossa experiência de oito anos na unidade de saúde estudada, e das falas dos/das profissionais de saúde que atuam no programa de assistência a mulheres vítimas de violência sexual em foco neste estudo. Concluímos que apesar dos avanços conquistados quanto ao enfrentamento à violência contra a mulher, as ações de saúde têm sido desenvolvidas sob o signo da medicalização da questão. As contradições postas nesse enfrentamento localizam-se no campo de lutas contínuas para ampliar práticas de saúde reducionistas, no entanto, a transformação das desigualdades geradoras da violência exige uma transformação nas relações de produção/reprodução social constitutivas do capitalismo e, portanto, a superação dessa questão não se dá pela emancipação política, mas, humana
6

A mediação escolar como experiência preventiva e de redução da violência: a vivência do Observatório da Pacificação Social da Universidade Federal da Bahia

Rodrigues, Maria Victória Braz Borja January 2014 (has links)
Submitted by Ana Valéria de Jesus Moura (anavaleria_131@hotmail.com) on 2016-07-21T18:28:16Z No. of bitstreams: 1 Dissertação Final - Maria Victória Braz Borja Rodrigues.pdf: 1645535 bytes, checksum: 7742e48b409f3cef2c958fba54832221 (MD5) / Approved for entry into archive by Ana Valéria de Jesus Moura (anavaleria_131@hotmail.com) on 2016-07-21T18:29:54Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação Final - Maria Victória Braz Borja Rodrigues.pdf: 1645535 bytes, checksum: 7742e48b409f3cef2c958fba54832221 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-07-21T18:29:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação Final - Maria Victória Braz Borja Rodrigues.pdf: 1645535 bytes, checksum: 7742e48b409f3cef2c958fba54832221 (MD5) / Esta dissertação analisa a implantação do modelo experimental de intervenção “Mediação Escolar em Pauta” no Colégio Estadual Gentil Paraíso Martins e no Colégio Modelo Hildécio Antônio Meireles, localizados no interior da Bahia. Este projeto foi desenvolvido no bojo das atividades do Observatório da Pacificação Social, Programa de Pesquisa e Extensão da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Estado da Bahia. O objetivo do presente estudo consiste na perscrutação das práticas comunicativas e de resolução consensual de conflitos utilizadas no contexto escolar enquanto estratégias de prevenção e redução da violência. As questões atinentes à insegurança pública e violência no âmbito escolar demandam ações preventivas e de contenção dos males causados. A problemática deste trabalho investiga a mediação como meio eficaz de resolução dos conflitos escolares e propagador de uma cultura de paz. O capítulo primeiro examina as noções históricas e conceituais da mediação escolar e da dinâmica da violência, bem como as formas usuais de combate a esta mazela social. O segundo capítulo descreve a implantação do projeto “Mediação Escolar em Pauta”, a fim de proporcionar a replicação deste modelo inicial em quaisquer instituições de ensino para que haja precaução contra as ações violentas nas escolas, o desrespeito coletivo e a inabilidade dialógica da comunidade específica. O último capítulo, por seu turno, esclarece a percepção da violência nas escolas contempladas pelo Projeto, aprecia os diagnósticos e resultados alcançados mediante a abordagem qualitativa e quantitativa características da triangulação metodológica, arrematando-se a discussão com a validação da mediação escolar enquanto novo paradigma educacional. Nesse sentido, por meio da análise dos dados, concluiu-se pela confirmação de que a implantação do projeto “Mediação Escolar em Pauta” proporcionou resultados sólidos e favoráveis à pacificação social, difundindo-se uma cultura de paz nos espaços contemplados.
7

Autores de violência doméstica e familiar : um estudo sobre um grupo de reflexão no Paranoá/ DF

Monteiro, Anita Cunha 08 April 2014 (has links)
Submitted by Lityz Ravel (lityzhendrix@gmail.com) on 2014-08-28T18:43:49Z No. of bitstreams: 1 2014_AnitaCunha Monteiro.pdf: 1397734 bytes, checksum: 9e45dcfc82f7fb5ebb2a4584c35722b0 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2014-08-28T19:27:40Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_AnitaCunha Monteiro.pdf: 1397734 bytes, checksum: 9e45dcfc82f7fb5ebb2a4584c35722b0 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-08-28T19:27:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_AnitaCunha Monteiro.pdf: 1397734 bytes, checksum: 9e45dcfc82f7fb5ebb2a4584c35722b0 (MD5) / O presente trabalho é resultado de uma pesquisa sobre um grupo de reflexão exclusivo para os homens autores de violência doméstica e familiar, realizada no Núcleo de Atendimento à Família e aos Autores de Violência Doméstica – NAFAVDs no Paranoá/DF. O grupo é formado, inicialmente, por dez homens que respondem a processos tipificados pela Lei Maria da Penha e implementado por duas profissionais da psicologia. O objetivo geral da pesquisa foi analisar o potencial do grupo para mudança de valores dos autores de violência doméstica e familiar. Assim, o enfoque analítico foi sobre os homens, mas também se considerou a proposta das profissionais, implementadoras dessa política pública distrital, desenvolvida pela Secretaria de Política para a Mulher no Distrito Federal. O material utilizado foi construído a partir de análise dos prontuários dos homens, observação in loco das 12 sessões do grupo, entrevistas realizadas com sete homens que concluíram o atendimento, duas psicólogas e a promotora de Justiça atuante no Paranoá/DF. A metodologia utilizada foi tipicamente qualitativa, baseada na identificação de “núcleos de sentido”, buscando responder à seguinte pergunta: qual a proposta dos grupos de reflexões para autores de violência doméstica e familiar contra as mulheres no Paranoá/DF? Algumas considerações apontam para a compreensão do grupo enquanto alternativa penal e instrumento de enfrentamento à violência contra as mulheres. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / This work is a result of a research about a reflective group for male perpetrators of domestic violence against women, held at the Núcleo de Atendimento à Família e ao Autor de Violência - NAFAVDs in Paranoá-DF. The group is formed initially by ten men, which respond to processes typified by Maria da Penha Law and is implemented by two psychologies. The overall objective of this research was to analyze the potential of the group to change values of perpetrators of domestic and family violence. Thus, the analytical focus was on men, but it was also considered the proposal professional’s, Department of Politics for Women in the Federal District’s services. The material used was built from analyzing the charts of men, on observation of 12 group sessions, and interviews with seven men who completed treatment, the two psychologists and the representing of parquet in Paranoá/DF. The methodology used was typically qualitative, based on the identification of "core meaning", seeking to respond following question: What the proposal of the reflective groups for perpetrators of domestic and family violence against women in Paranoá/DF? Some considerations point to understanding the group as a penal alternative end a violence against women combat tool. ______________________________________________________________________________ RESUMÉ / Ce travail est le résultat d'une recherche sur un groupe de réflexion unique pour les hommes auteurs de violence domestique, qui s'est tenue au Núcleo de Atendimento à Família e ao Autor de Violência Doméstica e Familiar – NAFAVD dans Paranoá/DF. Le groupe est formé initialement par dix hommes, qui répondent à des processus caractérisés par le loi "Maria da Penha" et mis en oeuvre par deux psychologues. L'objectif global de la recherche était d'analyser le potentiel du groupe pour modifier les valeurs des auteurs de violence conjugale et familiale. Ainsi, la mise au point analytique était sur les hommes, mais aussi examiné la proposition de professionnels, quartier la mise en oeuvre de cette politique, développé par le Département de la politique pour les femmes dans le District fédéral. Le matériau utilisé a été construit à partir de l'analyse des parlers des hommes, l'observation sur place de 12 séances de groupe et des entrevues avec sept hommes qui ont terminé le traitement, deux psychologues et une représentante du Parquet du Paranoá/DF. La méthodologie utilisée est généralement qualitative, basée sur l'identification de «sens profond», en cherchant à répondre à la question suivante: Quel est la proposition des groupes de réflexions pour les auteurs de violence familiale à contre les femmes dans Paranoá/DF? Quelques considérations sont soulignent pour la compréhension du groupe comme instrument du alternative pénal et du lutte contre la violence contre les femmes.
8

A (in) visibilidade da violência conjugal psicológica contra a mulher na produção científica brasileira em psicologia

Fontes, Giordana Calvão 30 August 2017 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2018-01-03T15:52:36Z No. of bitstreams: 1 2017_GiordanaCalvaoFontesSantanadeOliveira.pdf: 665459 bytes, checksum: b319a881441085201fc6815dedad2ab8 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-03-02T18:54:54Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_GiordanaCalvaoFontesSantanadeOliveira.pdf: 665459 bytes, checksum: b319a881441085201fc6815dedad2ab8 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-03-02T18:54:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_GiordanaCalvaoFontesSantanadeOliveira.pdf: 665459 bytes, checksum: b319a881441085201fc6815dedad2ab8 (MD5) Previous issue date: 2018-03-02 / A violência psicológica é muitas vezes ignorada no contexto das violências perpetradas contra a mulher no âmbito doméstico-conjugal. Ao não deixar marcas aparentes e nem cicatrizes visíveis no corpo da pessoa agredida, tanto a sociedade, como os agressores, as famílias e, até mesmo as próprias vítimas, têm dificuldade de percebê-la e nomeá-la. Esse tipo de violência foi claramente tipificado pela Lei Maria da Penha (Art.7°, inciso II), entretanto, ainda é de difícil reconhecimento na prática. Esta invisibilidade ocorre também no meio acadêmico e científico, que ao tratar sobre a temática da violência conjugal contra a mulher, costuma se concentrar nas modalidades de violência física e sexual. Esse tipo de violência, contudo, causa grande sofrimento emocional para as vítimas, com prejuízos para a sua autoestima e o desenvolvimento de diversas psicopatologias e transtornos mentais, como a Depressão e o Transtorno de Estresse Pós-Traumático. Além disso, a violência psicológica costuma estar presente e, muitas vezes, anteceder as outras formas de violência que a mulher pode vir a sofrer na relação conjugal. Este trabalho consiste em uma revisão sistemática de literatura e tem por objetivo verificar a produção científica brasileira, na área da psicologia, sobre a violência conjugal psicológica contra a mulher, nos últimos 10 anos – entre 2006 e 2016. Os resultados desta pesquisa demonstram, entretanto, que a produção nacional sobre o tema ainda é muito incipiente. Foram encontradas apenas oito pesquisas - cinco artigos e três dissertações – que contemplavam os critérios de inclusão pré- estabelecidos. Este fato demonstra a urgência e a importância em se ampliar os estudos nesta área. / Psychological violence is often ignored in the context of domestic violence against women. Because of the fact that there are no visible marks or scars visible on the body of the person being attacked, both society and aggressors, families and even the victims themselves have difficulty on perceive and name it. This type of violence was clearly typified by the Maria da Penha Law (Art.7, item II), however, it is still difficult to recognize in practice. This invisibility also occurs in the academic and scientific research, which, when dealing with the issue of conjugal violence against women, usually focuses on the modalities of physical and sexual violence. This type of violence, however, causes great emotional distress for the victims, with damage to their selfesteem and the development of several psychopathologies and mental disorders, such as depression and PTSD (Post-Traumatic Stress Disorder). In addition, psychological violence is often present and often precedes other forms of violence that women may experience in the marital relationship. This work consists of a systematic review of literature and aims to verify the brazilian scientific production on psychology studies, about psychological violence against women in conjugality, in the last 10 years - between 2006 and 2016. The results of this research demonstrate, however, that the national production on the subject is still very incipient. Only eight surveys – five articles and tree dissertations – were found that include pre-established inclusion criteria. This fact demonstrates the urgency and importance of expanding studies in this area.
9

Violência de gênero : proposta de acolhimento em centros universitários de atendimento á saúde

Souza, Viviam Mara Pereira de January 2017 (has links)
Orientadora: Profª Drª Liliana Muller Larocca / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 22/06/2017 / Inclui referências : f.101-111 / Resumo: Esta dissertação abordou a Violência de Gênero na perspectiva de uma comunidade universitária, tendo como objetivo elaborar uma proposta de acolhimento a pessoas submetidas a este tipo de Violência, atendidas nos Centros de Atendimento à Saúde de uma grande universidade pública do sul do país. Foi inspirada pela Teoria de Intervenção Práxica de Enfermagem em Saúde Coletiva (TIPESC), proposta por Egry (1996), que está ancorada no Materialismo Histórico Dialético (MHD). Foram utilizadas como categorias analíticas as Dimensões Estrutural, Particular e Singular do Fenômeno. Para fundamentação teórica, foi realizada uma revisão de literatura na temática da Violência sob o enfoque de Gênero e suas implicações no processo do cuidado, por meio de acolhimento, pela equipe multidisciplinar de saúde, considerando neste contexto a atuação da Enfermeira. Como embasamento para a construção conjunta da proposta de acolhimento, foram realizadas entrevistas com 38 participantes, divididos em dois grupos: servidores e usuários dos serviços escolhidos. Os dados foram coletados entre julho e setembro de 2016 e organizados com o apoio do Software webQDA®. Os resultados evidenciaram Categorias Empíricas (Códigos Árvore) e suas respectivas Subcategorias (Nós e Subnós), que foram descritas como: O Fenômeno "Violência de Gênero" (Orientação em relação ao tema e Conceituação: naturezas e grupos vulneráveis); Reconhecimento da Violência de Gênero nos Espaços Universitários (Violência percebida e/ou vivenciada nos espaços universitários e Desenvolvendo uma proposta de acolhimento - Preparo da Equipe; Estrutura e Rotinas do Serviço e Áreas de Atuação) e Subjetividades da Violência de Gênero (Expressão de sentimentos envolvidos). A Proposta de Intervenção se concretizou por intermédio da confecção de um Caderno de Orientações para os servidores da saúde dos Centros de Atendimento à Saúde Universitários, o qual será disponibilizado nos serviços, para servir de norteador das ações de acolhimento a pessoas submetidas à Violência de Gênero quando se fizer necessário. Palavras-chave: Violência. Gênero. Violência de Gênero. Acolhimento. Enfermagem. / Abstract: This dissertation approached Gender Violence from the perspective of a university community, aiming to elaborate a user embracement proposal for people subjected to this type of Violence, attended at the Health Care Centers of a large public university in the south of the country. It was inspired by the Theory of Practice Intervention in Collective Health Nursing (TIPESC), proposed by Egry (1996), which is anchored in Dialectical Historical Materialism (DHM). They were used as analytical categories for Structural Dimensions, Particular and Singular of the Phenomenon. For the theoretical foundation a literature review on the theme of Violence under the Gender approach and its implications in the care process, through a user embracement was made, by the multidisciplinary health team, considering the context of the action of the Nurse. As a basis for a joint construction of the user embracement proposal, interviews were conducted with 38 participants, divided into two groups: servers and users of the chosen services. The data were collected between july and september 2016 and organized with the support of the webQDA® Software. The results showed Empirical Categories (Tree Codes) and their respective Subcategories (Nodes and Subnodes), which are described as: The "Gender Violence" Phenomenon (Guidance in relation to the theme and Conceptualization: natures and vulnerable groups); Recognition of Gender Violence in University Spaces (Perceived and / or experienced violence in university spaces and Developing a user embracement proposal) and Subjectivities of Gender Violence (Expression of feelings involved). The Intervention Proposal was implemented by means of the preparation of a Guide Book for the health servants of the University Health Care Centers, which will be made available in the services, to serve as a guide for the actions of hosting people subjected to Gender Violence when it becomes necessary. Key Words: Violence. Gender. Gender Violence. User Embracement. Nursing.
10

Aspectos psicofisiológicos, percepção e memória emocional em mulheres vítimas de violência doméstica / Psychophysiological aspects, perception and emotional memory in women victims of domestic violence

Mozzambani, Adriana Cristine Fonseca [UNIFESP] 25 August 2010 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2015-07-22T20:49:27Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2010-08-25 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / Introdução: A violência contra a mulher no âmbito familiar tornou-se um grave problema de saúde pública face ao crescente número de tais atos em nossa sociedade. Desta forma, interessou-nos compreender tal fenômeno por meio do presente estudo, pois a violência contra a mulher resulta em prejuízos físicos, cognitivos e emocionais ao longo dos anos. Objetivos: Avaliar a percepção, as reações psicológicas e fisiológicas e a representação cerebral (memória) de eventos emocionalmente negativos, positivos e neutros em 17 mulheres vítimas de violência doméstica, a fim de investigar a experiência emocional nesta população, comparadas a 17 mulheres de grupo controle. Métodos: Os estímulos empregados foram selecionados do conjunto de figuras com conteúdo emocional (IAPS), e as respostas fisiológicas de condutância da pele e freqüência cardíaca foram medidas pré-teste (medida basal) e durante a apresentação dos estímulos emocionais. Os aspectos psiquiátricos foram avaliados através de escalas de depressão e de ansiedade de Beck, de sintomas do transtorno de estresse pós-traumático (PCLC) e questionário de experiências dissociativas peri - traumáticas. Já a memória foi avaliada através de testes de recordação livre e reconhecimento dos estímulos emocionais. Resultados: Os resultados mostraram que as mulheres avaliadas apresentaram alta morbidade psiquiátrica, pois 89% demonstrou sintomas depressivos, 94% sintomas de ansiedade, 88% experiências dissociativas peritraumáticas no momento de exposição ao evento traumático ou logo após e 76% sintomas de transtorno do estresse pós - traumático. Quanto à percepção subjetiva foi observado que as mulheres vítimas de violência doméstica (VD) apresentaram alterações em termos de apreciação (agradável/desagradável), ou seja, as figuras de alto alerta com conteúdos sexuais foram consideradas como menos agradáveis por estas do que pelo grupo controle. Também houve alteração referente às figuras neutras, as quais foram consideradas mais agradáveis pelas mulheres vítimas de VD do que pelo grupo controle. No que se refere à memória emocional, pudemos observar uma tendência das mulheres vítimas de VD em lembrar menos figuras dos estímulos do IAPS. Nos aspectos fisiológicos observamos que a diferença entre os grupos esteve na quantidade e reação da freqüência cardíaca para respostas do tipo falso positivo (ou seja, no teste de reconhecimento dizer que viu figuras que na verdade não haviam visto). Houve uma tendência do grupo VD a cometer menos erros para as figuras com conteúdo de violência doméstica e uma tendência de serem mais rápidas no tempo de reação para reconhecer figuras agradáveis de alto alerta e de violência doméstica. Conclusão: Pudemos observar que as mulheres vítimas de violência doméstica crônica apresentaram alta freqüência de sintomas de transtornos psiquiátricos, levando o organismo a sair do estado de homeostase, com alterações permanentes em sistemas cognitivos mais complexos. Houve alteração da freqüência cardíaca e da percepção, demonstrada através do fato de terem ficado mais atentas e reagirem mais rapidamente aos estímulos negativos, levando o organismo ao estado de alerta constante, e, portanto, ao desenvolvimento de várias comorbidades. Devido exposição crônica ao estresse ocorreram déficits significativos na memória emocional. / CNPq: 136523/2008-0 / TEDE / BV UNIFESP: Teses e dissertações

Page generated in 0.0521 seconds