• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1028
  • 276
  • 32
  • 21
  • 12
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1394
  • 581
  • 499
  • 286
  • 253
  • 190
  • 166
  • 163
  • 162
  • 152
  • 142
  • 131
  • 121
  • 120
  • 113
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Uma aplicação de painel dinâmico com variável Threshold para a proporção de pobres dos estados brasileiros

Matos, Samuel Saymon de Morais January 2011 (has links)
MATOS, Samuel Saymon de Morais. Uma aplicação de painel dinâmico com variável Threshold para a proporção de pobres dos estados brasileiros. 2011. 39f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Fortaleza-Ce, 2011. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2016-04-06T20:32:52Z No. of bitstreams: 1 2011_dissert_ssmmatos.pdf: 855013 bytes, checksum: 0d0eee289a29a1df86f0b8ea5318e679 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2016-04-06T20:33:04Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_dissert_ssmmatos.pdf: 855013 bytes, checksum: 0d0eee289a29a1df86f0b8ea5318e679 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-04-06T20:33:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_dissert_ssmmatos.pdf: 855013 bytes, checksum: 0d0eee289a29a1df86f0b8ea5318e679 (MD5) Previous issue date: 2011 / The aim of this study is to investigate the convergence of poverty headcount poverty (P0) in nineteen Brazilian states plus the Federal District. To this end, adjustments have been made from two different models of per capita income in a dynamic panel. The first is a linear model developed by Evans and Karras (1996) and the second is a nonlinear model with the threshold variable of Beyaert and Camacho (2008). The selected states were Piauí, Maranhão, Ceara, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Espirito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul and the Federal District. To increase the efficiency of the tests and in order to find possible convergence clubs, the states have been divided in two groups: the non-Northeast and Northeast. According to the tests, neither the northeastern states converge nor does the group of other states converge. In both cases the linear model is preferred to non-linear. For the group with all the states, the non-linear model is the most suitable. The empirical results for this group concluded in favor of absolute convergence among selected states. / A finalidade deste trabalho é avaliar convergência da proporção de pobres (P0) em dezenove estados brasileiros mais o Distrito Federal. Para tanto, são feitas adaptações de dois modelos de renda per capita em painel dinâmico que realizam testes de convergência. O primeiro é um modelo linear desenvolvido por Evans e Karras (1996) e o segundo é um modelo não-linear com variável limiar (threshold) de Beyaert e Camacho (2008). Os estados selecionados foram Piauí, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e mais o Distrito Federal. Para aumentar a eficiência dos testes e com a finalidade encontrar possíveis clubes de convergência, os estados foram divididos em dois grupos: os nordestinos e os não-nordestinos. De acordo com os testes, nem os estados nordestinos convergem e nem o grupo dos outros estados convergem. Nos dois casos o modelo linear é preferido ao não linear. Já para o grupo com todos os estados juntos, o modelo não-linear é o escolhido como mais adequado. Os resultados empíricos encontrados para este grupo concluem em favor de convergência absoluta entre os estados selecionados.
2

Integração de mercados, sustentabilidade da dívida e pobreza: três ensaios de modelos para dados em painel

Tabosa, Francisco José Silva January 2010 (has links)
TABOSA, Francisco José Silva. Integração de mercados, sustentabilidade da dívida e pobreza: três ensaios de modelos para dados em painel. Tese (Doutorado). Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Fortaleza, 2011. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2011-08-16T22:43:43Z No. of bitstreams: 1 Tese Francisco José Silva Tabosa.pdf: 500907 bytes, checksum: 295ec2f946aa0002b20164966be46a96 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2011-08-16T22:43:57Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Tese Francisco José Silva Tabosa.pdf: 500907 bytes, checksum: 295ec2f946aa0002b20164966be46a96 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-08-16T22:43:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tese Francisco José Silva Tabosa.pdf: 500907 bytes, checksum: 295ec2f946aa0002b20164966be46a96 (MD5) Previous issue date: 2010 / The use of panel data in economic studies becomes increasingly constant, because it has more advantages than pure medium cross-section or pure time series. Thus obtain more efficient econometric estimates. Another important point arises from the possibility to isolate the effects of specific actions, treatments or policies in General. In this sense, this study seeks to examine three cases in the Brazilian economy using state data in the pane. In chapter I, to examine the existence of market integration Brazilian wholesaler, tomato using a dynamic Panel that allows effects thresholds (threshold) to test the hypothesis that the market convergence to the law of one price. The results support the hypothesis of integration between the main tomato and Brazilian markets in this process there is empirical evidence of transaction costs. In chapter II seeks to analyze the sustainability of the debt of Brazilian States after implementation of the law of fiscal responsibility (LRF) through fiscal response function of Government, this methodology developed by Bohn (2006). To this end, it was estimated econometric model for data on Panel with annual data for the period 2000-2008 for the stock of net debt and spending and revenue streams. The results show that the Brazilian States do not respond as expected to keep their debts sustainable. In chapter III, sought to analyse the effects of economic growth, inequality and the Bolsa Familia program (PBF) in poverty rates in Brazil. This was a model of dynamic Panel, estimated by the generalized method of moments for two-pass system, developed by Blundel-Bond (1998). The results show that spending on the bolsa família did not, in any of the models examined, impact on poverty. It was found that the average family income rises per capita as the reduction of inequality are statistically significant in combating poverty, whether in the proportion of poor or indigent ratio and that economic growth policies that promote increased income together with the reduction of their disparities are preferable to economic growth policies that favor simply increased incomes average in combating poverty in Brazil. / A utilização de dados em painel em estudos econômicos tem se tornado cada vez mais constante, em virtude de possuir mais vantagens do que meio de corte transversal puro ou série temporal pura. Permitindo, assim, obter estimativas econométricas mais eficientes. Outro ponto importante decorre da possibilidade de isolar os efeitos de ações específicas, tratamentos ou políticas em geral. Neste sentido, este estudo busca analisar três casos na economia brasileira utilizando dados estaduais em painel. No capítulo I, busca-se analisar a existência de integração no mercado atacadista brasileiro de tomate, utilizando um painel dinâmico que permite efeitos limiares (threshold) para testar a hipótese de convergência desse mercado para a Lei do Preço Único. Os resultados favorecem a hipótese de integração entre os principais mercados brasileiros de tomate e nesse processo há evidências empíricas de custos de transação. No capítulo II, pretende-se analisar a sustentabilidade da dívida dos estados brasileiros após a implementação da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) através da função da resposta fiscal do Governo, metodologia esta desenvolvida por Bohn (2006). Os resultados mostram que os estados brasileiros não respondem da forma esperada para manter suas dívidas sustentáveis. No capítulo III, busca-se analisar os efeitos do crescimento econômico, da desigualdade e do Programa Bolsa Família (PBF) nos índices de pobreza no Brasil. Para isso, utilizou-se um modelo de painel dinâmico, estimado pelo método de momentos generalizados para sistema em dois passos, desenvolvido por Blundel-Bond (1998). Os resultados mostram que os gastos com a bolsa família não apresentaram impacto sobre a pobreza e que políticas de crescimento econômico que promovam um aumento da renda em conjunto com a redução de suas disparidades são preferíveis a políticas de crescimento econômico que favoreçam pura e simplesmente o aumento da renda média no combate à pobreza no Brasil.
3

Sobre la pobreza: orígenes, cuentas y evolución en el Perú y el mundo

Garrido Koechlin, Juan José 20 April 2015 (has links)
El presente estudio intenta resumir el estado de la ciencia respecto a la pobreza, la desigualdad y las relaciones entre las mismas y otras variables, tomando como referencia el análisis histórico para el mundo y las cuentas específicas del Perú. Aprovechando la más reciente data (2007-2012), calculamos la elasticidad de la relación crecimiento económico-pobreza, así como estimamos las tasas de crecimiento necesarias para lograr el 15 por ciento de cuentas para el 2016.
4

Pobreza no estado do ceará urbano: uma análise multidimensional (2006-2013)

Pontes, Helda Araújo de Queiroz January 2015 (has links)
PONTES, Helda Araújo de Queiroz. Pobreza no estado do ceará urbano: uma análise multidimensional (2006-2013). 2015. 41f. Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Fortaleza - Ce, 2015. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2016-03-10T18:49:12Z No. of bitstreams: 1 2015_dissert_haqpontes.pdf: 232092 bytes, checksum: 335a658a9ff612c5514699a353c2b57f (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2016-03-10T18:49:34Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_dissert_haqpontes.pdf: 232092 bytes, checksum: 335a658a9ff612c5514699a353c2b57f (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-10T18:49:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_dissert_haqpontes.pdf: 232092 bytes, checksum: 335a658a9ff612c5514699a353c2b57f (MD5) Previous issue date: 2015 / This paper aims to present new perspectives for the understanding of multidimensional poverty in Ceará urban in the years 2006 to 2013 built by Bourguignon and Chakravarty (2003), which has been used a new alternative way to measure the multidimensionality of poverty. With data from the National Survey by Household Sampling (PNAD). The results of the six dimensions reduction in the proportion of multidimensional poor the Ceará urban population analyzed revealed a reduction of 26.31% in 2006 to 21.71% in 2013, the multidimensional poverty, as that presented a downward trend during the study period. It can be inferred that to reduce the multidimensional poverty Ceará urban population, one must adopt public policies aimed specifically at the dimensions that most impact poverty, namely: education, work and demographics, communication and information, and health. / A presente dissertação tem como propósito apresentar novas perspectivas para a compreensão da pobreza multidimensional no Ceará urbano do Brasil nos anos de 2006 a 2013. Foi utilizada uma metodologia construída por Bourguignon e Chakravarty (2003), na qual apresenta uma nova forma diferenciada de mensurar a multidimensionalidade da pobreza. Com dados retirados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD). Os resultados das seis dimensões analisadas revelaram uma redução de 26,31% em 2006, para 21,71% em 2013, da pobreza multidimensional, em que esta apresentou uma trajetória decrescente durante o período de estudo. Pode-se inferir que para reduzir a pobreza multidimensional da população urbana cearense, é necessário adotar políticas públicas direcionadas especificamente para as dimensões que mais impactam a pobreza, sendo elas: educação, trabalho e demografia, comunicação e informação, e saúde.
5

Crescimento pró-pobre no Brasil : impactos regionais

França, João Mário Santos de January 2010 (has links)
FRANÇA, João Mário Santos de. Crescimento pró-pobre: impactos regionais. 2010. 104f. Tese (Doutorado em Economia). Escola de Pós Graduação em Economia / Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2010. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2011-11-08T21:59:47Z No. of bitstreams: 1 2010_tese_jmsfrança.pdf: 472167 bytes, checksum: 4084860a2eab1d53863faad15afd8074 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2011-11-08T21:59:58Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_tese_jmsfrança.pdf: 472167 bytes, checksum: 4084860a2eab1d53863faad15afd8074 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-11-08T21:59:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_tese_jmsfrança.pdf: 472167 bytes, checksum: 4084860a2eab1d53863faad15afd8074 (MD5) Previous issue date: 2010 / This research was presented as a completion work for a PhD degree in Economics and brings together three papers in the area of growth. The first of them, uses the methodology developed by Kakwani, Khabdker and Son (2004) to analyze the existence of growth "pro-poor" in regions of Brazil from 1995 to 2005. We used as a support poverty measures: P(0), P(1) and P(2) and the GINI index. The results show that such policies have caused the greatest impact in the southern and southeastern of Brazil. The second paper develops three econometric models in Panel Data to calculate the income-poverty elasticity and inequality-poverty elasticity for geographic regions of Brazil, in a disaggregated way. For the estimations we used as measures the proportion of poor, the poverty gap and poverty gap squared. As was observed that the inequality-poverty elasticity is greater than the growth-poverty elasticity, the reduction in inequality measured by the GINI index is more sensitive to inequality rate’s falls than to the average income’s increments. At last, but not least, the third paper uses the methodology developed by Kraay (2004) to analyze the importance of each component of the growth “pro-poor” for the states of the regions of Brazil. In the northeast region the shifts in income have be en more significant in explaining the pro-poor growth when compared to inequality decreases. In the southeast region the lessening of inequality seems even more meaningful when compared to the northeast region. / Esta pesquisa científica foi apresentada como trabalho de conclusão do curso de Doutorado em Economia e reúne três artigos na área de crescimento. O primeiro deles utiliza a metodologia desenvolvida por Kakwani, Khabdker e Son (2004) para analisar a existência de crescimento “pró-pobre” nas regiões brasileiras nos anos de 1995 a 2005. Foram utilizados como suporte medidas de pobreza P(0), P(1) e P(2) e o índice de GINI. Os resultados apontam que tais políticas causaram maior impacto nas regiões Sul e Sudeste do Brasil. O segundo artigo desenvolve três modelos econométricos em Dados de Painel para calcular as elasticidades renda-pobreza e desigualdade-pobreza para as regiões geográficas do Brasil, de forma desagregada. Para as estimativas foram usadas as medidas de proporção de pobres,hiato da pobreza e hiato da pobreza ao quadrado. Como fora observado que a elasticidade desigualdade-pobreza é maior do que a elasticidade crescimento-pobreza, a redução de desigualdade medida pelo índice de GINI, é mais sensível a queda dos níveis de desigualdade do que no crescimento da renda média. Finalmente, o terceiro paper utiliza a metodologia desenvolvida por Kraay (2004), para analisar a importância de cada componente do crescimento “pró-pobre” para os estados das regiões do Brasil. No caso do nordeste o crescimento da renda tem sido relativamente mais importante do que a queda da desigualdade como fonte de crescimento “pró-pobre”. Já no sudeste, a redução desigualdade ganha mais relevância quando comparado ao nordeste.
6

Análise de resultados e impactos do FECOP nos municípios cearenses com ênfase na educação

Teixeira, Francisco Farley Cordeiro January 2008 (has links)
TEIXEIRA, Francisco Farley Cordeiro. Análise de resultados e impactos do FECOP nos municípios cearenses com ênfase na educação. 2008. 43f. Dissertação (mestrado profissional em economia do setor público) - Programa de Pós Graduação em Economia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2008. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-07T20:12:54Z No. of bitstreams: 1 2008_dissert_ffcteixeira.pdf: 320565 bytes, checksum: 3da84772884d340984eed1d99f0b412f (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-07T20:13:05Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_dissert_ffcteixeira.pdf: 320565 bytes, checksum: 3da84772884d340984eed1d99f0b412f (MD5) / Made available in DSpace on 2013-10-07T20:13:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_dissert_ffcteixeira.pdf: 320565 bytes, checksum: 3da84772884d340984eed1d99f0b412f (MD5) Previous issue date: 2008 / This study aims to examine empirically the results and impacts of the fund to combat poverty (FECOP) municipalities in Ceará, with emphasis on education, since almost half the population of this state inserted below the poverty line. Moreover, Ceará is characterized by poor distribution of income, and a major strategy for combating poverty and reducing inequality are educational policies. To develop this assessment, we used two Probit models, one that measures the effect of the management council that received the FECOP and other resources that evaluates the performance of the results obtained by the municipalities due to their actions, motivated by the effort of its management. Concerning the results, it can be inferred that the effect, the stock management of the municipality to provide services of education was not crucial to explain whether or not the municipality is among the programs included with the education funded with resources from FECOP and yet the municipalities covered are no different from the others make greater effort by management, the second model, however, that assesses the performance of results in education it seems that the initial level of performance of education has a positive effect on whether or no education, and cities covered by FECOP differ from the others by greater development of the present, as well as model management, the economic dimension of Ceará municipalities showed lower probability of being covered with these features FECOP. / O presente trabalho objetiva analisar empiricamente os resultados e impactos do fundo de combate à pobreza (FECOP) nos municípios cearenses, dando ênfase na educação, uma vez que quase metade da população do Estado esta inserida abaixo da linha da pobreza. Além disso, o Ceará é marcado pela má distribuição de renda, e uma das principais estratégias de combate à pobreza e de redução da desigualdade, são as políticas educacionais. Para desenvolver esta avaliação, foram utilizados dois modelos Probit, um que mensura o efeito gestão do município que recebeu recursos do FECOP e outro que avalia o desempenho dos resultados obtidos pelos municípios em decorrência de suas ações, motivados pelo esforço da sua gestão. No tocante aos resultados, pode-se inferir que o efeito-gestão do município o estoque de oferta de serviços da educação não foi determinante para explicar se o município está ou não entre os contemplados com programas de educação custeados com recursos do FECOP e, ainda, os municípios contemplados não se diferenciam dos demais por apresentarem maior esforço de gestão; no segundo modelo, no entanto, que avalia o desempenho dos resultados obtidos na educação é possível inferir que o nível inicial de desempenho da educação tem um efeito positivo em ter ou não programas de educação, e os municípios contemplados pelo FECOP se diferenciam dos demais por apresentarem maior evolução do desempenho; assim como no modelo gestão, a dimensão econômica dos municípios cearenses apresentou menor probabilidade de estes serem contemplados com recursos do FECOP.
7

Os impactos dos programas de transferências de renda na pobreza do Brasil

Campêlo, Guaracyane Lima January 2007 (has links)
CAMPÊLO, Guaracyane Lima. Impactos dos programas de transferências de renda na pobreza do Brasil. 2007. 45f. : Dissertação (Mestrado ) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Fortaleza-CE, 2007. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-07-04T17:19:29Z No. of bitstreams: 1 2007_dissert_glcampelo.pdf: 1077887 bytes, checksum: a646ec5bcbf2a0e87ae105628d731e63 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-07-04T17:19:47Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_dissert_glcampelo.pdf: 1077887 bytes, checksum: a646ec5bcbf2a0e87ae105628d731e63 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-07-04T17:19:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_dissert_glcampelo.pdf: 1077887 bytes, checksum: a646ec5bcbf2a0e87ae105628d731e63 (MD5) Previous issue date: 2007 / The widespread view that income transfers help to reduce the incidence of poverty has been asserted by many policymakers and citizens who support income transfer programs in Brazil. Nevertheless, a number of analysts contend that such programs are in fact ineffective in reducing poverty, because only a small share of the income that is transferred actually reaches the poor, or because such programs create a poverty trap. This article peruses this issue investigating the role of Brazilian income transfer programs over the period 1992-2004, controlling for other relevant variables that may affect poverty such as economic growth, inequality, education, unemployment and the number of female-headed families. Results from a VAR, using panel data, show that changes in income transfer do not Granger-cause changes in poverty rates. The relationship between income transfer and poverty is then explored in more depth through a dynamic panel data method, proposed by Blundell and Bond (1998). The major finding of this methodology is that poverty is not affected by government income transfers. The results therefore strongly support the critic view that income transfer programs in Brazil fail to reduce poverty. / Os programas de transferência de renda são considerados pelo governo como uma importante política para a diminuição da pobreza no Brasil. No entanto, alguns críticos argumentam que tais programas são ineficazes em função de grande parte dos recursos não serem destinados aos considerados verdadeiramente pobres ou porque criam uma armadilha da pobreza. Esta dissertação analisa se os resultados dos programas de transferência de renda do governo obtiveram êxito na diminuição da pobreza controlando por outros determinantes tais como crescimento econômico, desigualdade de renda, anos de estudo, número de famílias chefiadas por mulheres e taxa de desemprego masculino para os estados brasileiros, no período de 1992 a 2004. Os resultados de um VAR para dados em painéis mostram que variações das transferências de rendas não causam pobreza no sentido de Granger. Um modelo para dados em painel dinâmico, estimado pelo método de momentos generalizados-sistema em dois passos, desenvolvido por Blundel-Bond (1998), detecta a relação entre pobreza e transferências de renda. Entre outras conclusões, a principal foi que as transferências não apresentaram efeito significante na redução da pobreza no Brasil. Os resultados, portanto, suportam as críticas de que esses programas não reduzem a pobreza no Brasil.
8

Medición multidimencional de la pobreza aportes y desafíos para el caso de Chile

Retamal Vallejos, Rodrigo Antonio January 2016 (has links)
Magíster en Gestión y Políticas Públicas / Durante el año 2015, Chile incorpora la medición multidimensional de la pobreza como una medida oficial del problema en el país. Este avance se desarrolla conjuntamente con la actualización de la metodología de medición por ingresos. Los resultados de ambas mediciones indican que para el año 2013 la pobreza en el ámbito de los ingresos fue de 14,4% incidencia personas y 12,8% incidencia hogares. La medición multidimensional, por su parte, arroja un 20,35% de personas en situación de pobreza multidimensional y 16% de hogares en la misma condición. El presente estudio, se propuso establecer la contribución conceptual y práctica de la aplicación de un enfoque multidimensional a la medición de la pobreza en Chile, así como identificar algunos desafíos y/o dificultades de esta aplicación. Para realizar esta tarea, en primer lugar, se hizo una revisión de los enfoques sobre la pobreza con una mirada multidimensional, y se sistematizaron los argumentos más relevantes que avalan la pertinencia de avanzar hacia una medida de esta naturaleza. En segundo lugar, dada la orientación del estudio, se analizaron las experiencias más relevantes de medición multidimensional existentes en Chile y América Latina. Esta información ha permitido constatar que el índice propuesto por el Gobierno de Chile incluye las dimensiones más usadas por este tipo de mediciones. En tercer lugar, se hizo una revisión detallada del índice multidimensional chileno. Finalmente, en cuanto al procesamiento de los datos que permitieron definir el aporte y los desafíos de la medición multidimensional, se realizó un análisis comparativo entre ésta y el método de la línea de la pobreza, en orden a establecer las concordancias y discordancias entre ambas mediciones. Los resultados del análisis comparativo indican que tanto el método multidimensional como el método por ingresos, identifican coincidentemente en situación de pobreza a un 4,38% de los hogares del país; sin embargo, presentan dos importantes discrepancias: por un lado, el método multidimensional identifica como pobres a un 11,62% de hogares no reconocidos por el método del ingreso; y por otro lado, el método multidimensional no identifica en situación de pobreza a un 8,41% de hogares del país considerados pobres por el método del ingreso. Discordancias de inclusión y exclusión respectivamente. El estudio concluye que el índice de medición multidimensional chileno constituye un aporte a la identificación y medición de la pobreza en el país, particularmente en aquellos aspectos que favorecen el diseño y monitoreo de las políticas públicas sobre la materia; sin embargo, presenta la debilidad de excluir en la identificación de la pobreza a un conjunto importante de hogares considerados pobres por el enfoque monetario, razón por la cual no es posible definirla como una medida completa de la pobreza. Esto sugiere el desafío de modificar el índice multidimensional chileno, incorporando al ingreso como una de sus variables relevantes, logrando con ello una medida combinada de indicadores monetarios y no monetarios.
9

AnÃlise Multidimensional da Pobreza Rural no Brasil para os anos de 2004 e 2009 / AnÃlise Multidimensional da Pobreza Rural no Brasil para os anos de 2004 e 2009

Joseph David Barroso Vasconcelos de Deus 18 April 2012 (has links)
Para lidar com o problema da pobreza à necessÃrio identificar a sua causa, magnitude e localizaÃÃo, ou seja, à fundamental a sua mensuraÃÃo. Objetiva-se com este estudo mapear a pobreza rural brasileira sob uma perspectiva multidimensional durante os anos de 2004 e 2009. Para tanto, à necessÃrio elaborar uma medida multidimensional capaz de ordenar os estados brasileiros quanto ao grau de pobreza rural, alÃm de identificar os atributos que mais contribuem para o problema. Confrontar a medida pobreza multidimensional com os tradicionais indicadores unidimensionais à relevante para dar robustez à medida elaborada. A tÃcnica fuzzy e uma ponderaÃÃo de pesos relativos foram usadas para construir o Ãndice de pobreza. Os resultados confirmam que: i- as Ãreas rurais dos estados pertencentes Ãs regiÃes Norte e Nordeste atingem o maior grau de pobreza (Amazonas à o mais pobre nos anos analisados circundado por estados como Tocantins, Acre e MaranhÃo), enquanto a populaÃÃo rural dos estados da regiÃo Sul, Sudeste e do Distrito Federal estÃo entre os menos pobres; iiem 2004, os indicadores de proveniÃncia da Ãgua e posse de fogÃo ganharam maiores pesos entre os estados das regiÃes Norte, Nordeste e Sudeste, o que demonstra baixa privaÃÃo relativa destes bens e serviÃos por aquela populaÃÃo. Nos estados da regiÃo Sul e do Centro- Oeste as maiores ponderaÃÃes (ou menores privaÃÃes) sÃo dadas, respectivamente, a posse de rÃdio ou TV e banheiro; em 2009, os indicadores de maior peso foram a posse de fogÃo e rÃdio ou TV para 25 das 27 unidades da federaÃÃo; iii- a condiÃÃo de ocupaÃÃo e conhecimento demonstrou ser os atributos de maior contribuiÃÃo para o Ãndice multidimensional. A comparaÃÃo do Ãndice multidimensional e os tradicionais indicadores unidimensional FGT demonstrou reduzida correlaÃÃo entre o Ãndice multidimensional e a intensidade de pobreza (P1) e intermediÃria correlaÃÃo entre o Ãndice multidimensional e a proporÃÃo de pobreza (P0) e a severidade de pobreza (P2).
10

Medición multidimensional de la pobreza: una propuesta exploratoria para Costa Rica

Artavia Rodríguez, Mario Alberto January 2014 (has links)
Magíster en Gestión y Políticas Públicas / En los últimos años se observa un interés generalizado por el uso de instrumentos que permitan medir la incidencia de la pobreza más allá de los indicadores monetarios. Esta tendencia, lejos de cuestionar los resultados de dichas mediciones busca reconocer que este es un fenómeno que no puede ser medido con un único indicador, siendo necesaria una mirada más amplia a fin de poder diseñar mejores y más precisas políticas que permitan la superación de la pobreza. En este sentido, el estudio de caso se desarrolla con el objetivo general de elaborar una propuesta exploratoria para la medición multidimensional de la pobreza siendo esta una contribución a la discusión que recién comienza a instalarse entre las autoridades del Estado costarricense. El estudio se desarrolló en el marco de una metodología cuantitativa, alcance descriptivo y exploratorio, siendo desarrollado en cuatro etapas: en la primera se realizó una revisión bibliográfica de los principales desarrollos conceptuales sobre el bienestar y la pobreza; en la segunda se analizaron las propuesta de medición multidimensional desarrolladas en América Latina; en la tercera se elaboró una propuesta exploratoria y a partir de esta se calculó la incidencia de la pobreza multidimensional; finalmente, se presentan las conclusiones y recomendaciones del caso. La metodología de medición multidimensional más aceptada en la actualidad es la desarrollada por Alkire y Foster. En este sentido, se calculó la incidencia de la pobreza para distintas líneas de corte entre dimensiones evidenciándose una alta sensibilidad de los resultados a distintos valores de k. Utilizando un valor promedio (k=3) se identificó que en el 2013 un 31.5% de la población sufre pobreza multidimensional. Las dimensiones asociadas a las tecnologías de la información, educación básica y calidad del empleo son las que identifican a la mayor cantidad de personas en situación de pobreza multidimensional, evidenciando con ello que las políticas sectoriales en dichos ámbitos han sido insuficientes para lograr los umbrales mínimos de bienestar establecidos en la medición. Definir el objetivo que se persigue al momento de adoptar una medida multidimensional resultada fundamental para garantizar que esta no sea una medición sino más bien una herramienta de desarrollo humano. En este sentido, la proyección del índice a partir de las metas sectoriales establecidas en el plan nacional de desarrollo, el mejoramiento de las fuentes de información, la definición de mecanismos que permitan modificar los indicadores y umbrales del índice, el seguimiento que se le brinde a la medición, la estrategia comunicacional que se siga para darla a conocer, y una adecuada rendición de cuentas, son las principales recomendaciones del estudio. Finalmente, se considera oportuno incluir en futuros ejercicios aspectos que den cuenta de la vulnerabilidad, esto a partir de la evidencia de estudios anteriores que demuestran la existencia de una importante movilidad descendente en el grupo de las personas no pobres.

Page generated in 0.0253 seconds