• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1551
  • 47
  • 26
  • 7
  • 7
  • 6
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1647
  • 777
  • 367
  • 357
  • 334
  • 323
  • 319
  • 296
  • 239
  • 231
  • 221
  • 193
  • 171
  • 170
  • 169
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Clubes de convergência de renda na América: uma abordagem através de painel dinâmico não-linear com variável limiar

Vieira, Guilherme Cavalcante January 2009 (has links)
VIEIRA, Guilherme Cavalcante. Clubes de convergência de renda na América: uma abordagem através de painel dinâmico não linear com variável limiar. 2009. 76f. : Dissertação (Mestrado) Programa de Pós -Graduação em Economia, CAEN, Fortaleza, CE, 2009. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-07-08T19:29:36Z No. of bitstreams: 1 2009_dissert_gcvieira.pdf: 444376 bytes, checksum: 688e73bc03829a2901e2428d9da5baa2 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-07-08T19:29:57Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_dissert_gcvieira.pdf: 444376 bytes, checksum: 688e73bc03829a2901e2428d9da5baa2 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-07-08T19:29:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_dissert_gcvieira.pdf: 444376 bytes, checksum: 688e73bc03829a2901e2428d9da5baa2 (MD5) Previous issue date: 2009 / The main objectives of this work are to test empirically the hypothesis of income convergence process among American countries, to classify this convergence process as either absolute or conditional and to determine if this process happens in either a linear or non-linear manner. Estimations were made through both TAR (threshold autoregressive) panel and linear autoregressive panel and the results were compared to each other. The sample of countries are composed by Argentina, Bolivia, Brazil, Canada, Chile, Colombia, Costa Rica, Dominican Republic, Ecuador, El Salvador, Guatemala, Honduras, Jamaica, Mexico, Nicaragua, Peru, Trinidad and Tobago, Uruguay, USA and Venezuela. The sample period is 1953-2003 and data are in annual basis. Results held for this sample show no evidence of convergence in both TAR and linear models. Additional estimations were made in sub-samples of countries that compose three American free trade agreements. The porpoise was testing two different hypotheses. The first one is that convergence process occurs in clubs. The second one is the theoretical hypothesis that foreign trade leads to convergence among countries involved in it. The three free trade agreements widened were Nafta, CAN and Mercosul. Results held for Nafta also show no evidence of convergence in both models. CAN’s results show empirical evidence of convergence, as TAR model concludes for absolute convergence in one of two regimes. Results held for Mercosul sample show stronger evidence of convergence process. Both linear and TAR models conclude for absolute convergence, the former in both regimes. Even using a different methodology than conventional β-convergence and σ-convergence, results are in consonance with those found in the literature. / Este trabalho tem como objetivo principal testar empiricamente a hipótese de convergência de renda entre os países da América, classificar esta possível convergência como absoluta ou condicional e checar se este processo se dá de forma linear ou não-linear. As estimações foram realizadas através da metodologia de painel dinâmico não-linear com variável limiar (threshold) e painel dinâmico linear e seus resultados foram contrapostos. Os países selecionados para a amostra foram Argentina, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, República Dominicana, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, Jamaica, México, Nicarágua, Peru, Trinidad e Tobago, Uruguai, EUA e Venezuela. O período amostral vai de 1953 a 2003 e os dados têm periodicidade anual. Os resultados obtidos para a amostra não mostram evidência do processo de convergência em nenhum dos modelos, linear e nãolinear. Com o objetivo adicional de testar a hipótese de convergência em clubes e a hipótese teórica de que o comércio externo leva ao processo de convergência, foram realizadas estimações adicionais em sub-amostras de países separados pelo critério da formação de blocos de livre comércio do continente americano. Os blocos estudados foram Nafta, CAN e Mercosul. Os resultados obtidos para o Nafta indicam ausência de convergência em ambos os modelos. Os resultados alcançados para o CAN mostram evidência empírica do processo de convergência. O modelo não-linear conclui a favor da existência de convergência absoluta em um dos regimes. Os resultados para o Mercosul, por sua vez, mostram a mais forte evidência em favor do processo de convergência. Ambos os modelos concluem em favor da convergência absoluta. No modelo não-linear, os dois regimes admitem a convergência absoluta. Mesmo ao se utilizar uma metodologia de estimação diferente da abordagem convencional de β-convergência e σ-convergência, os resultados obtidos corroboram aqueles encontrados na literatura sobre o tema.
2

Evolução da desigualdade da distribuição de renda no Brasil, grandes regiões e estados do Nordeste entre 2001 e 2008.

Miranda, Sérgio Gonçalves de January 2010 (has links)
MIRANDA, Sérgio Gonçalves de. Evolução da desigualdade da distribuição de renda no Brasil, grandes regiões e estados do Nordeste entre 2001 e 2008. 2010. 37f. Dissertação (mestrado profissional em economia do setor público - Piauí) - Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2011. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-15T21:24:37Z No. of bitstreams: 1 2010_dissert_sgmiranda.pdf: 300818 bytes, checksum: c11c60ee5fe756acbc09f0317cc45f16 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-15T21:24:52Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_dissert_sgmiranda.pdf: 300818 bytes, checksum: c11c60ee5fe756acbc09f0317cc45f16 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-10-15T21:24:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_dissert_sgmiranda.pdf: 300818 bytes, checksum: c11c60ee5fe756acbc09f0317cc45f16 (MD5) Previous issue date: 2010 / This study uses data from the Statistical Office’s annual national sample survey of Brazil (PNAD) to elucidate inequality of income distribution behavior in the Northeastern states using the Gini index for the years of 2001 and 2008 as standards. It has been concluded that income distribution in Brazil had been improved in the five large country regions and nine Northeastern states in this period. Using the methodology proposed by Hoffmann (2006) to decompose the Gini index, the contribution for each portion of family income per capita for the fall of the Gini index have been evaluated. It has been estimated that the major cause for the drop in inequality was the income from employment contributing 67% in the Brazilian fall and 46% in the Northeastern. This primacy of labor income occurred in five Northeastern states: Rio Grande do Norte (66.92%), Ceará (62.56%), Pernambuco (58.76%), Maranhão (43.89%) and Sergipe (34,58%). In Piauí (63.31%) and Bahia (50.74%), the portion that contains interest income, applications and official transfers were the main responsible for the reduction in income inequality. From another standpoint, in Alagoas and in Paraiba the largest contribution came from retirement income, with percentage of 119.59% and 60.27% stake, respectively. Although labor income have been the one with the largest contribution to the fall of income concentration in the Northeast, one can not disregard the weight of income arising from interest, applications and official transfers in the process, since the average contribution of this installment in the fall of the Gini in the region is more than double of national participation. This high contribution occurs even with a relatively low participation in the formation of income, which reaches a peak of 4.22% of family income per capita the state of Alagoas. / Este trabalho utiliza dados da PNAD para evidenciar o comportamento da desigualdade da distribuição de renda nos estados do Nordeste, utilizando como medida o índice de Gini dos anos de 2001 e 2008. Concluiu-se que houve uma melhoria da distribuição de renda no Brasil, nas cinco grandes regiões do país e nos nove estados do Nordeste nesse período. Utilizando-se a metodologia proposta por Hoffmann (2006) para decomposição do índice de Gini, foi avaliada a contribuição de cada parcela da renda familiar per capita para esta queda do índice de Gini. Estima-se que a grande responsável pela queda da desigualdade foi a renda oriunda do trabalho, com participação de 67% na queda do índice no Brasil e 46% no Nordeste. Essa primazia da renda do trabalho ocorreu em cinco estados nordestinos: Rio Grande do Norte (66,92%), Ceará (62,56%), Pernambuco (58,76%), Maranhão (43,89%) e Sergipe (34,58%). No Piauí (63,31%) e na Bahia (50,74%), a parcela que contém a renda de juros, aplicações e transferências oficiais foi a maior responsável pela redução da desigualdade de renda. Já em Alagoas e Paraíba a maior contribuição veio da renda de aposentadorias e pensões, com percentual de 119,59% e 60,27%, respectivamente, de participação na queda do índice de Gini. Apesar da renda do trabalho ter sido aquela com maior contribuição para a queda da concentração de renda no Nordeste, não se pode desprezar o peso da renda advinda de juros, aplicações e transferências oficiais nesse processo, pois a média da contribuição desta parcela na queda do Gini na região é mais que o dobro da participação nacional. Essa contribuição elevada ocorre mesmo com uma participação relativamente baixa na formação da renda, que atinge o pico de 4,22% da Renda Familiar Per Capita no estado de Alagoas.
3

Impacto do ICMS E IRPF na distribuição de renda no Estado do Ceará

Alves, Lúcio Flávio January 2010 (has links)
ALVES, Lúcio Flávio. Impacto do ICMS e IRPF na distribuição de renda no estado do Ceará. 2010. 50f. Dissertação (mestrado profissional em economia do setor público) - Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2011. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-17T21:59:16Z No. of bitstreams: 1 2010_dissert_lfalves.pdf: 364360 bytes, checksum: 259fe700aac8376f31ec69eb617cc9c7 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-17T21:59:37Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_dissert_lfalves.pdf: 364360 bytes, checksum: 259fe700aac8376f31ec69eb617cc9c7 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-10-17T21:59:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_dissert_lfalves.pdf: 364360 bytes, checksum: 259fe700aac8376f31ec69eb617cc9c7 (MD5) Previous issue date: 2010 / This paper presents an analisys of the impact of Imposto Sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviço de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação - ICMS and of Imposto de Renda Pessoa Física-IRPF in the distribution of income in the state of Ceará. The object of the study is to identify if the ICMS is regressive, penalizing people of low economic classes, and if the IRPF is worth the regressive effect of ICMS. In the paper information about consumption of 50 products of the families of Ceará contained in POF-IBGE 2002/2003 was used. The method used to construct the regression function of the sample was the ordinary least squares. Engel curves were estimated in order to determine the income elasticities of demand for selected products from the corresponding expenditures. The results show that the IRPF offsets the regressivity of ICMS, and are the poorer classes who bear in relative terms with the payment of ICMS in the state of Ceará. / Esta dissertação apresenta uma análise do impacto do Imposto Sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviço de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação- ICMS e do Imposto de Renda Pessoa Física-IRPF na distribuição de renda no Estado do Ceará. O objetivo do estudo é identificar se o ICMS é regressivo, penalizando as pessoas das classes de menor poder econômico, e se o IRPF compensa o efeito regressivo do ICMS. Foram utilizados no trabalho informações sobre consumo de 50 produtos das famílias cearenses constante dos microdados da POF-IBGE 2002/2003. O método utilizado para construir a função de regressão amostral foi dos mínimos quadrados ordinários. Estimam-se curvas de Engel com o propósito de determinar as elasticidades-renda da demanda dos produtos selecionados em relação aos respectivos dispêndios. Os resultados obtidos demonstram que o IRPF compensa a regressividade do ICMS, sendo as classes mais pobres as que arcam em termos relativos com o pagamento do ICMS no Estado do Ceará.
4

Diferentes desigualdades, diferentes ricos : uma revisão da literatura internacional sobre a evolução e os determinantes da renda dos ricos

Castro, Daniel Ribeiro Paes de 09 June 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2014. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2014-10-15T14:52:07Z No. of bitstreams: 1 2014_DanielRibeiroPaesCastro.pdf: 1443657 bytes, checksum: 0f29573f0aaf05d0cade2a09bd7b8be5 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2014-10-21T19:02:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_DanielRibeiroPaesCastro.pdf: 1443657 bytes, checksum: 0f29573f0aaf05d0cade2a09bd7b8be5 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-10-21T19:02:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_DanielRibeiroPaesCastro.pdf: 1443657 bytes, checksum: 0f29573f0aaf05d0cade2a09bd7b8be5 (MD5) / Historicamente, estudos de estratificação social e desigualdade de renda têm explorado muito pouco a relevância e as especificidades referentes àqueles que ocupam o topo da distribuição de renda, principalmente quando comparados com a profusão de pesquisas sobre os estratos mais pobres. Nas últimas duas décadas, porém, esse quadro de subestimação dos ricos tem mudado gradativamente. Com base nesses avanços recentes, somados a importantes contribuições pontuais que remontam até a primeira metade do século passado, esta dissertação propõe, por uma ampla revisão de literatura, realizar um levantamento da evolução e dos determinantes da renda dos ricos. Esse duplo enfoque remete à importância em se agregar as descobertas nas duas “pontas” dos estudos sobre desigualdade, a dos resultados – quanto da renda total é concentrada pelos ricos – e a das causas – o que determina a renda dos ricos. Os principais resultados encontrados apontam para: (i) um comprovado protagonismo dos ricos para explicar a evolução na desigualdade geral em uma distribuição; (ii) uma pluralidade de experiências para a evolução da renda dos ricos quando posta em comparação internacional; (iii) a necessidade de uma revisão urgente da famosa curva de Kuznets; (iv) a comprovação do limitado poder explicativo das teorias que conferem grande relevância ao impacto das mudanças tecnológicas sobre a desigualdade de renda em décadas recentes; (v) o dimensionamento dos diferentes determinantes da renda dos ricos, com especial destaque para o papel exercido por aqueles determinantes que operam fora da esfera do mercado de trabalho, e que estão diretamente relacionados com a capacidade dos ricos de dirigir e controlar recursos que não estão ao alcance do resto da população. _______________________________________________________________________ ABSTRACT / Historically, studies of social stratification and income inequality have explored very little the relevance and specificity related to those who occupy the top of the income distribution, especially when compared with the enormous amount of research developed on the poorest strata. In the last two decades, however, this underestimation of the rich has gradually changed. Based on these recent advances, plus the occasional important contributions dating back to the first half of the last century, this dissertation proposes, through an extensive literature review, to survey the evolution and the income determinants of the rich. This dual approach refers to the importance of aggregating the findings in both "ends" of studies on inequality, the results – how much of the total income is concentrated by the rich – and the causes - the income determinants of the rich. The main results found indicate: (i) a proven role of the rich to explain the evolution in the overall inequality in a distribution; (ii) a plurality of cases for the evolution of income from the rich when internationally compared; (iii) the need for an urgent review of the famous Kuznets curve; (iv) proof of the limited explanatory power of the theories that impute great importance to the impact of technological change on income inequality in recent decades; (v) the scaling of the various determinants of income from the rich, with particular emphasis on the role played by those determinants that operate outside the sphere of the labor market, and that are directly related to the ability of the rich to direct and control resources that are not are available to the rest of the population.
5

Os impactos dos programas de transferências de renda na pobreza do Brasil

Campêlo, Guaracyane Lima January 2007 (has links)
CAMPÊLO, Guaracyane Lima. Impactos dos programas de transferências de renda na pobreza do Brasil. 2007. 45f. : Dissertação (Mestrado ) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Fortaleza-CE, 2007. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-07-04T17:19:29Z No. of bitstreams: 1 2007_dissert_glcampelo.pdf: 1077887 bytes, checksum: a646ec5bcbf2a0e87ae105628d731e63 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-07-04T17:19:47Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_dissert_glcampelo.pdf: 1077887 bytes, checksum: a646ec5bcbf2a0e87ae105628d731e63 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-07-04T17:19:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_dissert_glcampelo.pdf: 1077887 bytes, checksum: a646ec5bcbf2a0e87ae105628d731e63 (MD5) Previous issue date: 2007 / The widespread view that income transfers help to reduce the incidence of poverty has been asserted by many policymakers and citizens who support income transfer programs in Brazil. Nevertheless, a number of analysts contend that such programs are in fact ineffective in reducing poverty, because only a small share of the income that is transferred actually reaches the poor, or because such programs create a poverty trap. This article peruses this issue investigating the role of Brazilian income transfer programs over the period 1992-2004, controlling for other relevant variables that may affect poverty such as economic growth, inequality, education, unemployment and the number of female-headed families. Results from a VAR, using panel data, show that changes in income transfer do not Granger-cause changes in poverty rates. The relationship between income transfer and poverty is then explored in more depth through a dynamic panel data method, proposed by Blundell and Bond (1998). The major finding of this methodology is that poverty is not affected by government income transfers. The results therefore strongly support the critic view that income transfer programs in Brazil fail to reduce poverty. / Os programas de transferência de renda são considerados pelo governo como uma importante política para a diminuição da pobreza no Brasil. No entanto, alguns críticos argumentam que tais programas são ineficazes em função de grande parte dos recursos não serem destinados aos considerados verdadeiramente pobres ou porque criam uma armadilha da pobreza. Esta dissertação analisa se os resultados dos programas de transferência de renda do governo obtiveram êxito na diminuição da pobreza controlando por outros determinantes tais como crescimento econômico, desigualdade de renda, anos de estudo, número de famílias chefiadas por mulheres e taxa de desemprego masculino para os estados brasileiros, no período de 1992 a 2004. Os resultados de um VAR para dados em painéis mostram que variações das transferências de rendas não causam pobreza no sentido de Granger. Um modelo para dados em painel dinâmico, estimado pelo método de momentos generalizados-sistema em dois passos, desenvolvido por Blundel-Bond (1998), detecta a relação entre pobreza e transferências de renda. Entre outras conclusões, a principal foi que as transferências não apresentaram efeito significante na redução da pobreza no Brasil. Os resultados, portanto, suportam as críticas de que esses programas não reduzem a pobreza no Brasil.
6

Evolução dos determinantes da desigualdade de renda salarial no Nordeste

Berni, Hélio Augusto de Azevedo Rebelo January 2007 (has links)
BERNI, Hélio Augusto de A.R. Evolução dos determinantes da desigualdade de renda salarial no Nordeste. 2007. 48f. : Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Fortaleza-CE, 2007. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-07-04T17:42:57Z No. of bitstreams: 1 2007_dissert_haarberni.pdf: 334978 bytes, checksum: c88f87ee2d72c907d02477ae234b61aa (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-07-04T17:43:11Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_dissert_haarberni.pdf: 334978 bytes, checksum: c88f87ee2d72c907d02477ae234b61aa (MD5) / Made available in DSpace on 2013-07-04T17:43:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_dissert_haarberni.pdf: 334978 bytes, checksum: c88f87ee2d72c907d02477ae234b61aa (MD5) Previous issue date: 2007 / Although Brazilian income inequality is still ranked among the highest in the world, its reduction has been a drawing point after Plano Real. Given the importance of the labor market in explaining this reduction, this research has the objective to show its main determinants. The methodology used in this research is applied to Northeastern Brazil using the data from the national survey PNAD in the years 1995-2005 and 2001-2005. This decomposition shows that education is still the main important determinant of the labor income inequality. / Apesar da desigualdade de renda no Brasil ainda estar listada entre as maiores do mundo, sua diminuição tem sido um fato marcante no período pós-Plano Real. Dada a importância de modificações ocorridas no mercado de trabalho para explicar esta queda, esta dissertação tem o objetivo de mostrar quais são os seus principais determinantes. A metodologia descrita neste trabalho é aplicada ao Nordeste do Brasil usando os dados da Pesquisa Nacional por Amostragem Domiciliar (PNAD) para os períodos de 1995-2005 e 2001- 2005. A decomposição mostra que a variável educação continua sendo o mais importante determinante da desigualdade de renda salarial.
7

Uma análise da importância dos componentes de renda na redução de sua desigualdade: um estudo comparativo do ceará e regiões brasileiras

Loiola Filho, Raimundo Dias January 2010 (has links)
LOIOLA FILHO, Raimundo Dias. Uma análise da importância dos componentes de renda na redução de sua desigualdade: um estudo comparativo do Ceará e regiões brasileiras. 2010. 31f. Dissertação (mestrado profissional em economia do setor público - Sobral) - Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará,Fortaleza-Ce, 2011. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-03T21:14:40Z No. of bitstreams: 1 2010_dissert_rdloiolafilho.pdf: 129145 bytes, checksum: e1691b2bb18587770b2d8959400d2dcc (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-03T21:14:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_dissert_rdloiolafilho.pdf: 129145 bytes, checksum: e1691b2bb18587770b2d8959400d2dcc (MD5) / Made available in DSpace on 2013-10-03T21:14:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_dissert_rdloiolafilho.pdf: 129145 bytes, checksum: e1691b2bb18587770b2d8959400d2dcc (MD5) Previous issue date: 2010 / Using data from the National Household Sample Survey (PNAD), we show how the variations occurred in income per capita in Brazil, the Brazilian macro-regions and the state of Ceara in the interstitium comparison to the years 2001 and 2008, contributing to reduction of income inequality in our country. Then presents the methodology of decomposition of changes in the Gini index, when income is studied through key aspects of its constitution. This methodology identifies the following terms: income from all jobs, including salaries and remuneration of own-account workers and employees, income from rent and donations by people from other households, pensions and pensions paid by the federal government or by institute pension, and other retirement and pensions, and the values that include interest, dividends, transfers of public programs such as Bolsa Familia or minimal income and other income. For the Gini coefficient, it is estimated that the period under review income from all jobs, including salaries and remuneration of own-account workers and employees, through participation were decisive constituent of household income per capita in Brazil, the macroregions and the Brazilian state of Ceara. We note finally that the effects of income transfer programs, for example, Bolsa Familia, it remained largely responsible for the reduction of poverty especially in the regions of Northeast, North and Midwest of Brazil, that was the case to the South and Southeast. / Ao utilizar dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNADs), mostraremos como ocorreram as variações na renda domiciliar per capita no Brasil, nas macro-regiões brasileiras e no Estado do Ceará, no interstício comparativo aos anos de 2001 e 2008, contribuindo para a redução da desigualdade de renda em nosso país. Em seguida é apresentada a metodologia de decomposição das variações dos índices de Gini, quando a renda é estudada através das principais vertentes de sua constituição. Essa metodologia identifica as seguintes cláusulas: os rendimentos de todos os trabalhos, incluindo salários e remuneração de trabalhadores por conta própria e empregados; os rendimentos de aluguel e doações feitas por pessoas de outros domicílios; as aposentadorias e pensões pagas pelo governo federal ou por instituto de previdência, assim como outras aposentadorias e pensões; e os valores que incluem juros,dividendos,transferências de programas oficiais como o Bolsa Família ou renda mínima e outros rendimentos. Para o índice de Gini, estima-se que no período analisado os rendimentos de todos os trabalhos, incluindo salários e remuneração de trabalhadores por conta própria e empregados, foram decisivos através da participação constitutiva da renda familiar per capita no Brasil, nas macro-regiões brasileiras e no Estado do Ceará. Observamos, por fim, que os efeitos dos programas de transferências de renda, por exemplo, Bolsa Família, mantivera-se em grande parte responsável pela redução da pobreza especificamente nas regiões do Nordeste, Norte e Centro-oeste do Brasil o que não fora o caso para as regiões Sul e Sudeste do país.
8

Distribuição de renda e riqueza à luz dos novos fatos estilizados

Patrão, Mauro Moraes Alves 21 February 2017 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Economia, 2017. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2017-03-16T14:00:24Z No. of bitstreams: 1 2017_MauroMoraesAlvesPatrão.pdf: 3971554 bytes, checksum: 22da989a8370d765c9a230c169b8f218 (MD5) / Approved for entry into archive by Ruthléa Nascimento(ruthleanascimento@bce.unb.br) on 2017-03-24T15:21:28Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_MauroMoraesAlvesPatrão.pdf: 3971554 bytes, checksum: 22da989a8370d765c9a230c169b8f218 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-03-24T15:21:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_MauroMoraesAlvesPatrão.pdf: 3971554 bytes, checksum: 22da989a8370d765c9a230c169b8f218 (MD5) / Nessa dissertação, apresentamos uma introdução concisa e auto-contida ao extenso assunto da evolução da desigualdade das distribuições de renda e riqueza. Além de apresentar no primeiro capítulo um resumo dos principais fatos empíricos e das explicações teóricas oferecidas por Piketty sobre esse assunto, bem como apresentar com certo detalhe as principais controvérsias relacionadas no último capítulo, a dissertação procura apresentar de forma autocontida as definições, os modelos e os resultados analíticos que fornecem o fundamento teórico para esse debate. No terceiro capítulo da dissertação, introduzimos um novo modelo de crescimento neoclássico com agentes heterogêneos que generaliza e aperfeiçoa os modelos apresentados em (Piketty e Zucman, 2015) e em(Nirei, 2009; S. Aoki e M. Nirei, 2015a). Também apresentamos um resultado novo relacionando as desigualdades de renda total, de riqueza e de salários. / In this thesis, we present a concise and self-contained introduction to the extensive subject of the evolution of income and wealth distributions. Besides presenting in the first chapter a summary of the main empirical facts and theorethical explanations given by Piketty, as well presenting with some detail the main controversies in the final chapter, the thesis try to present in a selfcontained way the definitions, the models and the analytical results which provide the theoretical background for this debate. In the third chapter of the thesis, we introduce a new neoclassical growth model with heterogeneous agents which generalizes and improve the models presented in (Piketty and Zucman, 2015) and in (Nirei, 2009; S. Aoki and M. Nirei, 2015a). We also present a new result relating total income, wealth and wage inequalities.
9

Decomposição dos diferenciais de rendimentos entre os trabalhadores brasileiros por quantis e categorias ocupacionais

Menezes, Francisca Lívia Souza January 2013 (has links)
MENEZES, Francisca Lívia Souza. Decomposição dos diferenciais de rendimentos entre os trabalhadores brasileiros por quantis e categorias ocupacionais. 2013. 42 f. Dissertação (mestrado) - Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2013. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-07-19T21:01:05Z No. of bitstreams: 1 2013_dissert_flsmenezes.pdf: 413570 bytes, checksum: 34bec87ffa357063d7bc7d0608965c4d (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-07-19T21:01:14Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_dissert_flsmenezes.pdf: 413570 bytes, checksum: 34bec87ffa357063d7bc7d0608965c4d (MD5) / Made available in DSpace on 2013-07-19T21:01:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_dissert_flsmenezes.pdf: 413570 bytes, checksum: 34bec87ffa357063d7bc7d0608965c4d (MD5) Previous issue date: 2013 / Analyzing the income differentials between Brazilian workers’ occupations is the focus of this paper. Due to the wide diversity of occupations cataloged by the IBGE (around 800), and to allow statistical treatment in econometric modeling, it was applied the theoretical schema of Erickson, Goldthorpe and Portocarrero (1979) and Goldthorpe, Llewellyn and Payne (1987) to reduce them in only seven. The methodological approach is based on mincerian quantile equations to be estimated in various strata of the workers’ income distribution, on which a breakdown is made to check the gap between the individuals’earnings with distinct inherent attributes and between those living in more and less developed regions. The estimation results confirm the importance of breakdown analysis for occupational strata as well as for quantiles, since the effects of explanatory variables are distinct along the earnings’ distribution and vary among occupations. Regarding the gaps in this distribution, there is a glass ceiling effect in some occupations, that is, the gap is greater at the top of distribution. However, in most cases occurs a sticky floor effect, the gap is greater at the bottom of distribution. Moreover, contrary to the gap in gender, which are due only to the compensation characteristics of individuals, which is understood as discrimination, income differentials between regions and races are also due to the different characteristics of workers. / Analisar os diferenciais de rendimentos entre as ocupações dos trabalhadores brasileiros é o foco central deste trabalho. Em virtude da vasta diversidade de ocupações catalogadas pelo IBGE (cerca de 800) e para permitir tratamento estatístico em modelagem econométrica, aplica-se o princípio teórico do esquema de classes de Erickson, Goldthorpe e Portocarrero (1979) e Goldthorpe, Llewellyn e Payne (1987) para reduzi-las em apenas sete. A abordagem metodológica baseia-se em equações mincerianas quantílicas, estimadas em vários estratos da distribuição de rendimentos dos trabalhadores, sobre a qual é feita uma decomposição para verificar o hiato entre os rendimentos dos indivíduos com atributos inerentes distintos, bem como entre aqueles residentes em regiões mais e menos desenvolvidas do país. Os resultados das estimações ratificam a importância da análise desagregada em estratos ocupacionais e por quantis, uma vez que os efeitos das variáveis explicativas são distintos ao longo das distribuições de rendimentos e entre as ocupações. Em relação às lacunas existentes entre as distribuições de rendimentos, verifica-se um glass ceiling effect em algumas ocupações, ou seja, a defasagem é maior no topo da distribuição. Entretanto, na maioria dos casos ocorre um sticky floor effect, isto é, o hiato é maior na parte inferior da distribuição. Além disso, diferente das lacunas entre gêneros, que são decorrentes apenas da remuneração às características dos indivíduos, o que é entendido como discriminação, os diferenciais de rendimentos entre raças e regiões também são decorrentes das diferentes características dos trabalhadores.
10

Uma análise da evolução e da dinâmica da desigualdade de renda nas principais regiões metropolitanas brasileiras (1998-2008)

Assis, Rodrigo Salvato de January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:48:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000439267-Texto+Completo-0.pdf: 4067460 bytes, checksum: d68dd1d9fa39f4f1f08661915b17d170 (MD5) Previous issue date: 2011 / This study’s main objective is to make an analysis of the dynamics and evolution of income inequality based on Brazil’s main metropolitan areas from 1998 to 2008. To fulfill that goal it uses the most used Inequality Indexes: Gini index, Theil, Bourguignon and Hirschmann- Herfindhal. To amplify the analysis, this work uses those indexes decompositions by group in order to identify more accurately the inequality dynamic on the main metropolitan areas. The groups used are the educational levels, allowing a more accurate way to identify how individual’s human capitals are related with Brazil’s income inequality. For that, this work uses 2008’s Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) microdata, providing idividual data for six Brazilian Metropolitan Areas. The eleven years period studied is characterized by a constant income growth, controlled inflation, and decrease of poverty indicators. That macroeconomic context is a transition in conjuncture of Brazil’s economy, so that it becomes relevant to analyze income inequality’s behavior on that period. On the same way, it is important to identify how educational level is linked to inequality. As general results, this work points out that all indexes shows a reduction on inequality along the years. And Gini Index, the main inequality index and it’s decomposition show a decrease in income inequality, followed by a greater participation of between groups inequality and transvariation. This general result suggests that individuals with the same educational level tend to have more equal income, but between groups inequality suggests that there is an incentive to elevate human capital. / O objetivo geral desse estudo é analisar a dinâmica e a evolução da desigualdade de renda nas principais regiões metropolitanas do Brasil, do ano de 1998 a 2008. Para cumprir este objetivo serão utilizados os principais Índices de Desigualdade da literatura: Índices de Gini, Theil, Bourguignon e Hirschmann-Herfindhal. Em complemento, serão utilizadas as decomposições por grupos destes índices para identificar mais profundamente a dinâmica da desigualdade nas regiões metropolitanas em estudo. Os grupos utilizados para a análise de desigualdade serão os níveis de escolaridade, permitindo, além da análise da evolução da desigualdade de renda ao longo dos anos, uma forma mais aprofundada de identificar como o capital humano dos indivíduos está relacionado com a desigualdade de renda no Brasil. Para isto, serão utilizados os microdados da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) de 2008, que fornece dados dos indivíduos para seis Regiões Metropolitanas brasileiras, construído pelo DIEESE. O período brasileiro estudado tem como característica um crescimento constante da renda, controle da inflação e redução dos índices de pobreza. Este contexto jamais foi vivido na história brasileira, se tornando relevante analisar como a desigualdade de renda tem se comportado neste período, e se a escolaridade está ligada de alguma forma com esta desigualdade. Os resultados apontam para uma queda na desigualdade de renda entre todos os índices utilizados. Como principal medida de desigualdade, o Índice de Gini e sua decomposição apontam queda da desigualdade de renda, assim como uma maior participação da desigualdade entre grupos, e uma crescente participação do termo residual da decomposição, chamada de transvariação. Este resultado geral sugere que pessoas com o mesmo nível de escolaridade tendem a ter uma renda mais igualitária, mas a desigualdade entre os diferentes níveis de escolaridade tem maior contribuição para explicar a desigualdade geral das Regiões.

Page generated in 0.0557 seconds