• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 190
  • 27
  • 27
  • 27
  • 27
  • 25
  • 4
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 195
  • 123
  • 85
  • 78
  • 69
  • 44
  • 36
  • 34
  • 28
  • 22
  • 20
  • 18
  • 18
  • 18
  • 16
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Estudio comparativo in vitro de la profundidad de fotopolimerización de resina compuesta fluida con lámpara led al interponer bloques de porcelanas para estructuras libres de metal

Aranda Ortega, Nicolás Alonso January 2011 (has links)
Trabajo de Investigación Requisito para optar al Título de Cirujano Dentista / La odontología restauradora busca sustituir la estructura dental enferma o perdida por materiales que restablezcan la función y el aspecto de los dientes, cuando el daño es extenso es necesaria una restauración indirecta. Para que una restauración indirecta sea exitosa intervienen diferentes factores, entre los cuales podemos mencionar la técnica de cementación y las propiedades del agente cementante. Debido a las ventajas que presentan los cementos de resina estos se han convertido en el material de elección para la cementación de restauraciones estéticas indirectas de porcelana libres de metal. Los cementos foto-polimerizables ofrecen la ventaja de un mayor tiempo de trabajo, mejor control sobre el asentamiento de la restauración y mayor estabilidad de color. Una desventaja es que la luz para polimerizar no llegue a todos los sitios, como se piensa que sucede con las porcelanas utilizadas en estructuras libres de metal, es así que evaluar el grado de polimerización del cemento toma importancia. Un acercamiento inicial es determinar la profundidad de foto-polimerización de un cemento de resina fluida al interponer porcelana para estructuras libres de metal. Para ello se foto-polimerizó resina compuesta fluida marca Wave hv (SDI) dentro de un formador cilíndrico metálico a través de bloques de porcelanas de cuatro tipos, de dos grosores cada uno: Mark II (Vita) de 3 y 4mm, Finesse (Dentsply) de 3 y 4 mm, IPS e.max Press (Ivoclar) 3 y 4mm, y Cercon (Dentsply) de 1,5 y 3mm. Se utilizó una lámpara LED Radii Plus (SDI) capaz de emitir ~1500 mW/cm2 con una exposición de 60 segundos. Se retiró la resina del formador y se elimino el material sin polimerizar con una espátula plástica. Con un micrómetro se midió la altura de los cilindros. 52 Finalmente existió diferencia significativa en la profundidad de foto-polimerización entre la mayoría de los grupos de prueba. Los grupos de Mark II 4mm, Finesse 4mm, IPS e.max 3mm y Cercon 1,5mm no presentaron diferencia entre sí. Se puede concluir que es posible polimerizar resina fluida a través de bloques de porcelanas utilizadas para estructuras libres de metal, excepto a través de zirconio (Cercon) de 3mm de grosor. La profundidad de polimerización es dependiente del grosor, estructura y composición de las porcelanas.
2

Influência da angulação do preparo coronário na resistência à fratura de restaurações cerâmicas à base de Y-TZP /

Corazza, Pedro Henrique. January 2012 (has links)
Orientador: Alvaro Della Bona / Banca: Mário Alexandre Coelho Sinhoreti / Banca: Estevão Tomomitsu Kimpara / Resumo: O objetivo do estudo foi verificar a influência da angulação axial de preparos coronários na resistência à compressão de restaurações cerâmicas livres de metal a base de Y-TZP (YZ- Vita YZ) cobertas com uma porcelana (VM9- Vita VM9). Inicialmente foram realizadas as análises composicional e microestrutural das cerâmicas (YZ e VM9), bem como determinada a densidade (), o módulo de elasticidade (E) e a razão de Poisson (). Análise por elementos finitos (AEF) em modelos dimensionalmente iguais aos usados experimentalmente foi realizada para verificar a distribuição de tensões. Oitenta infra-estruturas (IE) de YZ foram usinadas pelo sistema CAD-CAM (Cerec inLab, Sirona) e divididas em 4 grupos, de acordo com o ângulo de convergência oclusal total (COT) do preparo coronário e o design da IE: G6 - COT de 6° e IE padrão (n=20); G12 - COT de 12° e IE padrão (n=20); G20 - COT de 20° e IE padrão (n=20); G20MOD - COT de 20° e IE modificada, compensando a inclinação do preparo (n=20). Todas as IE foram cobertas com VM9, cimentadas em modelos de resina epóxica reforçada por fibras de vidro e submetidas à carga compressiva até a fratura. Metade das restaurações de cada grupo (n=10) foi envelhecida por ciclagem mecânica (106 ciclos) antes do teste que aplicou uma carga compressiva nas restaurações. As falhas foram analisadas em estereomicroscópio e microscopia eletrônica de varredura (MEV), sendo determinada a origem da fratura. Os resultados foram avaliados estatisticamente usando análise de variância (ANOVA) e Tukey (=0,05). As análises composicionais e microestruturais e a determinação da , E e  revelaram dois materiais, mecânica e estruturalmente, distintos. A AEF mostrou maior valor de tensão máxima principal (TMP) na porcelana do G12 (4839 MPa), e na IE dos grupos... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The aim of the study was to investigate the influence of the convergence angle of tooth preparation on the compression strength of Y-TZP-based ceramic (YZ- Vita YZ) infra-structure (IS) veneered by a feldspathic porcelain (VM9- Vita VM9). Microstructural and element analysis of the ceramics (YZ and VM9) were made, and density (), elastic modulus (E) and Poisson's ratio ( ) were obtained. Finite Element Stress Analysis (FEA) in dimensionally identical models to those used in vitro was performed to verify the stress distribution in the system. Eighty YZ specimens were fabricated by the Cerec inLab CAD-CAM system and divided into four groups according to the total occlusal convergence angle (TOC): G6 - 6° TOC and standard IS (n=20); G12 -12° TOC and standard IS (n=20); G20 -20° TOC and standard IS (n=20); G20MOD - 20° TOC and modified IS (n=20). All IS were veneered with VM9, cemented in a fiber reinforced epoxy resin die and submitted to a compressive load until fracture. Half of the specimens from each group (n=10) were cyclic fatigued (106 cycles) before testing. Failure analysis was made using stereomicroscope and scanning electron microscopy (SEM) to determine the fracture origin. Data were statistically analyzed using ANOVA and Tukey tests (=0.05). Microstructure and element analyses and the determination of , E and  revealed distinct materials. FEA showed the greatest maximum principal stress (MPS) value of 4839 MPa for the G12 in the porcelain and of 403.3 MPa (G6) and 388.8 MPa (G12) in the IS. The stress distribution in the porcelain was similar for G6 and G12 groups, whereas the stress distribution in the IS of the G20MOD group suggested a superior performance under compression load compared to other groups. The in vitro test showed the greater maximum fracture... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
3

Efeito de diferentes tempos de condicionamento e condições de envelhecimento na resistência à flexão de cerâmicas ácido sensíveis /

Macedo, Vanessa Cruz. January 2012 (has links)
Orientador: Estevão Tomomitsu Kimpara / Coorientador: Guilherme de Siqueira Ferreira Anzaloni Saavedra / Banca: Luis Roberto Marcondes Martins / Banca: Tarcísio José de Arruda Paes Junior / Banca: Alfredo Mikail Melo Mesquita / Banca: Paula Carolina Komori de Carvalho / Resumo: As cerâmicas são indicadas para coroas livres de metal, pois alcançaram resistência suficiente para resistir às cargas funcionais. O objetivo neste estudo foi avaliar a resistência à flexão de barras cerâmicas, após diferentes tempos de condicionamento com ácido fluorídrico, e diferentes protocolos de envelhecimento. Foram confeccionadas 500 barras cerâmicas com dimensões de 16 mm x 4 mm x 2 mm, sendo 250 para cada tipo de cerâmica. As barras foram lixadas e polidas e distribuídas em 5 grandes grupos com 50 amostras cada e foram condicionadas com ácido fluorídrico a 10%, variando os tempos de condicionamento entre 20, 30, 40, 60 e 90 segundos. Posteriormente, foi aplicado o agente silano e uma camada fina de cimento resinoso dual. Foram então subdivididas em 5 diferentes meios de envelhecimento: termociclagem, ciclagem mecânica, ciclagem termomecânica, ciclagem intra-bucal e controle. Após os ciclos, as amostras foram submetidas ao teste de resistência à flexão, em uma máquina de ensaio universal EMIC, com velocidade de 1mm/min. Os valores médios forma submetidos a análise estatística ANOVA 2 fatores e comparação de Tukey 5%. Para a cerâmica feldspática tanto o grupo controle quanto o grupo submetido à ciclagem termomecânica apresentaram valores mais homogêneos em relação ao tempo de condicionamento. No grupo submetido à ciclagem mecânica, houve um aumento da resistência quando condicionado por 90 segundos. No grupo ciclado termicamente houve uma queda nos valores de resistência quando condicionados por 40 segundos, e no grupo intra-bucal, uma queda quando condicionados por 60 segundos. Uma expressiva diferença foi encontrada entre os grupos condicionados por 40 e 60 segundos, ambos submetidos à ciclagem intra-bucal. Para a cerâmica de dissilicato de lítio o maior valor... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Ceramics can be indicated for metal free crowns, since they have reached sufficient strength to withstand functional loads. The objective of this study was to evaluate the flexural strength of feldspathic bars and lithium disilicate, after different times of etching with hydrofluoric acid, and different protocols of aging. Five hundred bars (16 mm x 4 mm x 2 mm) were prepared, 250 for each type of ceramic. The bars were grounded, polished and distributed in 5 groups of 50 samples each and were etched with 10% hydrofluoric acid, varying the conditioning time (20, 30, 40, 60 and 90 seconds). Subsequently, the silane agent was applied followed by a thin layer of dual resin cement. Samples were then divided into five different ways of aging: thermal cycling, mechanical cycling, thermomechanical cycling, intra-oral cycling and control. After the cycles, the samples were subjected to flexural strength testing in a universal testing machine (EMIC), at a speed of 1 mm / min. Mean values were submitted to two-way ANOVA and Tukey test (α =5%). Both feldspathic ceramic control group and the group submitted to thermomechanical cycling showed more homogeneity regarding the conditioning time. In the group submitted to mechanical loading, there was an increase in the resistance when conditioning for 90 seconds. The thermally cycled group presented decrease in the strength values when conditioned for 40 seconds, and the intra-oral group, a decrease when conditioned for 60 seconds. The most significant difference was found between the groups conditioned for 40 and 60 seconds, both when submitted to intra-oral cycling. For lithium disilicate ceramic, the highest value of flexural strength was obtained in the control group, conditioned for 90 seconds. The lower values of flexural strength were found in groups submitted to intra-oral... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
4

Estudo comparativo da resistência de união entre seis cerâmicas e quatro ligas metálicas utilizando testes de cisalhamento.

Scolaro, Juliano Milczewsky 29 April 2003 (has links)
O objetivo deste trabalho foi realizar uma comparação entre diversas combinações de ligas metálicas e cerâmicas utilizando testes de cisalhamento com interface plana, a fim de se determinar a resistência de união entre os materiais. Confeccionaram-se ao todo, 176 corpos de prova cilíndricos com 6,0mm de diâmetro, 6,0mm de altura de metal e 1,5mm de porcelana. Utilizaram-se ligas de ouro, paládio-prata, níquel-cromo e titânio, além de seis diferentes cerâmicas. Do total, 160 corpos de prova foram submetidos a testes de cisalhamento. Os restantes 16 corpos de prova, quatro para cada liga, foram seccionados em seu longo eixo e submetidos à microscopia eletrônica de varredura e análises EDS (difração de raiosx)para medição da camada de interface e caracterização dos elementos presentes na referida camada e definição do tipo de fratura. Os resultados mostraram que a liga de ouro apresentou os melhores resultados de resistência de união (41,66MPa), seguida pela liga de níquel-cromo (37,41MPa), paládio-prata (36,51MPa) e titânio (29,62MPa) respectivamente. Os exames de microscopia eletrônica e EDS mostraram que, para as combinações metal/porcelana que apresentaram os melhores resultados, a quantidade de porcelana aderente após os testes era maior (43% - AuPt, 37,7% - NiCr, 35,3% - PdAg) do que nas que apresentaram os piores resultados (Ti – 20,9%). O tipo de fratura foi definido como misto, uma combinação de fratura adesiva e coesiva. As combinações que apresentaram interfaces mais espessas tiveram menores resultados de resistência de união. / The objective of this study was to compare the porcelain-to-metal bonding of various ceramic and metal combinations, using shear planar interface tests. Four alloys (gold, palladium -silver, nickel-chromium and titanium) were used to produce 176 metal patterns that were covered with six different porcelains. One hundred and sixty specimens were shear tested and the remaining sixteen were examined by EDS analisys to calculate the interface dimentions. According the results the gold alloy showed the best porcelain-to-metal bonding results (41.66Mpa), followed by palladium-silver (37.41Mpa), nickel-chromium (36.51Mpa) and titanium (29.62Mpa). The results of EDS analisys showed that the best bonding results were from the groups that had more adherent porcelain after the shear tests. The fracture type was defined as mixed, or a combination of adhesive and coesive failures. The interface was measured and the results were 37.98µm for the AuPt alloy, 31.30µm for the PdAg alloy, 39.29µm for the NiCr alloy and 87.13µm for the Ti alloy. The groups that had the largest interface (>60-70µm) showed the lowest shear bond strength results.
5

Evolução microestrutural de porcelanas brandas de queima rápida

Bernardin, Adriano Michael January 2006 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química. / Made available in DSpace on 2012-10-22T11:28:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 236620.pdf: 9311227 bytes, checksum: f572e10ce3e2b7267016c35d3b62ce18 (MD5)
6

Estudo da resitência de união de cimentos resinosos à cerâmicas à base de disilicato de lítio, leucita e zircônia / Blond strength evaluation of resin cements to lithium dislicate-leucite- and zirconia - based ceramics

Barbosa, Wladimir Franco de Sá 16 August 2018 (has links)
Orientador: Marcelo Giannini / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-16T11:55:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Barbosa_WladimirFrancodeSa_M.pdf: 2738568 bytes, checksum: c7b38b5fe835ba1f2db976b42619b94c (MD5) Previous issue date: 2010 / Resumo: O objetivo deste Estudo foi avaliar a resistência de união ao microcisalhamento de cimentos resinosos às estruturas de cerâmicas à base de disilicato de lítio, leucita ou zircônia. No Estudo 1, testou-se o efeito da limpeza ultra-sônica pós condicionamento com ácido fluorídrico na resistência de união de um cimento resinoso às cerâmicas reforçadas por disilicato de lítio e leucita. No Estudo 2 avaliou-se o efeito do tratamento térmico de diferentes silanos na resistência de união entre o cimento resinoso e a cerâmica reforçada por disilicato de lítio. Para o Estudo 3, utilizou-se uma porcelana à base de zircônia e 5 cimentos resinosos (sendo quatro cimentos auto-adesivos e um convencional) os quais foram testados após 24 horas ou um ano em armazenamento em água. No Estudo 4, avaliou-se o efeito da aplicação de "primers" para estruturas à base de ligas metálicas na resistência de união de um cimento convencional e um cimento auto-adesivo à porcelana à base de zircônia. Para os Estudos, foram utilizadas placas de cerâmicas reforçadas por disilicato de lítio, leucita e zircônia nas dimensões aproximadas de 10 mm de comprimento, 5 mm de largura e 1 mm de espessura. As superfícies das porcelanas foram tratadas de acordo com os objetivos de cada Estudo e espécimes de cimento resinoso em formato de cilindro foram confeccionados nessas superfícies, utilizando-se de uma matriz de Tygon com dimensões internas de 0,7 mm de diâmetro e 1 mm de altura. O ensaio de microcisalhamento foi realizado em máquina universal de ensaios (Instron 4411) e os valores de resistência de união apresentados em MPa. A análise dos dados foi realizada através da Análise de Variância (2 fatores) e teste de Tukey (5%) para todos os Estudos. No Estudo 1, a aplicação de ultra-som na peça condicionada aumentou a resistência de união em ambas as cerâmicas testadas. O uso do tratamento térmico da amostra de cerâmica silanizada não aumentou a resistência de união, independente do silano utilizado no Estudo 2. No terceiro Estudo, observou-se redução de resistência de união à zircônia após um ano de armazenamento em água para todos os cimentos estudados. No Estudo 4, o cimento auto-adesivo apresentou maior resistência de união que o convencional e o uso do Metal Primer aumentou a resistência de união de ambos os cimentos à superfície da zircônia. O uso do ultra-som nas peças cerâmicas condicionáveis pode aumentar a resistência de união do cimento resinoso, enquanto o tratamento térmico do silano não resultou em efeito significativo. O uso de primers para metal pode aumentar a resistência de união dos cimentos resinosos à zircônia, enquanto, o efeito do armazenamento em água por um ano pode causar redução significativa dessa resistência. / Abstract: The objective of this study was to evaluate the microshear bond strength of resin cements to lithium disilicate, leucite or zirconia-based porcelain. The Study 1 tested the effect of ultrasonic cleaning after fluoridric acid etching on the bond strength of resin cement to a lithium disilicate and leucite based porcelain. The Study 2 evaluated the effect of different silanes and silanizated ceramic heating on the bond strength of a resin cement to the surface of a lithium disilicate-based ceramic. For Study 3, it was used zirconia based porcelain and 5 resin cements (one conventional and and four self-adhesive), which were tested after 24 hours or one year of storage in water. In the Study 4, it was analyzed the effect of alloys primers on the bond strength of a conventional cement and a self-adhesive cement to -zirconia-based porcelain. Porcelain plates of lithium disilicate, leucite and zirconia with approximately dimensions of 10 mm lenght X 5 mm wide x 1 mm thick were prepared and used in this study. The porcelain surfaces were treated following the the objectives of each study. The resin cement cylinder shaped specimens were prepared on these surfaces using a matrix of Tygon tubing with internal dimensions of 0.7 mm in diameter x 1 mm high. Microshear test was conducted in a universal testing machine (Instron 4411) and the values of bond strength presented in MPa. Data analysis was performed using analysis of variance (two-way Anova) and Tukey test (5%) for all studies. In the Study 1, ultrasonic cleaning increased the bond strength for both ceramics. The heating of silanizated ceramic did not increase the bond strength, regardless of the type of the silane used in the Study 2. In the third study, it was observed reduction of bond strength to zirconia porcelain for all cements studied after year of storage in water. In the Study 4, the self-adhesive cement showed higher strength than the conventional one, and the use of Metal Primer products increased the bond strength for both cements to zirconia surface. Ultrasound of conditioned ceramic can increase the bond strength of resin cement, while the heat treatment of silane did not result in a significant effect. The use of alloys primers can increase the bond strength of resin cements to zirconia, conversely, the water storage for one year may cause a significant reduction of bond strength. / Mestrado / Dentística / Mestre em Clínica Odontológica
7

Estudo comparativo da resistência de união entre seis cerâmicas e quatro ligas metálicas utilizando testes de cisalhamento.

Juliano Milczewsky Scolaro 29 April 2003 (has links)
O objetivo deste trabalho foi realizar uma comparação entre diversas combinações de ligas metálicas e cerâmicas utilizando testes de cisalhamento com interface plana, a fim de se determinar a resistência de união entre os materiais. Confeccionaram-se ao todo, 176 corpos de prova cilíndricos com 6,0mm de diâmetro, 6,0mm de altura de metal e 1,5mm de porcelana. Utilizaram-se ligas de ouro, paládio-prata, níquel-cromo e titânio, além de seis diferentes cerâmicas. Do total, 160 corpos de prova foram submetidos a testes de cisalhamento. Os restantes 16 corpos de prova, quatro para cada liga, foram seccionados em seu longo eixo e submetidos à microscopia eletrônica de varredura e análises EDS (difração de raiosx)para medição da camada de interface e caracterização dos elementos presentes na referida camada e definição do tipo de fratura. Os resultados mostraram que a liga de ouro apresentou os melhores resultados de resistência de união (41,66MPa), seguida pela liga de níquel-cromo (37,41MPa), paládio-prata (36,51MPa) e titânio (29,62MPa) respectivamente. Os exames de microscopia eletrônica e EDS mostraram que, para as combinações metal/porcelana que apresentaram os melhores resultados, a quantidade de porcelana aderente após os testes era maior (43% - AuPt, 37,7% - NiCr, 35,3% - PdAg) do que nas que apresentaram os piores resultados (Ti – 20,9%). O tipo de fratura foi definido como misto, uma combinação de fratura adesiva e coesiva. As combinações que apresentaram interfaces mais espessas tiveram menores resultados de resistência de união. / The objective of this study was to compare the porcelain-to-metal bonding of various ceramic and metal combinations, using shear planar interface tests. Four alloys (gold, palladium -silver, nickel-chromium and titanium) were used to produce 176 metal patterns that were covered with six different porcelains. One hundred and sixty specimens were shear tested and the remaining sixteen were examined by EDS analisys to calculate the interface dimentions. According the results the gold alloy showed the best porcelain-to-metal bonding results (41.66Mpa), followed by palladium-silver (37.41Mpa), nickel-chromium (36.51Mpa) and titanium (29.62Mpa). The results of EDS analisys showed that the best bonding results were from the groups that had more adherent porcelain after the shear tests. The fracture type was defined as mixed, or a combination of adhesive and coesive failures. The interface was measured and the results were 37.98µm for the AuPt alloy, 31.30µm for the PdAg alloy, 39.29µm for the NiCr alloy and 87.13µm for the Ti alloy. The groups that had the largest interface (>60-70µm) showed the lowest shear bond strength results.
8

Efeito de tratamentos de superficie sobre a resistencia de união entre o titanio comercialmente puro e uma ceramica de baixa fusão

Troia Junior, Manoel Gomes 03 August 2018 (has links)
Orientador : Guilherme Elias Pessanha Henriques / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-03T20:00:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TroiaJunior_ManoelGomes_D.pdf: 4302439 bytes, checksum: 39d9e0759f673a468454f0bc94aa1b65 (MD5) Previous issue date: 2004 / Doutorado
9

Avaliação clínica de inlays e onlays confeccionados com dois tipos de cerâmica após 02 anos. / Clinical evaluation of ceramic inlays and onlays made with two systems after 2 years

Santos, Maria Jacinta Moraes Coelho 10 March 2003 (has links)
As restaurações em cerâmica pura têm sido uma opção restauradora largamente utilizada em dentes posteriores devido a sua excelente estética. Diversos tipos de sistemas cerâmicos estão disponíveis no mercado para a fabricação de restaurações parciais e coroas. Este trabalho teve o objetivo de avaliar o comportamento clínico de restaurações, do tipo inlay e onlay, confeccionadas com dois sistemas cerâmicos: cerâmica convencional (Duceram, Dentsply-Degussa) – D e cerâmica prensada (IPS Empress, Ivoclar- Vivadent) – IPS pelo período de 02 anos. Oitenta e seis restaurações, sendo 44 IPS e 42 D, foram cimentadas em 35 pacientes de ambos os sexos, com idade média de 35 anos. Vinte e sete pré-molares e cinqüenta e nove molares receberam preparos cavitários classe II, num total de 33 onlays e 53 inlays. Todas as restaurações foram fixadas com cimento resinoso dual (Variolink II, Ivoclar-Vivadent) e sistema adesivo Syntac (Primer e Adhesive) e Heliobond (Ivoclar-Vivadent), sob isolamento absoluto. Os procedimentos operatórios foram realizados por apenas um operador. As avaliações foram realizadas por dois examinadores independentes no baseline, após 01 e 02 anos mediante o critério USPHS modificado, quanto aos aspectos: sensibilidade pulpar, reincidência de cárie, fratura, reprodução de cor, descoloração marginal, integridade marginal e textura superficial. Adicionalmente, radiografias e slides foram feitos. Após 02 anos, 100% das restaurações foram reavaliadas e consideradas clinicamente excelentes ou aceitáveis. Dentre os itens analisados os seguintes apresentaram critério Bravo: descoloração marginal – IPS (31,82%); D (23,81%); integridade marginal – IPS (18,18%); D (11,9%); reprodução de cor – IPS (4,55%); D (9,52%) e textura superficial – IPS (2,27%); D (14,29%). Nenhum escore “Charlie" ou “Delta" foi atribuído às restaurações. Os resultados obtidos foram submetidos ao Teste Estatístico de Fisher e McNemar. Não houve diferença estatisticamente significante entre as cerâmicas testadas após 02 anos. Dentre os aspectos avaliados, o item descoloração marginal apresentou uma crescente porcentagem de escores “Bravo", para ambas as cerâmicas. Comparando-se esses dados com os obtidos no baseline verificou-se uma diferença estatisticamente significante (p > 0,05). Não houve diferença entre as restaurações do tipo inlay e onlay ou entre as restaurações fixadas nas regiões de pré-molares e molares. Na avaliação de 02 anos, o percentual de concordância entre os examinadores resultou em valores de Kappa acima de 0,8 para todos os critérios avaliados. Pôde-se concluir que os dois tipos de restaurações em cerâmica pura demonstraram um excelente desempenho clínico no período de dois anos. / The dental ceramics have been a restorative option, largely utilized in posterior teeth, due to an excellent esthetics. Several types of all ceramic systems are available in the market to fabricate partial restorations and crowns. The aim of this study was to evaluate the clinical performance of ceramic inlays and onlays made with two systems: sintered (Duceram, Dentsply-Degussa) – D and pressable (IPS Empress, Ivoclar-Vivadent) – IPS for two years. Eighty-six restorations, being 44 IPS and 42 D, were cemented in 35 patients from both sexes, mean age of 35 years. Twenty-seven premolars and 59 molars received class II cavities, totaling 33 onlays and 53 inlays. All restorations were cemented with the dual-resin cement (Variolink II, Ivoclar-Vivadent) and Syntac (Primer and Adhesive) and Heliobond adhesive system (Ivoclar-Vivadent), under rubber dam. The operative procedures were made by one operator. The evaluations were done by two independent investigators at the baseline, after one and two years, using the modified USPHS criteria for postoperative sensitivity, secondary caries, fracture, color match, marginal discoloration, marginal integrity and surface texture. Additionally radiographs and slides were made. After two years 100% of the restorations were assessed and all the restorations were considered clinically excellent or acceptable. Among the analyzed criteria the fallowing received Bravo ratings: marginal discoloration – IPS (31.82%); D (23.81%); marginal integrity – IPS (18.18%); D (11.9%); color match – IPS (4.55%); D (9.52%) and surface texture – IPS (2.27%); D (14.29%). No “Charlie" or “Delta" scores were attributed to the restorations. The results were submitted to the Fisher and McNemar Statistical Tests. No significant differences were noticed between both ceramics after two years. Among the analyzed criteria only the marginal discoloration aspect presented an increased percentage of “Bravo" scores, which enhanced with time for both ceramics. Compared to the baseline data, the difference was statistically significant (p> 0.05). No difference was found between inlays and onlays restorations or between the restorations placed in premolar or molar region. At 2 years, the interexaminer reliability yielded Kappa values above 0.8 for all criteria. In conclusion, these two types of ceramics demonstrated excellent clinical performance after two years.
10

Resistência à fratura de próteses parciais fixas de zircônia : efeito da aplicação da cerâmica de cobertura e do jateamento na região gengival dos conectores e pônticos /

Campos, Fernanda. January 2012 (has links)
Orientador: Marco Antonio Bottino / Coorientador: Rodrigo Othávio de Assunção e Souza / Banca: Luiz Felipe Valandro Soares / Banca: Liliana Gressler May / Resumo: Este estudo avaliou o efeito do aplicação da cerâmica de cobertura e do jateamento da infraestrutura (IE) cerâmica na região gengival dos conectores e pônticos com partículas de alumina revestidas por sílica e com partículas alumina na resistência à fratura de próteses fixas. Foram confeccionados 80 pilares em Resina G10 (Accurate Plastics, EUA), sendo 40 com base circular de 8 mm de diâmetro (representando um molar preparado) e 40 com base circular de 6 mm de diâmetro (representando um pré-molar preparado), ambos com características de um preparo para coroa total (altura: 6 mm, angulação: 6°, término em chanfro largo). Esses pilares foram incluídos em resina de poliuretano com a ajuda de um dispositivo metálico que padronizou a distância entre as bases dos pilares em 11 mm, constituindo os modelos. Os modelos foram escaneados e, a partir de blocos de cerâmica a base de zircônia (Vita In-Ceram 2000 YZ Cubes, Vita), foram confeccionadas infraestruturas cerâmicas. As IEs receberam cerâmica de cobertura (Vita VM9) em toda a infraestrutura ou deixando a região gengival de conectores e pônticos exposta. As Próteses parciais fixas (PPFs) foram distribuídas em quatro grupos, de acordo com o fator "tratamento da cerâmica de infraestrutura" (4 níveis): RT - (controle) aplicação da cerâmica envolvendo toda a infraestrutura; RP - região gengival dos conectores e pônticos sem aplicação de cerâmica de cobertura; RPC - RP + jateamento da IE com partículas de alumina revestidas por sílica (30 μm) na região gengival dos conectores e pônticos (3,5 bar, 20 s, distância = 10 mm); RPOA - RP + jateamento da IE com partículas alumina (45 μm) na região gengival dos conectores e pônticos (3,5 bar, 20 s, distância = 10 mm). As próteses foram cimentadas aos pilares com cimento resinoso... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: This study evaluated the effect of application of the veneering ceramic and sandblasting of the infrastructure (IE) in the gingival area of the connectors and pontic with alumina particles coated with silica and alumina particles on fracture resistance of fixed prostheses. 80 pillars were made in G10 resin (Accurate Plastics, USA), 40 with circular base diameter of 8 mm (representing a molar prepared) and 40 with circular base diameter of 6 mm (representing a premolar prepared), both with features of a full crown preparation (height 6 mm, angle: 6 ° bevel on the end off). These pillars were embedded in polyurethane resin with the aid of a metal device that standardized the distance between the bases of the pillars on 11 mm, making the models. The models were scanned, and from blocks of zirconia-based ceramic (Vita In-Ceram 2000 YZ Cubes, Vita), ceramics were prepared infrastructure. The ceramic IEs were veneered on the entire IE or leaving the gingival region of the pontic and connectors exposed. The fixed partial dentures (PPFs) were divided into four groups, according to the factor "treatment of infrastructure ceramic"(4 levels): RT - (control) veneering on the entire IE; RP - leaving the gingival region of the pontic and connectors without application of veneering ceramic; RTC - RT + IE sandblasted with alumina particles coated with silica (30 μm) in the gingival area of the connectors and pontics (3.5 bar for 20 s, distance = 10 mm); RTOA - RT + IE sandblasted with alumina particles (45 μm) in the gingival area of the connectors and pontics (3.5 bar for 20 s, distance = 10 mm). The dentures were cemented to the abutments with resin cement (Panavia F2.0, Kuraray, Japão). After 24 hours, they were subjected to mechanical... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre

Page generated in 0.0262 seconds