• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 2
  • Tagged with
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Análise dos determinantes macroeconômicos da relação entre inflação implícita e prêmio de inflação no Brasil

Kadobayashi, Thiago Yuzo 05 February 2018 (has links)
Submitted by Thiago Kadobayashi (thiagokadobayashi@gmail.com) on 2018-03-02T02:20:20Z No. of bitstreams: 1 Dissertação_Thiago_Kadobayashi.pdf: 1095279 bytes, checksum: c5293bee158cab42928f830086c99945 (MD5) / Approved for entry into archive by Thais Oliveira (thais.oliveira@fgv.br) on 2018-03-06T00:01:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação_Thiago_Kadobayashi.pdf: 1095279 bytes, checksum: c5293bee158cab42928f830086c99945 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-03-06T13:02:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação_Thiago_Kadobayashi.pdf: 1095279 bytes, checksum: c5293bee158cab42928f830086c99945 (MD5) Previous issue date: 2018-02-05 / Este trabalho teve como objetivo o estudo das relações entre inflação implícita e prêmio de inflação e variáveis macroeconômicas como o risco cambial, taxas de juros pré-fixados e o risco-país. Para esta finalidade foram obtidas as séries históricas da estrutura a termo das curvas de zero cupom de juros nominais e reais. As curvas foram construídas a partir dos valores de mercado dos títulos públicos e metodologia usada pela ANBIMA a partir do modelo de Svensson (1994), a partir da qual foi calculada uma curva de inflações implícitas de onde se obtiveram os prêmios de inflação em relação à mediana das projeções de inflação do relatório de expectativas de mercado do Banco Central do Brasil (Relatório FOCUS). Utilizando-se também de um histórico de taxas cambiais, das marcações a mercado do CDS Brasil de 5 anos e da taxa Selic overnight de onde foi possível a construção de uma base histórica que seria utilizada para a criação de simulações VAR para se estabelecer as relações das inflações implícitas e prêmios de inflação com as demais variáveis de mercado escolhidas, para seis horizontes de tempo: seis meses, nove meses, um ano, dois anos, três anos e quatro anos. Os resultados obtidos mostraram que as variáveis: taxa cambial, taxa pré-fixada, taxa Selic e CDS Brazil de 5 anos causam a inflação implícita e prêmios de inflação, no sentido de Granger. Um segundo ponto observado foram as diferenças entre as respostas do Break Even Inflation Rate (BEIR) e dos prêmios de inflação, por horizonte de tempo, aos impulsos gerados. Primeiramente foi observado que um impulso na taxa cambial gera uma resposta positivo e impacta mais substancialmente as inflações implícitas de longo prazo em detrimento das de curto prazo. Outra conclusão observada é que choques na taxa Selic geram respostas negativas e mais expressivas para os horizontes curtos, dado que mudanças na taxa Selic overnight impactam menos as expectativas de taxas Selic futuras. As respostas das inflações implícitas e prêmios de inflação para impulsos dos juros nominais são positivas e mais relevantes para os prazos longos e os impulsos gerados nos prêmios do CDS Brasil impactaram negativamente as inflações implícitas de maneira praticamente uniforme entre os prazos analisados. / This paper aims to study the relationship between BEIR (Break Even Inflation Rate) and the inflation premiums embeded in the Brazilian public bonds indexed to inflation with foreign exchange rate, interest rates and sovereign default premiums for Brazilian market. To this end, we construct the real interest and nominal interest zero coupon curves using Svensson (1994) methodology and the indicative yields-to-maturity for Brazilian bonds from ANBIMA and we extract the BEIR historical curve from it. Using the historical BEIR curve constructed and the historical inflation expectations from FOCUS Report, disclosed weakly by Brazilian Central Bank, we constructed a historical inflation premiums curve. Basing on the historical of inflation premiums, BEIR, fixed interest rate, foreign exchange rate, CDS premiums and Selic Overnight rate we estimated a VAR (Vector Autoregressive) model for six different maturities (six months, nine months, one year, two years, three years and four years). The results from the VAR models demonstrated that the chosen variables Granger cause inflations premiums and BEIRs, and the results from the IRF (Impulse Response Functions) put in evidence the different responses of BEIR and inflation premiums on different maturities. The response of BEIR and inflation premiums over the foreign exchange rate impulse was positive and more relevant for long term maturities and the BEIR and inflation premiums responses on the fixed rates impulses are positive and more meaningful for long term maturities because higher fixed rates mean more inflation premiums, and the responses over the CDS impulse were negative and at the same level over different maturities.
2

O prêmio de inflação e a incerteza dos agentes econômicos

Doi, Jonas Takayuki January 2015 (has links)
Submitted by JONAS DOI (jonas.nevasca@gmail.com) on 2015-09-04T23:26:42Z No. of bitstreams: 1 DISSERTACAO FINAL JONAS.pdf: 427402 bytes, checksum: e027f128b8dbb648fec63fc2a1c487c3 (MD5) / Approved for entry into archive by Renata de Souza Nascimento (renata.souza@fgv.br) on 2015-09-08T17:33:54Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DISSERTACAO FINAL JONAS.pdf: 427402 bytes, checksum: e027f128b8dbb648fec63fc2a1c487c3 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-09-08T20:04:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSERTACAO FINAL JONAS.pdf: 427402 bytes, checksum: e027f128b8dbb648fec63fc2a1c487c3 (MD5) Previous issue date: 2015 / O prêmio de inflação é calculado pela diferença entre a inflação implícita (diferença entre a taxa de juro nominal e a taxa de juro real encontrada nos títulos públicos) e a projeção de inflação dos agentes econômicos. A mediana do prêmio de inflação no Brasil varia entre 0.2% e 0.5% ao ano. O presente artigo encontra evidência empírica de que um aumento na incerteza dos agentes sobre a expectativa de inflação impacta positivamente o prêmio de inflação. O grau de incerteza dos agentes é medido neste trabalho pelo desvio padrão das projeções de inflação no relatório Focus do Banco Central. O primeiro modelo VAR foi testado com o desvio padrão e os prêmios de inflação para os horizontes de 3, 6, 9, 12, 24 e 36 meses, e apresentou resposta estatisticamente significativa positiva a um impulso no desvio padrão para todos os prêmios exceto os de horizontes de 3 e 6 meses. As respostas ao impulso são semelhantes para os diferentes horizontes. Um segundo modelo VAR foi testado com o desvio padrão, o prêmio de inflação com horizonte de 12 meses, a inclinação entre os prêmios de horizonte de 6 e 24 meses e uma borboleta entre os prêmios de horizonte de 3, 12 e 36 meses para verificar se a incerteza impacta também a forma da curva de prêmio de inflação. Esse não apresentou resposta estatisticamente significativa a um impulso no desvio padrão. Concluiu-se que a incerteza dos agentes impacta a curva de prêmio de inflação em nível, porém sem efeitos significativos no formato da curva. / The inflation premia is calculated by the difference between the inflation breakeven (difference between the nominal yield and the real yield embedded in the government bonds) with the inflation projection of the economic agents. The median of the inflation premia in Brazil vary from 0.2% to 0.5% per year. This article finds empirical evidence that an increase of the agents’ uncertainty over the inflation projections positively impacts the inflation premia. The uncertainty of the agents is measured by the standard deviation of the projections in the Focus report from the Brazil Central Bank. The first model VAR was tested with the standard deviation, the inflation premias for 3, 6, 9, 12, 25 and 36 months, and presented a statistically significant positive response to an impulse on the standard deviation to all inflation premias except for the 3 and 6 month maturities. The responses to the impulse are similar for all the maturities. The second model VAR was tested with the standard deviation, the 12 month inflation premia, the slope between 6 and 24 months and a butterfly between 3, 12 and 36 months inflation premia. This model did not presented a statistically significant response to an impulse on the standard deviation to the shape of the inflation premia curve. We concluded that the uncertainty of the projections impacts the level of the inflation premia curve, but without the significant effect on the shape of the curve.

Page generated in 0.0587 seconds