• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 110
  • Tagged with
  • 110
  • 110
  • 68
  • 40
  • 39
  • 32
  • 31
  • 28
  • 27
  • 26
  • 26
  • 22
  • 22
  • 21
  • 18
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O Espaço do New Urbanism: sobre princípios e regras compositivas

Veras Vasconcelos, Adriana January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:31:49Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5430_1.pdf: 6569096 bytes, checksum: 31e48ac21f4c1a777eab7a857ebf18d8 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2004 / Este trabalho investiga o New Urbanism, teoria urbanística contemporânea, surgida nos EUA, na década de 1980. Esta teoria estabelece princípios e regras compositivas que afetam a acessibilidade, o uso do solo e estabelecem configurações específicas de um novo tipo de assentamento. O objetivo deste trabalho é verificar em que medida os projetos urbanísticos fundamentados nos princípios e regras compositivas do New Urbanism favorecem a interação social e o resgate da vida em comunidade. Neste sentido, foi desenvolvida uma análise da configuração espacial de três projetos do New Urbanism, tendo em vista suas implicações no movimento natural de pedestres e no uso do solo previsto. Esta análise é fundamentada na Teoria da Lógica Social do Espaço (HILLIER; HANSON, 1984). Os resultados obtidos permitem inferir que os projetos urbanísticos do New Urbanism atendem às solicitações de sua teoria desde que apoiados em determinadas propriedades morfológicas, como integração, inteligibilidade e sinergia.
2

Projetos urbanos : uma crítica ontológica

Oliveira, Clarice Misoczky de January 2018 (has links)
A tese entende o Projeto Urbano (PU) como um novo padrão de intervenção na cidade; um projeto político que envolve procedimentos gerencialistas e articulações público-privadas. Quando inserido na lógica do empreendedorismo urbano, o PU é utilizado visando efeitos de curto prazo, em oposição ao conceito de planejamento urbano. Tendo esse ponto de partida, e constatando lacunas e insuficiências nos debates acadêmicos sobre o assunto, especialmente no Brasil, a tese realiza uma crítica ontológica do PU no sistema em que opera, o capitalismo. Este objetivo implica na compreensão da dimensão ideológica do PU, que efetiva seu caráter prático-operacional. Para fundamentar a crítica ontológica, se recorre a proposições de Giörgy Lukács em sua obra tardia sobre a ontologia do ser social – conteúdo sistematizado no Capítulo 1 da Parte I. A crítica ontológica se dirige essencialmente aos pressupostos estruturais da tradição criticada, única maneira de figurar o mundo de maneira radicalmente distinta. Para descortinar essa crítica ontológica do PU, a obra de Henri Lefebvre mostra-se um caminho coerente e profícuo. Suas proposições acerca da vida cotidiana, da produção do espaço e da sociedade urbana colocam questões ontológicas ao urbanismo, como objeto direto e também como pano de fundo de sua análise. Essas proposições, relacionadas sobretudo à Revolução Urbana, são sistematizadas no Capitulo 2 da Parte I. Parte-se das reflexões de Lefebvre sobre a cidade industrial, para atualizá-las e afirmar que os meios de produção (incluindo o planejamento urbano) migraram para uma lógica associada ao gerencialismo, ao empreendedorismo urbano e ao planejamento mercadófilo. Ou seja, ocorre uma transformação da cidade industrial para a cidade neoliberal e, na atualidade, um aprofundamento da cidade neoliberal de urbanização extensiva através da produção de espaços artificiais concebidos por meio de projetos urbanos. Em síntese, a tese sustenta que o projeto urbano é o instrumento prático operacional da produção de espaços artificiais na cidade neoliberal. Esse argumento fundamenta-se na abordagem dos seguintes aspectos específicos: os deslocamentos no tempo e no espaço na elaboração das ideias que fundamentam e possibilitam a prática do PU – ou seja, sua gênese ontológica; a relação dessas ideias com as práticas – ou seja, seu caráter prático operacional no estágio atual do capitalismo, desvelando as contradições no espaço a partir de projetos urbanos contemporâneos em diferentes estágios do processo; reconhecimento das práticas insurgentes que se orientam contra a artificialidade dos projetos urbanos, na direção de uma sociedade urbana. Esses temas são desenvolvidos nos Capítulos 3, 4 e 5 da Parte II. Nas conclusões, com a discussão final sobre a ontologia do PU e sua expressão contemporânea concreta, busca-se um aporte que contribua para a superação das lacunas identificadas no campo dos estudos críticos urbanos. / This thesis considers Urban Projects (UP) as a new intervention pattern in the city, a political project that involves managerial procedures and public-private negotiations. From the perspective of urban entrepreneurship, UPs are used for short-term purposes, as opposed to the concept of urban planning. Based on this assumption and considering the academic knowledge gaps on this subject, particularly in Brazil, this thesis proposes an ontological critique of the urban projects practiced within the capitalist system, aiming at understanding of their ideological dimension, which determines their practical-operational character. In Part I, Chapter 1, the propositions of Giörky Lukács in his work on the ontology of the social being are used to support this ontological critique. The only way to present the world in a radically different way is to focus on the structural assumptions of the criticized tradition. The work of Henri Lefebvre provides a coherent and effective guidance to uncover this ontological critique. Lefebvre’s propositions on everyday life, production of space and urban society poses ontological questions as to urban planning as a direct subject and also as the background for his analysis. These propositions, mainly related to the Urban Revolution, are systematized in Part I, Chapter 2. Lefebvre’s reflections on the industrial city are updated and used to show that the means of production (including urban planning) have migrated to a rationale associated with managerialism, urban entrepreneurship, and leverage planning. In other words, the industrial city is transformed into the neoliberal city and magnified into a neoliberal city with extensive urbanization by producing artificial spaces conceived through urban projects. In summary, the thesis asserts that the urban project is the practical operational tool applied for the production of artificial spaces in the neoliberal city. This argument is based on the approach of the following specific aspects: the displacement in time and space of the development of ideas that provide the theoretical foundation and allow urban projects to be put in practice, i.e., their ontological genesis; the relation of these ideas with practices, i.e., their practical operational character at the current stage of capitalism, revealing the contradictions in space based on contemporary urban projects at different stages of the process; and the acknowledgement of insurgent practices against the artificiality of urban projects and for an urban society. These themes are developed in Part II, Chapters 3, 4 and 5. In the conclusions, a final discussion on the ontology of urban projects and its concrete contemporary expression proposes an approach to contribute to fill the gaps identified in the field of critical urban studies.
3

Possibilidades de extrair da arte critérios ao projeto da cidade : uma investigação baseada na obra de Hélio Oiticica

Giorgi Filho, Raimundo January 2016 (has links)
Esta é uma pesquisa de caráter exploratório e qualitativo, que constrói uma investigação sobre as possibilidades de retirar da arte, a partir de seus pensamentos e modos, critérios ao projeto contemporâneo das cidades. Ela se insere no debate sobre os princípios atuais de projetação das cidades, cujo viés racional-funcionalista torna-se, em geral, hegemônico nas decisões sobre o fato urbano, e da possível afetação desses princípios por valores projetados de subjetividade. O fazer da arte é visto a partir de uma natureza política, que é intrínseca aos seus procedimentos e que o potencializa como vetor de uma ‘partilha do sensível’, no sentido que constrói o filósofo Jacques Rancière. Essa condição é verificada por uma exercitação cuja estrutura centraliza a construção de um estudo específico, sobre a obra do artista brasileiro Hélio Oiticica, do qual vamos retirar conceitos e construções teóricas a serem projetivamente manipulados, através da metodologia de Projeto por Cenários. O resultado a que queremos chegar são cenários que caracterizem cidades possíveis, quando pensadas a partir de critérios da arte, como exemplares dessa possibilidade. / This exploratory and qualitative research constructs an investigation about the possibilities for extracting criteria from art for application in the contemporary project of the city. It finds its relevancy in the debate about current principles for city design, whose rational-functional approach has become, in general, hegemonic in the decisions about the urban fact, and the possible affect of the principles by values designed from subjectivity. The practice of art is seen from the perspective of natural politics, which is intrinsic to its procedures and which potencializes as a vector in a "distribution of the sensible", in the sense constructed by philosopher Jacques Rancière. This condition is verified through an exercise whose structure centralizes a builds from a study about the work of Brazilian artist Hélio Oiticica, from which we will extract concepts e theoretical constructions to be manipulated, through the scenario design methodology. The intention of this research is to characterize possible city scenarios from criteria derived from art.
4

Possibilidades de extrair da arte critérios ao projeto da cidade : uma investigação baseada na obra de Hélio Oiticica

Giorgi Filho, Raimundo January 2016 (has links)
Esta é uma pesquisa de caráter exploratório e qualitativo, que constrói uma investigação sobre as possibilidades de retirar da arte, a partir de seus pensamentos e modos, critérios ao projeto contemporâneo das cidades. Ela se insere no debate sobre os princípios atuais de projetação das cidades, cujo viés racional-funcionalista torna-se, em geral, hegemônico nas decisões sobre o fato urbano, e da possível afetação desses princípios por valores projetados de subjetividade. O fazer da arte é visto a partir de uma natureza política, que é intrínseca aos seus procedimentos e que o potencializa como vetor de uma ‘partilha do sensível’, no sentido que constrói o filósofo Jacques Rancière. Essa condição é verificada por uma exercitação cuja estrutura centraliza a construção de um estudo específico, sobre a obra do artista brasileiro Hélio Oiticica, do qual vamos retirar conceitos e construções teóricas a serem projetivamente manipulados, através da metodologia de Projeto por Cenários. O resultado a que queremos chegar são cenários que caracterizem cidades possíveis, quando pensadas a partir de critérios da arte, como exemplares dessa possibilidade. / This exploratory and qualitative research constructs an investigation about the possibilities for extracting criteria from art for application in the contemporary project of the city. It finds its relevancy in the debate about current principles for city design, whose rational-functional approach has become, in general, hegemonic in the decisions about the urban fact, and the possible affect of the principles by values designed from subjectivity. The practice of art is seen from the perspective of natural politics, which is intrinsic to its procedures and which potencializes as a vector in a "distribution of the sensible", in the sense constructed by philosopher Jacques Rancière. This condition is verified through an exercise whose structure centralizes a builds from a study about the work of Brazilian artist Hélio Oiticica, from which we will extract concepts e theoretical constructions to be manipulated, through the scenario design methodology. The intention of this research is to characterize possible city scenarios from criteria derived from art.
5

Possibilidades de extrair da arte critérios ao projeto da cidade : uma investigação baseada na obra de Hélio Oiticica

Giorgi Filho, Raimundo January 2016 (has links)
Esta é uma pesquisa de caráter exploratório e qualitativo, que constrói uma investigação sobre as possibilidades de retirar da arte, a partir de seus pensamentos e modos, critérios ao projeto contemporâneo das cidades. Ela se insere no debate sobre os princípios atuais de projetação das cidades, cujo viés racional-funcionalista torna-se, em geral, hegemônico nas decisões sobre o fato urbano, e da possível afetação desses princípios por valores projetados de subjetividade. O fazer da arte é visto a partir de uma natureza política, que é intrínseca aos seus procedimentos e que o potencializa como vetor de uma ‘partilha do sensível’, no sentido que constrói o filósofo Jacques Rancière. Essa condição é verificada por uma exercitação cuja estrutura centraliza a construção de um estudo específico, sobre a obra do artista brasileiro Hélio Oiticica, do qual vamos retirar conceitos e construções teóricas a serem projetivamente manipulados, através da metodologia de Projeto por Cenários. O resultado a que queremos chegar são cenários que caracterizem cidades possíveis, quando pensadas a partir de critérios da arte, como exemplares dessa possibilidade. / This exploratory and qualitative research constructs an investigation about the possibilities for extracting criteria from art for application in the contemporary project of the city. It finds its relevancy in the debate about current principles for city design, whose rational-functional approach has become, in general, hegemonic in the decisions about the urban fact, and the possible affect of the principles by values designed from subjectivity. The practice of art is seen from the perspective of natural politics, which is intrinsic to its procedures and which potencializes as a vector in a "distribution of the sensible", in the sense constructed by philosopher Jacques Rancière. This condition is verified through an exercise whose structure centralizes a builds from a study about the work of Brazilian artist Hélio Oiticica, from which we will extract concepts e theoretical constructions to be manipulated, through the scenario design methodology. The intention of this research is to characterize possible city scenarios from criteria derived from art.
6

Planos e projetos de expansão urbana industriais e operários em Porto Alegre (1935-1961)

Miranda, Adriana Eckert January 2013 (has links)
O presente trabalho enfoca os planos e projetos urbanos de caráter industrial e de habitação operária desenvolvidos entre 1935 e 1961 na Várzea do Gravataí e os projetos de loteamentos implantados junto a indústrias no mesmo período no Passo d’Areia e Passo da Mangueira na zona norte de Porto Alegre. O primeiro grupo se destacou pela projeção dos seus urbanistas autores e pelo referencial urbanístico de seus projetos apesar não obter o sucesso na sua realização. O segundo grupo – plenamente exitoso na sua implantação - apresenta-se como projetos que visavam o máximo aproveitamento do terreno, proximidade às fábricas, com pouco ou nenhum equipamento urbano. O objetivo principal concentra-se em esclarecer os motivos da não-realização do grupo de projetos da Várzea do Gravataí, ainda que se apresentasse como essencial para o desenvolvimento do setor no estado em um momento que núcleos industriais eram implementados no bojo das políticas industrializantes do governo federal. Contextualizam-se os projetos da Várzea não só junto ao quadro desses planos de núcleos industriais brasileiros, mas também junto ao processo de ocupação local dos loteamentos no Passo d’Areia e Passo da Mangueira que, em determinados casos, envolvia os mesmos incorporadores da Várzea. Assim, busca-se esclarecer as relações entre os grupos e o panorama político industrial do período, a fim verificar as razões de sucessos e insucessos. / This thesis focuses the plans and urban projects of industrial character and of working class dwelling developed between the years of 1935 and 1961 in the Gravataí Wetlands and the projects of “city lots” to be implemented along industries in the same period in the Passo d’Areia and Passo da Mangueira areas in the northern Porto Alegre. The first group stood out for the “projection” of its urban planners and the urban references of their projects, though not obtaining success in their realization. The second group’s projects, however, were fully implemented, and they’re characterized by the concern of fully occupying the lands, by being near the factories and with few – or none – urban facilities within. The main objective is to clarify the reasons for the non-fulfillment of the projects from the first group for the Gravataí Wetlands, even though they would have been essential for the industrial development of the state in a time when industrial nuclei were being built from governmental industrial subsidy in the center of the country. The Wetlands projects are within the context not only of these plans for new Brazilian industrial nuclei, but also of the process of local occupation of the lots at Passo d’Areia and Passo da Mangueira which, in certain cases, involved the same developer as that form the Wetlands enterprise. Therefore it is sought to clarify the relations between these groups and the political-industrial panorama of the state, in order to verify the reasons for success and failures.
7

Altinópolis : por um projeto de paisagem

Magalhães, Kelly Cristina 26 August 2016 (has links)
Submitted by Izabel Franco (izabel-franco@ufscar.br) on 2016-10-26T13:47:05Z No. of bitstreams: 1 TeseKCM.pdf: 14228273 bytes, checksum: 89f0b71294041945a843a76807dbe794 (MD5) / Approved for entry into archive by Marina Freitas (marinapf@ufscar.br) on 2016-11-08T18:22:12Z (GMT) No. of bitstreams: 1 TeseKCM.pdf: 14228273 bytes, checksum: 89f0b71294041945a843a76807dbe794 (MD5) / Approved for entry into archive by Marina Freitas (marinapf@ufscar.br) on 2016-11-08T18:22:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 TeseKCM.pdf: 14228273 bytes, checksum: 89f0b71294041945a843a76807dbe794 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-11-08T18:22:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TeseKCM.pdf: 14228273 bytes, checksum: 89f0b71294041945a843a76807dbe794 (MD5) Previous issue date: 2016-08-26 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / The thesis presents the concept of landscape deconstruction as an alternative to reveal chances of landscape projects for intervention in the territory, and in particular, proposes to its definition as an analytical process and planning instrument in the case of the city of Altinópolis, state of São Paulo. In this approach the landscape of deconstruction in the city of Altinópolis occurs in three categories that enable the analysis in landscape mosaic from an understanding of the relationship timeline Border, Trama and ruin. Runs through the debate between disciplines that have contributed to the latest conceptual outlines of the word landscape, to then be guided by the analysis of the landscape transformation of history, as it emerges from the understanding of a landscape transformation project in constant motion (technical becoming) and the formation of the modern territory. The analysis of favorable material conditions and the perception that these differences and gradations are generating new forms of this landscape (difference), so attention to a historical and return continued the landscape is the ability to print a new thinking about the city and landscape, object of our study. / A tese apresenta o conceito de desconstrução da paisagem como alternativa para revelar hipóteses de projetos de paisagem para intervenção no território, e em particular, propõe a sua definição como processo analítico e instrumento de planificação no caso da cidade de Altinópolis, estado de São Paulo. Nesta abordagem a desconstrução da paisagem na cidade de Altinópolis se dá em três categorias que viabilizam a análise no mosaico de paisagem a partir de uma compreensão da relação espaço temporal Fronteira, Trama e Ruína. Percorre o debate entre as disciplinas que contribuíram para os contornos conceituais mais recentes da palavra paisagem, para então ser orientada pela análise da história da transformação da paisagem, pois dela emerge a compreensão de um projeto de transformação da paisagem em constante movimento (devir técnico) e a formação do território moderno. A análise das condições materiais favoráveis e a percepção de que essas diferenças e gradações são geradores de novas formas dessa paisagem (difference), assim também a atenção para uma continuidade histórica e retorno a paisagem é a possibilidade de imprimir um novo pensar a cidade e a paisagem, objeto de nosso estudo.
8

Planos e projetos de expansão urbana industriais e operários em Porto Alegre (1935-1961)

Miranda, Adriana Eckert January 2013 (has links)
O presente trabalho enfoca os planos e projetos urbanos de caráter industrial e de habitação operária desenvolvidos entre 1935 e 1961 na Várzea do Gravataí e os projetos de loteamentos implantados junto a indústrias no mesmo período no Passo d’Areia e Passo da Mangueira na zona norte de Porto Alegre. O primeiro grupo se destacou pela projeção dos seus urbanistas autores e pelo referencial urbanístico de seus projetos apesar não obter o sucesso na sua realização. O segundo grupo – plenamente exitoso na sua implantação - apresenta-se como projetos que visavam o máximo aproveitamento do terreno, proximidade às fábricas, com pouco ou nenhum equipamento urbano. O objetivo principal concentra-se em esclarecer os motivos da não-realização do grupo de projetos da Várzea do Gravataí, ainda que se apresentasse como essencial para o desenvolvimento do setor no estado em um momento que núcleos industriais eram implementados no bojo das políticas industrializantes do governo federal. Contextualizam-se os projetos da Várzea não só junto ao quadro desses planos de núcleos industriais brasileiros, mas também junto ao processo de ocupação local dos loteamentos no Passo d’Areia e Passo da Mangueira que, em determinados casos, envolvia os mesmos incorporadores da Várzea. Assim, busca-se esclarecer as relações entre os grupos e o panorama político industrial do período, a fim verificar as razões de sucessos e insucessos. / This thesis focuses the plans and urban projects of industrial character and of working class dwelling developed between the years of 1935 and 1961 in the Gravataí Wetlands and the projects of “city lots” to be implemented along industries in the same period in the Passo d’Areia and Passo da Mangueira areas in the northern Porto Alegre. The first group stood out for the “projection” of its urban planners and the urban references of their projects, though not obtaining success in their realization. The second group’s projects, however, were fully implemented, and they’re characterized by the concern of fully occupying the lands, by being near the factories and with few – or none – urban facilities within. The main objective is to clarify the reasons for the non-fulfillment of the projects from the first group for the Gravataí Wetlands, even though they would have been essential for the industrial development of the state in a time when industrial nuclei were being built from governmental industrial subsidy in the center of the country. The Wetlands projects are within the context not only of these plans for new Brazilian industrial nuclei, but also of the process of local occupation of the lots at Passo d’Areia and Passo da Mangueira which, in certain cases, involved the same developer as that form the Wetlands enterprise. Therefore it is sought to clarify the relations between these groups and the political-industrial panorama of the state, in order to verify the reasons for success and failures.
9

Planos e projetos de expansão urbana industriais e operários em Porto Alegre (1935-1961)

Miranda, Adriana Eckert January 2013 (has links)
O presente trabalho enfoca os planos e projetos urbanos de caráter industrial e de habitação operária desenvolvidos entre 1935 e 1961 na Várzea do Gravataí e os projetos de loteamentos implantados junto a indústrias no mesmo período no Passo d’Areia e Passo da Mangueira na zona norte de Porto Alegre. O primeiro grupo se destacou pela projeção dos seus urbanistas autores e pelo referencial urbanístico de seus projetos apesar não obter o sucesso na sua realização. O segundo grupo – plenamente exitoso na sua implantação - apresenta-se como projetos que visavam o máximo aproveitamento do terreno, proximidade às fábricas, com pouco ou nenhum equipamento urbano. O objetivo principal concentra-se em esclarecer os motivos da não-realização do grupo de projetos da Várzea do Gravataí, ainda que se apresentasse como essencial para o desenvolvimento do setor no estado em um momento que núcleos industriais eram implementados no bojo das políticas industrializantes do governo federal. Contextualizam-se os projetos da Várzea não só junto ao quadro desses planos de núcleos industriais brasileiros, mas também junto ao processo de ocupação local dos loteamentos no Passo d’Areia e Passo da Mangueira que, em determinados casos, envolvia os mesmos incorporadores da Várzea. Assim, busca-se esclarecer as relações entre os grupos e o panorama político industrial do período, a fim verificar as razões de sucessos e insucessos. / This thesis focuses the plans and urban projects of industrial character and of working class dwelling developed between the years of 1935 and 1961 in the Gravataí Wetlands and the projects of “city lots” to be implemented along industries in the same period in the Passo d’Areia and Passo da Mangueira areas in the northern Porto Alegre. The first group stood out for the “projection” of its urban planners and the urban references of their projects, though not obtaining success in their realization. The second group’s projects, however, were fully implemented, and they’re characterized by the concern of fully occupying the lands, by being near the factories and with few – or none – urban facilities within. The main objective is to clarify the reasons for the non-fulfillment of the projects from the first group for the Gravataí Wetlands, even though they would have been essential for the industrial development of the state in a time when industrial nuclei were being built from governmental industrial subsidy in the center of the country. The Wetlands projects are within the context not only of these plans for new Brazilian industrial nuclei, but also of the process of local occupation of the lots at Passo d’Areia and Passo da Mangueira which, in certain cases, involved the same developer as that form the Wetlands enterprise. Therefore it is sought to clarify the relations between these groups and the political-industrial panorama of the state, in order to verify the reasons for success and failures.
10

Territórios de intermediação: uma hipótese para a cidade contemporânea / Territories in-between: a hypothesis for the analysis and the project of contemporary city

Sales, Marta Maria Lagreca de 06 May 2008 (has links)
Este trabalho trata da atualidade e aplicabilidade à cidade contemporânea do conceito in-between territórios de intermediação-, desenvolvido inicialmente em pequena escala, dentro da crítica que a última geração dos ciam fez ao pensamento urbanístico modernista. Para tanto é realizado um mapeamento dos conceitos, condições e problemas enfrentados pelo urbanismo no último século. O percurso desenvolvido mostra a emergência de algumas figuras e temas na passagem da cidade moderna para a contemporânea, que se apresentam como possibilidades de experimentação fecunda no campo da arquitetura e do urbanismo. A malha teórica traçada é confrontada com os estudos de caso onde se exploram as possibilidades de aplicação desses conceitos a uma realidade determinada, analisando-se o caso do Projeto Recife-Olinda (2005- 2007) e articulando-se a análise a temas e materiais específicos de outros projetos relevantes que ajudam a iluminar o problema. Assim, a figura ou conceito territórios de intermediação (in-between) e o tema terrenos vagos são trabalhados como resultante expressiva dos dois movimentos de passagem da cidade moderna para a contemporânea: separar e distanciar e dispersar e fragmentar. Enquanto temas e materiais correlatos, foi pesquisado o desenho e articulação dos sistemas fundamentais da cidade mobilidade, habitação, centralidade e meio ambiente. Conclui-se que o in-between é atual, sim, para capturar determinadas necessidades do projeto urbano no contexto de uma cidade contemporânea marcada pela fragmentação, pelas mudanças rápidas e indeterminações próprias das redes desterritorializadas e a conseqüente ampliação das desigualdades territoriais / This work addresses the currentness and applicability to the contemporary city of the in-between concept intermediation territories developed initially in small scale, within the criticism that the last ciam generation made to the modernistic urbanistic thought. For this purpose, a mapping is performed of concepts, conditions, and problems faced by urbanism in the last century. The path developed shows the emergence of some pictures and themes in the transition from the modern city to the contemporary one, that present themselves as possibilities of fecund experimentation in the fields of architecture and urbanism. The theoretical mesh plotted is compared to case studies, where the possibilities of application of these concepts to a particular reality are exploited, analyzing the case of the Recife-Olinda Project (2005-2007), and articulating the analysis with specific themes and materials from other relevant projects that help throwing light on the problem. This way, the picture or concept intermediation territories (in-between), and the vacant lots themes are worked out as expressive resulting of the two movements of passage from the modern city to the contemporary one: separating and setting apart and dispersing and fragmenting. As correlate themes and materials, the design and articulation of the citys key systems were researched mobility, housing, centrality, and environment. The conclusion is that in-between is current, yes, to capture certain needs of the urban project, in the context of a contemporary city, marked by fragmentation, by quick change and indeterminations that are characteristics of deterritorialized networks, and the consequent expansion of territorial inequalities.

Page generated in 0.1921 seconds