• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 74
  • 2
  • Tagged with
  • 76
  • 76
  • 52
  • 42
  • 35
  • 32
  • 26
  • 20
  • 19
  • 17
  • 14
  • 13
  • 12
  • 12
  • 11
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Remoção de surfactantes (LAS) no tratamento anaeróbio de esgotos domésticos

Henrique Bonfim, Jefferson January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:39:58Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo6163_1.pdf: 1228967 bytes, checksum: 9e029228461437b541c5673eb8c737c8 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 / A grande utilização doméstica e industrial do alquilbenzeno linear sulfonado (do inglês Linear Alkylbenzene Sulfonate - LAS) provoca modificações ambientais, como a contaminação das margens dos rios, acarretando na destruição dos importantes nichos ecológicos e ainda prejudica o tratamento dos efluentes nas estações de tratamento, devido à alta concentração deste composto em alguns corpos hídricos. Neste trabalho avaliou-se o perfil de concentração e o comportamento do LAS em sistemas anaeróbios, em estudo realizado na Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) da Mangueira (Recife-PE), formada por um reator tipo UASB (reator anaeróbio de manta de lodo e fluxo ascendente) em 8 células paralelas e uma lagoa de polimento, utilizando-se uma das células (C2) para esta pesquisa. Em um primeiro experimento, estudou-se a concentração do LAS nas unidades da ETE, cujos resultados foram: entrada na estação após a caixa de areia (P1) de 2,61 mg/L, entrada da célula estudada de 2,01 mg/L, saída do reator de 1,88 mg/L e saída da lagoa de polimento de 1,39 mg/L. Verificou-se que houve uma redução da concentração de LAS no esgoto em cada unidade de tratamento. Posteriormente, foi realizado um segundo experimento, mais extenso, por meio da determinação das variações horárias e diárias da concentração do LAS em P1, tanto na estiagem, como em período de chuvas. Num terceiro experimento, estudou-se a remoção do LAS na célula 2 do reator UASB. Foi verificada uma remoção de 18,7 % da carga inicial do LAS em P1 quando o reator célula 2 operou com um tempo de detenção hidráulica (TDH) de 7 horas. Para o TDH de 18 horas, foi observada a remoção de 36% da carga de LAS. Já para o TDH de 25 horas, foi verificada a remoção de 60% na carga de LAS na célula 2. Foram obtidas remoções de LAS acima de 90% para o efluente na saída da estação (P3), indicando a boa eficiência do conjunto reator UASB e lagoa de polimento. Para concluir sobre a ocorrência de biodegradabilidade do LAS, foi realizado o cálculo do balanço de massa na célula 2 do reator UASB, entretanto os resultados do balanço de massa não foram coerentes com o esperado, devido à dificuldade de amostragem do lodo da célula 2
2

Avaliação do desempenho de sistemas de tratamento aeróbio e anaeróbio e das características do lodo de esgoto doméstico

Kelly Barros da Silva, Kenia January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:41:11Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo6338_1.pdf: 1007567 bytes, checksum: 66c0a29e5b87a02aab558b9ff75895f9 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2004 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Os sólidos biológicos produzidos em reatores aeróbios ou anaeróbios usados no tratamento de esgotos domésticos devem ser descartados periodicamente em unidades de tratamento específico. Um dos objetivos é manter a idade do lodo desejada e obter um bom desempenho do tratamento. A retenção adequada da biomassa ativa, porém com boas características físicas e químicas é essencial para o sucesso do tratamento. No caso do tratamento de esgotos domésticos, os lodos produzidos apresentam alta umidade e grande concentração de microrganismos patogênicos. Por isso torna-se importante submetê-los ao desaguamento e à higienização antes do seu destino final. Nesta pesquisa, primeiramente no período de agosto de 2002 a abril de 2003 (9 meses), foram avaliadas as características do lodo e o desempenho de um sistema de lodos ativados de aeração prolongada. Os resultados mostraram que o lodo aeróbio apresentou características de má sedimentação, com valores de índice volumétrico maiores que 120 mL/mg e índice de densidade do lodo menor de 1,0, o que refletiu no desempenho irregular da ETE, com remoção de DQO caindo para 74%, quando normalmente os valores de eficiência ficam acima de 90%. Em segundo, no período entre janeiro de 2003 e maio de 2004 (17 meses), foram avaliadas as características do lodo e o desempenho de um reator anaeróbio do tipo UASB (Upflow Anaerobic Sludge Blanket). Com períodos de descargas distintos (1 a 8 meses) do lodo de excesso das 8 células que operavam em paralelo, foi possível estudar a sua influência no desempenho do reator. Os resultados mostraram que não houve grandes diferenças no desempenho operacional individual de cada célula, no tocante à remoção da DQO (75 a 77%) e de sólidos suspensos (efluentes com concentração de SSV entre 47 e 53 mg/L). Com relação à biomassa, esta permaneceu nas 8 células entre 1803 e 2426 kg SSV. A produção diária de lodo manteve-se entre 14 e 16 kg SSV/dia, com base no coeficiente de produção de sólidos (Y) calculado entre 0,19 e 0,23 kg SSV/kg DQOremovida. Sob o ponto de vista técnico, uma das características de maior importância no lodo é o teor de água. O desaguamento do lodo anaeróbio em leitos de secagem teve a duração de 20 dias e o lodo seco (desaguado) resultante foi removido com umidade na faixa de 62 a 70%. Para a eliminação dos organismos patogênicos, esse lodo seco foi submetido à estabilização alcalina, com uso de cal hidratada, em dosagens de 30, 40 e 50% de cal em relação ao peso do lodo seco, pra elevar o pH para 12. Em 60 dias de maturação, a densidade de coliformes fecais atingiu valores de 5,41 x 101 e 2,55 x 101 NMP/g MS (a 103° C) e os ovos de helmintos foram 100% inviabilizados, no lodo desaguado tratado com 50% de cal hidratada
3

Tratamento de esgoto doméstico em reator híbrido de fibra de Vidro tipo UASB e filtro anaeróbio para comunidades de pequeno porte

Pimenta Cavalcanti, Maurício January 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:41:37Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo6468_1.pdf: 2574102 bytes, checksum: 8f1413c952186421558d2461a39e17b3 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2005 / A crescente deterioração da qualidade das águas superficiais, devido principalmente ao lançamento de esgotos não tratados, tem ocasionado problemas de poluição ambiental e de doenças de veiculação hídrica. Para se reduzir este problema, tem sido proposta a construção de sistemas compactos descentralizados de esgotos. Dentre as alternativas apresentadas para o tratamento, a tecnologia anaeróbia com reatores UASB vem se mostrado mais vantajosa devido aos seus reduzidos custos de construção e simples operação. A aplicação de reatores híbridos do tipo reator UASB+filtro anaeróbios dentro de uma mesma unidade, pode ser uma alternativa para a melhoria da qualidade dos efluentes. Dessa forma, o objetivo deste trabalho, foi comparar o desempenho de reator UASB e um híbrido, utilizados para o tratamento de esgoto sanitário. Para isso, foram utilizados dois reatores com volumes individuais de 4,9 m³, confeccionados de fibra de vidro que operaram com tempos de detenção hidráulica variando entre 6 e 8 horas. A eficiência da remoção de DQO em ambos os reatores foi, em média, de 85%. Para os valores de remoção de ovos de helmintos o reator híbrido forneceu um efluente com menos de 1 ovo por litro, o que não foi observado no reator UASB. Para a remoção de sólidos suspensos voláteis os reatores UASB e híbrido obtiveram uma eficiência média de 80% e 83% respectivamente. Conclui-se que ambos os reatores são alternativas para o tratamento de esgotos em pequenas e médias comunidades, tanto nas grandes cidades quanto no meio rural, entretanto o reator híbrido mostra-se uma alternativa melhor, pois além de seus resultados serem um pouco melhores, este consegue reter os ovos de helmintos, essa retenção proporciona ao efluente um possível reúso, lembrando que esse reúso tem restrições, pois neste ainda há outros tipos de patógenos
4

Reator híbrido associando reator UASB e reator radial de leito fixo (RRLF), em escala piloto, no tratamento de esgoto sanitário

Lopes, Alexandre Colzi January 2005 (has links)
LOPES, A. C. Reator híbrido associando reator UASB e reator radial de leito fixo (RRLF), em escala piloto, no tratamento de esgoto sanitário. 2005. 86 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil: Hidráulica e Saneamento) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. / Submitted by João silva (jpauloqxb@gmail.com) on 2016-06-17T14:33:13Z No. of bitstreams: 1 2005_dis_aclopes.pdf: 790160 bytes, checksum: 5acb3665374d6a8266b6215b483b21b5 (MD5) / Approved for entry into archive by Marlene Sousa (mmarlene@ufc.br) on 2016-08-22T10:52:48Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2005_dis_aclopes.pdf: 790160 bytes, checksum: 5acb3665374d6a8266b6215b483b21b5 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-08-22T10:52:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2005_dis_aclopes.pdf: 790160 bytes, checksum: 5acb3665374d6a8266b6215b483b21b5 (MD5) Previous issue date: 2005 / Integrated anaerobic/aerobic systems have been considered feasible alternatives concerning technical and economic aspects for treating domestic wastewaters. This paper presents the results obtained from the operation of this new reactor configuration, made up of a central unit – an upflow anaerobic sludge blanket reactor (UASB), with a working volume of 286 L, associated to a radial-flow aerobic immobilized- biomass (RAIB), with a working volume of 215 L. The RAIB reactor circles the solid/liquid/gas separation zone. The main modification in the UASB reactor concerns this association with the RAIB. The UASB effluent was distributed through openings along its side walls to the RAIB, allowing the elimination of collecting channels and feeding devices from the latter reactor. The objective of this work was to promote organic matter (raw and soluble) and nitrogen removal from domestic sewage. Organic matter (as COD) and volatile suspended solids removal achieved efficiencies of 80 % and 89 %, respectively. Under stable operational conditions, the system effluent presented COD and volatile suspended solids values of 110 mg·L-1 and 16 mg·L-1, respectively. Efficiencies of 90 % for COD and volatile suspended solids removal were achieved with a organic loading rate of 4,0 kg COD·m-3·d-1. This integrated system has shown to be a valid configuration, efficiently removing organic matter and suspended solids from the domestic wastewater. However, contrarily to expectations based on the previous studies with RAIB, nitrification was poor. Therefore, modifications to the RAIB design must be considered for the establishment of nitrogen removing processes. / Os sistemas combinados anaeróbio/aeróbio para tratamento de esgotos sanitários têm sido considerados alternativas viáveis do ponto de vista técnico-econômico em relação aos sistemas tradicionais. Este trabalho apresenta os resultados obtidos com uma nova configuração de reator, composto por uma unidade central - um reator anaeróbio de manta de lodo (UASB) modificado de 286 L, associado a um reator radial aerado de leito fixo (RRLF) de 215 L, disposto de maneira a circundar a zona de separação sólido/ líquido/gás do reator UASB. A principal modificação no reator UASB foi, portanto, a incorporação, junto à sua parede externa, do RRLF. A alimentação do RRLF com o efluente do UASB dá-se através de abertura laterais na parede do UASB, o que permitiu eliminar as calhas de coleta e sistemas de alimentação do segundo reator. Esse sistema foi alimentado com esgoto sanitário obtido da rede coletora de esgotos do Campus da USP de São Carlos. Esperava-se obter remoção considerável de matéria orgânica solúvel e particulada, bem como a remoção parcial de nitrogênio. Foram obtidas eficiências médias de remoção de matéria orgânica (expressa como demanda química de oxigênio - DQO) e de sólidos suspensos voláteis (SSV), de 80 % e 89 %, respectivamente. Em condições de operação estável, os valores de DQO e SSV no efluente atingiram 110 mg·L-1 e 16 mg·L-1, respectivamente. Observou-se, também, que o sistema apresentou grande estabilidade operacional, tendo a taxa de carregamento orgânico volumétrica atingido valores da ordem de 4,0 kg DQO·m-3·d-1. Nessas condições, o sistema atingiu eficiências de remoção de DQO e SSV da ordem de 90 %. O sistema misto ensaiado mostrou ser uma configuração promissora, pois promoveu a remoção eficiente de matéria orgânica e de sólidos suspensos. Considera-se, no entanto, a necessidade de se introduzirem modificações no projeto do RRLF que permitam o estabelecimento dos processos de nitrificação e desnitrificação nesse reator, uma vez que foi obtida baixa eficiência de nitrificação e, conseqüentemente, a remoção de nitrogênio foi prejudicada.
5

Uso de um reator anaeróbio de manta de lodo e fluxo ascendente (UASB) na remoção de sulfato, DQO e das espécies metálicas níquel (NI2+), zinco (ZN2+) e cobre (CU2+) / Using an anaerobic sludge blanket and upflow (UASB) in removing sulphate, COD, metal species nickel (Ni 2+), zinc (Zn 2+) and copper (CU2 +)

Albuquerque, Vinicius Farias de 28 August 2009 (has links)
ALBUQUERQUE, V. F. Uso de um reator anaeróbio de manta de lodo e fluxo ascendente (UASB) na remoção de sulfato, DQO e das espécies metálicas níquel (NI2+), zinco (ZN2+) e cobre (CU2+). 2009. 91 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil: Saneamento Ambiental) – Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009. / Submitted by Hohana Sanders (hohanasanders@hotmail.com) on 2016-04-29T14:35:55Z No. of bitstreams: 1 2009_dis_vfalbuquerque.pdf: 1470923 bytes, checksum: 47fb93ddf051bd3d2704da63be6774eb (MD5) / Approved for entry into archive by Marlene Sousa (mmarlene@ufc.br) on 2016-05-25T18:46:01Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_dis_vfalbuquerque.pdf: 1470923 bytes, checksum: 47fb93ddf051bd3d2704da63be6774eb (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-25T18:46:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_dis_vfalbuquerque.pdf: 1470923 bytes, checksum: 47fb93ddf051bd3d2704da63be6774eb (MD5) Previous issue date: 2009-08-28 / This work had the objective of analyze the efficiency of the use of an anaerobic upflow sludge bed reactor (UASB) inoculated with methanogenic sludge proceeding from a beer industry in a treatment of a synthetic effluent with sulfate and subsequently added with the metal ions zinc (Zn2+), nickel (Ni2+) and cooper (Cu2+). The reactor was operated with a hydraulic retention time (HRT) of 18 hours and a flow of 14,9 L/day with ethanol as electron donor. The organic loading rate (OLR) was 1,5 kgDQO/m3.d during the whole running period of the reactor. The continuous flow experiment was divided into four stages after stable conditions had been achieved. At stages 1 (DQO/SO4 2- = 2,26), 2 (DQO/SO4 2- = 1,13) e 3 (DQO/SO4 2- = 0,57) the influent was added with sulfate at different concentrations allowing the analysis of the reactor behavior under different relations DQO/SO4 2-. Finally, at the stage four the metals ions were added. The stage 1 (sulfate concentration of 500 mg/L) showed average removal efficiencies of COD and sulfate of 83,61% and 67,00%, respectively, in addiction to show that the reactor remained stable during this period. Now, in step 2 (sulfate concentration of 1000 mg/L), the reactor was undergoing a period of instability due to shock load caused by new sulfate concentration, but still showed good average removal efficiencies of COD (70%) and sulfate (62%). Step 3 (sulfate concentration of 2000 mg/L) showed that under low relations DQO/SO4 2- income ends up falling, mainly due to lack of electron donor for sulfate reduction. The average removal efficiencies of COD and sulfate were 62% and 44% respectively. In step 4, was added the metal ions, initially at a concentration of 50 mg/L, there was obtained as average removal efficiencies for Zn2+, Ni2+,and Cu2+ the following values, respectively 99.17% and 99.15% 99.90%. For the influent concentration of metal ions of 150 mg/L the average removal efficiencies of nickel, zinc and copper were 99.4%, 99.5% and 99.8%, respectively. Samples of sludge taken from different heights of the reactor were also analysed to determine the distribution of metals along the length of reactor. The overall results showed good removal efficiencies of COD and sulphate, and show removal efficiencies of initial concentrations of metal ions above 99%, demonstrating the feasibility of using biological reduction of sulfate in the treatment of effluents containing high concentrations of organic matter, sulfate and heavy metals. / Este trabalho teve como objetivo analisar a eficiência do uso de um reator anaeróbio de fluxo ascendente e manta de lodo inoculado com lodo metanogênico proveniente de uma indústria de cerveja no tratamento de efluente sintético contendo um meio basal constituído de sulfato e posteriormente adicionado dos íons metálicos zinco (Zn2+), níquel (Ni2+) e cobre (Cu2+). O reator foi operado com um tempo de detenção hidráulico (TDH) de 18 horas e vazão de 14,9 L/dia, com o etanol como doador de elétrons. A carga orgânica volumétrica (COV) foi de 1,5 kgDQO/m3.d durante todo período de funcionamento do reator. O experimento em fluxo contínuo foi dividido em quatro etapas após a obtenção de condições estáveis de operação. Nas etapas 1 (DQO/SO4 2- = 2,26), 2 (DQO/SO4 2- = 1,13) e 3 (DQO/SO4 2- = 0,57) o afluente foi adicionado de sulfato em diferentes concentrações, permitindo a análise do comportamento do reator sob diferentes relações DQO/SO4 2-. Finalmente, na etapa quatro foram adicionados os íons metálicos. A etapa 1 (concentração de sulfato de 500 mg/L) mostrou eficiências médias de remoção de DQO e sulfato de 83,61% e 67,00%, respectivamente, além de mostrar que o reator se manteve estável durante este período. Já na etapa 2 (concentração de sulfato de 1000 mg/L), o reator passou por um período de instabilidade devido ao choque de carga ocasionado pela nova concentração de sulfato, mas ainda apresentou boas eficiências médias de remoção de DQO (70%) e sulfato (62%). A etapa 3 (concentração de sulfato de 2000 mg/L) mostrou que sob relações DQO/SO4 2- baixas o rendimento acaba caindo, principalmente devido à falta de doador de elétrons para a redução de sulfato. As eficiências médias de remoção de DQO e sulfato foram de 62% e 44%, respectivamente. Na etapa 4, adicionou-se os íons metálicos inicialmente na concentração de 50 mg/L, obtendo-se como eficiências médias de remoção para o Zn2+, Ni2+ e Cu2+ os seguintes valores, respectivamente: 99,17%, 99,15% e 99,90%. Para a concentração afluente dos íons metálicos de 150 mg/L as eficiências médias de remoção de níquel, zinco e cobre foram de 99,4%, 99,5% e 99,8%, respectivamente. Também foram analisadas amostras de lodo retiradas de diferentes alturas do reator para verificar a distribuição dos metais ao longo da extensão do reator. Os resultados gerais mostraram boas eficiências de remoção de DQO e sulfato, além de mostrarem eficiências de remoção das concentrações iniciais dos íons metálicos acima de 99%, mostrando a viabilidade do uso da redução biológica de sulfato no tratamento de efluentes contendo altas concentrações de matéria orgânica, sulfato e metais pesados.
6

Remoção de surfactantes (LAS) no tratamento anaeróbio de esgotos domésticos

Henrique Bonfim, Jefferson January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:41:46Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo6529_1.pdf: 1228967 bytes, checksum: 9e029228461437b541c5673eb8c737c8 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 / A grande utilização doméstica e industrial do alquilbenzeno linear sulfonado (do inglês Linear Alkylbenzene Sulfonate - LAS) provoca modificações ambientais, como a contaminação das margens dos rios, acarretando na destruição dos importantes nichos ecológicos e ainda prejudica o tratamento dos efluentes nas estações de tratamento, devido à alta concentração deste composto em alguns corpos hídricos. Neste trabalho avaliou-se o perfil de concentração e o comportamento do LAS em sistemas anaeróbios, em estudo realizado na Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) da Mangueira (Recife-PE), formada por um reator tipo UASB (reator anaeróbio de manta de lodo e fluxo ascendente) em 8 células paralelas e uma lagoa de polimento, utilizando-se uma das células (C2) para esta pesquisa. Em um primeiro experimento, estudou-se a concentração do LAS nas unidades da ETE, cujos resultados foram: entrada na estação após a caixa de areia (P1) de 2,61 mg/L, entrada da célula estudada de 2,01 mg/L, saída do reator de 1,88 mg/L e saída da lagoa de polimento de 1,39 mg/L. Verificou-se que houve uma redução da concentração de LAS no esgoto em cada unidade de tratamento. Posteriormente, foi realizado um segundo experimento, mais extenso, por meio da determinação das variações horárias e diárias da concentração do LAS em P1, tanto na estiagem, como em período de chuvas. Num terceiro experimento, estudou-se a remoção do LAS na célula 2 do reator UASB. Foi verificada uma remoção de 18,7 % da carga inicial do LAS em P1 quando o reator célula 2 operou com um tempo de detenção hidráulica (TDH) de 7 horas. Para o TDH de 18 horas, foi observada a remoção de 36% da carga de LAS. Já para o TDH de 25 horas, foi verificada a remoção de 60% na carga de LAS na célula 2. Foram obtidas remoções de LAS acima de 90% para o efluente na saída da estação (P3), indicando a boa eficiência do conjunto reator UASB e lagoa de polimento. Para concluir sobre a ocorrência de biodegradabilidade do LAS, foi realizado o cálculo do balanço de massa na célula 2 do reator UASB, entretanto os resultados do balanço de massa não foram coerentes com o esperado, devido à dificuldade de amostragem do lodo da célula 2
7

Tratamento anaeróbio de efluentes gerados em matadouros de bovinos

Cristiano Marques de Arruda, Valmir January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:41:21Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo6370_1.pdf: 1998130 bytes, checksum: f558390d5c648c3f6fb0146dfeeef5d9 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2004 / Nas atividades agroindustriais, a geração de resíduos mostra-se bastante expressiva, entre as quais se destacam os matadouros. Em Pernambuco, essas atividades contribuem de maneira significativa para a crescente poluição dos corpos receptores, uma vez que tecnologias de tratamento de seus despejos, mesmo existentes, são pouco empregadas. O presente trabalho avalia os principais aspectos dos matadouros de bovinos da Região Metropolitana do Recife, e estuda a tratabilidade das águas residuárias geradas no matadouro municipal de Jaboatão dos Guararapes, através de caracterizações físico-químicas e da utilização da tecnologia anaeróbia, empregando um reator anaeróbio de fluxo ascendente e manta de lodo (UASB), instalado em uma estação piloto montada no próprio matadouro, e monitorado durante 460 dias. O monitoramento foi efetuado em 5 fases distintas, onde foram observadas as eficiências de tratamento do reator em estudo, em função dos efeitos de diferentes valores de velocidade ascensional, variando o tempo de detenção hidráulica (TDH) e recirculação do efluente. Nas fases propostas, foram obtidas eficiências de remoção média de DQO bruta na ordem de 76%, para uma velocidade média ascensional entre 0,08 e 0,50 m/h, com um TDH de 25 horas e carga orgânica volumétrica (COV) de 3,64 kg DQO/m3.d; 63% para uma velocidade ascensional entre 0,50 e 1,00 m/h, TDH de 22 horas e COV de 4,26 kg DQO/m3.d; 52% para uma velocidade ascensional entre 0,50 e 1,00 m/h, TDH de 12 horas e COV de 4,74 kg DQO/m3.d. Durante a última fase com a redução do TDH para 6 horas, o reator atingiu a menor média de eficiência com o valor de 33%, para uma velocidade ascensional variando entre 0,50 e 1,00 m/h e COV de 7,45 kg DQO/m3.d. Durante esta última fase foi realizado um estudo de pós-tratamento, utilizando um reator de leito de lodo granular expandido (EGSB), onde foi verificado um ganho na eficiência de remoção de DQO bruta do sistema global (UASB + EGSB), da ordem de 20%, considerando que nesta fase, foram aplicados valores de carga orgânica volumétrica de até 31,3 kg DQO/m3.d
8

Desempenho de sistemas anaeróbios de alta taxa no tratamento de efluente gerado em unidade de criação de suínos / Performance of high-rate anaerobic systems in treatment of effluent generated in a swine raising unit

Olmi, Vanessa Riani 28 February 2002 (has links)
Submitted by Reginaldo Soares de Freitas (reginaldo.freitas@ufv.br) on 2016-10-27T18:07:14Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 331502 bytes, checksum: c5397a411d6b4e3be465ab5c7beded46 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-10-27T18:07:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 331502 bytes, checksum: c5397a411d6b4e3be465ab5c7beded46 (MD5) Previous issue date: 2002-02-28 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho do filtro anaeróbio de fluxo ascendente e do reator anaeróbio de fluxo ascendente e manta de lodo (UASB) no tratamento de efluente líquido gerado em uma unidade de criação de suínos. O experimento foi dividido em três etapas. Na primeira, os reatores foram avaliados separadamente, aplicando-se diferentes cargas orgânicas volumétricas (0,6; 1,0; 2,1; 4,4 e 7,8 kg DQO.m-3.d-1). A eficiência do reator UASB variou de 92,5 a 64,5% e de 97,7 a 68,3%, ao passo que a eficiência do filtro anaeróbio variou de 83,7 a 41,7% e de 93,1 a 56,8% na remoção de DQO e DBO, respectivamente. Os efluentes tratados por ambos os reatores atenderam os padrões da legislação vigente quanto à remoção de DBO quando estes foram operados até carga orgânica de 2,1 kg DQO.m-3.d-1. O efluente tratado pelo reator UASB operando com carga orgânica de até 1,0 kg DQO.m-3.dia-1 atendeu ainda a legislação quanto à remoção de DQO. Na segunda etapa, avaliou-se um sistema combinado constituído do filtro anaeróbio seguido do reator UASB em série, aplicando-se diferentes cargas orgânicas volumétricas (1,8; 3,2; e 5,4 kg DQO.m-3.d-1). Este sistema mostrou ser mais eficiente que os sistemas independentes, principalmente no que se refere à remoção de DQO, apresentando eficiência variando de 90,8 a 77,5% e 93,3 a 78,7% na remoção de DQO e DBO, respectivamente. O efluente tratado pelo sistema combinado atendeu os padrões da legislação vigente quanto à remoção de DBO, quando este foi operado até carga orgânica de 3,2 kg DQO.m-3.d-1, e quanto à remoção de DQO, quando operado com carga orgânica de 1,8 kg DQO.m-3.d-1. Na terceira etapa foi implantado um reciclo de efluente na saída do filtro anaeróbio no sistema combinado, aplicando-se carga orgânica de 5,4 kg DQO.m-3.d-1 no sistema. Para as condições de trabalho utilizadas, a reciclagem aumentou a eficiência do sistema combinado, e as eficiências nas remoções de DQO e DBO foram de 84,2 e 84,9%, respectivamente. O efluente tratado por este sistema não atendeu os padrões da legislação vigente quanto à remoção de DQO e DBO. Nas condições estudadas, as eficiências de remoção de DQO e DBO em função da carga orgânica volumétrica, para ambos os reatores e para o sistema combinado, apresentaram comportamento linear, sendo que quanto menores as cargas orgânicas volumétricas aplicadas, maiores foram as remoções de DQO e DBO. Os efluentes tratados por todos os sistemas estudados, nas condições operacionais avaliadas, estiveram em conformidade com os padrões especificados na legislação vigente quanto ao pH e ao teor de sólidos sedimentáveis. / The objective of this study was to evaluate the performance of an upflow anaerobic filter and upflow anaerobic sludge blanket reactor (UASB) in the treatment of liquid effluent generated in a swine raising unit. The experiment was divided into three stages. In the first stage, the reactors were evaluated separately under different organic loading rates (0.6, 1.0, 2.1, 4.4 and 7.8 kg COD.m-3.d-1). The efficiency of the UASB reactor ranged from 92.5 to 64.5% and from 97.7 to 68.3%, whereas the efficiency of the anaerobic filter ranged from 83.7 to 41.7% and from 93.1 to 56.8% in the removal of COD and BOD, respectively. The effluents treated by both reactors satisfied the limits of current legislation for the removal of BOD when these reactors were operated up to an organic loading rate of 2.1 kg COD.m- 3.d-1. The effluent treated by the UASB reactor operating with an organic loading rate of 1.0 kg COD.m-3.d-1 satisfied the legislation for COD removal. In the second stage, a combined system consisting of the anaerobic filter followed by the UASB reactor was evaluated, under different organic loading rates (1.8, 3.2 and 5.4 kg COD.m-3.d- 1). This system proved to be more efficient than the independent systems, mainly in relation to COD removal, presenting efficiency ranging from 90.8 to 77.5% and 93.3 to 78.7% in the removal of COD and BOD, respectively. The effluent treated by the combined system satisfied the limits of the legislation concerning BOD removal when this system was operated at an organic loading rate of 3.2 kg COD.m-3.d-1 and COD removal when operating at an organic loading rate of 1.8 kg COD.m-3.d-1. In the third stage, effluent recycle was implanted at the exit of the anaerobic filter in the combined system and an organic loading rate of 5.4 kg COD.m-3.d-1 was applied. Under the conditions studied, effluent recycling increased the efficiency of this system, and COD and BOD removal efficiencies were 84.2 and 84.9%, respectively. The effluent generated by this system did not meet the legal limits for COD and BOD removal. Under the conditions studied, the efficiencies of COD and BOD removal as a function of the organic loading rate for both reactors operating separately presented linear behavior, and the lower the organic loading rate applied, the higher were the removals of COD and BOD. The treated effluents for all systems evaluated, under the operational conditions studied, met the limits specified in the current legislation concerning pH and settleable solids contents.
9

Tratamento de esgotos sanitários usando reator UASB seguido de microfiltração por membrana submersa / Municipal wastewater treatment using UASB followed by submerged membrane microfiltration

Felizatto, Mauro Roberto 07 March 2017 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, Pós-Graduação em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2017-05-03T21:09:26Z No. of bitstreams: 1 2017_MauroRobertoFelizatto.pdf: 6339725 bytes, checksum: 293e6f2365347e2d41a3decef0d5dcca (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline (jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2017-05-08T10:26:37Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_MauroRobertoFelizatto.pdf: 6339725 bytes, checksum: 293e6f2365347e2d41a3decef0d5dcca (MD5) / Made available in DSpace on 2017-05-08T10:26:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_MauroRobertoFelizatto.pdf: 6339725 bytes, checksum: 293e6f2365347e2d41a3decef0d5dcca (MD5) / A incorporação da tecnologia de separação por membranas em processos anaeróbios representa uma inovação importante no desenvolvimento da engenharia de tratamento biológico de efluentes de reatores UASB. Esta pesquisa consistiu na avaliação da filtração através de membranas submersas, de microfiltração (0,40 μm), provido de sistema de retrolavagem, durante contínuo tratamento do efluente do reator UASB operando com esgotos sanitários. As membranas utilizadas foram do tipo fibras-ocas e fabricadas com o polímero poli(éter-imida). Durante a operação em modo contínuo por longo período, foi observado o declínio contínuo e acentuado do fluxo do permeado com o decorrer do tempo, com valor final de 5,50 LMH, e que a unidade de microfiltração não respondeu ao método contínuo de controle da incrustação (retrolavagem). O restabelecimento da resistência da membrana limpa (1,8x1012 m-1) só ocorreu com limpeza química efetuada com solução de hipoclorito de sódio. A perda de permeado relativa ao consumo diário no uso na retrolavagem levantado foi de 24% e o consumo específico de energia elétrica do sistema apurado foi de 2,80 kWh/m3. A remoção de matéria orgânica alcançada pela microfiltração de efluente do reator UASB foi de 87% para DBO e 84% para DQO, a remoção global de SST foi de 99% e de 2,02 unidades logarítmicas para Coliformes fecais (CF). Os resultados médios de densidade de CF (~105 NMP/100 mℓ) e sua remoção (2,02 unid. log.) e ausência de ovos de helmintos viáveis no permeado atingiram um nível, nesta pesquisa, que possibilita o reúso de água para irrigação restrita na agricultura altamente mecanizada e para irrigação irrestrita por gotejamento de culturas elevadas, segundo as diretrizes da OMS. / The incorporation of membrane separation technology into anaerobic processes represents an important innovation in the development of biological treatment engineering for UASB reactor effluent. This research evaluated the performance of a submerged membranes filtration, microfiltration membranes (0,40 μm) provided with a backwash system, during continuous treatment of the UASB reactors effluents operating with municipal wastewater. The hollow fiber membranes were manufactured by polyetherimide material. In the long-term operation, the continued and accented decrease of permeate flux over the time was observed, with a final permeate flux approached of 5.50 LMH. The microfiltration unit seems not to answer satisfactorily to strategy in limiting the fouling control (backwash). The restoration of the clean membrane resistance (1.8x1012 m-1) only occurred with chemical cleaning carried out with sodium hypochlorite solution. The permeate loss relative to the daily consumption in the backwash was 24% and the specific energy consumption of the system was 2.80 kWh/m3. The removal of organic matter by the microfiltration of the UASB reactor effluent reached was 87% for BOD and 84% for COD, 99% for TSS removal and 2.02 log. units for fecal coliforms (FC). In this study, the results of the geometric means of FC density (~105 MPN/100 mℓ) and its removal (2.02 log. units) and absence of viable helminthes eggs in the permeate reached a level of water reuse for restricted irrigation in agriculture highly mechanized and for unrestricted drip irrigation of high crops, according to WHO guidelines.
10

Efeito da adição de resíduos alimentares triturados no tratamento de esgoto doméstico em reator UASB

FIGUEIRAS, Manuella Lopes 30 March 2016 (has links)
PÊSSOA, Sávia Gavazza dos Santos, também é conhecido(a) em citações bibliográficas por: GAVAZZA, Sávia / Submitted by Fernanda Rodrigues de Lima (fernanda.rlima@ufpe.br) on 2018-09-27T19:45:21Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Manuella Lopes Figueiras.pdf: 3598093 bytes, checksum: 7fad1ceb86626856c806cee855fee64a (MD5) / Approved for entry into archive by Alice Araujo (alice.caraujo@ufpe.br) on 2018-09-27T21:11:09Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Manuella Lopes Figueiras.pdf: 3598093 bytes, checksum: 7fad1ceb86626856c806cee855fee64a (MD5) / Made available in DSpace on 2018-09-27T21:11:09Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Manuella Lopes Figueiras.pdf: 3598093 bytes, checksum: 7fad1ceb86626856c806cee855fee64a (MD5) Previous issue date: 2016-03-30 / Os dispositivos trituradores de resíduos alimentares instalados nas pias de cozinha objetivam moer os alimentos e, posteriormente, conduzi-los às tubulações de esgoto. Sua utilização tem sido feita não só com o intuito de reduzir os impactos ambientais da disposição da matéria orgânica em aterros sanitários, como também de aproveitar o potencial energético desses resíduos, quando do seu tratamento por tecnologia anaeróbia. Apesar dessas vantagens, os sistemas tradicionais de tratamento de efluentes ainda não estão preparados para esse aumento de carga orgânica e, portanto, há preocupações acerca do tema para que não haja prejuízos dos sistemas de esgotamento sanitário como um todo. Diante do cenário exposto, a presente pesquisa visa avaliar a influência da introdução de resíduos alimentares triturados na digestão anaeróbia de efluente doméstico em reator UASB (Upflow Anaerobic Sludge Blanket), principalmente, em termos de eficiência na remoção da matéria orgânica. Para tanto, foram utilizados dois reatores anaeróbios onde o primeiro tratou esgoto doméstico sintético e, o segundo, esgoto doméstico sintético adicionado de resíduos alimentares triturados. Foram utilizadas duas concentrações de resíduos de alimentos triturados (2,0 g.L-1 (Fase I) e 3,6 g.L-1 (Fase II)) e os reatores foram operados durante 102 dias efetivos, com tempo de detenção hidráulica de 24 horas. De forma geral, para o reator que foi adicionado de resíduos alimentares, os resultados de remoção de matéria orgânica foram satisfatórios, com remoção média de DQO de 81,02%, para uma carga orgânica volumétrica (COV) aplicada de 0,96 Kg DQO/m³.d (Fase I), e 76,05%, para uma COV aplicada de 1,35 Kg DQO/m³.d (Fase II). Em termos de sólidos suspensos voláteis, a remoção média foi de 94,62%, na Fase I, e 96,36%, na Fase II. Como esperado para um reator anaeróbio, o efluente produzido ainda necessita de um pós-tratamento para alcançar os padrões do critério de lançamento. No entanto, o experimento indicou que o desempenho do reator UASB não foi prejudicado pelo aumento da carga orgânica, mostrando a possível viabilidade de seu uso em escala real, para o tratamento de resíduos com uma maior carga orgânica, com potencial produção e aproveitamento de biogás. / Garbage disposers installed in kitchen sinks aims to grind the food, and then these residues are led to sewer pipes. Their use has been made not only in order to reduce the environmental impacts of disposal of organic matter in landfills, but also in order to increase the production of biogas obtained from anaerobic digestion process, carried out in treatment plants, due to incorporation of these food waste. Despite those benefits, the traditional wastewater treatment systems are not prepared for this increase in organic load and therefore there are concerns about the subject to not cause any damage in the sewage systems. Given the above scenario, this study aims to evaluate the influence of the introduction of grinded food waste in the anaerobic digestion of wastewater in UASB (Upflow Anaerobic Sludge Blanket), especially in terms of efficiency in the removal of organic matter. Therefore, two anaerobic reactors were used where the first one treated synthetic sewage and the second one wtih synthetic sewage added grinded food waste. Were used two concentrations of grinded food waste (2.0 g.L-1 (Phase I) and 3.6 g.L-1 (Phase II)), and the reactors were operated for 102 days, with a hydraulic retention times of 24 hours. In general, the reactor to which was added Food waste, organic matter removal results were satisfactory, with an average COD removal of 81.02% for a volumetric organic load (VOL) applied to 0.96 kg COD /m³.d (Phase I), and 76.05% applied for a VOL of 1.35 kg COD / m³.d (Phase II). In terms of volatile suspended solids, the average removal was 94.62% in Phase I and 96.36% in Phase II. As expected for an anaerobic reactor, the effluent produced still requires a post-treatment to meet the normative standards of the sewage discharge criterion in surface water. However, the experiment showed that the performance of the UASB reactor was not harmful by increasing organic content, showing the possible feasibility of their use in full scale for the treatment of waste with a higher organic loading, with the potential production and use of biogas.

Page generated in 1.574 seconds