• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 78
  • 1
  • Tagged with
  • 81
  • 68
  • 28
  • 22
  • 20
  • 20
  • 19
  • 18
  • 17
  • 14
  • 11
  • 11
  • 11
  • 10
  • 10
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Recristalização das ligas supercondutoras do sistema Nb-Ti

Petoilho, Jose Carlos 15 July 2018 (has links)
Orientador: Angelo Fernando Padilha / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Campinas / Made available in DSpace on 2018-07-15T14:53:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Petoilho_JoseCarlos_D.pdf: 3437170 bytes, checksum: 6dad741943cfe3e4435d887a6e3d7c0f (MD5) Previous issue date: 1986 / Resumo: As ligas do sistema Nb-Ti, na forma de cabos multifilamentares, são utilizadas principalmente na construção de máquinas e equipamentos supercondutores. A possibilidade de se controlar as principais propriedades supercondutoras finais por meio de tratamentos metalúrgicos apropriados e a alta dutilidade destas ligas, são as características que permitem sua ampla uti­lização. Este trabalho inicialmente discute, à luz do entendimento atual dos fenômenos, aspectos como a influência das características microestruturais nas propriedades supercondutoras e a influência do processamento mecanotérmico sobre as transfor­mações microestruturais. Em seguida é descrita a sistemática utilizada na obtenção de lingotes de iigas supercondutoras de Nb-Ti com diâmetro de 50 mm e 200 mm de comprimento, por fusão em forno de fei­xe eletrônico. Foi também desenvolvida uma metodologia para o acompanhamento das transformações microestruturais de ligas Nb-Tl com teores de titânio na faixa de 44 a 53% em peso. Os lingotes no estado bruto de fusão foram deformados a frio por forjamento rotativo. Os graus de deformação aplicados foram condicionados pelo diâmetro final da barra, o qual deve ser apropriado para o início do processo de fabricação dos cabos compósitos multifilamentares supercondutoras. A necessidade de uma ampla caracterização microes­trutural das barras de partida, prende-se ao fato de servir de referência para as propriedades finais dos cabos supercondutores. Devido a isto foi dada atenção a aspectos como: variação da com­posição e microdureza ao longo do lingote e das barras, desenvol vimento de células de deformação, fração recristalizada, tamanho de grão, precipitação e textura em função das variáveis, grau de deformação, temperatura e tempo de tratamento térmico. Foram utilizadas técnicas de análise química e microestrutural tais como: absorção atômica, detecção cromatográfica de gases (N2 e 02)' difração de raios X, metalografia ótica qualitativa e quantitativa, microscopia eletrônica de transmissão e microdureza. Do ponto de vista tecnológico, os resultados obti­dos permitem estabelecer as condiçôes de processamento de barras de Nb-Ti com composição, diâmetro e granulometria definida. Do ponto de vista de mecanismos básicos, os resultados obtidos possibilitam conclusões a respeito dos fenômenos que ocorrem duran­te o processamento do material, tais como: encruamento, homogeneização, recuperação, recristalização, crescimento de grão e recristalização secundária. / Abstract: Multifilamentary cables of Nb-Ti alloys have been used mainly in superconducting engines and devices. These alloys have high ductility and their final most important superconducting properties can be established by suitable metallurgical procedures. In this work the influence of the microstructural characteristics on the superconducting properties and of the mechanothermal processing on the microstructural transformations are discussed. All the steps for the preparation of 50 mm x 200mm Nb-Ti ingots by electron beam melting are described in detail. A procedure to follow the microstructural transformations in the Nb-Ti alloys with titanium content in the 44-53 wt% range is also presented. The ingots after fusion were cold worked by swaging. The deformation grades have been designed according to the final rod diameter; there is a required rod diameter for the fabrication, of the superconducting composite multifilamentary cables. A broad microstructural characterization of the starting rods is necessary because it is the base for thefinal properties of the superconducting cables. Hence attention has been paid to the composition and microhardness variation along the ingot and the rods, the development of deformation cells, the recrystallized fraction, the average grain size, the precipitation and texture as a function of deformation grades, annealing temperature and time. Chemical as well as microstructure analyses have been carried out by means of the follow.ing techniques: atomic absorption gas (N2 and 02) chromatography, X-ray diffractometry, qualitative and quantitative optical metallography, transmission electron microscopy, and microhardness. The main results show that from the technological approach, the procedures for the preparation of Nb-Ti rods with well defined composition, diameter and granulometry are established; from the basic mechanisms approach, an understanding of several phenomena ocuring during processing, namely, work hardening, homogenization, recovery, recrystallization, grain growth and secondary recrystallization is attained. / Doutorado / Materiais e Processos de Fabricação / Doutor em Engenharia Mecânica
2

Recristalização de aço inoxidável ferrítico estabilizado ao nióbio durante a simulação por ensaios de torção da laminação a quente em laminador Steckel.

Braga, Flávia Vieira January 2015 (has links)
Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais. Departamento de Engenharia Metalúrgica, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. / Submitted by giuliana silveira (giulianagphoto@gmail.com) on 2016-03-23T16:54:51Z No. of bitstreams: 1 TESE_RecristalizaçãoAçoInoxidável.pdf: 7424747 bytes, checksum: 802f4dafa228000280f221f001ab9dad (MD5) / Approved for entry into archive by Gracilene Carvalho (gracilene@sisbin.ufop.br) on 2016-03-23T17:25:34Z (GMT) No. of bitstreams: 1 TESE_RecristalizaçãoAçoInoxidável.pdf: 7424747 bytes, checksum: 802f4dafa228000280f221f001ab9dad (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-23T17:25:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TESE_RecristalizaçãoAçoInoxidável.pdf: 7424747 bytes, checksum: 802f4dafa228000280f221f001ab9dad (MD5) Previous issue date: 2015 / Os aços inoxidáveis ferríticos estabilizados ao Nióbio devem exibir boas propriedades de estampabilidade e qualidade superficial para aplicações em peças de formas complexas. Objetivando melhorar as propriedades mencionadas acima, a textura de solidificação deve ser modificada por recristalização. O presente trabalho investigou as condições termomecânicas mais favoráveis para promover a recristalização do aço 430Nb, principalmente a faixa de temperatura de laminação, durante a simulação da laminação a quente de acabamento em laminador Steckel. Ensaios de torção a quente foram realizados para simular a laminação a quente de acabamento do aço 430Nb, em laminador Steckel. Variáveis importantes da laminação foram controladas durante a simulação: deformação e temperatura do passe, número de passes e tempo entre passes. O material utilizado nos ensaios foi de procedência comercial e os esquemas de simulação programados para reproduzir condições próximas às industriais. A caracterização microestrutural das amostras, antes e após a simulação, foi realizada por análises por microscopia ótica e EBSD, A evolução da microestrutura foi investigada, com foco especial nos mecanismos de amaciamento e promoção de recristalização. As microestruturas foram analisadas por microscopia ótica e EBSD. O mecanismo de amaciamento predominante foi a recuperação dinâmica, seguida de recristalização estática, sob as condições testadas em todas as simulações. A recristalização estática foi mais efetiva nas simulações realizadas nas faixas de temperatura entre 960-900ºC, 930-870ºC e 900-840ºC. Os resultados dos ensaios de torção e EBSD mostraram que a simulação realizada na faixa de temperatura de 900-840ºC intensificaram a fragmentação da microestrutura. Esta faixa de temperatura é, portanto, indicada para otimizar o processo de laminação a quente industrial, de modo a contribuir para melhorar a qualidade superficial do aço inoxidável ferrítico 430 estabilizado ao Nióbio. _____________________________________________________________________________________ / ABSTRACT : Ferritic stainless steels stabilized with Nb should exhibit good properties as drawability and surface quality due to their use in applications for complex form components and good esthetic appearance, respectively. In order to improve the above mentioned properties, the solidification texture has to be modified by recrystallization. The present work investigated, within the restrictions of Steckel hot rolling schedule, which thermomechanical conditions, largely related to pass temperature, and would most favor SRX. Hot torsion tests were performed in order to simulate the finishing hot rolling of a 430Nb steel, in Steckel mill. Important variables of the rolling were controlled during simulation: strain and pass temperature, number of passes and interpass time. The material used in the present work was supplied by APERAM and the simulations were established in order to simulate conditions similar to the ones apply by industry. The evolution of the microstructure was investigated by optical microscopy and EBSD, focusing especially on the softening mechanism and recrystallization promotion. The main softening mechanism, under the tested conditions, for all simulations was dynamic recovery, followed by static recrystallization. The static recrystallization was more effective for the simulations performed at the range temperature between 960-900°C, 930-870°C and 900-840°C. EBSD results showed that the simulation performed at the range temperature of 900-840°C increased the fragmentation of the microstructure. This range temperature was indicated to optimize the industrial hot rolling process, in order to improve the surface quality of the 430Nb steel.
3

Estudo da cinetica de recristalizacao da liga de aluminio AA8011 na condicao H18

LIMA, Emmanuel Pacheco Rocha January 2002 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:39:25Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7329_1.pdf: 1107217 bytes, checksum: 99b4a5adeb88095af2b1b13228b98d3a (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2002 / A liga AA 8011 é uma das mais versáteis ligas comerciais de alumínio. A diversidade de suas aplicações depende não só de sua composição química, mas, principalmente, das transformações microestruturais que ela venha a sofrer. Nesse contexto, o estudo da cinética de recristalização assume um papel relevante por possibilitar o controle do estado encruado em função do tempo de tratamento. O objetivo deste trabalho é determinar as cinéticas de recristalização para cada propriedade considerada e estudar seus mecanismos. Para tanto, foram realizadas, inicialmente, análises dinâmicas em DSC para determinação da temperatura de recristalização da liga encruada para cada composição analisada. Em seguida, diferentes amostras foram recozidas em temperaturas próximas à de pico da curva DSC em tempos que variaram de 5 a 180 minutos. Depois de tratadas, as amostras foram submetidas a ensaios mecânicos (dureza Vickers e tração uniaxial) para levantamento das curvas Propriedades versus Tempo. Os valores das propriedades mecânicas foram relacionados biunivocamente aos da fração transformada para determinação da cinética de recristalização. Para a caracterização do processo e de seus mecanismos, foram realizadas análises em raios-x, microscopia óptica e eletrônica de transmissão MET. Os resultados mostraram que a equação da fração recristalizada segue a lei empírica de formação prevista por Jonhson-Mehl-Avrami para qualquer propriedade considerada, assim como, as modificações microestruturais que ocorrem, excluindo-se a recristalização, são decorrentes da decomposição spinodal e influenciam significativamente a plasticidade do material. Concluímos que a cinética de recristalização tem um comportamento anisotrópico, no qual o do sentido longitudinal expressa-se diferentemente do transversal, e anômalo no que diz respeito à evolução das propriedades nos domínios elástico e plástico
4

Efeitos da adição de Cr, Mo, Si e parâmetros de processos nas transformações de fases e propriedades mecânicas de aços bifásicos

Silva Filho, José Francisco da January 2016 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais, Florianópolis, 2016. / Made available in DSpace on 2017-02-07T03:09:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 343730.pdf: 32151770 bytes, checksum: 059defb6b8c66905be7edf6622847b16 (MD5) Previous issue date: 2016 / Este estudo sobre os aços bifásicos (dual-phase) encontra-se alinhado com pesquisas voltadas para desenvolvimento do conhecimento sobre materiais e suas propriedades que relacionam com suas microestruturas e seus mecanismos de transformação. Em termos tecnológicos se alinha ao segmento de pesquisa voltado para a inovação dos materiais que objetiva aplicação com baixo impacto ambiental, racionalização dos recursos existentes e redução de custos. Nesse sentido, foram analisados os efeitos do Cr, Mo e Si associados a diversas temperaturas de recozimento e os meios de resfriamento (ar e água) sobre as propriedades mecânicas e as microestruturas finais de aços bifásicos. Os aços bifásicos caracterizam-se por uma matriz ferrítica macia contendo a estrutura martensítica dura (SPEICH, 1981). Há um grande número de projetos com foco na elaboração de design de aços bifásicos nos diversos núcleos de pesquisa em todo o mundo, que visam a atender às restrições impostas pelas linhas operacionais, ora existentes. Muitos trabalhos foram desenvolvidos neste sentido e, portanto, muitas dúvidas também surgiram. Desta forma, este estudo objetivou/avaliou os efeitos dos elementos Cr (0; 0,2; 0,4 e 0,6 %); Mo (0; 0,15 e 0,45 %) e Si (0 e 0,3 %) tratados em diversas temperaturas de recozimento e resfriados em dois meios (água e ar) nas propriedades finais dos aços. Isto resultou em 148 condições experimentais. Os resultados dos experimentos foram analisados quanto às propriedades mecânicas e microestruturais e permitiram esclarecer dúvidas e o melhor entendimento dos mecanismos de transformação. O projeto de experimento para os aços deste estudo objetivou a geração de conhecimentos científicos específicos e tecnológicos aplicáveis em linhas operacionais existentes no Brasil e no exterior (Estados Unidos, França e Canadá). A adição de cromo viabilizou a análise de seus efeitos, em solução sólida assim como carbonetos de cromo, na formação da austenita e, posteriormente, em sua temperabilidade (deslocamento da curva TTT para a direita e retardar a transformação da austenita em fases não-martensíticas indesejáveis). A adição de cromo afetou os mecanismos de transformação das fases resultando em uma microestrutura mais refinada e, consequentemente, propriedades mecânicas mais elevadas. O teor de cromo adicionado variou entre 0 e 0,6 % (em massa). A adição de silício permitiu a análise de seus efeitos como refinador sobre a matriz e sobre o aumento da resistência mecânica do aço sem afetar, significativamente, a ductilidade. A adição de silício acelerou a nucleação e recristalização da ferrita além da transformação da austenita o que resultou no aumento da fração volumétrica de martensita. Ressalta-se que, em determinadas etapas do processo de produção dos aços, o silício apresenta efeitos deletérios como: i) altera a reatividade da superfície dos aços retardando o processo de decapagem; ii) deteriora a suas propriedades relacionadas à sua soldagem; iii) reduz a reatividade da superfície dos aços afetando negativamente a aderência do revestimento (quando galvanizado). A adição do molibdênio aos aços inibiu condições (e.g. mobilidade da interface ferrita-austenita) que favorecem o crescimento da austenita (maior fração volumétrica), promoveu o refino da microestrutura, aumentou a temperabilidade da austenita durante o resfriamento e aumentou a resistência dos aços. Este elemento como tem sido utilizado nos atuais projetos de qualidade tornou-se a referência, neste estudo, para efeito de comparação. As temperaturas de recozimento escolhidas cobriram a faixa de temperaturas utilizadas nas principais linhas contínuas em funcionamento no mundo. Os aços laminados a frio utilizados para o tratamento térmico apresentaram, inicialmente, microestruturas complexas, composta por martensita, ferrita e perlita devido ao elevado teor de elementos de liga principalmente o manganês. Esta matriz complexa foi tratada termicamente visando produzir, predominantemente, uma estrutura bifásica final. As transformações das microestruturas iniciais ocorreram de maneiras diferentes em função das condições impostas (composição química e tratamentos térmicos). Estas maneiras diferentes de transformação, causadas pela adição de Cr, Mo e Si associados aos tratamentos térmicos adequados, modificaram os mecanismos de reação o que permite vislumbrar rotas alternativas para a produção de aços bifásicos propriedades mecânicas adequadas e baixo custo, considerando as limitações físicas das linhas operacionais. Estes conhecimentos contribuíram para viabilizar a produção deste grau aço em linhas de galvanização contínuas cujas taxas de resfriamento são moderadas (menor que 50 °C/s).<br> / Abstract : The present study assessed the effect of Cr, Mo and Si in different concentrations under parameters of heating treatment and cooling media on the final microstructures and mechanical properties of dual-phase steels. The prior cold-rolled steels used in this study displayed a complex matrix composed of martensite, ferrite and pearlite which have transformed through different paths to produce a dual-phase structure (martensite + ferrite) with the appropriated mechanical properties. Additions of Cr, Mo and Si associated to specific heat treatments showed the ability to affect phase transformation and create an alternative lower cost routes. Numerous works have been developed in this area, but also some contradictions have been shown. Thereby, this study aimed to assess the effect of chemistries of steels Cr (0-0.6 %), Mo (0-0.45 %) and Si (0 and 0.30 %) heat treated on different annealing temperatures and cooled in two media (air and water). Final microstructures and mechanical properties of steels were analyzed for better understanding the mechanism and the paths of transformations undergone. The following results were observed: the investigated elements were shown to strengthen the steels through refinement and volume fraction, however by different ways. i) Cr has formed chromium carbides that supplied their interface for additional austenite grains nucleation (volume fraction) and; subsequently, many austenite in growing movement have caused collisions to each other, consequently, the restriction of austenite growth (refinement); ii) Mo increased the hardenability of austenite (volume fraction) and inhibited the movement of grains boundaries (refinement) and; iii) Si promoted higher carbon content in austenite more homogeneous by reducing its thermodynamic activity and enhancing hardenability; and (volume fraction). Besides, Si accelerated the ferrite recrystallization during heating, which in turn promoted the formation of austenite through the nucleation process, followed by grain growth.
5

Estudo da cinética de recristalização para adequação do compromisso formabilidade-resistência na liga de alumínio AA 8023

GUIMARÃES, Pablo Batista January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:39:53Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7542_1.pdf: 2911934 bytes, checksum: 78998b306d462867774180e86413cfd6 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 / Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco / A liga de alumínio utilizada nesse estudo foi catalogada pela Aluminium Association como AA 8023, pertence ao sistema Al-Fe-Mn e possui como principal característica uma elevada resistência associada a uma boa formabilidade, sendo utilizada em aletas de radiadores automotivos e embalagens de alta resistência. Nesse contexto, o estudo da cinética de recristalização assume um papel relevante por possibilitar o controle do estado encruado em função do tempo de tratamento. O objetivo desse trabalho é determinar as cinéticas de recristalização para cada propriedade (tensão de escoamento e alongamento) para melhor entendimento da fenomenologia formabilidade &#1488; resistência. Inicialmente foram realizadas análises térmicas diferenciais - ATD para identificação dos domínios de transformação de fase da liga encruada. Em seguida diferentes amostras foram recozidas isotermicamente nas temperaturas de 310°C (pico da curva ATD), 295°C e 325°C em tempos que variaram de 5 min a 120 min. As amostras tratadas foram submetidas a ensaio de tração uniaxial, segundo a norma ASTM-E8M-89B, para levantamento das curvas propriedade versus tempo. Os valores das propriedades mecânicas (tensão de escoamento e alongamento) foram relacionados biunivocamente aos da fração transformada para determinação da cinética de recristalização. Para melhor compreensão da formabilidade &#1488; resistência, propriedades conflitantes, também foi feito um estudo do potencial de encruamento onde foram realizados ensaios de tração para determinação da tensão de escoamento para espessuras que variaram de 1,0 mm a 4,0 mm, laminadas até 80%, a uma taxa de deformação de 1,8 s-1 para produzir chapas com espessuras até 1,0mm (80%). Para análise microestrutural foi utilizada microscopia eletrônica de varredura MEV onde os efeitos da recristalização foram observados a partir das fraturas em corpos de prova submetidos a diferentes condições de tratamentos térmicos (recozimento). Os resultados mostraram que a cinética de recristalização descrita utilizando equações, obtidas indiretamente a partir das propriedades mecânicas consideradas, aproximam-se do comportamento sigmoidal proposto por Johnson-Mehl-Avrami
6

Relaxação exotérmica e recristalização endotérmica do tungstato de zircônio amorfo

Ramos, Gustavo Roberto 08 August 2011 (has links)
Submitted by Ana Guimarães Pereira (agpereir@ucs.br) on 2015-11-23T15:52:53Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao Gustavo Roberto Ramos.pdf: 26857820 bytes, checksum: 4e6b56316ef1560dbc561a4e7718ba00 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-11-23T15:52:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao Gustavo Roberto Ramos.pdf: 26857820 bytes, checksum: 4e6b56316ef1560dbc561a4e7718ba00 (MD5) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil
7

Influência do recozimento na recuperação e recristalização de tiras de aço baixo carbono dobradas por deformação a frio

Martinelli, Ilen Maris January 2010 (has links)
O presente trabalho tem como objetivo mostrar a influência do recozimento na recuperação e recristalização de tiras de aço baixo carbono dobradas por deformação a frio. Muitas indústrias que produzem peças a partir de dobramento a frio, buscam constantemente garantir a qualidade de seus produtos. Isto se torna um desafio a partir do momento que se considera a diversidade do formato das dobras exigidas. Através de observações práticas, o que se vê é que, com o objetivo de facilitar o processo, muitos profissionais são induzidos a acreditar que simplesmente aquecendo o material, o trabalho será facilitado e garantirá a qualidade do produto final. Assim, independente do tipo do aço e/ou nível de encruamento, os parâmetros de temperatura utilizados são determinados, na sua grande maioria, de forma empírica, sem critérios estabelecidos, ou seja, em muitos casos, os valores de temperatura tendem a ser os mesmos. Como a grande maioria de peças produzidas na indústria submetida a deformação é em aço baixo carbono, este foi escolhido como material para a fabricação das amostras utilizadas no experimento. Estas amostras foram submetidas a diversos graus de dobramento a frio e aplicação de recozimento para recristalização com variação controlada dos parâmetros. Através da intercomparação das amostras e com aplicação de diversos ensaios foram caracterizados a dureza, estrutura metalográfica, tamanho médio do precipitado, bem como a correlação entre as condições de recozimento versus o nível de recuperação do encruamento. Através dos dados obtidos, observou-se a importância de definir de forma científica os parâmetros de aquecimento para a recristalização, sob pena de prejudicar as características das peças. / This work aims to show the influence of annealing on the recovery and recrystallization of low carbon steel strips bent by cold forming. Many industries that produce parts from cold bending, constantly seek to ensure the quality of their products. This becomes a challenge from the moment that one considers the diversity of the shape of folds required. Through practical observation, we can see that, in order to facilitate the process, many professionals are led to believe that simply heating the material, the work will be facilitated and ensure final product quality. Thus, regardless of the type of steel and / or level of work hardening, the parameters used in temperature are determined, mostly, empirically, without established criteria, ie, in most cases, the temperature values tend to be same. As the vast majority of parts produced in the industry is subjected to deformation in steel low carbon, this was chosen as material for the manufacture of the samples used in the experiment. These samples were subjected to various degrees of cold bending and applying for recrystallization annealing with controlled variation of parameters. By intercomparison of samples and application of various tests were characterized hardness, metallographic structure, average size of the precipitate, and the correlation between the annealing conditions versus the level of recovery of work hardening. Through the data obtained it observed the importance of defining the parameters in a scientific way of heating for recrystallization, failing to affect the characteristics of components.
8

Macromoléculas derivadas do cardanol hidrogenado: síntese e propriedades líquido cristalinas / Derived from the macromolecules cardanol hydrogenated: synthesis and liquid crystalline properties

Mota, João Paulo Ferreira January 2016 (has links)
MOTA, J. P. F. 2016. 110 f. Macromoléculas derivadas do cardanol hidrogenado: síntese e propriedades líquido cristalinas. Tese (Doutorado em Química)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016. / Submitted by Aline Mendes (alinemendes.ufc@gmail.com) on 2016-10-25T23:39:37Z No. of bitstreams: 1 2016_tese_jpfmota.pdf: 6487122 bytes, checksum: ce89587310cbb2ee8ae128b79b788e66 (MD5) / Approved for entry into archive by Jairo Viana (jairo@ufc.br) on 2016-10-27T18:21:00Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_tese_jpfmota.pdf: 6487122 bytes, checksum: ce89587310cbb2ee8ae128b79b788e66 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-10-27T18:21:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_tese_jpfmota.pdf: 6487122 bytes, checksum: ce89587310cbb2ee8ae128b79b788e66 (MD5) Previous issue date: 2016 / In this study were obtained some macromolecules, new asymmetric meso-porphyrins and phthalocyanines, derived from hydrogenated cardanol, the majority constituent of the cashew nut shell liquid (technical CNSL). Where, in addition, it was evaluated the liquid crystalline properties of these compounds in heating and cooling cycles. The data obtained by spectroscopic and spectrometric methods, 1H and 13C NMR, UV-vis, MS (MALDI-TOF) and IR have indicated the efficiency of the synthetic procedure, that allowed us, to obtain the new meso-5-mono-4-hydroxyphenyl-10,15,20-tri-4-[2-(3-pentadecylphenoxy)ethoxy]phenyl por-phyrin free and metalated with nickel, cobalt, copper and zinc, as well as the 2(3),9(10),16(17),23(24)-tetrakis(-3-pentadecylphenoxy) phthalocyanine free and metallated with cobalt, nickel, zinc and copper. The precursors produced in this study, 1-(2-bromoethoxy)-3-pentadecylbenzene (compound 1), 4-[2-(3-pentadecylphenoxy)ethoxy] benzaldehyde (compound 2) e 4-(3-pentadecylphenoxy)phthalonitrile (compound 3), were purified by two different procedures: column chromatography (a) and recrystallization (b). Whereas for the last, a significant reduction in the generation of residues were observed, when comparing the chromatography, which on average, 200 g of silica gel and 1650 mL of solvent were used. The liquid crystalline properties of the macromolecules were measured by means of images obtained in polarized optical microscopy (POM), during heating and cooling cycles. These images show that only free phthalocyanine 2(3),9(10),16(17),23(24)-tetrakis(-3-pentadecylphenoxy) self-organizes, displaying focal conic textures, which were observed in liquid crystal phases. Another compound that showed evidence of an organized phase was the cobalt 2(3),9(10),16(17),23(24)-tetrakis(-3-pentadecylphenoxy) phthalocyanine. However, the results of X-rays diffraction analysis suggest that only the free phthalocyanine showed the formation of a liquid crystalline phase with discotic hexagonal columnar structure (Colh). / Neste trabalho foram obtidas algumas macromoléculas, novas meso-porfirinas assimétricas e ftalocianinas, derivadas do cardanol hidrogenado, o constituinte majoritário do Líquido da Casca da Castanha de Caju (LCC técnico). Onde, além disso, foi avaliado as propriedades liquido cristalinas destes compostos em ciclos de aquecimento e resfriamento. Os dados obtidos por meio de métodos espectroscópicos e espectrométricos, RMN 1H e 13C, UV−vis, EM (Maldi−TOF) e IV, indicaram a eficiencia do procedimento sintético que possibilitou obter a nova meso-5-mono-4-hidroxifenil-10,15,20-tri-4-[2-(3-pentadecilfenoxi)etoxi]fenil porfirina livre e metalada com níquel, cobalto, cobre e zinco, bem como a 2(3),9(10),16(17),23(24)-tetrakis(-3-pentadecilfenoxi) ftalocianina livre e metalada com cobalto, níquel, zinco e cobre. Os precursores produzidos neste trabalho, 1-(2-bromoetoxi)-3- pentadecilbenzeno (composto 1), 4-[2-(3-pentadecilfenoxi) etoxi]benzaldeido (composto 2) e 4-(3-pentadecilfenoxi)ftalonitrila (composto 3), foram purificados por dois procedimentos distintos: cromatografia em coluna (a) e recristalização (b). Sendo que no último, foi observado uma redução significativa na geração de resíduos, quando comparamos esta metodologia com a cromatografia em coluna, onde em média 200 g de gel de sílica e 1650 mL de solvente foram utilizados. As propriedades liquido cristalinas das macromoléculas foram avaliadas por meio de imagens obtidas na microscopia óptica de luz polarizada (MOLP) em ciclos de aquecimento e resfriamento. Estas imagens mostraram que apenas a ftalocianina 2(3),9(10),16(17),23(24)-tetrakis(-3-pentadecilfenoxi) livre se auto-organiza exibindo texturas cônica focal, a qual é observada em fases liquido cristalinas. Outro composto que apresentou indícios de uma fase organizada foi a cobalto 2(3),9(10),16(17),23(24)-tetrakis(-3-pentadecilfenoxi) ftalocianina. No entanto, os resultados das análises de difração de raios-X sugerem que apenas a ftalocianina livre apresentou a formação de uma fase líquido cristalina com estrutura discótica colunar hexagonal (Colh ).
9

Estudo das cinéticas de recristalização e crescimento de grãos de ligas com efeito memória de forma / Study of kinetic recrystallization and growing of grains in alloys with memory of form

Nava, Marcelo 13 December 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Gama, Faculdade de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Integridade de Materiais da Engenharia, 2013. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2014-05-22T14:39:58Z No. of bitstreams: 1 2013_MarceloNava.pdf: 3043230 bytes, checksum: fdf387e24e4915cf306d658073d2bf75 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2014-06-05T15:07:48Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_MarceloNava.pdf: 3043230 bytes, checksum: fdf387e24e4915cf306d658073d2bf75 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-06-05T15:07:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_MarceloNava.pdf: 3043230 bytes, checksum: fdf387e24e4915cf306d658073d2bf75 (MD5) / Ligas com memória de forma, como as dos sistemas de Cu-Al-Ni, Cu-Al-Be e Ni- Ti, possuem uma vasta gama de utilização, a qual inclui elementos funcionais de sensores e atuadores que funcionam através da variação das temperaturas dos materiais. A diversidade de suas aplicações depende não só de sua composição química, mas evitar a perda da capacidade de executar sua correta função com o tempo (envelhecimento/ crescimento de grão). Assim, o estudo da cinética de recristalização assume um papel importante por possibilitar o controle do estado encruado em função do tempo de tratamento. O objetivo deste trabalho é determinar e comparar as cinéticas de recristalização em função das temperaturas de tratamento das ligas Cu-14Al-4Ni , Cu-12Al-0,5Be e Ni-42Ti, com base na lei empírica de Johnson-Mehl-Avrami (J-M-A), assim como suas energias de ativação para crescimento de grãos, segundo equação baseada na lei empírica de Arrhenius. Para isso, foram realizadas análises dinâmicas em DSC para determinação da temperatura de recristalização das ligas encruadas. Em seguida, diferentes amostras foram recozidas em temperaturas próximas à de pico, de início e fim de recristalização da curva DSC, em tempos que variaram de 1 a 120 minutos. Depois de tratadas, as amostras foram submetidas a ensaios de microdureza Vickers, cujos resultados foram relacionados com o tempo e a fração transformada para determinação da cinética de recristalização. Para a caracterização do processo e de seus mecanismos, foram realizadas análises de Fluorescência de raios-X e de microscopia óptica. Foi verificado que a liga menos suscetível ao crescimento de grão, para temperaturas inferiores à de pico de recristalização, é a Ni-42Ti, a qual apresentou a maior energia de ativação, seguida da liga Cu-14Al-4Ni. Verificou-se, também, que a cinética de recristalização acompanhada pela variação de dureza, apesar das limitações deste processo, mostra-se uma importante ferramenta, atuando como orientadora para seleção dos tempos de tratamento em função da temperatura. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Alloys with shape memory, such as the Cu-Al -Ni , Cu -Al- Be and Ni -Ti systems, have a wide range of use, like functional elements that operate sensors and actuators according to the variation of the material temperature. The diversity of its application depends not only on its chemical composition, but avoid the loss of ability to perform its proper function over time (aging / grain growth). Thus, the study of recrystallization kinetics is important for enabling the control of hardened state as a function of treatment time. The objective of this study is to determine and compare the kinetics of recrystallization depending on the treatment temperatures of Cu-14Al-4Ni, Cu-12Al-0,5Be e Ni-42Ti alloys , based on the empirical law of Johnson - Mehl - Avrami ( JMA ), as well as their activation energies for grain growth, according to empirical law based on the Arrhenius equation. For this, dynamic DSC analyzes were performed to determine the recrystallization temperature of the strain hardened alloys. Then, the different samples were treated termically at temperatures close to the peak, start and end of recrystallization of the DSC curve at times ranging from 1 to 120 minutes. After treated termically, the samples were tested for microhardness, whose results were related to the time and the fraction transformed to determine the recrystallization kinetics. For the characterization of the process and its mechanisms, analysis of X-ray fluorescence and optical microscopy were performed. The alloy less susceptible to grain growth, for temperatures below the recrystallization peak, is the Ni-42Ti, which showed the highest activation energy, followed by Cu-14Al-4Ni. The recrystallization kinetics accompanied by varying hardness, despite the limitations of this process, is showed as an important tool, acting as advisor for selection of treatment times as a function of temperature.
10

Influência do recozimento na recuperação e recristalização de tiras de aço baixo carbono dobradas por deformação a frio

Martinelli, Ilen Maris January 2010 (has links)
O presente trabalho tem como objetivo mostrar a influência do recozimento na recuperação e recristalização de tiras de aço baixo carbono dobradas por deformação a frio. Muitas indústrias que produzem peças a partir de dobramento a frio, buscam constantemente garantir a qualidade de seus produtos. Isto se torna um desafio a partir do momento que se considera a diversidade do formato das dobras exigidas. Através de observações práticas, o que se vê é que, com o objetivo de facilitar o processo, muitos profissionais são induzidos a acreditar que simplesmente aquecendo o material, o trabalho será facilitado e garantirá a qualidade do produto final. Assim, independente do tipo do aço e/ou nível de encruamento, os parâmetros de temperatura utilizados são determinados, na sua grande maioria, de forma empírica, sem critérios estabelecidos, ou seja, em muitos casos, os valores de temperatura tendem a ser os mesmos. Como a grande maioria de peças produzidas na indústria submetida a deformação é em aço baixo carbono, este foi escolhido como material para a fabricação das amostras utilizadas no experimento. Estas amostras foram submetidas a diversos graus de dobramento a frio e aplicação de recozimento para recristalização com variação controlada dos parâmetros. Através da intercomparação das amostras e com aplicação de diversos ensaios foram caracterizados a dureza, estrutura metalográfica, tamanho médio do precipitado, bem como a correlação entre as condições de recozimento versus o nível de recuperação do encruamento. Através dos dados obtidos, observou-se a importância de definir de forma científica os parâmetros de aquecimento para a recristalização, sob pena de prejudicar as características das peças. / This work aims to show the influence of annealing on the recovery and recrystallization of low carbon steel strips bent by cold forming. Many industries that produce parts from cold bending, constantly seek to ensure the quality of their products. This becomes a challenge from the moment that one considers the diversity of the shape of folds required. Through practical observation, we can see that, in order to facilitate the process, many professionals are led to believe that simply heating the material, the work will be facilitated and ensure final product quality. Thus, regardless of the type of steel and / or level of work hardening, the parameters used in temperature are determined, mostly, empirically, without established criteria, ie, in most cases, the temperature values tend to be same. As the vast majority of parts produced in the industry is subjected to deformation in steel low carbon, this was chosen as material for the manufacture of the samples used in the experiment. These samples were subjected to various degrees of cold bending and applying for recrystallization annealing with controlled variation of parameters. By intercomparison of samples and application of various tests were characterized hardness, metallographic structure, average size of the precipitate, and the correlation between the annealing conditions versus the level of recovery of work hardening. Through the data obtained it observed the importance of defining the parameters in a scientific way of heating for recrystallization, failing to affect the characteristics of components.

Page generated in 0.0766 seconds