• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 39
  • 1
  • Tagged with
  • 40
  • 40
  • 40
  • 40
  • 31
  • 24
  • 20
  • 16
  • 12
  • 9
  • 9
  • 7
  • 7
  • 6
  • 6
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O viés ensaístico na ficção de José Saramago

Beijo, Marilda [UNESP] 3 July 2012 (has links)
O presente trabalho propõe um estudo acerca da configuração ensaística no gênero romance, ou seja, o romance visto como um espaço que possibilita o desenvolvimento do gênero ensaio, seguindo o viés da narrativa e da ficção. Para a realização da pesquisa, foram utilizados como corpus principal do trabalho as seguintes obras: Manual de Pintura e Caligrafia, (1977) e o Ano da morte de Ricardo Reis (1984), ambas do escritor português contemporâneo José Saramago. A reflexão sobre a discussão ensaística ficcionalizada no romance desenvolve-se da seguinte forma: primeiramente, busca-se apurar a existência embrionária da discussão ensaística na trajetória romanesca de José Saramago, ressaltando as influências de Montaigne em sua obra. Posteriormente, um segundo momento é destinado ao conhecimento e sistematização da teoria sobre o gênero ensaio, abordando-se os principais teóricos sobre o assunto, buscando referência sobre o ensaio desde Michel de Montaigne. Por fim, para dar prosseguimento à pesquisa, foi necessário abordar os dois romances que fazem parte do corpus do trabalho, procurando demonstrar como se dá o ensaio crítico ficcionalizado em cada um deles, enfatizando como se dá a discussão sobre o fazer literário e o fazer artístico por meio da metalinguagem, intertextualidade, chegando a um ensaio crítico construído por meio da narrativa de ficção This work aims at studying the novel genre, analyzing it from the perspective of essay genre, in other words, novel seen as a space that enables the development of essay genre, following narrative and fiction view. In order to do this research, it was used as the work main corpus the following works: Manual of Painting and Calligraphy (1977) and The year of Ricardo Reis‟death (1984), both written by the contemporary Portuguese writer José Saramago. The reflection about the discussion essay fictionalized in the novel develops itself in the following way: at first, it is tried to investigate the embryonic existence of the essay discussion in José Saramago‟s novelistic trajectory, highlighting Montaigne‟s influences in his work. At a later time, a second moment is dedicated to knowledge and systematization of theory about essay genre, approaching the main researchers about the subject, searching for references about the essay since Michael de Montaigne. At last, to continue the research, it was necessary to approach these two novels that make part of the work corpus, trying to demonstrate how the critical essay fictionalized in each one of them occurs, emphasizing how occurs the discussion about the literary making and the artistic making by the means of metalanguage, intertextuality, getting to a critical essay written by the means of narrative fiction
2

Entre o claro e o escuro: uma poética da angústia em Saramago

Biziak, Jacob dos Santos [UNESP] 29 April 2015 (has links) (PDF)
By thinking about the artistic representation specificity of the contemporary novelistic fiction, we understand that there is a new attitude towards what reality and its possibilities of gaining an outline through language would be. Thus, this research aims at articulating the mimesis that is undertaken by contemporary novel and the narrator's behavior. Therefore, a questioning occurs - which is, many times, a linguistic one - about the reality created by diegesis. The narrator promotes a bordering more than filling the meaning, which led us to the idea that the narration of the contemporary novel is structured as anguish. So, we believe that the narrator is the central narrative element for us to access the construction of the reality presented by the contemporary novelistic fiction. In view of that, we have chosen anguish as an affection mostly present inside this novel, not only as a theme, but also as component of the diegetic structure. Given this situation, we have chosen two novels by Saramago that belong to different phases of the writer's work, História do Cerco de Lisboa and Ensaio sobre a cegueira - as an exercise of analysis within the previously described proposal. Finally, this research seeks not only to contribute with studies about the contemporary novel, but also about the functioning of the narrator in face of the task of representing a reality. To what concerns methodology, the work of Luiz Costa Lima is essential to our study about mimesis, mainly because of the diachronic trajectory he proposes at the same time he reviews his own postulations about the issue. The work of Genette is the basis that allowed us to evolve in our studies regarding the narrator. In relation to anguish, the work of three thinkers is central to us: Kierkegaard, Freud and Lacan (besides works about art interpretation by the same authors) Pensando na especificidade da representação artística do ficcão romanesca contemporânea, entendemos que há uma nova postura diante do que seria a realidade e das suas possibilidades de ganhar contorno pela linguagem. Sendo assim, esta pesquisa busca articular a mimesis empreeendida pelo romance contemporåneo e o comportamento do narrador. Logo, ocorre um questionamento - muitas vezes, metalinguístico - do real criado pela diegese. O narrador promove mais um bordeamento do que um preenchimento de sentido; o que nos levou à ideia de que a narração do romance contemporâneo se estrutura como angústia. Então, acreditamos que o narrador é o elemento narrativo central para termos acesso à construção da realidade apresentada pela ficção romanesca contemporânea. Diante disso, elegemos a angústia como afeto majoritariamente presente dentro deste romance, não só enquanto tema, mas também como constituinte da estrutura diegética. Dada esta situação, escolhemos dois romances de Saramago - pertencentes a fases distintas da obra do escritor, História do cerco de Lisboa e Ensaio sobre a cegueira - como exercício de análise dentro da proposta descrita anteriormente. Por fim, esta pesquisa busca não somente contribuir com estudos a respeito do romance contemporâneo, mas também sobre o funcionamento do narrador diante da tarefa de representar uma realidade. A respeito da metodologia, sobre a mimesis, a obra de Luiz Costa Lima é fundamental ao trabalho; principalmente pelo percurso diacrônico que propõe, ao mesmo tempo em que revê suas próprias postulações sobre o assunto. A obra de Genette é a base que permitiu fazer os estudos sobre narrador evoluírem em nosso trabalho. Sobre a angústia, são centrais as obras de três pensadores: Kierkegaard, Freud e Lacan (além de obras de intepretação da arte a partir destes mesmo autores)
3

As possibilidades do ser entre o poder e a morte: uma caminhada pelos limites existenciais The possibilities of the being between power and death: an existential walk

Pamera Ferreira Santos 27 March 2011 (has links)
Através dessa dissertação propõe-se uma análise sobre os temas morte e poder em dois romances, do autor português José Saramago, Todos os Nomes (1997) e As Intermitências da Morte (2004). Escritos e publicados em épocas distintas, distinguem-se do conjunto da obra desse autor pela relação que estabelecem entre si e os temas supracitados. Esses dois romances foram tomados como objeto de estudo desta pesquisa, que foi executada através da utilização da metodologia da literatura comparada. Como base teórica, foram usados os seguintes conceitos do filósofo Martin Heidegger: ser-para-morte e angústia, que norteiam o pensamento sobre as possibilidades de uma autenticidade do ser frente ao cotidiano, marcado por repetições e controles. É através do acaso e das escolhas feitas pelos dois protagonistas dessas obras que se construiu uma reflexão sobre a dicotomia vivos e mortos. A partir dessa análise, buscou-se realizar a leitura em espelho desses romances, nos quais a maior semelhança é entender a vida como uma busca e a morte como inerente ao ser, tornando-o uma singularidade This dissertation proposes an analysis about the themes death and power contained in two novels from the Portuguese author, José Saramago, Todos os Nomes (1997) and As Intermitências da Morte (2004). Written and published in distinct times, they are different from the body of work of this author due to the relation established between themselves and the aforesaid themes. These two novels were taken as the study object of this research, which has been executed through the utilization of compared literature methodology. The following concepts of the philosopher Martin Heidegger were used as theoretical basis: Sein zum Tode and anguish that guide the thought about possibilities of an authenticity of being opposite to the daily, mainly characterized by repetitions and controls. Through fortune and the choices made by the two main characters of these books it was possible to build a reflection about the alive and dead dichotomy. From this analisys, it looked to realize the reading as a mirror from these novels, in witch the biggest similarity is to understand life as a seek and death as inherent to the being, turning it into a singularity
4

Alegorias do mundo de Saramago

Maiquel Röhrig 2011 (has links)
Este trabalho de literatura comparada interpreta as obras Ensaio sobre a cegueira (1995), A caverna (2000) e Ensaio sobre a lucidez (2004) a partir de uma perspectiva interdisciplinar sustentada por aproximações intertextuais entre literatura e filosofia. Meu objetivo é analisar como a ficção de Saramago dialoga com a Alegoria da caverna, de Platão, ressignificando-a por meio de um deslocamento do idealismo platônico para o campo do materialismo marxista. Para tanto, proponho uma leitura alegórica, intertextual e interdisciplinar. A literatura, parte inalienável da cultura, permitiu a Saramago aproximar o idealismo platônico do materialismo marxista e, através da linguagem literária, fundir estas visões de mundo e reconstituir ficcionalmente as ideias inerentes a elas. O trabalho analítico toma como referenciais F. Jameson (1992), W.Benjamin (1984) e I. Mészáros (2002), e enfoca aspectos do nível da narrativa, entre eles sequências, causalidades e personagens, de modo a identificar suas funções e convergências no nível da significação alegórica. Considero os textos ficcionais metonímias do real e, neste sentido, pretendo evidenciar como Saramago estabelece em sua ficção um diálogo com a referencialidade histórica do tempo presente, no qual o capitalismo rege a vida dos indivíduos e das instituições sociais através de suas práticas de produção, de sua base material e de sua ideologia. A intertextualidade foi o operador de leitura que norteou esta pesquisa, e a interdisciplinaridade, a metodologia. Na alegoria criada por Saramago, a cegueira tem na figura feminina um elemento importante. Por isso, analisei a questão do gênero a fim de pontuar como convergem, nas personagens femininas e masculinas, valorações distintas que projetam o feminino como um lugar de positividade capaz de ressignificar valores do humano. This work of comparative literature presents an interpretative reading of Blindness (1995), The Cave (2000) and Seeing (2004) from an interdisciplinary perspective supported by the dialogue between literature and philosophy. The objective is to analyze how the fiction of Saramago rewrites Plato’s Allegory of the cave. To this end, I propose an allegorical, intertextual and interdisciplinary reading. The analytical work takes as reference F. Jameson (1992), W.Benjamin (1984) and I. Mészáros (2002), and focuses on aspects of the narrative such as sequences, causality and characters to identify its functions and its convergence on the level of allegorical meaning. I consider the novels metonymies of the real, and I intend to show how Saramago´s fiction engages with the historical present, in which capitalism rules the individuals’ life and the life of the social institutions through its practices of production, its material basis and its ideology. Intertextuality is the textual operator that guided the reading, and interdisciplinarity a key aspect of its methodology. In the allegory created by Saramago, the issue of blindness places female characters in a very special position. So, I´ve introduced the category of gender to highlight not so much the social construction of male and female characters but the different meanings attributed to them and which charge the feminine with positivity, empowering female characters to project values that resignify the human.
5

Análise de Blindness como uma adaptação cinematográfica de Ensaio sobre a cegueira de José Saramago

Silva, Thais Maria Gonçalves da [UNESP] 20 December 2010 (has links)
O trabalho propõe-se a analisar o filme dirigido por Fernando Meirelles (1955), com o roteiro de Don McKellar, Blindness, lançado em 2008, como uma adaptação do livro de José Saramago (1922-2010), Ensaio sobre a cegueira, publicado em 1995. Para tanto, primeiramente contextualizaremos o livro e o filme na produção artística de seus respectivos criadores, de modo a deixar claras as diferenças entre eles, pois o adaptador de uma obra não compartilha com seu autor o mesmo ponto de vista, preocupação estética ou momento histórico. Em um segundo momento, conheceremos diversas opiniões críticas sobre a relação entre a literatura e o cinema, colocadas cronologicamente, para mostrar a relação intrínseca que uma arte mantém com a outra. Ao final, poderemos ver claramente como estudo sobre Literatura e Cinema encara uma adaptação cinematográfica. Um filme baseado em uma obra literária não é visto nem analisado como uma mera transposição do livro em outra mídia, muitos críticos vêem no filme uma obra original que teve apenas como fonte a obra literária. Por fim, para realizar essa análise da obra a cinematográfica precisamos descobrir; quais modificações foram feitas em relação ao texto-fonte e quais são as razões e conseqüências dessas modificações The present work proposes to analyse the movie Blindness, directed by Fernando Meirelles (1955), with screenplay by Don McKellar, released in 2008 as a adaptation of the José Saramago´s (1922-2010) book, Blindess, published in 1995,. Firstly, in order to do so, we will contextualize the book and the movie among the artistic production of their respective creators, in order to make the differences between them clear, for the adapter of a work does not share the same point of view, aesthetic concerns or historical moment as its author. Secondly, we will present several critical opinions about the relation between literature and cinema, arranged in chronological order, in order to show the intrinsic relation the arts have with each other. At the end, we will be able to clearly see how the study on literature and cinema faces the film adaptation. A movie based upon a literary work neither is seen as a mere transposition of the book into another media, nor is analysed as such, many critics see in the movie an original work which had the literary work only as a source. At last, in order to carry out the analysis of the motion picture we need to find out what changes were made in relation to the prior text and what are the reasons and consequences of these changes
6

A literatura que provoca a Bíblia : contribuição do romance Caim de José Saramago para o debate teológico contemporâneo / Darleyson de Carvalho ; orientador, Marcio Luiz Fernandes

Carvalho, Darleyson 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2014 Bibliografia: f. 91-96 A análise teológica do romance Caim, de autoria do romancista português José Saramago, é o objeto de pesquisa do presente estudo. O objetivo maior da pesquisa é realizar um diálogo entre Literatura e Teologia destacando as possíveis contribuições da obra The theological analysis of the Caim novel, authored by Portuguese novelist José Saramago, is the research object of this present study. The ultimate objective of the research is to conduct a dialogue between theology and literature highlighting the possi
7

O autor segundo ele mesmo: a escrita de si em Cadernos de Lanzarote, de José Saramago

Fernandes, Fernanda Buzzon [UNESP] 2 February 2015 (has links) (PDF)
The dissertation analyzes the thematic and formal transgressions undertaken by Portuguese writer José Saramago, in the works Cadernos de Lanzarote (1998a) and Cadernos de Lanzarote II (1999), in relation to the diary, especially in its inauthentic mode, featured by a less spontaneous construction, because of the publication - disclosure to many readers completely different from the diarist - that changes it formal and thematically, and in reference to the dialogue with the audience. The first chapter is about the genealogy of the diary. The second is devoted to critical appreciation of Cadernos de Lanzarote. Generic transgressions, the authorship voices are considered in the third chapter. The purpose of this paper is to discuss how, as opposed to traditional journals, the self-referential work of Portuguese writer is public, not private, with particular characteristics regarding gender paradigms. To achieve this purpose, the dissertation seeks to provide a more detailed theoretical presentation of the diary, contemplating it from its origin - there were about 3,000 BC, concomitantly with the invention of writing - until nowadays, when it occurs the revolution brought by Web 2.0 I the self-referential writing A dissertação analisa as transgressões temático-formais empreendidas pelo escritor português José Saramago, nas obras Cadernos de Lanzarote (1998a) e Cadernos de Lanzarote II (1999), em relação ao diário, sobretudo em sua modalidade inautêntica, caracterizada por uma construção menos espontânea, em razão da publicação - divulgação a leitores diversos do diarista-, que a modifica formal e tematicamente, bem como em referência ao diálogo com o público. O primeiro capítulo tem como centro a genealogia do diário. O segundo é dedicado à apreciação crítica de Cadernos de Lanzarote. As transgressões genéricas e as vozes autorais são consideradas no terceiro capítulo. O propósito desta dissertação é discutir como, em oposição aos diários tradicionais, a obra autorreferencial do escritor português é pública, e não privativa, apresentando características particulares quanto aos paradigmas do gênero. Para alcançar tal propósito, a dissertação procura fornecer uma apresentação teórica mais detalhada do diário, contemplando-o desde sua origem - há aproximadamente 3.000 a.C., concomitantemente à invenção da escrita - até a contemporaneidade, ocasião em que se verifica a revolução promovida pela web 2.0 na escritura autorreferencial
8

A concepção de humanidade em o envagelho segundo Jesus Cristo, de José Saramago

Lourenço, Diana Almeida 2015 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Antonio Augusto Nery Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Letras. Defesa: Curitiba, 28/03/2016 Inclui referências : f. 86-88 Resumo: Em O Evangelho Segundo Jesus Cristo, José Saramago se propõe a recontar a história mais conhecida da sociedade ocidental: a vida de Cristo. É criada uma paródia dos Evangelhos canônicos e constrói-se uma crítica não só à Igreja, mas à toda tradição cristã. Apesar de a paródia religiosa ser um dos pontos crucias da narrativa, nossa pesquisa volta-se para o que muitos críticos acreditam ser a grande mensagem da obra-prima de José Saramago: a valorização da humanidade. A crítica literária que se dedicou ao autor acredita que a narrativa saramaguiana tende a ser subversora, questionando conceitos e manifestando pontos de vista explicitamente ateus, além de uma valorização exacerbada do ser humano. Uma literatura In nomine hominis. O objetivo da pesquisa é problematizar a ideia de um "humanismo radical" em O Evangelho Segundo Jesus Cristo e levantar a hipótese de uma concepção de humanidade criada a partir do olhar irônico do narrador: uma humanidade ao gosto do eu saramaguiano, construída através da organização da linguagem. Palavras-chave: Saramago, humanidade, Evangelho. Abstract: In The Gospel According to Jesus Christ, José Saramago aims to recount the best known history of Western society: the life of Christ. It created a parody of the canonical Gospels and a critique is built not only the Church, but the whole Christian tradition. Although the religious parody being one of crucials points of the narrative, our research turns to what many critics believe is the great message masterpiece of José Saramago: the valuation of mankind. Literary criticism that was dedicated to the book believes that Saramago narrative tends to be subversive, challenging concepts and stating explicitly atheistic views, as well as a heightened appreciation of the human being. A literature In nomine hominis. The objective of the research is to discuss the idea of a "radical humanism" in the Gospel, and raise the hypothesis of a conception of mankind, built through the organization of language. Key-words: Saramago, mankind, gospel.
9

Sob o olhar do cronista : presságios e sentenças de Saramago

Quênia Regina Matos dos Santos 2012 (has links)
Os estudos de obras de José Saramago normalmente se dedicam aos romances, pois, com eles, o autor se consagrou mundialmente. O ganhador português do prêmio Nobel de Literatura, no entanto, produziu em outros gêneros, como a poesia, o conto e a crônica, por vezes intertextualizados e focados nos temas que aparecem nos romances. Este estudo pretende analisar as crônicas publicadas pelo autor e produzidas a partir do ano de 1968, incluídas as compostas para o blog do autor, finalizado em 2009. Esses textos abordam a análise crítica de Saramago acerca de Portugal, do povo português ou de questões que envolvam acontecimentos ou personalidades internacionais, retratando, no conjunto das crônicas, os diversos processos políticos e sociais pelos quais seu país passou. Sendo escassa a teoria a respeito desse gênero que trata do cotidiano, as considerações e definições do autor propostas em entrevistas e no corpo de suas crônicas servem como referencial teórico para a análise de seus textos, com o suporte da fortuna crítica formulada para outros gêneros e adaptada em relação à crônica. Com base nesses fundamentos, foi proposta uma classificação para a crônica saramaguiana a partir de três categorias: a memorialística, a política (ou de intervenção) e a ficcional. O exercício como cronista influenciou na composição de seu estilo, com a presença do popular em sua escrita, na conversa com o leitor e na tentativa de aproximá-lo do autor, mostrando-se como homem e escritor preocupado e envolvido com as questões de seu tempo, principalmente com as que se referem a Portugal, enfatizando que, em sua essência, é um escritor português. The studies of José Saramago’s works are usually about his novels as they made him famous worldwide. However, the Portuguese writer who won the Nobel Prize in Literature produced works in other genres such as poetry, short stories and chronicles which were sometimes intertextualized and focused on topics that were also in the novels. This study intends to analyze the chronicles published by the author and produced after the year of 1968, including the ones made for the author’s blog, finished in 2009. These texts deal with the critical analysis of Saramago regarding Portugal, the Portuguese people and questions involving international events and personalities which are portraying, in the group of the chronicles, several political and social processes by which his country underwent. As theory concerning this kind of genre that deals with daily life is so sparse, the author’s considerations and definitions proposed in interviews and in his chronicles themselves serve as theoretical reference to the analysis of his texts, along with the critical fortune formulated to the other genres and adapted for the chronicle. Based on these principles, it was proposed a classification for the Saramaguian chronicle concerning three categories: the memorialistic, the politics (or interventional) and the fictional one. The exercise of writing chronicles influenced him in composing a Saramaguian style, with the presence of popular in his writing, in the talk with the reader and in the attempt to approach him/her to the author, showing himself as a man and a writer worried and involved with questions of his time, mainly the ones concerning Portugal, emphasizing that, in his essence, he is a Portuguese writer.
10

Ensaio sobre a cegueira, de José Saramago, e a experiência pós-moderna da verdade

Passos, Rodolfo Pereira [UNESP] 25 January 2013 (has links)
O presente trabalho tem como objetivo pesquisar as relações intertextuais existentes entre o romance Ensaio Sobre a Cegueira, de José Saramago, e as reflexões propostas pelo pensamento de Martin Heidegger (1889-1976). Tendo como ponto central a obra Ser e Tempo (1927), e a partir de questões como o ser e a verdade, tentaremos estabelecer parâmetros possíveis de leitura da representação da “cegueira”, apresentada e criada por Saramago, capaz de afetar o homem contemporâneo. Delimitando como palco de atuação o mundo denominado pela crítica como “pós-moderno”, é nosso intuito apresentar e questionar algumas teorizações sobre o pós-modernismo e refletir sobre sua correspondência com a sociedade atual e suas consequentes correlações com a ficção de Saramago. Servirão, também, como acicate ao pensamento interpretativo, conceitos filosóficos heideggerianos, tais como pre-sença, ser-no-mundo, impessoal, angústia, e ser-para-a-morte. A verdade será (des)construída, principalmente no sentido de evidenciar que o sujeito racional perdeu sua força dentro da trama complexa do mundo pós-moderno. Pensaremos, também, neste sujeito cego e sua caminhada por uma cidade labiríntica. A realidade tornou-se plural e o homem não pode enxergar mais sua segurança epistemológica. Procuraremos perceber como o romancista português utilizase destes dados, através de uma dominante ontológica, para problematizar o ser humano e seu vínculo com um mundo marcado por um estado de “cegueira”, e assim, através da ficção, compor seus questionamentos pautados na ética e na existência The objective of the present work is to research the existent relation between José Saramago‟s novel Ensaio sobre a Cegueira, and the reflections offered by Martin Heidegger (1889-1976). Based in the philosophic work Ser e Tempo (1927), by Heidegger, as our main point, and in accordance with questions as being and truth, we have tried to establish possible parameters to interpret the “blindness” proposed by José Saramago, capable of affecting the contemporary man. We have the post-modern world as the center stage with the intention to expose and to ask about the postmodernism and to reflect about the relation between contemporary society and the consequent relation with Saramago´s fiction. Heideggerian concepts will be used as incentive to comprehend Saramago´s ideas as dasein, being-in-the-world, who, angst, and being-towards-death. The truth will be deconstructed to show that the rational subject lost his strength inside the complex postmodern world. We´ll also think about this blind subject and his walk through a maze city. The reality became plural and the human being could no longer see his epistemological safety. We´ll try to understand how the Portuguese writer has utilized these data through an ontological dominant to analyze the human being and his connection with a world marked by a state of blindness, and then, through the fiction, to establish his questionings based on ethic and existence

Page generated in 0.0865 seconds