• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 20
  • Tagged with
  • 20
  • 20
  • 10
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Modelo–E10: um modelo para estimativas de esforço em manutenção de software

Tenório Junior, Nelson Nunes January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:43:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000424178-Texto+Completo-0.pdf: 2045392 bytes, checksum: 9acc5658b98379a3bd5e14c747a952da (MD5) Previous issue date: 2010 / The software industry invests amounts of money searching for the improvements on its products and services. Nowadays, clients are more demanding and look for industries that possess a severe quality control. That quality is measured through quality models adopted, such as CMMI, ISO, IEC, among others. The client’s demanding makes the organizations contract patterns that evaluate the quality level of its services. These contracts predict as punishments expensive fees. Observing of costs and deadlines is one of the requirements predicted in such contracts. The basis to its fulfillment (costs and deadlines), is the software development effort estimation and, after the delivery of the product, is the software maintenance effort. The challenge for researchers lies on supporting the software industry with effective works on estimation areas that may become much more accurate. Besides, the estimations shall not be economically heavy to their teams in order not to add more costs to the projects. This thesis comes from a research that has been developed through the last four years, from wich two of them were based on the actions in a software’s maintenance project from a great Brazilian public bank. The project was supported by a software industry partner of the Post graduation program in computer science from PUCRS. Such program inspired this thesis that presents as an option to the estimation areas a model of software’s maintenance effort. The model here presented supports the software industry as well the researches in the estimation area. / A indústria de software investe montantes de dinheiro em busca da melhoria de seus produtos e serviços. Atualmente, os clientes estão cada vez mais exigentes e procuram fábricas que possuam um rigoroso controle de qualidade. A qualidade é medida por meio dos modelos de qualidades adotados, como CMMI, ISO, IEC, dentre outros. A exigência dos clientes faz as organizações selarem contratos que medem o nível da qualidade de seus serviços. Esses contratos prevêem como sanções pesadas multas. O cumprimento de prazos e custos é uma das exigências previstas nesse tipo de contrato. A base para que se cumpram prazos e custos é a estimativa de esforço de desenvolvimento e, após a entrega do produto, o esforço para a manutenção do software. O desafio dos pesquisadores está em apoiar a indústria de software com trabalhos na área de estimativas que possam tornar as mesmas mais precisas. Além disso, as estimativas não devem onerar as equipes de software para não agregar mais custos aos projetos. Esta tese é fruto de uma pesquisa realizada ao longo de quatro anos, dois dos quais atuando em um projeto de manutenção de software pertencente a um grande banco governamental brasileiro. O projeto era mantido por uma fábrica de software parceira do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação da Faculdade de Informática da PUCRS. A pesquisa inspirou esta tese de doutorado que apresenta, como uma opção para a área de estimativas, um modelo de esforço em manutenção de software. O modelo aqui apresentado apoia tanto a indústria de software como as pesquisas na área de estimativas.
2

Modelo para suportar a atualização e consistência de requisitos em processos de manutenção de software

Belleza, Luciana Mesquita January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:43:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000435657-Texto+Completo-0.pdf: 3785156 bytes, checksum: 2a6a2c74bb198ad7ec9dca9005145e97 (MD5) Previous issue date: 2009 / The maintenance and software evolution demands a high cost to the organizations. One of the reasons for this high cost is the lack of documentation. The requirements represent an important way of documenting the software. Very commonly the requirements are not updated after the end of the software development project. The requirements are not updated during the maintenance phase. The purpose of this research is to propose a solution to the problem of keeping the software application requirements up to date and consistent during the software maintenance process. The solution is represented by a requirements management model that supports the updating and consistency of the requirements during the maintenance. This model is formed by a Conceptual Model, that represents the concepts involved in the problem and how they are related to each other in order that it is possible to reach the purpose, consistency rules, and a process to track the versions of the requirements. The results are presented through examples, illustrating various possible scenarios, using the prototype developed based on the proposed model. The main contribution of this research is a model that helps to maintain the software requirements up to date and consistent along the maintenance process, besides to help on the impact analysis of change requests. / A manutenção e evolução do software demanda um custo muito alto das organizações. Um dos motivos para este alto custo é a falta de documentação. Os requisitos representam um dos principais meios de documentação do software. Geralmente os requisitos não são atualizados depois do término do desenvolvimento do software, ou seja, não são atualizados durante a fase de manutenção. O objetivo desta pesquisa é propor uma solução para o problema de manter os requisitos de aplicações de software atualizados e consistentes ao longo de processos de manutenção. A solução consiste em um modelo de gerência de requisitos que suporta a atualização e consistência dos requisitos ao longo de processo de manutenção. Este modelo é constituído por um Modelo Conceitual, representando os conceitos envolvidos no problema e como eles devem estar relacionados para que seja possível alcançar o objetivo, regras de consistência, e um mecanismo de versionamento dos requisitos. Os resultados são demonstrados através de exemplos, ilustrando os diversos cenários possíveis, utilizando um protótipo desenvolvido a partir do modelo proposto. A principal contribuição deste trabalho é um modelo que auxilie a manter os requisitos de software atualizados e consistentes ao longo de processos de manutenção, além de auxiliar na análise de impacto das requisições de mudança.
3

Uma ferramenta de apoio ao teste de regressão

Granja, Ivan 17 December 1997 (has links)
Orientador: Mario Jino / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Eletrica e de Computação / Made available in DSpace on 2018-07-23T05:23:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Granja_Ivan_M.pdf: 9510547 bytes, checksum: 4248dfe94031c5719e837aa99627acca (MD5) Previous issue date: 1997 / Resumo: Este trabalho apresenta as principais características de uma ferramenta de apoio ao teste de regressão estrutural baseado na família de Critérios Potenciais-Usos e uma estratégia para sua aplicação. A ferramenta, denominada RePoKe- Tool (Regression Testing support for Potencial-Uses Criteria Tool), pode ser aplicada em unidades (e.g., funções, procedimentos) que foram testadas através da ferramenta de teste POKE-TOOL e sofreram manutenção corretiva (teste de regressão corretivo) ou então adaptativa ou perfectiva (teste de regressão progressivo), utiliza estratégia seletiva para identificar apenas os elementos requeridos para o teste estrutural (caminhos e associações) que foram inseridos ou modificados após essa manutenção e sugere um subconjunto dos casos de teste originais que, potencialmente, cobre esses elementos. Além disso, configura e atualiza os arquivos necessários para que a POKE-TOOL possa realizar o teste de regressão. o trabalho apresenta também estudos de casos que mostram a viabilidade da aplicação de uma estratégia de seleção de casos de testes de regressão baseada em conceitos de teste funcional, com objetivo de atingir um bom índice de cobertura de elementos requeridos selecionados para o teste de regressão estrutural. Os resultados obtidos através desses estudos de casos contribuíram para a definição de um Guia de Referência para Programadores de Manutenção, cujo objetivo é diminuir os altos custos envolvidos com o Teste de Regressão, sem relevar para segundo plano o principal objetivo de qualquer atividade de teste: a revelação de defeitos no software / Abstract: This work presents the most relevant concepts and characteristics of a regression testing tool, based upon Potential Uses Criteria and a strategy to be applied. RePoKe- Tool (Regression Testing support for Potential-Uses Criteria Tool) can be used in units (e.g., functions and procedures). These units, previously tested by POKE-TOOL testing tool, have been modified either by means of a corrective maintenance (which implies in corrective regression testing) or by means of an adaptive or perfective maintenance (which implies in progressive regression testing). This regression testing toei uses a selective strategy to identify modified and new required elements for white-box testing (paths and associations) and select a subset of original test cases (used in original testing procedures) which potentialiy may cover these elements. Furthermore, the POKE-TOOL environment is reconfigured to avoid regression testing procedures. This work presents, additionaliy, a study of cases that show a selection strategy based upon black-box testing concepts that obtain an expressive cover of white-box required elements. The results help the definition of a guideline to support maintenance programming activities, whose objectives are to save cost and, above all, to reveal faults in modified software / Mestrado / Mestre em Engenharia Elétrica
4

Análise de impacto de mudança de software: uma metodologia baseada em ontologias

Pires, Vanessa Barbisan January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:42:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000421352-Texto+Completo-0.pdf: 1990541 bytes, checksum: 50bb269d146dfb27631bf26a1d95c2bf (MD5) Previous issue date: 2006 / When a change requirement is generated during a software project, all information necessary for its development must be traced. In this context, the change impact analysis focus on finding the probability of an artifact impact to be modified. The main goal of this work is to develop a change impact methodology for software maintenance projects. To analyze the change impact it is necessary to use a traceability methodology. In our approach, the traceability is enforced by the ontology concepts that are generated from the domain model during the software development process. The methodology validation will be made by an experiment. / Quando um requisito de mudança é solicitado durante um projeto de manutenção, toda a informação referente a ele deve ser rastreada a fim de que seja possível desenvolvê-lo. Nessa realidade está inserida a análise de impacto de uma mudança que visa, entre outras coisas, estabelecer a probabilidade de impacto que um artefato terá. O principal objetivo desse trabalho é o desenvolvimento de uma metodologia de análise de impacto de mudança em pro-jetos de manutenção de software. Para que seja possível realizá-la, é preciso rastrear os artefatos que compõem o sistema. O rastreamento é realizado pelos conceitos da ontologia gerada durante o processo de desenvolvimento de software a partir do modelo de domínio.
5

Recomendações para melhorar a manutenabilidade de sistemas baseados em COTS

Miyazawa, Aurea Matsumura 15 November 2003 (has links)
Orientador: Eliane Martins / Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Computação / Made available in DSpace on 2018-08-08T18:09:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Miyazawa_AureaMatsumura_M.pdf: 9399060 bytes, checksum: 8cc4411a5037c9e0b55553a4d4b6794a (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: Produtos COTS (Commercial-Off-The-Shelt)são soluções prontas e disponíveis no mercado que reduzem o tempo de desenvolvimento e o custo do sistema, portanto integrá-los em um único sistema parece ser então, a grande solução para construir sistemas com várias funcionalidades e com tecnologia de ponta em tempo reduzido. Mas por outro lado, o conceito destes sistemas integrados traz consigo diferentes desafios e riscos à equipe de manutenção, responsáveis pela alteração e correção de erros. Cientes da importância da fase de manutenção, procuramos neste estudo atividades que possibilitassem viabilizar a manutenção deste tipo de sistemas. Analisando a literatura, levantamos os riscos associados à manutenção destes sistemas e as estratégias existentes para minimizá-Ios, porém as várias nuances sobre o termo "manutenabilidade"dificultavam entender objetivamente o impacto destas estratégias, o que nos levou a buscar a definição de "manutenabilidade" em termos de características da qualidade, tomando-a mais precisa. Apresentamos neste estudo uma associação entre cada estratégia levantada, os riscos minimizados e as características da manutenabilidade afetadas. Estas estratégias foram agrupadas em 6 níveis de abstração, indicando a fase do desenvolvimento de um sistema que elas deverão ser realizadas.:Requisitos, Planejamento, Arquitetura, Testes e Manutenção, Gerência de Configuração e Controle de Qualidade. O objetivo desta associação é permitir que a equipe do projeto possa previnir-se dos riscos envolvidos, decidindo quando e como melhorar as várias faces da manutenabilidade, contribuindo desse modo para um sistema COTS de baixo custo derivado de uma fase de manutenção adequada / Abstract: A Commercial-Off-The-Shelf (COTS) software is an already-built product where functionalities can be acquired immediately, obtained at significantly lower price and developed by experts. From this point-of-view construct systems that integrate COTS products seems to be a great solution for a challenge: create software systems with a large number of functionalities and high technology in a reducedtime-to-market. But on the other hand, the handling of COTS products brings new challenges to the maintenance personnel who are required to evolve and enhance these systems. As software maintenance is long known as one of the most expensive and resource-requiringphase of the software development,we look for some strategies for building maintainable COTS systems. First of all, we identified some risks associated with maintenance of COTS systems, and suggest some strategies that can be developed to promote the system maintainability. But the definitions for maintainability are many and its various nuances are often confused or misunderstood, therefore, we look for a maintainability concept that defines the characteristic of the maintainability requirement in component-based software systems in order to clarify the impact of maintainability on software systems. We present in this study an association between each identified strategies, the minimized risks and the maintainability characteristics affected. Six abstraction levels, indicating when they must be implemented, grouped these strategies:Requirement, Project Planning,Coding, Testing and Maintenance, Configuration Management and Quality Control. This association attempts to assist project team to become aware of involved risks and to define when, where and how they should pay attention to the many faces of maintainability, contributing for a low-cost COTS system derived of a adequate maintenance phase / Mestrado / Mestre Profissional em Computação
6

Um sistema de recomendação de código-fonte para suporte a novatos

BARBOSA, Yuri de Almeida Malheiros 31 January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:00:44Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo6895_1.pdf: 1091353 bytes, checksum: a93fceac2e2a0d3c9f500615e3a1eebe (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2011 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Novatos em um projeto de desenvolvimento de software costumam ter problemas nas suas primeiras tarefas, porque antes de tornarem-se produtivos como os desenvolvedores mais experientes, eles precisam aprender as ferramentas, como o código-fonte está organizado, como todo projeto funciona, entre outras atividades. Muitas vezes, para ensinar a um novato o que ele precisa, um mentor, alguém mais experiente no projeto, é alocado para guiá-lo nos seus primeiros passos. Durante o desenvolvimento de software os desenvolvedores interagem com sistemas de controle de versão, sistemas de controle de mudanças e listas de discussão. Todas essas ferramentas gravam artefatos e a este conjunto de dados damos o nome de memória do projeto. Sistemas de recomendação podem ajudar os desenvolvedores usando a memória do projeto para recomendar artefatos importantes e assim evitar a necessidade de comunicação contínua entre as pessoas. Usando um sistema de recomendação os desenvolvedores perguntam primeiro para o computador, portanto eles só precisam perguntar para outro desenvolvedor se o sistema de recomendação falhar em guiá-lo para a resposta correta. Este trabalho apresenta a criação de um sistema de recomendação para Engenharia de Software chamado Mentor. Seu objetivo é recomendar arquivos de código-fonte que devem fazer parte da solução de uma solicitação de mudança. Além disso são apresentados e discutidos os resultados de três experimentos realizados para comparar técnicas de atribuição de similaridade utilizando os dados dos projetos GTK+, Hadoop e GIMP. Usando o PPM para atribuir similaridade foram conseguidos resultados para recall rate entre 38,82% e 66,8%, e utilizando o LSI os resultados variaram entre 24,6% e 47,6%
7

Classificação e resolução de defeitos em manutenção de software utilizando ODC e histórico de soluções

Manhães, Marcelo Mota 29 August 2014 (has links)
Nos dias atuais, com o aumento da demanda de serviços de suporte, como, por exemplo, no campo da alta disponibilidade e do desempenho para o cliente e da demanda de custos mais baixos para as empresas de manutenção e hospedagem de software, a resolução de incidentes de software em um tempo menor junto ao cliente e a prevenção de defeitos tornaram-se um tópicos fundamentais. Além disso, a atividade de manutenção de software é uma das fases que consome mais tempo, esforço e consequentemente custo no ciclo de desenvolvimento de software. Balancear eficiência e custo torna-se um desafio para qualquer empresa de suporte em manutenção de software. A abordagem utilizada nesta pesquisa estabelece um processo para classificar defeitos e delinear um conjunto de melhores soluções para os defeitos classificados a partir do histórico de defeitos e a base de conhecimento do cliente. Esta classificação também separa complexidade de problemas para serem gerenciados pelo time de suporte mais adequado. O método base utilizado é o ODC (Classificação Ortogonal de Defeitos) e extensões voltadas ao suporte de software são propostas e utilizadas. Por meio desta pesquisa, é possível verificar se a classificação e associação de soluções podem acarretar em uma redução no tempo de atendimento dos incidentes de suporte. Foi observado em quatro amostras de dois clientes diferentes (X e Y) que utilizando a classificação dos defeitos, direcionamento correto aos times de suporte e agrupamento de soluções, promoveu uma redução no tempo de atendimento em 70% dos incidentes de suporte no cliente Y e 92,5% dos incidentes de suporte para o cliente X. A redução de tempo foi obtida pela redução no número de transferências entre os times de suporte e a redução de incidentes. O processo apresentado é incremental, pois é baseado no aumento das informações históricas e na eficácia das soluções propostas. Este método de soluções pode favorecer a redução dos recursos necessários para suportar sistemas computacionais em provedores de serviço. / Nowadays with the increasing of demand in support services such as high availability and performance faced by customers and low cost operations to software maintenance and hosting enterprises, the resolution of software incidents in less time and defect prevention turned a key point. Moreover, the software maintenance is one most time consuming and effort demanding and by consequence cost in software development life cycle. Balancing effectiveness and costs turn a challenge to any enterprise that manages support in software maintenance. The approach used on this research defines a process to classify defects and boundary a set of best solutions associated to these classes from defects history and customer knowledge base. Also this classification separates different problem complexities that can be handled to different support teams. The base method used is the ODC (Orthogonal Defect Classification). With this research is possible to verify that the classification and solutions associations with problem class can undertake a time reduction in incidents resolution in software maintenance. It was verified using four service provider samples in two different customers (X and Y) that classification of defects, correct support team redirection and best solution grouping helps on reduction of incidents resolution time between 70% of incidents to customer Y and 92,5 % of incidents to customer X. The reduction was reached with reduction in number of transfers between supporting teams and incidents number reduction. The process is incremental because it is unfolded from history information and from effectiveness into solutions purposed. This process can leverage human resources nedded to support computational systems in service providers.
8

Uma ferramenta para predição de mudanças conjuntas baseadas em informações de repositórios de software / A tool for predicting joint changes based on information from software repositories

Kuroda, Rodrigo Takashi 01 August 2017 (has links)
A manutenção é uma fase do ciclo de vida do software reconhecida por demandar uma grande quantidade de esforço em comparação às outras, como o desenvolvimento. As tarefas da manutenção envolvem a modificação do software, mais especificamente os artefatos que o compõe. O fato de modificar um determinado artefato pode afetar outras partes do software, cujo fenômeno é conhecido como impacto de mudança. Técnicas e ferramentas para apoiar a análise de impacto de mudança geralmente são baseadas em tipos de acoplamentos e têm sido propostas por diversos trabalhos na literatura, como as Regras de Associação e Aprendizado de Máquina usando Classificação. No entanto, essas técnicas não foram avaliadas do ponto de vista prático. Motivado pela falta de uma avaliação dessa perspectiva, esse trabalho realizou um experimento com uma ferramenta que implementa tais técnicas. Para tanto, foi desenvolvida uma ferramenta para automatizar a execução dessas técnicas para realizar predição de mudanças conjuntas de artefatos e apresentá-las ao desenvolvedor, além de coletar o feedback dos desenvolvedores na ferramenta. Com a ferramenta desenvolvida, foi realizada uma prova de conceito com o uso da ferramenta em tarefas de manutenção (defeitos) do projeto de software livre da Apache denominado CXF, por colaboradores novatos representados pelos alunos do curso de Ciência da Computação. Apesar de depender do desempenho das técnicas de predição de mudanças conjuntas, os resultados mostraram evidências que a ferramenta pode apoiar colaboradores novatos e, também, diminuir o esforço para realizar uma tarefa de manutenção de software, comparando quando nenhuma técnica é usada. / Maintenance is a stage of the software life cycle recognized by demanding a lot of effort in comparison to others, such as development. The maintenance tasks involve software modification, specifically the artifacts that compose it. Modifying a particular artifact can affect other parts of the software. This phenomenon is known as change impact. Techniques and tools to support the change impact analysis are usually based on types of couplings and have been proposed by several studies in the literature, such as the Association Rules and Machine Learning using Classification. However, these techniques have not been evaluated from the practical point of view. Therefore, a tool was developed to automate the execution of these techniques to predict joint changes of artifacts and present them to the developer, as well as collecting developers’ feedback on the tool. With the developed tool, a proof of concept was performed using the tool in maintenance tasks (bugs) of the Apache free software project called CXF, by novice collaborators represented by the students of the Computer Science course. Although it depends on the performance of joint change prediction techniques, the results showed evidence that the tool can support novice collaborators and also decrease the effort to perform a software maintenance task, comparing when no technique is used.
9

Uso de um framework transversal na camada de persistência do GRENJ

Zanon, Ivan Botacini 22 May 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-02T19:05:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2576.pdf: 1103330 bytes, checksum: 743349e5f58a8ca7b04150b896ad4b15 (MD5) Previous issue date: 2009-05-22 / Financiadora de Estudos e Projetos / Reuse of software artifacts, code, concepts and models of existing systems makes software development more agile, as well as provides higher quality process and products. Application Frameworks represents a reuse technique characterized by a model of an uncompleted application that satisfies the specifications of a certain domain and has to be customized to satisfy the requirements of a specific software system. Frameworks can be built under the object or aspect-oriented programming paradigms. Crosscutting Frameworks, a special kind of aspect-oriented framework are uncompleted structures that implements specifics crosscutting concerns that can be coupled to any base code. Therefore, the use of crosscutting frameworks in a generic structure that will be specialized, as an application framework, deserves attention and there is a lack of information about this topic in the literature. This master's thesis presents the GRENJFT application framework which was built from the insertion of a crosscutting framework, responsible for the persistence concern, to the GRENJ application framework structure. GRENJ-FT has the persistence concern isolated in a suitable way, what eases its comprehension and new application instantiations by users. Also the maintenances made in the GRENJ and crosscutting framework's structures, to enable this coupling are presented. Case Studies were conducted to verify that application's instantiations and functionality provided by the GRENJ remained the same in the GRENJ-FT. / A reutilização de artefatos de software, código, conceitos e modelos existentes em sistemas já construídos torna o desenvolvimento de software mais ágil, bem como propicia processos e produtos com mais qualidade. Frameworks de aplicação representam uma técnica de reúso que se caracteriza pelo modelo de uma aplicação semi-completa que atende às especificações de um determinado domínio e que deve ser customizado para atender aos requisitos específicos do sistema de software que se pretende desenvolver. Frameworks podem ser construídos sob o paradigma de programação orientada a objetos ou da programação orientada a aspectos. Frameworks transversais, um tipo especial de framework orientado a aspectos, são estruturas semicompletas que implementam o tratamento de um interesse transversal específico e podem ser acoplados a qualquer tipo de código. Porém, a aplicação de frameworks transversais em uma estrutura que ainda será especializada, como um framework de aplicação, merece atenção e há pouca informação na literatura especializada sobre o assunto. Esta dissertação de mestrado apresenta o framework de aplicação GRENJ-FT, oriundo da inserção de um framework transversal, responsável pelo tratamento do interesse de persistência, na estrutura do framework de aplicação GRENJ. GRENJ-FT possui o interesse de persistência isolado de maneira adequada, o que facilita sua compreensão e a instanciação de novas aplicações com o seu uso. Também são apresentadas as manutenções realizadas nas estruturas dos frameworks GRENJ e do transversal utilizado, para possibilitar tal acoplamento. Estudos de caso foram realizados, para verificar que tanto o processo de instanciação de aplicações quanto a funcionalidade oferecida pelo GRENJ se mantiveram inalteradas para o GRENJ-FT.
10

Um perfil de capacidade para a melhoria do processo em micro e pequenas organizações orientadas à manutenção e evolução de produtos de software

MOREIRA, Renata Teles 13 March 2015 (has links)
Submitted by Isaac Francisco de Souza Dias (isaac.souzadias@ufpe.br) on 2016-01-20T19:00:42Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) tese_renata_teles_moreira.pdf: 4134677 bytes, checksum: 94152a276087a859fe6f814585b11630 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-01-20T19:00:42Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) tese_renata_teles_moreira.pdf: 4134677 bytes, checksum: 94152a276087a859fe6f814585b11630 (MD5) Previous issue date: 2015-03-13 / CAPES / Manutenção e Evolução de Software é a atividade de ajustar, consertar ou melhorar algum software ou componente desenvolvido, portanto, possui características próprias que diferem das atividades convencionais de desenvolvimento de software. Esta é uma atividade crítica e seu custo varia de 50% a 80% do ciclo de vida do software. Desta forma, iniciativas de melhoria do processo para organizações orientadas à manutenção e evolução de produtos de software devem ser adaptadas para melhor alinhamento ao modelo e objetivos de negócio deste tipo de organização. Isto é ainda mais agravado quando se considera o contexto das organizações de micro e pequeno porte, onde as iniciativas de melhoria do processo têm que minimizar os efeitos limitantes do seu porte e maximizar os benefícios inerentes à inserção dos processos. Considerando este cenário, este trabalho propõe um Perfil de Capacidade de Processo (PCP), baseado nos modelos CMMI-DEV e CMMI-SVC, para apoiar a melhoria do processo em micro e pequenas organizações orientadas à manutenção e evolução de produtos de software. O PCP foi definido a partir de estudos de Mapeamento Sistemático da Literatura e estudos de Pesquisa-Ação na indústria. Este PCP agrega boas práticas do modelo de referência para melhoria dos serviços, apoiando a gestão de atividades de manutenção de software e serviços correlatos, em conjunto com boas práticas do modelo de referência para desenvolvimento de software, apoiando a gestão técnica dos produtos mantidos. Além dos resultados favoráveis identificados na execução da Pesquisa-ação em três organizações, o PCP proposto foi avaliado através de um survey junto aos profissionais de cinco micro e pequenas organizações e três médias organizações inseridas no domínio investigado que utilizaram a abordagem. Os resultados do survey fornecem indícios que a abordagem proposta é relevante, viável e que seus benefícios são significativos segundo a percepção dos profissionais participantes do estudo. / Software Maintenance and Evolution (SME) is a set of activities carried out to adapt, fix or improve a software system or component. SME has its own characteristics which differ from the conventional activities related to new software development. Being critical to maintain the usefulness of software systems, SME accounts to about 50%-80% of the total costs of the software development life cycle. Therefore, process improvement (PI) initiatives for software companies involved with SME must be adapted in order to achieve alignment with each company’s business model and objectives. This is particularly important to small companies, in which the PI initiatives must consider the limits imposed by the size of these companies and, at the same time, leverage the benefits provided by the PI. This work proposes a Process Capacity Profile (PCP), based on CMMI-DEV and CMMI-SVC models, for supporting PI initiative in small organizations driven by SME activities. The PCP definition was achieved through a Systematic Mapping Study of the literature and three action-research studies performed in three software companies. The PCP embodies good practices from CMMI-SVC, for supporting management activities for SME and related services, in conjunction with from CMMI-DEV, thus supporting technical management of the maintained software products. In addition to the positive results from the action-research studies, the PCP was evaluated through a survey with professionals of 3 medium sized companies and 5 small sized companies involved with SME activities that have used the approach. During this evaluation, we could understand the relevance and applicability of the PCP in the context of these companies. The results provide evidences about the relevance, viability and significant benefits from the use of the PCP, in the perception of the study participants.

Page generated in 0.1042 seconds