• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 165
  • 14
  • 4
  • Tagged with
  • 183
  • 183
  • 144
  • 45
  • 36
  • 34
  • 32
  • 28
  • 27
  • 25
  • 25
  • 24
  • 23
  • 23
  • 22
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

FREVoz: um framework para automação de testes de voz

SILVA, Alex Antônio Cândido 07 March 2017 (has links)
SILVA, Alex Antônio Cândido, também é conhecido em citações bibliográficas por: CÂNDIDO SILVA, Alex Antônio / Submitted by Pedro Barros (pedro.silvabarros@ufpe.br) on 2018-09-14T20:29:28Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Alex Antônio Cândido Silva.pdf: 3944433 bytes, checksum: a0a44e61bdf86ca24e8954101b8e922f (MD5) / Approved for entry into archive by Alice Araujo (alice.caraujo@ufpe.br) on 2018-09-18T15:25:32Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Alex Antônio Cândido Silva.pdf: 3944433 bytes, checksum: a0a44e61bdf86ca24e8954101b8e922f (MD5) / Made available in DSpace on 2018-09-18T15:25:33Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Alex Antônio Cândido Silva.pdf: 3944433 bytes, checksum: a0a44e61bdf86ca24e8954101b8e922f (MD5) Previous issue date: 2017-03-07 / Teste de software é uma das atividades desempenhadas durante o ciclo de desenvolvimento de um software. Ele é o principal responsável por garantir a qualidade do produto sob desenvolvimento. Essa atividade está presente nos diversos tipos de produtos de software desenvolvidos, desde aplicações desenvolvidas em plataformas para desktop, web e dispositivos móveis. A tecnologia presente nos dispositivos móveis tem facilitado cada vez mais a vida do usuário final enquanto as possibilidades de interação tem se tornado mais natural através de novos tipos de interfaces de interação por gestos e voz. As interações mais tradicionais como o toque na tela não são mais consideradas desafiadoras, uma vez que são amplamente suportadas pelos frameworks de automação de teste disponíveis no mercado, diferentemente das interações através da voz humana, que não possuem ferramentas com tal suporte. Diante desse cenário, esse tipo de teste acaba sendo executado de forma manual, onde o testador precisa interagir diretamente com o dispositivo através da voz, ou então manipular em tempo real ferramentas que possibilitem a execução de arquivos de áudio com gravações dos comandos de voz. O trabalho proposto, FREVoz – Um Framework para Automação de Testes de Voz, adiciona uma nova camada de comunicação ao framework FREVO, estendendo-o e permitindo-o o desenvolvimento de casos de teste com suporte a manipulação de áudios. Através dessa extensão, o desenvolvedor de testes automáticos consegue desenvolver e executar casos de teste de voz de maneira automática. FREVoz apresenta-se como uma alternativa viável para o desenvolvimento de scripts de automação de testes baseado em UI Automator, apesar de ser possível aplicar seus conceitos para outros tipos de tecnologias de automação de testes. Um estudo de caso foi realizado através da automação de uma suíte de testes de voz com o objetivo de comparar o tempo total gasto na execução através das duas abordagens, manual e automática. Também foi realizado um experimento com 3.840 execuções de casos de teste, possibilitando exercitar a aplicação de reconhecimento de voz disponível nos dispositivos móveis na plataforma Android, o Google Voice Search, para 16 comandos válidos contendo 3 variações de áudios com qualidade e entonação diferentes. Cada uma dessas variações foi executada 10 vezes em 8 idiomas suportados, com o propósito de avaliarmos o comportamento da aplicação Google Voice Search perante o reconhecimento desses comandos, bem como realizarmos uma avaliação da qualidade dos recursos de áudio utilizados. Neste experimento, simulamos alguns dos testes de voz realizados dentro do contexto do convênio entre o Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco e a Motorola. / Software testing is one of the activities performed during the software development cycle. It is primarily responsible for ensuring the quality of the product under development. Testing is present in the various types of software products developed, from applications developed for desktop and web up to mobile platforms. The technology present in mobile devices has increasingly facilitated the life of the end user. For instacne, the ways of interaction have become more natural through new types of interfaces like gestures and voice. More traditional interactions such as touch screen are no longer considered challenging, since they are widely supported by the test automation frameworks available in the market. Differently, interactions through the human voice, which do not have tools with such support, are still a challenge. Given this scenario, this kind of test is executed manually, where the tester needs to interact directly with the device through her voice, or to manipulate real time tools to play audio files containing the commands that will exercise the voice feature. This work introduces FREVoz – A Framework for Automation of Voice Testing. FREVoz extends the framework FREVO by adding a new layer of communication that allows the development of test cases with support for audio manipulation. Through this extension, test developer can automatically program and execute voice test cases.FREVoz is presented as a viable alternative to the development of test automation scripts based on UI Automator, although it may be possible to apply its concepts to other types of test automation technologies. A case study was carried out through the automation of a suite of voice tests with the objective of comparing the total time spent in execution through the two approaches, manual and automatic. An experiment was also carried out with 3,840 test cases, making it possible to exercise the speech recognition application available on mobile devices on the Android platform, Google Voice Search, for 16 valid commands containing 3 variations of audios with different quality and intonation. Each of these variations was performed 10 times in 8 supported languages in order to evaluate the Google Voice Search application behavior in recognizing of these commands, as well as to perform an evaluation of the quality of the audio resources used. Thus, we have simulated some of the voice tests made within the context of the cooperation project between the Center of Informatics of Federal University of Pernambuco and Motorola.
2

Metodologia baseada em métricas de teste para indicação de testes a serem melhorados

BANDEIRA, Liane Ribeiro Pinto 31 January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:51:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 / Tendo em vista a grande atenção e aceitação que vem sendo dadas a Métricas de Software, pelo mercado e a academia, como uma boa forma de melhorar os processos de desenvolvimento de software e observando que a realização de testes tem sido considerada vital para o desenvolvimento de software com qualidade, buscou-se avaliar como métricas de software poderiam contribuir para melhoria dos testes realizados nas organizações de software. Muitas organizações têm investido pesado no processo de testes visando à prevenção e detecção eficiente de defeitos. Durante os ciclos de desenvolvimento e manutenção de software, testes são realizados com o objetivo de garantir que o mínimo de defeitos está sendo entregue com o produto. Para atingir esse objetivo e diante das limitações de tempo e recursos para conduzir testes de software, faz-se necessário que os casos de teste construídos sejam tão completos quanto possíveis e sejam eficazes em encontrar defeitos. No entanto, arquitetos de teste têm comumente criado e mantido casos de teste, principalmente testes de integração de funcionalidades e testes sistêmicos, sem nenhum método formal que avalie a qualidade do que está sendo produzido e se o resultado obtido está sendo satisfatório. Este trabalho estabelece uma metodologia para apoiar a manutenção de casos de testes, a partir de um conjunto de métricas de teste, possibilitando definir um escopo de casos de teste indicados a melhoria, de tal forma que esses testes possam agregar maior valor ao produto desenvolvido pela organização
3

NLScripts: composição assistida de scripts de testes a partir de descrições em linguagem natural controlada

dos Prazeres Farias, João 31 January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:56:15Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo2792_1.pdf: 931660 bytes, checksum: 4fbbbf2620c36c3449796367f6b6c533 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 / Este trabalho apresenta o NLScripts, um plug-in que auxilia na geração de scripts de teste a partir de descrições em linguagem natural controlada (LNC). O NLScripts é voltado para desenvolvedores de scripts de teste, que através dele poderão reusar segmentos de scripts já disponíveis (na linha de reuso de software). Para isso, o plug-in utiliza técnicas de Recuperação de Informação para a criação do repositório de scripts, e para possibilitar consultas ao repositório. Uma ferramenta foi desenvolvida como plug-in do Eclipse. Alguns testes foram realizados utilizando um corpus de scripts de testes desenvolvidos previamente pelo time de automação de scripts de teste do projeto CIn/Motorola. Tal corpus foi composto por 985 scripts que, após a etapa de pré-processamento, gerou um repositório com mais de 20.000 segmentos de scripts. A precisão média na recuperação de itens a partir das consultas foi de 35%, o que foi julgado satisfatório pelos usuários que testaram a ferramenta. Acredita-se que este trabalho tem uma contribuição original, uma vez que não foi encontrado na literatura relacionada nenhum trabalho para reuso de scripts de teste a partir de consultas em LNC. Este trabalho é parte do projeto Test Research Project do CIn/BTC, que está sendo desenvolvido em uma parceria entre o CIn-UFPE e a Motorola. O propósito geral desse projeto é automatizar a geração, seleção e avaliação de casos de teste para aplicações de telefonia móvel
4

Test Case Selector: Uma Ferramenta para Seleção de Testes

Nereida Dantas Mafra, Juliana 31 January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:56:48Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo2991_1.pdf: 6547364 bytes, checksum: 03ab81c7244ab7c419279c96b7250ff6 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2010 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Esta dissertação descreve a ferramenta Test Case Selector (TCS), desenvolvida para auxiliar o usuário a selecionar casos de teste. O Test Case Selector foi desenvolvido no contexto de uma cooperação industrial com a Motorola, onde seleção de testes de regressão não é uma tarefa fácil. Em geral, uma suíte possui milhares de casos de testes e, em um ciclo de regressão, apenas algumas centenas podem ser executados, de acordo com a capacidade dos times de execução. Tal seleção é feita manualmente. O processo de seleção do TCS atribui pontos a cada caso de teste de acordo com 4 critérios de seleção: número de execuções, taxa de falhas por execução, número de defeitos novos encontrados e complexidade do teste. O usuário atribui pesos a cada critério e o TCS calcula uma média ponderada para cada caso de teste. Os casos de teste que mais pontuaram são mais relevantes para o ciclo de regressão. Para avaliar a ferramenta TCS, desenvolvemos uma ferramenta auxiliar de cálculo de métricas e executamos 3 estudos de caso. A métrica M1 calcula a intersecção existente entre as técnicas manual e automática e as métricas M2:1 e M2:2 calculam a efetividade da seleção automática baseado no percentual de casos de teste que acham defeitos e no percentual de defeitos encontrados, respectivamente. O primeiro estudo de caso compara a seleção manual com a seleção automática, o segundo avalia a efetividade da seleção automática realizada pelo TCS e o terceiro ilustra um processo de extração de pesos a partir do histórico de execução. De acordo com os resultados analisados, verificamos que no primeiro estudo de caso, não houve semelhança significativa entre os casos de teste selecionados de forma manual e automática. No segundo estudo de caso, observamos que a efetividade obtida ao considerar pequenos intervalos não foi satisfatória e no terceiro, através do processo de melhoria contínua, conseguimos detectar critérios que foram eficazes no passado e obtivemos resultados mais efetivos. As principais contribuições deste trabalho são: a definição de 4 critérios para seleção de casos de teste caixa-preta baseados em informações históricas e julgamento de especialistas; a implementação de ferramentas para mecanizar a seleção de casos de teste e realizar o cálculo automático das métricas; estudos de caso ilustrando o uso da ferramenta TCS em suítes reais e um processo de seleção de casos de teste baseado em melhoria contínua
5

Seleção de casos de teste baseada em similaridade de texto e cobertura de requisitos

José de Santana, Ricson 31 January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:58:14Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo3311_1.pdf: 1651244 bytes, checksum: d951f55ecc712adcb976dac6cac05133 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2011 / Com o objetivo de desenvolver software de qualidade, as empresas cada vez mais investem nas atividades de Testes de Software. No entanto, essa é uma atividade de custos elevados e que consome muito tempo. Assim, empresas de software e institutos de pesquisa têm investido na criação de ferramentas de geração automática de Casos de Testes a partir de especificações do software. Essas ferramentas têm por objetivo gerar suítes de teste que exercitem o código completo, a partir de combinações de passos de execução e resultados esperados. Contudo, essas ferramentas geralmente geram uma quantidade excessiva de Casos de Teste (CTs). Quando não há tempo ou recursos disponíveis para executar a suíte completa, os responsáveis pelos testes são obrigados a selecionar um subconjunto da suíte original, que possa ser executado no tempo disponível, porém garantindo a cobertura dos requisitos associados à suíte original. Este trabalho propõe uma estratégia de Seleção Automática de Casos de Testes que utiliza a similaridade de texto dos CTs como critério de seleção, preservando a cobertura de requisitos da suíte original. Foi implementado um protótipo que implementa essa estratégia, o Sim_TC. Esse sistema elimina os CTs que atingirem um limiar de similaridade textual determinado pelo analista responsável por testar o software, garantido sempre que os CTs eliminados tenham seus requisitos associados cobertos pelos Casos de Testes restantes. Experimentos realizados aplicaram o Sim_TC a duas suítes diferentes de casos de teste, a fim de comparar o desempenho da seleção manual versus automática. Nesses experimentos, o desempenho do protótipo foi bastante satisfatório, garantindo a cobertura de requisitos da suíte original. Esse protótipo deverá ser integrado à ferramenta TaRGeT, para geração automática de suítes de casos de teste a partir especificações de casos de uso
6

Uma metodologia de teste de acessibilidade para usuários cegos em ambientes Web

Chalegre, Virgínia Carvalho 31 January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:00:05Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5847_1.pdf: 3582776 bytes, checksum: bb0da818b307d9a935d88cd28b40d812 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2011 / Atualmente, o mundo está na era da inclusão digital e a acessibilidade das páginas Web se tornou uma preocupação global, visto que este ambiente desempenha um papel fundamental no cotidiano das pessoas com deficiência. Este ambiente facilita a vida dessas pessoas, permitindo-lhes criar novas formas de relacionamentos e atividades antes inviáveis. Os criadores de conteúdo Web devem tornar as suas produções compreensíveis e navegáveis. Isto passa não só por uma linguagem clara e simples, mas também pela disponibilização de meios compreensíveis para proceder à navegação entre páginas e no interior delas. A inclusão de formas de navegação e orientação nas páginas é um fator que potencializa a acessibilidade e a facilidade de utilização para todos (W3C, 1999). Com o pensamento de que todos têm o mesmo direito ao acesso das informações e com a falta de um processo de testes que abranja recomendações de acessibilidade, foi desenvolvida, neste trabalho, uma metodologia para testes de acessibilidade. A objetivo foi inspecionar todas as fases do projeto, desde a sua concepção, quando o plano de teste é feito, até a entrega, após examinar os resultados dos testes, antecipando os erros, gerando menos retrabalho, reduzindo os custos do projeto e fazendo com que seja dada a devida importância para a acessibilidade
7

Jogos educacionais: uma contribuição para o ensino de teste de software / Educational games: a contribution to the software testing education

Pedro Henrique Dias Valle 05 December 2016 (has links)
O teste de software é considerado uma importante atividade na garantia da qualidade de produtos de software. No entanto, há uma carência de profissionais qualificados nessa área. Isso pode ser ocasionado pela dificuldade de ensinar teste de software por meio de abordagens que utilizem apenas aulas teóricas e ferramentas de teste tradicionais. Além disso, há uma desmotivação decorrente do ambiente de trabalho e das estratégias de alocação e responsabilidade desses profissionais nas equipes de desenvolvimento e teste. Para amenizar esses problemas, têm sido utilizado outras abordagens de apoio ao ensino de teste de software, tais como: jogos educacionais, ensino de teste com programação, módulos educacionais, entre outras. O objetivo deste projeto de mestrado foi desenvolver um jogo educacional, denominado Testing Game, para auxiliar o ensino de teste de software, especificamente: teste funcional, teste estrutural e teste de mutação. Para auxiliar o desenvolvimento do Testing Game, foi realizado um mapeamento sistemático para selecionar um motor de jogos. Na primeira versão do jogo foi utilizado o motor de jogos Cocos2D e na segunda versão foi utilizado o Construct 2. Para avaliar a eficiência do Testing Game, realizou-se um estudo de viabilidade com o intuito de avaliar a qualidade com relação à motivação, experiência do usuário e aprendizagem sob o ponto de vista dos estudantes. Além disso, avaliou-se a usabilidade do Testing Game. Aproximadamente 85,64% das pessoas que participaram do estudo avaliaram a qualidade do jogo de forma positiva com relação à motivação, experiência do usuário e aprendizagem sob o ponto de vista dos estudantes. Quanto à usabilidade do jogo, foram identificados poucos problemas, o que possibilita a liberação do jogo. Por meio deste trabalho, percebeu-se que o jogo Testing Game poderia ser utilizado como um recurso complementar de apoio ao ensino de teste de software, e sua efetividade ser avaliada. / Software testing is a relevant activity to provide evidences of qualifty of software products. However, there is a lack of qualified professionals in this area. This can be caused due to difficulty in teaching software testing through approaches that use only theoretical classes traditional tools. In addition, there is a lack of motivation due to the work environment and the strategies of allocation and responsibility of these professionals in development and testing teams. To mitigate these problems, approaches have been used to support software testing education, such as: educational games, integrated teaching of software testing with programming, educational modules, among others. The objective of this masters thesis was to develop an educational game named Testing Game, addressing the following topics: functional testing, structural testing and mutation testing. To support the development of the Testing Game, we performed a systematic mapping aiming at selecting a game engine. In the first game version, we used Cocos2D and in the second one we used Construct 2. To evaluate the efficiency of the game, we conducted a feasibility study to evaluate the quality regarding motivation, user experience and learning from the point of view of the students. Moreover, we also evaluate the usability of the Testing Game. Approximately 85.64% of people who participated in the study assessed the quality of the game in a positive perspective regarding motivation, user experience and learning from the point of view of the students. Regarding the usability of the game, students identified minor problems were identified, which allows the release of the game. Through this work, we realize that the game Testing Game can be used as a complementary resource to support software testing education, and its effectiveness be evaluated.
8

Jogos educacionais: uma contribuição para o ensino de teste de software / Educational games: a contribution to the software testing education

Valle, Pedro Henrique Dias 05 December 2016 (has links)
O teste de software é considerado uma importante atividade na garantia da qualidade de produtos de software. No entanto, há uma carência de profissionais qualificados nessa área. Isso pode ser ocasionado pela dificuldade de ensinar teste de software por meio de abordagens que utilizem apenas aulas teóricas e ferramentas de teste tradicionais. Além disso, há uma desmotivação decorrente do ambiente de trabalho e das estratégias de alocação e responsabilidade desses profissionais nas equipes de desenvolvimento e teste. Para amenizar esses problemas, têm sido utilizado outras abordagens de apoio ao ensino de teste de software, tais como: jogos educacionais, ensino de teste com programação, módulos educacionais, entre outras. O objetivo deste projeto de mestrado foi desenvolver um jogo educacional, denominado Testing Game, para auxiliar o ensino de teste de software, especificamente: teste funcional, teste estrutural e teste de mutação. Para auxiliar o desenvolvimento do Testing Game, foi realizado um mapeamento sistemático para selecionar um motor de jogos. Na primeira versão do jogo foi utilizado o motor de jogos Cocos2D e na segunda versão foi utilizado o Construct 2. Para avaliar a eficiência do Testing Game, realizou-se um estudo de viabilidade com o intuito de avaliar a qualidade com relação à motivação, experiência do usuário e aprendizagem sob o ponto de vista dos estudantes. Além disso, avaliou-se a usabilidade do Testing Game. Aproximadamente 85,64% das pessoas que participaram do estudo avaliaram a qualidade do jogo de forma positiva com relação à motivação, experiência do usuário e aprendizagem sob o ponto de vista dos estudantes. Quanto à usabilidade do jogo, foram identificados poucos problemas, o que possibilita a liberação do jogo. Por meio deste trabalho, percebeu-se que o jogo Testing Game poderia ser utilizado como um recurso complementar de apoio ao ensino de teste de software, e sua efetividade ser avaliada. / Software testing is a relevant activity to provide evidences of qualifty of software products. However, there is a lack of qualified professionals in this area. This can be caused due to difficulty in teaching software testing through approaches that use only theoretical classes traditional tools. In addition, there is a lack of motivation due to the work environment and the strategies of allocation and responsibility of these professionals in development and testing teams. To mitigate these problems, approaches have been used to support software testing education, such as: educational games, integrated teaching of software testing with programming, educational modules, among others. The objective of this masters thesis was to develop an educational game named Testing Game, addressing the following topics: functional testing, structural testing and mutation testing. To support the development of the Testing Game, we performed a systematic mapping aiming at selecting a game engine. In the first game version, we used Cocos2D and in the second one we used Construct 2. To evaluate the efficiency of the game, we conducted a feasibility study to evaluate the quality regarding motivation, user experience and learning from the point of view of the students. Moreover, we also evaluate the usability of the Testing Game. Approximately 85.64% of people who participated in the study assessed the quality of the game in a positive perspective regarding motivation, user experience and learning from the point of view of the students. Regarding the usability of the game, students identified minor problems were identified, which allows the release of the game. Through this work, we realize that the game Testing Game can be used as a complementary resource to support software testing education, and its effectiveness be evaluated.
9

Uma estratégia para escrita de cenários de caso de uso voltados à geração automática de casos de teste. / A strategy for writing case-of-use scenarios for the automatic generation of test cases.

JUCÁ, Makelli Araújo. 19 September 2018 (has links)
Submitted by Johnny Rodrigues (johnnyrodrigues@ufcg.edu.br) on 2018-09-19T18:09:53Z No. of bitstreams: 1 MAKELLI ARAÚJO JUCÁ - DISSERTAÇÃO 2009..pdf: 12135962 bytes, checksum: d699e02ec820fcd56814a80474c653a5 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-09-19T18:09:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 MAKELLI ARAÚJO JUCÁ - DISSERTAÇÃO 2009..pdf: 12135962 bytes, checksum: d699e02ec820fcd56814a80474c653a5 (MD5) Previous issue date: 2009-07-01 / A utilidade do modelo produzido abrange uma diversidade de atividades no ciclo de vida do produto, variando de aprimoramento da qualidade da especificação à geração de teste. Teste baseado em modelos é uma das técnicas de teste de software que se beneficia da utilização do modelo de software. A id´eia ´e comparar comportamentos de entrada e saída do modelo do sistema com o sistema propriamente dito. Neste processo, o modelo atua como o plano de teste e a manutenção dos casos dos testes devido à mudanças de requisitos se reflete em alterações no modelo. O processo de testes e constitui, portanto, de uma atividade que ocorre mais cedo dentro do processo de desenvolvimento. Além do mais, a automação ocasiona um maior número de casos de teste. Embora tenha características promissoras, a adoção industrial tem sido bastante limitada. O modelo elaborado com propósito de testar figura como elemento principal dos obstáculos encontrados pela introdução da nova técnica. Neste sentido, foram levantados problemas específicos associados ao contexto do ambiente Motorola. Este trabalho tem por objetivo geral propor uma abordagem de construção do modelo de entrada utilizado pela técnica MBT. O problema fundamental é facilitar o processo de escrita de casos de uso a partir de documentos de requisitos e ao mesmo tempo tornar o processo mais apropriado e completo para a geração de casos de teste. Para isso, elaboramos uma metodologia de escrita de cenários de caso de uso utilizando como formalismo diagramas de sequência da versão 2 do frame work UML onde propomos um procedimento para utilização de padrões de casos de teste dentro da atividade de elaborac¸˜ao do modelo de teste, uma notação para relacionar casos de uso e uma abordagem para descrever casos de uso em dois níveis de abstração. / The usefulness of the model produced on software development covers a range of activities in the product life cycle, ranging from improving the quality of the specification to the test generation . Model Based Testing is one of the software test technique that benefits from the use of software model. The MBT idea is to compare behavior of input and output of the system model with the real system. In this process, the model serves as the testing plan and the test cases maintenance due to requirements changes are reflected in model changes. Therefore, the testing process is an activity that occurs early in the development process. Moreover, automation leads to a greater number of test cases. Although promising characteristics,the industry adoption has been very limited. The model developed with test purpose is included as part of the main obstacles encountered by the introduction of new technology. Accordingly, we raised specific problems with regard to environmental Motorola. Thiswork aims to general propose an approach to constructing the model used by the MBT technical. The fundamental problem is to facilitate the process of writing use cases from requirements documents, while making the process more appropriate and complete for the test cases generation. For this, we develop a strategy for writing use cases cenarios using the formalism of sequence diagrams of UML version 2 where we propose a procedure for use of test cases patterns in the activity of producing the test model, anotation to describe use cases relationship and an approach todescribe use cases in two levels of abstraction.
10

Gerenciamento de Equipes de Teste de Software Distribuídas: Desafios e Boas Práticas

Mendonça Neto, Dácio Nery de 17 March 2014 (has links)
Submitted by Lucelia Lucena (lucelia.lucena@ufpe.br) on 2015-03-06T18:47:39Z No. of bitstreams: 2 Dissertação Dácio Nery de Mendonça Neto.pdf: 3851842 bytes, checksum: 72ed5f320d8087d9691f46c3fdf20848 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-06T18:47:39Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação Dácio Nery de Mendonça Neto.pdf: 3851842 bytes, checksum: 72ed5f320d8087d9691f46c3fdf20848 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2014-03-17 / A área de teste de software é muito importante, pois o teste é um dos instrumentos utilizados para determinar a qualidade do software. As empresas de software vêm adotando muitas estratégias em busca de diferenciais para manter-se competitivas no mercado. Nos últimos anos, os projetos de desenvolvimento de software estão se tornando cada vez mais distribuídos. Existem vários desafios relacionados a equipes de teste, principalmente quando as mesmas estão distribuídas, devido especialmente a aspectos como a dispersão geográfica, dispersão temporal e diferenças culturais. Embora a área de teste esteja ganhando cada vez mais notoriedade, existe uma carência de estudos empíricos que permitem enumerar medidas confiáveis relacionadas com o gerenciamento de teste em ambientes distribuídos. O objetivo desta dissertação é identificar os desafios no gerenciamento de equipes de teste distribuídas no intuito de levantar boas práticas para minimizar os desafios encontrados. Para identificar os desafios, foram realizadas nove entrevistas semiestruturadas com gerentes e líderes que têm experiência no gerenciamento de equipes de teste distribuídas em empresas privadas tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos. Após a análise dos dados das entrevistas, foram levantados 31 desafios separados em dez grandes áreas. Para minimizar os desafios encontrados foram indicados dez grupos de boas práticas baseados na literatura, os artigos foram retirados dos sites de buscas como: IEEE, Science Direct, Google Scholar e ACM Digital Library, posteriormente os grupos de boas práticas foram avaliados por oito profissionais que atuam em cargo de liderança em equipes de teste distribuídas através de um questionário. O propósito principal da avaliação foi identificar se os entrevistados acreditam que os grupos de boas práticas indicados ajudam a minimizar os desafios em equipes de teste distribuídas e levantar quais as recomendações já são utilizadas pelos mesmos. A avaliação positiva dos entrevistados quanto aos grupos de boas práticas, indica que as recomendações podem ajudar no gerenciamento das equipes de teste distribuídas. Este trabalho contribuiu com o levantamento dos desafios no gerenciamento de equipes de teste distribuídas, indicação de dez grupos de boas práticas e no levantamento das recomendações já utilizadas nas grandes empresas. Apesar de algumas recomendações já serem utilizadas, é necessário cada vez mais difundir boas práticas para apoiar esse tipo de gerenciamento.

Page generated in 0.0765 seconds