• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 28
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 31
  • 31
  • 18
  • 10
  • 7
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

RIPLE-RE: A requeriments engineering process for software product lines

Ferreira Santana Neiva, Danuza 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:55:51Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo2329_1.pdf: 8230070 bytes, checksum: 101572b9c6abfdcf32c5faef00f4a617 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / Faculdade de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco / Linhas de Produto de Software é uma importante estratégia de reuso para minimizar custos e tempo de entrega das aplicações, e maximizar a qualidade e produtividade do desenvolvimento de software. Entretanto, isso envolve o gerenciamento dos pontos comuns e variáveis entre diferentes aplicações, que aumenta sua complexidade quando comparado com desenvolvimento de software tradicional. Assim, desenvolver uma Linha de Produto requer tempo e planejamento para apresentar resultados positivos, ao contrário, o investimento pode ser perdido devido a falhas no projeto. Nesse contexto, um processo de Engenharia de Requisitos é importante para reduzir os riscos envolvidos em uma Linha de Produto, fornecendo gerenciamento e desenvolvimento de requisitos corretos. Por outro lado, existe um desafio chave em Engenharia de Requisitos para Linhas de Produto, que envolve uma solução adequada para gerenciar variabilidades, integrando-as e relacionado decisões em diferentes artefatos para facilitar a derivação de produtos. Assim, o desenvolvimento de Linhas de Produto deve ser apoiado por um processo de Engenharia de Requisitos adequado para o seu contexto. Atualmente, existem muitas abordagens de Engenharia de Requisitos para Linhas de Produto, entretanto, elas apresentam alguns problemas, tais como a ausência de um processo completo e sistemático, com detalhes suficientes para o ciclo de vida da Engenharia de Requisitos. Assim, este trabalho define um processo sistemático de Engenharia de Requisitos, descrevendo atividades, tarefas, entradas, saídas, papéis e guidelines para o contexto de Linhas de Produto, em uma forma usável, efetiva e eficiente. Por fim, um estudo experimental é apresentado para identificar a viabilidade do processo proposto
2

NLScripts: composição assistida de scripts de testes a partir de descrições em linguagem natural controlada

dos Prazeres Farias, João 31 January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:56:15Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo2792_1.pdf: 931660 bytes, checksum: 4fbbbf2620c36c3449796367f6b6c533 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 / Este trabalho apresenta o NLScripts, um plug-in que auxilia na geração de scripts de teste a partir de descrições em linguagem natural controlada (LNC). O NLScripts é voltado para desenvolvedores de scripts de teste, que através dele poderão reusar segmentos de scripts já disponíveis (na linha de reuso de software). Para isso, o plug-in utiliza técnicas de Recuperação de Informação para a criação do repositório de scripts, e para possibilitar consultas ao repositório. Uma ferramenta foi desenvolvida como plug-in do Eclipse. Alguns testes foram realizados utilizando um corpus de scripts de testes desenvolvidos previamente pelo time de automação de scripts de teste do projeto CIn/Motorola. Tal corpus foi composto por 985 scripts que, após a etapa de pré-processamento, gerou um repositório com mais de 20.000 segmentos de scripts. A precisão média na recuperação de itens a partir das consultas foi de 35%, o que foi julgado satisfatório pelos usuários que testaram a ferramenta. Acredita-se que este trabalho tem uma contribuição original, uma vez que não foi encontrado na literatura relacionada nenhum trabalho para reuso de scripts de teste a partir de consultas em LNC. Este trabalho é parte do projeto Test Research Project do CIn/BTC, que está sendo desenvolvido em uma parceria entre o CIn-UFPE e a Motorola. O propósito geral desse projeto é automatizar a geração, seleção e avaliação de casos de teste para aplicações de telefonia móvel
3

Specification, design and implementation of a reuse repository

BURÉGIO, Vanilson André de Arruda January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:59:51Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5652_1.pdf: 2564164 bytes, checksum: 6b08baa8253889819823661c59e9a6a0 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 / A disciplina de Reuso de Software tem crescido em importância, tornando-se uma ferramenta estratégica para empresas que almejam um aumento de produtividade, a obtenção de baixos custos e a alta qualidade dos seus produtos. Porém, antes de obtermos as vantagens inerentes ao reuso, é preciso termos mecanismos hábeis a fim de facilitar o armazenamento, a busca, a recuperação e o gerenciamento dos artefatos reusáveis. Nesse contexto, encaixa-se a idéia de repositórios de reuso. Um repositório de reuso pode ser entendido como uma base preparada para o armazenamento e a recuperação de componentes. O mesmo pode ser visto também, como um grande facilitador, que atua como suporte aos engenheiros de software e outros usuários no processo de desenvolvimento de software para e com reuso. Na literatura, existem diversos trabalhos que exploram repositórios de reuso, porém, o foco desses trabalhos está, quase sempre, voltado a questões de busca e recuperação de componentes e, muitas vezes, aspectos importantes de repositórios de reuso não são explorados adequadamente, como, por exemplo, o uso destes como ferramenta para auxiliar gerentes no monitoramento e controle do reuso em uma organização. Por outro lado, algumas questões levantadas por empresas que desejam construir um repositório de reuso continuam mal respondidas. Tais questões geralmente incluem: Que papéis um repositório deve desempenhar no contexto de reutilização? Quais são os principais requisitos de um repositório de reuso? Quais as alternativas práticas existentes? Como um repositório de reuso pode ser projetado? Motivado por essas questões, esta dissertação apresenta a especificação, o projeto e a implementação de um repositório de reuso baseado na análise das soluções existentes e em uma experiência prática de construção de um ambiente de reuso para fábricas de software. Adicionalmente, são discutidos os resultados obtidos, os problemas encontrados, e as direções futuras para pesquisa e o desenvolvimento
4

Software reuse process adaptation

Cavalcanti, Ana Paula Carvalho January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:00:18Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo6363_1.pdf: 922382 bytes, checksum: 0bcc9d31fab1bcb7043dbfd4ddaafc42 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 / O contexto atual de desenvolvimento de software requer certo grau de organização para desenvolver produtos e as Definições de Processos aparecem como uma tentativa de formalizar e estruturar o conjunto de passos, seguidos pela equipe, com o objetivo de entregar o produto final com a qualidade desejada pelo cliente. Nesse contexto, Reuso de Software emerge para aumentar o lucro das empresas e possibilitar o reuso de componentes produzidos em projetos anteriores. Os benefícios provenientes através introdução da disciplina de reuso para aumentar a produtividade das equipes e o desenvolvimento apropriado de produtos através de reuso requerem um determinado guia de atividades, contemplados pela definição de um Processo de Reuso para auxiliar as equipes executarem o desenvolvimento. No entanto, a introdução de processos de reuso, em organizações que já possuem práticas funcionais bem estabelecidas, é uma atividade mais complexa porque é importante preservar os hábitos institucionalizados e não mudar drasticamente práticas executadas propriamente pelas equipes. Nesse cenário, uma Adaptação, para introduzir um processo orientado a reuso em uma organização que já possui um processo de desenvolvimento, é necessária para minimizar as barreiras da implantação de um processo. Dessa forma, este trabalho tem o objetivo de apresentar um Processo de Adaptação, que coleta especificações de um processo orientado a reuso e um processo tradicional, para gerar uma descrição comum contemplando características e especificações dos cenários dos dois processos
5

AvComponent: um framework para desenvolvimento de componentes de realidade virtual em infraestrutura de compartilhamento de componentes em nuvem

Souza, Daniel Abella Cavalcante Mendonça de 27 November 2014 (has links)
Submitted by Luiza Maria Pereira de Oliveira (luiza.oliveira@ufpe.br) on 2015-05-15T14:30:21Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇÃO Daniel Abella Cavalcante Mendonça de Souza.pdf: 4644658 bytes, checksum: ad8335f311eb11160394a72e9e0e4287 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-05-15T14:30:21Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇÃO Daniel Abella Cavalcante Mendonça de Souza.pdf: 4644658 bytes, checksum: ad8335f311eb11160394a72e9e0e4287 (MD5) Previous issue date: 2014-11-27 / Cenários tridimensionais construídos com técnicas de RV estão sendo usados em sistemas nas mais diversas áreas, em especial em educação. Entretanto, durante o processo de criação, os ambientes tridimensionais, assim como os componentes de software desenvolvidos estão destinados à plataforma criada. Com intuito de permitir o compartilhamento de componentes em RV, sejam ambientes tridimensionais ou componentes de software, é apresentado o framework AvComponent, que permite aos mais diversos sistemas na área compartilhar seus componentes, assim como obter outros componentes, podendo ainda aprimorá-los. Para contemplar esta necessidade, técnicas de Desenvolvimento Baseado em Componentes foram desenvolvidas, em associação com ferramentas de Computação nas Nuvens, em especial o Banco de Dados nas Nuvens.
6

Busca e recuperação de componentes de software utilizando agrupamento de componentes

Veras, Ronaldo Cisneiros 31 January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:54:38Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1985_1.pdf: 1669122 bytes, checksum: d80eb6d9d156dc4d5fea44c91a40a019 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 / O desenvolvimento de software com reuso é uma abordagem que pode ser utilizada para alcançar dois benefícios principais: 1) incremento de produtividade nos projetos de software e 2) melhorias na qualidade final dos projetos. A abordagem de reuso de software pode ser instanciada através da estratégia de desenvolvimento de software baseada em componentes. De acordo com essa estratégia, grandes aplicações de software podem ser desenvolvidas a partir de partes reutilizáveis e pré-existentes, que devem estabelecer uma colaboração entre elas para prover as funcionalidade requeridas pela aplicação. Os locais onde esses componentes são armazenados (repositórios), e os processos para a busca e recuperação dos mesmos, são considerados pontos de constante pesquisa e discussão. Em um outro contexto, soluções baseadas em aprendizagem de máquina e inteligência artificial começam a produzir contribuições relevantes para problemas pertencentes ao ciclo de desenvolvimento de projetos de software, compreendendo campos como a estimativa de esforço de projetos de software e a predição de falhas, por exemplo. Esse trabalho possui o objetivo de investigar a utilização de técnicas de agrupamento de dados (clustering) (que fazem parte das técnicas de aprendizagem de máquina) ao problema do reuso de software. Para esse trabalho foram analisadas as técnicas de agrupamento por mapas auto-organizáveis (SOM), mapas autoorganizáveis que crescem hierarquicamente (GHSOM) e o agrupamento por árvores de sufixos (STC). É importante ressaltar que a aplicação de STC a este problema foi feita originalmente no nosso trabalho. Nesse cenário, a solução proposta foi implementada, gerando uma ferramenta web para busca e recuperação de componentes de software. A ferramenta Cluco (Clustering of Components) apresenta os resultados de uma busca por componentes, que satisfazem os critérios de uma consulta, na forma de grupos de componentes similares, onde esses grupos são gerados pelo algoritmo STC. Essa característica pode ser considerada uma contribuição relevante, pois o grande esforço manual em busca de similaridades, que deveria ser realizado pelos usuários, é executado automaticamente pelo sistema, à medida que os resultados de uma busca tornam-se disponíveis. Esta dissertação apresenta avaliações qualitativas e quantitativas da solução proposta. Vários usuários com vários níveis de experiência em engenharia de software avaliaram a ferramenta, através de realização de buscas e respondendo a um questionário contendo perguntas relativas à usabilidade e à qualidade da solução. Métricas para a avaliação de sistemas de recuperação de informação como, por exemplo, as métricas recall e precision foram utilizadas para fornecer validações quantitativas sobre a solução. Uma análise de desempenho comparando as técnicas investigadas nesse trabalho foi realizada. Esta análise mostrou a superioridade da técnica STC no problema de agrupamento dos componentes de software utilizados nesse trabalho (componentes Java). Considerando todos os resultados obtidos, pode ser concluído que a solução proposta contribui de forma positiva e relevante para o problema de busca e recuperação de componentes de software
7

Demotool: ferramenta integrada em plataforma de desenvolvimento de software de celular para reusar aplicativos

Frari, Douglas Daniel Del 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:55:57Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo2334_1.pdf: 3416384 bytes, checksum: 4bad3fbd523947572ca7831d8f5c4f40 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / Existe uma explosão do uso do celular em quase todos os cantos do mundo. A inovação no setor tem focado sobre o desenvolvimento da infra-estrutura de redes para os telefones celulares, sustentado pelas operadoras de celular, bem como a fabricação de dispositivos liderando o esforço. Por conta das commodities do tráfego de voz, as empresas estão buscando ofertar conteúdos como aposta de maior lucratividade. O que permite inferir que a tendência da indústria será incrementar o foco sobre a oferta de conteúdos, e o topo disso são através das tecnologias das Plataformas de Software de Celular (PSC) e o hardware dos fabricantes. Podemos observar que as empresas envolvidas nesta indústria requerem soluções que explorem novos modelos de negócio, voltados para aplicativos e conteúdos na forma de dados, e que tais soluções são operacionalizadas através do desenvolvimento de software usando as PSC. As PSC permitem construir e viabilizar as ofertas de dados, de acordo com as exigências dos usuários. Contudo, as empresas de mídia envolvidas utilizam as PSC em ambiente confuso, várias plataformas existentes, dispositivos diferentes, e que competem por definições de padrões na indústria. Neste sentido, os desenvolvedores de software precisam se adaptar às diferentes tecnologias das PSC. Por exemplo, elas dão suporte às linguagens de programação diferentes, e, por vezes, incompatíveis entre si, dificultando a curva de aprendizado, bem como, restringindo a portabilidade das aplicações produzidas. Além disso, existem muitas restrições que impedem e dificultam a manipulação dos recursos do celular usando as bibliotecas de software de programação (API)s. A proposta deste trabalho objetiva-se mostrar a ferramenta DemoTool, voltada para o desenvolvimento de aplicativos da linguagem Java, proposta e construída para reusar aplicativos e integrar o ambiente de desenvolvimento da fabricante de celular Motorola,Inc. Essa dissertação apresenta um estudo de caso usando o DemoTool, exemplificando e listando algumas problemáticas relacionadas ao processo de desenvolvimento de aplicativos para celular, realizado por desenvolvedores de terceiros, assim como, uma pesquisa de campo com usuários de celular no contexto da oferta de dados
8

RiPLE-TE: a software product lines testing process

MACHADO, Ivan do Carmo 31 January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:56:08Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo2740_1.pdf: 2644880 bytes, checksum: fe1eea41159301d1e53e77c4a7ffac36 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2010 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Linhas de Produtos de Software (SPL) pode ser considerada uma estratégia eficiente para o reuso de software. SPL oferece significativos benefícios econômicos para as empresas, tais como redução de custos, melhoria da qualidade e, redução do tempo de entrega de produtos. SPL baseia-se no reuso sistemático de artefatos, através da exploração de commonalities (pontos em comum), e o gerenciamento de variabilities (pontos de variação), entre os produtos, desenvolvidos sob uma arquitetura comum. Em SPL, atenção especial deve ser dada à qualidade dos artefatos produzidos. Em termos de garantia de qualidade, enquanto que no desenvolvimento tradicional, um programa é dito válido se pudermos garantir que ele irá funcionar corretamente, no contexto de SPL, para este mesmo cenário ser garantido, é necessário ter confiança de que qualquer instância de produto irá funcionar corretamente. Reforça-se, então, a atenção necessária mencionada anteriormente. Da mesma forma, é maior também o esforço necessário para tratar aspectos de garantia de qualidade em projetos de SPL. No entanto, a entrega de softwares com qualidade é fundamental e, talvez, a principal prática a se adotar, para que seja possível experimentar os benefícios mencionados. Neste contexto, a entrega de produtos com qualidade deve contar com o apoio de processos bem definidos, para o estabelecimento e coordenação das atividades relacionadas. Assim, testes, como ainda a técnica de garantia de qualidade mais conhecida e aplicada, exige uma atenção especial, devido a sua característica conhecida de ser uma atividade deveras custosa. Testes em SPL é complexo e oneroso, podendo tornar-se um gargalo em projetos de SPL. Assim, esta dissertação descreve um processo para apoiar as atividades de testes em projetos de SPL. Estabelecemos este processo com o objetivo de fornecer às organizações uma estratégia de redução de esforço na condução de atividades de teste em projetos de SPL. O processo é parte do projeto RiPLE, um esforço para a construção de um framework para SPL, que engloba o conjunto das disciplinas que compõem o ciclo de vida de desenvolvimento. Nossa pesquisa fundamenta-se em um systematic mapping study, realizado com o objetivo de fornecer a base teórica sobre o tema de investigação, bem como identificar tópicos de pesquisa a explorar. Esta dissertação apresenta ainda uma avaliação inicial da proposta, conduzida através da realização de estudos experimentais, objetivando coletar e reunir evidências sobre a eficácia da proposta, bem como compreender, na prática, como a atividade de testes em SPL pode ser melhorada, no sentido de alcançar os benefícios e metas da SPL
9

Framework para sistemas hipertexto na Web.

Leonardo Botelho Battaglia 21 February 2008 (has links)
A área de estudo relacionada aos sistemas Hipertexto recebe atenção especial nestes últimos tempos motivada pelo crescimento da Internet, mas ainda assim é difícil encontrar na literatura uma arquitetura de software que permita ao software ser reutilizável, flexível e escalável. O principal objetivo desta tese é prover esta arquitetura modular reutilizável para o desenvolvimento de Sistemas Hipertexto para a Web, propiciando a implementação de aplicações desta natureza de forma coesa, ágil, eficiente e livre de falhas. Um framework hipertexto para sistemas Web foi criado utilizando a arquitetura proposta como um guia de desenvolvimento. O intuito do framework é a validação desta nova arquitetura oferecendo um sistema pré-moldado, facilitando a implementação de novas aplicações Hipertexto para a Web. Utilizou-se a tecnologia Java para permitir eventuais extensões ao framework e conseqüentemente de sua arquitetura. Pela necessidade de certificar o que foi proposto e construído, aplicou-se o framework a um estudo de caso, o sistema Web do projeto João de Barro. Este projeto tem por finalidade principal o desenvolvimento de um módulo criptográfico para a emissão das chaves públicas e privadas da AC-Raiz baseando-se em princípios de software livre. A justificativa ao uso do framework hipertexto para este projeto é garantir um meio de disponibilizar o acesso às informações e ao código fonte, viabilizando a possibilidade do estudo ao conteúdo gerado durante o projeto, sendo este um dos princípios para a afirmação do software como sendo livre.
10

A method to support the adoption of reuse technology in large software organizations

Amorim, Luiz Augusto Matos de 06 May 2016 (has links)
Submitted by Santos Davilene (davilenes@ufba.br) on 2017-03-03T18:15:45Z No. of bitstreams: 1 Tese LUIZ AMORIM versãoFinal3 Copy.pdf: 32419362 bytes, checksum: 6dea59d389ff891c3dd4a94e44e9d361 (MD5) / Approved for entry into archive by Uillis de Assis Santos (uillis.assis@ufba.br) on 2017-03-09T17:21:35Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Tese LUIZ AMORIM versãoFinal3 Copy.pdf: 32419362 bytes, checksum: 6dea59d389ff891c3dd4a94e44e9d361 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-03-09T17:21:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tese LUIZ AMORIM versãoFinal3 Copy.pdf: 32419362 bytes, checksum: 6dea59d389ff891c3dd4a94e44e9d361 (MD5) / O processo de adoção de uma tecnologia de software em uma organização de grande porte é significativamente influenciado pela cultura organizacional e aspectos comportamentais dos profissionais envolvidos no processo. A identificação de fatores que facilitam ou dificultam este processo está fortemente correlacionada com o sistema de crenças atual e representa um elemento-chave para o planejamento desse processo. A adoção da tecnologia de reutilização de software em particular altera significativamente o processo de software da organização, bem como o modus operandi dos profissionais envolvidos. Esta tese propõe um modelo de ação baseado em classes de crenças para apoiar o processo de adoção da tecnologia de reutilização de software, fornecendo um meio para tratar as crenças que podem dificultar o processo de adoção. Um estudo de caso foi realizado em uma organização de grande porte para validar e aperfeiçoar a abordagem proposta. Como resultado deste trabalho, é proposto um método baseado na identificação de classes de crenças e re-significação daquelas que dificultam a adoção de tecnologias de reutilização de software. Também é apresentado um catalogo de crenças referentes à tecnologia de reuso de software, devidamente ponderadas quando ao impacto no processo de adoção da tecnologia, validado por um conjunto de especialistas da área de reuso de software. / The process of adopting a software technology in a large organization is significantly influenced by organizational culture and behavioral aspects of the practitioners involved in the process. The identification of factors that will facilitate or hinder this process is strongly correlated with the existing system of beliefs and represents a key element to the planning of this process. The adoption of software reuse technology in particular significantly alters the software process of the organization as well as the modus operandi of the involved practitioners. This dissertation proposes an action model based on classes of beliefs that will support the process of adoption of software reuse technology, providing a means to deal with beliefs that may hinder the adoption process. A case study was conducted in a large organization to validate and refine the proposed approach. As a result of this work, we propose a method based on the identification of classes of beliefs and re-signification of those that hinders the adoption of software reuse technologies. The dissertation also provides a catalog of beliefs weighted by the impact in the technology adoption process, validated by a group of experts in the software reuse area

Page generated in 0.0478 seconds