• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 249
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 255
  • 126
  • 105
  • 102
  • 61
  • 54
  • 46
  • 26
  • 26
  • 25
  • 23
  • 21
  • 21
  • 20
  • 19
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O enxerto ovárico

Silva, José Bento Guimarães Pestana da January 1925 (has links)
No description available.
2

Sobre os corpos amarellos do ovário

Meneses, Mário Navarro January 1918 (has links)
No description available.
3

Salpingo-ovarites

Carvalho, Jaime Ferreira de January 1918 (has links)
No description available.
4

Estabilidade de genes de referência e expressão das proteínas Morfogenéticas Ósseas (BMPs), receptores de BMP e mensageiros intracelulares (SMADS) em folículos ovarianos caprinos / Stability of housekeeping genes and levels of mRNA for Bone Morphogenetic Proteins (BMPs), BMP receptors and intracellular messengers (SMADs) in goat ovarian follicles

Costa, José Jackson do Nascimento January 2011 (has links)
COSTA, J. J. N. Estabilidade de genes de referência e expressão das proteínas Morfogenéticas Ósseas (BMPs), receptores de BMP e mensageiros intracelulares (SMADS) em folículos ovarianos caprinos. 2011. 122 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2011. / Submitted by Djeanne Costa (djeannecosta@gmail.com) on 2016-10-11T14:59:36Z No. of bitstreams: 1 2011_dis_jjncosta.pdf: 1257278 bytes, checksum: f857470526f08c441bb3b2cddf120db6 (MD5) / Approved for entry into archive by Djeanne Costa (djeannecosta@gmail.com) on 2016-10-11T15:01:18Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_dis_jjncosta.pdf: 1257278 bytes, checksum: f857470526f08c441bb3b2cddf120db6 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-10-11T15:01:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_dis_jjncosta.pdf: 1257278 bytes, checksum: f857470526f08c441bb3b2cddf120db6 (MD5) Previous issue date: 2011 / The aims this study to evaluate the stability of reference genes and the expression of bone morphogenetic protein (BMP-2, 4, 6, 7 and 15), their receptors (BMPR-IA, IB and II) and intracellular messengers (SMADs- 1, 5 and 8) in goat follicles before and after culture for 18 days. To evaluate the stability of reference genes and the expression of BMPs, receptors and SMADs, follicles of approximately 0.2, 0.5 and 1 mm were mechanically isolated from goats ovaries. In addition, approximately 0.2 mm follicles were isolated and cultured for 18 days in culture medium supplemented with FSH. Both fresh and cultured follicles were subjected to total RNA extraction and synthesis of cDNA, the quantification of mRNA was carried out by real-time PCR using specific primers for genes of reference (GAPDH, β-tubulin, β-actin, PGK, UBQ, RPL - 19, rRNA18S) and BMPs (2, 4, 6, 7 and 15) receptors of BMPs (BMPR-IA, IB and II) and SMADs (1, 5 and 8). Results showed that β-tubulin and PGK are the most stable reference genes in goats preantral and antral follicles. The messengers RNA for BMP (2, 4, 6, 7 and 15), their receptors (BMPR-IA, IB and II) and Smads (1, 5 and 8) are expressed at different levels in preantral and antral goats, and mRNA expression for BMP-4, BMP-6 and BMP-7 in 1-mm follicles are significantly higher than in follicles of 0.2 and 0.5 mm. However, the levels of mRNA for BMP-2 were reduced in follicles 1 mm, as BMP-15 did not differ between follicular categories. The levels of mRNA for BMPR-IB were higher in follicles of 0.2 mm than in follicles of 0.5 and 1 mm, whereas the mRNA for BMPR-II was significantly higher in follicles than 0.5 mm in follicles of 0.2 to 1 mm. Moreover, mRNA levels for BMPR-1A did not differ between follicles examined. The levels of mRNA for SMAD-5 were significantly higher in 0.2 mm follicles than in follicles of 0.5 and 1 mm. However, follicles of 0.5 mm showed higher levels of mRNA for SMAD-8 than follicles 0.2 and 1 mm. The levels of mRNA for SMAD-1 did not differ between follicles. After the comparisons within each category follicle, BMP-15 expression was higher than BMP-7 in follicles between 0.2 and 0.5 mm. Follicles 0.5 mm in the expression of BMPR-IB was greater than BMPR-II. In all three follicular categories studied, the expression of SMAD-5 was superior to SMAD-8. After culture, follicles showed reduced levels of mRNA for BMP-2, BMP-4, BMP-7, BMPR-IA and SMAD-5. In conclusion, β-tubulin and PGK genes are the two most stable housekeeping for fresh goat follicles 0.2, 0.5 to 1 mm in diameter. BMPs, their receptors and SMADs have specific expression patterns in each category follicular studied. However, in cultured follicles showed a variation in the variation in the expression of BMP system components, differing from in vivo expression of follicles with the same size. / Este trabalho tem como objetivo avaliar a estabilidade de genes de referência e a expressão das proteínas morfogenéticas ósseas (BMP-2, 4, 6, 7 e 15), seus receptores (BMPR-IA, IB e II) e seus mensageiros intracelulares (SMADs-1, 5 e 8) em folículos caprinos antes e após cultivo por 18 dias. Para avaliar a estabilidade dos genes de referência e o nível de expressão das BMPs, receptores e SMADs, folículos com aproximadamente 0,2, 0,5 e 1 mm foram isolados mecanicamente de ovários caprinos. Além disso, folículos com aproximadamente 0,2 mm foram isolados e cultivados por 18 dias em meio de cultura suplementado com FSH. Após a extração do RNA total e síntese de cDNA, foi realizada a quantificação do RNAm, por PCR em tempo real, utilizando-se primers específicos para genes de referência (β-actina, PGK, GAPDH, β-tubulina, UBQ, RPL-19, rRNA18S), e para as BMPs (2, 4, 6, 7 e 15) receptores de BMPs (BMPR-IA, IB e II) e SMADs (1, 5 e 8). Os resultados mostraram que β-tubulina e PGK são os genes de referência mais estáveis em folículos frescos pré-antrais e antrais caprinos. Os RNAs mensageiros para as BMPs (2, 4, 6, 7 e 15), seus receptores (BMPR-IA, IB e II) e SMADs (1, 5 e 8) são expressos em diferentes níveis em folículos pré-antrais e antrais caprinos, sendo que a expressão do RNAm para BMP-4, BMP-6 e BMP-7 em folículos de 1 mm são significativamente maiores do que em folículos de 0,2 e 0,5 mm. Entretanto, os níveis de RNAm para BMP-2 foi reduzido em folículos de 1 mm, já os níveis de BMP-15 não diferiram entre as categorias foliculares analisadas. Os níveis de RNAm para BMPR-IB foram maiores em folículos de 0,2 mm do que em folículos de 0,5 e 1 mm, enquanto que o RNAm para BMPR-II foi significativamente maior em folículos de 0,5 mm do que em folículos de 0,2 e 1 mm. Por outro lado, níveis de RNAm para BMPR-1A não diferiram entre folículos analisados. Os níveis de RNAm para SMAD-5 foram significativamente maiores em folículos de 0,2 mm do que em folículos de 0,5 e 1 mm. Contudo, folículos de 0,5 mm mostraram níveis maiores de RNAm para SMAD-8 do que folículos de 0,2 e 1 mm. Os níveis de RNAm para SMAD-1 não diferiram entre os folículos. Após as comparações dentro de cada categoria folícular, BMP-15 foi mais expressa do que BMP-7 em folículos de 0,2 e 0,5 mm. Em folículos de 0,5 mm a expressão do BMPR-IB foi maior do que BMPR-II. Em todas as três categorias foliculares estudadas, a expressão da SMAD-5 foi superior a SMAD-8. Após o cultivo, os folículos apresentaram redução dos níveis de RNAm para BMP-2, BMP-4, BMP-7, BMPR-IA e SMAD-5. Em conclusão, β-tubulina e PGK são os dois genes housekeeping mais estáveis para folículos frescos caprinos com 0,2, 0,5 e 1 mm de diâmetro. BMPs, seus receptores e SMADs apresentam padrões de expressão específicos em cada categoria folicular estudada. No entanto, em folículos cultivados há uma variação na expressão dos componentes do sistema BMP, diferindo da expressão in vivo de folículos com o mesmo tamanho.
5

Transposição ovariana por videolaposcopia em cadáver de feto humano / Laparoscopic ovarian transposition in human dead fetus

Oliveira Filho, Manoel January 2004 (has links)
OLIVEIRA FILHO, Manoel. Transposição ovariana por videolaparoscopia em cadáver de feto humano. 2004. 60 f. Dissertação (Mestrado em Tocoginecologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2004. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2013-12-24T11:56:52Z No. of bitstreams: 1 2004_dis_moliveirafilho.pdf: 624516 bytes, checksum: b9d9e1fb026fb4ea2a066605872a3b74 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2013-12-24T11:57:39Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2004_dis_moliveirafilho.pdf: 624516 bytes, checksum: b9d9e1fb026fb4ea2a066605872a3b74 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-12-24T11:57:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2004_dis_moliveirafilho.pdf: 624516 bytes, checksum: b9d9e1fb026fb4ea2a066605872a3b74 (MD5) Previous issue date: 2004 / Objectives: Videoendoscopic surgery began at the end of twentieth century as a great innovation however; only in recent years its potential role has been explored. The endoscopes have been used to carry out a variety of diagnosis and therapeutic procedures. The acquisition of knowledge and habilities required by the technique obligates both the inexperienced surgeon and the experienced one, to seek information, training, qualification, and accreditation on new operative method in order to practice present time surgical medicine. Minimum access endoscopic surgery had an outstanding expansion on its applications for the past 10 (ten) years; due to this the Videoendoscopic is not totally defined within the oncologic gynecology. The preservation of ovarian function on young women that have precocious stage uterine colon cancer, Hodgkin lymphoma, Non-Hodgkin lymphoma and colon carcinoma – rectal that requires external and internal radiotherapy, the Videoendoscopic has been used as a surgical method in order to minimize the radiation effects, because it is a safe and effective procedure to preserve the ovarian function. The purpose of this work was to transpose the ovaries in human corpse fetus to outside the pelvic region and replace them in the highest possible point on the abdomen sidewall. Methods: Videolaparoscopic fixation of the ovaries with purse-string suture and clips. Two 18.9 in. (48cm) and 19.7 in (50cm), weighting 6.8 and 7.3 pounds (3.1 and 3.3 (kilograms) respectively, human fetus corpses were used. All the equipments and Videoendoscopic surgery instruments were used The usage of human material as a way of training provided the activity the possibility to carry out in similar conditions and of identical anatomy, whenever coming across surgery with alive individuals. Conclusion: the purpose of this work represents a perfectly feasible method of carrying out, training practice importance and surgeon improvement for the ovarian function preservation. / Objetivo: A Cirurgia Vídeoendoscópica tem inicio no final do século vinte, como uma grande inovação da medicina, porém só recentemente tem sido explorado seu potencial. Os endoscópicos tem sidos utilizados atualmente para realizar uma variedade de procedimentos diagnósticos e terapêuticos. A aquisição de novos conhecimentos e habilidades são exigidos pela técnica que obriga, tanto ao novo cirurgião como até mesmo ao cirurgião mais experiente, buscar conhecimentos, treinamentos, habilitação e credenciamento no novo método operatório para que possa exercer a medicina cirúrgica da atualidade. A videoendoscopia na ginecologia oncológica ainda não esta completamente definida, pois somente nos últimos dez anos é que o desenvolvimento da cirurgia endoscópica de mínimo acesso tem tido uma marcante expansão nas suas aplicações. A preservação da função ovariana nas mulheres jovens que tem câncer de colo uterino em estágio precoce, linfomas Hodgkin e não Hodgkin e de carcinoma colo retal que necessitam submeter-se a radioterapia externa e interna, a videoendoscopia tem sido usada como método cirúrgico com a finalidade de minimizar os efeitos da radiação, é um procedimento seguro e eficaz na preservação da função ovarina. O objetivo deste trabalho foi transpor os ovários de cadáver fetal para fora da região pélvica e reposicioná-los o mais alto possível na parede lateral do abdômen, fixando-os com fios e grampos metálicos.
6

O Estudo da Pde7 Como Novo Alvo Terapêutico em Potencial no Câncer de Ovário

TESSAROLLO, N. G. 20 July 2017 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T21:35:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_11373_Tese_Nayara Gusmão Tessarollo.pdf: 2230740 bytes, checksum: 9ce20c30d9eff4b27ec5d25382ea2559 (MD5) Previous issue date: 2017-07-20 / O câncer de ovário (CAOV) configura a principal causa de morte entre os tumores ginecológicos. Apesar dos avanços significativos nas pesquisas a respeito deste tumor, o tratamento do CAOV ainda enfrenta importantes desafios, dentre eles a quimiorresistência. Dentre os potenciais alvos no tratamento do CAOV, destaca-se a fosfodiesterase 7-A (PDE7-A). Esta enzima tem como função a degradação de monofosfato de adenosina cíclico para monofosfato de adenosina. Neste contexto, este trabalho apresenta como objetivo geral investigar o papel e os possíveis mecanismos de ação da PDE7 no carcinoma ovariano. Dados prévios de RNA-seq mostraram maior expressão da enzima PDE7-A em carcinoma ovariano seroso comparado à tuba de falópio. À luz do exposto, ensaios de viabilidade celular metabólica (VCM) foram conduzidos em duas linhagens de CAOV, A2780 e OVCAR3, utilizando o inibidor seletivo da isoforma da PDE7, denominado BRL50481, em monoterapia e em associação aos quimioterápicos cisplatina (CISP) e paclitaxel (PTX). Nossos resultados mostraram que o uso do inibidor BRL50481, em monoterapia, reduziu a VCM das células A2780 em torno de 60% de modo dosedependente no tempo de tratamento de 48h. Embora o tratamento com BRL50481 em monoterapia na linhagem OVCAR3 não tenha alterado a VCM, sua associação à CISP promoveu redução da VCM na referida linhagem em 48h de tratamento. Já a associação de BRL50481 e PTX promoveu inibição da VCM em ambas as linhagens analisadas. Observou-se ainda um aumento na potência de PTX na politerapia, aspecto verificado com a diminuição da IC50 do mesmo em relação à monoterapia. Verificou-se ainda a cronologia do tratamento na sobrevivência celular. Assim, o prétratamento da linhagem A2780 com 200 μM de BRL50481, seguido do tratamento associado de BRL50481 e PTX proporcionou redução na VCM em torno de 70% comparado ao tratamento com PTX em monoterapia. Para OVCAR3, o prétratamento com 400 μM de BRL50481 proporcionou uma redução da VCM em torno de 20%. Dessa forma, nossos dados mostraram o efeito benéfico da associação entre o inibidor de PDE7 e PTX, o que possibilitou uma redução da concentração de PTX utilizada nas linhagens A2780 e OVCAR3 em cerca de 82,7x108 e 80,4x103 vezes, respectivamente. Ademais, investigou-se os possíveis mecanismos de ação envolvidos na inibição da PDE7. Foi observado que a inibição de PDE7 não afeta a progressão do ciclo celular. Ainda, a combinação de BRL50481 e PTX promoveu o aumento da necrose celular em OVCAR3. Além disso, o pré-tratamento da OVCAR3 com BRL50481 modulou a expressão gênica das citocinas IL-6, IL-1α e IL-1β, bem como aumentou a secreção de IL-6. A combinação de BRL50481 e PTX ainda modulou negativamente a via de sinalização celular PI3K/AKT/mTOR em ambas as linhagens estudadas. Adicionalmente, o pré-tratamento da A2780 aumentou a expressão da proteína pró-apoptótica Bax. Verificou-se ainda que a morte celular pode estar relacionada à indução de autofagia nos dois modelos de estudo. Também foi observado que a expressão de CLDN-16 é modulada pelas vias de PKC, PI3K/AKT e PKA e, inibindo PDE7, observou-se uma maior expressão de CLDN-16. Análises de imunohistoquímica revelaram que 80% dos casos analisados superexpressam esta proteína. Interessantemente, trata-se de uma expressão anômala posto que, todos os casos que apresentam expressão da CLDN-16, a mesma encontra-se restrita ao citoplasma das células. Estes estudos contribuíram para o melhor entendimento dos mecanismos envolvidos na proliferação celular do CAOV, possibilitando a exploração de novas estratégias terapêuticas.
7

Prevalência de papilomavirus humano em câncer de ovário: uma revisão sistemática

Silva, Geraldo Doneda da 21 May 2013 (has links)
Dissertação de Mestrado apresentado ao Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC para a obtenção do titulo de Mestre em Ciências da Saúde. / Objective: We performed a systematic review and a meta-analysis to estimate the prevalence of human papillomavirus (HPV) in ovarian cancer. Methods: A comprehensive search of the Cochrane Library, MEDLINE, CANCERLIT, LILACS, Grey literature and EMBASE was performed for papers published from January 1990 to March 2012. The following Medical Subject Headings (MeSH) terms were searched: “ovarian tumor”or “ovarian cancers” and “HPV” or “human papillomavirus”. Was included case-control and cross-sectional studies, prospective or retrospective, that evaluated clinical ovarian cancer and provided a clear description of the use of in situ hybridization (ISH), Southern blot hybridization (SBH) and Polymerase chain reaction (PCR). The statistical analysis was performed using REVMAN 5.0. Results: In total, twenty four primary studies were included in this meta-analysis. Studies from eleven countries on three continents contained data on HPV and ovarian cancer, including 889 subjects. Overall, the HPV prevalence in patients with ovarian cancer was 17.5 (95% CI, 15.0-20.0%). HPV prevalence ranged from 4.0% (95% CI, 1.7-6.3%) in Europe to 31.4% (95% CI, 26.9-35.9%) in Asia. An aggregate of four case-control studies from Asia showed an OR of 2.48 (95% CI, 0.64 - 9.57). Conclusion: We found a high prevalence of HPV-positive DNA in ovarian cancer cases, but remains inconclusive, the role of HPV in ovarian cancer. Further studies are needed to control case to answer this question. / Objetivo: Foi realizada uma revisão sistemática e uma metanálise para estimar a prevalência do Papilomavírus humano (HPV) em câncer de ovário. Métodos: Foi feita uma pesquisa abrangente da Biblioteca Cochrane, MEDLINE, CANCERLIT, LILACS, Grey literatura e EMBASE para artigos publicados a partir de janeiro de 1990 a março de 2012. Os seguintes termos (Medical Subject Headings (MeSH)) foram pesquisados: "tumor de ovário" ou "câncer de ovário" e "HPV" ou "papilomavirus humano". Foram incluídos estudos caso-controle e transversais, prospectivos ou retrospectivos, que avaliassem a presença de HPV no câncer de ovário e fornecessem uma descrição clara dos métodos laboratoriais utilizados: hibridização In situ (ISH), Southern blot (SBH) ou reação em cadeia da polimerase (PCR). A análise estatística foi realizada usando RevMan 5.0. Resultados: No total, vinte e quatro estudos primários foram incluídos nesta metaanálise. Estudos de onze países em três continentes continham dados sobre o HPV e câncer de ovário, incluindo 889 mulheres. A prevalência de HPV em pacientes com câncer de ovário foi de 17.5 (IC 95%, 15.0-20.0%).A prevalência de HPV variou de 4.0% (95% IC, 1.7-6.3%) na Europa para 31.4% (IC 95%, 26.9-35.9%), na Ásia. Um total de quatro estudos casocontrole da Ásia mostrou um OR de 2.48 (95% IC, 0.64-9.57). Conclusão: Foram encontramos uma alta prevalência de HPV-DNA positivo em casos de câncer de ovário, mas permanece inconclusivo, o papel do HPV no câncer de ovário. Mais estudos de caso-controles são necessários para determinar a associação do HPV com câncer de ovário.
8

Efeito do fator de necrose tumoral alfa (TNF-α) e da interleucina-1 beta (IL-1β) sobre o desenvolvimento in vitro de folículos secundários bovinos isolados / Effect of tumor necrosis factor alpha (TNF-α) and interleukin-1 beta (IL-1β) on the in vitro development of isolated bovine secondary follicles

Paulino, Lais Raiane 07 March 2017 (has links)
PAULINO, L.R.F.M. Efeito do fator de necrose tumoral alfa (TNF-α) e da interleucina-1 beta (IL-1β) sobre o desenvolvimento in vitro de folículos secundários bovinos isolados. 2017. 82f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) – Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2017. / Submitted by Mestrado Biotecnologia (biotecnologiasobral@gmail.com) on 2017-03-28T13:50:28Z No. of bitstreams: 1 2017_dis_lrfmpaulino.pdf: 4160564 bytes, checksum: 35cbb24778d8e39c94be8695be1bad2a (MD5) / Rejected by Ana Márcia Sousa (marciasousa@ufc.br), reason: Prezada, Favor verificar os seguintes itens: Quanto a submissão: Nos campos autor, título em português e título em inglês fazer em letras maiúsculas e minusculas conforme guia. Quanto a dissertação: Solicitar ao autor que corrija os elementos introdutórios conforme normalização de trabalhos acadêmicos da UFC. Ex. de alguns erros encontrados, folha de rosto sem nome do orientador, ficha catalográfica com título todo maiúsculo e listas de ilustrações e tabelas desalinhadas. on 2017-04-11T13:37:23Z (GMT) / Submitted by Mestrado Biotecnologia (biotecnologiasobral@gmail.com) on 2017-05-18T13:36:54Z No. of bitstreams: 1 2017_dis_lrfmpaulino.pdf: 4179675 bytes, checksum: 7d98eadd97e812f42d8bf4f9283b6f2a (MD5) / Approved for entry into archive by Djeanne Costa (djeannecosta@gmail.com) on 2017-05-24T15:17:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_dis_lrfmpaulino.pdf: 4179675 bytes, checksum: 7d98eadd97e812f42d8bf4f9283b6f2a (MD5) / Made available in DSpace on 2017-05-24T15:17:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_dis_lrfmpaulino.pdf: 4179675 bytes, checksum: 7d98eadd97e812f42d8bf4f9283b6f2a (MD5) Previous issue date: 2017-03-07 / Ovarian follicular growth is regulated by various substances, such as hormones, growth factors and cytokines. Tumor necrosis factor-α (TNF-α) and interleukin-1β (IL-1β) are proinflammatory cytokines that have several sites of synthesis in the ovary. In this context, the study of the effect of these cytokines during the in vitro growth of preantral follicles is of great importance for understanding the mechanisms that control follicular development in vitro. The objective of the present study was to determine the effect of TNF-α and IL-1β on development and survival of bovine secondary follicles after 18 days of culture in vitro. Secondary follicles (~0.2mm) were isolated from ovarian cortex of cows and individually cultured. The secondary follicles were randomly distributed in the following treatments: (I) TCM-199+ alone (culture control), or supplemented with (II) 10 ng/mL IL-1β, (III) 10 ng/mL TNF-α and (IV) both TNF- α and IL-1β. The follicles were cultured at 38.5°C, with 5% CO2 in air, for 18 days. Thereafter, the effect of these treatments on growth, follicular survival, antrum formation, viability, ultrastructure and mRNA levels for GDF9, C-MOS, H1foo and Cyclin B1 were then evaluated. At the end of 18 days of in vitro culture, TNF-α increased follicular diameter and the rate of antrum formation. On the other hand, IL-1β and both IL-1β and TNF-α did not influence follicle growth. All treatments maintained viability rates after culture between 74.32 and 92.00%. Ultrastructural analysis of showed that follicles cultured in the presence of TNF-α had oocyte citoplasm and granulosa cells well preserved. The presence of TNF-α, IL-1β or both did not influence the expression o mRNAs for GDF9, C-MOS, H1foo and Cyclin B1 after 18 days of culture. In conclusion, TNF-α promotes follicular growth and maintains the ultrastructure of isolated bovine secondary follicles cultured in vitro. / O crescimento folicular ovariano é regulado por diversas substâncias, tais como hormônios, fatores de crescimento e citocinas. O fator de necrose tumoral-α (TNF-α) e a interleucina-1β (IL-1β) são citocinas pró-inflamatórias que apresentam vários locais de síntese no ovário. Nesse contexto, o estudo do efeito destas citocinas durante o crescimento in vitro de folículos pré- antrais é de grande importância para a compreensão dos mecanismos que controlam o desenvolvimento folicular in vitro. O objetivo do presente estudo foi determinar o efeito do TNF-α e IL-1β sobre o desenvolvimento e a sobrevivência de folículos secundários bovinos após 18 dias de cultivo in vitro. Folículos secundários (~ 0,2 mm) foram isolados do córtex ovariano de vacas e cultivados individualmente. Os folículos secundários foram distribuídos aleatoriamente nos seguintes tratamentos: (I) TCM-199+ sozinho (controle) ou suplementado com (II) IL-1β (10 ng/mL), (III) TNF-α (10 ng/mL) e (IV) e ambos TNF-α e IL-1β. Os folículos foram cultivados a 38,5 °C, com 5% de CO2, durante 18 dias. A cada dois dias, 60 µL de meio de cultivo foram substituídos por meio fresco. Em seguida, avaliou-se o efeito destes tratamentos sobre crescimento, sobrevivência folicular, formação do antro, viabilidade, ultraestrutura e níveis de RNAm para GDF9, C-MOS, H1foo e Ciclina B1. No final de 18 dias de cultivo in vitro, o diâmetro folicular e taxa de formação de antro aumentaram após o cultivo em meio suplementado com apenas TNF-α. Todos os tratamentos mantiveram viabilidade após o cultivo entre 74.32 e 92.00%. A análise da ultraestrutura mostrou que os folículos cultivados na presença do TNF-α e IL-1β mantiveram a ultraestrutura do citoplasma do oócito e das células da granulosa. Os folículos cultivados expressaram RNAm para GDF9, C-MOS, H1foo e Ciclina B1, mas não houve diferença significativa entre os tratamentos. Em conclusão, o TNF-α contribui para o crescimento folicular e a manutenção da ultra-estrutura de folículos secundários bovinos cultivados in vitro.
9

Efeito do 1,8-cineol, citral, eugenol e óleo de mamona (Ricinus communis) na reprodução de Rhipicephalus (Boophilus) microplus(Canestrini, 1888) (Acari: Ixodidae)

CAMPOS, N. C. 28 February 2018 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T22:57:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_9931_NAYARA CAMATTA CAMPOS.pdf: 1316967 bytes, checksum: 08063bad93b26914c42533f071703b3d (MD5) Previous issue date: 2018-02-28 / O desenvolvimento de resistência de Rhipicephalus (Boophilus) microplus a acaricidas comerciais vem sendo relatado desde a década de 40. Sendo assim, trabalhos de pesquisas com óleos essenciais e fixos têm sido desenvolvidos visando encontrar alternativas ao controle químico desta espécie de carrapato. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de formulações contendo 1,8-cineol, citral, eugenol e óleo de mamona (Ricinus communis) sobre a reprodução de R. (B.) microplus. Grupos contendo 10 parasitas foram tratados com emulsões desses óleos em DMSO associado a Tween 80® ou éter lauril sulfato. A eficácia carrapaticida foi avaliada pelo teste de imersão de fêmeas. Para a análise dos efeitos teciduais, as fêmeas tiveram os ovários dissecados, fixados e submetidos à rotina histológica. O 1,8-cineol, citral e eugenol 1% (m/v) e óleo de mamona em 0,3% (m/v) apresentaram valores de eficácia de 29%; 11,6% e 9,8%, respectivamente. O efeito dos solubilizantes (DMSO associado com Tween 80® ou éter lauril sulfato) foi avaliado para o 1,8-cineol (10% (m/v)) e óleo de mamona em 0,3% (m/v), de forma isolada e associada. Os valores de eficácia observados para o 1,8-cineol isolado (92,8%) e associado ao óleo de mamona (94,1%) foram superiores quando as emulsões foram preparadas utilizando o éter lauril sulfato como solubilizante. Alterações morfológicas nos ovócitos em diferentes estágios de desenvolvimento (I-V), bem como nas células do pedicelo, foram observadas tanto nas fêmeas tratadas com óleo de mamona (0,3% (m/v)) como naquelas com 1,8-cineol (10% (m/v)), sendo verificados efeitos mais intensos quando ambos estavam em associação. A formulação de 1,8-cineol (10% (m/v)) associada ao óleo de mamona (0,3% (m/v)) em éter lauril sulfato (2% (m/v)) demonstrou-se promissora no controle reprodutivo de R. (B.) microplus. Espera-se que os resultados obtidos possam nortear projetos futuros, em consonância com o bem-estar animal, visando o desenvolvimento de alternativas ao controle de carrapatos com produtos comerciais.
10

Determinação de transcritos de prostasina em neoplasia de ovário: um potencial marcador tumoral

Costa, Fernanda Pires January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T19:04:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000386693-Texto+Completo-0.pdf: 647781 bytes, checksum: df4d4b4d3a7d05a89224f7f819325fbd (MD5) Previous issue date: 2006 / Background: The diagnosis of epithelial ovarian cancer is generally performed in advanced stages of the disease. The main hurdle for early diagnosis of ovarian cancer is the lack of characteristic symptoms and efficient screening tests. The development of a tumor marker that could detect early curable stages of this disease is therefore of utmost importance. Prostasin is a protease that in normal tissues is highly expressed only in the prostate gland and in seminal fluid. A previous study has indicated that epithelial ovarian cancer may overexpress prostasin. The present study sought to further evaluate prostasin as a possible candidate tumor marker in epithelial ovarian cancer. Patients and Methods: Fresh tumor samples of ovarian epithelial cancers (n: 12) and nonepithelial ovarian cancers (n: 3) were analyzed for the expression of prostasin mRNA. The samples were analyzed for prostasin expression by conventional PCR and real time quantitative PCR. As a standard control indicating high expression of prostasin in normal tissue, prostate samples were analyzed. Results: Using conventional PCR, prostasin was detected in all samples (epithelial and non-epithelial) except in 1 case of epithelial cancer. Using quantitative PCR, prostasin was overexpressed in the samples from epithelial ovarian cancer compared to prostate samples whereas it was not in the non-epithelial tumors. Conclusion: Prostasin mRNA is overexpressed in epithelial ovarian cancer and the findings warrant further studies of prostasin as a biomarker candidate for the early detection of ovarian epithelial cancer. Quantitative PCR may add specificity as a tumor marker method of analysis. / Introdução: Pacientes com neoplasia epitelial de ovário geralmente são diagnosticadas tardiamente, o que significa uma sobrevida em 5 anos de menos de 30%. A dificuldade em se diagnosticar precocemente esta neoplasia ocorre devido à falta de sintomas característicos, à ausência de um teste adequado de rastreamento e detecção precoce e ao fato de a localização dos ovários ser profunda na pelve, tornando a biópsia difícil, sendo necessário para isto, procedimentos cirúrgicos invasivos. A descoberta de um marcador tumoral que fosse detectado precocemente no sangue destas pacientes permitiria um diagnóstico precoce. A prostasina é uma protease que em condições normais está superexpressa somente na glândula prostática e no líquido seminal. Um estudo prévio sugere que a neoplasia epitelial de ovário possa superexpressar esta protease. O presente trabalho avalia a prostasina como um possível candidato a marcador tumoral em neoplasia epitelial de ovário. Pacientes e Métodos: Amostras tumorais de pacientes com neoplasia epitelial de ovário (n: 12 - grupo 1) e de outros tumores ovarianos (n: 3 – grupo 2), operadas nos hospitais São Lucas da PUCRS, Fêmina e Conceição, foram analisadas através das técnicas de RTPCR e RT-PCR em tempo real para detectar e quantificar, respectivamente, a presença da prostasina. Todas as amostras foram coletadas prospectivamente, após a assinatura do termo de consentimento. Nenhuma das pacientes possuía diagnóstico prévio de outras neoplasias e nunca tinham recebido qualquer forma de tratamento oncológico para a neoplasia de ovário. Amostras de tecido prostático foram utilizadas como controle para a expressão da prostasina. Resultados: A análise da presença de prostasina em amostras de tumores epiteliais e não epiteliais de ovário através da técnica de RT-PCR demonstra que ela está presente na xiv grande maioria das amostras e que este não é um método adequado para a diferenciação destes tumores. Já a quantificação deste potencial marcador através de RT-PCR em tempo real sugere uma superexpressão da prostasina em amostras de tumores epiteliais encorajando novos estudos para investigação da mesma como um marcador tumoral para a patologia em estudo. Conclusão: Os resultados sugerem que os tumores epiteliais de ovário superexpressam a prostasina e que esta deva ser melhor estudada como um novo marcador tumoral em neoplasia de ovário.

Page generated in 0.0514 seconds