• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 220
  • 12
  • 5
  • 4
  • 4
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 236
  • 236
  • 129
  • 57
  • 57
  • 43
  • 41
  • 41
  • 40
  • 35
  • 31
  • 29
  • 25
  • 23
  • 22
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Uma nova metodologia para o cálculo do impacto das aplicações de refrigeração residenciais sobre o aquecimento global / A new method for calculating the impact of residential cooling applications on global warming

Pereira, Ronay de Andrade 09 September 2010 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Mecânica, 2010. / Submitted by Luiza Moreira Camargo (luizaamc@gmail.com) on 2011-06-21T17:13:29Z No. of bitstreams: 1 2010_RonaydeAndradePereira.pdf: 3792634 bytes, checksum: 8e9001c8b08f6742b6fbd34ff1ca044a (MD5) / Approved for entry into archive by Elna Araújo(elna@bce.unb.br) on 2011-06-21T19:26:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_RonaydeAndradePereira.pdf: 3792634 bytes, checksum: 8e9001c8b08f6742b6fbd34ff1ca044a (MD5) / Made available in DSpace on 2011-06-21T19:26:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_RonaydeAndradePereira.pdf: 3792634 bytes, checksum: 8e9001c8b08f6742b6fbd34ff1ca044a (MD5) / Este trabalho tem por finalidade apresentar uma proposta de metodologia para se avaliar o impacto da utilização de sistemas de refrigeração doméstica no meio ambiente, em especial no aquecimento global do planeta. Os sistemas de refrigeração contribuem de forma direta e indireta para o incremento do efeito estufa na Terra e, conhecer a forma e a quantidade desta influência é importante para a tomada de decisões no sentido de se buscar a mitigação dos seus efeitos negativos sobre o meio ambiente. A metodologia proposta consistiu na revisão de modelos apresentados por outros autores, com uma análise mais profunda e detalhada da influência específica de componentes do sistema de refrigeração, tais como, fluidos refrigerantes e compressores, sobre o valor do índice a ser obtido, considerando-se a influência da degradação temporal destes componentes na perda do desempenho do sistema e no aumento do consumo energético pelo mesmo. Para verificar a aplicabilidade da metodologia proposta, a mesma foi testada considerando-se um sistema de refrigeração doméstica, modelado matematicamente e funcionando sob condições pré estabelecidas de operação, sendo que os valores obtidos através desta metodologia foram confrontados com os valores calculados pelo método tradicional. Os resultados comparativos indicaram que o índice obtido pela metodologia proposta por este trabalho retrata mais fielmente a influência do funcionamento de um sistema de refrigeração no aquecimento global, ao longo de sua vida útil de utilização. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This study aims to propose a methodology to assess the impact of the use of domestic refrigeration systems in the environment, in particular global warming. Refrigeration systems contribute directly and indirectly to the increased greenhouse effect on Earth, and knowing the nature and quantity of this influence is important for decision making in order to seek to mitigate its negative effects on the environment. The methodology consisted of reviewing the models presented by other authors, with a deeper analysis of the influence of specific and detailed components of the refrigeration system, such as refrigerants and compressors on the index value to be obtained, considering the influence of the temporal degradation of these components in the loss of system performance and increasing energy consumption for the same. To verify the applicability of the methodology, it has been tested considering a domestic refrigeration system, modeled mathematically and working under conditions of pre-set operation, and the values obtained by this method were compared with values calculated by the traditional method. The comparative results showed that the index obtained by the methodology proposed by this work more accurately portrays the influence of the operation of a cooling in global warming, over its lifetime of use.
2

Avaliação de cenarios no contexto do aquecimento global : estudo de caso da bacia rural do Monjolinho, Piracicaba-SP / Assessment in the global warning context : case study Monjolinho rural basin, Piracicaba, São Paulo, Brazil

Paiva Sobrinho, Ranulfo 1 14 August 2018 (has links)
Orientadores: Antonio Carlos Zuffo, Rozely Ferreira dos Santos / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo / Made available in DSpace on 2018-08-14T09:41:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 PaivaSobrinho_Ranulfo1_M.pdf: 1791729 bytes, checksum: 787620cb6a44e874ece86d8e0332fbe2 (MD5) Previous issue date: 2007 / Resumo: Um dos efeitos do aquecimento global é o aumento da ocorrência de precipitações extremas, as quais podem gerar diversos impactos negativos às áreas rurais, como enchentes e erosão. Assim, nas áreas de produção agrícola, como as da cana-de-açúcar, é importante que os usos da terra estejam distribuídos ao longo da bacia de modo a minimizarem os processos de escoamento superficial e de erosão perante tais eventos extremos. Além disso, que tais usos possam auxiliar no seqüestro de carbono, reduzindo os gases de efeito estufa. Diante desses critérios, este trabalho foi desenvolvido em uma área produtora de cana-de-açúcar, com problemas ambientais, e partindo-se do cenário atual, gerou-se novos cenários que atendam os requisitos legais ambientais, possam gerar lucro e ocupação de mão-de-obra, além de minimizar o escoamento superficial, a erosão, e aumentar o seqüestro de carbono. Foram utilizadas modelagem espacial dinâmica, ecologia da paisagem, valoração econômica, para quantificar cada cenário perante os critérios selecionados. Após isso, atribuindo-se funções de valores a cada critério, utilizou-se o método multicriterial, Compromise Programming (CP) para selecionar os melhores cenários. A utilização dos vários métodos mostrou-se adequada perante os propósitos do trabalho. / Abstract: One of the global warming effects is the increase of extreme rainfalls, which can cause many negative impacts to rural areas, such as floods and erosion. So, it is important that an equitable land use is distributed along river basins, especially in the ones where there are agricultural fields, since it can help to minimize runoff and soil erosion caused by extreme events. Furthermore, culture or cultures that help in carbon absorption presented in the atmosphere are able to reduce gases responsible for the green house effect. In this context, this work is developed in a sugar cane production area, which presents environmental problems, and aims to create scenarios that respects legal issues, generates profits, helps land occupation, settles labor force, minimizes runoff and soil erosion and increases carbon absorption. The reference scenario is the one found today, just as it is, and the produced ones are made with the assistance of a GIS tool - IDRISI. GIS also helps in the spatial dynamic modeling, landscape ecology characterization and value ration of economical issues, in order to quantify and compare each produced scenario, according to the chosen criteria. The Compromise Programming (CP) multi-criteria method is chosen to rank these scenarios and proved itself to be an effective tool. It is produced 14 different scenarios, taking into account 11 criteria (3 economical, 3 social, 3 environmental and 2 technical), in 2 different weights scenarios; one is to assess the 14 alternatives and the other is to verify the economical sustainability of the best alternatives. So, the economical criteria have theirs weights tripled. The three best alternatives pointed out by the CP remained the same despite the weights scenario, which proves their sustainability. / Mestrado / Recursos Hidricos, Energeticos e Ambientais / Mestre em Engenharia Civil
3

Riscos climáticos no circuito da notícia local : percepção, comunicação e governança

Loose, Eloisa Beling January 2016 (has links)
Orientador : Profª. Drª. Myrian Regina Del Vecchio de Lima / Co-orientador : Profª. Drª. Anabela Simões Carvalho / Co-orientador : Profª. Drª. Lucia Helena Oliveira Cunha / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento. Defesa: Curitiba, 16/03/2016 / Inclui referências : f. 424-441 / Resumo: Este trabalho centra-se nas relações existentes entre comunicação, percepção e governança a respeito das mudanças climáticas e seus riscos no âmbito do circuito da notícia - o processo circular e contínuo que inclui produção, texto e recepção do discurso jornalístico - de um jornal local. Para tanto, o recorte da pesquisa foca-se no jornal mais abrangente da cidade de Curitiba, a Gazeta do Povo, e naqueles atores que participaram de sua produção (fontes de informação e jornalistas) e recepção (leitores do citado diário). A partir de uma perspectiva interdisciplinar e construcionista, a investigação busca verificar como se desenrolam os meandros da comunicação de riscos, por meio do jornalismo, e como tais discursos são interpretados e/ou percebidos por aqueles leitores que, de algum modo, já estão familiarizados com a questão ambiental. A proposta articula saberes provenientes do campo da Comunicação, com destaque à área do Jornalismo; da Psicologia Social, por meio do estudo das percepções de risco; e do campo Ambiental, sobretudo sobre as temáticas das mudanças climáticas, seus riscos e formas de enfrentamento. Tais imbricamentos têm por objetivo compreender de que modo o jornalismo pode contribuir para uma melhor comunicação sobre as mudanças climáticas e seus riscos e, desta maneira, empoderar sua recepção para o enfrentamento destes riscos, seja pela adaptação ou mitigação. Parte-se do pressuposto de que as notícias legitimadas e divulgadas pela imprensa interferem na forma pela qual as pessoas percebem os riscos climáticos e, consequentemente, a maneira como envolvem os cidadãos, sendo assim o papel do jornalismo de muita relevância no contexto da comunicação de riscos e da governança climática. A partir disso, investiga-se cada fase do circuito da notícia a fim de compreender quais percepções estão atreladas à cobertura das mudanças climáticas e seus riscos, assim como aquelas relacionadas a ações de enfrentamento. Metodologicamente, realizam-se observação participante das rotinas produtivas dos jornalistas, análises de percepção de riscos dos vários atores sociais por meio de questionários e entrevistas em profundidade, e análises de enquadramentos das notícias, com o objetivo final de triangular os resultados inspirando-se na proposta da hermenêutica de profundidade. Dentre os achados da pesquisa, constata-se que a percepção de risco climático está distante do cotidiano dos leitores de Curitiba, revelando que a mediação jornalística amplificou os efeitos negativos globais e a discussão sobre acordos internacionais, voltada para a responsabilização dos países desenvolvidos; tais aspectos não contribuem para o envolvimento dos cidadãos no enfrentamento das mudanças do clima / Abstract: This research focuses on the relationship between perception, communication and governance of climate change and its risks as part of the news circuit - the circular and continuous process that includes production, text and reception of journalistic discourse - of a local newspaper. More specifically, the study focuses on the largest newspaper of the city of Curitiba, Gazeta do Povo, and on the social actors who participate in its production (information sources and journalists) and reception (readers of this daily newspaper). From an interdisciplinary and constructionist perspective, the research aims to analyze the intricacies of risk communication, through journalism, and how such discourses are interpreted and/or perceived by those readers who, somehow, are already familiarized with environmental issues. The thesis brings together contributions from the fields of Communication, with an emphasis on Journalism; Social Psychology, through the study of risk perceptions; and Environmental Studies, especially the issues of climate change, its risks and ways of coping. Thereby, the research aims to understand how journalism can contribute to improve communication on climate change and its risks and thus empower readers to face its risks, either through mitigation or adaptation. It is assumed that reports legitimized by the press interfere in the way people perceive climate risks and therefore in their engagement. Thus, the role of journalism is very relevant in the context of risk communication and climate governance. To this end, each stage in the circuit of news is investigated in order to understand how perceptions are linked to the coverage of climate change, its risks and coping actions. Methodologically, the research includes participant observation of news production routines, analysis of risk perceptions of various stakeholders through questionnaires and interviews, and framing analysis of news reports, with the ultimate goal of triangulating findings in light of the approach proposed by depth hermeneutics. The findings suggest that the perception of climate risk is removed from the daily lives of Curitiba readers, and that the journalistic mediation has amplified the global and negative effects, as well as a discussion centered on international agreements, aimed at emphasizing the responsibility of developed countries; these characteristics do not contribute to the engagement of citizens in facing climate change risks.
4

Manchetes socioambientais: noticiabilidade e agendamento em diários impressos brasileiros

de Castro Gonçalves, Janayde 31 January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:29:18Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo40_1.pdf: 1616299 bytes, checksum: 772f703bf609cdb1561f3d71a62a9dd2 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2010 / Entendendo o Jornalismo como construção social da realidade e considerando os critérios de noticiabilidade que auxiliam na construção das manchetes ambientais, investigamos no universo 1092 capas de jornais como os temas aquecimento global, desmatamento,chuvas, poluição, e outros fatos ambientais são tratados pelos principais jornais de circulação nacional no ano de 2007: Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo e O Globo. A pesquisa investigou como as ocorrências ambientais que chegaram às manchetes contribuíram para o agendamento da temática, de que maneira se deu esse agendamento e que valores-notícia estão associados a essa cobertura. O estudo apóia- se nas teorias e metodologias do newsmaking. Buscamos observar também as constituições de sentido sobre a atual crise ambiental que se tornaram irrevogavelmente inscritas na agenda pública do mundo inteiro e de que maneira, Jornalismo e Ambientalismo caminham juntos na construção de uma consciência ecológica
5

Fatores condicionantes para o uso em larga escala das tecnologias de captura e armazenamento geológico de dióxido de carbono no Brasil e sua aplicação no estado da Bahia

Câmara, George Augusto Batista 01 December 2012 (has links)
Submitted by LIVIA FREITAS (livia.freitas@ufba.br) on 2013-12-09T13:52:14Z No. of bitstreams: 1 Tese George Câmara - revisada após a banca.pdf: 6794604 bytes, checksum: 57727d56f37fef4ce9ff7f10e96b38bb (MD5) / Approved for entry into archive by LIVIA FREITAS (livia.freitas@ufba.br) on 2013-12-09T13:52:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Tese George Câmara - revisada após a banca.pdf: 6794604 bytes, checksum: 57727d56f37fef4ce9ff7f10e96b38bb (MD5) / Made available in DSpace on 2013-12-09T13:52:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tese George Câmara - revisada após a banca.pdf: 6794604 bytes, checksum: 57727d56f37fef4ce9ff7f10e96b38bb (MD5) / A necessidade de ações mundiais direcionadas ao combate do aquecimento global, decorrente das emissões antrópicas de Gases de Efeito Estufa (GEE), tem movimentado tanto o setor público quanto o setor privado. A falta de iniciativas ou até mesmo a excessiva cautela nestas ações de combate podem ter um preço muito alto para as futuras gerações. A tecnologia de Captura e Armazenamento do Dióxido de Carbono (CCS) em Reservatórios Geológicos é apontada, a curto e médio prazo, como uma das principais ações de mitigação de GEE. Este trabalho tem como objetivo analisar os fatores condicionantes para o uso em larga escala das tecnologias de CCS no Brasil e sua aplicação no Estado da Bahia. Para isso, teve como estratégia metodológica: a pesquisa exploratória e a revisão da literatura relacionada com o tema, a coleta de dados secundários, via análise de documentos dos atores chaves envolvidos, e a coleta de dados primários, via entrevistas com experts, visita a centros de referência das tecnologias de CCS e participação de fóruns voltados para o tema. Em suporte à pesquisa foi realizado um estágio acadêmico de seis (06) meses numa instituição no Japão, para acompanhar os desenvolvimentos das tecnologias de CCS naquele país. Foram analisados os principais fatores condicionantes para o uso em larga escala das tecnologias de CCS no Brasil, em particular no Estado da Bahia, e realizado o estudo de caso para a aplicação das tecnologias de CCS na região do recôncavo baiano, tendo como base os dados oriundos de um estudo realizado pela empresa Petrobras, fornecidos para esta pesquisa. Além disso, são apresentadas propostas para minimizar os riscos de insucesso no uso em larga escala das tecnologias de CCS no Brasil como a realização de projetos pilotos em captura, transporte, injeção e monitoramento do armazenamento geológico do CO2; a definição de uma autoridade competente para conduzir as questões das tecnologias de CCS no Brasil; a elaboração de uma lei específica para as tecnologias de CCS no Brasil; a participação mais ativa do setor público, por meio de políticas claras para o incentivo ao uso em larga escala das tecnologias de CCS; a criação e utilização de instrumentos financeiros como fundos ou o mercado de crédito de carbono voltados para as tecnologias de CCS; o maior domínio das tecnologias de CCS pelo Brasil como questão estratégica para o setor privado e setor público; a definição conceitual das tecnologias de CCS como item crítico para o entendimento dessas tecnologias e por consequência a definição do marco regulatório de tais tecnologias no Brasil, e; a definição e estabelecimento de indicadores voltados para as tecnologias de CCS no Brasil, em particular no Estado da Bahia. Este trabalho tem como principal contribuição para a literatura o estabelecimento de indicadores e a apresentação de propostas para a minimização dos riscos de insucesso de projetos das tecnologias de CCS no Brasil. Esta contribuição se faz importante a partir do momento em que essa discussão é ainda incipiente em países desenvolvidos e inexistente em países em desenvolvimento. Por isso ela coopera para a apresentação dos fatores condicionantes relacionados com o uso em larga escala das tecnologias de CCS no Brasil. Como principais resultados o trabalho destaca que os fatores tecnológicos não são um empecílio para o uso em larga escala das tecnologias de CCS na 1 Bahia, em contrapartida, os fatores políticos, estratégicos e econômicos são os mais críticos, tendo no setor público o principal obstáculo para o uso em larga escala do CCS. Sendo assim, conclui-se que as tecnologias de CCS são possíveis de implantação no Estado da Bahia, entretanto, a falta de interesse, participação e organização do setor público, no seu uso em larga, escala impede o avanço de tais tecnologias no Estado e, por consequência no País.
6

Mitigação das emissões de gases de efeito estufa por sistemas conservacionistas de manejo de solo / Greenhouse gas mitigation in soil conservation management systems

Escobar, Luisa Fernanda January 2011 (has links)
Sistemas conservacionistas de manejo do solo podem representar uma importante estratégia mitigadora das emissões de gases de efeito estufa (GEE) do solo. A presente pesquisa foi realizada em experimento de longa duração (24 anos) em Argissolo Vermelho, e teve como objetivo avaliar o potencial de sistemas conservacionistas de manejo de solo em mitigar as emissões de GEE sob as condições de clima subtropical da Depressão Central do Rio Grande do Sul. Emissões de óxido nitroso (N2O) e metano (CH4) foram avaliadas em sistemas de preparo do solo (convencional-PC e plantio direto-PD) e de cultura (aveia/milho e ervilhaca/milho) no período pós-manejo das plantas de cobertura de inverno (2009/10 e 2010/11) e no período de um ano agrícola (2009/10). Amostras de ar foram coletadas utilizando o método da câmara estática, e a concentração dos gases analisada por cromatografia gasosa. Os teores de nitrogênio (N) mineral e carbono orgânico dissolvido (COD), atividade biológica, temperatura e umidade do solo foram monitorados durante o período de avaliação. O potencial de aquecimento global (PAG) dos sistemas de manejo no ano agrícola 2009/10 foi calculado considerando as emissões de N2O e CH4, a taxa de retenção de carbono (C) no solo e os custos em C-CO2 das atividades e insumos agrícolas. As emissões de N2O do solo no período pósmanejo das plantas de cobertura de inverno foram maiores sob PC. No entanto, esse efeito só foi verificado em ano chuvoso quando ocorreu atraso na semeadura do milho em sucessão. As emissões de N2O estiveram relacionadas positivamente com o teor de nitrato (NO3 -), porosidade preenchida por água (PPA), temperatura do solo e com a atividade biológica. No período posterior ao pós-manejo, o efeito dos sistemas de cultura no estoque de N do solo comandou as emissões de N2O. O solo comportou-se como dreno de CH4, sendo essa característica mais evidente sob PD do que sob PC e inversamente relacionada com a precipitação acumulada nos três dias antes da coleta do gás. Os sistemas sob PD apresentaram PAG inferior aos sistemas sob PC. O PD com inclusão de leguminosas como plantas de cobertura é sugerido como um sistema com características de alta produtividade capaz de mitigar as emissões de GEE. / Soil conservation management systems are an important strategy for greenhouse gas mitigation. This research was performed in a long-term experiment (24 years) in an Acrisol, and aimed to evaluate conservation soil management systems' potential to mitigate greenhouse gas (GHG) emissions in Southern Brazil. Soil nitrous oxide (N2O) and methane (CH4) emissions were evaluated under tillage (conventional-CT and no-tillage-NT) and cropping systems (oat/maize and vetch/maize) in the period after winter cover crop management (post-management) (2009/10 and 2010/11) and on annual basis (2009/10). Air sampling was performed using static closed chambers and gas concentrations were analyzed by gas chromatography. Simultaneously to air sampling, soil was evaluated regarding to mineral N, dissolved organic C contents, biological activity, temperature and moisture. Net global warming potential (GWP) for the management systems was calculated by accounting the annual N2O and CH4 fluxes, annual C retention rates and the C costs of agronomic inputs. Soil N2O emissions in the post-management period were higher under CT. However, this effect was only observed in years when there was rain-delayed corn sowing in succession to winter cover crops. N2O emissions were positively related to nitrate, water-filled pore space, soil temperature and biological activity. The effect of cropping system on total soil N stocks controlled N2O emissions in the period after the post-management. Soil was a small sink for atmospheric CH4. Soil capacity to take up CH4 tended to be higher in NT than CT and was inversely related with rainfall three days prior to air sampling. NT systems decreased GWP relative to CT practices. NT legumebased cropping system was considered the most promising management regime for simultaneously achieving maximal yield and GHG mitigation.
7

Avaliação do potencial de aquecimento global do arroz branco, integral, parboilizado e parboilizado integral obtidos em sistemas de cultivo mínimo e orgânico

Nunes, Flávia Aparecida January 2015 (has links)
A segurança alimentar e alterações climáticas são dois dos mais prementes desafios que a humanidade enfrenta neste século. A agricultura é a maior fonte de emissões de gases de efeito estufa (GEE), portanto, alterações nas práticas agrícolas tem um considerável efeito no aquecimento global. A metodologia da Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) tem sido utilizada no setor agroalimentar com o propósito de identificar oportunidades para melhorar o desempenho ambiental de produtos em vários pontos do seu ciclo de vida. Este estudo modelou o Potencial de Aquecimento Global (PAG) da produção do arroz branco, integral, parboilizado e parboilizado integral obtidos através de dois sistemas de cultivo: mínimo (MT) e orgânico (OR), sendo os resultados comparados por três diferentes métodos de Avaliação do Impacto do Ciclo de Vida (AICV): o Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC 2013), o Center of Environmental Science (CML 2001) e o Environmental Design of Industrial Products (EDIP 2003). Com uma unidade funcional de 1 kg de proteína, ao considerar apenas as etapas de cultivo, secagem e beneficiamento, a pesquisa demonstrou que arroz branco sob sistema de cultivo mínimo (MTW) apresentou maior PAG (32,50 kg CO2-eq/kg de proteína), enquanto que o arroz integral sob sistema de cultivo orgânico (ORB) foi o menor, (18,80 kg CO2-eq/kg de proteína). O arroz integral sob o sistema de cultivo mínimo (MTB) e o arroz branco sob sistema de cultivo orgânico (ORW) contribuíram com 30,10 kg CO2-eq/kg de proteína e 26,10 CO2-eq/kg de proteína, respectivamente. O arroz parboilizado sob sistema de cultivo mínimo (MTWP) também apresentou valor acentuado de 25,87 kg CO2-eq/kg de proteína, seguido pelo arroz parboilizado integral sob sistema mínimo (MTBP) 24,12 kg CO2-eq/kg de proteína. O sistema orgânico demonstrou menores valores, 18,27 kg CO2-eq/kg de proteína para o parboilizado (ORWP) e 17,52 kg CO2-eq/kg de proteína para o parboilizado integral (ORBP). Em síntese, o cultivo foi o hotspot do ciclo para todas as quatro formas de beneficiamento do arroz analisadas. A fase de desenvolvimento da planta e a entrada de fertilizantes contribuíram para a obtenção de maior percentual de emissão de GEE. De forma geral, os diferente métodos utilizados apresentaram resultados similares entre si, entretanto o IPCC 2013 e o EDIP 2003 foram considerados mais consistentes, uma vez que são geridos pelo Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima, um dos modelos mais robustos cientificamente. Mediante o exposto, é possível propor mudanças nos padrões de produção e consumo do arroz como formas de mitigação dos problemas ambientais, e simultaneamente sugerir análises similares para outras cadeias produtivas dentro da alimentação. / Food security and climate change are two of the most pressing challenges facing humanity in this century. Agriculture is the major source of greenhouse gas (GHG) emissions, thus changes in agricultural practices might have a significant effect on global warming. Life Cycle Assessment (LCA) methodology has been used in the agrifood sector in order to identify opportunities to improve the environmental performance of products at various points of their life cycle. In this study we modeled the Global Warming Potential (GWP) of white rice, brown rice, parboiled, and parboiled brown rice produced obtained by two systems: the minimal tillage (traditional) and organic farming. The results were compared by three different methods of Life Cycle Impact Assessment (LCIA): the IPCC 2013, the CML 2001 and the EDIP 2003. With a functional unit of 1 kg of protein, considering only the stages of cultivation, drying and processing, the research has shown that white rice under minimum tillage system (MTW) showed higher GWP, of 32.50 kg CO2-eq/kg of protein, whereas the organic rice system (ORB) was the lowest, showing emissions of 18.80 kg CO2-eq/kg of protein. Brown rice under minimal tillage system (MTB) and white rice under organic cultivation system (ORW) contributed 30.10 kg CO2-eq/kg of protein and 26.10 CO2-eq/kg of protein, respectively. The parboiled rice under minimal tillage system (MTWP) also presented a large value, 25.87 kg CO2-eq/kg of protein, followed by the brown parboiled rice under minimum system (MTBP), 24.12 kg CO2-eq/kg of protein. The organic system showed lower values: 18.27 kg CO2-eq/kg of protein for parboiled (ORWP) and 17.52 kg CO2-eq/kg of protein for the parboiled brown rice (ORBP). In short, the cultivation was the cycle hotspot for all four forms of rice processing analyzed. The plant development stage and the fertilizer input contributed for the larger percentage of GHG emission. Generally, the methods showed similar results, but we considered the IPCC 2013 and EDIP 2003 as more consistent in the results because they are managed by the Intergovernmental Panel on Climate Change, one of the most scientifically robust models. As a result, it is possible to suggest changes in the production system and consumption profiles of rice as way to environmental mitigations, while proposing similar analyses for other agriproducts in the food industry.
8

Cenários de Mudanças Climáticas para a América do Sul: Impacto no Zoneamento Agroclimático da Cana-de-açúcar

CASTRO, F. S. 25 February 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T15:36:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_6625_Fabio Silveira Castro.pdf: 3800110 bytes, checksum: d2a8afdf2cc016a3adac0a900297bfd8 (MD5) Previous issue date: 2014-02-25 / O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) através do seu Quarto Relatório de Avaliação das Mudanças Climáticas Globais (IPCC-AR4), publicado em 2007, atribui as emissões de gases de efeito estufa como a principal causa do aumento médio das temperaturas e alerta para uma elevação entre 1,8 ºC e 6,4 ºC até 2100, podendo modificar assim a aptidão climática para as culturas agrícolas em diversas regiões do planeta. Diante disso, existe a necessidade de substituição dos combustíveis fósseis por fontes renováveis e limpas de energia, como o etanol. A cana-de-açúcar apresenta-se, portanto, como uma cultura estratégica na produção do etanol. O presente trabalho teve como objetivos: 1) avaliar o desempenho dos Modelos Climáticos Globais (MCGs) do IPCC-AR4 na simulação de dados climáticos de temperatura do ar e precipitação pluviométrica para o período anual e mensal; 2) elaborar o zoneamento agroclimático da cana-de-açúcar para a América do Sul considerando o clima referência e o futuro para as décadas de 2020, 2050 e 2080 em função do cenário de emissão A1B considerado pessimista e que usa um equilíbrio entre todas as fontes de energia. Para a avaliação do desempenho dos MCGs, foram utilizados dados climáticos médios mensais observados de precipitação e temperatura do ar provenientes do Climatic Research Unit (CRU) e dados simulados oriundos dos 22 MCGs do IPCC (cenário 20c3m) compreendidos entre o período de 1961-1990, além do Multimodel (ensemble) MM que é a média da combinação dos dados de todos os modelos. O desempenho dos MCGs foi avaliado pelos índices estatísticos: desvio padrão, correlação, raiz quadrada da média do quadrado das diferenças centralizadas e o bias dos dados simulados com os observados, que foram representados no diagrama de Taylor. Para a etapa da elaboração do zoneamento agroclimático procedeu-se o cálculo dos balanços hídricos (referência e futuros) da cultura, pelo método de Thornthwaite & Mather (1955). Para o cenário referência, utilizaram-se dados das médias mensais da precipitação e temperatura provenientes do CRU, enquanto que para as projeções futuras, dados provenientes das anomalias do Multimodel (ensemble) MM para as décadas de 2020, 2050 e 2080, que foram ajustados, obtendo-se assim as projeções futuras para cada período analisado. Baseado nos mapas temáticos reclassificados de deficiência hídrica anual, temperatura média anual, excedente hídrico anual e no índice de satisfação das necessidades de água (ISNA), realizou-se uma sobreposição dessas informações obtendo assim, os mapas finais do zoneamento agroclimático da cana-de-açúcar. Posteriormente ao zoneamento, realizou-se a análise das transições (ganhos, perdas e persistências) entre as classes de aptidão climática da cultura. Os resultados mostram que o Multimodel (ensemble) MM para o período mensal apresenta o melhor desempenho entre os modelos analisados. As áreas inaptas correspondem a maior parte da América do Sul e uma expressiva transição entre as classes de aptidão climática da cultura. PALAVRAS-CHAVE: Aquecimento global. Diagrama de Taylor. Balanço hídrico da cultura. Zoneamento agroclimático. Matriz de transição. Cana-de-açúcar
9

Mitigação das emissões de gases de efeito estufa por sistemas conservacionistas de manejo de solo / Greenhouse gas mitigation in soil conservation management systems

Escobar, Luisa Fernanda January 2011 (has links)
Sistemas conservacionistas de manejo do solo podem representar uma importante estratégia mitigadora das emissões de gases de efeito estufa (GEE) do solo. A presente pesquisa foi realizada em experimento de longa duração (24 anos) em Argissolo Vermelho, e teve como objetivo avaliar o potencial de sistemas conservacionistas de manejo de solo em mitigar as emissões de GEE sob as condições de clima subtropical da Depressão Central do Rio Grande do Sul. Emissões de óxido nitroso (N2O) e metano (CH4) foram avaliadas em sistemas de preparo do solo (convencional-PC e plantio direto-PD) e de cultura (aveia/milho e ervilhaca/milho) no período pós-manejo das plantas de cobertura de inverno (2009/10 e 2010/11) e no período de um ano agrícola (2009/10). Amostras de ar foram coletadas utilizando o método da câmara estática, e a concentração dos gases analisada por cromatografia gasosa. Os teores de nitrogênio (N) mineral e carbono orgânico dissolvido (COD), atividade biológica, temperatura e umidade do solo foram monitorados durante o período de avaliação. O potencial de aquecimento global (PAG) dos sistemas de manejo no ano agrícola 2009/10 foi calculado considerando as emissões de N2O e CH4, a taxa de retenção de carbono (C) no solo e os custos em C-CO2 das atividades e insumos agrícolas. As emissões de N2O do solo no período pósmanejo das plantas de cobertura de inverno foram maiores sob PC. No entanto, esse efeito só foi verificado em ano chuvoso quando ocorreu atraso na semeadura do milho em sucessão. As emissões de N2O estiveram relacionadas positivamente com o teor de nitrato (NO3 -), porosidade preenchida por água (PPA), temperatura do solo e com a atividade biológica. No período posterior ao pós-manejo, o efeito dos sistemas de cultura no estoque de N do solo comandou as emissões de N2O. O solo comportou-se como dreno de CH4, sendo essa característica mais evidente sob PD do que sob PC e inversamente relacionada com a precipitação acumulada nos três dias antes da coleta do gás. Os sistemas sob PD apresentaram PAG inferior aos sistemas sob PC. O PD com inclusão de leguminosas como plantas de cobertura é sugerido como um sistema com características de alta produtividade capaz de mitigar as emissões de GEE. / Soil conservation management systems are an important strategy for greenhouse gas mitigation. This research was performed in a long-term experiment (24 years) in an Acrisol, and aimed to evaluate conservation soil management systems' potential to mitigate greenhouse gas (GHG) emissions in Southern Brazil. Soil nitrous oxide (N2O) and methane (CH4) emissions were evaluated under tillage (conventional-CT and no-tillage-NT) and cropping systems (oat/maize and vetch/maize) in the period after winter cover crop management (post-management) (2009/10 and 2010/11) and on annual basis (2009/10). Air sampling was performed using static closed chambers and gas concentrations were analyzed by gas chromatography. Simultaneously to air sampling, soil was evaluated regarding to mineral N, dissolved organic C contents, biological activity, temperature and moisture. Net global warming potential (GWP) for the management systems was calculated by accounting the annual N2O and CH4 fluxes, annual C retention rates and the C costs of agronomic inputs. Soil N2O emissions in the post-management period were higher under CT. However, this effect was only observed in years when there was rain-delayed corn sowing in succession to winter cover crops. N2O emissions were positively related to nitrate, water-filled pore space, soil temperature and biological activity. The effect of cropping system on total soil N stocks controlled N2O emissions in the period after the post-management. Soil was a small sink for atmospheric CH4. Soil capacity to take up CH4 tended to be higher in NT than CT and was inversely related with rainfall three days prior to air sampling. NT systems decreased GWP relative to CT practices. NT legumebased cropping system was considered the most promising management regime for simultaneously achieving maximal yield and GHG mitigation.
10

Carbonatação de basalto para armazenamento de carbono

Silva, Patricia Carneiro da January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:53:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000418058-Texto+Completo-0.pdf: 3636918 bytes, checksum: 2b00cb491e02e92aa17fc30e609e7d50 (MD5) Previous issue date: 2009 / Climatic changes that occurred in recent years as temperature records, hurricanes and tornados are consequence of what we call global warming, that are caused by high gases concentration, mainly CO2 and CH4, which are resultant of the fossil fuel burning, industrial processes and others. To break the catastrophic forecasts entire world scientists are searching solutions to stabilize and to lower these gases concentrations. One of the alternatives is the carbon capture and storage. This work describes the use of basalt that is a wide found rock in the south of Brazil that possesss in its chemical composition high concentrations of calcium, iron and magnesium oxides, composites that can be carbonated by CO2. It was made a crossing of maps of areas with high emissions of pollutant and areas that are Basalt rich aiming the carbon storage, as well as direct and indirect methods of mineral carbonation of the samples extracted from the selected area. The indirect carbonation consisted of the leaching of basalt samples with HCl in a concentration of 4M and posterior carbonation by CO2. Atomic absorption analyses showed that 17. 76% of magnesium and 14. 29% of calcium was leached, and 93. 85% of magnesium and 97. 06% of calcium were carbonated. The analysis of SEM-EDS showed the formation of carbonate precipitates in the sample after the indirect carbonation reaction. / As mudanças climáticas ocorridas nos últimos anos como os recordes de temperatura, furacões e tornados são conseqüência do que chamamos aquecimento global, que é causado, principalmente, pela alta concentração de gases, principalmente de CO2, CH4 que são gases resultantes da queima de combustíveis fósseis, processos industriais e outros. Para frear as previsões catastróficas, cientistas do mundo inteiro buscam soluções para estabilizar e baixar as concentrações desses gases. Uma das alternativas é a captura e armazenamento de carbono. Este trabalho descreve o uso do basalto, que é uma rocha largamente encontrada no Sul do Brasil e possui em sua composição química óxidos de cálcio, ferro e magnésio, passíveis de carbonatação por CO2. Foi realizado o cruzamento de mapas com áreas com alta emissão de poluente e com área rica em Basalto para fins de armazenamento de carbono, assim como métodos de carbonatação mineral direta e indireta de amostras de basalto coletadas da área selecionada. A carbonatação indireta consistiu na lixiviação das amostras de basalto com HCl em concentração de 4M e posterior etapa de carbonatação através de corrente CO2 gasoso. Por análise de absorção atômica chegou-se a um percentual de 17,76% de magnésio e 14,29% de cálcio lixiviado. Na reação de carbonatação obteve-se 93,85% de magnésio carbonatado e 97,06% de cálcio carbonatado. As análises de MEV-EDS mostraram a formação dos precipitados de carbonatos na amostra após a reação de carbonatação indireta.

Page generated in 0.0176 seconds