• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 952
  • 19
  • 19
  • 18
  • 17
  • 16
  • 11
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 993
  • 556
  • 246
  • 230
  • 206
  • 168
  • 165
  • 157
  • 151
  • 149
  • 148
  • 132
  • 110
  • 106
  • 95
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Gravidez na adolescência : perfil das adolescentes do ensino técnico integrado ao médio da escola técnica Sylvio de Mattos Carvalho - Matão - SP /

Silva, Priscila Marconato da January 2020 (has links)
Orientador: Débora Raquel da Costa Milani / Resumo: Estudo com abordagem quantitativa que teve como objetivo investigar a percepção das adolescentes referente à gravidez na adolescência. Participaram 81 adolescentes do sexo feminino com idade entre 14 e 18 anos do curso ETIM/ ETEC com habilitação profissional em informática. A coleta de dados foi realizada por meio de um questionário autoaplicável com 28 questões em novembro de 2018. As seguintes categorias emergiram da análise e interpretação: Não ocorrência de gravidez entre as adolescentes. Comprovação de que a frequência escolar e a renda familiar são fatores de prevenção de gravidez precoce. Precocidade de iniciação sexual. A primeira relação foi planejada, prazerosa e o parceiro mantinha vínculo amoroso com a adolescente. As adolescentes consideram-se informadas sobre sexualidade e buscam os mesmos sujeitos como fonte de informação e interlocução. A maioria das adolescentes conhecem os métodos contraceptivos (98,8%), entretanto entre aquelas que já iniciaram a vida sexual apenas 42% os utilizam. Os métodos mais conhecidos foram a pílula anticoncepcional de uso diário, a camisinha masculina e feminina. A responsabilidade pela prevenção da gravidez cabe tanto aos meninos como às meninas em 85,2% e somente as meninas em 14,8%. Pensamento mágico de que não aconteceria uma gravidez foi o motivo mais relatado como causa de uma gravidez não-planejada; em segundo lugar: vergonha de pedir ao parceiro para usar camisinha; em terceiro: desconhecimento de métodos contraceptivos (1,2... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Study with a quantitative approach that had as objective to investigate the perception of adolescentes regarding pregnancy. Eighty one female teenagers aged between 14 to 18 years from ETIM/ETEC with computer skills take part of the sample. The data collect was performed through a self administered questionaire with 28 questions on ,November, 2018. The following descriptive categories emerged from the analysis and interpretation: No pregnancy ocurrence among the teenagers. Proof that school attendance and family income are factors that prevent early pregnancy. Sexual iniciation precocity. The first sexual relationship was planned, pleasurable and the partner has a love affair with the teenager. Teenagers consider themselves informed about sexuality and look for the same subjects as a source of information and interlocution. Most of the teenagers know the contraceptive methods (98,8%), however among those who had already started the sex life only 42% use them. The most known contraceptive methods are contraceptive pill for daily use, male and female condoms. The responsability of preventing pregnancy rest both boys and girls in 85,2% and only to girls in 14,8%. Marginal thinking that a pregnancy wouldn’t happen was the most related reason of unplanned pregnancy, in second place: shame to ask partner to use condom; in third place: don’t know contraceptive methods (1,2%); in fourth place: didn’t expect to have sex at that moment. Desire to get pregnant and solving financial prob... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
2

A adolescência escrita em Marcel Proust, Clarice Lispector e Anne Hérbert

de Andrade Lima, Flávia January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:37:25Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8272_1.pdf: 1958047 bytes, checksum: f2f292dce126cd314450699d2a8e5822 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2004 / Vivemos, já há algumas décadas, o reconhecimento da adolescência como a idade onde acontecem as maiores mudanças da personalidade e a definição de boa parte dos traços característicos da identidade de cada um. Porém, aliado a esta consciência da importância da adolescência, cultuamos a certeza de ser esta a fase de maiores dilemas na vida do ser humano. Então, rotulamos nossos jovens de aborrescentes e imaginamos esta fase como a única barreira a ser transposta por eles e pelos pais, como se somente na puberdade surgissem problemas existenciais. Muitas vezes esquecemos que uma infância mal vivida ou problemática é anúncio de uma juventude pervertida, e, sucessivamente, uma juventude mal resolvida compromete a maturidade. Enxergamos nos adolescentes muito mais os pontos negativos, chegando a ser comum, quando os adolescentes fogem ao padrão, falarmos com surpresa, e até com certa ironia, que nem parecem estar naquela idade! Diante dessa marginalização dos adolescentes na vida real, resolvemos refletir como é descrita esta fase na ficção. Seriam os jovens personagens da ficção também vítimas dos rótulos de que são taxados os personagens reais? Quais os valores que sustentam a personalidade desses personagens? Neste trabalho nos propomos a encontrar os valores que permeiam esses personagens. Primeiro, analisaremos teoricamente como os valores podem ser inseridos numa obra literária. Depois, traçaremos um perfil psicológico de três figuras adolescentes femininas (pois, acreditamos que a adolescência feminina e a masculina têm diferenças marcantes), em três autores: Marcel Proust, Clarice Lispector e Anne Hébert. E, por fim, concluiremos traçando um paralelo entre os personagens ficcionais e os reais no que se refere aos valores que projetam a imagem da adolescência nos seus universos respectivos. Acreditando que a literatura influencia o leitor, privilegiamos uma reflexão pessoal sobre a possível poeticidade de uma idade tão conturbada, que a todos assusta. Desfazendo o mito de que tudo na adolescência é problemático, buscaremos a raiz das reações dos jovens no processo de passagem, onde as perdas e os ganhos modelam a personalidade do futuro adulto
3

Adolescencia, modalidade relacionais e utilização psicofarmacos

Silva, Alitta Guimarães Costa Reis 16 July 2018 (has links)
Orientador : Joel Sales Giglio / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-16T10:26:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Silva_AlittaGuimaraesCostaReis_M.pdf: 7704524 bytes, checksum: 7ef4cdccc07ad5b7ed7295b58df9a85b (MD5) Previous issue date: 1988 / Resumo: Em um referencial dinâmico, são revistas as conceituações de adolescência, modalidades relacionais e psicofármacos. São apresentados os resultados de uma pesquisa com a participação de 31 pacientes adolescentes, de 10 a 19 anos, atendidos nos ambulatórios de Psiquiatria da FCM-UNICAMP, e entrevistados em três ocasiões diferentes para a obtenção de registros da história clínica, dados sobre medicação, aplicação de escalas (Gohram e Sherman, Stotsky-Weinberg, Impressão Clínica Global CGI). É enfatizada a importância do reconhecimento das modalidades relacionais apresentadas por adolescentes no contexto terapêutico, com relação às formas de utilização e reações ao uso de psicofármacos. Em anexo sao apresentados os resultados de uma pesquisa das atitudes de 300 adolescentes, cursando o 1º e 2º graus de ensino, com relação a medicamentos em geral e a psicofármacos em especial, observadas através da aplicação de dois questionários, e que permitem correlacionar crenças e influências socioculturais ao uso de pSicofármacos por adolescentes / Abstract: Not informed / Mestrado / Mestre em Medicina
4

Relações familiares, adolescencia, genero e representações sociais de adolescentes

Amaral, Celia Chaves Gurgel do 11 September 1997 (has links)
Orientador: Salvador Antonio Mireles Sandoval / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação / Made available in DSpace on 2018-07-23T00:59:25Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Amaral_CeliaChavesGurgeldo_D.pdf: 24604710 bytes, checksum: ebcbf675c87e563706cb8fc918a4cad0 (MD5) Previous issue date: 1997 / Resumo: Este estudo trata sobre as representações sociais de adolescentes, em suas relações familiares e em referência à sua idade, que lhes dão a noção do ser homem e do ser mulher. Assim, o estudo foi orientado pela seguinte questão: Quais são e como se constituem as representações sociais de gênero de adolescentes entre 14 e 1 7 anos no contexto do cotidiano familiar e enquanto integrantes de uma determinada categoria de idade, a adolescência? Aspectos de suas relações familiares assim como aspectos referentes à adolescência, constituíram o recorte dado para compreender o processo de construção de suas representações sociais de gênero. Foram utilizados seis instrumentos para a pesquisa empírica: formulário sobre a situação familiar, entrevista semi-aberta com uso de gravador, redações, desenho, reuniões de dinâmicas de grupo e sessões de grupos focais. Os variados instrumentos de pesquisa possibilitaram aprofundar o problema e o cruzamento dos dados. O grupo de informantes da pesquisa compreendeu vinte e seis meninas e dezesseis meninos, cuja participação atendeu à um convite dirigido a mais de cem adolescentes de ambos os sexos. Assim, o estudo tentou priorizar aspectos qualitativos mas aspectos quantitativos também foram preservados uma vez que o universo considerado foi de adolescentes pertencentes ao primeiro ano do segundo grau de uma escola privada na cidade de Campinas, São Paulo. Gênero apareceu como elemento de ancoragem presente em todas as representações sociais dos indivíduos ao mesmo tempo que, ele próprio, detém significados diferenciais sobre o ser homem e o ser mulher, o. ser masculino e o ser feminina. Se gênero foi considerado como elemento de ancoragem nos estudos das representações sociais foi porque isto foi indicado nas relações familiares dos adolescentes e em suas relações com outros adolescentes. O estudo incluiu, portanto, aspectos substantivos do seu cotidiano familiar, de seu processo adolescente e como gênero aí aparece constituindo substantivas representações sociais que daí derivam / Abstract: This study focuses on the social representations of adolescents in terms of their farnily relations and in reference to their age, aspects which provide them with the notion of being a man or a woman. ln this regard the study was guided by the following question: which social representations about gender are constructed by adolescent between 14 and 17 years of age within the context of their daily family lives and as part of deterrnined age category, adolescence. Aspects of farnily relations as well as aspects of adolescence constituted the lirnits given to the analysis of the process of construction of adolescents' social representation of gender. Six instruments were used for data collection: a questionnaire on farnily situation, taped serni-open interviews, a / Doutorado / Administração e Supervisão Educacional / Doutor em Educação
5

Influencia da idade materna e da idade ginecologica sobre os resultados maternos e noenatais da gravidez na adolescencia

Motta, Magda Loureiro 17 July 2018 (has links)
Orientador: João Luiz de Carvalho Pinto e Silva / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-17T09:39:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Motta_MagdaLoureiro_D.pdf: 2393341 bytes, checksum: f0e3f2c39c448e7995be64815b164444 (MD5) Previous issue date: 1993 / Resumo: Existem indícios, na literatura médica, de que a gravidez no extremo inferior da vida reprodutiva determina maiores riscos gestacionais e neonatais. Não está claro, entretanto, que a idade materna e a idade ginecológica baixas estejam associadas à piora do desempenho obstétrico, após controle de variáveis potencialmente confundidoras. Com o objetivo de estudar a possível influência da idade materna e da idade ginecológica sobre os resultados maternos e neonatais, incluíram-se no estudo mulheres até 16 anos de idade, primigestas, que freqüentaram no mínimo cinco consultas pré-natais, sem antecedentes mórbidos. Compararam-se os resultados maternos e neonatais de 462 gestantes com 16 anos ou menos, com os de outro grupo de 1.386 gestantes com idade entre 20 e 29 anos. Realizou-se análise múltipla por Regressão Logística, incluindo variáveis que pudessem confundir a associação entre idade da mãe e complicações maternas e neonatais. As gestantes adolescentes tiveram freqüência significativamente menor de rotura prematura de membranas. Adolescentes com idade ginecológica igual ou inferior a dois anos tiveram freqüência significativamente maior de cesariana por distocia de partes moles que gestantes adultas. Os resultados neonatais foram semelhantes entre os grupos. Na análise múltipla, houve associação entre idade materna de 16 anos ou menos com malformação fetal. De modo geral, adolescentes com 16 anos ou menos tiveram desempenho obstétrico comparável a mulheres de 20 a 29 anos e a idade ginecológica não se associou a nenhuma complicação da gravidez, de parto ou a intercorrências neonatais / Abstract: Medical literature has evidences that pregnancy in the extremely early reproductive life determines greater gestational and neonatal risks. However it is not clear whether maternal and gynecological ages are associated to worsening obstetrical performance, after controlling for potential confounding variables. Women up to 16 years of age, primigravidas, with at least five antenatal visits and without previous morbid history were included in this study to evaluate the possible influence of maternal and gynecological ages over maternal and neonatal outcome. Maternal and neonatal data from 462 patients at 16 years of age of less were compared to the data from 1386 patients at ages from 20 to 29 years. Multiple logistic regression analysis was performed including variables that could confound the association of maternal age to maternal and neonatal complications. Adolescent pregnant women had significantly lower frequency of premature rupture of membranes. Adolescents of a gynecological age of two years or less had higher frequency of cesarian section for soft tissue dystocia than the adult group. Both groups had similar neonatal results.Multiple regression analysis demonstrated positive association of maternal age of 16 years or less with fetal malformation. In general, adolescents at 16 years of age or less had an obstetrics outcome comparable to women at between 20 and 29 years of age, and gynecological age was not associated with any pregnancy or birth complication nor neonatal occurrences / Doutorado / Tocoginecologia / Doutor em Tocoginecologia
6

Inserção em Programas de Aprendizagem Profissional: Análise da Formação das Representações Sociais de Trabalho e de Trabalho na Adolescência a partir do Relato das Experiências de Adolescentes Aprendizes

SILVA, R. D. N. 09 June 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T23:42:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_5069_TESE_RENATA_DANIELLE_MOREIRA_SILVA.pdf: 2087448 bytes, checksum: 0503e0dba9667acb52f7b9a22d8c3521 (MD5) Previous issue date: 2014-06-09 / A inserção de adolescentes no mundo do trabalho é tema controverso. Pesquisas realizadas nas áreas das Ciências Humanas e da Saúde indicam que a inserção laboral precoce na adolescência pode ocasionar danos físicos e psicossociais principalmente quando o trabalho é realizado fora dos padrões legais prescritos. Adolescentes em situação de trabalho, todavia, atribuem significados positivos para a inserção laboral, associando‐a ao desenvolvimento da autonomia financeira, da responsabilidade, à construção da identidade ocupacional e de perspectivas de futuro. O objetivo desse trabalho foi identificar e analisar os significados e sentidos que adolescentes inseridos em programas de aprendizagem profissional (PAP) atribuem ao trabalho e à experiência de inserção laboral a partir da teoria das representações sociais. A pesquisa foi desenvolvida em duas etapas (E1 e E2), nas quais foi utilizada triangulação teórica, metodológica e analítica. E1 foi realizada sob o aporte da abordagem estrutural das representações sociais e investigou as evocações de 192 adolescentes (90 meninas e 102 meninos) relativas aos termos indutores: adolescência, trabalho, ser adolescente e trabalhar e programa de aprendizagem profissional, que foram analisadas com o auxílio do software EVOC‐2003. Os objetos evocados são parte de um sistema de representações sociais (RS) que organizam as práticas sociais relativas à inserção laboral. E2, orientada pela abordagem processual das RS, foi organizada a partir da realização de entrevistas semiestruturadas com 27 adolescentes (09 meninas e 18 meninos) com idades entre 14 e 17 anos em dois momentos do PAP: no início, quando os participantes estavam há quatro meses no programa e no final do PAP, entre 12 e 14 meses após o primeiro período de entrevistas. Os roteiros utilizados nas duas fases de entrevistas eram semelhantes e continham perguntas sobre as experiências no PAP, processo de inserção, rotina do adolescente, expectativas sobre o PAP, mudanças percebidas, e avaliação do programa. Na análise das entrevistas utilizou‐se o software ALCESTE e a técnica de análise de conteúdo. Nas duas etapas de pesquisa as RS hegemônicas de adolescência funcionam como pares antinômicos, cujos sentidos articulados dão origem às demais antinomias âncoras das RS emancipadas sobre a inserção laboral: a) autonomia versus dependência dos pais; b) experiência no mercado de trabalho versus inexperiência; c) ócio/risco versus rotina corrida e cansativa; d) mundo das drogas e do risco versus mercado de trabalho; e) parte teórica do PAP versus parte prática; f) adolescente aprendiz versus adolescente genérico. Dessa forma, o adolescente que trabalha no PAP se percebe a partir da positividade que a situação de trabalho incorpora na vivência da adolescência. O tempo de experiência laboral no PAP acrescentou novos sentidos às RS iniciais e também alterou a perspectiva de tempo (PT): os entrevistados abrem mão de questões importantes no presente (convívio com os pares, tempo de lazer, tempo de sono) em função de um futuro profissional. A PT é uma estratégia de autorregulação das práticas dos aprendizes, que aumenta a persistência do comportamento no tempo presente, e é conduzida pelas RS relacionadas à inserção laboral e à continuidade da vida profissional. Palavras‐chave: adolescência, inserção profissional na adolescência, programa de aprendizagem profissional, representações sociais, perspectiva de tempo, experiência.
7

Representação da gravidez e aborto na adolescencia : estudo de casos em São Luis do Maranhão

Paucar, Lilian Mery Olivera de 03 August 2018 (has links)
Orientador: Carlos Alberto Vidal França / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação / Made available in DSpace on 2018-08-03T18:44:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Paucar_LilianMeryOliverade_D.pdf: 441760 bytes, checksum: d875a6e3b672cc0b4807c025cd718efa (MD5) Previous issue date: 2003 / Doutorado
8

Liberdade assistida : pressupostos da legislação brasileira e a prática dos orientadores de medida socioeducativa /

Bombarda, Fernanda. January 2011 (has links)
Orientador: Leila Maria Ferreira Salles / Banca: Maria Isabel Nogueira Tuppy / Banca: Irandi Pereira / Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo geral analisar os fundamentos e pressupostos presentes na legislação a respeito de adolescentes autores de ato infracional e suas implicações na atuação dos profissionais que trabalham com adolescentes em cumprimento da medida socioeducativa de Liberdade Assistida. Para a concretização do objetivo proposto, inicialmente, fez-se levantamento das leis e políticas públicas que preveem a aplicação e execução da medida socioeducativa de Liberdade Assistida de 1927 até 2010. A partir desse levantamento, foram analisados os pressupostos que fundamentam a legislação sobre adolescentes autores de ato infracional, os significados e a importância atribuídos à escolarização e profissionalização nesse processo. Após análises legais e bibliográficas, realizamos o estudo em Projeto cujo objetivo é a execução da medida socioeducativa de Liberdade Assistida. Iniciamos com a análise dos Relatórios Demonstrativos do ano de 2010, os quais foram subdivididos nas seguintes categorias: número de adolescentes atendidos ao mês durante o ano de 2010; o nível de escolaridade dos adolescentes; a frequência escolar nas escolas regulares; a frequência a cursos profissionalizantes; o número de adolescentes empregados com ou sem vínculo empregatício. Em seguida, realizamos a entrevista semiestruturada com 3 (três) Orientadoras e a Coordenadora do Projeto em questão. Os dados foram analisados de acordo com as seguintes categorias: a atuação das Orientadoras de medida socioeducativa; a custódia do adolescente e as medidas socioeducativas; os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa e as explicações para cometer o ato infracional; a escolarização e profissionalização na fala das entrevistadas; as limitações e as propostas". Os estudos revelaram que... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: This research aims at analyzing the fundamentals and assumptions contained in the law of teenagers who have an infraction and its implications in the actions of professionals who work with adolescents in compliance by social-educational Freedom Assisted step. To achieve the proposed objective, initially, was made a survey of laws and public policies that foresee the implementation and enforcement of the socio-educational Assisted Freedom step from 1927 to 2010. From this survey, we analyzed the assumptions that substantiate the legislation about teenagers who have an offense, the meanings and importance attributed to education and vocational training in this process. After legal and literary analysis, we conducted the study in project whose goal is the implementation of the social-educational Freedom Assisted step. We began with analysis of demonstrative reports of 2010, which were subdivided into the following categories: number of adolescents treated each months during 2010; the level of education of these teenagers; school attendance in regular schools; the professionals courses attendence; the number of teenagers employed with or without employment link. Then, we performed semi-structured interviews with 3 (three) Advisors and Project Coordinator in question. The data were analyzed according to the following categories: the performance of Advisors of the social-educational step; custody of the teenager and socio-educational step; teenagers under the socio-educational fulfillment and the explanations about the offense; the education and vocational training in speech of the interviewees; the limitations and the proposals". Studies have shown that the laws have become over the years, as well as institutions for the care of children and teenagers. Based on these changes, we realized... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
9

Política de assistência social para adolescentes : o caso de Barretos-SP /

Paulon, Eliane Perpétua January 2003 (has links)
Orientador: Israild Giacometti Chinalli / Resumo: Este trabalho tem como objeto de estudo a política de assistência social para adolescentes no município de Barretos-SP frente às contradições impostas pelo ideário neoliberal. As políticas sociais são constituídas a partir do momento econômico, político e cultural vivido pela sociedade. Considerando as brutais transformações ocorridas no processo de acumulação capitalista a partir da década de 1970, bem como o avanço crescente do neoliberalismo, são evidentes os re-aranjos nas funções do Estado, principalmente no que diz respeito às políticas sociais, desencadeando assim alterações substanciais no seu modelo, conteúdo e abrangência. Esta pesquisa procura conhecer a efetivação dessa política social na cidade de Barretos e analisar sua correspondência com o Estatuto da Criança e do Adolescente e a Lei Orgânica da Assistência. Para tanto foi destacado seu processo de planejamento, considerando a formulação, financiamento, gestão e controle. Diante do reordenamento dado às políticas sociais pelo neoliberalismo tornando-as pontuais, fragmentadas e seletivas este estudo realiza uma análise de como esta vem se efetivando no cotidiano dos adolescentes e como os sujeitos responsáveis pela sua formulação, gestão, financiamento e controle vem direcionando este processo. Sendo assim este trabalho oferece uma pequena mostra do processo de implementação da política de assistência social para adolescentes no município de Barretos, ensejando oferecer elementos que ampliem as discussões sobre este tema. / Resumen: Este trabajo tiene como objeto de estudio la política de asistencia social para los adolescentes del municipio de Barretos-SP, en relación a las contradicciones impuestas por la ideología neoliberal. Las políticas sociales son constituidas a partir del momento económico, político y cultural vivido por la sociedad. Considerando las brutales transformaciones ocurridas en el proceso de acumulación capitalista, a partir de la década de 1970, como también el avanzo creciente del neoliberalismo, son evidentes las reordenaciones en las funciones del Estado, principalmente en lo que se refiere a las políticas sociales, desencadenando de este modo, alteraciones sustanciales en su modelo, contenido y alcance. Esta pesquisa procura conocer la efectivación de esa política social en la ciudad de Barretos y analisar sua correspondencia con el Estatuto del Niño y del Adolescente y la Ley Orgánica de la Asistencia. Para tal, ha sido destacado su proceso de planificación, considerando la formulación, financiación, gestión y control. Frente a la reorganización hecha en las políticas sociales por el neoliberalismo, volviéndolas punctuales, fragmentadas y selectivas, este estudio realiza un análisis de cómo esta política se está volviendo efectiva en el cotidiano de los adolescentes y como los responsables por su formulación, gestión y control están direccionando este proceso. De este modo, este trabajo ofrece una pequeña muestra del proceso de implementación de la política de asistencia social en el municipio de Barretos, objetivando ofrecer elementos que amplien las discusiones sobre el tema. / Mestre
10

O desenvolvimento da personalidade na adolescência e a educação escolar : aportes teóricos da psicologia histórico-cultural e da pedagogia histórico-crítica /

Anjos, Ricardo Eleutério dos. January 2017 (has links)
Orientador: Newton Duarte / Banca: Lígia Márcia Martins / Banca: Marilda Gonçalves Dias Facci / Banca: Francisco José Carvalho Mazzeu / Banca: Ângelo Antônio Abrantes / Resumo: A presente tese de doutoramento, a partir de uma pesquisa bibliográfica, une-se a outros trabalhos que contribuem para a edificação dos fundamentos psicológicos da pedagogia histórico-crítica, enfocando as contribuições da educação escolar para o desenvolvimento da personalidade na adolescência. A tese deste trabalho é a de que o papel da educação escolar, no desenvolvimento da personalidade do adolescente, gira em torno de dois aspectos. O primeiro deles é constituído pelo ensino e pela aprendizagem dos conhecimentos científicos, artísticos e filosóficos em suas formas mais ricas. O segundo é a relação entre o modelo adulto de ser humano e o ser em desenvolvimento, o adolescente. O primeiro aspecto carrega a ideia de que não é qualquer conteúdo que promove o desenvolvimento humano em suas máximas possibilidades e, no caso do segundo aspecto, trata-se do fato de que o adolescente necessita de um modelo adulto de ser humano para o desenvolvimento de sua personalidade. Com base no pressuposto de que o pensamento por conceitos é condição para a formação da concepção de mundo e da personalidade e, ao mesmo tempo, produto da apropriação das objetivações genéricas para si como a ciência, a arte e a filosofia, esta pesquisa destaca a importância da educação escolar de adolescentes no processo de formação da personalidade para si / Abstract: This doctoral thesis, based on a bibliographic research, unites with other studies that contribute to edify the psychological foundations of the Historical-Critical Pedagogy, focusing on the contributions that school education offers to the personality development in adolescence. The thesis of this study defends that the role of school education in the adolescent personality development is based on two aspects. The first one is composed by the teaching and learning of scientific, artistic and philosophical knowledge in their richest forms. The second one is the relation between the adult model of human being and the being in development, the adolescent. The first aspect carries the idea that not all contents promote human development in all its possibilities and the second aspect is the fact that the adolescent needs an adult model of human being to his personality development. Based on the presupposition that the thought by concepts is a condition for the construction of the world conception and the personality and, at the same time, a product of the appropriation of the generic objectivations for itself, as science, art and philosophy, this research emphasizes the importance of school education for adolescents in the process of forming the personality for itself / Doutor

Page generated in 0.0814 seconds