• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 514
  • 19
  • 18
  • 18
  • 18
  • 13
  • 8
  • 7
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 540
  • 540
  • 317
  • 125
  • 125
  • 125
  • 95
  • 93
  • 83
  • 63
  • 63
  • 62
  • 58
  • 58
  • 46
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Avaliação da reprodutibilidade na interpretação de imagens por ressonância magnética nuclear da articulação temporomandibular

Butzke, Karine Wagner January 2007 (has links)
Resumo não disponível.
12

Eficácia e segurança da Chresta martii na hipernocicepção inflamatória induzida por zymozan na articulação temporomandibular de ratos / Efficacy and safety of the chresta martii hypernociception induced inflammatory zymosan temporomandibular joint rats

Nobre, Christiane Aguiar January 2013 (has links)
NOBRE, C. G. Eficácia e segurança de chresta martii (dc.) H. Rob. na hipernocicepção inflamatória da articulação temporomandibular induzida por zymosan em ratos. 2013. 87 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2013. / Submitted by Djeanne Costa (djeannecosta@gmail.com) on 2016-10-24T13:01:59Z No. of bitstreams: 1 2013_dis_canobre.pdf: 1737648 bytes, checksum: 56dd8d497b5f9875fea936edd29570b2 (MD5) / Approved for entry into archive by Djeanne Costa (djeannecosta@gmail.com) on 2016-10-24T15:07:56Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_dis_canobre.pdf: 1737648 bytes, checksum: 56dd8d497b5f9875fea936edd29570b2 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-10-24T15:07:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_dis_canobre.pdf: 1737648 bytes, checksum: 56dd8d497b5f9875fea936edd29570b2 (MD5) Previous issue date: 2013 / The aim of the present study was to investigate the efficacy and safety of Chresta martii (DC.) H. Rob.(EHA) in the temporomandibular joint arthritis (TMJ) induced by Zymosan in rats by evaluating the possible role of nitric oxide and hemeoxygenase-1 (HO-1). Protocol 1: Male Wistar rats (160-220 g) were pretreated with EHA (100, 200 ou 400 mg/kg; per os) before the intra-articular injection (i.art.) of zymosan (2 mg) in the left TMJ. The Zymosan group (Zy) received saline (per os) 60 min prior to induction of arthritis. The Sham group received saline (i.art.). Indomethacin (5 mg/kg) was used as positive control. Von Frey test was used to evaluate the joint hypernociception (g) at 4 h after injection of Zy. At 6 hours after Zy injection, the animals were euthanized under anesthesia, and collected the joint lavage for total cell count, myeloperoxidase activity (MPO) and joint tissue for histopathological analysis (H&E). In another series of experiments the animals were pretreated with L-NAME (30 mg/kg; i.p.) or ZnPP-IX (3 mg/kg, s.c.). Protocol 2: To evaluate the systemic effects of chronic administration of EHA, Swiss mice (25-30 g) received once a day, 400 mg/kg (per os) for 14 days. Changes in body weight, wet weight of o liver , white blood cell count, biochemical parameters, and behavioral changes were determined. Controls received saline (per os). EHA 400 mg/kg (per os) increased (p < 0.05) joint hypernociception threshold, reduced the cell influx and MPO activity, when compared to Zy. EHA (400 mg/kg) reduced the cell influx in the synovial membranes. The analgesic effect of EHA occured in the presence of L-NAME, but was not observed when administered r ZnPP-IX. EHA (400 mg/kg )for 14 days did not alter the weight change, wet weight of liver. EHA (400 mg/kg did not affect the biochemical and hematological parameters in relation to the saline group. The anti-inflammatory and analgesic effect of EHA is multimodal, which do not act via NO, however depending on the integrity of the paths of HO-1 / Este trabalho teve por objetivo investigar a eficácia e segurança do extrato hidroalcóolico de Chresta martii (DC.) H. Rob.(EHA) na hipernocicepção inflamatória da articulação temporomandibular (ATM) induzida por Zymosan em ratos, avaliando o possível papel do óxido nítrico (NO) e hemeoxigenase-1 (HO-1). Protocolo1: Ratos Wistar machos (160-220 g) foram pré-tratados com EHA (100, 200 ou 400 mg/kg; per os) 60 min antes da injeção (intra-articular (i.art.) de Zymosan (2 mg) na ATM esquerda. O grupo Zymosan (Zy) recebeu salina (per os) 60 min antes da indução da artrite. O grupo Sham recebeu solução salina (i.art.) ; Indometacina (5 mg/ kg) foi usada como controle positivo. Teste do Von Frey foi utilizado para avaliar a hipernocicepção articular (g) na 4ª hora após injeção (i.art.) de Zy. Na 6ª hora após injeção (i.art.) Zy os animais foram eutanasiados, sob anestesia, e coletou-se o lavado sinovial para contagem total de células e dosagem da atividade de mieloperoxidase (MPO) e coletou-se o tecido articular para análise histopatológica (H&E). Em outra série de experimentos os animais foram pré tratados com L-NAME (30 mg/kg; i.p.) e ZnPP-IX (3 mg/kg, s.c.). Protocolo 2: Para avaliar a segurança da administração de EHA camundongos Swiss (25-30 g) receberam diariamente, uma vez ao dia, 400 mg/kg (per os) durante 14 dias. Variação ponderal, peso úmido do fígado, leucograma, parâmetros bioquímicos, e alterações comportamentais foram determinados. Controles receberam solução salina (per os). Resultados EHA (400 mg/kg; per os) aumentou (p < 0.05) o limiar de hipernocicepção articular, reduziu o influxo celular e a atividade de MPO, quando comparado ao grupo Zy. EHA (400 mg/kg; per os) reduziu o influxo celular nas membranas sinoviais. Esses resultados foram similares ao obtido com os compostos testados em ambas as doses. O efeito antinociceptivo de EHA ocorreu na presença de L-NAME, porém não foi observado quando se administrou ou ZnPP-IX. EHA 400 mg/kg durante 14 dias não alterou a variação ponderal, o peso úmido do fígado. EHA 400 mg/kg não modificou os parâmetros bioquímicos e hematológicos .O efeito antinociceptivo e anti-inflamatório de EHA é multimodal, não atuando pela via do NO, porém dependendo da integridade das vias do HO-1
13

Análise histológica do efeito do ácido zoledrônico na articulação temporomandibular : estudo experimental em ratos

Munaretto, Jessica Cerioli January 2015 (has links)
O ácido zoledrônico é um dos mais potentes inibidores da atividade osteclástica disponível no mercado e amplamente prescrito pela equipe médica. A compreensão dos efeitos adversos dos medicamentos é essencial para a escolha da indicação do fármaco, inclusive para esclarecimento ao paciente dos riscos implicados, e para a prevenção destes efeitos. Contudo, uma associação causal entre o fármaco e seu efeito adverso poderá ser observada muitos anos após sua liberação. A literatura revisada apresenta um escasso número de publicações sobre o efeito do ácido zoledrônico sobre a articulação temporomandibular. Desta forma, esta pesquisa busca investigar este possível efeito avaliando diferentes estruturas da articulação temporomandibular de ratos. O presente trabalho compreende dois artigos científicos. O primeiro teve como objetivo realizar uma revisão de literatura sobre o ácido zoledrônico com o objetivo de informar o cirurgião-dentista sobre as principais características do fármaco, indicações, contra indicações, efeitos adversos e biomarcadores. O segundo artigo descreve o experimento da avaliação do efeito deste medicamento na articulação temporomandibular de ratos. A metodologia empregada nessa pesquisa permite concluir que o ácido zoledrônico exerce efeito sobre as articulações temporomandibulares de ratos, resultando em aumento das camadas de maturação e hipertrófica, não alterando o número de condrócitos e diminuindo a quantidade de colágeno do tipo I.
14

Osteoartrose temporomandibular em crânios de brasileiros e portugueses de coleções históricas / Temporomandibular osteoarthritis skulls of brazilian and portuguese collections of historical

Silva, Andersen Líryo da January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-05T18:24:03Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 318.pdf: 9698115 bytes, checksum: 493de4b2b2efb19f0dfc12f86f6ad57c (MD5) Previous issue date: 2008
15

Modelo experimental de hipernocicepção facial e artrite na articulação temporomandibular induzida por zymosan em ratos e estudo da via da hemeoxigenase-1/biliverdina/monóxido de carbono / Experimental model of facial hypernociception and arthritis in the temporomandibular joint induced by zymosan in rats and study the route of hemeoxigenase-1 / biliverdina / carbon monoxide

Chaves, Hellíada Vasconcelos January 2012 (has links)
CHAVES, Hellíada Vasconcelos. Modelo experimental de hipernocicepção facial e artrite na articulação temporomandibular induzida por zymosan em ratos e estudo da via da hemeoxigenase-1/biliverdina/monóxido de carbono. 2012. 165 f. Tese (Doutorado em Ciências Médicas) – Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2015-05-19T11:21:23Z No. of bitstreams: 1 2012_tese_hvchaves.pdf: 3886855 bytes, checksum: a2af0fa3b6c2cdbc9c9d453ed4e323fa (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2015-05-19T11:22:37Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_tese_hvchaves.pdf: 3886855 bytes, checksum: a2af0fa3b6c2cdbc9c9d453ed4e323fa (MD5) / Made available in DSpace on 2015-05-19T11:22:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_tese_hvchaves.pdf: 3886855 bytes, checksum: a2af0fa3b6c2cdbc9c9d453ed4e323fa (MD5) Previous issue date: 2012 / Temporomandibular disorders (TMDs) encompass a group of musculoskeletal and neuromuscular conditions that involve the temporomandibular joints (TMJs), the masticatory muscles, and all associated tissues, although the mechanisms involved in the TMJ inflammation and pain are not clear. Beyond the great interest of the hemeoxigenase-1 (HO-1) and the evidence of its citoprotector and antiinflammatory effects, the role of the pathway HO-1/bilivedin (BVD)/carbon monoxide (CO) in the TMJ inflammation and pain was not yet investigated.The purpose of the study is to propose an experimental model of articular hypernociception and TMJ arthritis induced by zymosan (Zy), to investigate the role of the HO-1/BVD/CO and its mechanisms through GMPc/ K+ channel ATP sensitive pathway on these events and to evaluate its relationship with TNFα and IL-1β in rats. Inflammation was induced by intra-articular injection of zymosan (0.25, 0.5, 1 or 2mg) or saline into left TMJ. Mechanical hypernociception, cell influx, vascular permeability, myeloperoxidase activity, and histological changes were measured in TMJ lavages or tissues at selected time points. Hemin (0.1, 0.3 or 1 mg/kg), DMDC (0.025, 0.25 or 2.5 µmol/kg), Biliverdin (1, 3 or 10 mg/kg) or ZnPP (1, 3 or 9 mg/kg) was injected (s.c.) 60 min before zymosan. ODQ (12.5 µmol/kg; s.c.) or Glibenclamide (10 mg/kg; i.p.) was administered 1 h and 30 min prior to DMDC (2.5 µMol/Kg; s.c). The gene expression for mRNA from HO-1, TNF-α and IL-1β in the TMJ tissues and the trigeminal ganglia, and the gene expression was studied at selected time points. The level of bilirrubin in plasma and the level of IL-1β in the synovial lavage were determined. Zymosan-induced TMJ arthritis caused a time-dependent leucocyte migration, plasma extravasation, mechanical hypernociception, and neutrophil accumulation between 4 and 24 h. Histopathological analysis of TMJ of Zy injected animals showed inflammatory cell infiltration in synovial membrane (SM), in conective periarticular tissue, in squeletic muscle tissue and thickness of SM in 6 h after TMJ arthritis. Initiating on the 10th day of TMJ arthritis, it was observed continuous leucocyte infiltration, composed mainly with mononuclear cells, thickness and fibrosis of SM. Hemin (1 mg/kg), DMDC (2.5 µmol/kg) and Biliverdin (10 mg/kg) reduced facial mechanical hypernociception, leucocyte migration, and neutrophil accumulation, confirmed by histopathological analysis. ZnPP (3 mg/kg) potentiated all the parameters. ODQ and glibenclamide reverted the antinociceptive and antiinflammatory effects of the DMDC. It was also observed increased expression of mRNA for HO-1, TNF-α and IL-1β in the TMJ tissues and in the trigeminal ganglia, and it was identified, through imunohistochemistry reaction, that chondhrocytes, synoviocytes and neutrophils are the source of these proteins in the TMJ, and aferente neuron cell body and satellite glial cells are the source of these protein in the trigeminal ganglia. The level of bilirrubin was increased in the plasma, as well as IL-1β level in the synovial lavage. These results sugest that zymosan-induced TMJ arthritis is a reproducible model that may be used to assess both the mechanisms underlying TMJ pain and inflammation and the potential tools for therapies. Furthermore, HO-1/BVD/CO/GMPc/K+ channel ATP sensitive pathway participate in the physiopathological mechanisms of TMJ pain and inflammation, emphasizing that this is the first study to show this pathway on theTMJ articular hypernociception. Beyond, the balance between HO-1, TNFα and IL-1β activity is important on the development of the TMJ pain and inflammation. / Disfunção temporomandibular (DTM) é um distúrbio relacionado à função do sistema mastigatório que acomete as articulações temporomandibulares (ATM), os músculos mastigatórios e/ou estruturas associadas, embora os mecanismos envolvidos na inflamação e na dor da ATM sejam pouco compreendidos. Apesar do grande interesse que hemeoxigenase-1 (HO-1) tem recebido nos últimos anos e a forte evidência dos seus efeitos citoprotetores e anti-inflamatórios, o papel da via HO-1/bilivedina (BVD)/monóxido de carbono (CO) na dor e inflamação da ATM ainda não foi estudado. O objetivo deste estudo é estabelecer um modelo experimental de hipernocicepção articular e artrite na ATM de ratos induzida por zymosan (Zy), estudar a via HO-1/BVD/CO, seu mecanismo através do guanosina monofostato cíclico (GMPc)/canal de K+ sensível a ATP, e sua interligação com os mediadores inflamatórios fator de necrose tumoral alfa (TNFα) e interleucina-1 beta (IL-1β). Foram utilizados ratos Wistar machos (160-220 g). Injetou-se 40 µL de salina ou Zy (0,25; 0,5; 1 ou 2 mg) na ATM esquerda dos animais para indução de artrite. Esses animais foram sacrificados entre a 3ª h e 48ª h. Os parâmetros avaliados foram análise do limiar de hipernocicepção articular, contagem do influxo celular no lavado sinovial, estudo da permeabilidade vascular pelo extravasamento de azul de Evans, atividade de mieloperoxidase (MPO) e análise histopatológica. Os animais foram pré-tratados com hemina (indutor de HO-1; 0,1, 0,3 ou 1 mg/kg), DMDC (doador de CO; 0,025, 0,25 ou 2,5 µmol/kg), biliverdina (produto final da via; 1, 3 ou 10 mg/kg ), ZnPP IX (inibidor seletivo de HO-1; 1, 3 ou 9 mg/kg), ou com ODQ (12,5 µmol/kg, s.c.), inibidor de guanilato cilase solúvel, ou glibenclamida (10 mg/kg, i.p.), inibidor de canal de K+ sensível a ATP, prévio ao DMDC 2,5 µmol/kg. Também estudou-se a expressão gênica de HO-1, TNFα e IL-1β no tecido mole da ATM e no gânglio trigeminal e identificaram-se esses mediadores por imunohistoquímica. Realizou-se dosagem sérica de bilirrubina e de IL-1β no lavado sinovial. Observamos que Zy (2 mg) causou hipernocicepção articular, aumento do influxo celular no lavado sinovial, do extravasamento de azul de Evans e da atividade de MPO tempo-dependente entre a 3ª h e a 24ª h. A análise histopatológica mostrou que Zy (2 mg) induziu infiltrado celular na membrana sinovial (MS), no tecido conjuntivo periarticular, no tecido muscular esquelético e espessamento da MS na 6ª h após indução da artrite. A partir do 10º d observaram-se crescente infiltrado celular, constituído de mononuclerares, espessamento e fibrose da MS. Estimuladores da via HO-1/BVD/CO reduziram todos os parâmetros, e ZnPP IX, inibidor de HO-1, intensificou os parâmetros. Também comprovou-se o envolvimento de CO/GMPc/canal de K+ sensível a ATP, pois ODQ e glibenclamida reverteram a ação do DMDC. Observou-se aumento da expressão gênica e da presença de HO-1, TNFα e IL-1β na ATM e no gânglio trigeminal, sendo condrócitos, sinoviócitos e neutrófilos, na ATM, e corpo celular do neurônio aferente primário e células satélites da glia, no gânglio trigeminal, as células que foram positivas para HO-1, TNFα e IL-1β. Bilirrubina sérica encontrou-se aumentada, e IL-1β foi detectada no lavado sinovial. Portanto, nossos resultados sugerem que o modelo experimental proposto é adequado ao estudo da hipernocicepção articular e da artrite na ATM, e que a via HO-1/BVD/CO/GMPc/canal de K+ sensível a ATP participa da fisiopatologia do processo, sendo este o primeiro trabalho a estudar esta via na hipernocicepção articular na ATM. Ademais, o balanço entre a atividade de HO-1, TNFα e IL-1β são importantes no desenvolvimento da dor facial e da inflamação da ATM.
16

Avaliação da reprodutibilidade na interpretação de imagens por ressonância magnética nuclear da articulação temporomandibular

Butzke, Karine Wagner January 2007 (has links)
Resumo não disponível.
17

Análise da intensidade e frequencia dos ruídos articulares da articulação temporomandibular no movimento de lateralidade

Castro, Gizelle Leite de [UNESP] 10 August 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:33Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-08-10Bitstream added on 2014-06-13T20:18:21Z : No. of bitstreams: 1 castro_gl_me_guara.pdf: 735452 bytes, checksum: 8585414bedf1312299dea0f437a17902 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / A ATM articulação mais complexa do corpo humano. Sua disfunção acarreta uma série de problemas sempre acompanhado de dores no qual grande parte da população mundial apresenta DTMs , necessitando a busca de tratamento.Há ausência de parâmetros existentes e mundialmente aceitos para avaliações e diagnósticos comprometem os objetivos do tratamento que atualmente depende mais da experiência clínica do terapeuta do que evidências científicas. Desta forma este trabalho contribui para avaliação e diagnósticos mais precisos, com o seu principal objetivo a análise da freqüência e intensidade dos ruídos articulares no movimento de lateralidade por meio de um sistema de aquisição de dados. Composto por um conjunto estetoscópio/microfone equipamento para condicionamento e aquisição de sinais e aplicativos computacionais para registro, análise e aplicação dos dados. A caracterização e a análise dos sons articulares da ATMs, poderão ser analisados em tempo real, sendo um método prático, simples, funcional e de baixo custo. Sendo mais um aparato para o profissional da equipe multidisciplinar, auxiliando na sua pratica clínica e na sua experiência profissional. O Teste T-Student comprovou com um nível de significância de 5% que os portadores ou não de patologias das DTMs, influi de maneira significativa tanto nos dados da amplitude, freqüência e deslocamento / The TMJ one of the most completed articulation of the body whose disjunctions entails a series of problems accompanied by pain is the focus of this essay.The abseno of a word wide parameters which are accepted commits the goal of treatments which nowadays depends more on the experience of the therapist rather than on scientific evidences.The objective of this essay is to analyze the intensity and frequency of noises in the TMJ in lateral movements.A system has been developed throughout a set of stethoscope, microphone, conditioning equipment and data analyses.The images which were obtained were analysed through various software providing the dados the data of the TMJ movement. The procedures adopted to standardize the measurement method of frequency and intensity of noises in the TMJ were the objectives of this essay. One of the conclusions is the T-Student which proved that 5% of the carriers of the pathology influences in amplitude, frequency and displacement data
18

O uso de agentes condroprotetores em osteoartrite da articulação temporomandibular: revisão sistemática

Lombardo, Eduardo Madruga January 2016 (has links)
Made available in DSpace on 2018-05-09T12:03:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000488692-Texto+Confidencial-0.pdf: 320476 bytes, checksum: cb65aac813661fdecfd42259f8776e29 (MD5) Previous issue date: 2016
19

Análise histológica do efeito do ácido zoledrônico na articulação temporomandibular : estudo experimental em ratos

Munaretto, Jessica Cerioli January 2015 (has links)
O ácido zoledrônico é um dos mais potentes inibidores da atividade osteclástica disponível no mercado e amplamente prescrito pela equipe médica. A compreensão dos efeitos adversos dos medicamentos é essencial para a escolha da indicação do fármaco, inclusive para esclarecimento ao paciente dos riscos implicados, e para a prevenção destes efeitos. Contudo, uma associação causal entre o fármaco e seu efeito adverso poderá ser observada muitos anos após sua liberação. A literatura revisada apresenta um escasso número de publicações sobre o efeito do ácido zoledrônico sobre a articulação temporomandibular. Desta forma, esta pesquisa busca investigar este possível efeito avaliando diferentes estruturas da articulação temporomandibular de ratos. O presente trabalho compreende dois artigos científicos. O primeiro teve como objetivo realizar uma revisão de literatura sobre o ácido zoledrônico com o objetivo de informar o cirurgião-dentista sobre as principais características do fármaco, indicações, contra indicações, efeitos adversos e biomarcadores. O segundo artigo descreve o experimento da avaliação do efeito deste medicamento na articulação temporomandibular de ratos. A metodologia empregada nessa pesquisa permite concluir que o ácido zoledrônico exerce efeito sobre as articulações temporomandibulares de ratos, resultando em aumento das camadas de maturação e hipertrófica, não alterando o número de condrócitos e diminuindo a quantidade de colágeno do tipo I.
20

Análise da biomecânica dos movimentos mandibulares e da cabeça, durante mastigação de alimento duro e macio, na ausência e presença de obstrução nasal, usando SCAM 3D

Maciel, Márcia 25 January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2013. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2013-06-05T14:00:03Z No. of bitstreams: 1 2013_MarciaMaciel.pdf: 32415173 bytes, checksum: 9c218303d0b3d14f93eb7e7db69e30cb (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2013-06-05T14:17:51Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_MarciaMaciel.pdf: 32415173 bytes, checksum: 9c218303d0b3d14f93eb7e7db69e30cb (MD5) / Made available in DSpace on 2013-06-05T14:17:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_MarciaMaciel.pdf: 32415173 bytes, checksum: 9c218303d0b3d14f93eb7e7db69e30cb (MD5) / A Mastigação do humano é um processo biomecânico complexo que envolve diferentes estruturas. O comportamento alimentar requer aperfeiçoamento quanto à coordenação entre a mastigação, respiração e deglutição. No entanto, os detalhes desta interação não são totalmente compreendidos. Neste estudo, analisaram-se os movimentos da mastigação na presença e ausência de respiração nasal, fisiológica. Dez voluntários saudáveis participaram do estudo. Movimentos da cabeça e da mandíbula foram registrados em 3 eixos por um Sistema de Captura de Movimento (Qualisys, Suécia), e a descarga de peso, registrada nas plataformas de força, em quatro condições experimentais: quando os participantes comiam goma (alimento macio/pegajoso) e castanha-de-caju (alimento duro), com e sem obstrução nasal. As trajetórias dos referidos movimentos, bem como a velocidade, amplitude, tempo e posição foram analisadas por meio de um software de computação de alto nível técnico. Os dados foram comparados entre respiração nasal e obstrução nasal por meio do teste t pareado, onde o valor de p<0,05 foi considerado estatisticamente significativo. A partir da análise dos dados, constatou-se que os movimentos mastigatórios foram afetados pela consistência dos alimentos (macio e duro) e o modo de respiração (nasal e com obstrução nasal). Comparado com a respiração nasal, movimentos mastigatórios na ostrução nasal, mostraram uma sequência mastigatória mais curta e irregular. Para alimento macio em obstrução nasal, apresentou uma menor amplitude média do ciclo mastigatório nos movimentos latero medial, lateralidade, o que produziu um ciclo mastigatório com movimentos mais verticais. O comportamento da cabeça durante a mastigação foi modulada em resposta as mudanças na entrada sensorial da mandíbula. Ás alterações da porcentagem de peso na descarga de força foram significativas para alimento macio e duro, na condição obstrução nasal. Estes resultados sugerem que mecanismos de retroalimentação sensoriais envolvidos no controle dos movimentos da mastigação e postura corporal, podem ser modulados pelo modo da respiração. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Human mastication is a complex biomechanical process. Many different structures, tissues and functional units are involved. Feeding behavior requires fine-tuned coordination between mastication, breathing, and swallowing. However; the details of this interaction are not fully understood. In this study.were analyzed masticatory movements in the presence or absence of normal nasal breathing. Ten healthy volunteers had participated in this study. Head and jaw movements were recorded in 3 axes by a motion capturing system (Qualisys, Sweden) and the weight bearing was registered in force platforms in four experimental conditions. When the subjects ate either a soft gummy (soft/sticky food) or a cashew nut (hard/brittle food), with and without nasal obstruction. The Trajectories of those movements, as well as their velocities were analyzed with high-level computing software. The data were compared between nasal and oral breathing by the paired t-test, where the value of p<0,05 was considered statistically significant. From the data analysis, it was found that the chewing movements were affected by the food consistency (hard and soft) and by the way of breathing (nasal and oral). When compared Comparing with nasal breathing. the chewing movement at oral breathing showed chewing sequency’s shorter and irregular. To the soft food at oral breathing, it has shown less average amplitude of the chewing cycle in the medial lateral direction, which produces chewing s cycle with more vertical movements. The head behavior during chewing was moduled by answering the changes at the sensorial input of the jaw. The oral breathing provided changes of weight percentage in the discharge power were significant for soft and hard food. These results suggest that sensory feedback mechanisms involved in the control of masticatory movements and body posture may be modulated by the way of breathing.

Page generated in 0.0983 seconds