• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 142
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 148
  • 148
  • 98
  • 90
  • 47
  • 44
  • 38
  • 34
  • 33
  • 32
  • 29
  • 28
  • 24
  • 23
  • 21
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Uma proposta de boas práticas do processo de comunicação para projetos de desenvolvimento distribuído de software

Honório de Farias Júnior, Ivaldir 31 January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:51:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 / Atualmente, podemos perceber que o número de empresas que estão aderindo ao Desenvolvimento Distribuído de Software(DDS) é bem mais significativo quando comparado há alguns anos atrás. As empresas visam ganhos de qualidade, produtividade e diminuição de custos. Por tais motivos, o DDS vem despertando um grande interesse de pesquisadores nos últimos anos. A distribuição das equipes de desenvolvimento de software tem criado diversos desafios ao processo de desenvolvimento de software e a gestão dos seus projetos. Dentre os desafios, o processo de comunicação destaca-se, como sendo uma das atividades de grande importância entre os membros da equipe. Essa atividade vem sofrendo impactos adversos, dentre eles: distância física, diferenças culturais, fuso-horário, limitações dos meios de comunicação disponíveis e outros. Diversos trabalhos tem enfatizado que a falta de comunicação compromete diretamente o sucesso de projetos, sejam centralizados ou distribuídos. Diante deste contexto, o presente estudo apresenta resultados obtidos a partir de uma pesquisa empírica. O método de pesquisa utilizado foi o paradigma qualitativo que envolveu entrevistas com analistas de projetos distintos e sua grande maioria com equipes distribuídas de forma global. Inserido nesse contexto, esta dissertação propõe boas práticas para o processo de comunicação no desenvolvimento distribuído de software. Essa proposta visa contribuir, no sentido de preencher essa lacuna existente na área de DDS, especificamente no que se refere ao processo de comunicação
2

Análise das certificações agrícolas no pólo frutícola Petrolina-PE/Juazeiro-BA

José Ferreira de Araújo, Guilherme 31 January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:25:26Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1275_1.pdf: 3415449 bytes, checksum: f737e6291f37d64e4fda52a36611825d (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2011 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / O Programa Boas Práticas Agrícolas (BPA) criado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) tem o objetivo de orientar a produção agrícola através de um conjunto de princípios que, com base na sustentabilidade, priorizam a salubridade dos alimentos, como ação preventiva à contaminação das lavouras pelo excesso de insumos químicos e à falta de higiene no ambiente. Sendo assim, organizações internacionais privadas, motivadas pela preocupação dos consumidores e pautadas nas orientações da FAO, elaboraram critérios para serem seguidos pelos comerciantes de produtos agrícolas a serem certificados nesses órgãos, de modo a garantir a comercialização de alimentos inócuos no mercado internacional. O Município de Petrolina (PE), após receber incentivos estatais para o crescimento de sua agricultura, passou a investir na produção de uva e manga para exportação, tornando-se pólo regional e alcançando significativa relevância no cenário nacional. Contudo, no inicio da década de 2000, seus produtores exportadores precisaram aderir aos critérios das BPA s para poderem se manter no comércio com a Europa, Estados Unidos e Japão. A presente pesquisa propõe-se a analisar como se deu o processo de certificação agrícola em Petrolina e os principais resultados que já se pode identificar na atividade agroexportadora desse município. Para sua elaboração foram realizadas pesquisa bibliográfica e entrevistas com produtores, técnicos e pesquisadores bem como observações em campo nas fazendas e supermercados. A maioria dos exportadores do município é certificada nas principais organizações da Europa como a Global GAP a Fairtrade e a Tesco Nature Choice. A adesão aos protocolos dessas empresas contribuiu para a racionalização do uso dos insumos agrícolas, como também para a melhoria das condições de trabalho dos envolvidos na produção. Contudo, identificam-se, nos protocolos analisados, negligências concernentes à sustentabilidade das áreas exportadoras, evidenciadas por uma maior preocupação com o mercado, do que com os recursos naturais dessas áreas. Por isso, embora a certificação agrícola seja um importante instrumento em prol da sustentabilidade, faz-se necessária uma maior adequação desse instrumento às peculiaridades do meio ambiente das áreas exportadoras dos produtos certificados
3

Manipulação de medicamentos não estéreis em Farmácia Magistral: análise da produção científica brasileira.

Fiais, Eliana Cristina de Santana 24 October 2012 (has links)
Submitted by Maria Creuza Silva (mariakreuza@yahoo.com.br) on 2014-10-13T17:56:13Z No. of bitstreams: 3 DISS ELIANA FIAIS. ELEMENTOS PRE-TEXTUAIS.pdf: 179700 bytes, checksum: 729bb10ae8f5a9e8638f4de81b7debd4 (MD5) DISS MP ELIANA FIAIS . INTRODUÇÃO.pdf: 442221 bytes, checksum: d001af44c00d841fd1b98059e4ebefa1 (MD5) DISS MP ELIANA FIAIS. Quadros do Estudo ATUAL.pdf: 176672 bytes, checksum: 12b286ca545e9b94837963cccf05718c (MD5) / Approved for entry into archive by Maria Creuza Silva (mariakreuza@yahoo.com.br) on 2014-10-13T18:12:32Z (GMT) No. of bitstreams: 3 DISS ELIANA FIAIS. ELEMENTOS PRE-TEXTUAIS.pdf: 179700 bytes, checksum: 729bb10ae8f5a9e8638f4de81b7debd4 (MD5) DISS MP ELIANA FIAIS . INTRODUÇÃO.pdf: 442221 bytes, checksum: d001af44c00d841fd1b98059e4ebefa1 (MD5) DISS MP ELIANA FIAIS. Quadros do Estudo ATUAL.pdf: 176672 bytes, checksum: 12b286ca545e9b94837963cccf05718c (MD5) / Made available in DSpace on 2014-10-13T18:12:32Z (GMT). No. of bitstreams: 3 DISS ELIANA FIAIS. ELEMENTOS PRE-TEXTUAIS.pdf: 179700 bytes, checksum: 729bb10ae8f5a9e8638f4de81b7debd4 (MD5) DISS MP ELIANA FIAIS . INTRODUÇÃO.pdf: 442221 bytes, checksum: d001af44c00d841fd1b98059e4ebefa1 (MD5) DISS MP ELIANA FIAIS. Quadros do Estudo ATUAL.pdf: 176672 bytes, checksum: 12b286ca545e9b94837963cccf05718c (MD5) / O aumento do número de farmácias magistrais no Brasil também vem sendo acompanhado pela ocorrência de problemas na segurança e qualidade técnico-científica dos medicamentos manipulados, resultando em intoxicações e óbitos. No presente estudo analisou-se a produção científica brasileira sobre a manipulação de medicamentos não estéreis em farmácia magistral, no que se refere aos desvios na qualidade técnico-científica, nas bases de dados on-line LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde), Google Scholar, SciElo (Scientific Eletronic Library Online) e no banco de teses da Capes, no período de 2000 a 2011. Foram identificados noventa e seis trabalhos e analisados quarenta e dois estudos empíricos que abordaram a qualidade técnica desses medicamentos. A maioria dos estudos tratou da avaliação da manipulação de medicamentos sólidos. Nos estudos selecionados foram apontados importantes desvios de qualidade técnico-científica na manipulação principalmente de produtos na forma farmacêutica sólida (cápsulas), como a troca da substância ativa, erros na pesagem de substâncias, problema no processo de diluição e homogeneização dos pós, enchimento das cápsulas, ocasionando a falta de uniformidade na massa das unidades. Foram também apontados problemas de armazenagem, na determinação de faixa de pH, falta de padronização dos excipientes utilizados, na embalagem utilizada para conservação e falta de informações importantes na rotulagem. Diante do que a investigação evidenciou, recomenda-se a implementação de um programa de monitoramento de produtos magistrais por parte da Vigilância Sanitária, revisão da legislação, com estabelecimento de exigências específicas para o controle dos riscos no processo da manipulação, bem como a padronização dos excipientes para algumas formulações, como forma de garantir segurança ao produto manipulado. O grande escopo de atuação das farmácias magistrais também deve ser revisto.
4

Boas práticas de fabricação de medicamentos : uma análise sobre suas determinantes e o cenário brasileiro de cumprimento de seus requisitos

Moraes, Marcelo Vogler de 08 February 2018 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2018. / Submitted by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-07-18T20:07:24Z No. of bitstreams: 1 2018_MarceloVoglerdeMoraes.pdf: 1921715 bytes, checksum: 382eca8ad75513dc814fda093eaa952b (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-07-20T21:51:34Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2018_MarceloVoglerdeMoraes.pdf: 1921715 bytes, checksum: 382eca8ad75513dc814fda093eaa952b (MD5) / Made available in DSpace on 2018-07-20T21:51:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2018_MarceloVoglerdeMoraes.pdf: 1921715 bytes, checksum: 382eca8ad75513dc814fda093eaa952b (MD5) Previous issue date: 2018-07-18 / Medicamentos com problemas de qualidade sempre demandaram trabalho e preocupação das autoridades sanitárias. Sua ocorrência está relacionada ao não cumprimento de um conjunto de regras a serem seguidas durante o processo fabril do medicamento, chamada de Boas Práticas de Fabricação (BPF). O presente estudo tem como objetivo analisar as BPF, procurando identificar as determinantes que interferem na sua evolução. Para isso, delinearam-se duas frentes de trabalho: i) investigar o processo de transformação das BPF e as suas motivações; e ii) identificar as possíveis dificuldades por parte das indústrias farmacêuticas em atender as BPF, analisando os problemas de qualidade encontrados nos medicamentos comercializados e discutindo suas relações com os requisitos das BPF, sempre adotando como lócus de trabalho o Brasil. Durante a coleta de dados, observou-se no mercado brasileiro a presença de uma grande quantidade de medicamentos falsificados, medicamentos em desacordo com o registro sanitário e medicamentos sem registro sanitário, o que resultou na ampliação do escopo desse trabalho. O estudo foi conduzido com base em todas as medidas cautelares aplicadas aos medicamentos e às indústrias farmacêuticas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no período de 2009 a 2016. Como resultado, evidenciou-se a importância da inovação tecnológica e das novas práticas da qualidade incorporadas pelo segmento fabril farmacêutico como determinantes para a evolução das BPF. Constatou-se ainda, que as indústrias farmacêuticas enfrentam dificuldades para cumprir determinados requisitos das BPF já bastante consolidados e, muitas vezes, de aparente simples cumprimento. / Drugs with quality problems have always demanded work and concern from health authorities. The occurrence of this type of problem is related to the non-compliance of a set of rules to be followed during the manufacturing process of the drug, called Good Manufacturing Practices (GMP). This study aims to analyze the Good Manufacturing Practices (GMP), trying to identify the determinants that interfere with its development. For this, outlined up two lines of work: i) to investigate the GMP transformation process and its motivations; and; ii) to identify the possible difficulties faced by pharmaceutical companies in meeting GMP, analyzing the quality problems found in marketed drugs and discussing their relationship with GMP requirements, always adopting Brazil as a working locus. During the data collection, the brazilian market witnessed the presence of a large quantity of counterfeit drugs and unregistered/unlicensed drugs, which resulted in the expansion of the scope of this work. The study was conducted on the basis of all precautionary measures applied to drugs and pharmaceutical industries by the Brazilian Health Regulatory Agency (Anvisa), from 2009 to 2016. As a result, the importance of technological innovation and new practices of the quality incorporated by the pharmaceutical manufacturing segment as determinants for the evolution of GMP. It was also found that pharmaceutical companies face difficulties in complying with certain GMP requirements that are already well established and often of apparently simple compliance.
5

Condições higiênico-sanitárias na produção de refeições em restaurantes públicos populares localizados no Estado do Rio de Janeiro / Hygienic-sanitary conditions in the production of meals in public popular restaurants located in the state of Rio de Janeiro

Oliveira, Aline Gomes de Mello de January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2012-05-07T15:02:17Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 000002.pdf: 1974566 bytes, checksum: 1f24f6bb38159575850c56d31f19ba68 (MD5) Previous issue date: 2009 / Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde / Com a evolução dos serviços de alimentação para atender a demanda populacional e o aumento do número de casos de doenças transmitidas por alimentos, surge a necessidade da implantação de medidas que garantam a condições higiênico-sanitárias adequadas como a adoção das boas práticas de manipulação (BPM) por estes serviços. O objetivo deste trabalho foi avaliar as condições higiênico-sanitárias do processo produtivo de refeições em Restaurantes Públicos Populares (RPP) localizados no Estado do Rio de Janeiro. Trata-se de estudo exploratório, seccional, realizado entre março/2007 e janeiro/2008 em 10 RPP. Foram realizadas visitas aos RPP para aplicar roteiro de inspeção a fim de avaliar as condições higiênico-sanitárias e identificar não conformidades que possam interferir na qualidade das refeições servidas e foi calculado o percentual de adequação das condições higiênico-sanitárias (PACHS). Para classificar os restaurantes de acordo com o PACHS alcançado utilizou-se a faixa de pontuação: grupo 1 (bom) entre 76-100, grupo 2 (regular) entre 51-75 e grupo 3 (deficiente) entre 0-50 de adequação. Apenas 10 foram classificados no Grupo 1, 50 no Grupo 2 e 40 no Grupo 3. O item que obteve menor PACHS estava relacionado com a existência de manual de boas práticas. / With the development of food services to meet populational demand and the increasing number in cases of diseases transmitted by food, there is the need of deploying measures that ensure the adequate sanitary-hygienic conditions such as the adoption of good manufacturing practices (GMP) for such services. The purpose of this study was to evaluate the sanitary-hygienic conditions of the production process of meals in Public Popular Restaurants (PPR) located in the State of Rio de Janeiro. This was an exploratory study, sectional, conducted between March/2007 and January/2008 in 10 PPR. Visits were made to the PPR in order to implement procedures for inspection to assess the hygienic-sanitary and identify non-conformities that may interfere with the quality of meals served, and to calculate the percentage of adequacy of sanitary-hygienic conditions (PACHS). To sort the restaurants by the PACHS achieved it was used a range of scores: group 1 (good) between 76-100%, group 2 (regular) between 51-75% and group 3 (poor) between 0-50% of adequacy. Only 10% were classified in Group 1, 50% in Group 2 and 40% in Group 3. The topic that achived less PACHS was related to the existence a good practices manual. Five restaurants (PPR1, 6, 7, 8 and 10) had nutritionists for quality control, 60% were classified in group 2 and 20% in group 1 and 3. The presence a nutritionist quality control is important to the adequacy of the establishment in accordance to the requirements of GMP, as the PPR which have obtained better PACHS count on this professional. But the professionals who work in this area should document good practices so that all procedures, corrective measures and conduct expected for food handlers during the production process of meals.
6

Contribuição dos sistemas da qualidade: proposta de modelo de gestão da qualidade para Bio-Manguinhos / Fiocruz / Contribution of the systems of quality: proposed model of quality management for Bio-Manguinhos / Fiocruz

Benedetti, Rita de Cássia Elias January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-06T01:11:03Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 1035.pdf: 1198889 bytes, checksum: 47d7fcc4d9708a88f10af0b283c96a86 (MD5) Previous issue date: 2008 / A qualidade dos imunobiológicos oferecidos à população é um aspecto diretamente relacionado à sua saúde. Para isto faz-se imprescindível que a produção de imunobiológicos atenda aos requisitos da qualidade exigidos pelos organismos reguladores e certificadoresnacionais e/ ou internacionais. Com este foco Bio-Manguinhos possui, junto a ANVISA, certificação de Boas Práticas de Fabricação para suas três linhas de produção, a saber: de vacinas virais e bacterianas, reativos para diagnósticos laboratoriais e de biofármacos. Nesta mesma direção outras Boas Práticas existem na Unidade, como, por exemplo,as Boas Práticas de Laboratório e Boas Práticas Clínicas, porem dispersas, no que se refere ao Sistema de Gestão da Qualidade, mas que também são exigências regulatórias para queseus produtos tenham a qualidade requerida. Este trabalho tem por objetivo propor um modelo de gestão da qualidade para acompanhar a implantação e a implementação das diversas Boas Práticas oficialmentereconhecidas no país e aplicáveis ao Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos/ Bio-Manguinhos, incluindo a metodologia para integração dos Sistemas da Qualidade já existentes. / Dentro desta perspectiva, foram levantadas as fontes, o eselecimento das bases, a capacitação tecnológica do Instituto, desde sua criação em 1976, e a atuação da Garantia da Qualidade desde 1988, até os dias atuais, para atender os avanços e desafios dentro do seu escopo de responsabilidade.A análise das forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, referentes ao período 2000 a 2005, somada à visão dos gerentes e a avaliação dos ambientes normativos, identificandoos requisitos referentes ao Sistema de Gestão da Qualidade, acrescido de dados do Instituto com foco na Qualidade que percorrem toda a trajetória de evolução, permitiram comoresultado final tecer algumas recomendações para a reorganização do Departamento de Garantia da Qualidade em relação às suas atribuições, dentro das transformações normativas que vêm ocorrendo e sendo impostas como elemento estratégico. Este modelo pode ser também entendido como uma ferramenta para a inovaçãoinstitucional de Bio-Manguinhos em gestão da qualidade e poderá ser adotado como referência para os demais produtores de imunobiológicos oficiais brasileiros.
7

Gerenciamento de Equipes de Teste de Software Distribuídas: Desafios e Boas Práticas

Mendonça Neto, Dácio Nery de 17 March 2014 (has links)
Submitted by Lucelia Lucena (lucelia.lucena@ufpe.br) on 2015-03-06T18:47:39Z No. of bitstreams: 2 Dissertação Dácio Nery de Mendonça Neto.pdf: 3851842 bytes, checksum: 72ed5f320d8087d9691f46c3fdf20848 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-06T18:47:39Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação Dácio Nery de Mendonça Neto.pdf: 3851842 bytes, checksum: 72ed5f320d8087d9691f46c3fdf20848 (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2014-03-17 / A área de teste de software é muito importante, pois o teste é um dos instrumentos utilizados para determinar a qualidade do software. As empresas de software vêm adotando muitas estratégias em busca de diferenciais para manter-se competitivas no mercado. Nos últimos anos, os projetos de desenvolvimento de software estão se tornando cada vez mais distribuídos. Existem vários desafios relacionados a equipes de teste, principalmente quando as mesmas estão distribuídas, devido especialmente a aspectos como a dispersão geográfica, dispersão temporal e diferenças culturais. Embora a área de teste esteja ganhando cada vez mais notoriedade, existe uma carência de estudos empíricos que permitem enumerar medidas confiáveis relacionadas com o gerenciamento de teste em ambientes distribuídos. O objetivo desta dissertação é identificar os desafios no gerenciamento de equipes de teste distribuídas no intuito de levantar boas práticas para minimizar os desafios encontrados. Para identificar os desafios, foram realizadas nove entrevistas semiestruturadas com gerentes e líderes que têm experiência no gerenciamento de equipes de teste distribuídas em empresas privadas tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos. Após a análise dos dados das entrevistas, foram levantados 31 desafios separados em dez grandes áreas. Para minimizar os desafios encontrados foram indicados dez grupos de boas práticas baseados na literatura, os artigos foram retirados dos sites de buscas como: IEEE, Science Direct, Google Scholar e ACM Digital Library, posteriormente os grupos de boas práticas foram avaliados por oito profissionais que atuam em cargo de liderança em equipes de teste distribuídas através de um questionário. O propósito principal da avaliação foi identificar se os entrevistados acreditam que os grupos de boas práticas indicados ajudam a minimizar os desafios em equipes de teste distribuídas e levantar quais as recomendações já são utilizadas pelos mesmos. A avaliação positiva dos entrevistados quanto aos grupos de boas práticas, indica que as recomendações podem ajudar no gerenciamento das equipes de teste distribuídas. Este trabalho contribuiu com o levantamento dos desafios no gerenciamento de equipes de teste distribuídas, indicação de dez grupos de boas práticas e no levantamento das recomendações já utilizadas nas grandes empresas. Apesar de algumas recomendações já serem utilizadas, é necessário cada vez mais difundir boas práticas para apoiar esse tipo de gerenciamento.
8

Montagem de times de desenvolvimento de software em empresas públicas: um estudo focado nas características pessoais e técnicas

Lima Santos, Patricia 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:53:32Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1923_1.pdf: 995605 bytes, checksum: 1eb1f4c40af651e81051bb531070fca6 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / Nos últimos anos, vem sendo divulgado, pelos mais variados meios de comunicação, a importância da gestão de pessoas nas empresas, seja ela pública ou privada e que o fator humano representa o reflexo do sucesso ou do fracasso, diante de qualquer trabalho desenvolvido. Assim sendo, as empresas devem estruturar-se e planejar-se tendo como foco principal ações estratégicas que incluem a valorização das pessoas, através do aproveitamento do potencial de cada funcionário nas equipes e a criação permanente de clima de participação e envolvimento criativo na empresa. O presente estudo, de abordagem qualitativa, teve como objetivo analisar a prática da montagem de equipes de desenvolvimento de software em empresas públicas levando em consideração as características técnicas e pessoais, dentro do arcabouço legal e institucional do setor público no Brasil, partindo do seguinte questionamento: como montar equipes de desenvolvimento de projetos de software em empresas públicas, levando em consideração as características técnicas e pessoais e o arcabouço legal e institucional do setor público brasileiro? Na busca por respostas coerentes foi utilizado um referencial teórico, uma pesquisa de campo com entrevista semi-estruturada e a categorização e analise das verbalizações. Este estudo concluiu que há problemas estruturais nas empresas públicas oriundos da sua historicidade, que inviabilizam determinadas tomadas de decisão, mas que podem ser superados a partir de um trabalho de mudança cultural e de cursos de capacitação abordando as diversas formas de trabalho coletivo, levando em consideração as características técnicas e pessoais para a montagem de equipes. Estes cursos podem contribuir fortemente para a mudança de perspectiva no emprego público numa visão atual voltada para o trabalho qualificado, associado à qualidade de vida dos funcionários, mesmo dentro do marco regulatório da gestão pública brasileira. Desta forma, os fatores organizacionais, outrora limitantes, podem passar a influenciadores e incentivadores de uma nova visão de trabalho nas empresas públicas
9

Almeida, Ana Carina Mendes Uma proposta de boas práticas para suportar o gerenciamento de tempo em projetos de desenvolvimento distribuído de software

ALMEIDA, Ana Carina Mendes 31 January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:55:11Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo2166_1.pdf: 4621412 bytes, checksum: 2d42f93c9625807012687a89716687a6 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2010 / No contexto do mundo moderno, observamos que muitas organizações se apresentam cada vez mais motivadas a aderir ao Desenvolvimento Distribuído de Software (DDS). Boa parte dessa motivação tem razões econômicas, ou seja, a busca de mão de obra especializada a um custo mais baixo, inclusive considerando a disponibilidade de pessoas qualificadas em várias regiões. Desta forma, é possível aproveitar o que cada região tem de melhor a oferecer, seja em termos de custo (recursos humanos), qualidade, agilidade, políticas de incentivo fiscais, capacitação e quantidade de pessoas disponíveis, entre outros benefícios. Algumas pesquisam comprovam que o esforço para desenvolver um software em ambiente DDS é maior do que o esforço despendido no ambiente centralizado. Esta diferença adicional vem de aspectos não-técnicos, tais como, coesão das equipes, dependência entre sites (equipes), esforço adicional de comunicação decorrente da distância, transferência de conhecimento entre sites, maior esforço de gerência de projeto, entre outros aspectos. Atualmente, os principais fatores que podem influenciar no aumento de esforço em ambientes DDS não estão catalogados de forma sistemática, além disso, há escassez na literatura de boas práticas direcionadas ao planejamento de projeto DDS que ajudem aos líderes a mitigá-los. Esta dissertação tem como objetivo geral propor um conjunto de boas práticas a serem incorporadas no processo de gerenciamento de tempo, visando suportar o processo de planejamento de um projeto DDS. Para tanto, foram identificados os possíveis fatores que podem causar desvio no esforço estimado para desenvolvimento de software em ambiente DDS, tais como, overhead de comunicação, diferença cultural, processos de desenvolvimento diferenciados entre sites. A identificação dos fatores ocorreu na Fase I do presente trabalho através de um estudo do referencial teórico sobre o tema e uma pesquisa de natureza quali-quantitativa, que objetivava a validação dos fatores em campo. A partir da identificação e validação dos fatores, realizamos a Fase II baseada em pesquisa qualitativa, foram entrevistados 11 líderes de projetos DDS, a fim de capturar os relatos de lições aprendidas e propor um conjunto de boas práticas para melhor suportar os gerentes durante as etapas do gerenciamento de tempo de projetos DDS. Sendo possível destacar as seguintes práticas propostas: considerar tempo e recursos para merge e teste de integração do código entre sites; padronização de templates, ferramentas e processos do ciclo de desenvolvimento de software comuns a todas as equipes; e compartilhamento o progresso das atividades entre todos os sites, entre outras
10

Otimização bytecode Java na plataforma J2ME

Pinto Camara, Tarcisio January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:59:18Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5023_1.pdf: 1253051 bytes, checksum: 0bb4a72739c259711e027e24c5f3659f (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2004 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Aplicações para os dispositivos móveis, como telefones celulares e pagers, implementadas em J2ME (Java 2 Micro Edition) são desenvolvidas sob severas restrições de tamanho e desempenho do código. A indústria tem adotado ferramentas de otimização, como obfuscators e shrinkers, que aplicam otimizações de programa inteiro (Whole Program Optimizations) considerando que o código gerado não será estendido ou usado por outras aplicações. Infelizmente, os desenvolvedores freqüentemente não conhecem suficientemente nestas ferramentas e continuam sacrificando a qualidade do código na tentativa de otimizar suas aplicações. Este trabalho apresenta um estudo original identificando a efetividade das otimizações mais comuns nos obfuscators. Este estudo mostra também que a otimização de Method Inlining, conhecida pelos benefícios de desempenho, tem sido negligenciada por estas ferramentas por normalmente esperarse que ela tenha efeito negativo sobre o tamanho de código. Assim, este trabalho contribui com uma implementação de method inlining entre classes e fundada no princípio de otimização de programa inteiro, capaz de melhorar tanto o tamanho do código como o desempenho da aplicação, ao remover cerca de 50% dos métodos alcançáveis. Finalmente, na tentativa de ajudar os desenvolvedores a tirar o melhor proveito destas ferramentas, o estudo inclui também um guia de boas práticas de programação considerando as otimizações implementadas pelos obfuscators

Page generated in 0.0621 seconds