• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 34
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 36
  • 9
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Estudo citoquimico e imunocitoquimico das celulas granulosas metriais em uteros de camundongos

Silva, Cristiane Regina Correa da 18 August 1997 (has links)
Orientador: Aureo Tatsumi Yamada / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-22T21:42:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Silva_CristianeReginaCorreada_M.pdf: 13990956 bytes, checksum: 83ecbfec9e7fee581ae2caeb1d75655e (MD5) Previous issue date: 1997 / Resumo: As Células Granulosas Metriais (CGMs) presentes em úteros de roedores prenhes, apresentam como característica morfológica principal, um citoplasma repleto de grânulos, que contêm além da perforina, hidrolases e proteases. Estes grânulos são P AS positivos. Apresentam também antígenos de superficie que as caracterizam como sendo da linhagem NK. Porém, os fatores que determinam a sua diferenciação no endométrio, a composição química de seus grânulos, relacionada com a função destas células durante a gestação, ainda não são totalmente conhecidos. o presente trabalho foram utilizados camundongos prenhes no 9°, 11°, 13°, 5° e 17° dias de gestação (ddg), cujos fragmentos de sítios de implantação ou de placentas foram processados para inclusão em parafina, resina epóxi e resina LRWhite. Estes materiais foram submetidos aos métodos histoquímicos e cito químicos da lectina DBA (Dolichos biflorus), além da técnica de PAS, para a identificação e localização das CGMs. Foram ainda utilizados anticorpos policlonais anticatepsina D e B em métodos imunoistoquímicos e imunocitoquímicos para caracterizar a natureza lisossômica dos grânulos intracitoplasmáticos destas células. As CGMs foram identificadas ao longo do período gestacional analizado, tanto pela técnica de P AS quanto pela lectina DBA, tendo esta última apresentado maior seletividade. Estas células foram localizadas predominantemente no endométrio decidualizado e não decidualizado, e em menor proporção no miométrio da região mesometrial. A histoquímica da lectina DBA mostrou marcação nos grânulos e na superficie celular, que foi confirmada ao nível ultra-estrutural. Baseado nos padrões morfológico e histoquímico foram classificados 4 subtipos de CGMs. A freqüência destes subtipos variou no decorrer dos períodos analisados. Pelas reações imunocitoquímicas, as anticatepsinas D e B foram localizadas precisa e especificamente nos "caps" dos grânulos destas células. Os quatro subtipos de CGMs identificados no endométrio gravídico de camundongos devem corresponder às fases de diferenciação destas células, as quais podem ser identificadas pela marcação da lectina DBA na superficie celular. A presença de formas precursoras de CGMs isentas de grânulos, concomitantemente com formas em aparente degeneração ao longo do período gestacional analisado, sugere que o endométrio gravídico seja determinante para a diferenciação desta população celular. A imunocitoquímica para os anticorpos anticatepsinas D e B demonstraram que enzimas proteolíticas lisossômicas coexistem subcompartimentalizadas na região do "cap" dos grânulos das CGMs. A identificação destas enzimas proteolíticas pressupõe a sua atuação sinérgica com outros componentes líticos dos grânulos destas células / Abstract: The Granulated Metrial Gland cell (GMG) found in the pregnant rodents uterus is characterized by its cytoplasm fulfilled with P AS positive granules which contain perforin and hydrolytic enzymes. This cell also pursues surface antigens that identify it as natural killer celllineage. However, the factors that determine the differentiation in the endometrium or, the biochemical composition of the granules related to the role of this cell during pregnancy remain to be elucidated. In the present work was used mice uterine fragments on 9°, 11°, 13°, 15° and 17° days of pregnancy. These materiaIs were processed for paraffin, epoxy resin and LRWhite resin embedding. The specimens collected were further processed by P AS and Do/ichos bilflorus (DBA) lectin cytochemistry for GMG identification and localization. Immunocytochemistry for anti-cathepsin D and B was performed to characterize the lysosomal nature of the GMG granules at light and electron microscoples. The GMGs were easily identified by both P AS and DBA-Iectin methods, but the later showed higher specificity. These cells were localized predominantly in the decidualized and no-decidualized endometrium and a few in the miometrium of mesometrial region of pregnant uterus. DBA-Iectin labeling was found on both granules and cells surface ofthe GMGs. Four subtypes ofGMGs were identified based on the morphology and on the cytochemical reaction pattem. These subtypes were found in the uterus through the period analyzed. The immunocytochemistry localized the anti-cathepsins D and B inside the granules, namely over the peripheral electrondense cap area. The 4 subtypes of GMGs found in the pregnant endometrium suggest that the differentiation steps of these cells that occurs from early post-implantation stage to peri-partum stage. Therefore, differentiation of GMGs seems to be committed to environmental changes of pregnant endometrium. The immunocytochemistry showed the cathepsin D and B localized in a peripheral cap of GMG granules. It suggests a speciallysosomal compartment inside the granules and their proteolytic enzymes could act synergicly with another granular component on lysis of target cells / Mestrado / Morfologia / Mestre em Ciências Biológicas
2

Efeitos do anti-androgenico flutamida sobre a prostata lateral de cobai Cavia porcellus nas diferentes fases do desenvolvimento pos-natal

Cordeiro, Renato Simões 23 January 2003 (has links)
Orientador: Sebastião Roberto Taboga / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-03T06:38:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Cordeiro_RenatoSimoes_M.pdf: 5609100 bytes, checksum: f7cad2c526c3cbbf31cadcefe2e0ef7d (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: A próstata é a glândula de maior expressividade funcional no aparelho reprodutor dos mamíferos, sendo responsável pela produção do liquido seminal. O seu desenvolvimento, manutenção e histofisiologia dependem da ação direta de honnônÍos sexuais androgênicos produzidos principalmente pelos testículos. No homem e em alguns animais de laboratório, este órgão é acometido por várias patologias, devido à baixa na produtividade hormonal ao longo do envelhecimento. A utilização da terapia anti-androgênica têm sido muito indicada no tratamento de lesões prostáticas. Uma das principais drogas utilizadas é o anti-androgênico não esteroidal flutamida, que é biologicamente ativo no bloqueio da ação dos andrógenos nos tecidos alvos, baseado no potencial de competição pelos sítios de receptores androgênicos. Porém, os aspectos que envolvem a relação estroma-epitélio não estão completamente esclarecidos. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da administração do fánnaco anti-androgênico flutamida sobre o lobo lateral da próstata de cobaias machos ao longo do desenvolvimento pós-natal, analisando os aspectos estruturais, morfométrico-estereológicos, cito químicos e ultra-estruturais dos compartimentos estromais e epiteliais do órgão. Foram utilizados 30 cobaias machos divididos em 3 grupos de 10 animais cada de acordo com a fase do desenvolvimento pós-natal (fase puberal, pós-puberal e adulta). Dentro de cada grupo elegeu-se aleatoriamente 5 animais para o grupo controle e 5 animais para o grupo tratado, que receberam injeção subcutânea diária de flutamida na dose de lOmgIKg/dia/animal durante 10 dias. Após o tratamento, as próstatas foram removidas, fixadas e incluídas para a microscopia de luz e eletrônica de transmissão. Foram feitos testes histoquímicos para fibras colágenas (Tricrõmico de Masson e Picrossírius-Hematoxifjna), fibras do sistema elástico (Fucsina Resorcina de Weigert) e fibras reticulares (Reticulina de Gomori), além das colorações usuais pela Hematoxilina-Eosina para caracterização geral e análise morfométrica-estereológica dos componentes prostáticos e Azul de Toluidina para caracterização dos fenótipos nucleares na próstata. Os resultados obtidos permitiram concluir que o anti-androgênico flutarnida provocou alterações na arquitetura glandular prostática nas idades em estudo. As análises histoquímicas e morfométrica-estereológicas revelaram que as unidades acinares dos lobos laterais prostáticos dos animais tratados da fase púbere apresentaram células epiteliais com fenótipos cúbicos seguido de um aumento do diâmetro dos ácinos, promovendo um estreitamento do conjuntivo e da musculatura lisa ao redor dos ácinos, bem como um espessamento e arranjo concêntrico das fibras reticulares entre a musculatura. No lobo lateral da próstata dos animais da fase pós-púbere, notou-se uma diminuição do diâmetro acinar e um pequeno aumento do estroma muscular. Enquanto que, nos animais adultos observou-se uma diminuição do diâmetro acinar causando dobras no epitélio glandular, ocasionando um pequeno aumento na espessura da musculatura lisa e diminuição na espessura com distribuição irregular das fibras reticulares. As fibras colágenas apresentaram-se de certa forma mais finas e de distribuição e concentração irregulares nas três idades, tendo uma maior concentração na base epitelial. Em relação ao sistema elástico, observou-se um aumento das fibras pré-elásticas após o tratamento. As células epiteliais acinares analisadas ultra-estruturalmente apresentaram endomembranas alargadas, principalmente no retícul0 endoplasmático rugoso e no complexo de Golgi, e uma drástica diminuição das microvilosidades. Estes dados sugerem que a flutamida pode alterar sobremaneira as interações morfológicas e estruturais dos componentes fibrilares e celulares prostáticos ao longo das diferentes fases do desenvolvimento pós-natal / Abstract: The prostate gland is an organ with the largest functional expressivity in the mammals reproductive system and is responsible for the most seminal fluid production. Its development, maintenance and histofisiology depend on the direct action of androgens, which are produced main1y by the testicles. In the ffian and some mammals, this organ is a target to several pathologies due a decreasing hormonal productivity with the aging. The use of antiandrogenic therapy in the treatment of prostatic lesions has been very suitable. One of the most used drug is the nonsteroidal antiandrogen flutamide, that is active bíologícally by blocking the actíon of the androgens ín the target tissue, based on the potential competition for the sites of the androgens receptors. However, the aspects that involve the epithelium-stroma ínteractions are not completely understood. The aim of this work was to evaluate the administration effect of the antiandrogen flutamide in the male Guínea pig prostate during development, analyziI?g structural, stereologic-morphometrical, cytochemical and uItrastructural aspects of stromal and epithelium organ compartments. Sixty male guinea pigs were divided in 3 groups of 20 animals, where each group corresponded to the phase of post-natal development (pubertal, post-pubertal and adult phase). Ten animals were chosen aleatorilIy as control group and 10 animals as treated group that received for 10 days daily subcutaneous injection of 10mgIK.g flutamide. Afier the treatment, the lateral prostate were removed, fixed and embedded for light and transmission electron microscopy. Histochemical tests were carried out for collagens fibers (Masson's Trichrome and Picrossirius-Haematoxylin), elastic system fibers (Weigert's Resorcin Fucsin) and reticular fibers (Gõmôri's Reticulin), as well as the usual staining methods Haematoxylin-eosin for general characterization and stereologic-morphometrical analysis of the prostatic component and Toluidin Blue staining for charactenzation of the nuclear phenotypes in the prostate. The results revealed that the antiandrogenflutamide caused some alterations in the prostatic glandular architecture in all ages in study. Histochemical and stereologic-morphometricaI anaIysis showed an increased of the acini diameter in the pubertaI treated animaIs, promoting a straightness of the connective tissue and smooth muscIe cells layer around the acini. The epithelial cells of these acini exhibited cubic phenotype. In addition, was observed rearrangement in the thickness and disposition of reticulin fibers among smooth muscIe layer. In the postpuberal phase the alterations were slight, showing a decrease of the acini diameter and increase of the smooth musc1e cells around the adni. In the adult animaIs, was observed a decrease of the acini diameter causing foIds in the acinar epithelium. This fact caused an increase in the thick of smooth musc1e layer and decrease in the thick of reticular fibers besides irregular distribution. The collagen fibers presented an irregular distribution and concentration in alI ages tested, exhibiting a higher concentration in the epitheIium basement. The elastic system fibers became dense after the treatment. The uItrastructural evaluation of the acinar secretory cells demonstrated an enlargement of the endomembranes, mainly in the rough endoplasmic reticuIum and GoIgi apparatus. Furthermore, a drastic decrease of the microvilli was observed in alI treated group. These results are consistent with the concIusion that flutamide exerts antiandrogenic effects on the prostatic architecture, promoting alterations mainly in the stromaJepithelium morphologic and modifYing structuraI interactions Ín all ages tested. / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Biologia Celular
3

Caracterização citoquimica de complexos DNA-proteina contendo variantes de histona H1

Falco, Jose Ricardo Penteado 20 September 1999 (has links)
Orientador: Maria Luiza Silveira Mello / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-25T00:17:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Falco_JoseRicardoPenteado_D.pdf: 2833002 bytes, checksum: 94d95638b51ee423178bbf3ea81afed6 (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: Valores de concentração crítica de eletrólitos (CEC) da cromatina de células (espermatozóides e eritrócitos de frango) conhecidas ou suspeitas de apresentarem variantes da histona HI foram comparados entre si com o objetivo de estabelecer semelhanças ou diferenças nos complexos DNA-proteína em nível citoquímico. A afinidade por moléculas de azul de toluidina em condições de competição com íons Mg2+ foi investigada nos espermatozóides do sapo boi, de ouriços do mar, de abelhas melíferas, de abelhas sem ferrão, de mamangavas e em eritrócitos de frango. Uma íntima relação entre os valores de CEC de Rana catesbeiana e de duas espécies de ouriço do mar com os da cromatina de eritrócitos de frango, que contém a histona H5, foi vista estar de acordo com certas semelhanças bioquímicas e estruturais entre seus complexos DNA-proteína. Quanto aos dados para abelhas, não se pôde associar a variabilidade em valores de CEC com a posição das espécies na respectiva árvore filogenética. Conclui-se, portanto, que a CEC de cromatina de espennatozóides que contêm histona H1 é um indicador útil da influência de variantes de H1 na organização de complexos DNA-proteína, mas é de pouco valor em estudos filogenéticos. Suspeitas cito químicas da presença de histonas H1 na cromatina de espermatozóides de Apis mellifera foram confirmadas através da extração, com PCA 5%, das proteínas básicas nucleares dos espennatozóides de Apis mellifera e eletroforese em gel de poliacrilamida 15% contendo 6,25M de uréia. As bandas detectadas, de pequena mobilidade eletroforética quando comparadas às H1 de timo de bezerro comercial (Sigma) e figado de rato, não foram encontradas em outros órgãos do mesmo animal aqui analisados, sugerindo a presença de histonas H1 com menor basicidade e/ou maior massa molecular relativa e exclusivas de espermatozóides em Apis mellifera / Abstract: The critical electrolyte concentrations (CEC) of spenn chromatin iTom animal species known or suspected to contain histone H1 variants were compared by examining the affinity of their DNA-protein complexes for toluidine blue in the presence of Mg2+. BulliTog, sea urchin, honeybees, stingless bees and bumblebee spennatozoa and chicken erythrocytes were studied. The CEC for Rana catesbeiana and two sea urchin species were similar to that of histone H5-containing chromatin iTom chicken erythrocytes, thus confinning the biochemical and structural similarities of these DNA-protein complexes. The CEC for bees and the bumblebee, Bombus atratus, showed no particular phylogenetic relationship. We conc1uded that the CEC ofhistone Hl-containing spenn cell chromatin is a useful indicator ofvariability _in DNA-protein complexes but is oflittle phylogenetic value. Suspicion that a lysine-rich somatic-like histone (H1) occurs in chromatin spennatozoa of the honey bee were confinned by 5% PCA extraction and electrophoresis in 15% polyacrylamide gels containing 6.25M urea. Five bands with slower migration as compared with the standards were detected. Our data suggest that a lysine-rich histone (H1), spenn specific with lower basic charge density or large molecular mass occurs in the spenn cells of the honey bee / Doutorado / Biologia Celular / Doutor em Biologia Celular e Estrutural
4

Alterações morfofisiologicas celulares e nucleares em celulas epiteliais mamarias humanas transformadas por benzo [a] pireno e transfectadas com o oncogene c-Ha-ras : aspectos citoquimicos e de analise de imagem

Barbisan, Luis Fernando 10 March 1997 (has links)
Orientador: Maria Luiza S. Mello / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-22T03:36:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Barbisan_Luisfernando_M.pdf: 8010012 bytes, checksum: b999da798b8e914b384a9b5b7b8bcedb (MD5) Previous issue date: 1997 / Resumo: Alterações morfofisiológicas celulares enucleares foram investigadas através de métodos citoquímicos e de análise de imagem em células epiteliais mamárias humanas, MCF-IOF, transformadas com o benzo[a]pireno, e que expressam diferentes estágios da progressão tumoral (clones BPl, BPI-E e BPI-El), e, adicionalmente, num clone transfectado com o oncogene c-Ha-ras (BPl- Tras). Um aumento no índice mitótico foi observado com a progressão neoplásica. Por outro lado, um aumento em células apoptóticas, evidenciadas por uma variante do método de concentração crítica de eletrólitos, foi observado somente nas células BPI-Tras. Relocação de RNA durante a mitose, identificável por resposta metacromática, não diferiu quando se compararam células MCF-lOF transformadas e não transformadas, exceto com relação à presença de corpos semelhantes a nucléolos ("nucleolus-like bodies") encontrados próximos à placa cromossômica na metáfase ou ao fuso nas fases mitóticas subsequentes. Estes corpos não foram abundantes nas células MCF-lOF não transformadas e se tornaram mais escassos ainda nos clones celulares transformados, talvez por menores quantidades de RNA excedentes estarem envolvidas em tais condições. Pleomorfismo nuclear foi predominante nos clones celulares que expressam o fenótipo tumorigênico (BPI-E, BPI-El e BPI-Tras). Anormalidades nucleares tais como, cariorréxis, cariólise, multinucleação e micronúcleos foram mais freqüentes nas células BPl- Tras. Todos os clones exibiram células binucleadas e gigantes, mas nenhuma alteração nas suas frequências puderam ser detectadas quando os vários clones celulares foram comparados entre si. Alguns fenótipos nucleares puderam ser caracterizados nas células transformadas e não transformadas. Entretranto, estes poderiam estar associados com a progressão neoplásica, ou mesmo, com as diferentes fases do ciclo celular. Uma diminuição na área, perímetro e fator forma nucleares, mas um aumento na área e perímetro nucleolares foram encontrados com o avanço do processo tumorigênico nas células transformadas com o benzo[a]pireno. Estas alterações podem ser devidas a uma diminuição nas quantidades Feulgen-DNA (hipodiploidia) e/ou a um aumento nos estados de empacotamento cromatínico, embora um aumento na atividade transcripcional ocorra a nível nucleolar. Em particular, os tamanhos e perímetros nucleares das células BPl- Tras aumentaram quando comparados aos das células BP1, BPI-E e BPI-El, mas não diferiram dos valores para células MCF-IOF não transformadas. O aumento na área e no perímetro nuclear pode estar associado a uma certa aneuploidia promovida pela transfecção com o oncogene c-Ha-ras. Os tamanhos e número de nucléolos nas células BPI-E e BPI-Tras diferiram dos das outras células, e, um aumento da tamanho nucleolar com uma diminuição do número de nucléolos foi observado ocorrer nas células BPI-E e BPI-Tras. Fusão nucleolar e aumento em tamanho certamente refletem atividades metabólicas aumentadas nas células BPI-E e BP1 Tras quando comparadas aos outros clones celulares. Os dados de morfometria nuclear nos clones celulares transformados pelo benzo[a]pireno e transfectados com o oncogene c-Ha-ras indicam a existência de mecanismos morfofuncionais distintos e complexos que envolvem a progressão neoplásica de células MCF-lOF in vitro. O aumento na frequência de células micronucleadas e multinucleadas e aneuploidia nas células BP 1- Tras poderia estar relacionado à instabilidade genética induzida pela transfecção do oncogeneraso / Abstract: Cellular and nuclear morphophysiological changes were investigated by cytochemistry and image analysis in clones of human breast epithelial cells, MCF-I0F, transformed by benzo[a]pyrene and expressing different stages of progression to neoplastic transformation (BP1, BPI-E and BPI-El clones), and additionally transfected with the c-Ha-ras oncogene (BP 1- Tras). A mitotic index increase was observed with the neoplastic progression. On the other hand, an increase in frequency of apoptotic celIs, as identified by a critical electrolyte concentration method, was only observed in BP 1- Tras celIs. RNA relocation during mitosis, identified by a metachromatic response, was found to differ when comparing nontransformed and transformed MCF-lOF cells. The exception refers to the presence of nucleolus-like bodies found close to the chromosomal plate at metaphase or to the spindle in subsequent mitotic phases. These bodies were not abundant in nontransformed IvlCF-l OF celIs, and become much more scarce in the transformed celIs, possibly due to decrease in surplus RNA involved. Nuclear pleomorphism was predominant in the cell clones expressmg tumorigenesis phenotypes (BPI-E, BPI-El and BP1- Tras cells). Nuclear abnormalities such as karyorhexis, karyolysis, multinucleation and micronucleation were more frequent in BP 1- Tras celIs. AlI celI clones exhibited binucleate and giant celIs, but no change in their frequencies could be detected when comparing the various cell clones. Some nuclear phenotypes could be characterized in the nontrasformed and transformed cells. However, they may be associated with the neoplastic progression or even with different cell cycle phases. A decrease in nuclear area, perimeter and form fator, but an increase in nucleolar area and perimeter were found with advancing tumorigenesis process in the benzo[ a ]pyrene-transformed cells. These changes may be due to a decrease in Feulgen-DNA amounts (hypodiploidy) and/or increase in chromatin packing states, although an increased transcriptional activity occurs at the nucleolar leveI. In particular, the nuclear sizes and perimeter of BP 1- Tras cells increased as compared to those of BP1, BPI-E and BPI-El cells, but were not found to differ from values ofthe nontransformed MCF-I0F cells. The nuclear area and perimeter increase may be associated to a certain aneuploidy degree promoted by the rastransfection. Nucleolus sizes and numbers in BPI-E and BPI-Tras cells were found to differ from those ofMCF-lOF, BPl and BPI-El cells, and nucleolar sizes increasing with the decrease in nucleolus numbers were observed in BPI-E BP1 Tras cells. Nucleolus fusion and enlargement certainly reflect metabolic activities enhanced in BPI-E and BPI-Tras cells when comparing these to the other cell clones. The nuclear morphometry data on the benzo[ a ]pyrene-transformed cells and on those additionally transfected by the c-Ha-ras oncogene indicated the existence of complex and distint morphofunctional mechanisms involving of the in vitro transformation of the MCF-I0F cells. The increase in frequency of micronuclei and multinucleate cells and in aneuploidy in the BP 1- Tras cell clone could be related to the genomic instability induced by ras-transfection / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Ciências Biológicas
5

Analise citogenetica, citoquimica e ultraestrutural da espermiogenese de especies de Physalaemus e Pseudopaludicola falcipes com enfase a caracterização taxonomica de Physalaemus biligonigerus e P. fuscomaculatus

Amaral, Mauricio José Lopes Vaz do 18 February 2000 (has links)
Orientador: Shirlei Maria Recco-Pimentel / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-26T00:21:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Amaral_MauricioJoseLopesVazdo_D.pdf: 14309121 bytes, checksum: 98e48ccc7cd6fa16721c0790278c104d (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: O gênero Physalaemus, pertencente à família Leptodactylidae, apresenta um grande polimorfismo e notável abundância de espécies crípticas, o que levou ao reconhecimento de quatro grupos. Neste trabalho, investigamos alguns aspectos da citogenética e da espermiogênese de algumas espécies deste gênero, com especial ênfase à P. fuscomaculatus e P. biligonigerus. Essas espécies apresentam dificuldades de identificação, devido, principalmente, à sua grande semelhança morfológica. Além disso, o nome específico fuscomaculatus, vem sendo dado à diversas populações de biligonigerus. Os exemplares de P. fuscomaculatus, P. biligonigerus e P. aff. biligonigerus analisados citogeneticamente, apresentaram 2n=22 cromossomos. Com exceção do par 3 de P. fuscomaculatus, que é submetacêntrico, enquanto nas outras duas espécies é metacêntrico, todos os demais cromos somos apresentaram a mesma morfologia. O braço curto do cromossomo 3 apresentou um bloco de heterocromatina banda C positiva que é maior em P. biligonigerus e P. aff. biligonigerus do que em P. fuscomaculatus. A mudança da morfologia do cromossomo 3 pode ser explicada, portanto, por mecanismos de adição ou deleção de heterocromatina. As três espécies apresentaram também um grande bloco pericentromérico heterocromático no par 8, uma pequena banda C positiva intersticial presente no braço longo dos pares 5 e 7, bem como um único cístron ribossomal ativo, presente no braço longo do cromos somo 9, coincidente com a constrição secundária. Somente P. aff. biligonigerus apresentou um grande bloco heterocromático na região pericentromérica no braço curto do cromossomo 9 e outro na região telomérica no braço longo. As características citogenéticas analisadas indicam grande semelhança entre essas espécies. A análise da basofilia nuclear durante a espermiogênese de P. fuscomaculatus e P. biligonigerus (grupo biligonigerus), P. centralis, P. lisei, P. riograndensis, P. cuvieri e P. gracilis (grupo cuvieri) e P. petersi (grupo pustulosus), mostrou diferentes respostas quando corados com azul de toluidina (AT) pH 4,0 e fastgreen alcalino (AFG), seguido de desaminação. Os espermatozóides de P. fuscomaculatus e P. biligonigerus, assim como os de P. cuvieri e P. gracilis, exibiram coloração violeta quando corados com A T, enquanto que os espermatozóides das outras espécies exibiram diferentes padrões de coloração. Exceto os espermatozóides de P. gracilis, todos os demais se coram com AFG, seguido de desaminação. Estes resultados mostram que o DNA dos espermatozóides dessas espécies estão diferentemente complexados às proteínas. Esta é a primeira descrição de variabilidade intragenérica desta característica em Leptodactylidae. A análise ultraestrutural dos espermatozóides foi feita em P.fuscomaculatus, P. biligonigerus e P. gracilis, e também em Pseudopaludicola falcipes, cujo gênero é considerado grupoirmão de Physalaemus. As três espécies de Physalaemus apresentam a mesma morfologia ultraestrutural, mas diferem dos espermatozóides de Pseudopaludicola falcipes e de outros leptodactilídeos, por não apresentarem o bastão axial dista!. Os resultados obtidos no presente trabalho foram insuficientes para comprovar que P. fuscomaculatus e P. biligonigerus são categorias específicas distintas, já que as diferenças observadas são muito pequenas e poderiam estar ocorrendo como polimorfismos mesmo dentro das populações. Apesar de considerar-se que o gênero Pseudopaludicola tenha se originado a partir de Physalaemus, a ultraestrutura do espermatozóide de P. falcipes difere deste grupo e é semelhante à de outro leptodactilídeo, ontophrynus cultripes, que também apresenta o bastão axial dista!. A utilização de um conjunto maior de caracteres poderá auxiliar no esclarecimento das relações filogenéticas nos leptodactilídeos, que permanece ainda confusa / Abstract: The genus Physalaemus, belonging to the family Leptodactylidae, shows extensive polymorphism and an abundance of cryptic species. At least four species are currently recognized in this genus. In this work, we investigated some aspects of the cytogenetics and spermiogenesis of several species in this genus, with particular emphasis on P. fuscomaculatus and P. biligonigerus. These two species are difficult to distinguish, mainly because of their considerable morphological similarities. A further problem is that the specific name fuscomaculatus has been applied to several populations of biligonigerus. AlI the specimens of P. fuscomaculatus, P. biligonigerus and P. aff. biligonigerus analyzed had 2n=22 chromosomes. All of the chromosomes had the same morphology, with the exception of pair 3 of P. fuscomaculatus, which was submetacentric, but metacentric in the other two species,. The short arm of chromosome 3 contained a block of heterochromatin which was Cband positive and was slightly longer in P. biligonigerus and P. aff. biligonigerus than in P. fuscomaculatus. The divergenge in morphology of chromosome 3 can be explained by the addition or delection of heterochromatin. The three species also showed a large block of pericentromeric heterochromatin in the pair 8, a small interstitial C-band, on the long arm of pairs 5 and 7, as well as a uni que ribossomal cistron, on the long arm of chromosome 9, coincident with the secondary constriction. P. aff. biligonigerus was the only species to have a large block of pericentromeric heterochromatin in the short arm of chromosome 9 and another one in the telomeric band of the long arme The nuclear basophilia during spermiogenesis in P. fuscomaculatus and P. biligonigerus (biligonigerus group), P. riograndensis, P. centralis, P. lisei, P. gracilis and P. cuvieri (cuvieri group) and P. petersi (pustulosus group) showed different responses with toluidine blue (TB) pH 4.0 and alkaline fast-green (AFG) after deamination. The spermatozoa of P.fuscomaculatus, P. biligonigerus, P. cuvieri and P. gracilis stained violet, whereas those of the other species showed different responses to TB. Except in P. gracilis, the spermatozoa of all species were positive to AFG, even after deamination. These results show that the DNA in the spermatozoa ofthese species is differently associated with proteins. This is the first description of such intrageneric variability in the Leptodactylidae. An ultrastructural analysis of the spermatozoa of P. fuscomaculatus, P. biligonigerus, P. gracilis and Pseudopaludicola falcipes, a genus considered to be a sister-group of Physalaemus, showed that the three species of Physalaemus had the same ultrastructural morphology, but differed from the spermatozoa of the Pseudopaludicola and other leptodactylids in that they had no axial rodo The results obtained here were insufficient to prove that P scomaculatus and P. biligonigerus are the same species, since the differences observed were very small and could reflect polymorphisms within populations. Although the genus Pseudopaludicola originated within the genus Physalaemus, the ultrastructure of P. falcipes spermatozoa differed from the latter group and was more similar to that of another leptodactylid, Odontophrynus cultripes. The use of a wider set of characters would help in elucidating the still confusing phylogenetic relationships among leptodactylids / Doutorado / Biologia Celular / Doutor em Biologia Celular e Estrutural
6

Efeito inibidor da finasterida sobre a enzima 5-alfa-redutase na prostata de gerbilos adultos (Meriones unguiculatus)

Corradi, Lara Silvia 20 August 2003 (has links)
Orientador: Sebastião Roberto Taboga / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-03T17:27:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Corradi_LaraSilvia_M.pdf: 4218766 bytes, checksum: 31f98a583235b641f6facc93ba1715e1 (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: o desenvolvimento e diferenciação da próstata são induzidos por andrógenos; via interações epitélio-mesenquimais, e na vida adulta, a glândula é mantida funcionalmente ativa por interações semelhantes entre o epitélio e o estroma. Descompensações hormonais, geralmente observadas durante a senescência, causam um desequilíbrio destas interações homeostáticas e podem promover o aparecimento de patologias prostáticas. A hiperplasia e o câncer estão entre as doenças que mais fTeqüentemente atingem a próstata e os hormônios androgênicos; juntamente com outros fatores, exercem papel importante na etiologia destas lesões. O entendimento da fisiologia androgênica e sua função no desenvolvimento e manutenção da próstata normal e no envolvimento com as doenças que a afetam é fundamental para a compreensão das interações epitélio-estroma. Na próstata a ação androgênica é acentuada devido à conversão da testosterona em diidrotestosterona pela 5a.- redutase, enzÍma presente, principalmente, em células basais e estromais. Por essas razões, o objetivo deste estudo foi avaliar as alterações na morfologia tissular da próstata ventral do gerbilo adulto (Meriones unguiculatus), incluindo modificações na arquitetura tecidual, na ultra-estrutura celular, além do arranjo das fibras da matriz extracelular, decoITentes do tratamento com finasterida, um inibidor competitivo da enzima 5a.-redutase. Os resultados obtidos após 10 dias de tratamento oral; com 100mglkg/dia de finasterida, revelaram uma intensa reorganização do compartimento estromal e modificações epiteliais frente a nova situação hormonal. O compartimento glandular epitelial reduziu-se de tamanho e teve a atividade sintética diminuída, enquanto no compartimento estromal as fibras de colágeno e as reticulares acumularam-se de maneira marcante na base do epitélio, assumindo fenótipos bem diferentes dos observados na próstata dos animais controle. A camada de músculo liso tornou-se menos compactada, com abundante material granular amorfo e fibras colágenas e reticulares entremeando as células musculares lisas. Além disso, este material granular amorfo também acumulou-se notavelmente na base do epitélio. Algumas das células da camada muscular lisa por sua vez, passaram a apresentar aspecto desdiferenciado, com contorno irregular e espinhoso, enquanto outras mostraram-se bem reduzidas, com citoplasma condensado e várias vesículas de pinocitose na membrana celular. Deste modo, estes resultados permitem indicar que a inibição da atividade enzimática da 5a.-redutase afetou as interações homeostáticas entre epitélio e estroma, o que pode estar potencialmente envolvido com alterações hormonais / Abstract: Prostatic deve1opment and differentiatíon are induced by androgens acting via mesenchymal-epithelial interactions, and during adult life the gland is maintained functionally active by reciprocal homeostatic stromal-epithelial interactions. Hormonal alterations, usually associated with the physical aspects of aging, leads to disruptions of this homeostatic interactions and may initiate and promote several prostate diseases. The benign prostatic hyperplasia and cancer are among the most fi-equently prostatic pathologies and androgens, together with others factors, play important roles in the etíology ofthese lesions in the prostate. Understanding the physiology of androgen production and its role in development and maintenance of the normal prostate and in prostate cancer, it is vital in order to comprehend the complex interactions between epithelium and stroma. Within the prostate, the androgen action is enhanced due to the conversion of testosterone in dihydrotestosterone, by 5a-reductase, an enzyme mostly present in basal and stromal cells. Thus, the objective ofthis study was to analyze the alterations in tissular morphology of the adult gerbil (Meriones unguiculatus) ventral prostate, including modifications in the tissue architecture, cell ultrastructure and extracellular matrix fibers arrangement, following finasteride therapy, a competitive Sa-reductase inhibitor. The data obtained afier oral frnasteride administration, at a dose of 100mglkglday through 10 days revealed a striking reorganization ofthe stromal compartment and epithelial modifications, probably due to the new hormonal situation. The glandular epithelial compartment shrinked and its secretory activity decreased. In the stromal compartment, there was a notable collagen and reticular fibers accumulation around the epitheliurn, which assumed very different phenotypes when compared to the control animaIs' prostate. The smooth musc1e layer underwent a loosening, interspersed with abundant amorphous granular material, collagen and reticular fiber. This amorphous granular material also accumulated in the base of the epithelium. Some smooth musc1e cells exhibited a dedifferentiated aspect with a higWy irregular external contour and numerous spine-like cytoplasmic projections, whereas others were reduced, showing a condensed cytoplasm and many caveolae in the cell surface. ln these regards, the results lend support to conc1ude that the 5a-reductase inhibition affected the homeostatic epithelial-stromal interactíons, what can be critically involved with the alterations of hormonallevels / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Biologia Celular e Estrutural
7

Estudo citoquimico estrutural e ultra-estrutual do desenvolvimento em Serrasalmus spilopleura (Teleostei, Characiformes, Serrasalminae)

Guimarães, Ariene Cristina Dias 04 July 2000 (has links)
Orientador: Irani Quagio-Grassiotto / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-04T00:23:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Guimaraes_ArieneCristinaDias_D.pdf: 8092294 bytes, checksum: 89d4c2955b40132b1d27eea816e79977 (MD5) Previous issue date: 2004 / Resumo: Durante o desenvolvimento oocitário o metabolismo celular é intenso. Várias vias biossintéticas interagem na formação dos componentes e estruturas celulares, destinadas a viabilizar a fertilização e o desenvolvimento inicial do embrião e da larva. Nos oócitos dos teleósteos aparecem e se desenvolvem com esse objetivo, o envelope oocitário, os alvéolos corticais, as inclusões lipídicas e os grânulos de vitelo. Estudos morfológicos, fisiológicos e bioquímicos apontam diferentes sítios e organelas celulares como participantes nesse processo. As modificações morfo-fisiológicas que têm início durante o crescimento primário e completam-se ao longo do crescimento secundário foram acompanhadas nos oócitos de Serrasalmus spilopleura mediante a utilização de técnicas citoquímicas (estruturais e ultra-estruturais). Durante o crescimento primário, as células foliculares mostram corpos densos sob ação do ósmioimidazol (Im), enquanto no envelope oocitário, a substância amorfa é positiva ao método do vermelho de rutênio (VR). No citoplasma desses oócitos, corpos positivos ao Im estão associados aos grupamentos mitocondriais e ao retículo endoplasmático, grande quantidade de ribossomos é evidenciada pelo EDTA ou método de Bernhard e o corpúsculo de Balbiani responde à técnica da prata amoniacal (AgA). Além disto, elementos do retículo endoplasmático, cisternas e vesículas do complexo de Golgi, lisossomos, corpos multivesiculares e algumas vesículas elétron-densas reagem positivamente à detecção de fosfatases ácidas (AcPase). Elementos do retículo endoplasmático, vesículas do complexo de Golgi e algumas vesículas elétron-densas também respondem positivamente à impregnação com tetróxido de ósmio e iodeto de zinco (ZIO). Elementos do retículo endoplasmático, algumas cisternas e vesículas do complexo de Golgi, algumas microvesículas dos corpos multivesiculares e outras vesículas respondem positivamente à impregnação pelo tetróxido de ósmio e iodeto de potássio (KI). Durante o crescimento secundário, no envelope oócitário a substância amorfa é positiva à AgA e as microvilosidades respondem ao Im e ao VR. No citoplasma dos oócitos, depósitos lipídicos esparsos respondem ao Im, os 2 alvéolos corticais são positivos ao VR, ao Im e à AgA, enquanto os grânulos de vitelo reagem à AgA. Ainda nos oócitos em crescimento secundário, elementos do retículo endoplasmático incluindo espaço intermembranoso do envoltório nuclear, alguns dictiossomos, lisossomos, grânulos de vitelo, regiões do envelope oocitário e sítios nas células foliculares respondem à AcPase. Alvéolos corticais, estruturas citoplasmáticas heterogêneas, regiões do envelope oocitário e sítios nas células foliculares respondem ao ZIO. Ainda, elementos do retículo endoplasmático, outras vesículas e sítios nas células foliculares respondem positivamente ao KI. As respostas às técnicas utilizadas são discutidas em relação à biologia dos oócitos / Abstract: During oocyte development metabolic activity is intense. Many biosynthetic pathways interact during the formation of the cell structrural components, destined to promote the fertilization and the initial embryo and larval development. Therefore, the egg envelope, the cortical alveoli, lipidic inclusions and yolk granules appear and develop in the Teleostei oocytes. Morphological, physiological and biochemical studies show that different cell sites and organelles are at work in these processes. The morphophysiological changes that occur during oocyte primary and secondary growths in Serrasalmus spilopleura were studied under cytochemistry techniques (ultrastructural and structural). During oocyte primary growth, follicular cells show dense bodies when submitted to osmium-imidazole (Im), while in the egg envelope, the amorphous material react to ruthenium red technique (VR). In the oocyte cytoplasm, dense bodies, positive to Im, are associated to mitochondrial clusters and to endoplasmic reticulum, submitted to EDTA or Bernhard method large amounts of ribosomes are evident, and the Balbiani body reacts to amoniacal silver technique (AgA). Also in the previtellogenic oocytes, endoplasmic reticulum components, Golgi complex cisternae and vesicles, lysosomes, multivesicular bodies and some electron-dense vesicles react positively to AcPase detection. These endoplasmic reticulum components, Golgi complex cisternae and vesicles also react positively to osmium tetroxide and potassium iodide impregnation (KI). These structures, except for the Golgi complex cisternae, are already strongly contrasted in response to osmium tetroxide and zinc iodide impregnation (ZIO). Some electron-dense vesicles are stained with ZIO, while microvesicles of multivesicular bodies and other large vesicles, which are isolated in the cytoplasm, are contrasted by KI. During oocyte secondary growth, in the egg envelope, the amorphous material react to AgA and the microvilli react positively to Im and to VR. In the oocyte cytoplasm, scattered lipidic depositions react to Im, the cortical alveoli are positive to VR, to Im and to AgA, while the yolk granules react to AgA. Endoplasmic reticulum components including the nuclear envelope intermembrane space, some dictiosomes, lysosomes, yolk granules, egg envelope regions and follicular cell sites are reactive to AcPase. The cortical alveoli, heterogeneous cytoplasmic structures, egg envelope regions and follicular cell sites are reactive to ZIO. Still, endoplasmic reticulum components, other vesicles and follicular cell sites react to KI. The reactions to the applied techniques are discussed in relation to the oocytes biology / Doutorado / Biologia Celular / Doutor em Biologia Celular e Estrutural
8

Estudo ultraestrutural e citoquimico da espermiogenese de percevejos da familia pentatomidae (Hemiptera)

Fernandes, Adrienne de Paiva 26 February 1999 (has links)
Orientador: Sonia Nair Bao / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-24T20:35:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Fernandes_AdriennedePaiva_M.pdf: 6560480 bytes, checksum: cb5545c7c98c2ac29b30cb2ab3aa4c47 (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: Percevejos fitófagos (Hemiptera, Pentatomidae) são as principais pragas de colheitas economicamente importantes ao redor do mundo. Entre os pentatomídeos pragas de leguminosas, o percevejo verde Nezara viridula talvez seja o mais importante, bem como as espécies do gênero Acrosternum. Portanto, a caracterização estrutural e ultraestrutural do espermatozóide destes insetos poderá ser importante futuramente para programar e direcionar o controle bioquímico destas pragas, bem como para a manipulação genética de populações através de machos estéreis e semi-estéreis. A espermiogênese assim como o espermatozóide de Acrosternum aseadum e Nezara viridula são muito semelhantes e portanto, foram descritos conjuntamente. A espermiogênese envolve a elongação nuclear, a condensação da cromatina, a formação do acrosoma, e o desenvolvimento flagelar, com a formação do axonema bem como dos derivados mitocondriais. Durante as fases iniciais da espermátide, o núcleo se parece com o núcleo de uma célula somática. O citoplasma circundante apresenta um complexo de Golgi bem desenvolvido, o qual é impregnado por tetróxido de ósmio - iodeto de potássio no "cis Golgi network", em cisternas cis e em várias vesículas do "trans Golgi network". O produto de reação de atividade fosfatase ácida e glicose-6-fosfatase é observado principalmente na porção "1rans network" do complexo de Golgi. O complexo de Golgi contribui para a formação do acrosoma. Primeiro um grânulo pró-acrosomal é formado pela fusão de vesículas oriundas do Golgi. Este grânulo se ancora no núcleo e sofre diferenciação simultaneamente com o núcleo e o flagelo. O núcleo sofre uma condensação gradual da cromatina com um aumento em sua ele1rondensidade. Durante a sua compactação a cromatina apresenta um aspecto fibrilar, o qual evolui para um arranjo paracristalino e então se toma muito compactada e ele1ron densa. Em espermátides jovens pode ser visto o adjunto do centriolo localizado posteriormente ao núcleo, na região de implantação do flagelo. Próximo ao adjunto do centriolo observamos um bastão ele1ron denso, o qual apresenta marcação positiva com anticorpos para as tubulinas a, J3 e total, e cuja a marcação desaparece nos estádios finais da espermiogênese, sugerindo uma função como cen1ro organizador de microtúbulos. O axonema da espermátide contém uma variedade de elementos tubulares que persistem no espermatozóide. O axonema apresenta o padrão de 9+9+2 microtúbulos que mos1ram produtos de reação de atividade fosfatase ácida, glicose 6-fosfatase e tiamino pirofosfatase. Dois derivados mitocondriais, contendo duas es1ruturas paracristalinas flanqueiam o axonema. Esses derivados mitocondriais são conectados ao axonema por pontes, que juntamente com as estruturas paracristalinas são características sinapomórficas dos espermatozóides dos Heteroptera. Nas fases iniciais da espermiogênese pode ser observado o produto de reação da atividade enzimática para glicose-6-fosfatase no nebenkem e para cito cromo C oxidase nas cristas dos derivados mitocondriais. Nos estádios finais de diferenciação algum produto de reação da atividade enzimática para tiamino pirofosfatase é observado nas estruturas paracristalinas. Assim, podemos observar que durante a espermiogênese de Acrosternum aseadum e Nezara viridula as espermátides sofrem modificações morfofuncionais que têm a participação do sistema complexo de Golgi-retículo endoplasmático, bem como de várias fosfatases e oxidases / Abstract: Phytophagous stink bugs (Hemiptera, Pentatomidae) are the main pests of economicaly important crops throughout the world. Among the several pentatomid pests of legume crops, the southem green stink bug Nezara viridula is perhaps the most imp0l1ant ones as well as the specie A. aseadum of the genus Acrosternul11. Thus, the structural and ultrastructural characterization of these insects spenl1atozoa will be velY imp0l1ant to programmes directed towards the biochemical control of insect pests and genetic manipulation of populations through sterile and semi-sterile males. The spelmiogenesis as well as the spennatozoon of Acroslernul11 aseadul11 and Nezara viridula were found to be very similar and were described together. The spenniogenesis involves nuclear elongation, chromatin condensation, acrosomal fOlmation, and flagellar development, along with fonnation of the axoneme as well as mitochondrial derivatives. During the early spennatid phase, the nucleus resembles that of a somatic cell. The sUITounding cytoplasm contained a well developed Golgi complex which was impregnated with tetroxide osmium potassium iodide on the cis Golgi network, cis cistemae and in several vesicles of the trans Golgi network. The acid phosphatase and glucose-6-phosphatase reaction products were observed mainly in the trans-most pOl1ion of the Golgi complexo The Golgi complex contributes to the formation of the acrosome. Initially, a proacrosomal granule is formed; it is attached to the nucleus and undergoes differentiation simultaneously with the nucleus and the flagellum. The nucleus undergoes a gradual chromatin condensation with an increase in its electron density. During its condensation the chromatin presents a fibrillar aspect which turns into a paracristalline arrangement and then becomes very compact and electron dense. In ear1y spennatids the centriolar adjunct could be seen located posterior to the nucleus in the region of flagellum implantation. Near the centriolar adjunct we observed an electron dense rod that presents positive labelling to antibodies against a, J3 and total tubulin, and this labelling disappears in the final stages of spermiogenesis, suggesting that this structure could be a microtubule organizing center. The spennatid axoneme contained a variety of tubular elements that persists in the spennatozoon. The axoneme has a 9+9+2 microtubular pattern that is reactive to acid phosphatase, glucose-6-phosphatase and thiamine pyrophosphatase. Two mitochondrial derivatives, containing two paraclystalline structures, flanked the axoneme. These mitochondrial derivatives are connected to the axoneme by bridges that together with the paracrystalline structures are synapomorphic characteristics of Heteropteran spermatozoa. ln the early phase of spenniogenesis the glucose-6 phosphatase reaction product was found on the N ebenkem; and cytocht.ome-C oxidase reaction product occurs on the cristae of the mitochondrial derivatives. Ln the final stages of differentiation some reaction product for thiamine was observed on the paracrystalline structures. In conclusion, it is clear that during spermiogenesis of AcroslernU111 aseadum and Nezara viridula, the spermatids undergo morphofunctional modification involving participation of the Golgi complex-endoplasmic reticulum system, as well as of several phosphatases and oxidases / Mestrado / Mestre em Biologia Celular
9

Morte celular em eritrocitos nucleados

Grazziotin, Neiva Aparecida 17 May 1999 (has links)
Orientador: Maria Luiza Silveira Mello / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-25T15:22:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Grazziotin_NeivaAparecida_M.pdf: 2050916 bytes, checksum: 1f07c979d1e88da18d14b11bc6162c9a (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: Esta investigação teve por objetivo detectar e caracterizar a freqüência de fenômenos de morte celular programada (MCP) em eritrócitos nucleados, tendo por justificativa o fato de que a concentração crítica de eletrólitos (CEC) na cromatina de eritrócitos de frango é variada, sugerindo alterações nos complexos DNAproteína de parte da população celular. Eritrócitos de ftango, pombo e rã foram analisados por citoquímica e pelo método imunocitoquímico de TUNEL para avaliação de MCP. Os resultados indicaram que a maioria da população celular se encontrava em alguma fase ativa do processo de MCP, evidenciado especialmente pela variada intensidade de resposta nuclear ao método de TUNEL e que é sugestiva de alterações químicas e de estereoarranjamento nos complexos DNA-proteína desses núcleos. A alta freqüência de MCP revelada pelo método de TUNEL estaria de acordo com os dados reportados de CEC na cromatina de eritrócitos de frango. A resposta mais intensa ao método de TUNEL nos eritrócitos de rã em relação às aves pode estar associada ao tempo de vida mais curto dos primeiros e a variantes em histona H5, que fariam com que o acesso do DNA à fragmentação por endonucleases e, conseqüentemente, ao método imunocitoquímico fossem diferentes / Abstract: The objective of this investigation is to detect and characterize the frequency of programmed cell death (PCD) phenomena in nucleated erythrocytes, having as justification the fact that the critical electrolyte concentration (CEC) in chicken erythrocytes chromatin is varied, suggesting alterations in the DNA-protein complexes in part of the cellular population. Chicken, pigeon and frog erythrocytes have been analyzed by cytochemistry and immunocytochemical TUNEL assay for PCD avaluation. The results have shown that the majority of cellular population was in some active phase of PCD process, evidenced especially by the varied intensity of nuclear response to the TUNEL assay and which suggests chemical and stereoarrangement alterations in the DNA-protein complexes of these nuclei. The high frequency of PCD revealed by the TUNEL assay would be in agreement with the reported CEC data in chicken erythrocyte chromatin. The most intense response to the TUNEL assay in frog erythrocytes regarding fowls can be associated with a shorter life span of the former and the histone H5 variants which would cause the DNA access to fragmentation by endonucleases and, consequently, to the immunocytochemical assay, to be different / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Ciências Biológicas
10

Cartilagem hialina : extractibilidade e estado de agregação de seus componentes

Andrade Filho, João Baptista Freire de, 1959- 14 July 2018 (has links)
Orientador: Benedicto de Campos Vidal / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-14T02:57:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 AndradeFilho_JoaoBaptistaFreirede_M.pdf: 8365696 bytes, checksum: 81250babda7e412a270e7748b59f55dc (MD5) Previous issue date: 1984 / Resumo: A ação de tratamentos químicos dissociativos e en zimiticos sobre a cartilagem hialina do septo nasal bovino, estudada atraves de tecnicas cito quimicas. As variações nas respostas aos referidos testes citoquímicos em função dos tratamentos realizados, foram utilizadas como uma forma de estimar o grau de estabilidade fisico-química dos diferentes componentes macromoleculares da cartilagem hialina, bem como o estado de agregação e ordem molecular dos mesmos. A utilização de procedimentos distintos (tratamentos realizados sobre cortes obtidos por microtomia de congelação e sobre fragmentos de cartilagem posteriormente incluídos em parafina), permitiu uma avaliação acerca da eficiencia e acessibilidade dos diferentes agentes empregados, avaliação esta que demonstrou que os cortes obtidos por congelação produzem respostas mais evidentes a nivel qualitativo...Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: The hyaline cartilage of the bovine nasal septum was cytochemically studied, with respect to the physicochemical stability, state of aggregation and molecular order of its macromolecular components. Techniques based on the "dissociative" principle of SAJDERA & HASCALL (1969), and on enzymatic digestions were used as extraction methods. The results showed that chemical-dissociative treatments are not indicated for cytochemical studies, particularly because of the monreproducibility of such methods. Dense granules were observed on the cartilage extracellular matrix. The physicochemical stability and the stainability of such granules, lead to the supposition that they represent a multiaggregated proteoglycan complex...Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Ciências Biológicas

Page generated in 0.0465 seconds