• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 310
  • 6
  • 5
  • 3
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 330
  • 330
  • 236
  • 210
  • 44
  • 40
  • 35
  • 33
  • 29
  • 29
  • 26
  • 22
  • 21
  • 21
  • 20
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Aspectos morfologicos, bioquimicos e biomecanicos de tendões de ratos puberes, adultos e senis sujeitos a diferentes forças mecanicas

Esquisatto, Marcelo Augusto Marretto 05 July 1999 (has links)
Orientador: Laurecir Gomes / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-25T15:50:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Esquisatto_MarceloAugustoMarretto_D.pdf: 7708123 bytes, checksum: 0787246c940f80a3c6f05b0cf0d848bd (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: o tendão calcanear e o tendão flexor digital profundo de ratos são estruturas adaptadas para resistir às forças de tensão. Em algumas regiões, estes tendões também suportam forças de compressão. Nestes locais o tecido fibroso desenvolve uma metaplasia fibrocartilaginosa. O objetivo desse trabalho foi analisar o comportamento mecânico dos tendões, bem como a organização estrutural e a composição da matriz extracelular das regiões submetidas à tensão e tensão/ compressão em três idades diferentes (30dl180d/730d). O tendão calcanear foi dividido em região proximal (tensão) e distal ( compressão) e o tendão flexor digital profundo em duas regiões de tensão (proximal e distal) e uma de compressão (intermediária). A área ocupada pela fibrocartilagem no tendão calcanear apresentou crescimento longitudinal com a idade, enquanto que no tendão flexor digital profundo o desenvolvimento ocorreu transversalmente. Os proteoglicanos estão concentrados na matriz pericelular das células diferenciadas nos dois tendões. A presença de proteoglicanos entre as fibras colágenas parece diminuir nos indivíduos mais velhos no tendão calcanear e aumentar no tendão flexor digital profundo. As regiões de tensão não apresentaram variações entre as idades quanto à organização das fibras colágenas e basofilia na matriz extracelular. A ultraestrutura das células da região de compressão apresentou um citoplasma rico em filamentos do citoesqueleto. A matriz pericelular dos fibrocondrócitos no tendão flexor digital profundo, rica em proteoglicanos e fibrilas de colágeno, apresentou aumento na espessura nos animais mais velhos. No tendão calcanear, nas mesmas idades, a matriz pericelular passa por alterações progressivas, resultando numa malha de fibrilas de colágeno nos indivíduos idosos. Nas regiões de tensão as células apresentaram citoplasma rico em retículo endoplasmático rugoso. No tendão calcanear a capacidade de síntese das células parece diminuir antes que no tendão flexor digital profundo. Em ambos os tendões as fibrilas de colágeno apresentaram diâmetros menores na região de compressão em relação a de tensão. As médias dos diâmetros das fibrilas de colágeno de todas as regiões apresentaram aumento entre as idades de 30 e 180d com diminuição nos indivíduos de 730d. As regiões de tensão do tendão calcanear e flexor digital profundo apresentaram intumescimento mais acentuado em ácido acético que as de compressão. O conteúdo de água apresentou valores semelhantes entre as todas regiões e idades. A presença de glicosaminoglicanos foi maior nos indivíduos mais jovens. Contudo, nos animais mais velhos foram detectados conteúdos maiores nas regiões de compressão. O conteúdo de proteínas solúveis foi maior nas regiões de tensão enquanto que os conteúdos de ácido urânico e glicosaminoglicanos sulfatados foram mais proeminentes nas regiões de compressão. O glicosaminoglicano predominante em todas as regiões do tendão calcanear e flexor digital profundo foi o dermatam sulfato. O condroitim sulfato também foi detectado, mas somente na região de compressão de indivíduos com 30d. Fibromodulim e o decorim foram detectados em todas as regiões e idades. O teste imunoquímico para fibromodulim demonstrou diferentes graus de associação com o colágeno entre as idades. O decorim parece mais evidente nas regiões de compressão de animais com 180d. O tendão calcanear apresentou aumento progressivo da tensão de ruptura e módulo elástico durante o envelhecimento enquanto que no tendão flexor digital profundo foram observados aumento nos valores entre 30d e 180d e diminuição aos 730d. Os tendões analisados parecem apresentar respostas biológicas semelhantes aos diferentes tipos de forças a que são submetidos, no entanto, as variações qualitativas e quantitativas observadas devem estar relacionadas às diferenças na exigência funcional durante o envelhecimento / Abstract: The rat calcanear and digital flexor tendons are structures which are adaptated to resist tension forces. In some regions, these tendons also support compression forces. In these areas the fibrous tissue develops a fibrocartilage metaplasia. The aim of this work was to analyse the mechanic behaviour of these tendons, structural organization and extracelIular matrix composition of the different regions subjected to tension and tension/compression of the tendons during aging (30/180/730 days old). The calcanear tendon was divided into the proximal region (tension) and distal region (compression) and digital flexor tendon into two tension areas (proximal and distal) and one compression area (intermediate). The fibrocartilage of calcanear tendon increased 10ngitudinalIy with age, while in the digital flexor tendon, it developed transversalIy. Proteoglycans are concentrated in the pericellular matrix ofboth tendons' differentiated celIs. The presence of the proteoglycans in the colIagen fibres seem to decrease during aging in the calcanear tendon and increase in the digital flexor tendon. The colIagen fibres organization and basophilia in the extracelIular matrix of tension regions did not change during aging. The ultrastructure of the celIs in the compression region revealed a cytoplasm rich in cytoskeleton filaments. The pericelIular matrix, rich in proteoglycans and fibrils, progressively increases with aging in the flexor digital tendon. During this period, it undergoes progressive alterations in calcanear tendon which result in a network of fine fibrils in older individuaIs. In the tension region, celIs present a cytoplasm rich in rough endoplasmic reticulum. Cells ITom calcanear tendon seem decrease their synthetic metabolism before those in the digital flexor tendon. Collagen fibrils in compression regions ITom both tendons present smaller diameters. The mean diameter ITom fibrils in all regions show an increase among 30d and 180d and a decrease within 730 days old animais. In relation to compression regions, the tension regions from both tendons show a swelIing increment in acetic acid. Water content was similar in all regions and ages. Glycosaminoglycan content was higher in young animais. During aging, however, the compression regions showed higher glycosaminoglycan contento The content of soluble protein was higher in tension regions, whereas in compression regions was observed a prominent content of uronic acid and glycosaminoglycan in the extracts. Dermatan sulfate was the most abundant glycosaminoglycan found in all regions ITom calcanear and digital flexor tendon. Chondroitin sulfate was only detected in compressive regions of 30 days old rats. Fibromodulin and decorin were present in all regions and ages. Fibromodulin's immunoblotting demonstrated different degrees of association with collagen during aging. Decorin seems to be more prominent in compression regions ITom 180 days old animals. The calcanear tendon presents a progressive rise in tension of rupture and elastic modulus during aging whereas in the digital flexor tendon it was observed a progressive rise in the values among 30 and 180 days and a decrease in 730 days old rats. The tendons se em to present similar biological responces to different types of forces which they were submitted. The observation of quantitative and qualitative variations, however, must be related to differences in functional stress during aging / Doutorado / Biologia Celular / Doutor em Ciências
2

Matriz extracelular de diferentes regiões de dois tendões flexores digitais de porco : estudo morfologico e bioquimico

Feitosa, Vera Lucia Correa 25 October 2000 (has links)
Orientador: Edson Rosa Pimentel / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-26T22:10:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Feitosa_VeraLuciaCorrea_D.pdf: 13181802 bytes, checksum: 70be6825d75b6196a433f6da5690e67e (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: Os tendões flexores digitais superficial e profundo de porco foram estudados com o objetivo de identificar diferenças morfológicas e bioquímicas em regiões que exibem diferentes propriedades biomecânicas. O tendão flexor digital superficial foi dividido em três regiões, denominadas de proximal, que passa sob a articulação tibio-tarsal e recebe forças de compressão além das forças de tensão; intermediária, onde predominam apenas forças de tensão e a região distal que contorna a articulação metatarsofalângica onde também atuam forças de compressão. O tendão flexor digital profundo foi dividido nas regiões proximal com predomínio de forças de tensão; distal, região bifurcada em direção aos dígitos contornando a articulação metatarsofalângica e região terminal que se insere nos terceiro e quarto dígitos. Nestas duas últimas regiões atuam forças de compressão. As análises estruturais dos tendões mostraram que nas regiões de compressão os fibroblastos apresentaram-se arredondados, semelhantes a condrócitos e os feixes de colágeno têm uma organização muito complexa, assumindo várias direções e se associando aos proteoglicanos. A distribuição dos feixes de colágeno nas regiões de compressão e tensão pôde ser observada através das análises aos microscópios de polarização e eletrônico de varredura. A morfologia apresentada pelas regiões de tensão é típica de tendão, os feixes de colágeno estão alinhados entre si e os fibroblastos se dispõem paralelamente entre estes feixes. A birremngência mostrou um alto nível de ordem molecular e grau de agregação dos feixes de colágeno em áreas onde houve um predomínio da força de tensão. O dicroísmo linear confirma que as moléculas dos glicosaminoglicanos (GAGs) são paralelo ao eixo maior dos feixes de colágeno. O padrão de "crimp" apresentou uma morfologia regular e mais definida para as regiões de tensão. As fibras elásticas foram encontradas em todas as três regiões, porém com distribuição diferente. Nas regiões de tensão, elas seguem a mesma direção dos feixes de colágeno e em regiões de compressão elas se dispõem em várias direções. As diferentes regiões dos dois tendões foram extraídos com cloreto de guanidina (GuHCI). As dosagens de proteínas e GAGs apresentaram valores significativamente diferentes para todas as regiões dos dois tendões, ocorrendo uma maior concentração nas regiões em que os tendões contornam a articulação. Fracionamento em DEAE-Sephacel de todos os extratos e análise em SDS-PAGE 4-16% com e sem 2-mercaptoetanol evidenciou a presença de componentes polidispersos com Mr em tomo de 94 e 200 kDa. O componente de 67 kDa apareceu em todas as regiões dos dois tendões e, através da digestão enzimática com queratanase e coloração CEC-azul de alcian seguida de coomassie brilliant blue, apresentou um comportamento semelhante ao pequeno proteoglicano fibromodulim. As propriedades de intumescimento apresentadas pelos dois tendões foram típicos de uma matriz colagênica fibrosa. Foi verificado que ocorreu um intumescimento maior em água, nas regiões onde predominam forças de compressão, enquanto as regiões de tensão intumesceram mais quando em contato com o ácido acético 3%. Estes dados de intumescimento foram confirmados pelas dosagens dos GAGs sulfatados após a digestão pela papaína, que apresentou uma maior quantidade de GAG/mg de tecido naquelas regiões sujeitas a forças de compressão. O GAG dermatam sulfato detectado em gel de agarosepropilenodiamino foi encontrado em todas as regiões nos dois tendões, enquanto o condroitim sulfato foi observado principalmente nas regiões de compressão, embora tenha sido verificada pequena quantidade de condroitim sulfato também nas regiões de tensão. A digestão com as condroitinases AC e ABC e posterior análise em gel de garosepropilenodiamino indicou a presença do dermatam sulfato como único GAG. Nossos resultados, mais uma vez vêm reforçar a teoria de que as forças mecânicas podem contribuir para a definição da composição e organização da matriz extracelular / Abstract: The superficial and deep digital flexor tendons of pigs were studied to identify the morphological and biochemical aspects of different regions which have different biomechanical properties. The superficial digital flexor tendon was divided in: proximal, intermediate and distal regions. The proximal and distal regions bear compressive forces while the intermediate region withstands only tensional forces. The deep digital flexor tendon was divided in proximal, distal and terminal regions. The first bears only tensional forces while the distal and terminal regions are under compressive in addition to tensional forces. The structural analysis in both tendons, in the regions under compression, showed the presence of round cells and collagen bundles distributed in several directions, giving to the extracellular matrix a structure similar to a basket-weave pattern. In contrast, in the tensional regions, typical elongated fibroblasts were found following bundles of collagen fibers in parallel arrays. The birremngence images showed the highest degree of molecular order and collagen molecules aggregation in areas where the tensional forces were dominant, compared with areas where compressive forces were also present. The crimp pattern w.as more regular and larger in regions under tension than in compressive regions. The linear dichroism confirmed that the glycosaminoglycans (GAGs) were parallel to the long axis of the collagen fibrils. For biochemical analysis, the different regions were extracted with 4M guanidineHCI. A larger quantity of protein and sulfated GAG were found in the compressive regions. Chromatography in DEAE-Sephacel and analysis in polyacrylamide gel, showed the presence of polydisperse components with Mr around 94 and 200 kDa. A component with 67 kDa was detected in all regions. After keratanase digestion, electrophoresis and staining with alcian blue under specific critical electrolyte concentration conditions, it was proved to contain keratan sulfate. The presence of dermatan sulfate in the 94 kDa component, after 13elimination and electrophoresis in agarose gel, indicated strongly to be the small proteoglycan decorin. This component was found in alI regions, but in regions under compression probably interacts strongly with other matrix components.The swelling properties exhibited by the two tendons were typical for a fibrous collagenic matrix. A larger swelling in water was found for the regions under compression, while the tensional regions were more swollen when embedded in 3% acetic acid. These results were in accordance with the measurements of total GAGs afier papain digestion, where a larger amount of GAG/mg tissue was found in compressive areas. Dermatan sulfate detected in agarose gel was found in alI regions of the two tendons, while chondroitin sulfate was mainly observed in compressive areas. The presence of chondroitin sulfate indicates the presence of the large PG. Our results confirmed anterior studies carried out in wrap around tendons of other specimens of mammals, and once more reinforce the theory that biomechanical forces can contribute towards the composition and organization of the extracellular matrix / Doutorado / Biologia Celular / Doutor em Biologia Celular e Estrutural
3

Atividades colagenasica, elastasica e hialuronidasica de venenos animais : caracterização parcial da hialuronidase do veneno da cascavel sulamericana : Crotalus durissus terrificus

Matthiesen, Alcyr Jose 21 November 2000 (has links)
Orientador: Stephen Hyslo / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-27T02:04:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Matthiesen_AlcyrJose_M.pdf: 2439730 bytes, checksum: 195b3aef1010687757fea8a898b4bb9c (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: A difusão de toxinas do sítio de inoculação de veneno é atribuída à ação de enzimas como colagenases, elastases, hemorraginas e hialuronidases que degradam os componentes da lâmina basal e da matriz extracelular. Neste trabalho avaliamos a atividade hialuronidásica de vários venenos animais e investigamos algumas propriedades da enzima encontrada no veneno da cascavel sul americana Crota/us durissus terrificus. A atividade hialuronidásica foi medida por um método turbidimétrico usando-se ácido hialurônico como substrato e também por detecção in situ após SDS PAGE. A hialuronidase foi parcialmente purificada por gel filtração em coluna de Sephacryl S200 HR. O perfil de eluição foi monitorado a 280nm e as frações foram testadas para atividade enzimática. A capacidade de antisoros em neutralizar a enzima foi avaliada medindo-se a atividade residual após co-incubação durante 30 min à 37°C. De modo geral, os venenos investigados possuíam atividade hialuronidásica, com níveis mais altos em venenos de artrópodes [15.3+-4.7 ¿ 166+-19.2 unidades (TRU ou "turbidity reducing units")/mg] do que em serpentes (O - 7.0+-1.7 TRU/mg; média+-E.P.M.; n=3-6). Houve variação dentro e entre espécies e subespécies, conforme observado com os venenos botrópicos e crotálicos, respectivamente. Assim, a atividade hialuronidásica de diferentes amostras de veneno de C. d. terrificus variou de 4.5:tO.5 à 13.2:t4.8 unidades TRU/mg, (n=3-6), enquanto a de C. d. cascavella e C. d. collilineatus era de 25.7:t1.2 e 6.8:t1.1 TRU/mg, respectivamente. A hialuronidase mostrou pH ótimo de 4,0, e atividade máxima na presença de 50-100 mM de NaCI. A enzima perdeu atividade acima de 37°C, e também perdeu 50% de atividade durante as primeiras 6 h em solução (acetato de sódio 0,1 M, pH 6,0, contendo 0,15 NaCI), mas depois se manteve relativamente constante até 24 h, independente da temperatura de incubação (4°C, 25°C, 37°C). A cromatografia do veneno de C. d. terrificus por gel filtração resultou em um pico de atividade hialuronidásica com peso molecular >30.000, o que foi confirmado por eletroforese (SDS-PAGE) seguido por detecção de atividade in situo Com esta técnica, apenas uma banda de atividade foi observada com os diferentes lotes de veneno e o peso molecular foi estimado em -75.000. A atividade da enzima foi inibida de forma dose-dependente por antisoros comerciais (anti-botrópico, anti-crotálico, anti-elapídico e anti-escorpiônico), sendo o anti-escorpiônico o menos eficaz; em altas doses, todos inibiram a atividade em >90%. Estes resultados indicam que há variação nos ní.veis de atividade hialuronidásica no veneno de C. d. terrificus, mas que existe apenas uma isoforma. As propriedades desta enzima se assemelharam às de outras hialuronidases de venenos. A neutralização da atividade enzimática por diferentes antisoros comerciais indicou que há identidade imunológica entre hialuronidases de diferentes venenos / Abstract: Animal venoms contain enzymes capable of degrading basement membrane and extracellular matrix components. We examined the collagenase, elastase and hyaluronidase activities of several venoms and some of the properties of hyaluronidase in Crotalus durissus terrificus (South American rattlesnake) venom. Collagenase and elastase were assayed colorimetrically. Hyaluronidase activity was measured turbidimetrically and by in situ detection following SDS-PAGE. The enzyme was also partially purified by gel filtration on Sephacryl S200 HR. Neutralization of hyaluronidase by antisera was tested by measuring the residual activity afier co-incubation. Arthropod and snake venoms showed similar levels of collagenase; elastase activity varied from O - O.713 ~nm/mg/24 h. The hyaluronidase content of arthropod venoms [15.3+-4.7 to 166:!:19.2 units/mg; mean +-SEM] was higher than in snake venoms (<7.0+-1.7 units/mg; n=3-6). In C. d. terrificus venoms, hyaluronidase activity varied from 4.5+-0.5 to 13.2+-4.8 units/mg (n=3-6). C. d. terrificus hyaluronidase eluted as a single peak afier gel filtration and migrated as a single band (~75 kDa) based on in situ detection afie r SDS-PAGE. The pH optimum was 4.0, with maximum activity in 0.05-0.1 M NaCI. The enzyme lost activity at >37°C and after 6 h in solution (-50% reduction) at 4°C, 25°C and 37°C. Commercial antisera neutralized the enzyme. These propertiesof C. d. terrificus hyaluronidase were similar to those of other venom hyaluronidases / Mestrado / Mestre em Farmacologia
4

Estudo sobre a matriz extracelular de diferentes regiões de tres tendões de ratos

Covizi, Daniela Zanin 27 July 1995 (has links)
Orientador: Edson Rosa Pimentel / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-20T12:49:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Covizi_DanielaZanin_M.pdf: 5501060 bytes, checksum: d867f84ccf659267d9d346abfc1db3d9 (MD5) Previous issue date: 1995 / Resumo: o tendão é um tipo de tecido conjuntivo denso onde há um predomínio de matriz extracelular (MEC) em relação a quantidade de células. Sua principal função é transmitir as forças de tensão geradas pela contração do músculo onde ele se origina ao osso no qual ele se insere. Os principais componentes da MEC de tendões são o colágeno do tipo I, os pequenos proteoglicanos (PGs) e as proteínas não colagênicas (PNC). Existem tendões que passam próximo a um osso em uma articulação antes da inserção, que ocorre numa direção diferente do músculo, e neste caso são denominados "wrap around", e no local em que estão sob a articulação recebem forças de compressão e fricção adicionais às forças de tensão. Neste local geralmente ocorre o desenvolvimento de uma estrutura fibrocartilaginosa com feixes de colágeno espessos, quantidade elevada de PG e células semelhantes a condrócitos. O objetivo deste trabalho foi analisar a composição de PNC e pequenos PGs da MEC de diferentes regiões do tendão do músculo flexor digital profundo (TFDP), do tendão do músculo flexor digital superficial (TFDS) e do tendão calcanear (TC), que por apresentarem trajeto não linear provavelmente estão sob a ação de forças de compressão e fricção além das forças de tensão. O TFDP e o TFDS foram divididos em regiões denominadas proximal, intennediária e distal, enquanto o TC foi dividido nas regiões proximal e distal. Todas as regiões dos três tendões foram extraídas com 25 volumes de c1oridrato de guanidina (GuRCI) 4M com inibi dores de proteases. As dosagens de proteínas realizadas em cada extrato mostraram que no TFDP havia uma maior presença de proteínas não colagênicas/mg de tecido, sendo que nas regiões intennediária e distal esta proporção foi maior. Com relação às dosagens de glicosaminoglicanos (GAGs) sulfatados, após digestão com papaína, foi verificado que a região distal do TC apresentou uma maior quantidade de GAG/mg de tecido, comparando com as regiões dos TFDP e TFDS. De um modo geral, a quantidade de GAG/mg de tecido, nos três tendões, foi sempre maior nas regiões em que os tendões contornam a articulação. O GAG dermatam sulfato foi encontrado em todas as regiões nos três tendões na eletroforese em gel de agarose, enquanto condroitim sulfato foi encontrado apenas nas regiões que estão sob forças de compressão do TFDP e do TC. Amostras de todos os extratos foram fracionadas em coluna de DEAE-celulose. O material ligado à resina foi eluído da coluna em gradiente linear de NaO de O a 1 M, e as frações analisadas em SDS-PAGE 4 a 16 % com e sem 2-mercaptoetanol (2-Me). Em todas as regiões dos três tendões observou-se a presença de componentes com Mr entre 94 kDa e 232 kDa. O pequeno PG fibromodulim foi encontrado em todas as regiões dos TFDP, TFDS e TC, e pelo resultado do teste imunoquímico podemos deduzir que possui duas isoformas do PG. Uma característica interessante deste fibromodulim foi seu comportamento em SDS-PAGE migrando mais lentamente quando não era previamente incubado com 2-Me. O componente poli disperso com Mr na faixa de 67 a 115 kda, provavelmente decorim, também foi encontrado em todas as regiões dos tendões TFDP, TFDS e Te. A presença desses pequenos PGs em tecidos tipicamente fibrosos deve-se à sua provável função de regular a fibrilogênese das moléculas de colágeno. As propriedades de intumescimento apresentadas pelos três tendões foram típicas de uma matriz colagênica fibrosa / Abstract: Tendon is a typical example of done connective tissue, with a predominance of extracellular matrix (ECM). Its main function is transmitting tension from the musc1e to the bone. The main ECM component of tendons are type I collagen, small proteoglycans and non collagenous proteins. Tendons which pass under bones are called a wrap around tendon, and way receive compression and frictional forces in adhesion to tensile forces. Normally, this region has a structure similar to a fibrocartilage with collagen fibers and elevated levels of g1ycosaminoglycans, with cells resembling chondrocytes. The purpose of this work was to analyse the composition of non collagenous proteins and small proteoglycans present in the ECM of different regions of the deep digital flexor tendon (DDFT), superficial digital flexor tendon (SDFr) and calcanear tendon (CT). These tendons probably experience compressive and frictional forces in addition to tensile forces. The DDFr and SDFr were divided in proximal, intermediate and distal regions, while the CT was divided in proximal and distal regions. Every region was treated with 25 volumes of 4M guanidine hydrochIoride (GuHCI) with proteases inhibitors. Quantitation of proteins in each extract showed that in DDFr there was a larger presence of non collagenous protein/ .g of tissue than in the other two tendons. In the intermediate and distal region of the DDFr, the proposition of this protein was higher. In relation to the presence of sulfated glycosaminog1ycans (GAGs), after papain digestion, more GAG/mg of tissue was found in the distal region of CT, compared to the regions of the DDFr and SDFr. In general, the amount of GAG/mg of tissue, was always higher in regions where the tendon passed under the joint. Eletrophoresis in agarose gel showed the presence of sulfate dermatan, in alI regions of the three tendons, whi1e chondroitin sulfate was found only in regions passing under bone, in DDFf and CT. Samples of every extract were fractioned on a DEAE-celulose column. The bound material was eluted with a linear gradient of O-1M NaCI, and fractions analysed in SDS-PAGE in presence and absence of 2-mercaptoethanol. In alI regions of the three tendons components with Mr between 94 and 232 kDa were delected. The small proteoglycan fibromodulin was present in every region of the DDFf, SDFf and CT. The immunochemical test inc1inated tqat fibromodulin may be present in two isoforms of the proteog1ycan. A interesting characteristic of this fibromodulin was its behaviour in SDS- P AGE, migrant more slowly when electrophoresis was in non reducing conditions. The polydisperse component with Mr in the range of 67 to 115 kDa, probably corresponding to decorin, was found in every region of the three tendons. The presence of these two small proteoglycans in fibrous tissues it is probable due to the function of regulating collagen fibrilogenesis. The swelling properties demonstrated for the three tendons were tipical of a collagenous fibrous matrix / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Ciências Biológicas
5

Estudo da composição da matriz extracelular de cinco regiões de cartilagem articular do joelho bovino

Esquisatto, Marcelo Augusto Marretto 16 February 1996 (has links)
Orientador: Laurecir Gomes / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-20T23:39:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Esquisatto_MarceloAugustoMarretto_M.pdf: 3437086 bytes, checksum: 45a2abbee1080dd2180c685972d21d67 (MD5) Previous issue date: 1996 / Resumo: Este trabalho teve por objetivo analisar os componentes da MEC da cartilagem articular bovina de diferentes regiões do joelho (FI, F2, F3, P e T) que suportam forças biomecânicas de diferentes intensidades. A análise das fendas artificiais demonstrou que as regiões apresentaram diferentes padrões para o direcionamento das fibras colagênicas na camada superficial da cartilagem. Apesar disso o conteúdo relativo de colágeno não apresentou diferença significativa. As extrações realizadas com Gu-HCI 4M solubilizaram conteúdos de proteínas e ácido urônico semelhantes em todas as regiões. A quantificação total de GAGs apresentou valores significativamente diferentes. F2, F3 e FI apresentaram os maiores valores e P e T os menores. Os extratos foram submetidos a ultracentrifugação com CsCI e obtidas quatro trações (DI, D2, D3 e D4). A quantificação de proteínas, mais abundante em D4, mostrou diferença significativa entre as regiões. F3, P e FI apresentaram os maiores valores e F2 e T, os menores. A quantificação de ácido urônico, mais abundante em DI, não apresentou diferença significativa. Para análise qualitativa dos PGs na fração DI utilizou-se cromatografia de gel filtração. Três populações de PGs foram isoladas. Os padrões de migração para moléculas de alto peso foram avaliados em gel de agarose-poliacrilamida e as de menor peso em SDS-PAGE. Entre os PGs detectados em SDS-PAGE, P foi a região com maior conteúdo e FI apresentou, somente a população de maior peso. Te F3 apresentaram o padrão de migração mais rápido e polidisperso e P, F2 e FI apresentaram padrões mais lentos. A dimensão dos GAGs dos PGs foram avaliados, em gel de poliacrilarnida com tampão barbital, após digestão com papaína. Duas populações de cadeias de GAGs foram encontradas ( 40 kDa e acima de 150 kDa). O emprego de Chase AC e posterior análise em gel de agarose-poliacrilarnida indicou a presença de CS como único GAG. Para análise qualitativa das populações de proteínas não-colagênicas, em D4, utilizou-se cromatografia de troca iônica com gradiente de NaCI (O - 1,5 M). Em todas as regiões não foi observado material catiôQÍco. O material foi eluído com a concentração de NaCI entre O - 0,6 M e as proteínas analisadas em SDS-P AGE. O Mr das moléculas observadas variou de 190 a 19 kDa e foi detectado fibromodulim em todas as regiões através da coloração CEC-azul de alcian e "immunoblotting". O fibromodulim (60 - 67 kDa) apresentou um comportamento de autoagregação, mais evidente em T e FI / Abstract:The purpose of this work was to analyse cartilage ECM components of five differents regions of knee joint (FI, F2, F3, P and T). These regions withstand different intensities ofbiomechanical forces. The analyses of artificial slits showed differents standars of collagen fibers directions on cartilage superficiallayer. Despite this, the relative content of collagen did not show significant difference. The content of proteins and uronic acid were similar for each region. The total content of GAG showed significant differents values. F2, F3 and FI showed higher and P and T lower values. The extracts were submitted to ultracentrifugation in CsCI gradient, resulting in DI, D2, D3 and D4 ftactions. Proteins were concentrated in D4 fractions. Considering the different regions, more proteins were detected in D4 fractions of F3, P and FI regions, and less in F2 and T. Uronic acid values did not prove significant diference. DI was fractioned through gel filtration chromatography. The analyses offtactions was by agarose-polyacrylamide gel electrophoresis and SDS-P AGE, showing the presence of three . populations of PGs. In SDS-P AGE, two polydisperse bands were detected, probably related to the smali proteoglycans decorin and biglican. These molecules were prominent in P region. In FI region only that one with higher Mr was observed. In, agarose-polyacrylamide, T and F3 showed faster and more polydisperse bands, than P, F2 and FI regions. Considering these last regions, P exhibited a slower band, F2 a, intermediate and FI a faster one. The Mr of GAGs were estimated in P AGE with barbital buffer after papain digestion. Two populations of GAGs were found (~ 40 IeDa and another one larger than 150 kDa). Digestion with chondroitinase AC and analyses by agarose-polyacrilamide gel electrophoresis indicated that CS was the only GAG component present. Non-collagenous proteins present in D4 ftaction were analysed in ion exchange chromatography with NaCI gradient (O - 1.5 M) and SDS-PAGE. For all regions, no material was eluted before the begining of the gradient. The material was eluted with NaCl concentration between O - 0.6 M. The Mr of molecules observed in SDS-PAGE was among 190 - 19 kDa. A polydisperse band (60 - 67 kDa) was detected in all regions. Analyses with CEC-alcian blue and immunoblotting methods, indicated that protein as being fibromodulim. This small proteoglycan showed self-aggregation behaviour, specially in samples from T and FI regions / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Ciências Biológicas
6

Analise dos proteoglicanos e proteinas não colagenicas presentes nas cartilagens do tibiotarso e tarsometatarso de frango

Belline, Paula 02 April 1996 (has links)
Orientador: Laurecir Gomes / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-21T03:27:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Belline_Paula_M.pdf: 2979545 bytes, checksum: de2fb3922b53b55053aa803bd21c186b (MD5) Previous issue date: 1996 / Resumo: Já foram descritos os componentes da matriz extracelular de diferentes cartilagens de mamíferos, mas sobre aves são encontradas poucas informações. Nosso trabalho, teve como objetivo extrair e identificar componentes da matriz extracelular de duas cartilagens articulares de frango (tibiotarso e tarsometatarso). As cartilagens articulares foram homogeneizadas e os componentes extraídos com Gu-HCI4M. Após obtenção do extrato total foi realizada uma ultracentrifugação em gradiente de c1oreto de césio, onde foram obtidas as frações DI, D2, D3 e D4. O conteúdo protéico foi maior na fração D4, onde em tarsometatarso a extração foi mais eficiente (2,64 mg/rnl) do que em tibiotarso (1,6 mglrnl). Com relação à dosagem de ácido urônico, a concentração maior foi encontrada na fração Dl-tarsometatarso (1,52 mglrnl) em relação à Dl-tibiotarso (0,80 mg/rnl). A fração D4 foi aplicada em DEAE-Sephacel em tampão Tris-HCI 20mM pH 7,2 com uréia 7M. O material que se ligou ao DEAE foi eluído com um gradiente de O a 1,5M de NaCI no mesmo tampão. A análise destas frações em SDS-PAGE mostraram que somente em tibiotarso há um componente com 250 kDa, que na presença de 2-Me migra com 59 kDa. Após o teste de "immunoblotting" e CEC/azul de alcian foi possível mostrar que se trata do pequeno proteoglicano fibromodulim, em condições redutoras e não redutoras. Em tarsometatarso a proteina com 59 kDa se apresentou proeminente em condições redutoras. Uma proteína, apresentou uma banda polidispersa em tomo de 70 kDa e foi encontrada em ambas as regiões. Provavelmente, se trata do pequeno proteoglicano decorim. Proteínas não colagênicas com Mr de 46, 36 e 30 kDa foram observadas em ambas regiões. A fração DI foi analisada em Sepharose CL-6B. O perfil cromatográfico de tibiotarso e tarsometatarso foi muito semelhante. Ambas regiões apresentaram um único pico que eluiu logo após o volume morto, com Kav de 0,08. Pela análise em agarosepoliacrilamida nas duas regiões analisadas, pode ser visto uma única população de grandes proteoglicanos. O tipo de glicosaminoglicano presente em cada região foi analisado através de gel de agarose-propileno. O glicosaminoglicano predominante para as duas regiões foi condroitim-sulfato, embora tenha apresentado características diferentes para cada cartilagem. Este resultado foi confirmado após incubação com condroitinase ABC / Abstract: The extracellular matriz (ECM) components of different cartilages of mammals is already kwown, but little information is found for ECM of avian cartilage. The purpose of this work was to identi:fy the components of the ECM of tibiotarsal and tarsometatarsal cartilage of chicken. The cartilage was homogeneized in PBS and the fragments extracted with 4M Gu-HCI. The extract was submitted to ultracentrifugation in CsCI gradient, resulting in DI, D2, D3 e D4 fractions. The protein contents was greater in the D4 fraction and in tarsometatarsal extract the concentration of proteins (2,64 mglml) was larger than in tibiotarsal extract (1,6 mglml). With respect to uronic acid, we found more in Dltarsometatarsal (1,51 mg/ml) than in Dl-tibiotarsal (0,80 mg/ml). D4 fraction was dialysed, applied on DEAE-SepOOcel and eluted with 7M urea in 20mM Tris-HCI pH 7,2. Bound material was eluted with a gradient ranging from O to 1,5M NaCI in the same buffer. SDS-P AGE of DEAE fractions of tibiotarsal cartilage, showed a component with 250 kDa, which in presence of 2-Me appears to migrate as a 59 kDa protein. After immunoblotting and CEC/alcian blue, it was demonstrated to be the small proteoglycan fibromodulin in reducing and non-reducing conditions. In tarsometatarsal fractions this protein, migrating as 59 kDa, was detected only in reducing conditions. Another protein migrating as a polidisperse band around 70 kDa was detected in both cartilages. Probably it is the small proteoglycan decorin. Non-collagenous proteins with 46,36 e 30 kDa were detected in both cartilages. DI fration was analysed in Sepharose CL-6B. The cromatography profiles were similar for tibiotarsal and tarsometatarsal cartilages. Both regions showed only one peak tOOt eluted with Kav=0,08. Analysis of fractions in SDS-P AGE and agarose-polyacrilamide gel electrophoresis showed the presence oflarge proteoglycans in tibiotarsal and tarsometatarsal material. The glicosaminoglycans were analysed in agarose gel electrophoresis for each region. The predominant glicosaminoglycan was condroitin sulfate in both cartilages, but its migration in agarose gel was different for tibiotarsal and tarsometatarsal samples. This result was confirmed using chase ABC digestion / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Ciências Biológicas
7

Estudo de alguns componentes macromoleculares do estroma da postata ventral de ratos : efeitos da orquiectomia

Vilamaior, Patricia Simone Leite 14 July 1998 (has links)
Orientador: Hernandes Faustino de Carvalho / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-23T19:46:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Vilamaior_PatriciaSimoneLeite_M.pdf: 6633365 bytes, checksum: ebacaef83c22bcea00b2580b04e24c8e (MD5) Previous issue date: 1998 / Resumo: A próstata é a glândula de maior volume e expressividade funcional anexa ao aparelho reprodutor masculino de mamíferos. Histologicamente é constituída de porções glandulares túbulo-alveolares. Em roedores, a glândula prostática está representada por pares de lobos ventrais, dorsais e laterais. O desenvolvimento embrionário e pós-natal, bem como a manutenção da estrutura e do funcionamento da próstata, são eventos dependentes de níveis constantes de andrógenos circulantes. A remoção destes andrógenos em animais adultos leva a próstata a um processo de involução que inclui uma redução de tamanho e diminuição ou perda da função secretora. O fato de a próstata humana ser o sítio de um grande número de doenças, nas quais os hormônios exercem um papel importante na etiologia, levou à necessidade de se conhecer as respostas deste órgão frente à ação hormonal em diferentes condições fisio-patológicas. O presente estudo teve como objetivo estudar os efeitos da remoção de andrógenos, por orquiectomia, sobre alguns componentes do estroma da próstata ventral de ratos adultos (Rattus rattus norvegicus), uma vez que as alterações decorrentes da castração no compartimento epitelial já são bem conhecidas e ainda pouco se sabe sobre as modificações no compartimento estromal. A identificação de alguns dos componentes da matriz extracelular foi efetuada utilizando-se métodos de rotina: hematoxilina-eosina e azul de toluidina, métodos histoquímicos, resorcina-fucsina de Weigert, para o sistema elástico; tricrômico de Masson e picrossíriushematoxilina, para fibras colágenas; impregnação pela prata para fibras reticulares; métodos imuno-histoquímicos, para detecção de glicosaminoglicanos(queratam sulfato e condroitim sulfato), e métodos ultra-estruturais. A análise dos efeitos da castração sobre o estroma foi efetuada em próstatas removidas aos 7, 14 e 21 dias após a castração. Os resultados demonstraram que após a castração ocorrem modificações no compartimento estromal, como o aumento da densidade dos componentes celulares e fibrilares tais como células musculares lisas e fibras do sistema elástico e colágenas, respectivamente. Observaram-se ainda um aumento da imunorreatividade do queratam sulfato e perda da imunorreatividade do condroitim sulfato na membrana apical das células epiteliais. Da análise dos componentes fibrilares foi possível observar um aumento na quantidade e espessura das fibras do sistema elástico e um aumento e uma maior agregação das fibras colágenas após a castração. Além da hiperplasia, observou-se que as células musculares lisas apresentaram fenótipos diferenciados, assumindo características ultra-estruturais de células sinteticamente ativas, nas condições de privação hormonal. Este fato indica que este tipo celular pode estar diretamente envolvido na síntese de alguns componentes macromoleculares do estroma prostático. As interações entre mesênquima e epitélio que ocorrem durante a morfogênese têm sua importância reconhecida, entretanto não se pode negligenciar a importância destas i nterações nos processos de manutenção e remodelação do estroma no órgão maduro. Neste sentido, o aprofundamento do conhecimento sobre a matriz extracelular, com base nos resultados obtidos neste trabalho, parece ser de grande importância / Abstract: The prostate is an acessory gland of the mammalían reproductive system with great volume and high functional importance. Histologically, it is a tubuloalveolar gland. In rodents, the prostatic gland is composed of paired ventral, dorsal and lateral lobes. The embryonic and post.natal development, and the maintenance of the prostatic structure and phísiology are dependent on stable levels of circulanting androgens. The remova I of these androgens in adult animais leads to an involution process, characterized bya reduction in size and a decrease or loss of the secretory function. The fact that the human prostate is the site of a number of díseases, which are in many cases also dependent of hormonal regulation, stimulates the investigation on the response of this organ to different hormonal therapies. This study was developed to verify the effects of androgen withdrawal, by orchiectomy, on some components of the rat ventral prostate. The identification of some extracellular matrix components was performed using routine procedures such as haematoxylin_eosin and toluídine blue staining; hístochemical methods as Weigert's resorcin.fuchsin for elastic system fibers; Masson's trichrome and picrosirius.haematoxylin, for collagen fibers; silver impregnation for reticular fibers; immunohistochemical methods for keratan sulfate and chondroitin sulfate detection and ultrastructural methods. The castration effects on some of the stromal components were examined on prostates removed at the 7, 14 and 21 days after castration. The results showed that castration promotes modifications in the stromal compartment, such as an increased density of cellular (smoth muscle cells) and fibrilar (collagen and elastin) components. It was possible to identify an increase in the amount and thickness of elastic system fibers and an increase in the number and compactness of collagen fiber. The smooth muscle cells presented differentiated phenotypes, attaining ultrastructural features of synthetically active cells. This fact indicates that these cells may be directly involved in the synthesis of some macromolecular components of the prostatic stroma. There is also an increase in keratan sulfate immunoreactivity and loss of reactivity for chondroitin sulfate at the apical membrane of epithelial cells. The mesenchymal.epithelial interactions are important during morphogenesis and they cannot be neglected in the maintenance and remodelling processes of the adult organ. Thus, continuing studies on the extracellular matrix, based on our studies, seems to be of great importance / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Ciências Biológicas
8

Efeito de testosterona na proliferação celular e de TGF-[beta]1, IL-6 e INF-[gama] na expressão e produção de colageno tipo I, Hsp47 e metaloproteinases de matriz em fibroblastos de gengiva normal e de fibromatose gengival hereditaria

Martelli Junior, Hercilio 17 April 2002 (has links)
Orientador: Ricardo Della Coletta / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-01T23:13:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 MartelliJunior_Hercilio_D.pdf: 3278041 bytes, checksum: 0cc24c4b3107647288798f4d02c27e47 (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: Fibromatose Ggengival Hereditária (FGH) representa uma condição oral incomum, caracterizada por aumento gengival fibrótico e generalizado. Para elucidar algumas características regulatórias que resultam nesta condição, linhagens celulares de fibroblastos de pacientes de uma mesma família com FGH foram isolados e analisados em relação ao efeito de diidrotestosterona (DHT) na proliferação celular e de TGF-ßl, IL-6 e INF-? na expressão e produção de colágeno tipo I, Hsp47, MMP-I e MMP-2. Adicionalmente, analisamos o efeito de DHT na produção de IL-6 e determinamos os níveis de expressão de receptores de andrógenos em fibroblastos de GN e de FGH. Os resultados indicaram que DHT simultaneamente estimulou a proliferação celular e inibiu a produção de IL-6 em fibroblastos de GN e de FGH. A expressão de receptores para andrógenos foi detectada em fibroblastos de GN e de FGH; contudo, a expressão foi maior em fibroblastos de GN. Ensaios de RT-PCR, westem blot, ELISA e enzimografia demonstraram que a expressão e produção de colágeno tipo I e Hsp47 foram significativamente maiores em fibroblastos de FGH comparados a fibroblastos de GN, enquanto a expressão de MMP-I e MMP-2 foram menores em fibroblastos de FGH. A adição de TGF-ßl e IL-6 à fibroblastos de GN e de FGH promoveram um aumento na expressão de colágeno tipo I e Hsp47 e uma diminuição de MMP-I e MMP-2. INF-y reduziu a expressão de colágeno tipo I e Hsp47, apresentando menor efeito na expressão de MMP-I e MMP-2. Estes resultados demostram que DHT coordena a proliferação celular e a produção de IL-6 em fibroblastos de GN e de FGH e que TGF-ßl e IL-6 estimulam a síntese de colágeno e reduzem a atividade proteolítica de fibroblastos de FGH, os quais favorecem o acúmulo de matriz extracelular / Abstract: Hereditary Gingival Fibromatosis (HGF) is an uncommon oral condition characterized by a fibrous gingival enlargement. To further elucidate some of the regulatory features resulting in this condition, the culture characteristics of cell lines of gingival fibroblasts derived from patients ofthe some family with HGF were isolated and analyzed on the effect of DHT on proliferation rate and on the effect of TGF-ßl, IL-6 and INF-? on expression and production of type I collagen, Hsp47, MMP-I and MMP-2. Additionally, we analyzed the effect of DHT on IL-6 production and determined the expression levels of androgen receptors in NG and HGF fibroblasts. The results indicated that DHT simultaneously upregulated the cell stimulates proliferation and downregulated the production of IL-6 production by NG and HGF fibroblasts. Androgen receptor levels was identified in both NG and HGF fibroblasts; however, the levels in NG were higher than those observed in HGF. Our results obtained from RT-PCR, Westem blot, ELISA and enzymography assays demonstrated that the expression and production of type I collagen and Hsp47 were significantly higher in fibroblasts from HGF than from NG, whereas MMP- 1 and MMP-2 expression and production were lower in fibroblasts from HGF patients. Addition of TGF-ßl and IL-6 promoted an increase in type I collagen and Hsp47 and decrease in MMP-I and MMP-2 expression. INF-y reduced both type I collagen and Hsp47 expression, whereas had a slight effect on expression of MMP-I and MMP-2. These results show that DHT coordinates the proliferation and production of IL-6 by NG and HGF fibroblasts and that enhanced TGF-ß1 and IL-6 production simultaneously increase the synthesis and reduce the proteolytic activies of HGF fibroblasts, which favor the accumulation of extracellular matrix / Doutorado / Estomatologia / Doutor em Estomatopatologia
9

Estudo do efeito de forças periodicas de tração sobre a matriz extracelular de tendão

Catalano, Ricardo 29 October 2002 (has links)
Orientador : Edson Rosa Pimentel / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-03T01:37:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Catalano_Ricardo_M.pdf: 6185165 bytes, checksum: ace65328615f679660b215a5f54c4f1c (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: Os tendões em geral, possuem funções importantes relacionadas com a transmissão das forças de tração geradas pela contração muscular para o osso. São estruturas adaptadas à resistir a forças de tração, e em alguns tendões podem resistir também a forças de compressão. A organização dos componentes da matriz extracelular proporcionam ao tendão grande flexibilidade, resistência e uma certa elasticidade. Estas características biomecânicas permitem ao tendão realizar trabalho com eficiência funcional e otimização operacional. A matriz extracelular de tendão é constituída por colágeno, proteoglicanos e proteínas não colagênicas. A organização e distribuição destes componentes são diferentes para diferentes tecidos dependendo da presença de forças de tração e compressão a que estão sujeitas. O objetivo deste trabalho foi analisar a organização estrutural e a composição da matriz extracelular de tendões submetidos a forças periódicas de tração. Para tanto, foram analisados tendões de cauda de ratos suspensos e comparados a ratos controle. Foram realizadas análises bioquímicas de componentes da matriz, e análise morfológica utilizando microscopia de luz normal e polarizada além da microscopia eletrônica de transmissão. As análises revelaram que os tendões caudais sob tração sofrem. modificações estruturais e físico químicas. Foi observado que no caso dos tendões suspensos, ocorreu uma maior compactação e organização das moléculas colagênicas, e que também um dos pequenos proteoglicanos, o decorim provavelmente sofre alterações em sua estrutura / Abstract: Tendons are structures capable of undergoing different adaptations to accomplish their function with efficiency. In this work we have analyzed the modifications in tendons of rat tails, which were submitted to periodic tension forces. Morphological and biochemical analyses were carried out. A waviness aspect of collagen bundles was observed for suspended tendons but not in control tendons. Also higher linear dichroism values were observed for suspended tendons, indicating the existence of a re-arrangement of the collagen bundles when submitted to tension forces. Ultrastructural analysis, showed that in the case of suspended tendons, the diameter of the fibrils of collagen were larger compared with the control. The biochemical analysis, showed no differences between the composition of the extracellular matrix of suspended and control tendons, but it was remarkable the behavior of the polydisperse proteoglycan with 140 kDa, that migrated faster in SDS PAGE, in the case of suspended tendons, indicating probably a diminishing in the size of the glycosaminoglycan chain present in that proteoglycan. It is discussed the possible effect of the polydisperse component in the increased diameter of collagen fibrils in the case of suspended tendons / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Biologia Celular e Estrutural
10

Efeito inibidor da finasterida sobre a enzima 5-alfa-redutase na prostata de gerbilos adultos (Meriones unguiculatus)

Corradi, Lara Silvia 20 August 2003 (has links)
Orientador: Sebastião Roberto Taboga / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-08-03T17:27:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Corradi_LaraSilvia_M.pdf: 4218766 bytes, checksum: 31f98a583235b641f6facc93ba1715e1 (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: o desenvolvimento e diferenciação da próstata são induzidos por andrógenos; via interações epitélio-mesenquimais, e na vida adulta, a glândula é mantida funcionalmente ativa por interações semelhantes entre o epitélio e o estroma. Descompensações hormonais, geralmente observadas durante a senescência, causam um desequilíbrio destas interações homeostáticas e podem promover o aparecimento de patologias prostáticas. A hiperplasia e o câncer estão entre as doenças que mais fTeqüentemente atingem a próstata e os hormônios androgênicos; juntamente com outros fatores, exercem papel importante na etiologia destas lesões. O entendimento da fisiologia androgênica e sua função no desenvolvimento e manutenção da próstata normal e no envolvimento com as doenças que a afetam é fundamental para a compreensão das interações epitélio-estroma. Na próstata a ação androgênica é acentuada devido à conversão da testosterona em diidrotestosterona pela 5a.- redutase, enzÍma presente, principalmente, em células basais e estromais. Por essas razões, o objetivo deste estudo foi avaliar as alterações na morfologia tissular da próstata ventral do gerbilo adulto (Meriones unguiculatus), incluindo modificações na arquitetura tecidual, na ultra-estrutura celular, além do arranjo das fibras da matriz extracelular, decoITentes do tratamento com finasterida, um inibidor competitivo da enzima 5a.-redutase. Os resultados obtidos após 10 dias de tratamento oral; com 100mglkg/dia de finasterida, revelaram uma intensa reorganização do compartimento estromal e modificações epiteliais frente a nova situação hormonal. O compartimento glandular epitelial reduziu-se de tamanho e teve a atividade sintética diminuída, enquanto no compartimento estromal as fibras de colágeno e as reticulares acumularam-se de maneira marcante na base do epitélio, assumindo fenótipos bem diferentes dos observados na próstata dos animais controle. A camada de músculo liso tornou-se menos compactada, com abundante material granular amorfo e fibras colágenas e reticulares entremeando as células musculares lisas. Além disso, este material granular amorfo também acumulou-se notavelmente na base do epitélio. Algumas das células da camada muscular lisa por sua vez, passaram a apresentar aspecto desdiferenciado, com contorno irregular e espinhoso, enquanto outras mostraram-se bem reduzidas, com citoplasma condensado e várias vesículas de pinocitose na membrana celular. Deste modo, estes resultados permitem indicar que a inibição da atividade enzimática da 5a.-redutase afetou as interações homeostáticas entre epitélio e estroma, o que pode estar potencialmente envolvido com alterações hormonais / Abstract: Prostatic deve1opment and differentiatíon are induced by androgens acting via mesenchymal-epithelial interactions, and during adult life the gland is maintained functionally active by reciprocal homeostatic stromal-epithelial interactions. Hormonal alterations, usually associated with the physical aspects of aging, leads to disruptions of this homeostatic interactions and may initiate and promote several prostate diseases. The benign prostatic hyperplasia and cancer are among the most fi-equently prostatic pathologies and androgens, together with others factors, play important roles in the etíology ofthese lesions in the prostate. Understanding the physiology of androgen production and its role in development and maintenance of the normal prostate and in prostate cancer, it is vital in order to comprehend the complex interactions between epithelium and stroma. Within the prostate, the androgen action is enhanced due to the conversion of testosterone in dihydrotestosterone, by 5a-reductase, an enzyme mostly present in basal and stromal cells. Thus, the objective ofthis study was to analyze the alterations in tissular morphology of the adult gerbil (Meriones unguiculatus) ventral prostate, including modifications in the tissue architecture, cell ultrastructure and extracellular matrix fibers arrangement, following finasteride therapy, a competitive Sa-reductase inhibitor. The data obtained afier oral frnasteride administration, at a dose of 100mglkglday through 10 days revealed a striking reorganization ofthe stromal compartment and epithelial modifications, probably due to the new hormonal situation. The glandular epithelial compartment shrinked and its secretory activity decreased. In the stromal compartment, there was a notable collagen and reticular fibers accumulation around the epitheliurn, which assumed very different phenotypes when compared to the control animaIs' prostate. The smooth musc1e layer underwent a loosening, interspersed with abundant amorphous granular material, collagen and reticular fiber. This amorphous granular material also accumulated in the base of the epithelium. Some smooth musc1e cells exhibited a dedifferentiated aspect with a higWy irregular external contour and numerous spine-like cytoplasmic projections, whereas others were reduced, showing a condensed cytoplasm and many caveolae in the cell surface. ln these regards, the results lend support to conc1ude that the 5a-reductase inhibition affected the homeostatic epithelial-stromal interactíons, what can be critically involved with the alterations of hormonallevels / Mestrado / Biologia Celular / Mestre em Biologia Celular e Estrutural

Page generated in 0.0744 seconds