• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 4
  • Tagged with
  • 5
  • 5
  • 5
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Efeito de diferentes manejos sobre o escoamento superficial em microbacias experimentais no semiárido tropical / Effect of different, amagement on runoff in experimental watersheds in the semiarid tropical

Araújo Neto, José Ribeiro de January 2012 (has links)
ARAÚJO NETO, José Ribeiro de. Efeito de diferentes manejos sobre o escoamento superficial em microbacias experimentais no semiárido tropical. 2012. 128 f. Dissertação (Mestrado em engenharia agrícola)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2012. / Submitted by Elineudson Ribeiro (elineudsonr@gmail.com) on 2016-06-23T19:32:10Z No. of bitstreams: 1 2012_dis_jraraujoneto.pdf: 15923261 bytes, checksum: dc660c8d84e0dda87dc4950ace85d308 (MD5) / Approved for entry into archive by José Jairo Viana de Sousa (jairo@ufc.br) on 2016-07-21T20:16:54Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_dis_jraraujoneto.pdf: 15923261 bytes, checksum: dc660c8d84e0dda87dc4950ace85d308 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-07-21T20:16:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_dis_jraraujoneto.pdf: 15923261 bytes, checksum: dc660c8d84e0dda87dc4950ace85d308 (MD5) Previous issue date: 2012 / On natural rainfall with similar characteristics in relation to total depth, duration and intensity, catchments with ephemeral runoff in semiarid regions, may or not present hydrological responses differentiated as a result of human intervention. The aim of this study was to investigate the anthropogenic influence on the hydrological responses of catchmentof ephemeral runoff in Caatinga biome, as well as generate information of the key hydrological variables involved in the rainfall-runoff and investigate the runoff of these catchments through the hydrological model CN-NCRS. The data were analyzed concerning the rainy seasons of the years 2009, 2010, 2011 and 2012. We monitored the hydrology of three catchments, in the first one vegetal cover was kept unchanged, in the second one vegetal cover was thinnedfor forage yield and the third one was applied the management of vegetation cutting/burning and planteda grass (Andropogongayanus, Kunt). The results present that the vegetation management influences the generation of runoff in the catchments reflecting on the number of rainfall events generators of runoff, total runoff, runoff peak, and the values of CN (curve number) calibrated and validated. 198 events were detected with rain in the watershed during the study period, and of these, 75 events generated runoff for the watershed with native vegetation which produced an average annual runoff coefficient of 9.0%, since the watershed with vegetation thinned 62 events generated runoff and the runoff coefficient average annual 5.6%. The lesser runoff for the watershed with vegetation thinned regarding to that with vegetation unchanged, suggests appropriate management for the production of forage in the semiarid zones, since it produces forage and reduces water losses by runoff. The practice of vegetation cutting/burning associated with grasses made the soil more exposed, allowing larger runoff events. The values of CN were calibrated and validated: 75.4 for the watershed with native vegetation; 72.3 for the watershed with vegetation thinned and 88.5 with watershed management with cutting / burning and planting pasture. Both the calibration and validation models showed good Nash and Sutcliffe coefficients higher than 0.6, as well as confidence indices of good to very good.. The CN calibrated and validated may be used to estimate runoff in similar conditions of management in the semiarid Brazilian Caatinga. The model CN-NRCS presented greater sensitivity to changes in the values of CN than to changes in the ratio λ. The CN-NCRS model presented low reliability, because of the temporal variation of the parameters and its high sensitivity of the input parameters (CN and λ), as well as the uncertainties in the input variable precipitation. / Sobre condições de chuva natural com características similares no que se refere à lâmina total precipitada, duração e intensidade, microbacias com escoamento efêmero em regiões semiáridas, podem ou não apresentar respostas hidrológicas diferenciadas, como consequência da intervenção humana. O objetivo deste estudo foi investigar a influência antrópica sobre as repostas hidrológicas em microbacias de escoamento efêmero no bioma Caatinga, bem como, gerar informações das principais variáveis hidrológicas envolvidas no processo de chuva-deflúvio e avaliar o escoamento superficial para essas microbacias por meio do modelo hidrológico CN-NCRS. Os dados analisados foram referentes às estações chuvosas dos anos de 2009 à 2012. Foram monitoradas a hidrologia de três microbacias, a cobertura vegetal foi mantida inalterada na primeira microbacia enquanto que na segunda foi aplicado o manejo de raleamento para produção de pastagem e a terceira aplicou-se o manejo de corte/queima e plantação da gramínea (Andropogongayanus, Kunt) para produção de pasto. Os resultados mostraram que o manejo da vegetação influencia na geração de escoamento nas microbacias refletindo no número de eventos chuvosos geradores de escoamento, no total escoado, no pico de vazão, assim como nos valores de CN (Curve Number) calibrados e validados. Foram detectados 198 eventos com chuva nas microbacias durante o período de estudo, sendo que desses, 75 eventos geraram escoamento superficial para a microbacia com vegetação nativa o que produziu um coeficiente de escoamento anual médio de 9,0%, já a microbacia com vegetação raleada 62 eventos geraram escoamento superficial sendo o coeficiente de escoamento anual médio 5,6%. Os menores valores escoamentos para a microbacia com vegetação raleada sugere um manejo adequado para a produção de pastagem no semiárido, uma vez que produz pastagem e reduz as perdas de água por escoamento superficial em comparação com a microbacia com vegetação nativa. A prática de corte/queima com pastagem, tornou o solo mais exposto, proporcionando assim maiores escoamentos. Os valores de CN calibrados e validados foram: 75,4 para a microbacia com vegetação nativa; 72,3 para a microbacia com vegetação raleada e 88,5 microbacia com o manejo com corte/queima e plantação de pastagem. Tanto na calibração como validação os modelos apresentaram bons coeficientes de Nash e Sutcliffe superiores a 0,6, bem como, índices de confiança de bom a muito bom. Os CN calibrados e validados podem ser usados para estimativa do escoamento superficial em condições similares de manejo da caatinga no semiárido brasileiro. Ainda, o modelo CN-NRCS apresentou maior sensibilidade às alterações nos valores do CN do que para alterações na razão λ. Observou-se uma baixa confiabilidade para o modelo, em virtude da variação temporal dos parâmetros e ainda influenciado pela sensibilidade dos parâmetros de entrada (CN e λ), bem como, das incertezas na variável de entrada precipitação.
2

Produção de sedimentos em diferentes escalas espaciais: o caso da bacia do rio Jaguaribe-Ce / Sediment yield in different spatial scales: The case of Jaguaribe River Basin-CE

Pinheiro, Everton Alves Rodrigues January 2013 (has links)
PINHEIRO, Everton Alves Rodrigues. Produção de sedimentos em diferentes escalas espaciais: o caso da bacia do rio Jaguaribe-Ce. 2013. 78 f. Dissertação (Mestrado em engenharia agrícola)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2013. / Submitted by Elineudson Ribeiro (elineudsonr@gmail.com) on 2016-06-21T17:55:30Z No. of bitstreams: 1 2013_dis_earpinheiro.pdf: 3703203 bytes, checksum: c95c3adf3ffec6e70b38002f926bdc33 (MD5) / Approved for entry into archive by José Jairo Viana de Sousa (jairo@ufc.br) on 2016-07-21T20:12:53Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_dis_earpinheiro.pdf: 3703203 bytes, checksum: c95c3adf3ffec6e70b38002f926bdc33 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-07-21T20:12:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_dis_earpinheiro.pdf: 3703203 bytes, checksum: c95c3adf3ffec6e70b38002f926bdc33 (MD5) Previous issue date: 2013 / Erosion, transport and sediment deposition are environmental issues that affect society, mainly due to the decrease in agricultural production, decreased storage capacity of reservoirs, the intensification of desertification processes, the occurrence of floods and reduction of water availability. The current trend of the hydrosedimentological studies is addressing large scale in order to generate results with implications to planning of basins. Therefore, the monitoring and hydrosedimentological analysis of the sub-basins are of great importance for the understanding of local processes, in addition, these studies when consistently, become part of the database of investigations that cover large systems, in some situations, the global scale. The objective of this research is to study the specific sediment yield in the Jaguaribe River Basin (JRB), with the proposal to examine the relationship between this variable and the drainage area in order to identify if the data have an allometry trend with the spatial scale. The specific sediment yield data were obtained from primary and secondary sources, covering different measurement methods and a wide range of areas (6.8 x 10-5 km² to 4.8 x 104 km²). The primary data were originated from an automated hydrosedimentological section, monitoring of hillslope by erosion pins and reservoirs bathymetric surveys. Secondary data were originated from previous investigations conducted in several sub-basins of the Jaguaribe River, also contemplating different measurement methods and scales. The results of this research show that: (i) the calibration of the turbidimeter by sediment re-suspension method was shown to be as a reasonable alternative to semiarid conditions. Improvement at timescale of the sedimentological measures by turbidity allowed a more representative analysis of the suspended sediment concentration dynamics at studied control section; (ii) average specific sediment yield of the JRB was 347 t km-2 yr-1, the least was 1.1 t km-2 year-1 and the maximum was 1,340 t km-2 year-1; (iii) the attributes erosivity, geology and vegetation cover, when analyzed separately, didn’t induce any clear relationship between specific sediment yield and drainage area. However, the watersheds with vegetation cover over 80% had an average sediment yield of 139 t km-2 year-1, while those with vegetation cover less than 40% achieved an average of 545 t km-2 year-1, showing the importance of vegetation in reducing soil detachment and sediment transport; (iv) the present study indicated that the relationship between sediment yield and drainage area of the Jaguaribe River, with positive allometry to areas up to 400 km², did not follow the regular pattern established by the data of many rivers in the world. Saved better judgment, the positive allometry found in this study is novel to with not-glacial behavior regions; (v) the positive allometry found in this research may be interpreted that the Depressão Sertaneja, the main geomorphological unit in the JRB, is still in adjustment phase, where the erosion processes responsible for the leveling of the surface are contributing to increase sediment yield up to certain scale. Above the area (400 km²) at which specific sediment yield begins decreased, the process of sediment deposition becomes dominant upon production and transport processes. / A erosão, o transporte e a deposição de sedimentos são questões ambientais que afetam a sociedade, principalmente devido ao decréscimo da produtividade agrícola, à diminuição da capacidade de armazenamento dos reservatórios, à intensificação dos processos de desertificação, à ocorrência de inundações e à redução da disponibilidade hídrica. A tendência atual dos estudos hidrosedimentológicos é abordar grandes escalas, a fim de gerar resultados com implicações para o planejamento das bacias hidrográficas. Porém, o monitoramento e a análise hidrosedimentológica de sub-bacias são de grande importância para o entendimento dos processos locais. Além disso, esses estudos, quando consistentes, se tornam parte do banco de dados das investigações que englobam os grandes sistemas, em algumas situações, a escala global. Objetiva-se com esta pesquisa estudar a produção específica de sedimentos na Bacia do Rio Jaguaribe (BRJ), com a proposta de analisar as relações entre esta variável e a área de drenagem, a fim de identificar se os dados possuem alometria com a escala espacial. Os dados de produção de sedimentos foram obtidos de fontes primárias e secundárias, contemplando diferentes métodos de medição e larga faixa de áreas (6,8 x 10-5 km² a 4,8 x 104 km²). Os dados primários advieram do monitoramento de uma seção hidrosedimentológica automatizada, monitoramento de uma encosta por pinos de erosão e batimetrias de reservatórios. Os dados secundários foram originados de investigações anteriores conduzidas em diversas escalas de sub-bacias do Rio Jaguaribe, também contemplando diferentes métodos de medição. Os resultados encontrados por esta pesquisa mostram que: (i) a calibração do turbidímetro por meio da resuspensão de sedimentos se mostrou uma alternativa plausível para as condições semiáridas. A melhoria da escala temporal no monitoramento sedimentológico através das medidas de turbidez permitiu uma análise mais representativa da dinâmica da concentração de sedimentos suspensos da seção estudada; (ii) a produção de sedimentos média da BRJ foi de 347 t km-2 ano-1, mínimo de 1,1 t km-2 ano-1 e máximo de 1.340 t km-2 ano-1; (iii) os atributos erosividade, geologia e cobertura vegetal, quando analisados separadamente, não induziram a nenhuma relação clara entre a produção específica de sedimentos e a área de drenagem. Porém, as bacias com cobertura vegetal acima de 80% tiveram uma média de produção de sedimentos de 139 t km-2 ano-1, enquanto aquelas com cobertura inferior a 40% obtiveram média de 545 t km-2 ano-1, evidenciando a importância da vegetação na redução da desagregação do solo e transporte de sedimentos; (iv) o presente estudo indicou que a relação entre produção de sedimentos e área de drenagem do Rio Jaguaribe, com alometria positiva para áreas de até 400 km², não seguiu o padrão regular estabelecido pelos dados de muitos rios do mundo. Salvo melhor juízo, a alometria positiva encontrada por este trabalho é inédita para regiões não glaciais; (v) a alometria positiva encontrada por esta pesquisa pode ser um indicativo de que a Depressão Sertaneja, unidade geomorfológica principal da BRJ, ainda está em fase de ajustamento, ou seja, os processos de erosão responsáveis pelo aplainamento da superfície estariam contribuindo para o aumento da produção de sedimento até uma determinada faixa de escala. A partir da área (400 km²) na qual se inicia o decaimento da produção de sedimento, os processos de deposição dos sedimentos passam a ser dominantes sobre os processos de produção e transporte.
3

Regionalização de vazões para a bacia hidrográfica do rio Itapemirim, ES

Gasparini, Kaio Allan Cruz 24 July 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T15:37:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_7934_Dissertacao_Kaio_Allan_Cruz_Gasparini_Final.pdf: 1813002 bytes, checksum: f9dea6edad5b7971c9bbba64f2d23724 (MD5) Previous issue date: 2014-07-24 / FAPES / No estado do Espírito Santo, cerca de 14% da população encontra-se na bacia do rio do Itapemirim, onde a economia se baseia na exploração mineral de rochas ornamentais. Os conflitos existentes se relacionam com a preservação dos mananciais para obtenção de água potável. O objetivo do presente estudo foi regionalizar as vazões mínimas com sete dias de duração e período de retorno de dez anos (Q7,10), vazões mínimas com tempo de permanência de 90 e 95% do tempo (Q90 e Q95), vazões médias de longa duração e vazões máximas com períodos de retorno de 10, 20, 50 e 100 anos, para a bacia hidrográfica do rio Itapemirim, ES. Foram avaliadas cinco metodologias de regionalização de vazões representadas pelos seguintes métodos: a) Tradicional; b) Interpolação Linear; c) proposto por Chaves et al. (2002); d) Interpolação Linear Modificado; e e) Chaves et al. (2002) Modificado. Utilizaram-se, no estudo, séries históricas de vazão provenientes de onze estações fluviométricas da Agência Nacional de Águas, abrangendo o período base de 1937 a 2012. Para obtenção das vazões pelo Método Tradicional, a bacia do rio Itapemirim foi considerada como uma única região hidrologicamente homogênea e utilizaram-se equações de regressão múltipla, tendo como variáveis independentes características físicas e climáticas (precipitação) da bacia. Os dados físicos foram obtidos por meio do Modelo Digital de Elevação Hidrologicamente Consistente (MDEHC), em ambiente de Sistemas de Informações Geográficas (SIG’s). Os dados de precipitação, provenientes de 110 estações pluviométricas, foram espacializados por interpoladores geoestatísticos, também em ambiente SIG. As equações para estimar as vazões, obtidas pelo Método Tradicional, tiveram como variáveis independentes principais a área de drenagem (Ad), a precipitação média anual (Pa), a precipitação média no semestre chuvoso (Psc) e a precipitação média no semestre seco (Pss). As vazões obtidas pelos métodos de Interpolação Linear e Chaves et al. (2002) foram calculadas 7 considerando a razão das áreas de drenagem e a ponderação das distâncias entre as estações fluviométricas e as seções de interesse, enquanto os métodos modificados utilizaram a precipitação como a variável de ponderação nos cálculos. Os cinco métodos foram comparados entre si, utilizando-se como indicadores de desempenho o erro relativo (ER) e o coeficiente de Nash & Sutcliffe (N-S). O Método Tradicional apresentou melhor desempenho, com menor ER e maior N-S, em relação aos demais métodos, para todas as vazões estudadas. Os métodos de Chaves et al. (2002), Interpolação Linear Modificado e Chaves et al. (2002) Modificado, foram bons para as vazões mínimas e médias, e ruins para as vazões máximas. De modo geral, os métodos modificados foram melhores que os originais para todas as vazões. O método de Interpolação Linear apresentou pior desempenho provavelmente devido às expressivas diferenças proporcionais entre as áreas de drenagem das seções de interesse e das estações fluviométricas. / In the state of Espírito Santo, about 14% of the population is in the Itapemirim river, where the economy is based on mining of ornamental basin. The conflicts relate to the preservation of water sources for obtaining drinking water. The aim of this study was to regionalize the minimum flows with seven days duration and return period of ten years (Q7,10), minimum flows with dwell time of 90 and 95% of the time (Q90 and Q95), average flow rates of long duration and peak flows with return periods of 10, 20, 50 and 100 years for the river basin Itapemirim, ES. Five methods of regionalization flows represented by the following methods were evaluated: a) Traditional; b) Linear Interpolation; c) proposed by Chaves et al. (2002); d) Modified Linear Interpolation; and e) Chaves et al. (2002) Modified. Were utilized in the study, historical inflow series from eleven gauged stations of National Water Agency, covering the base period from 1937 to 2012 to obtain the flow by Traditional Method, the river basin Itapemirim was considered as a single region hydrologically homogeneous, we used multiple regression equations, whose independent variables and physical climate (rainfall) basin characteristics. The physical data were obtained from the Digital Elevation Model hydrologically consistent (MDEHC) in a Geographic Information Systems (GIS) environment. The rainfall data from 110 rainfall stations were spatially by geostatistical interpolation, also in a GIS environment. The equations to estimate flow rates obtained by the traditional method, had as main independent variables drainage area (Ad), mean annual precipitation (Pa), the average rainfall in the rainy semester (Psc) and the average rainfall in the dry semester (Pss). The flow rates achieved by the methods of Linear Interpolation and Chaves et al. (2002) were calculated by taking the ratio of the drainage areas and the weighting of the distances between the gauged stations and sections of interest, while the modified methods used rainfall as a variable weighting calculations. The five methods were compared, using performance indicators as the relative error (ER) and the coefficient of Nash & Sutcliffe (N-S). The Traditional method showed better performance with 9 lower ER and higher N-S, compared to other methods, for all flow rates studied. The methods of Chaves et al. (2002), Modified Linear Interpolation and Chaves et al. (2002) Modified, were good for low flows and medium, and bad for peak flows. In general, the modified methods were better than the original for all flow rates. The Linear Interpolation method gave the worst performance probably due to significant proportional differences between the drainage areas of the sections of interest and gauged stations.
4

Impacto ambiental no igarapé do Sabino (Bacia do Rio Tibiri) provocado pelos resíduos e efluentes do aterro da Ribeira, São Luís, MA / ENVIRONMENTAL IMPACT OF SABINO IN THE STREAM (RIVER BASIN TIBIRIÇÁ) CAUSED BY THE WASTE AND WASTE LANDFILL OF RIBEIRA SAO LUIS, MA

CAMPOS, Antonio Eduardo Lopes 07 December 2007 (has links)
Submitted by Rosivalda Pereira (mrs.pereira@ufma.br) on 2017-08-22T19:19:04Z No. of bitstreams: 1 EduardoLopes.pdf: 12990864 bytes, checksum: 2b2a568d3fb9037ed627e166e6ff577f (MD5) / Made available in DSpace on 2017-08-22T19:19:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 EduardoLopes.pdf: 12990864 bytes, checksum: 2b2a568d3fb9037ed627e166e6ff577f (MD5) Previous issue date: 2007-12-07 / Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA) / This study aims to perform a physical characterization and to evaluate the environmental impacts provoked by the Ribeira landfill in the Sabino’s bayou, which is part of the basin of Tibiri, in São Luís, state of Maranhão. Physical-chemical and morphometrical analyses have been made, and also bibliographical and cartographical surveys on the sub-basin of Sabino (Sabino’s bayou). As field parameter, pH, water temperature, conductivity, flow velocity of channel, sinuosity, shape of transversal section, area of transversal section and river discharge have been measured. By means of laboratory analyses, oxygen dissolved in water, oxygen biochemical demand and tenors of heavy metals (Pb, Hg, Zn, Cu, Cd, Ni and Fe) have been determined. The results obtained to the circularity index, factor of form and coefficient of compactness show that the sub-basin has an enlongated form being little susceptible to floodings. The concentration of dissolved oxygen is below the level permitted by CONAMA legislation (up to 5 mg/l) in almost all sampled areas. In the first sampled area, it has been detected a high DB05 in several months of the year and the tenors of Hg, Pb, Zn, Cu, and Fe are above the levels permitted by CONAMA legislation, which shows various impacts in the area studied. / Este trabalho teve por objetivo realizar uma caracterização física e avaliar os impactos ambientais provocados pelo Aterro da Ribeira no Igarapé do Sabino, que faz parte da Bacia do Tibiri, em São Luís, Ma. Foram realizadas análises físico-químicas, morfométricas e feitos levantamentos bibliográficos e cartográficos sobre a sub-bacia do Sabino (Igarapé do Sabino). Como parâmetros de campo, foram medidos: pH, temperatura da água, condutividade, velocidade do fluxo do canal fluvial, sinuosidade, forma da seção transversal, área da seção transversal e descarga do rio. Foram determinados, por análises laboratoriais, oxigênio dissolvido na água, demanda bioquímica de oxigênio e teores de metais pesados (Pb, Hg, Zn, Cu, Cd, Ni e Fe). Os resultados obtidos para o índice de circularidade, o fator de forma e o coeficiente de compacidade apontam que a Sub-bacia possui uma forma alongada sendo pouco suscetível a enchentes. A concentração do oxigênio dissolvido está abaixo do permitido pela legislação do CONAMA (até 5 mg/L) em quase todos os pontos amostrados. No primeiro ponto de amostragem foi detectado uma alta DBO5 em vários meses do ano e os teores de Hg, Pb, Zn, Cu e Fe estão acima dos permitidos pela resolução do CONAMA, indicando vários impactos na área estudada.
5

Estabelecimento de metodologia para a conservação e recuperação de pequenas bacias hidrográficas do Semiárido. / Establishment of a methodology for the conservation and restoration of small hydrographic basins of the Brazilian Semi-arid.

ALCÂNTARA, Hugo Morais de. 05 September 2018 (has links)
Submitted by Johnny Rodrigues (johnnyrodrigues@ufcg.edu.br) on 2018-09-05T19:13:02Z No. of bitstreams: 1 HUGO MORAIS DE ALCÂNTARA - TESE PPGRN 2013..pdf: 10749707 bytes, checksum: 042c63fe46b2820168cc4a2b33b2f966 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-09-05T19:13:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 HUGO MORAIS DE ALCÂNTARA - TESE PPGRN 2013..pdf: 10749707 bytes, checksum: 042c63fe46b2820168cc4a2b33b2f966 (MD5) Previous issue date: 2013-08-29 / Em regiões tropicais, como o semiárido brasileiro, a redução de áreas de florestas por meio da extração de lenha, da agricultura e pecuária de subsistência, associada à variabilidade espacial e temporal dos regimes climático e hidrológico, têm contribuído significativamente para a degradação ambiental de extensas áreas. Estudos em bacias experimentais têm evidenciado o papel da cobertura vegetal sobre a redução da erosão como um dos principais fatores para a conservação de pequenas bacias rurais, mas em geral não consideram as relações do homem com o ambiente. Esta tese tem como o principal problema de pesquisa a conservação e/ou recuperação ambiental de pequenas bacias hidrográficas rurais na região do semiárido brasileiro. A hipótese que norteia o trabalho é que uma metodologia que considere cenários futuros de uso e ocupação do solo e as relações do homem com o meio ambiente resultará em uma maior possibilidade de implementação das estratégias conservacionistas. O objetivo deste trabalho é a proposição de metodologia para a seleção de estratégias de conservação e/ou recuperação de pequenas bacias hidrográficas do semiárido, na perspectiva dos recursos hídricos, através de modelagem ambiental, considerando a aceitabilidade social dessas estratégias pelas comunidades rurais que ocupam as bacias. A metodologia proposta enfatiza a necessidade de uma caracterização ambiental considerando fatores climáticos, hidrológicos, políticos, econômicos e sociais, para embasar um planejamento conservacionista realista, viável e que esteja em sintonia com as necessidades dos produtores rurais. Advoga-se o uso de entrevistas e reuniões com os produtores e de modelos de simulação ambiental como ferramental. Os modelos podem contribuir na localização de áreas críticas e fornecer subsídios para a identificação de potenciais estratégias para a redução dos processos erosivos em diferentes escalas espaciais. A metodologia foi aplicada em uma pequena bacia hidrográfica do semiárido do estado da Paraíba. Estratégias candidatas de conservação e recuperação da bacia foram identificadas por meio de reuniões com grupos focais de produtores rurais. O modelo hidrossedimentológico SWAT foi usado com o objetivo de estimar a produção de sedimentos e a lâmina escoada. Foram simulados, com dados climáticos do período de 1998 a 2012, quatro cenários de uso e ocupação do solo montados de acordo com o levantamento de opiniões dos produtores rurais, tendo sido contempladas as estratégias com maior aceitabilidade social. O envolvimento da sociedade nas discussões e negociações ajuda a incorporar, no planejamento de uso dos recursos naturais, aspectos ambientais, culturais e sociais. Os resultados das simulações indicam uma estimativa anual da produção de sedimentos para o cenário atual de uso e ocupação do solo superando de 1,7 a 2,7 vezes os limites de tolerância de perda de solo estabelecidos em nível mundial, porém as estratégias de alterações de uso e ocupação do solo podem reduzir quase totalmente a produção anual de sedimentos e aumentar a produção de água na bacia em até 55,0%. Uma vantagem da metodologia proposta é que, através de uma lista de indicadores socioeconômicos e ambientais, a comunidade pode participar ativamente da pesquisa de campo, tornando-se parte integrante do gerenciamento dos recursos naturais. / In tropical regions, such as the Brazilian semiarid region, the reduction of forest areas by extracting firewood, subsistence agriculture and livestock, associated with spatial and temporal variability of the climatic and hydrological regimes, have significantly contributed to environmental degradation of extensive areas. Research in experimental basins have shown the role of vegetation on erosion reduction as a major factor for the conservation of small rural basins, but generally do not consider the relationship between human society and the environment. This thesis has as its main research problem the conservation and/or environmental remediation of small rural watersheds in the semiarid region of Brazil. The hypothesis that guides the work is that a methodology that considers future scenarios of land use and occupation and the communities’ relationships with the environment will result in a greater possibility of implementation of conservation strategies. The objective of this work is to propose a methodology for the selection of strategies for conservation and/or restoration of small watersheds, from a water resources viewpoint through environmental modeling, considering the social acceptability of these strategies by rural communities that occupy the basins. The methodology emphasizes the need for environmental characterization considering climatic, hydrological, political, economic and social aspects, to support a realistic and feasible conservation planning, considering the farmers’ needs. It advocates the use of interviews and meetings with farmers and environmental simulation models as methodological tools. Models can help in locating critical areas and provide tools for identifying potential strategies to reduce erosion at different spatial scales. The methodology was applied in a small watershed in semiarid region of the State of Paraíba. Candidate strategies for the conservation and restoration of the basin were identified through meetings with focus groups of farmers. The SWAT hydrological model was used to estimate sediment production and runoff. Four scenarios of land use and occupation were simulated using climate data for the period 1998-2012. The scenarios were selected according to the opinions of farmers, having been contemplated strategies with greater social acceptability. Society involvement in the discussions and negotiations helps to incorporate environmental, cultural and social aspects in the planning process. Simulation results show an estimate of annual sediment yield at the current scenario of the use and occupation of land exceeding 1.7 to 2.7 times the tolerance limits established for soil loss worldwide, but the restoration strategies can reduce almost totally the annual sediment yield and increase water production in the basin up to 55.0%. An advantage of the proposed methodology is that through a list of socioeconomic and environmental indicators, the community can actively participate in the field research, becoming an integral part of natural resource management.

Page generated in 0.089 seconds