• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 456
  • 19
  • 19
  • 19
  • 19
  • 16
  • 12
  • 11
  • 11
  • 6
  • 3
  • 1
  • Tagged with
  • 464
  • 464
  • 315
  • 146
  • 128
  • 114
  • 113
  • 95
  • 78
  • 69
  • 61
  • 48
  • 47
  • 45
  • 42
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

Programação e controle da produção na indústria de montagem: um sistema para pequenas e médias empresas

Silva Filho, Jose Luiz Fonseca da January 1976 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção / Made available in DSpace on 2012-10-15T19:44:03Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2013-07-16T16:36:44Z : No. of bitstreams: 1 261396.pdf: 2695293 bytes, checksum: cf16b9a91cb143e42b10484e9090b98a (MD5)
42

Proposta de abordagem computacional para a metodologia das unidades de esforço de produção

Xavier, Guilherme Guedes January 1988 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnologico / Made available in DSpace on 2012-10-16T01:23:26Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T15:58:07Z : No. of bitstreams: 1 82968.pdf: 5022092 bytes, checksum: 5794568cb07bfa17f825cefed7081d82 (MD5) / Sistemas integrados para a gestão industrial são uma tendência cada vez mais evidente nos dias de hoje. Dentre os diversos sistemas para a gestão, a metodologia das unidades de esforço de produção (UEP's), propicia a integração de diversas atividades da gestão em empresas industriais a partir da unificação da produção. Neste trabalho, após a apresentação dos aspectos gerais da metodologia é feita uma proposta de abordagem computacional para o seu desenvolvimento atual. Esta abordagem auxilia tanto na compreensão da filosofia das unidades de esforço de produção quanto na implementação computacional da metodologia. Assim, no trabalho é apresentado um exemplo prático de implementação computacional para uma empresa fictícia do setor metalúrgico. Também são apresentados alguns resultados que podem ser obtidos a partir desta implementação. Finalmente, são apresentadas as conclusões, bem como sugestões para futuros trabalhos.
43

Fundamentação do metodo das unidades de esforço de produção

Antunes Junior, Jose Antonio Valle January 1988 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnologico / Made available in DSpace on 2012-10-16T01:53:55Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T15:53:21Z : No. of bitstreams: 1 83142.pdf: 4911931 bytes, checksum: 75a7ab93a2a2186c8d0189263dc0192d (MD5) / O presente trabalho parte da necessidade real que as indústrias de transformação multiprodutoras têm de se utilizarem de métodos de custos altos para a efetivação da gestão industrial. Observa-se que a gestão industrial pode ser simplificada caso seja possível unificar a produção da fábrica com base em uma unidade de medida comum a toda produção. Mostra-se que uma forma eficaz de se unificar a produção consiste em quantificar a noção abstrata de esforço de produção (UEP's). São apresentados, também, exemplos hipotéticos para facilitar a compreensão do método especialmente na parte referente ao custeio dos produtos. A seguir é feita uma breve comparação entre um método muito usado para efetivar a gestão industrial - o do custo-padrão e o da UEP's. Finalmente, apresentam-se sugestões para futuros trabalhos na área.
44

Modelo organizativo para sistemas de planejamento e controle da produção

Erdmann, Rolf Hermann January 1994 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnologico / Made available in DSpace on 2012-10-16T07:18:43Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T18:41:43Z : No. of bitstreams: 1 98175.pdf: 6654549 bytes, checksum: 2c02ad911a1a35c426cb8ed8258d3934 (MD5) / Este trabalho objetiva porpor um modelo conceitual e operacional de orientação para organização de sistemas de planejamento e controle da produção. Compõe-se essencialmente de uma parte teórica (que revela conceitos, composição das áreas de PCP, tecnologias para condução do PCP e para solução de problemas, além das teorias de administração que lhe servem de suporte) e do modelo. O modelo está dividido em sete etapas básicas: o diagnóstico situacional, o processo decisório na concepção do sistema, a definição de subsistemas necessários, avaliação dos subsistemas e sua descrição, a concepção do sistema, a escolha de um software para o modelo concebido e a orientação para implantação. Adequa-se a guiar intervenções para conceber ou aperfeiçoar sistemas de PCP. Contempla as contingências através de procedimentos participativos balizados pela experiência e conhecimento da realidade de cada caso específico e pelas informações que o trabalho apresenta.
45

Análise de diferentes tempos de ciclo na formulação de planos de ataque de edifícios de múltiplos pavimentos

Kemmer, Sérgio Luiz January 2006 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil. / Made available in DSpace on 2012-10-22T13:48:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 241773.pdf: 4373421 bytes, checksum: f49910280ed7917ae748c4380054a838 (MD5)
46

Análise do planejamento e controle da produção visto como um sistema compexo adaptativo

Dutra, Fernando Augusto Ferreira January 2006 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. Programa de Pós-Graduação em Administração. / Made available in DSpace on 2012-10-22T20:22:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 225237.pdf: 910802 bytes, checksum: 99ab7f6cd34103c9911ab0437b8453e4 (MD5) / Nos dias atuais, um dos principais desafios organizacionais é a adaptação a um ambiente que se altera de maneira mais rápida do que as organizações, ainda presas ao paradigma mecanicista, conseguem acompanhar. Este trabalho nasceu da concepção de que os sistemas organizacionais tendem a não se comportar mais de forma linear. Assim sendo, sugere-se aqui uma nova abordagem, através da ótica da Teoria da Complexidade, no estudo e na análise do sistema de planejamento e controle da produção (PCP) das empresas. A Teoria da Complexidade sugere que as organizações e seus sistemas sejam vistos como sistemas complexos adaptativos (SCAs), sistemas estes que possuem como propriedade básica a adaptação, ou seja, são capazes de ajustar seu comportamento em função das alterações ocorridas em seu ambiente. Acredita-se que vislumbrar o PCP como sendo um SCA possa contribuir para que organizações dos mais diferentes setores possam obter insights significativos no gerenciamento de suas operações de produção. Para atingir os objetivos propostos no trabalho foi feita uma revisão teórica acerca dos pilares que sustentam o trabalho, o PCP e a Teoria da Complexidade. A partir desta revisão teórica foi elaborado um procedimento metodológico para coleta e análise dos dados. Em seguida, foi realizado um estudo multicasos em empresas do setor industrial. Os resultados obtidos evidenciam que as implicações da Teoria da Complexidade se fazem presentes na rotina de trabalho do PCP das empresas, ao se verificar a presença de aspectos característicos de SCAs no sistema de PCP das empresas. No entanto, deve-se ressaltar que esses mesmos aspectos podem ser mais desenvolvidos para que o sistema possa responder mais ativamente às alterações que acontecem em seu meio.
47

Evolução funcional do planejamento e controle da produção

Martins, Carlos Fernando January 2007 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnologico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica / Made available in DSpace on 2012-10-23T13:23:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 246235.pdf: 893970 bytes, checksum: cc05ef45ac11649e1605c1f5be861cc4 (MD5) / O Planejamento e Controle da Produção (PCP) é uma função de apoio à manufatura que vem sendo desafiado constantemente ao longo dos anos pelo aumento da diversificação de produtos oferecidos pelas empresas, maior complexidade desses produtos e dos processos de produção, aumento de demanda, redução dos ciclos de planejamento, entre outros desafios. Inicialmente, o PCP apoiou a produção em massa com o sistema computadorizado de planejamento de materiais. A expansão horizontal do PCP veio com novos sistemas computacionais de maior complexidade e de maior abrangência, envolvendo toda a empresa e fornecedores, no entanto, sem alterar o alinhamento com a produção em massa ou em grandes lotes. A novidade para o PCP veio com as práticas da manufatura enxuta originárias na empresa Toyota, um modo revolucionário de produzir com estoques mínimos, atacando as diferentes formas de desperdícios presentes na produção em massa, criando o modelo de excelência operacional. Como a evolução do PCP não é inteiramente linear com o tempo, mas depende do conhecimento envolvido e da aculturação das práticas de PCP, questiona-se de como empresas de manufatura vêm projetando seus PCPs em busca de uma melhor eficiência operacional. Assim, esta pesquisa teve como objetivo desenvolver e validar um modelo de evolução funcional do Planejamento e Controle da Produção que representa as inserções crescentes dos sistemas de informação industrial e das práticas da manufatura enxuta nos métodos e processos do PCP. O modelo desenvolvido mostra o PCP em três estágios evolutivos: no primeiro estágio o PCP foi caracterizado por produzir ordens de produção por meio do computador; no segundo estágio, com maiores recursos computacionais, o PCP procurou a eficiência da integração da informação, tornando-se um centralizador de informações, e daí perdendo o foco do controle de chão de fábrica; e no terceiro estágio o PCP busca pela excelência operacional, diminuindo o uso dos sistemas computacionais para suas atividades e voltando-se para práticas visuais em busca constante pela estabilidade. A validação do modelo foi realizada por meio de uma pesquisa exploratória conduzida em quatro empresas de manufatura da região Sul do Brasil, confirmando a aderência do modelo à realidade industrial observada em empresas do setor metal-mecânico. Resultados mostraram que os sistemas de informação industrial evoluíram e influenciaram o PCP, mas que com a manufatura enxuta, o PCP vem aderindo a essas novas práticas, enxugando a estrutura computacional. Esse processo de evolução do PCP tem sido capitaneado por empresas líderes e acompanhado por empresas seguidoras. The Production Planning and Control (PPC) is a function of manufacturing that is being constantly challenged over the years by more diversification of products offered by industries, larger complexity of products and production processes, increase of demand, reduction of the planning cycles, among other challenges. At the beginning, the PPC supported the mass production with Material Requirement Planning that has become its standard tool. The PPC horizontal expansion removed barriers with new computing systems of higher complexity and scope, involving every industrial data of the enterprise and expanding towards the suppliers# control. However, the PPC increasing involvement with the industrial computing has not altered the alignment with the mass production and its paradigms. The news for the PPC has come with Toyota Production System, a revolutionary way of producing with lower stocks, avoiding different wastes present in different ways on the mass production, creating the operational excellence model. As the PPC evolution is not purely linear with the time, but it depends on factors as knowledge and acculturation of several PPC practices, it is questioned how the manufacturing companies have been projecting their PPCs for a better operational efficiency. Thus, this research aimed to develop and evaluate a functional evolution model of Production Planning and Control that represents the increasing insertions of the industrial information systems and practices derived from Toyota Production System (Lean) in the methods and processes of PPC. The developed model shows the PPC in three evolutionary stages: the first stage, the PPC is characterized by creating production orders through the computer; the second stage, with higher computing resources, the aim of PPC was the computing efficiency, integrating suppliers and clients in a large database. The PPC turned into an centralized information function and then, losing the focus of the shop floor control; and in the third stage, the aim of the PPC is the operational excellence by reducing the use of computer systems in its activities and returning to practical visual control towards the operational stability. An exploratory research conducted in four manufacturing companies in the southern region of Brazil validated the proposed model, confirming the adherence of the model to the reality observed in industrial companies in the metal-mechanical industry. Results showed that industrial information systems evolved and influenced the PPC, but with the Lean Manufacturing, the PPC is adhering to these new practices, reducing the computational structure. This process of evolution of the PPC has been headed by leaders and followed by other manufacturing companies.
48

Implementação de sistema sequenciado comparado ao tradicional MRP : um estudo de caso em indústria de máquinas agrícolas

Schneider, Jackson Antonio January 2005 (has links)
Satisfazer de modo rápido às necessidades dos clientes quanto a produtos personalizados requer implementação de técnicas de compra de materiais e componentes. Nessa perspectiva, o objetivo deste estudo é a implantação de uma técnica que possibilite a conversão de um sistema de produção MRP (Material Requirements Planning) para um sistema seqüenciado, que tenha um replanejamento autônomo e um fluxo orientado pela demanda do produto final solicitado pelo cliente, possibilitando flexibilidade e redução de estoques. A metodologia aplicada para cumprir com o objetivo proposto foi o estudo de caso, a partir da aplicabilidade das ferramentas Kanban, Sistema de Ponto de Pedido e Sequenciamento, destacando suas peculiaridades em termos de aplicação e em seguida implementação em um lote piloto para comparativo com o Tradicional MRP (Material Requirements Planning), mensurando os resultados em termos de redução de estoques e ganhos em flexibilidade e agilidade ao atendimento ao cliente interno – linha de montagem. Os resultados alcançados na implantação das ferramentas citadas ao lote piloto mostraram que no Sistema Ponto de Pedido, tevese consideráveis ganhos em acuracidade de estoque aplicado às matériasprimas (chapas de aço), no Sistema Kanban encontrouse uma redução de 35% e no Sistema Seqüenciado a redução foi de 60% no nível de inventário. Concluise que a implementação das ferramentas experimentadas através do lote piloto representa uma redução expressiva no nível de inventário e, também, promove a flexibilidade e agilidade no atendimento aos clientes.
49

Proposta de um modelo de planejamento e controle de custos de empreendimentos de construção

Kern, Andrea Parisi January 2005 (has links)
Os sistemas tradicionalmente empregados para a gestão de custos de empreendimentos de construção civil possuem muitas deficiências, amplamente abordadas pela bibliografia, entre as quais se pode destacar a falta de informações oportunas para basear a tomada de decisão na gestão da produção. O presente trabalho tem como objetivo principal propor um modelo de planejamento e controle de custos de empreendimentos de construção civil, a ser utilizado durante a fase de produção por empresas construtoras. Este modelo busca contribuir para que tais deficiências sejam superadas pelas empresas de forma gradual. O modelo foi desenvolvido com base em revisão bibliográfica e estudos empíricos que formaram três ciclos de aprendizagem. No primeiro ciclo, foram desenvolvidos estudos com o objetivo de identificar os principais problemas existentes nos sistemas de gestão de custos utilizados por empresas construtoras. Os estudos empíricos do segundo ciclo tiveram um caráter essencialmente exploratório, no qual a pesquisadora analisou a implementação e uso de diferentes técnicas e ferramentas de gestão de custos, considerando diferentes contextos, em temos de ambiente organizacional e de tipos de empreendimentos Por fim, os estudos realizados no terceiro ciclo tiveram como objetivo implementar e avaliar parcialmente o modelo proposto. Os resultados dos estudos empíricos indicaram a viabilidade de uso do modelo proposto, que prevê a realização do processo de planejamento e controle custos, utilizando como ferramentas básicas de gestão o orçamento com visão operacional, custo-meta e curvas de agregação de recursos. Como contribuição teórica, o trabalho permite um melhor entendimento acerca da natureza dos custos de empreendimentos de construção civil e também sobre como integrar diferentes setores, processos e intervenientes de uma empresa construtora na gestão de custos de empreendimentos, considerando o ambiente incerto, complexo e dinâmico da construção civil.
50

Desenvolvimento de sistemas de planejamento e controle da produção em micro-empresas de construção civil, com foco no planejamento integrado de várias obras

Gutheil, Klaus Oliveira January 2004 (has links)
O processo de planejamento e controle da produção (PCP) tem sido considerado como uma das mais importantes e eficazes formas de introduzir novos conceitos e princípios de gestão da produção em empresas de construção. Entre os trabalhos que têm estudado formas eficazes de desenvolver sistemas formais de PCP em empresas de construção, destaca-se, no presente trabalho, o modelo de planejamento e controle da produção, já implementado em várias empresas do setor, apresentado na tese de doutorado de Bernardes (2001). Este estudo tem como tema principal o desenvolvimento e a implantação de sistemas de PCP em microempresas, nas quais há necessidade de planejar o conjunto de obras de forma integrada, ao contrário de diversos trabalhos anteriores, que tinham como objeto de análise empreendimentos individuais. O seu objetivo geral consiste em adaptar o modelo de PCP apresentado por Bernardes (2001) para micro-empresas que realizam obras de pequeno porte em diferentes localidades. A estratégia da pesquisa adotada foi a pesquisa-ação, sendo o trabalho dividido em três grandes etapas. Inicialmente, foi realizada uma análise da situação existente na empresa. Na segunda fase, foi desenvolvido e implementado o novo sistema de PCP na empresa, cabendo ao autor a coordenação do processo de implementação. Na terceira fase, foi efetuada uma avaliação do sistema de PCP implantado. Entre as principais conclusões deste estudo, constatou-se que o modelo de PCP apresentado no trabalho de Bernardes (2001) pode ser adaptado com relativa facilidade a este tipo de empresa. Concluiuse, ainda, que o planejamento integrado das obras da empresa é essencial para empresas com limitações de recursos, e que a ausência de um consultor externo, apesar de ser uma dificuldade a mais, não é uma barreira intransponível de ser superada.

Page generated in 0.0754 seconds