• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 2929
  • 94
  • 94
  • 92
  • 91
  • 71
  • 57
  • 55
  • 50
  • 23
  • 17
  • 14
  • 10
  • 9
  • 6
  • Tagged with
  • 3032
  • 3032
  • 1171
  • 1123
  • 867
  • 421
  • 410
  • 400
  • 375
  • 364
  • 353
  • 346
  • 321
  • 318
  • 316
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
41

O "etnozoneamento em terras indígenas" do Acre como ferramenta de gestão territorial : o caso da terra indígena Campinas/Katukina

Pessoa, Marina Margarido 09 December 2010 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2010. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2011-04-20T16:04:28Z No. of bitstreams: 1 2010_MarinaMargaridoPessoa.pdf: 1725564 bytes, checksum: 26f6d0b575b0995d7d06cb7f230d461d (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2011-04-28T01:04:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_MarinaMargaridoPessoa.pdf: 1725564 bytes, checksum: 26f6d0b575b0995d7d06cb7f230d461d (MD5) / Made available in DSpace on 2011-04-28T01:04:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_MarinaMargaridoPessoa.pdf: 1725564 bytes, checksum: 26f6d0b575b0995d7d06cb7f230d461d (MD5) / O “Etnozoneamento em Terras Indígenas” do Acre, inserido no Programa de Zoneamento Ecológico-Econômico do Estado do Acre, é uma ferramenta de diagnóstico, zoneamento e planejamento participativos, que tem como objetivo orientar as ações do governo estadual em relação aos povos indígenas, propiciando condições para que as comunidades realizem seus planos de gestão e manejo de recursos, a partir do mapeamento e zoneamento de seus territórios. Entre os anos de 2004 e 2009, o Governo do Estado do Acre, realizou o etnozoneamento em oito terras indígenas (TIs) do estado. O objetivo geral desta pesquisa foi analisar como e, em que medida, o “Etnozoneamento em Terras Indígenas” contribui para a gestão territorial das terras indígenas do Estado do Acre, utilizando-se, para isso, o estudo de caso na TI Campinas/Katukina, no qual, buscou-se descrever todas as etapas e os produtos gerados ao longo de sua implementação, além das percepções e opiniões dos indígenas que participaram da construção da ferramenta. A presente pesquisa procurou responder às seguintes perguntas: 1) O Etnozoneamento em Terras Indígenas do Acre pode ser considerado uma ferramenta de gestão territorial?; 2) De que forma o etnozoneamento subsidia ou pode subsidiar a gestão territorial em Terras Indígenas, combinando-se a dimensão política de controle territorial com as dimensões ambiental, social, econômica e cultural, voltadas para a sustentabilidade das terras indígenas do Acre?; 3) De que forma o etnozoneamento orienta ou pode orientar as ações do governo estadual em relação aos povos indígenas e quais os passos a serem seguidos para a sua implementação como política pública? Diante dos dados apresentados, concluiu-se que, a utilização dos produtos gerados pelo etnozoneamento ainda é bastante incipiente na TI Campinas/Katukina e se dá, principalmente, pelas lideranças e representantes da comunidade que participaram da elaboração da ferramenta. Os mapas e o plano de gestão elaborados durante o etnozoneamento podem ser considerados eficientes ferramentas de diagnóstico e planejamento, que representam a realidade da TI e estão auxiliando o povo Katukina na tomada de decisões relativas à gestão de seu território e no diálogo com os atores e/ou instituições com os quais se relacionam. Também pode-se afirmar que os mapas temáticos e o plano de gestão, são potenciais ferramentas pedagógicas para abordar a questão da gestão territorial em suas múltiplas esferas, podendo auxiliar no processo educacional, tornando-se um importante instrumento de defesa do meio ambiente e do patrimônio histórico, cultural e intelectual do povo Katukina. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The State of Acre program “Ethno-zoning of indigenous lands”, which is the indigenous component of the state‟s Ecological-Economic Zoning is a diagnosis, zoning and participatory planning tool that aims at orienting actions of the state government in relation to indigenous peoples, providing conditions for the communities to carry out their management plans and resource management through the mapping and zoning of their territories. From 2004 to 2009, Acre State implemented the ethno-zoning in eight indigenous lands. The main objective of this research was to analyze to which extent the “Ethno-zoning of indigenous lands” contributes to the territorial management of indigenous lands in Acre, using, for that purpose, the case of the Campinas/Katukina indigenous land by analyzing all the stages and results produced throughout its implementation and the perceptions and opinions of the indigenous peoples who took part in the construction of the tool. This research intended to answer the following questions: 1) Can the ethno-zoning of indigenous lands in Acre be considered a tool for territorial management?; 2) How does ethno-zoning subsidizes or may subsidize the territorial management of indigenous lands, combining the political dimension of territorial control with the environmental, social, economic and cultural dimensions to support the sustainability of indigenous lands in Acre?; 3) How does ethno-zoning orients or may orient the action of the state government in relation to indigenous peoples and which steps should be taken to its implementation as a public policy? Given the data presented, the conclusion is that the use of the results produced by ethno-zoning is still incipient in Campinas/Katukina indigenous land, and they happen mainly through the leaders and representatives of the community who participated in the elaboration of the tool. The maps and the management plan developed during the ethno-zoning can be considered efficient planning and diagnosis tools that represent the indigenous land reality and that help the Katukina people in the decision-making process about the management of their territory and in the dialogue with actors and institutions with which they relate. Moreover, the thematic maps and the management plan are potential pedagogic tools to approach the territorial management in its multiple facets, helping in the educational process and being an important instrument of environmental, intellectual and cultural heritage protection of the Katukina people.
42

Contribuições para uma maior sustentabilidade de reassentamentos habitacionais de interesse social e ambiental : o caso do sítio dos Açudes, Alvorada, RS

Barroso, Aline Maria Costa January 2004 (has links)
Esta pesquisa, desenvolvida no Núcleo Orientado para a Inovação da Edificação), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (NORIE-UFRGS), procurou contribuir no processo de melhoria das condições de habitabilidade da população, e consequentemente, sua qualidade de vida. A proposta de trabalho foi baseada na concepção de desenvolvimento sustentável e direcionada à busca de soluções alternativas aos problemas e conflitos sócio-ambientais, diretamente relacionados ao planejamento urbano de um assentamento habitacional de interesse social (AHIS). O objetivo do trabalho foi a formulação de subsídios que contribuíssem para o aumento da sustentabilidade urbana, do assentamento em estudo. Para isso foi realizado um estudo de caso exploratório, com a realização de entrevistas semi-estruturadas junto aos moradores de uma comunidade habitacional, localizada no município de Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre, denominada Sítio dos Açudes, e viabilizado através do programa Pró-Moradia. Essas entrevistas, juntamente com visitas de campo, e estudos dos documentos relacionados ao projeto, finalizaram a caracterização geral da comunidade, contendo: diagnóstico sócio-econômico; avaliação do nível de satisfação dos moradores em relação ao local; avaliação da Percepção Ambiental dos mesmos e avaliação, a partir de critérios de sustentabilidade, do AHIS em estudo. Esta análise procurou entender, também, como as variáveis: origem, tempo e local de moradia, e grau de instrução, interferiam no nível de satisfação e entendimento do meio, dos entrevistados; e como o envolvimento da comunidade poderia enriquecer todo o processo. Para finalizar, a partir da análise dos problemas e potencialidades do local, foram traçadas estratégias de ação para aumentar a satisfação e a qualidade de vida dos moradores. / This study, resulted from a research carried out at the Núcleo Orientado para a Inovação da Edificação (NORIE), Federal University of Rio Grande do Sul (UFRGS), contributed in the process of improvement of livable conditions of a specific settlement in Alvorada-Brazil, and consequently, their quality of life. The study was based on the concept of sustainable development and addressed to the search of alternative solutions to the problems and partner-environmental conflicts, directly related to the urban planning of social interest human settlements. The main objective of the study was the formulation of subsidies to contribute to increase the urban sustainability for the studied settlement. In this sense, a case study was developed, composed of semi-structured interviews with the settlement's inhabitants, located in the Alvorada city district, in Porto Alegre's metropolitan area, called Sítio dos Açudes. The interviews, along with the field visits and analysis of design documents, concluded a general diagnosis of the community, which contains: a socioeconomic diagnosis; an evaluation of the level of the inhabitants' satisfaction in relation to the place; an evaluation of the Environmental Perception of the same ones; an evaluation, starting from sustainability approaches, of the place. This study also investigated how the variables origin, time and location of dwelling, as well as educational level can interfere in the satisfaction level and understanding of the interviewee's environment; and how the involvement of the community can enrich the planning process. Finally, starting from the analysis of the problems and potentialities of the place, strategical actions were traced to increase the satisfaction level and the inhabitants' quality of life.
43

Uma Análise Histórico-institucionalista da Política Ambiental Brasileira: Proposições Rumo ao Desenvolvimento

FERREIRA, M. B. M. 31 May 2017 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T23:39:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_9129_Dissertação_Mestrado_Economia_MARCUS_BRUNO_2017_final.pdf: 1008681 bytes, checksum: 1f9759563e88abfa33010a67dc50fcb9 (MD5) Previous issue date: 2017-05-31 / A pressão cada vez maior exercida sobre o estoque de recursos naturais (fontes escassas de matéria e energia acessíveis), provocada pelo impulso moderno do crescimento da produção industrial, bem como os problemas de poluição e degradação ambiental decorrentes dessa produção, tornaram-se mais evidentes, e por isso mais discutidos, a partir da segunda metade do século XX. Dessa discussão surgiu o conceito de ecodesenvolvimento nos anos 1970 (posteriormente chamado de desenvolvimento sustentável), expressando preocupação com a compatibilidade entre o crescimento econômico e a disponibilidade dos recursos naturais no longo prazo. Nesse período, despontam as primeiras instituições criadas para regular a relação entre o meio ambiente e a produção. De forma pioneira, no fim dos anos 1960 a legislaçãonorte-americana instituiu a obrigatoriedade da avaliação de impactos ambientais (AIA) para subsidiar decisões sobre políticas públicas com potencial de provocar implicações negativas à qualidade dos recursos naturais. No início dos anos 1980, a AIA foi introduzida no modelo institucional de gestão ambiental brasileiro. No entanto, ela surgiu vinculada exclusivamente aos procedimentos do licenciamento ambiental, utilizada para subsidiar decisões técnicas sobre a viabilidade ambiental de projetos. Dessa maneira, a análise ambiental ocorre distante dos níveis decisórios mais abrangentes, portanto, dissociada das estratégias de desenvolvimento de longo prazo. Isto posto, o objetivo deste trabalho é estabelecer uma distinção entre o modelo institucional brasileiro de regulação ambiental da produção, e o modelo institucional modernamente utilizado em alguns países desenvolvidos, onde a análise ambiental ocorre primeiramente nos níveis mais abrangentes dos sistemas de planejamento. Para tanto, busca-se suporte na teoria econômica sobre as divergências que envolvem o uso dos recursos naturais para o desenvolvimento das atividades produtivas, e os impactos ambientais resultantes dessa relação. Será examinado também processo de evolução das políticas ambientais adotadas pelo Estado brasileiro e suas implicações na esfera institucional. Por fim, apresenta-se uma análise crítica ao modelo de gestão ambiental brasileiro, indicando mecanismos institucionais apropriados à tarefa de auxiliar integração da dimensão ambiental às instâncias adequadas de planejamento, visando influenciar positivamente o desenvolvimento socioeconômico.
44

Desenvolvimento e caracterização de filmes de amido de milho eterificado com plastificante glicerol, sorbitol e poli (álcool vinílico)

Isotton, Francine Suélen 27 May 2013 (has links)
No description available.
45

Contribuições da politica cientifica e tecnologica para formação de uma cultura de sustentabilidade socio-ambiental

Costa, Glaucia Elaine 25 August 2003 (has links)
Orientador: Newton Muller Pereira / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociencias / Made available in DSpace on 2018-08-03T16:53:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Costa_GlauciaElaine_M.pdf: 3343866 bytes, checksum: 33615f05ba5a6a1b7175f50b5b66b837 (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: A dissertação é uma pesquisa exploratória teórica que parte do pressuposto de que os atuais problemas sócio-ambientais estão relacionados a uma cultura social insustentável, fortemente influenciada pelo modo de organização para a produção material da vida na sociedade capitalista. A dissertação desenvolve a hipótese de que por ser a formação cultural um processo voltado não à formação individual, mas ao todo social, as políticas científicas e tecnológicas são uma privilegiada possibilidade de contribuições à formação de uma cultura de sustentabilidade sócio-ambiental, devido ao fato de serem um direcionamento político voltado ao cerne da racional idade do desenvolvimento capitalista: a inovação científica e tecnológica, que possui papel decisivo para o modo de produção e seu universo de interferência; e ainda, devido à central idade da ciência e da tecnologia na cultura das sociedades modernas, no sentido de que a ciência e a tecnologia provêem muitas das possibilidades materiais da existência moderna. A racionalidade científico-tecnológica possui na sociedade capitalista, um papel histórico singular e funcional, relacionado ao desenvolvimento capitalista, o que sugere a comunidade científica diante do contexto atual, uma tarefa política. No entanto, as condições materiais da produção estão atualmente passando por uma reestruturação ampla de formação da sociedade em rede de produção mundial e o processo de globalização econômica expandida pela necessidade de desenvolvimento e valorização do capital, ao mesmo tempo as próprias relações políticas se reestruturam e surgem novas possibilidades políticas, favorecendo ainda mais às políticas científicas e tecnológicas para contribuírem a formação de uma cultura de sustentabilidade sócio-ambienta! / Abstract: The dissertation is a research of exploration of theories whose ideas of recent social problems are related to a non base social culture which has a strong influence by the way of organization for producing material for life in the capitalist society. The dissertation develops hypothesis showing that the formation of culture is a process which is not related to the individual formation, but the society itself. The scientific and technological politics are possibilities for making up a social supported culture due to the reason of having a political and rational influence in a capitalist society: The scientific and technological innovation has a very important role for the way of production into its universe of interference and even the importance of science and the technology in the culture of modem society which offers different material possibilities in modem existence . The scientific and technological importance has a single and historical role related to the development of the capitalist society which make us believe that the scientific society has an important political task. However, the conditions for production are passing through great change of Formation of society in a worldwide view and economical process of economical globalization by the needs and the development and valorization of stock , at the same time the political relations change themselves and new possibilities can come out, being better to the scientific and technological politics that will contribute to the formation of a supported social culture / Mestrado / Politica Cientifica e Tecnologica / Mestre em Política Científica e Tecnológica
46

Avaliação do planejamento de desenvolvimento sustentável de municípios em Pernambuco : um estudo de caso, avaliação do Projeto Cabo 2010

Ulisses Carneiro de Arcanjo, Ivan January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:35:27Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7851_1.pdf: 1438809 bytes, checksum: da9e483de55bf566f3a1b9bba6b3eb66 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 / Este trabalho tem como finalidade avaliar os resultados decorrentes da implementação do Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável do Município do Cabo de Santo Agostinho - Projeto Cabo 2010, no período de 1998 a 2004, com base em indicadores de desenvolvimento sustentável. O referido Plano, inédito no Estado de Pernambuco, constitui uma iniciativa inovadora do Poder Executivo daquele Município, um dos integrantes da Região Metropolitana do Recife. O referencial teórico apresenta um breve histórico das teorias de desenvolvimento surgidas a partir do início do século passado; destaca os conhecimentos atualmente disponíveis a respeito dos conceitos de: desenvolvimento sustentável, planejamento estratégico municipal do desenvolvimento sustentável, avaliação de planos ou programas públicos, indicadores e, mais especificamente, indicadores de desenvolvimento sustentável. Os indicadores utilizados são aqueles disponibilizados pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e a Rede Interagencial de Informações para a Saúde. Os indicadores selecionados alinham-se com a proposta da Comissão de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, e estão organizados nas seguintes dimensões: social, ambiental, econômica e institucional. A avaliação foi feita comparando-se os objetivos estabelecidos no Cabo 2010 com os resultados alcançados no final de 2004, identificando-se os fatores determinantes para os resultados obtidos. A abordagem metodológica da pesquisa é qualitativa, e está fundamentada na estratégia de estudo de caso, voltada para a avaliação do Projeto Cabo 2010, no sobredito período. A pesquisa concentra-se no acesso, coleta e tratamento de dados do IBGE, nos sites de alguns ministérios do Governo Federal que dispõem de informações de interesse deste TCM, complementados por entrevistas com os gestores dos serviços públicos daquele Município. Os frutos da pesquisa destacam: a universalização do ensino fundamental; a ampliação da atenção básica da saúde à população; a redução da mortalidade infantil; o acesso à coleta do lixo doméstico; a ampla participação da sociedade na elaboração e implementação do Projeto Cabo 2010, traduzida pela criação dos Conselhos Municipais; a duplicação do PIB e o expressivo aumento de oferta de emprego no período pesquisado, entre outros. Os resultados evidenciados através de indicadores, destacam tanto a comparação dos desempenhos entre períodos quanto o comportamento dos valores históricos no período pesquisado. Recomendações são colocadas, visando criar uma cultura de avaliação do desenvolvimento sustentável dos municípios do Estado; subsidiar gestores públicos, desse ou de outros municípios, para implementar iniciativas semelhantes nas respectivas administrações públicas municipais; e, também, incentivar outros mestrandos para realizar uma análise similar abrangendo todo o ciclo do plano, até o ano de 2010
47

Políticas públicas, agroecoturismo e desenvolvimento sustentável no município do Moreno : um avisão dos seus stakeholders do processo de implantação

Silva Saldanha, Lisbina January 2003 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:36:22Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7948_1.pdf: 710990 bytes, checksum: cbf4c298facb80aa6f71ce559d42072b (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2003 / Este trabalho investiga qual foi o papel e as estratégias político-institucionais empregadas pelos stakeholders do agroecoturismo do Moreno para viabilizar sua implantação. A proposta associa a análise de uma política pública com sua gestão, por meio da formulação de um estudo de caso sob o prisma de desenvolvimento sustentável, com o propósito de colaborar no incentivo ao agroecoturismo como um dos produtos promissores a serem explorados no referido município, para conquista de caminhos inovadores em sua implementação e de estratégias para o desenvolvimento local sustentável. Fundamenta suas análises ilustrando-as com relatos de entrevistas, na perspectiva dos stakeholders responsáveis e/ou envolvidos na implantação desse segmento turístico, conjugando-as com a análise documental, observação participante, além de dados obtidos de encontros, oficinas, visitas técnicas e debates informais. O trabalho procura oferecer aos principais gestores do agroecoturismo como melhor conhecer aqueles elementos que devem receber maior atenção na formulação de políticas para definir e viabilizar uma atividade tão importante, contando com a ampla participação e satisfação dos interessados no bem-estar econômico e social de município do Moreno. Além disso, o trabalho demonstra que é possível viabilizar o agroecoturismo em Moreno, reunindo elementos que favorecem sua adoção e sustentabilidade em face da realidade estudada
48

Desenvolvimento sustentável e pobreza: o farol do desenvolvimento Banco do Nordeste em São Gonçalo do Marante-CE

do Carmo Marques Freire, Maria January 2003 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:17:07Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo9286_1.pdf: 590898 bytes, checksum: 3bd4072f63662b25a8b075ce8b8b0a05 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2003 / O presente estudo trata da relação entre desenvolvimento e pobreza no Nordeste a partir da inserção do Brasil no processo de globalização. Objetiva compreender as mudanças atuais ocorridas no Nordeste, destacando a pobreza e a desigualdade social; avaliar as ações do Farol do Desenvolvimento Banco do Nordeste e seu papel de indutor do desenvolvimento sustentável, em São Gonçalo do Amarante Ceará; avaliar os efeitos produzidos pelo Programa CrediAmigo sobre a condição de vida dos feirantes ambulantes do município. O foco de análise é o Programa CrediAmigo do Farol do Desenvolvimento. Trata-se de pesquisa qualitativa e quantitativa. Na coleta de dados e informações realizamos a observação participante, entrevistas semi-estruturadas e abertas com feirantes e lideranças comunitárias, bem como a pesquisa documental em fontes oficiais do Estado do Ceará, do município de São Gonçalo e do Banco do Nordeste. A análise dos dados nos permitiu compreender não serem as ações do Farol do Desenvolvimento, em São Gonçalo, suficientes para potencializar nem mesmo o desenvolvimento econômico do município. Permanecem as condições de pobreza, as quais não são percebidas pelos feirantes pesquisados, que se vêem como empreendedores, correspondendo ao ideário da globalização transmitido por meio de discursos e ações do Banco do Nordeste. O CrediAmigo, de fato, é uma das escassas alternativas de sobrevivência e manutenção dos negócios dos feirantes
49

Método para avaliar progresso em direção ao desenvolvimento sustentável

Siena, Osmar January 2002 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. / Made available in DSpace on 2012-10-19T16:29:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 195363.pdf: 3998381 bytes, checksum: 5924414db1b47ed1b55f023e8f582949 (MD5) / Materializar o conceito desenvolvimento sustentável é um problema complexo: por ser uma questão recente, as bases conceituais não estão consolidadas; não há consenso sobre o que medir, como medir, ponderar e combinar dados. Este trabalho visou a discussão e teste de uma proposta para avaliação do desenvolvimento sustentável. Apresenta-se uma revisão do estado da arte sobre o conceito de desenvolvimento sustentável e os principais modelos e arcabouços conceituais para avaliação da sustentabilidade das principais aproximações correntes. Discute-se uma proposta para avaliação do processo de sustentabilidade que contempla a divisão do sistema em dois subsistemas (pessoas e ecossistema), oito dimensões e duas categorias (capacidades/desafios e processos); propõe técnicas para escolha e ponderação dos aspectos e dimensões relevantes para avaliação, para identificação e medida dos indicadores, bem como para combinação de dados e resultados; e, procura vincular o arcabouço discutido com o processo de tomada de decisões. Para teste da proposta são utilizados dados disponíveis para o Estado de Rondônia (Brasil), obtidos em bancos de dados e serviços de estatística e informações públicas, de organizações governamentais e não governamentais. Os resultados são apresentados na forma de tabelas, diagramas e gráficos. São calculados índices agregados para categorias, dimensões, subsistemas e um índice de desenvolvimento sustentável para o sistema analisado. O produto da aplicação da abordagem proposta é uma primeira aproximação para a análise do desenvolvimento do Estado de Rondônia na perspectiva do desenvolvimento sustentável.
50

Indicadores de sustentabilidade: uma análise comparativa

Bellen, Hans Michael van January 2002 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. / Made available in DSpace on 2012-10-20T05:40:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 189898.pdf: 2208481 bytes, checksum: 1fd0f3d2cccd873eb98ca6e8a0191f0c (MD5) / O final do século XX presenciou o crescimento da consciência da sociedade em relação à degradação do meio ambiente decorrente do processo de desenvolvimento. O aprofundamento da crise ambiental, juntamente com a reflexão sistemática sobre a influencia da sociedade neste processo, conduziu a um novo conceito - o de desenvolvimento sustentável. Este conceito alcançou um destaque inusitado a partir da década de 1990, tornando-se um dos termos mais utilizados para se definir um novo modelo de desenvolvimento. Esta crescente legitimidade do conceito não veio acompanhada, entretanto, de uma discussão crítica consistente a respeito do seu significado efetivo e das medidas necessárias para alcançá-lo. Na medida em que não existe consenso relativo sobre o conceito, observa-se uma disparidade conceitual considerável nas discussões referentes à avaliação da sustentabilidade do desenvolvimento. Existe uma série de ferramentas ou sistemas que procuram avaliar o grau de sustentabilidade do desenvolvimento, porém não se conhecem adequadamente as características teóricas e práticas destas ferramentas. Este trabalho procura colaborar na tarefa de aprofundar a discussão sobre a sustentabilidade e sua avaliação. O objetivo geral desta pesquisa foi analisar comparativamente as principais ferramentas que pretendem mensurar o grau de sustentabilidade do desenvolvimento. Para alcançar este objetivo elaborou-se, primeiramente, a partir de pesquisa documental e bibliográfica, uma lista com os principais sistemas indicadores de sustentabilidade que vêm sendo desenvolvidos e utilizados atualmente. Esta lista de sistemas de indicadores, juntamente com um questionário, foi enviada a uma amostra intencional de especialistas da área de desenvolvimento cuja tarefa principal era selecionar, dentre as ferramentas, quais as mais relevantes no contexto internacional contemporâneo. Os resultados deste questionário conduziram à escolha das três principais ferramentas de avaliação de sustentabilidade, na percepção dos especialistas da área. Inicialmente, os métodos selecionados foram analisados individualmente considerando seu histórico, seus pressupostos teóricos, suas principais características, com ênfase especial no conceito de desenvolvimento sustentável implícito, e através de sua aplicação prática. Na segunda e última etapa do trabalho, as ferramentas de avaliação selecionadas foram comparadas a partir de categorias de análise previamente definidas. Foram utilizadas cinco dimensões de análise, derivadas da fundamentação teórica do trabalho, que auxiliaram no processo de comparação destacando as características, as semelhanças e as principais diferenças entre os métodos. Os resultados da análise comparativa atenderam plenamente aos objetivos propostos pelo projeto de pesquisa e reforçaram a necessidade de se conhecer melhor as ferramentas de avaliação. O conhecimento mais aprofundado destes métodos permite que sejam aplicados considerando suas principais características, vantagens e limitações, conduzindo a resultados mais legítimos e confiáveis.

Page generated in 0.1071 seconds