• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 646
  • 24
  • 19
  • 19
  • 19
  • 18
  • 17
  • 17
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 701
  • 248
  • 153
  • 145
  • 134
  • 95
  • 88
  • 87
  • 80
  • 78
  • 72
  • 72
  • 62
  • 57
  • 56
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Conflitos e identidades do passado e do presente : política e tradição em um quilombo na Amazônia

Pereira, Carmela Morena Zigoni 03 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, 2008. / Submitted by Kathryn Cardim Araujo (kathryn.cardim@gmail.com) on 2009-09-18T13:34:20Z No. of bitstreams: 1 Dissert_Carmela Zigoni.pdf: 2170841 bytes, checksum: 40963c42ca0e8f5c005e51158a523d33 (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2009-12-08T14:28:52Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissert_Carmela Zigoni.pdf: 2170841 bytes, checksum: 40963c42ca0e8f5c005e51158a523d33 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-12-08T14:28:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissert_Carmela Zigoni.pdf: 2170841 bytes, checksum: 40963c42ca0e8f5c005e51158a523d33 (MD5) Previous issue date: 2008-03 / O objetivo central desta dissertação é trazer contribuições para os estudos sobre as comunidades quilombolas considerando as teorias antropológicas da etnicidade e da territorialidade, e utilizando alternadamente duas abordagens sobre o conflito: aquela dos conflitos socioambientais, e a teoria etnológica da guerra, que considera outros atributos de interações marcadas pelo conflito como seu caráter institucional, além das relações de troca e predação, que marcam a produção de identidades. A partir da vivencia em campo no território de Jambuaçu, no Pará, será analisado como as comunidades quilombolas locais, já tituladas, operam a resistência e se posicionam frente aos impactos gerados no território associados aos Projeto Bauxita Paragominas, da Companhia Vale do Rio Doce. O conflito atual, com a CVRD, será o acesso à outro conflito, ocorrido na década de 1980 com outra empresa, a Reasa Reflorestamento Sociedade Anônima. Por meio da memória e elaboração nativa de sua história sóciopolítica, será demonstrado que situações de conflito entre os quilombolas do Jambuaçu e os grupos que se lhes colocam em fronteira são perenes, e que as formas de se posicionar frente a tais situações se tornou, progressivamente, uma tradição. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / This dissertation aims to contribute with current studies about quilombo communities, considering anthropological theories such as those about ethnicity and territoriality, and treating conflict from, alternately, two different theoretical approaches: on the one hand, socioambiental conflicts theoretical stream, and, on the other, ethnological theory about war, which considers various interactional attributes brought by conflict as its institutional character, besides trading and predation relations (which mark identity production). From the period lived on fieldwork, at Jambuaçu, in Pará, Brazil, the ways through which quilombo communities, already formalized and armed with land titulation, operate resistance and position themselves around the impacts in the territory generated by the Bauxita Paragominas Project, managed by Companhia Vale do Rio doce, will be analyzed. The present conflict, between these quilombo communities and CVRD, will provide access to another conflict, that took part on the 80’s, between the same quilombo communities and another company, Reasa Reflorestamento Sociedade Anônima. Through memory and native elaboration of their sociopolitical history, this dissertation will demonstrate that conflict situations between Jambuaçu quilombo people and the groups that ocupate their borders are perennial, and that the forms of positioning themselves in such situations have progressively become a tradition.
2

A tecelagem manual em Brasília : uma investigação antropológica sobre o universo têxtil

Rodrigues, Ana Izaura Pina 21 October 2010 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, 2010. / Submitted by Jaqueline Ferreira de Souza (jaquefs.braz@gmail.com) on 2012-07-26T13:42:55Z No. of bitstreams: 1 2010_AnaIzauraPinaRodrigues.pdf: 5793624 bytes, checksum: 9e3dca99e12341dd5095dbdf6bcf96ef (MD5) / Approved for entry into archive by Jaqueline Ferreira de Souza(jaquefs.braz@gmail.com) on 2012-07-26T13:43:30Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_AnaIzauraPinaRodrigues.pdf: 5793624 bytes, checksum: 9e3dca99e12341dd5095dbdf6bcf96ef (MD5) / Made available in DSpace on 2012-07-26T13:43:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_AnaIzauraPinaRodrigues.pdf: 5793624 bytes, checksum: 9e3dca99e12341dd5095dbdf6bcf96ef (MD5) / Esta tese constitui uma investigação antropológica sobre o universo da tecelagem manual em Brasília. A pesquisa realiza uma incursão sobre a tradição têxtil doméstica e como se dá a sua reprodução cultural em Brasília e na região do entorno, em especial, nas cidades de Pirenópolis, Olhos D'agua e Unaí. Analiso as transformações que esta tradição têxtil vem sofrendo com o processo de modernização e procuro investigar se além da tradição doméstica é possível identificar em Brasília uma tradição têxtil candanga com uma identidade e características próprias. Objetiva-se construir um entendimento sobre o universo das tecelãs de Brasília e investigar quais as motivações e significados que envolvem o tecer para estas mulheres. Discute-se, também, a atuação dos agentes de fomento, a Secretaria do Trabalho - DF e o SEBRAE - DF, e como estes órgãos constróem as suas ações nas políticas de fomento no campo do artesanato, em particular, no campo da tecelagem manual. / This thesis consists of an anthropological investigation about the world of manual weaving in Brasilia. The research takes place in the domestic textile tradition and how it manifests itself culturally in Brasilia and thesurrounding areas, especially the cities of Pirenópolis, Olhos D'agua and Unaí. The thesis analyses the transformations of this textile tradition hasundergone with the process of modernisation and looks to investigate and seeif beyond the domestic textile tradition there is a candango textile tradition in Brasilia, with its own identity and characteristics. The objective is to construct an understanding about Brasilia's world of weaving and investigate as to what are the motivations and meanings involved in the weaving for the women concerned. The thesis also examines the actions of the promotion agents the Secretary of Employment-DF and of Sebrae-DF and how these state bodies behave within the politics of training in the artisan area, specifically in the area of manual weaving.
3

Etnodesenvolvimento : nova/velha utopia de indigenismo

Verdum, Ricardo 02 1900 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas, 2006. / Submitted by Kathryn Cardim Araujo (kathryn.cardim@gmail.com) on 2009-11-12T11:46:08Z No. of bitstreams: 1 2006_Ricardo Verdum.pdf: 757954 bytes, checksum: 57064543afe75e7d76d3d9a2233b7c3b (MD5) / Approved for entry into archive by Tania Milca Carvalho Malheiros(tania@bce.unb.br) on 2009-11-12T13:51:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2006_Ricardo Verdum.pdf: 757954 bytes, checksum: 57064543afe75e7d76d3d9a2233b7c3b (MD5) / Made available in DSpace on 2009-11-12T13:51:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006_Ricardo Verdum.pdf: 757954 bytes, checksum: 57064543afe75e7d76d3d9a2233b7c3b (MD5) Previous issue date: 2006-02 / Este trabalho é uma análise do papel das instituições multilaterais e bilaterais de cooperação para o desenvolvimento na territorialização e desterritorializaão das políticas indigenistas na América Latina. Procuro compreender como estas instituições operacionalizam seus objetivos de integração dos indígenas, articulando uma complexa rede de atores, governamentais e não governamentais, por meio dos quais disseminam idéias, noções, práticas e dinheiro. Foco minha atenção na Missão Andina, vista como manifestação do indigenismo integracionista clássico, e em duas experiências contemporâneas de etnodesenvolvimento, uma no Brasil e outra do Equador. ____________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This work analyze the paper of the multilateral and bilateral institutions of development cooperation in the territorialization and desterritorialization for the indigenous polices in Latin America. It expects understand how this institutions work for theirs indigenous integration objectives, linking a complexes network government and nongovernmental actors. By them disseminate ideas, notions, practices and money. I centre my attention in the Andes Mission, a classic integrate indigenous manifestation, and in two contemporary experiences of ethnodevelopment, one in Brazil and other in the Ecuador.
4

O Japonês da gravata borboleta : trajetória, arquivo e imagem: a experiência de pesquisa no e com o Arquivo Miyasaka /

Bezzon, Rafael Franklin Almeida. January 2017 (has links)
Orientador: Edgar Teodoro da Cunha / Banca: Andréa Claudia Miguel Marques Barbosa / Banca: Johannes Andreas Valentin / Resumo: A pesquisa se propõe a realizar uma etnografia no e com Arquivo Miyasaka, ou seja, em seu espaço e a lógica que o orienta e com as imagens e pessoas emaranhadas com o arquivo, entendido como um objeto cultural em si mesmo. O arquivo fotográfico, com aproximadamente 14 mil imagens, localizado na cidade de Ribeirão Preto no interior do estado de São Paulo, compreende a produção do fotógrafo Tony Miyasaka, e dessa prolífica produção somente o conjunto "Jovem Miyasaka", produzido entre os anos de 1950 e 1960, é analisado ao longo a pesquisa. Partindo do encontro e do estabelecimento das relações com as(os) interlocutoras(es), as fotografias e o arquivo é que se constituiu o campo etnográfico. As fotografias, conforme a pesquisa se desenrolava, começaram a adquirir um papel importante agenciando o estabelecimento das relações entre o pesquisador, os interlocutores e as narrativas evocadas por eles que envolvem o arquivo, as fotografias e a trajetória do fotógrafo ribeirão-pretano. Dessa forma, as fotos se apresentaram como interlocutoras da pesquisa, são objetos-agentes, que estão emaranhados na vida social. Seguindo a linha teórica de autores que se filiam à chamada "virada fenomenológica" no estudo com fotografias, como Elizabeth Edwards, Susan Sontag e Roland Barthes, valorizando a experiência que envolvem as fotos ao invés de análises que refletem, apenas, seus conteúdos semióticos. Assim, as fotografias foram compreendidas a partir de sua significância na vida das pessoas e n... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The research proposes to carry out an ethnography in and with Miyasaka Archive that is, in its space and the logic that guides it and with images and people entangled with the archive, understood as a cultural object in itself. The photographic archive, approximately 14 thousand images, located in the inner city of Ribeirão Preto in the state of São Paulo, includes the production of photographer Tony Miyasaka, of this prolific production only the set "Youth Miyasaka", produced between the years of 1950 and 1960, is analyzed during the research. Starting from the encounter and the establishment of the relations with the interlocutors, the photographs and the archive, all of this constituted the ethnographic field. The photographs, as the research developed, began to play an important role in establishing the relations between the researcher, the interlocutors and the narratives evoked by them that involve the archive, the photographs and the trajectory of the photographer. In this way, the photos presented themselves as interlocutors of the research, they are agent-objects, which are entangled in social life. Following the theoretical line of authors who join the so-called "phenomenological turn" in the study with photographs, such as Elizabeth Edwards, Susan Sontag and Roland Barthes, valuing the experience that involves the photos instead of analyzes that only reflect their semiotic contents. Thus, the photographs were understood from their significance in people's lives and... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
5

Vénh Jykré e Ke Ha Han Ke : permanência e mudança do sistema jurídico dos Kaingang no Tibagi

Ramos, Luciana Maria de Moura January 2008 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, 2008. / Submitted by Mariana Fonseca Xavier Nunes (nanarteira@hotmail.com) on 2010-09-19T00:37:38Z No. of bitstreams: 1 2008_LucianaMariadeMouraRamos.pdf: 1988634 bytes, checksum: 2135bb4f2a5368add894f4d150c55565 (MD5) / Approved for entry into archive by Carolina Campos(carolinacamposmaia@gmail.com) on 2010-09-29T13:17:03Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_LucianaMariadeMouraRamos.pdf: 1988634 bytes, checksum: 2135bb4f2a5368add894f4d150c55565 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-09-29T13:17:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_LucianaMariadeMouraRamos.pdf: 1988634 bytes, checksum: 2135bb4f2a5368add894f4d150c55565 (MD5) Previous issue date: 2008 / A tese consiste em uma reflexão etnográfica e histórica sobre a juridicidade Kaingang, entendida como percepção, prática e senso de justiça culturalmente construído, e sobre o sistema jurídico dos Kaingang situados nas cinco terras indígenas existentes na bacia do rio Tibagi. Seu sistema jurídico é tratado, aqui, enquanto estrutura simbólica e organizacional que, em meio às constantes mudanças desencadeadas pelo processo cultural próprio da etnia, assim como pelo processo histórico desencadeado pelas relações interétnicas com a sociedade nacional abrangente, com poder de se impor face às práticas Kaingang, permanece como organizador da estrutura sóciosimbólica e como fornecedor do acervo básico de sentidos para os Kaingang no presente. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This doctoral dissertation presents an ethnographic and historical analysis of the legal system of the Kaingang indigenous peoples of southern Brazil, understood here as their culturally constituted perception, practice and sense of justice, that serves as an important symbolic and organizational structure for them. Specific focus is given to the legal system of the Kaingang of the five Indigenous Lands located in the Tibagi River Basin. In the face of constant changes produced by internal Kaingang cultural processes and those generated by historical processes of interethnic relations with the dominant national society which is able to impose its will upon Kaingang practices, their legal system has remained a key organizing force undergirding their socio-symbolic structure and as an important source of sentiments for the Kaingang of today.
6

A seringueira e o contato

Mercante, Marcelo Simão January 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. / Made available in DSpace on 2012-10-17T16:38:55Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T18:53:35Z : No. of bitstreams: 1 177259.pdf: 5853910 bytes, checksum: 535915048c796cce54678e6d072d9720 (MD5) / Esta trata-se de uma dissertação onde é feito um levantamento preliminar das condições atuais dos Manchineri, povo da língua Arawak (sub-andinos) que habita o sul do Estado do Acre, Brasil. O trabalho de campo envolveu dois grupos em localidades distintas: a Terra Indígena Mamoadate e o Seringal Guanabara, este dentro da Reserva Extrativista Chico Mendes. Os Manchineri são então situados no espaço hoje: onde, quantos são e como estão, para depois encaixá-los no tempo, traçando um perfil histórico e etnohistórico deste povo. A seguir faço uma relação dos mitos e o que chamo de histórias mitificadas, uma tentativa de sobrepor memória, universo simbólico e história, compondo um campo para que seja entendido com maior precisão a amplitude que os acontecimentos atingiram no imaginário Manchineri. Forma-se um quadro para que sejam traçadas algumas perspectivas da situação atual dos Manchineri e qual o relacionamento deles com seus demais vizinhos e com eles mesmos.
7

Etnografia e fotografia

Dorea, Joana de Conti 24 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, Florianópolis, 2009 / Made available in DSpace on 2012-10-24T14:46:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 271014.pdf: 15187994 bytes, checksum: 5ff56301bfa5f8d65f74fc659879522b (MD5) / A relação entre a fotografia e a etnografia nos estudos da Antropologia, apesar de antiga e densa, é incerta e complexa. Se por um lado a fotografia é a cada dia mais utilizada nos trabalhos antropológicos, por outro sua potencialidade como algo além da ilustração e de uma técnica de interação com o Outro é pouco explorada. A partir do exemplo, do legado, da trajetória de vida e, principalmente, da obra de Pierre Fatumbi Verger, esta pesquisa se dedica a analisar essa relação. Francês radicado na Bahia na década de 1940, Verger é conhecido mundialmente tanto por seu trabalho como fotógrafo quanto pelas suas pesquisa etnográficas. Há, entretanto, uma indefinição quanto à razão desse reconhecimento, e examinar as suas razões oferece um profícuo campo de reflexão sobre a pesquisa etnográfica, especialmente quando relacionada ao universo das imagens fotográficas. A Fundação Pierre Verger é a instituição que atualmente abriga o acervo do fotógrafo-etnógrafo e onde foi realizada a pesquisa de campo através da qual, aliada à leitura de fotografias relacionadas ao candomblé em suas manifestações na África e na Bahia, foi criada uma metodologia de análise das fotografias que privilegia as interações e os diálogos como espaço de construção de definições sobre a etnografia. Pelo contato com a Fundação, seus freqüentadores e o acervo fotográfico ali disponibilizado, esta pesquisa pretende refletir sobre a etnografia e a construção de um olhar etnográfico em relação direta com o exercício da fotografia. / The relationship between photography and ethnography in anthropological studies, albeit ancient and deep, is uncertain and complex. Photography has been increasingly used in anthropological researches but it´s potencial as something beyond illustration and it´s interaction with the Other as a technique is very little explored. This research is dedicated to the analysis of this relationship by taking the work of Pierre Fatumbi Verger, his life and legacy. A French man, rooted in Bahia, Brasil, in the decade of 1940, Verger is known worldwide for his work as a photographer as well as for his etnographic studies. However, the reason of this recognition is undefined and examining the reason for these indefinitions can be a fruitful field of reflection concerning ethnographic researches, especially when related to the photographic universe. The Pierre Verger Foundation is the institution that hosts his photographic and ethnographic collection and it´s also where the field research of this work took place. Through the field research combined with the readings of photographs related to candomblé and it´s manifestations in Africa and Bahia, a photographic analysis methodology was created that privilege interaction and dialogue as a way to build definitions about ethnography. By the contact with the Foundation, it´s users and it´s available photographic collection, this research intends to reflect about the ethnography and the creation of an ethnographic view in direct relation to the exercise of photography.
8

Metamorfoses yaminawa

Gil, Laura Pérez January 2006 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antrolopologia Social. / Made available in DSpace on 2012-10-22T08:46:46Z (GMT). No. of bitstreams: 0 / A partir do contato definitivo na década de 1960 com a sociedade regional, vários aspectos das condições de vida dos Yaminawa (pano) de Raya (Rio Mapuya, Alto Ucayali, Peru) sofreram transformações. Entre estas, os Yaminawa destacam a "decadência" das capacidades e conhecimentos xamânicos, cuja aquisição era, antigamente, generalizada entre os homens e constituía um aspecto importante do processo de se tornar adulto. Este discurso contrasta, entretanto, com a presença e a relevância que tem na vida dos Yaminawa o xamanismo, entendido aqui não apenas como um conjunto de práticas, mas como uma visão de mundo. Esta tese é um estudo etnográfico de diversas faces, tanto conceituais quanto sociológicas, do sistema xamânico yaminawa e se propõe entender as circunstâncias e a lógica da transformação em que ele se encontra envolvido. Embora essa transformação esteja ligada às condições históricas e socioeconômicas particulares do contexto regional ucayalino, não pode ser entendida como a mera conseqüência da força aculturativa externa, já que, de um lado, responde aos interesses e intenções dos próprios Yaminawa e, de outro, se produz seguindo as idéias nativas quanto à construção social de pessoas e quanto aos princípios éticos que devem reger as relações sociais.
9

Relações jurídicas de uso e apropriação territorial em comunidades quilombolas brasileiras

Henning, Ana Clara Correa January 2016 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas, Programa de Pós-Graduação em Direito, Florianópolis, 2016. / Made available in DSpace on 2016-09-20T04:49:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 341765.pdf: 2474770 bytes, checksum: 2e9ac266cb2fffbfc36ad9a2a130eadd (MD5) Previous issue date: 2016 / Inúmeras formas de pertencimento a terra vivenciadas por comunidades rurais tradicionais brasileiras, tal como a quilombola, são deslegitimadas por nosso sistema civilista. Isto ocorre, em grande parte, devido à construção do direito de propriedade pela colonialidade/modernidade, à transposição do ordenamento jurídico português para o Brasil e às estratégias disciplinares e biopolíticas nessas terras conquistadas. Hoje, o Código Civil de 2002 privilegia a propriedade privada, sem mencionar propriedades coletivas, praticadas desde há muito tempo por grupos rurais em nosso território. Entretanto, tais usos e apropriações possuem, contemporaneamente, sede constitucional, especialmente, no caso do tema desta tese, o artigo 68 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias. Fundamentando-se nos estudos decoloniais e foucaultianos e em estudo de caso em textos etnográfico e em etnodocumentários, se investiga comunidades quilombolas, indagando sobre práticas de resistência e decolonialidade às relações de poder e de saber imbricadas na organização fundiária brasileira.<br> / Abstract : Numerous forms of the land belonging feeling experienced by Brazilian traditional rural communities, such as the quilombola community, are delegitimized by our civilian system. This is largely due to the construction of property rights by the coloniality/modernity, the transposition of the Portuguese legal system to Brazil and the disciplinary and biopolitics strategies in these conquered lands. Today, the Civil Code of 2002 privileges the private property practiced for a long time by rural groups in our territory, being the collective properties not mentioned. However, such uses and appropriations have constitutional seat contemporaneously, especially on the Article 68 of the Transitory Constitutional Disposition Act (ADCT), in case of the theme of this thesis. Based upon the decolonial and Foucault's studies and case studies in ethnographic texts and documentaries, the quilombola communities are investigated, being the practices of resistance and decoloniality from the relations of power and knowledge imbricated in Brazilian land organization questioned.
10

Comunidade Canafé : história indígena e etnogênese no médio rio Negro

Pereira, Ricardo Neves Romcy 13 April 2007 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, 2007. / Submitted by Aline Jacob (alinesjacob@hotmail.com) on 2010-01-13T23:12:32Z No. of bitstreams: 1 2007_RicardoNevesRomcyPereira.pdf: 5977310 bytes, checksum: 6f349781175233c69407c4f615b1467f (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-01-13T23:41:38Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_RicardoNevesRomcyPereira.pdf: 5977310 bytes, checksum: 6f349781175233c69407c4f615b1467f (MD5) / Made available in DSpace on 2010-01-13T23:41:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_RicardoNevesRomcyPereira.pdf: 5977310 bytes, checksum: 6f349781175233c69407c4f615b1467f (MD5) Previous issue date: 2007-04-13 / Esta dissertação aborda um caso específico de um processo mais amplo de afirmação étnica e construção de identidades coletivas no médio rio Negro. Abordando a história das fronteiras regional, com ênfase na história indígena, busco mostrar a comunidade Canafé como uma identidade coletiva historicamente criada por migrantes indígenas no bojo dos processos de expansão e retração das frentes de expansão no século XX. Tenta-se evidenciar a multiplicidade de situações e agentes envolvidos neste caso local através de uma etnografia pautada na apreensão dos valores e sentidos compartilhados por coletividades de indígenas e caboclos que vivem na zona rural dos municípios de Barcelos e Santa Isabel. Busca-se, com isto, a construção de uma abordagem antropológica que valorize os pontos de vista nativos a cerca dos processos históricos em que estão inseridos, apontando para a existência de sujeitos ativos de uma história ocultada. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / This dissertation approaches a specific case of a broader contemporary process of ethnic affirmation and construction of collective identities in the middle Negro river. Through the approach of a regional historical frontiers constitution and dynamics this work try to shows the Canafé Community as a collective identity historically created by migrants indians in the context of the expansion and retraction of the expansion fronts in twentieth century. It tries to show the multiplicity of situations and agents involved in this case through an ethnography based in the apprehension of shared values and senses by collectivities of caboclos and indians who live in the rural zone of the Barcelos and Santa Isabel municipality. With this, it searches an anthropological approach that values the native vision towards the historical processes in which they are inserted, pointing out to the subjects of an occulted history.

Page generated in 2.295 seconds