• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 347
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 353
  • 84
  • 67
  • 65
  • 62
  • 60
  • 58
  • 52
  • 47
  • 44
  • 43
  • 40
  • 39
  • 39
  • 39
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Implantação de infra-estrutura habitacional em comunidades tradicionais : o caso da comunidade quilombola Kalunga

Barreto, Jônatas Nunes January 2006 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 2006. / Submitted by Tania Milca Carvalho Malheiros (tania@bce.unb.br) on 2009-07-30T15:45:14Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao_Jonatas_Nunes_Barreto.pdf: 17648972 bytes, checksum: 974a1721f52fec7cd0d67287a7b1fe52 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2009-07-31T14:11:18Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertacao_Jonatas_Nunes_Barreto.pdf: 17648972 bytes, checksum: 974a1721f52fec7cd0d67287a7b1fe52 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-07-31T14:11:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao_Jonatas_Nunes_Barreto.pdf: 17648972 bytes, checksum: 974a1721f52fec7cd0d67287a7b1fe52 (MD5) Previous issue date: 2006 / A comunidade remanescente de quilombo Kalunga, localizada na região Centro-Oeste do Brasil, no estado de Goiás, possui uma população estimada em 4.000 habitantes. Distribuída em um território de mais de 250.000 hectares, é formada por descendentes de africanos escravizados, fugitivos das minas e garimpos de ouro, dos estados de Minas Gerais e Goiás nos séculos XVIII e XIX. Após permanecer às margens do sistema produtivo local até o final do século XX, a comunidade passa a ter interlocução com o estado nacional, a partir da promulgação da constituição de 1988, onde o poder público é instado a promover a titulação das terras das comunidades remanescentes de quilombos. Isso fez com que órgãos dos governos federal, estadual e municipal, além de concessionárias de serviços públicos, iniciassem a implementação de ações voltadas para a melhoria da infra-estrutura habitacional da comunidade. Desenvolvo nesse trabalho uma linha de pesquisa sobre o processo de implantação de infra-estrutura habitacional em comunidades tradicionais, tendo como enfoque a comunidade Kalunga. Para tanto, levanto os dados existentes referentes ao território, à tipologia habitacional e à sua infra-estrutura. Aponto para o fato de que a comunidade possui uma forma característica de habitar e interagir com os espaços que compõe seu território, que certamente teve um papel relevante na sua sobrevivência, e na manutenção de seus fazeres culturais. Apresento exemplos de projetos governamentais desenvolvidos para a implementação de infra-estrutura física nas habitações da comunidade. Sustento que toda implantação de projetos referentes a este tipo de infra-estrutura, em comunidades tradicionais negras, deve considerar as suas dimensões étnicas, suas manifestações sócioculturais e referências espaciais tradicionais. ___________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The remaining community of the Kalunga quilombo, which is located in the midwest of the state of Goiás in Brazil, has an estimated population of approximately 4000 inhabitants who are distributed throughout an area of over 250000 hectares. The ‘Kalungas’ are descendents of African slaves who were fugitives from gold mines in Minas Gerais during the 18th and 19th centuries. After having remained on the fringes of the local production system until the end of the 20th century, the community was able to begin a dialogue with the Federal Government due to the establishment of the constitution of 1988 in which public power is claimed to promote the entitlement of lands occupied by the remaining communities of ‘quilombos’. This made the federal, state and local governments, along with public works concessionaries, initiate the implementation of actions revolving around bettering the habitat ional infrastructure in the community. In this project, I carried out research of the process of the implementation of the habitat ional infrastructure in these traditional black communities, bringing into focus the Kalungas.. I collected existing data on land, habitation typology and its infrastructure. I point out the fact that the community has a characteristic way of inhabiting and interacting with the space within its territory which has certainly played a relevant role in their survival and in maintaining their cultural duties. I present examples of governmental projects aimed at the habitational infrastructure establishment in the community. I sustain that every implantation of habitational infrastructure projects in traditional black communities should take into consideration their ethnic dimensions, their social-cultural manifestations and their traditional space references.
2

Educação como processo de luta política : a experiência de “educação diferenciada” do território quilombola de Conceição das Crioulas

Silva, Givânia Maria da January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2012. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2013-03-18T15:23:31Z No. of bitstreams: 1 2012_GivaniaMariadaSilva.pdf: 3803948 bytes, checksum: 203bb4c3822fe2244379f59d223e5efa (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2013-03-20T12:47:28Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_GivaniaMariadaSilva.pdf: 3803948 bytes, checksum: 203bb4c3822fe2244379f59d223e5efa (MD5) / Made available in DSpace on 2013-03-20T12:47:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_GivaniaMariadaSilva.pdf: 3803948 bytes, checksum: 203bb4c3822fe2244379f59d223e5efa (MD5) / O presente trabalho tem como objetivo analisar a proposta de educação da comunidade quilombola do território de Conceição das Crioulas para identificar como esta se relaciona com as lutas de seus moradores(as). Por meio deste, aprofundaremos como a comunidade está inserida no processo de construção da referida proposta, como lida com os avanços e enfrenta os obstáculos. Para atender ao objetivo geral desta pesquisa, estabelecemos como objetivos específicos: a) identificar como a proposta de educação tem fortalecido a identidade quilombola de Conceição das Crioulas; b) compreender como a participação da comunidade se manifesta na proposta de educação desenvolvida no território de Conceição das Crioulas; e c) identificar como a proposta de educação de Conceição das Crioulas pode contribuir com as Diretrizes Curriculares Nacionais de Educação Escolar Quilombola como modalidade de ensino. Realizada junto ao Curso de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Gestão da Educação na Universidade de Brasília, essa pesquisa tem como função retratar a luta da comunidade de Conceição pelo direito à educação, suas estratégias e desafios, partir de uma proposta de educação formal, envolvendo os processos não formais situados nas variadas formas de organizações da comunidade quilombola de Conceição das Crioulas. É um estudo de caso qualitativo com o título Educação como processo de luta política: a experiência de “educação diferenciada” do território quilombola de Conceição das Crioulas. Composto de cinco capítulos, este trabalho apresenta a trajetória e a luta das comunidades quilombolas para garantir seus direitos e inserção nas políticas públicas. Apresenta também a metodologia, a revisão da literatura e os resultados dos trabalhos de campo durante a pesquisa. De forma sucinta, retrata os desafios enfrentados pelo território quilombola de Conceição das Crioulas para acessar a educação. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The objective of the present work is to analyzethe proposal of education from the Conceição das Crioulas quilombola community, with an eye to identifying how it relates tothe demands of its inhabitants. In the research it was considered how thecommunity is involved in the process of elaborating the referred proposal ofeducation, how it deals with the developments and copes with the obstacles. Inorder to meet this general objective, the following specific objectives were established:a) to identify how the educational proposal has strengthened the quilombola identity of Conceição dasCrioulas; b) to understand how the participation of the community is manifestedin the proposal of education developed in the area of Conceição das Crioulas;and c) to indentify how the proposal of education from Conceição das Crioulas can contributewith the National Curricular Guidelines for QuilombolaEducation, as a specific school subject. Carried out within the Graduate Schoolof Educational Public Policy and Management at the University of Brasília, thepresent research works as a means to depict the struggle of the Conceição dasCrioulas quilombola community in fighting for its right to education, itsstrategies and challenges from a formal education perspective, and the involvementof non-formal processes, originated in the many ways the quilombola community of Conceição das Crioulas organizes itself. Thiswork is a qualitative case study entitledEducation as a political struggle process: the experience of “differentiatededucation” in the quilombola territory of Conceição das Crioulas. Constitutedof five chapters, this work presents the path and struggle of the quilombola communities to guarantee theirrights and rightful inclusion in public policies. It also describes themethodology, the literature review and the field work findings during theresearch. It also briefly depicts the challenges faced in the quilombola territory of Conceição dasCrioulas in order to have access to education.
3

Conflitos e identidades do passado e do presente : política e tradição em um quilombo na Amazônia

Pereira, Carmela Morena Zigoni 03 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, 2008. / Submitted by Kathryn Cardim Araujo (kathryn.cardim@gmail.com) on 2009-09-18T13:34:20Z No. of bitstreams: 1 Dissert_Carmela Zigoni.pdf: 2170841 bytes, checksum: 40963c42ca0e8f5c005e51158a523d33 (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2009-12-08T14:28:52Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissert_Carmela Zigoni.pdf: 2170841 bytes, checksum: 40963c42ca0e8f5c005e51158a523d33 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-12-08T14:28:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissert_Carmela Zigoni.pdf: 2170841 bytes, checksum: 40963c42ca0e8f5c005e51158a523d33 (MD5) Previous issue date: 2008-03 / O objetivo central desta dissertação é trazer contribuições para os estudos sobre as comunidades quilombolas considerando as teorias antropológicas da etnicidade e da territorialidade, e utilizando alternadamente duas abordagens sobre o conflito: aquela dos conflitos socioambientais, e a teoria etnológica da guerra, que considera outros atributos de interações marcadas pelo conflito como seu caráter institucional, além das relações de troca e predação, que marcam a produção de identidades. A partir da vivencia em campo no território de Jambuaçu, no Pará, será analisado como as comunidades quilombolas locais, já tituladas, operam a resistência e se posicionam frente aos impactos gerados no território associados aos Projeto Bauxita Paragominas, da Companhia Vale do Rio Doce. O conflito atual, com a CVRD, será o acesso à outro conflito, ocorrido na década de 1980 com outra empresa, a Reasa Reflorestamento Sociedade Anônima. Por meio da memória e elaboração nativa de sua história sóciopolítica, será demonstrado que situações de conflito entre os quilombolas do Jambuaçu e os grupos que se lhes colocam em fronteira são perenes, e que as formas de se posicionar frente a tais situações se tornou, progressivamente, uma tradição. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / This dissertation aims to contribute with current studies about quilombo communities, considering anthropological theories such as those about ethnicity and territoriality, and treating conflict from, alternately, two different theoretical approaches: on the one hand, socioambiental conflicts theoretical stream, and, on the other, ethnological theory about war, which considers various interactional attributes brought by conflict as its institutional character, besides trading and predation relations (which mark identity production). From the period lived on fieldwork, at Jambuaçu, in Pará, Brazil, the ways through which quilombo communities, already formalized and armed with land titulation, operate resistance and position themselves around the impacts in the territory generated by the Bauxita Paragominas Project, managed by Companhia Vale do Rio doce, will be analyzed. The present conflict, between these quilombo communities and CVRD, will provide access to another conflict, that took part on the 80’s, between the same quilombo communities and another company, Reasa Reflorestamento Sociedade Anônima. Through memory and native elaboration of their sociopolitical history, this dissertation will demonstrate that conflict situations between Jambuaçu quilombo people and the groups that ocupate their borders are perennial, and that the forms of positioning themselves in such situations have progressively become a tradition.
4

Um olhar etnobotânico para os usos dos recursos vegetais dos terreiros de uma comunidade remanescente de quilombos do Vale do Ribeira, SP

Vasconcellos, Maíra Cesar [UNESP] 02 February 2004 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:26:41Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2004-02-02Bitstream added on 2014-06-13T20:55:01Z : No. of bitstreams: 1 vasconcellos_mc_me_botfca.pdf: 3165217 bytes, checksum: a0fdb8fc5f4a08d06ab910d35b58530d (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O presente estudo objetivou caracterizar os terreiros, espaços que se localizam ao redor das casas, da comunidade remanescente de quilombos de Praia Grande, Iporanga, SP, realizando um levantamento etnobotânico das espécies vegetais, seus usos e sua importância social, cultural e econômica. Esta caracterização promoveu a reflexão e a discussão sobre o papel que estes espaços desempenham na vida da comunidade. A coleta de dados foi realizada em oito viagens para a comunidade no período de março de 2003 a dezembro de 2003, com duração média de dez dias. A metodologia utilizada consistiu em observações participante, entrevistas estruturadas (na forma de questionários) e não-estruturadas, registradas por meio de gravações (em fita cassete) e de anotações em caderneta de campo. Os depoimentos foram realizados com 12 mulheres e 1 homem, numa faixa etária variando de 41 a 80 anos. Para a coleta de material botânico das espécies úteis e anotação sobre seu(s) uso(s) foram realizados passeios livres pelos terreiros com os moradores. Buscou-se o conheciemtno que a comunidade possuía em relação à história do uso das plantas presentes nos terreiros. O material botânico coletado foi identificado e herborizado. O mesmo será depositado no Herbário da Unesp/ Departamento de Botânica - IB/ Botucatu, SP. Foram descritas 260 plantas, representadas por 73 famílias botânicas, sendo que 202 plantas identificadas até o nível de espécie, 42 até o gênero e 16 não puderam ser identificadas. A maior parte das espécies encontradas são cultivadas, exóticas (ocorrência fora da Mata Atlântica) e com hábito de crescimento herbáceo. A categoria de uso mais encontrada foi a alimentar (40,21 %), seguida pela medicinal (29,18 %) e pela ornamental (22,78 %). A categoria relacionada a outros usos, tais como madeira para lenha, planta para fazer sabão entre outras... / The objective of this study was to characterize the homegardens - terreiros, of a Quilombo remaining community in Praia Grande, São Paulo. A ethnobotanical survey was done veryfing the use of the vegetal species, and their social, cultural and economical importance. This characterization promoted the refletion and discution about the homegardens role in community life. The survey was done during eight visits to the community, from March to December, 2003, for ten days each visit. The methodology was the participant observation, estructured interviews (questionaries) and no- estructurated interviews registered by tape recorder and in field note book. The interviews were done with 12 women and 1 man, and theirs age ranging from 41 to 80 years old. The botanical collection and the traditional use register were done by free excursions on the homegardens together with the residents. It was demanding the community knowledgment about the use stories of homegardens plants. The botanical material was identified and herborized. It will be deposited at the UNESP Herbarium/Department of Botany -IB/Botucatu, São Paulo. 260 plants were described, represented by 73 botanical families, 202 species, 42 genus, and 16 species non identificated. The majority of species are cultivate, exotic (out of the Atlantic Forest) and herbaceous. The principal plant use was alimentary (40,21 %), besides medicinal (29,18 %) and ornamental (22,78 %). Other uses like firewood, and soap plants were little significatives in this study (7,83 %). The Praia Grande homegardens are very rich in botanical species which represent a great potential... (Complete abstract, click electronic access below)
5

Senhores e possuidores livres e desembargados : construção do sujeito negro proprietário e o uso solidário da terra em Espinho

Rosa, Miriam Virginia Ramos 12 1900 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, 2007. / Submitted by wesley oliveira leite (leite.wesley@yahoo.com.br) on 2009-10-16T18:17:12Z No. of bitstreams: 1 Tese final janeiro de 2008.pdf: 2449135 bytes, checksum: e41a5a15d70f964ddd0ab267ad023718 (MD5) / Approved for entry into archive by Gomes Neide(nagomes2005@gmail.com) on 2010-10-05T14:00:57Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Tese final janeiro de 2008.pdf: 2449135 bytes, checksum: e41a5a15d70f964ddd0ab267ad023718 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-10-05T14:00:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tese final janeiro de 2008.pdf: 2449135 bytes, checksum: e41a5a15d70f964ddd0ab267ad023718 (MD5) Previous issue date: 2007-12 / Este trabalho apresenta o processo de construção do sujeito negro proprietário de terras em Espinho, no município de Gouveia, Minas Gerais. Ainda no século XIX, membros de uma família adquiriram parcelas de terra mediante compra; terras que hoje constituem o território de Espinho. A propriedade da terra é privada, mas o uso dessa terra é feito de modo solidário, mostrando uma forma alternativa de apropriação agrária. A pesquisa etnográfica revelou, dentre vários aspectos, que a comunidade possui estratégias de enfrentamento do preconceito étnico a que os habitantes estão submetidos. Tais estratégias baseiam-se na ludicidade, na hospitalidade e em narrativas míticas que lhes auxiliam na construção de uma postura assertiva. Além disso, este trabalho também reflete sobre a temática quilombola e pretende colaborar na percepção da diversidade da experiência quilombola no país. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This paper is about the development of black land owner’s identity in Espinho, municipality of Gouveia, Minas Gerais. In the nineteenth century, members of a family purchased allotments of lands, which, at present, form Espinho’s area. It is a private property used with a shared aim that leads to an alternative agrarian appropriation. The ethnographic research showed, among several aspects, that the community has some strategies for facing the ethnical prejudice they are subjected to. These 8 strategies are based on the ludicity, the hospitallity and the mythical narratives that help the community to adopt a positive attitude towards the prejudice. In addition, this paper also discusses the quilombola issue and it intends to help everyone have the perception of the diversity of quilombola experience in the country. ___________________________________________________________________________________ RÉSUMÉ / Ce texte nous présente le processus de construction du sujet noir propriétaire de terrains à Espinho, municipe de Gouveia, Minas Gerais. Au XIX siècle, des membres d’une famille ont acquis, par l’achat, des parcelles de terrains qui composent actuellement le territoire d’Espinho. Il s’agit d’une propriété de terre privée, dont l’utilisation se fait mutuellement, ce qui montre une manière différente d’appropriation agraire. La recherche éthnographique a montré que, parmi plusieurs aspects, la communauté a des stratégies d’affrontement contre le préjugé éthnique auquel ses membres sont assujetis. Ces stratégies se basent sur la ludicité, sur l’hospitalité et sur des récits mythiques qui les aident à construire une attitude positive par rapport au préjugé. Par ailleurs, ce texte met aussi en question la thématique quilombola et a l’intention d’aider à la perception de la diversité de l’expérience quilombola au pays.
6

Permacultura e Capoeira Angola : análise de redes sociais e estruturação de unidades demonstrativas na nova PNATER

Felix, Abayomi Mandela Silva 28 March 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2014. / Submitted by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2014-10-24T14:12:02Z No. of bitstreams: 1 2014_AbayomiMandelaSilvaFelix.pdf: 8780522 bytes, checksum: b9a97509f81650fe82330ff7d2e1b0f5 (MD5) / Approved for entry into archive by Tania Milca Carvalho Malheiros(tania@bce.unb.br) on 2014-10-29T13:19:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_AbayomiMandelaSilvaFelix.pdf: 8780522 bytes, checksum: b9a97509f81650fe82330ff7d2e1b0f5 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-10-29T13:19:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_AbayomiMandelaSilvaFelix.pdf: 8780522 bytes, checksum: b9a97509f81650fe82330ff7d2e1b0f5 (MD5) / Esta dissertação relata um estudo de caso sobre o Kilombo Tenondé durante os eventos Pemangola e Permangolinha 2013. Nestes eventos são realizadas atividades de Permacultura e Capoeira Angola. O evento acontece no povoado de Bonfim, próximo à cidade de Valença, interior da Bahia. O objetivo desta pesquisa é identificar e analisar os elementos estruturais das Redes Sociais das relações de aprendizado recíprocas estabelecidas durante os eventos. Com os resultados obtidos a partir das análises destas Redes Sociais, será iniciado o processo de construção de uma proposta de Unidade Demonstrativa para a formação de técnicos extensionistas em Metodologias Participativas e Dialógicas dentro na nova PNATER. O ponto de partida desta pesquisa é o entendimento de que Redes Sociais constituídas de relações horizontais, um sentido identitário fortalecido e a ação coletiva pautada em aspectos culturais influenciam de forma positiva na difusão das tecnologias ecológicas no meio rural tendo em vista a realização da transição agroecológica. Durante a coleta de dados nos eventos, foram aplicados dois questionários: O primeiro durante o ato de inscrição dos participantes e o segundo ao final do evento. Os dados dos atributos, relações e motivações dos participantes alimentaram os softwares UCINET e NETDRAW para a análise das Redes Sociais de relações de aprendizado recíprocas. As lideranças foram identificadas e comparadas com as pessoas chaves nas estruturas das Redes Sociais. Para a auto definição do Kilombo Tenondé as lideranças foram entrevistadas. Para a compreensão das estratégias de gestão do evento, os dados financeiros foram coletados. Foi detectado que mais de 50% dos participantes dos eventos receberam algum tipo de bolsa. Os resultados demonstram que de fato esta estratégia vem obtendo sucesso, mesmo sem por o capital financeiro como o fator determinante nas tomadas de decisões. Porém os resultados das Análises das Redes Sociais demonstraram a existência de pessoas que concentram o conhecimento de forma que as Redes Sociais apresentaram-se estruturalmente verticais. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / This dissertation reports a case study on the Kilombo Tenondé during the events Pemangola and Permangolinha 2013. During these events are realized activities of Permaculture and Capoeira Angola. The events takes place in the town of Bonfim, near the city of Valencia, Bahia. The objective of this research is to identify and to analyze elements of the structure of Social Networks of reciprocal learning relationships established during the events. From the results will be initiated the process of constructing a proposal for a Demo Unit for training extension workers in Participatory Methodologies. The starting point of this research is the understanding that social networks constituted of horizontal relations, a strengthened sense of identity and collective action grounded in cultural aspects influence positively the diffusion of environmentally friendly technologies in rural areas with a view to the realization of agroecological transition. During the data collection in the event, two questionnaires were applied: the first during the registration of participants and the second at the end of the event. The data attributes, relationships and motivations of participants fed NETDRAW and UCINET software for the analysis of social networks of relations of reciprocity. The leaders were identified and compared with the key peoples in the structures of social networks. Leaders were interviewed for the auto definition of Kilombo Tenondé. To understand the strategies of event management, financial data were collected. It was discovered that over 50% of event participants received some sort of scholarship. The results show that in fact this strategy has been successful, even without a financial capital as the determining factor in decision making process. But the results of analyzes of social networks have shown the existence of people who concentrating knowledge so that the Social Networking is structurally presented vertical.
7

Os quilombos do Vale do Ribeira e o movimento social : o movimento dos ameaçados por barragens do Vale do Ribeira (MOAB) /

Rosa, Leandro da Silva. January 2007 (has links)
Orientador: Dagoberto José Fonseca / Banca: Emília Pietrafesa de Godói / Banca: Renata Medeiros Paoliello / Resumo: O presente trabalho teve por objetivo mostrar a trajetória do Movimento dos Ameaçados por Barragens do Vale do Ribeira (MOAB). Uma central de movimentos sociais criada em 1990, pelos moradores dos municípios entrecortados pelo rio Ribeira do Iguape, com destaque para os moradores das comunidades de quilombos do Vale do Ribeira. O MOAB teve sua gênese diante da possibilidade de construções de usinas hidrelétricas e barragens no vale do Rio Ribeira de Iguape, projetos que ameaçam as terras quilombolas. A partir da Constituição Federal de 1988 cria-se a necessidade de fazer valer os direitos constitucionais das áreas remanescentes de quilombo, que têm suas terras garantidas por esta Carta, através do artigo 68 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT) que concede a titulação das terras. A associação entre quilombos e movimento social possibilita observar como os quilombos do Vale do Ribeira sobrevivem e conservam sua cultura. Sob a organização do MOAB articula-se uma série de bandeiras de luta que dão aos movimentos sociais formados, características de novos movimentos sociais, pois criam redes de articulação no nível local, nacional e internacional, discutindo diversos temas tais como: gênero, etnicidade, meio-ambiente, questão agrária e energética. / Abstract: The aim of this study was to evaluate the journey of MOAB. A social movement central create in 1990, for the residents of the cities near the Ribeira of Iguape River, with emphasis for the residents of the communities of quilombos of Ribeira Valey. The MOAB appearance faced with the possibility of the hydroelectric power station and dams constructions at the Ribeira of Iguape River. These constructions treating the lands of quilombolas. Since of the Brazilian Federal Constitution of 1988 it's necessary ask for the constitutions rights of the "remainders of the communities of the quilombos", that have your lands security at the 68th article of ADCT (Transitory Constitutionally Dispose Act), that grant the lands for the quilombolas. The relationship between quilombos and social movements make possible for the quilomoblas of Ribeira Valley survive and preserve their culture. Whit the MOAB organization it's possible to create a several themes for the development of the social movements. This is a characteristic of the new social movements that create networks articulations in three levels: local, national and international, discussing several themes like that: gender, ethnicity, environment, agrarian and energetic discussions. / Mestre
8

Os quilombos do Vale do Ribeira e o movimento social: o movimento dos ameaçados por barragens do Vale do Ribeira (MOAB)

Rosa, Leandro da Silva [UNESP] 30 March 2007 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:29:47Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007-03-30Bitstream added on 2014-06-13T18:59:34Z : No. of bitstreams: 1 rosa_ls_me_arafcl.pdf: 1219297 bytes, checksum: 05739421db11403c6b43b8f28274f426 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O presente trabalho teve por objetivo mostrar a trajetória do Movimento dos Ameaçados por Barragens do Vale do Ribeira (MOAB). Uma central de movimentos sociais criada em 1990, pelos moradores dos municípios entrecortados pelo rio Ribeira do Iguape, com destaque para os moradores das comunidades de quilombos do Vale do Ribeira. O MOAB teve sua gênese diante da possibilidade de construções de usinas hidrelétricas e barragens no vale do Rio Ribeira de Iguape, projetos que ameaçam as terras quilombolas. A partir da Constituição Federal de 1988 cria-se a necessidade de fazer valer os direitos constitucionais das áreas remanescentes de quilombo, que têm suas terras garantidas por esta Carta, através do artigo 68 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT) que concede a titulação das terras. A associação entre quilombos e movimento social possibilita observar como os quilombos do Vale do Ribeira sobrevivem e conservam sua cultura. Sob a organização do MOAB articula-se uma série de bandeiras de luta que dão aos movimentos sociais formados, características de novos movimentos sociais, pois criam redes de articulação no nível local, nacional e internacional, discutindo diversos temas tais como: gênero, etnicidade, meio-ambiente, questão agrária e energética. / The aim of this study was to evaluate the journey of MOAB. A social movement central create in 1990, for the residents of the cities near the Ribeira of Iguape River, with emphasis for the residents of the communities of quilombos of Ribeira Valey. The MOAB appearance faced with the possibility of the hydroelectric power station and dams constructions at the Ribeira of Iguape River. These constructions treating the lands of quilombolas. Since of the Brazilian Federal Constitution of 1988 it's necessary ask for the constitutions rights of the remainders of the communities of the quilombos, that have your lands security at the 68th article of ADCT (Transitory Constitutionally Dispose Act), that grant the lands for the quilombolas. The relationship between quilombos and social movements make possible for the quilomoblas of Ribeira Valley survive and preserve their culture. Whit the MOAB organization it's possible to create a several themes for the development of the social movements. This is a characteristic of the new social movements that create networks articulations in three levels: local, national and international, discussing several themes like that: gender, ethnicity, environment, agrarian and energetic discussions.
9

As fronteiras da liberdade : o campo negro como entre-lugar da identidade quilombola

Martins, Cristian Farias 03 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas, 2006. / Submitted by Priscilla Brito Oliveira (priscilla.b.oliveira@gmail.com) on 2009-11-06T14:08:08Z No. of bitstreams: 1 dissertaçãofinalsemfiguras.pdf: 492525 bytes, checksum: 10a49233f20d392c574a62050bb7d4d9 (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2009-11-09T14:22:42Z (GMT) No. of bitstreams: 1 dissertaçãofinalsemfiguras.pdf: 492525 bytes, checksum: 10a49233f20d392c574a62050bb7d4d9 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-11-09T14:22:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissertaçãofinalsemfiguras.pdf: 492525 bytes, checksum: 10a49233f20d392c574a62050bb7d4d9 (MD5) Previous issue date: 2006-03 / O presente estudo estabelece como proposta de trabalho a realização de uma releitura da literatura que situa os quilombos ou mocambos, necessariamente, como grupos étnico-raciais que construíram projetos políticos cuja finalidade última era a derrubada do sistema escravista ou a recriação simbólica da cultura africana no Brasil. Para alcançar esse objetivo, este trabalho foi dividido em três capítulos que, em conjunto, pretendem mostrar que existem fronteiras sociais, não relacionadas apenas à raça ou etnia, mas também dadas pela cultura, que situam imaginariamente determinados sujeitos históricos – como os quilombolas e os nordestinos-, à margem da representação “normal” de nação. No primeiro capítulo utilizo a noção de “projeto” (Velho, 1978; 1999a; 1999b) e a idéia de “metanarrativa da emancipação” escrava de Gilroy(2001) para pensar os significados dos projetos de emancipação dos sujeitos históricos que resistiram à escravidão nas Américas e, em especial, no Brasil. No segundo capítulo descrevo o modo como os quilombolas construíram seus projetos de liberdade, servindo-se das regiões imaginadas como periféricas ao Estado-nação brasileiro, dentre elas, o Grão-Pará. Argumento também que essas regiões marginais e periféricas funcionavam como campos de possibilidades dinâmicos, catalisadores e amalgamadores de significados, idéias, ideologias, práticas e identidades. Nesse contexto sócio-histórico, o “campo negro” emerge como um entre-lugar de múltiplos centros e periferias, que propicia a existência da identidade quilombola como uma identidade sui generis, nem étnica, tampouco racial(ainda que racializável). No capítulo terceiro defendo que há uma ligação simbólica entre os campos negros, os cortiços, os sertões e as favelas. Baseio meus argumentos nos trabalhos de Sidney Chalhoub(1990 e 1996) e Licia Valadares(2000) que mostram que os cortiços eram um importante cenário de luta dos escravos das cidades e que as favelas são, ao menos em termos simbólicos, as sucessoras dos cortiços e a migração do sertão para a cidade. Nas considerações finais faço um breve resumo da dissertação e enfatizo a importância da realização de estudos sócio-históricos sobre a trajetória dos escravos emancipados no pós-abolição, haja visto o silêncio das ciências sociais sobre essa importante questão. _____________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The objective of this study is to reflect about the “symbolic link” between the “campos negros”(black camps), the “cortiços”(tenements), and the “favelas”(slums) in Brazil. Our data are narratives about the social relations between quilombos – that are knew as maroon societies in Suriname and French Guyana-, and the slavery society in Brazil, especially at Grão-Pará. From the analysis of this set of data I contend that, in Brazil, the hierarchisation of social and cultural between the Brazilian Elites and the subaltern subjects – as the quilombolas and the nordestinos-, excludes these historic subjects of the “normal” construction process of Brazilian nation.
10

Composição genética de quatros populações remanescentes de quilombos do Brasil com base em microssatélites e marcadores de ancestralidade

Pedrosa, Maria Angélica Floriano January 2006 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Celular, 2006. / Submitted by Alexandre Marinho Pimenta (alexmpsin@hotmail.com) on 2009-11-20T17:49:13Z No. of bitstreams: 1 2006_MariaAngélicaFlorianoPedrosa.pdf: 756620 bytes, checksum: 11e879e360c655c38387803413b2ad1a (MD5) / Approved for entry into archive by Joanita Pereira(joanita) on 2010-01-18T18:56:56Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2006_MariaAngélicaFlorianoPedrosa.pdf: 756620 bytes, checksum: 11e879e360c655c38387803413b2ad1a (MD5) / Made available in DSpace on 2010-01-18T18:56:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2006_MariaAngélicaFlorianoPedrosa.pdf: 756620 bytes, checksum: 11e879e360c655c38387803413b2ad1a (MD5) Previous issue date: 2006 / A população brasileira é bastante peculiar em relação a outras populações do mundo por ter sido formada a partir da miscigenação de vários povos que passaram a co-habitar o Brasil desde 1500, especialmente ameríndios, africanos e europeus. No Brasil, existem na atualidade comunidades rurais semi-isoladas identificadas como remanescentes de quilombos, formadas principalmente por escravos fugidos durante o período colonial brasileiro. Espera-se que essas comunidades preservem uma composição genética predominantemente africana, apesar dos eventos estocásticos a que estas populações estiveram, e ainda estão, submetidas. Dessa forma, o presente trabalho teve como objetivo geral estimar a composição genética atual de quatro comunidades Remanescentes de Quilombos - Kalunga, Mocambo, Rio das Rãs e Riacho de Sacutiaba - e comparar essas estimativas com as obtidas para populações urbanas brasileiras. Para isso, foram utilizados 8 marcadores microssatélites e 9 marcadores informativos de ancestralidade (AIMs) autossômicos. Além disso, foram realizadas análises de diferenciação genética molecular entre as comunidades e estimado um índice de ancestralidade africana individual (IAA). Após a correção de Bonferroni, foi observado apenas um desvio das freqüências genotípicas em relação ao Equilíbrio de Hardy-Weinberg (locus rs1129048, em Kalunga). Os marcadores AIMs indicaram uma maior diferenciação genética entre as comunidades do que os microssatélites. A análise de mistura genética mostrou que todas as comunidades, em especial Rio das Rãs e Kalunga, apresentaram uma forte contribuição africana em sua composição. A européia também foi alta, principalmente em Riacho de Sacutiaba e Mocambo. Já a ameríndia foi bastante importante na formação do remanescente Mocambo. Foram observadas algumas diferenças estatisticamente significativas entre as estimativas de mistura realizadas com as duas classes de marcadores. Quanto ao IAA, Mocambo foi a comunidade que apresentou a menor mediana, sugerindo uma menor africanicidade em relação às demais comunidades. Ao contrário, Rio das Rãs e Kalunga apresentaram as maiores medianas para esse índice, o que está em acordo com as estimativas de contribuição africana obtidas para essas comunidades. Os resultados da análise de mistura genética e do IAA corroboram os relatos históricos, de que os remanescentes de quilombos não foram fundados exclusivamente por afrodescendentes bem como da ocorrência de fluxo gênico ao longo da história dos mesmos. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The Brazilian population is very peculiar in relation to other world populations since its forμation involved the adμixture of μany peoples that caμe to Brazil since 1500, specially Aμerindians, Africans and Europeans. At the present, there are in Brazil μany rural seμi−isolated coμμunities identified as reμnants of quilombos, which were constituted μainly by runaway slaves during the Colonial Period. It is expected that these populations preserve μainly an African genetic coμposition, despite the stochastic events to which they have been subμitted to. Thus, this study had as a global objective the estiμation of the genetic coμposition of four reμnants of quiloμbos (Kalunga, Mocaμbo, Rio das Rãs and Riacho de Sacutiaba) and the comparison of these estiμatives to the ones obtained in urban Brazilian populations. For this purpose, eight autosoμal microsatellites and nine autosoμal AIMs (ancestry informative μarkers) were genotyped. Moreover, differentiation analyses among the populations were done and an individual African Ancestry Index (IAA) was calculated. After applying the Bonferroni's correction for μultiple coμparisons, it was observed only one deviation froμ Hardy−Weinberg Equilibriuμ (locus rs1129048, in Kalunga). AIMs indicated μore differentiation aμong the coμμunities than μicrosatellites. The genetic adμixture analysis showed that all coμμunities, especially Rio das Rãs and Kalunga, had a strong African contribution in their genetic coμposition. The estiμated European contribution was also high, especially in Riacho de Sacutiaba and Mocambo. The Aμerindian contribution was very iμportant in the forμation of Mocambo. Soμe statistical significant difference aμong the admixture estiμatives realized with the two different μarkers was found. As the IAA, Mocambo presented the lowest μedian value, suggesting a sμaller African ancestry in coμparison to the other coμμunities. Rio das Rãs and Kalunga, on the other hand, showed the greatest medians for IAA, what is in accordance to the genetic admixture estimates for these communities. The results of adμixture analyses and IAAs corroborate the historical data, which points out that the quiloμbos were founded not only by Afro− descendants and that gene flow occurred during the histories of these populations.

Page generated in 0.0437 seconds