• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 8
  • Tagged with
  • 8
  • 8
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Panico, agorafobia e ansiedade de separação : o revelar do comportamento de apego

Souza, Airle Miranda de 23 October 2001 (has links)
Orientador: Evandro Gomes de Matos / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-31T20:45:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Souza_AirleMirandade_D.pdf: 81096385 bytes, checksum: c7ea5584ba76a49712bf609e80a264b2 (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: Neste estudo investigamos os vínculos afetivos nas manifestações do pânico, agorafobia e ansiedade de separação, sob o enfoque da Teoria do Apego de John Bowlby. Para tanto, descrevemos e avaliamos o Comportamento de Apego de um indivíduo diagnosticado com Transtorno de Pânico com Agorafobia segundo os critérios diagnósticos do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais-(DSM-IV). Ressaltamos, também, a vivência particular do sujeito, em relação às crises de pânico e sintomas agorafóbicos, e as características dos vínculos estabelecidos com figuras de apego. A partir de uma abordagem qualitativa, descrevemos as experiências e vivências, tanto do sujeito investigado como também dos pesquisadores. São cores, movimentos, eventos, vínculos, crenças, entre outras, expressões únicas do sujeito, que buscamos apreender e revelar. Em relação ao caso em estudo, destacamos o comportamento de inibição, a ansiedade de separação em relação às figuras importantes de vinculação, as situações de separação e perdas, o desamparo e a impotência vivenciada pelo sujeito diante da doença e da própria vida. Como modalidade de apego, identificamos o Apego Ansioso Resistente ou Ambivalente, assim como, a presença de uma interação familiar dificultadora do desenvolvimento emocional de seus membros em relação ao grupo familiar atual ou nuclear do sujeito. Esse estudo chama atenção ao importante papel desempenhado pelo grupo familiar, na promoção de defesa da vida, e como base segura na construção da saúde individual e grupal. Remete, também, a possibilidade de avaliarmos os modelos de apego estabelecidos e/ou mantidos quer como figuras principais ou subordinadas e, na eterna dança da vida de contato e afastamento, modificarmos modelos disfuncionais de apego no aqui e agora / Abstract: The present study investigated the entailment affective as it relates to patients with panic disorder or agoraphobia using a theory based on J. Bowlby's work on attachment. The attachment behavior of a patient with panic disorder with agoraphobia, classified by DSM-IV criteria, were described and evaluated. The personal life description and feeling about the panic crisis, agoraphobia symptoms and the characteristics of the entailment established with the attachment figures were described. The patient and researches experiences and feelings were described qualitatively. Experiences, movements, happenings, entailments and convictions were used to study, understand and reveal. Based on case description, the inhibition behavior and separation anxiety, with regard to entailment important figures, loss and separation, personal helplessness in front of the illness and life were observed. Concerning Bowlby's attachment theory, an anxious attachment as well as a no functional actual family to support member's health was verified. Generally speaking the results of this study, showed how is important the family group function to promote life as a secure base to construct the individual and group mental health. Besides, inspires a reflection about the attachment-established models of principal or subordinate figure for all life / Doutorado / Saude Mental / Doutor em Ciências Médicas
2

Disturbios do sono no transtorno de panico

Stella, Carla Renata Aparecida Vieira 29 August 2005 (has links)
Orientadores: Evandro Gomes de Matos, Luis Alberto Magna / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-08-05T09:15:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Stella_CarlaRenataAparecidaVieira_M.pdf: 9419000 bytes, checksum: 561b36d07c664295a311e5d1877f1ecc (MD5) Previous issue date: 2005 / Resumo: OBJETIVO: O objetivo do presente estudo é avaliar os distúrbios do sono encontrados em uma amostra de pacientes com transtornos do pânico (segundo critério diagnóstico do DSM-IV). O transtorno do pânico (TP) ocorre em cerca de 3% da população. Os transtornos do sono (TS) podem ocorrer em até 70% dos pacientes com TP. Com freqüência, há dificuldade em iniciar e manter o sono. INTRODUÇÃO: O NATA ¿ Núcleo de Atendimento dos Transtornos de Ansiedade, foi constituído com o objetivo de atender pacientes ambulatoriais com distúrbios ansiosos. O paciente com TP queixa-se de sono não reparador, apresenta aumento no tempo de movimentação e um maior número de movimentos corporais no estágio 2. Podem ocorrer também ataques de pânicos noturnos. Estes se caracterizam por despertar abrupto com manifestações típicas de pânico.Os ataques podem ocorrer em 40% a 69% dos portadores de TP, o que corresponde a 8% ou 18% dos ataques espontâneos de pânico . Os pacientes que apresentam ataques noturnos com freqüência igual ou superior aos ataques diurnos são de 4%. A maior parte dos ataques de pânico noturnos sobrevêm 2 à 3 horas após o início do sono, no fim do estágio 2 ou início do estágio 3 . Podem também ocorrer no estágio 1, logo no início do sono e repetir diversas vezes durante a noite. PACIENTES: Casuística: 200 pacientes, (+/- 39 anos); Prevalência (4F:1M); Escolaridade - primeiro grau (66,6%); Casados (50%).MÉTODO: Instrumentos utilizados: Escalas de avaliação Hamilton (Ansiedade e Depressão) Escalas de avaliação Sheehan (Ansiedade) Inventário para depressão de Beck Mini-Sleep Questionnaire (MSQ) Basic Nordic Sleep Questionnaire (BNSQ) Questionário de Auto Avaliação de Sono.Período de avaliação: Março de 2002 à julho 2004. Foram aplicadas as escalas de Beck e de Hamilton para depressão, assim como as escalas de Sheehan e Hamilton para ansiedade. Foram registrados os antecedentes pessoais e familiares, fatores de estresse e questionário do sono. Esta pesquisa foi aprovada pela Comissão de Ética, e os pacientes preencheram o respectivo Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. RESULTADOS: Qualidade do sono: Inventário para depressão de Beck: 36,42% referiram fadiga ao despertar, 20,71% despertavam durante a noite e 24,28% apresentavam dificuldade na indução do sono; a Escala de avaliação de ansiedade Hamilton A, referiram dificuldade em adormecer, sono interrompido, sono insatisfatório, fadiga ao acordar, sonhos penosos, pesadelos, terror noturno: intensidade leve 10,27%, intensidade média 16,43% , intensidade forte 33,56% e intensidade máxima 19,17%; na Escala de ansiedade de Sheehan quando questionados sobre dificuldade na indução do sono, apresentaram as seguintes respostas: 12,31% (um pouco), 12,31% (moderado), 18,84% (acentuado), 21,01% (demasiado) e quando questionados sobre o despertar durante o sono ou sono inquieto responderam: 14,18% (um pouco), 13,47% (moderado), 23,40% (acentuado) e 24,82% (demasiado); na Escala de avaliação para depressão Hamilton D os resultados foram: 56,54% para insônia inicial, 61,85% para insônia intermediária e 56,15% para insônia tardia. CONCLUSÃO: Analisando a qualidade do sono em pacientes com pânico, observamos a insônia, a fadiga diurna, sono fragmentado e despertares abruptos ocorrendo em 75%. A OMS recomenda atenção a este tipo de problema, pois compromete a qualidade de vida / Abstract: OBJETIVE: The goal of the present study is to evaluate the sleep disorder found in a sample group of patients with Panic Disorder, according to DSM-IV criteria (8), as well as to describe its main characteristics. SUMMARY: Also, it proposes to determine the relationship among variables (sleep parameters and measures of sleep duration) and degree of severity of the panic disorder. Panic disorder (PD) occurs within 3% of the population. Sleep disorder (SD) may occur to about 70% of patients with PD. Frequently there is difficulty in starting and maintaining sleep (initial and intermediary insomnia). Insomnia can be related to the high co morbidity associated with PD, that is, associated with generalized anxiety disturb, depressive estates or dependence to alcohol.The patient with PD complains of unsatisfactory sleep and presents a greater number of body movements at stage 2. There may also occur sleep panic attacks. There are characterized by sudden awakening with typical manifestations of panic. The patient may not wish to go back to sleep. The attacks may occur with 40% (6) to 69% of PD carriers, what corresponds to 8 to 18 percent of spontaneous panic attacks. And, 4 % of the patients present nocturnal attacks with equal or greater frequency to diurnal attacks. Most of the nocturnal panic attacks take place 2 or 3 hours after start of sleep, at the end of stage or beginning of stage 3. The may also occur at stage 1, at the very start of sleep, and repeat many times during the night period. In the next day there is a vivid memory of the episode, what contributes to the differential diagnose to nocturnal terror. PATIENTS AND METHODS: Period March 2002 at July 2004, PD patients (N: 200), mean age (+/-39), 4F: 1M, 50% married, 66,6% primary school. Evaluated by: Hamilton Scales of Anxiety and Depression, Sheehan Scale of Anxiety, Beck scale of Depression, Inventory Mini-Sleep Questionnaire (MSQ), Basic Nordic Sleep Questionnaire (BNSQ) Questionnaire of Auto Evaluation of Sleep. RESULTS: Scales of Depression and Anxiety, Diurnal fatigue: Beck: 36,42%; H A: 79,43%; Sheehan: 75,87% Insomnia: Beck: 24,28%; H A: 79,43%; Sheehan: 64,47%, H D: 56,54% Fragmented sleep: Beck: 20,71%; H A: 79,43%; Sheehan: 75,87% Scales of Sleep obtained results of analysis, with prevalence for: Insomnia (64,4%), Diurnal fatigue (79,43%), Fragmented sleep (78,87%) CONCLUSION: By analyzing the quality of sleep in carriers of panic disorder, we observe insomnia, diurnal fatigue, fragmented sleep and sudden awakenings occurring with patients with anxiety as a predominant factor. And, 75% presented one or more of the sleep alterations here described. This study has shown a prevalence of sleep disorder in patients with panic. WHO recommends attention to this type of problem, for it affects the quality of life / Mestrado / Saude Mental / Mestre em Ciências Médicas
3

Desmascarando os eus : a utilização de mascaras em grupos de terapia expressiva

Godoy, Ana Paula Yamakawa 03 August 2018 (has links)
Orientador : Lucia Helena Reily / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Artes / Made available in DSpace on 2018-08-03T22:52:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Godoy_AnaPaulaYamakawa_M.pdf: 728972 bytes, checksum: f18b83a0482faab2bbcddde0f65cd3a3 (MD5) Previous issue date: 2003 / Mestrado
4

Lei simbólica, desamparo e pânico na contemporaneidade: um estudo psicanalítico / Symbolic law, unsupporting and panic in the contemporary times: a psichoalytic study

Veridiana Alves de Sousa Ferreira Costa 08 April 2005 (has links)
O contexto atual apresenta mudanças nos modos de organização subjetiva. Em meio a isso, as redefinições dos papéis do homem e da mulher, as novas formas de filiação, assim como as novas configurações familiares têm levado a uma crise de referências que atinge diferentes setores da vida humana. Dentre outros aspectos, isso tem implicado o redimensionamento do lugar do pai, tradicionalmente concebido como representante da lei simbólica. O papel social do pai passou a ser questionado e, muitas vezes, confundido com o declínio da função paterna, porém, se há um declínio, é do poder do patriarcado, e não de sua função, que permanece como estrutural. Fundamental à estruturação do humano e à convivência social, a lei se apresenta como um modo de amparo simbólico. Diante de tal quadro, questionamos como fica a referência à lei simbólica, que, no panorama atual, parece deixar lacunas importantes em seu exercício. Ineficiente na função de interdição e limite, a lei falha, como falham também as vantagens que ela deveria assegurar. Não mais interditado, o sujeito se vê convocado ao excesso e, paradoxalmente, sem referências, desamparado. A condição humana de desamparo constituinte do sujeito , em razão das circunstâncias de vida das pessoas, vem sendo exacerbada, o que revela a constante situação de desamparo na qual vivem os sujeitos atuais. Isso os leva a novas formas de desorganização psíquica e faz emergir novas configurações sintomatológicas, cujas formas de expressão estão vinculadas a contextos específicos. Dentre elas, o transtorno de pânico se destaca como uma ilustração do desamparo mais freqüentemente evocado na contemporaneidade, promovido pela fragilidade com que a lei se apresenta / The current context presents changes in the subjectives organization ways. Inside this, the redefinitions from the man and woman roles, the new filiation forms, as the new familiar configurations, have brought to a references crisis that reaches different sections from the human life. Among others aspects, this has been implied on redimensionment of the fathers place, traditionally conceived as representing from the symbolic law. The father social role is so questioned and, many times, confused with the decline from the paternal function, but, is there is a decline, it is from the patriarchal power, and not of its function, that stays as structural. Fundamental to the structuring of human being and to the social coexistence, the law presents itself like a way of symbolic support. In front of this, we question how stays the reference from the symbolic law, that in the current panorama, it seems leave important blanks in its duties. Inefficient in the limit and interdiction function, the law fails, as well the advantages that should assure of her. No more interdicted, the subject sees himself summoned to the excess and, paradoxally, without references, unsupported. The human condition of unssuporting constituent of the subject due to the life circumstances of people have been exacerbated, what reveals a constant unssuporting situation in which live the nowadays subjects. This leave them to new psychic disorganization forms and makes emerge new symptomatologic configurations, in which expression forms are linked to specific contexts. Among them, the panic disorder highlights as a illustration of the unssuporting more often evocated in the contemporary times, due to the fragility which the law presents itself
5

O acontecimento de corpo em um caso de síndrome de pânico / The event body in a case of panic disorder

Georgiana Furtado Franca 01 December 2008 (has links)
O presente estudo se propõe analisar os sintomas físicos manifestados na Síndrome de Pânico, enfocando-os não como reações fisiológicas, mas como eles se organizaram, psiquicamente, ou seja, como acontecimento corporal no sentido tomado por Czermak, ao referir-se à clínica do real em Lacan, que privilegia o corpo e suas intensidades. Trata-se de uma pesquisa psicanalítica, na qual utilizaremos fragmentos de um caso clínico de um jovem de vinte e nove anos, do sexo masculino, casado, cujo diagnóstico psiquiátrico é de Síndrome de Pânico. Nosso objetivo é buscar as significações metapsicológicas dos sintomas físicos manifestados. Para tanto, apresentaremos as significações dadas pelo paciente aos seus sintomas corporais, distinguindo-as das manifestações fisiológicas desencadeadas pelo pânico, descritas na síndrome. As representações corporais serão entendidas como uma memória corporal que se manifesta na transferência. Nosso propósito é compreender, a partir da análise dos fragmentos deste caso, como se organiza psiquicamente o acontecimento corporal, utilizando o método de interpretação proposto pela psicanálise. Como referencial teórico para discussão de tais questões, tomaremos as contribuições freudianas, pela ótica de Bastos, e também de autores contemporâneos que tratam do corpo na clínica, como Paul-Laurent Assoun, Piera Aulagnier, Ivanise Fontes e Maria Helena Fernandes. A análise dos fragmentos mostrou que é possível identificar, por intermédio do acontecimento de corpo manifesto nos sintomas físicos do pânico, a organização da subjetividade nascente. / This study aims at analysing the physical symptoms triggered by panic disorder not only its merely physiological reactions but also the way they are psychologically organized, that is to say, the corporal demeanour as viewed by Czermak, When referring to real clinic in Lacan, who privileges the body and its intensities. It is a psychoanalytic research, on which we will use fragments of a clinical case of a 29 year-old young man, married, whose psychiatric diagnosis is Panic Disorder. Our purpose is to search for metapsychological meanings of the revealed physical symptoms. To accomplish this, we will present the meanings expressed by the patient in relation to his corporal symptoms, by means of distinction between such meanings and the physiological manifestations caused by panic, described on the disorder. The corporal representations will be taken as a corporal memory that is revealed oh the transfer. Our aim is to comprehend, with the analysis of the fragments of the studied case, how the corporal demeanour organizes it self psychologically, by means of the interpretation method suggested by psychoanalysis. As theoretical basis for discussion of such issues, we will consider Freud's ideas, according to Basto's view as well as contemporary authors who treat the body in clinic, like Paul Laurent Assoun, Piera Aulagnier, Ivanise Fontes and Maria Helena Fernandes. The analysis of the fragments has indicated that it is possible to identify the organization of the rising subjectiveness throuem body demeanour present in the physical symptoms of panic.
6

Spectrum do panico-agorafobico : um estudo na Região Metropolitana de Campinas, São Paulo, Brasil

Sardelli, Lionela Ravera 18 February 2005 (has links)
Orientadores: Giovanni Battista Cassano, Evandro Gomes de Matos, Luis Alberto Magna / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-08-04T19:45:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Sardelli_LionelaRavera_M.pdf: 5978329 bytes, checksum: 971b584cbbbf0036bf7a9e97f8c70921 (MD5) Previous issue date: 2005 / Resumo: Objetivo ¿ A presente investigação é parte integrante do ¿Spectrum Project¿, projeto internacional de pesquisa desenvolvido na Europa e nos Estados Unidos, o qual propõe uma metodologia para avaliar características psicopatológicas e clínicas de sintomas relacionados aos transtornos de ansiedade (TA), com enfoque especial no Transtorno do Pânico (TP). Tem como objetivo principal detectar a prevalência de aspectos subclínicos do TP em uma amostra representativa da Região Metropolitana de Campinas (RMC), Brasil. Casuística e Método ¿ Realizou-se um estudo epidemiológico de corte transversal. A amostra de estudo constituiu-se de 405 sujeitos, equilibrada segundo sexo, idade e cidade de moradia da população da Região Metropolitana de Campinas (RMC), São Paulo. Utilizou-se o questionário de auto-avaliação ¿Panic Agoraphobic Spectrum-Self Report¿ (PAS-SR) que contém 114 perguntas divididas em 8 Domínios e 13 subdomínios. O total escore do PAS-SR (total de respostas positivas de cada questionário) permite uma avaliação quantitativa dos sintomas correlacionados ao transtorno do pânico (TP) em cada sujeito entrevistado. Resultados- A idade dos sujeitos da amostra variou entre 16 e 89 anos, com média de 36,82 anos e desvio padrão de 14,74. Em relação ao escore total obteve-se uma média de 31,61 e um desvio-padrão de 19,63. Não foram encontradas diferenças significativas quanto aos valores médios do escore total do PAS-SR em relação a: faixa etária (p=0,21), raça (p=0,59), grau de instrução (p=0,20), estado civil (p=0,21) e região (p=0,13). A diferença mais significativa foi encontrada entre os sexos (p=0,001), onde as mulheres apresentaram em média um valor de escore total de 37,45, enquanto os homens de 25,74. A análise fatorial, utilizada como método de validação de construto, indicou que o questionário possui adequadas características psicométricas. Conclusões: Os dados obtidos neste estudo corroboram os da literatura quanto aos fatores mais freqüentemente associados no TP. O instrumento PAS-SR, traduzido e validado para uso no Brasil foi bem compreendido e teve boa aceitação pelos sujeitos da pesquisa. Isso permitiu a individualização de uma faixa da população geral com maior freqüência de sintomas relacionados ao TP. Revelando-se um instrumento útil para avaliação em nosso meio / Abstract: Objective ¿ The current investigation is part of ¿Spectrum Project¿, an international research project already developed in Europe and in the United States, which proposes a methodology for the evaluation of psychopathologic and clinical characteristics of symptoms related to Anxiety Disorder (AD), with a special focus on Panic Disorder (PD). It aims mainly at detecting the prevalence of sub-clinical PD symptms in a representative sample in the Metropolitan Region of Campinas (RMC), Brazil. Method ¿ An epidemiological study of transversal cut was carried out. The sample for this study consisted of 405 subjects and was balanced according to sex, age and city where they live in the Metropolitan Region of Campinas (RMC), São Paulo. The Panic Agoraphobic Spectrum-Self Report (PAS-SR) questionnaire containing 114 questions divided into 8 fields and 13 sub-fields was applied. The total PAS-SR score (total of positive answers of each questionnaire) allows a quantitative evaluation of the symptoms associated with the Panic Disorder (PD) in each interviewed subject. Results ¿ The age of the subjects ranged from 16 to 89 years, mean 36.82 (±14.74) and the total 31.61 ( ±19.63). There were no significant differences in the median values of the PAS-SR total score in relation to age range (p=0.21), race (p=0.77), education level (p=0.20), marital status (p=0.21) and location (p=0.14). The most significant difference was the one found between both sexes (p=0.001). Females presented a mean value of total score of 37.45, while males presented the average of 25.74. Conclusion ¿ The findings agreed substantially with those found in the literature concerning the most frequent factors associated with PD. The PAS-SR instrument, which was translated and validated for use in Brazil, had a good acceptance and was well understood by the subjects who underwent the research. It allowed the individualization of a sample of general population with greater frequency of symptoms related to PD. Thus, it was revealed as a useful instrument for evaluation in our environment / Mestrado / Ciencias Biomedicas / Mestre em Ciências Médicas
7

Lei simbólica, desamparo e pânico na contemporaneidade: um estudo psicanalítico / Symbolic law, unsupporting and panic in the contemporary times: a psichoalytic study

Costa, Veridiana Alves de Sousa Ferreira 08 April 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2017-06-01T18:08:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 veridiana costa.pdf: 821261 bytes, checksum: c7ba3ea596fac5b42e3b610d55299d0d (MD5) Previous issue date: 2005-04-08 / The current context presents changes in the subjectives organization ways. Inside this, the redefinitions from the man and woman roles, the new filiation forms, as the new familiar configurations, have brought to a references crisis that reaches different sections from the human life. Among others aspects, this has been implied on redimensionment of the father s place, traditionally conceived as representing from the symbolic law. The father social role is so questioned and, many times, confused with the decline from the paternal function, but, is there is a decline, it is from the patriarchal power, and not of its function, that stays as structural. Fundamental to the structuring of human being and to the social coexistence, the law presents itself like a way of symbolic support. In front of this, we question how stays the reference from the symbolic law, that in the current panorama, it seems leave important blanks in its duties. Inefficient in the limit and interdiction function, the law fails, as well the advantages that should assure of her. No more interdicted, the subject sees himself summoned to the excess and, paradoxally, without references, unsupported. The human condition of unssuporting constituent of the subject due to the life circumstances of people have been exacerbated, what reveals a constant unssuporting situation in which live the nowadays subjects. This leave them to new psychic disorganization forms and makes emerge new symptomatologic configurations, in which expression forms are linked to specific contexts. Among them, the panic disorder highlights as a illustration of the unssuporting more often evocated in the contemporary times, due to the fragility which the law presents itself / O contexto atual apresenta mudanças nos modos de organização subjetiva. Em meio a isso, as redefinições dos papéis do homem e da mulher, as novas formas de filiação, assim como as novas configurações familiares têm levado a uma crise de referências que atinge diferentes setores da vida humana. Dentre outros aspectos, isso tem implicado o redimensionamento do lugar do pai, tradicionalmente concebido como representante da lei simbólica. O papel social do pai passou a ser questionado e, muitas vezes, confundido com o declínio da função paterna, porém, se há um declínio, é do poder do patriarcado, e não de sua função, que permanece como estrutural. Fundamental à estruturação do humano e à convivência social, a lei se apresenta como um modo de amparo simbólico. Diante de tal quadro, questionamos como fica a referência à lei simbólica, que, no panorama atual, parece deixar lacunas importantes em seu exercício. Ineficiente na função de interdição e limite, a lei falha, como falham também as vantagens que ela deveria assegurar. Não mais interditado, o sujeito se vê convocado ao excesso e, paradoxalmente, sem referências, desamparado. A condição humana de desamparo constituinte do sujeito , em razão das circunstâncias de vida das pessoas, vem sendo exacerbada, o que revela a constante situação de desamparo na qual vivem os sujeitos atuais. Isso os leva a novas formas de desorganização psíquica e faz emergir novas configurações sintomatológicas, cujas formas de expressão estão vinculadas a contextos específicos. Dentre elas, o transtorno de pânico se destaca como uma ilustração do desamparo mais freqüentemente evocado na contemporaneidade, promovido pela fragilidade com que a lei se apresenta
8

O acontecimento de corpo em um caso de síndrome de pânico / The event body in a case of panic disorder

Franca, Georgiana Furtado 01 December 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2017-06-01T18:08:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 dissertacao_georgiana.pdf: 317249 bytes, checksum: 9c7961da3235617b705e4a902ffb1a8d (MD5) Previous issue date: 2008-12-01 / This study aims at analysing the physical symptoms triggered by panic disorder not only its merely physiological reactions but also the way they are psychologically organized, that is to say, the corporal demeanour as viewed by Czermak, When referring to real clinic in Lacan, who privileges the body and its intensities. It is a psychoanalytic research, on which we will use fragments of a clinical case of a 29 year-old young man, married, whose psychiatric diagnosis is Panic Disorder. Our purpose is to search for metapsychological meanings of the revealed physical symptoms. To accomplish this, we will present the meanings expressed by the patient in relation to his corporal symptoms, by means of distinction between such meanings and the physiological manifestations caused by panic, described on the disorder. The corporal representations will be taken as a corporal memory that is revealed oh the transfer. Our aim is to comprehend, with the analysis of the fragments of the studied case, how the corporal demeanour organizes it self psychologically, by means of the interpretation method suggested by psychoanalysis. As theoretical basis for discussion of such issues, we will consider Freud's ideas, according to Basto's view as well as contemporary authors who treat the body in clinic, like Paul Laurent Assoun, Piera Aulagnier, Ivanise Fontes and Maria Helena Fernandes. The analysis of the fragments has indicated that it is possible to identify the organization of the rising subjectiveness throuem body demeanour present in the physical symptoms of panic. / O presente estudo se propõe analisar os sintomas físicos manifestados na Síndrome de Pânico, enfocando-os não como reações fisiológicas, mas como eles se organizaram, psiquicamente, ou seja, como acontecimento corporal no sentido tomado por Czermak, ao referir-se à clínica do real em Lacan, que privilegia o corpo e suas intensidades. Trata-se de uma pesquisa psicanalítica, na qual utilizaremos fragmentos de um caso clínico de um jovem de vinte e nove anos, do sexo masculino, casado, cujo diagnóstico psiquiátrico é de Síndrome de Pânico. Nosso objetivo é buscar as significações metapsicológicas dos sintomas físicos manifestados. Para tanto, apresentaremos as significações dadas pelo paciente aos seus sintomas corporais, distinguindo-as das manifestações fisiológicas desencadeadas pelo pânico, descritas na síndrome. As representações corporais serão entendidas como uma memória corporal que se manifesta na transferência. Nosso propósito é compreender, a partir da análise dos fragmentos deste caso, como se organiza psiquicamente o acontecimento corporal, utilizando o método de interpretação proposto pela psicanálise. Como referencial teórico para discussão de tais questões, tomaremos as contribuições freudianas, pela ótica de Bastos, e também de autores contemporâneos que tratam do corpo na clínica, como Paul-Laurent Assoun, Piera Aulagnier, Ivanise Fontes e Maria Helena Fernandes. A análise dos fragmentos mostrou que é possível identificar, por intermédio do acontecimento de corpo manifesto nos sintomas físicos do pânico, a organização da subjetividade nascente.

Page generated in 0.1069 seconds