• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 23
  • Tagged with
  • 23
  • 13
  • 10
  • 8
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Seleção do local de desova das tartarugas marinhas Eretmochelys imbricata e Caretta caretta na praia de Arembepe, Bahia, Brasil: conseqüências sobre o sucesso de eclosão e para o manejo das desovas.

Serafini, Thiago Zagonel January 2007 (has links)
Submitted by Mendes Eduardo (dasilva@ufba.br) on 2013-08-21T15:40:14Z No. of bitstreams: 1 Dissertação Thiago Serafini 2007.pdf: 736516 bytes, checksum: 605d16e4fd58944101c9e58d50f26dbd (MD5) / Approved for entry into archive by Vilma Conceição(vilmagc@ufba.br) on 2013-08-21T18:58:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação Thiago Serafini 2007.pdf: 736516 bytes, checksum: 605d16e4fd58944101c9e58d50f26dbd (MD5) / Made available in DSpace on 2013-08-21T18:58:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação Thiago Serafini 2007.pdf: 736516 bytes, checksum: 605d16e4fd58944101c9e58d50f26dbd (MD5) Previous issue date: 2007 / Fapesb, Tamar BA / A seleção do local de desova pelas tartarugas marinhas representa um aspecto importante de seu processo reprodutivo, pois poderá influenciar o sucesso de eclosão dos ninhos. A posição do ninho ao longo do perfil da praia e o efeito da presença e quantidade de vegetação sobre o ninho são variáveis potencialmente relevantes nesse aspecto. A praia de Arembepe, no estado da Bahia, Brasil, é área de desova de Caretta caretta e Eretmochelys imbricata. Nas temporadas reprodutivas de 2004/2005 e 2005/2006, avaliamos, para ambas as espécies, a influência das características da praia e da cobertura vegetal na escolha dos locais de desova e no sucesso de eclosão.C. caretta apresentou preferência por desovar na zona de areia e E. imbricata não apresentou preferência por nenhuma das zonas (areia e vegetada). A vegetação praial foi importante na modulação do comportamento de seleção do local de desova para ambas as espécies. Em nenhuma das espécies o sucesso de eclosão foi influenciado pela sua posição ao longo do perfil da praia. Para E. imbricata, o sucesso foi influenciado negativamente pelo aumento da densidade de cobertura de vegetação. O padrão de distribuição dos ninhos das espécies refletiu em uma maior necessidade de manejo de ninhos em risco de erosão pela maré de C. carttea do que de E. imbricata. Para a conservação das espécies, ressalta-se a importância da preservação da vegetação praial. Ninhos em risco de erosão podem ser manejados para qualquer posição ao longo do perfil da praia, sem efeito relevante sobre o sucesso de eclosão, devendo-se apenas evitar altas densidades de cobertura de vegetação para desovas de E. imbricata. / Salvador, Bahia.
2

Eclosão in situ de formas dormentes de microcrustáceos e rotíferos de um lago de água preta da Amazônia

Bandeira, Maiby Glorize da Silva 03 October 2016 (has links)
Submitted by Inácio de Oliveira Lima Neto (inacio.neto@inpa.gov.br) on 2018-07-13T18:48:13Z No. of bitstreams: 2 Dissertação_Versão_final_Maiby_Glorize.pdf: 1016588 bytes, checksum: 3c3807691391a5a93c63c241d7014dca (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2018-07-13T18:48:13Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Dissertação_Versão_final_Maiby_Glorize.pdf: 1016588 bytes, checksum: 3c3807691391a5a93c63c241d7014dca (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2016-10-03 / Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq / The objective of the study was to determine if the hatching abundance of dormant forms of Cladocera, Copepoda and Rotifera vary in different light intensities and different flood times according to the variation of the water level. For this we test the following hypotheses: i) greater light intensity results in greater hatching abundance; (ii) the hatching abundance of dormant forms decreases with increasing flood time on the litter and non-litter banks. In situ experiments were carried out with sediments from Lake Tupé, Manaus-AM, Brazil. Three light conditions were tested, being 100, 50 and 1%, and the number of hatching at different flood times of sediment of the ATTZ with and without litter was verified that pass for a time without water. It was possible to verify that hatching of the dormant forms of the three groups occurs independently of the light intensity that reaches the sediment, since the different intensities will only influence the amount of egg that breaks out in each region. We also observed that the hatching of dormant forms present on the banks with and without litter increases concomitantly with the increase of the water column in the flood period. With this, it was possible to determine the variation of the abundance in the different light intensities and in the different times of flood. / O objetivo do estudo foi determinar se a abundância de eclosão das formas dormentes de Cladocera, Copepoda e Rotifera variam em diferentes intensidades de luz e diferentes tempos de inundação de acordo com a variação do nível da água. Para isso testamos as seguintes hipóteses: i) maior intensidade de luz resulta em maior abundância de eclosão; ii) a abundância de eclosão das formas dormentes diminui com o aumento do tempo de inundação nas margens com e sem serapilheira. Foram realizados experimentos in situ com sedimentos do lago Tupé, Manaus-AM, Brasil. Foram testadas três condições de luz, sendo 100, 50 e 1%, e verificado o número de eclosão em diferentes tempos de inundação de sedimentos da ATTZ com e sem serapilheira que passam por um tempo sem água. Foi possível verificar que ocorre eclosão das formas dormentes dos três grupos independente da intensidade de luz que chega ao sedimento, uma vez que as diferentes intensidades só vão influenciar na quantidade de ovo que eclode em cada região. Também verificamos que a eclosão das formas dormentes presentes nas margens com e sem serapilheira aumenta concomitantemente com o aumento da coluna d’água no período de enchente. Com isso foi possível determinar a variação da abundância nas diferentes intensidades de luz e nos diferentes tempos de inundação.
3

Influência dos tempos de aquecimento e armazenamento de ovos férteis de reprodutoras pesadas sobre a eclodibilidade e características de pintos de 1 dia / Influence of heating and storage times of the broiler breeders fertile eggs on hatchability and day-old chicks characteristics

Flávio Henrique Araujo Silva 18 March 2005 (has links)
Um experimento foi conduzido com os objetivos de avaliar a influência de diferentes tempos de aquecimento antes do armazenamento e diferentes tempos de armazenamento de ovos férteis de matrizes Cobb 500 com 44 semanas antes da incubação, sobre a eclodibilidade e características de pintos de um dia. Utilizou-se o delineamento inteiramente ao acaso em arranjo fatorial 3x3, com os fatores: aquecimento antes do armazenamento (37ºC por 0, 6 e 12h) e armazenamento antes da incubação (12ºC por 4, 9 e 14 dias), totalizando nove tratamentos com 22 repetições de 10 ovos cada. O procedimento de incubação foi o convencional adotado pela avicultura industrial. Avaliaram-se as características de eclosão (480 e 498h), peso do pintainho, perda de peso dos ovos durante o aquecimento e armazenamento, temperatura de superfície da casca, embriodiagnóstico, peso relativo de órgãos e características morfométricas e histológicas intestinais. O aquecimento por 6h não prejudicou a eclodibilidade em comparação ao não aquecimento dos ovos. O aquecimento por 12h resultou em menores taxas de eclosão. O peso dos pintainhos não foi influenciado pelo tempo de armazenamento dos ovos, no entanto, os ovos aquecidos por 0 e 6h produziram pintainhos com pesos superiores quando comparados com aqueles ovos aquecidos por 12h. As características de vilosidades intestinais não foram influenciadas pelos tratamentos, com exceção da profundidade de cripta. Conclui-se que o aquecimento pré-incubação de ovos férteis a 37ºC por 6h é adequado em manter as taxas normais de eclosão sem prejudicar as características de pintos de um dia, quando os ovos são armazenados por até quatro dias. / An experiment was carried out to evaluate the influence of different heating times before storage and different storage times of the fertile eggs from Cobb 500 broiler breeders, aged 44 weeks, before incubation on hatchability and day-old chicks characteristics. The experimental design was randomly assigned in a 3x3 factorial scheme: egg heating before storage (37ºC for 0, 6 and 12h) and egg storage before incubation (12ºC for 4, 9 and 14 days), totalizing nine treatments with 22 replicates of ten eggs each. The incubation procedure was the same used by the poultry industry. It was evaluated the hatchability characteristics (480 and 498h), day-old chick weight, egg weight loss during heating and storage, superficial eggshell temperature, and intestine morphologic and histological characteristics. The heating time of 6h did not impair hatchability of the eggs when compared to the control treatment (no heating 0h). On the other hand, heating eggs for 12h was observed significantly reduction of the hatchability. Day-old chicks weight was not influenced by the storage time, however, the eggs heated for 0 and 6h provided heavier day-old chicks than eggs heated for 12h. There were not influences of the treatments on intestine villous characteristics, except for crypt height. It was concluded that the pre-incubation fertile eggs heating at 37ºC for 6h is adequate to maintain normal rates of hatchability without impair day-old chicks characteristics when eggs are stored up to four days.
4

Influência dos tempos de aquecimento e armazenamento de ovos férteis de reprodutoras pesadas sobre a eclodibilidade e características de pintos de 1 dia / Influence of heating and storage times of the broiler breeders fertile eggs on hatchability and day-old chicks characteristics

Silva, Flávio Henrique Araujo 18 March 2005 (has links)
Um experimento foi conduzido com os objetivos de avaliar a influência de diferentes tempos de aquecimento antes do armazenamento e diferentes tempos de armazenamento de ovos férteis de matrizes Cobb 500 com 44 semanas antes da incubação, sobre a eclodibilidade e características de pintos de um dia. Utilizou-se o delineamento inteiramente ao acaso em arranjo fatorial 3x3, com os fatores: aquecimento antes do armazenamento (37ºC por 0, 6 e 12h) e armazenamento antes da incubação (12ºC por 4, 9 e 14 dias), totalizando nove tratamentos com 22 repetições de 10 ovos cada. O procedimento de incubação foi o convencional adotado pela avicultura industrial. Avaliaram-se as características de eclosão (480 e 498h), peso do pintainho, perda de peso dos ovos durante o aquecimento e armazenamento, temperatura de superfície da casca, embriodiagnóstico, peso relativo de órgãos e características morfométricas e histológicas intestinais. O aquecimento por 6h não prejudicou a eclodibilidade em comparação ao não aquecimento dos ovos. O aquecimento por 12h resultou em menores taxas de eclosão. O peso dos pintainhos não foi influenciado pelo tempo de armazenamento dos ovos, no entanto, os ovos aquecidos por 0 e 6h produziram pintainhos com pesos superiores quando comparados com aqueles ovos aquecidos por 12h. As características de vilosidades intestinais não foram influenciadas pelos tratamentos, com exceção da profundidade de cripta. Conclui-se que o aquecimento pré-incubação de ovos férteis a 37ºC por 6h é adequado em manter as taxas normais de eclosão sem prejudicar as características de pintos de um dia, quando os ovos são armazenados por até quatro dias. / An experiment was carried out to evaluate the influence of different heating times before storage and different storage times of the fertile eggs from Cobb 500 broiler breeders, aged 44 weeks, before incubation on hatchability and day-old chicks characteristics. The experimental design was randomly assigned in a 3x3 factorial scheme: egg heating before storage (37ºC for 0, 6 and 12h) and egg storage before incubation (12ºC for 4, 9 and 14 days), totalizing nine treatments with 22 replicates of ten eggs each. The incubation procedure was the same used by the poultry industry. It was evaluated the hatchability characteristics (480 and 498h), day-old chick weight, egg weight loss during heating and storage, superficial eggshell temperature, and intestine morphologic and histological characteristics. The heating time of 6h did not impair hatchability of the eggs when compared to the control treatment (no heating 0h). On the other hand, heating eggs for 12h was observed significantly reduction of the hatchability. Day-old chicks weight was not influenced by the storage time, however, the eggs heated for 0 and 6h provided heavier day-old chicks than eggs heated for 12h. There were not influences of the treatments on intestine villous characteristics, except for crypt height. It was concluded that the pre-incubation fertile eggs heating at 37ºC for 6h is adequate to maintain normal rates of hatchability without impair day-old chicks characteristics when eggs are stored up to four days.
5

Rendimento da incubação e perda de calor dos ovos durante a transferência da incubadora para o nascedouro / Yield of the incubation and heat loss of the eggs at the moment of transfer from the hatchery to the hatcher

Silva, Gabriela Fagundes da [UNESP] 19 February 2016 (has links)
Submitted by Gabriela Fagundes da Silva null (gabriela.fag@hotmail.com) on 2016-04-06T20:20:09Z No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO imprimir.pdf: 1071795 bytes, checksum: e66726b6241cc37dc681e6c87064094e (MD5) / Approved for entry into archive by Felipe Augusto Arakaki (arakaki@reitoria.unesp.br) on 2016-04-07T18:09:24Z (GMT) No. of bitstreams: 1 silva_gf_me_dra.pdf: 1071795 bytes, checksum: e66726b6241cc37dc681e6c87064094e (MD5) / Made available in DSpace on 2016-04-07T18:09:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 silva_gf_me_dra.pdf: 1071795 bytes, checksum: e66726b6241cc37dc681e6c87064094e (MD5) Previous issue date: 2016-02-19 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O incubatório de ovos tem grande importância na cadeia produtiva, pois é a partir dele que a cadeia produtiva de frango é abastecida. Assim, a ineficiência no incubatório afeta todo o segmento. Foi realizado um experimento com o objetivo de observar os efeitos da idade da matriz pesada sobre o rendimento de incubação e a perda de calor dos ovos durante o trajeto da sala de incubação até o nascedouro. Foram incubados ovos de matrizes pesadas da linhagem Cobb de três idades: 26, 32 e 53 semanas. Esses ovos foram separados em dois tratamentos, sendo T0 o tratamento controle, que respeitou os procedimentos adotados normalmente pela empresa incubadora e T1, que utilizou uma caixa térmica para o transporte dos ovos durante a transferência. Para ambos os tratamentos a transferência durou cerca de 10 minutos em todas as três repetições. Após o nascimento foi realizada a contagem dos pintos nascidos, dos ovos não eclodidos, os cálculos de eclosão e eclodibilidade, a quebra dos ovos não eclodidos para averiguar em qual momento do desenvolvimento ocorreu mortalidade embrionária, e o peso dos pintos nascidos. Os resultados obtidos mostraram que os ovos de 26 semanas tiveram maior infertilidade, o que fez com que a eclosão se apresentasse menor, a eclodibilidade e mortalidade não foram diferentes entre as idades. O peso dos pintinhos diferiu nas três idades mostrando que os pintinhos de matrizes mais velhas são mais pesados. Quanto à perda de calor, os resultados mostraram que todos os locais avaliados possuem temperatura e UR fora do recomendado na literatura, caracterizando o trajeto todo como ponto crítico para controle da temperatura, e que os ovos de T1 sofreram menos perda de calor nas transferências que os ovos de T0. Todavia, o tratamento com caixa térmica não proporcionou melhoria nos indicadores de eclodibilidade e peso de pintinho, para o tempo de transferência estudado. / The incubatory of eggs has great importance in the production chain, since it is the supplier of the production chain. Thus, inefficiency in the incubatory affects the entire production chain. An experiment was performed in order to observe the effects of the broiler breeders and the heat loss of the eggs during the transfer from the hatchery to the hatcher on the yield of the incubation. Eggs from three ages: 26, 32 and 53 weeks of Cobb broiler breeders were incubated. These eggs were separated into two treatments: T0 as the control treatment, which complied with the procedures normally adopted by the incubator company and T1 which used a cooler to transport the eggs during the transfer. For both treatments the transfer took about 10 minutes in all the three repetitions. After the birth it was made the counting of the hatched chicks, of the unhatched eggs, the calculations of hatching and hatchability, the breaking of the unhatched eggs; all to determine at what time of the development the embryonary mortality took place, and the weight of the hatched chicks. The results obtained showed that the eggs of the 26-week breeders had higher infertility, which led to the lower hatching. Hatchability and mortality did not differ between the ages. The weight of the chicks differed in the three ages showing that the chicks of older breeders were heavier. Regarding the heat loss, the results showed that all the places evaluated had temperature and RH out of the recommended in the literature, characterizing the whole route as critical for the temperature control, and that the eggs of T1 suffered less heat loss in the transfers than the T0 eggs. However, the treatment using the cooler did not improve the hatchability indicators and chick weight for the studied transfer time.
6

Duração da eclosão e preferência térmica influenciam no desempenho e comportamento de frangos de corte /

Almeida, Nicolie Rosa de (nome social de Vitor Rosa de Almeida) January 2017 (has links)
Orientador: Isabel Cristina Boleli / Resumo: Este trabalho analisou se duração do período de eclosão entre bicagem externa até a saída do pinto de dentro da casca do ovo, temperatura de criação e idade influenciam o desempenho e comportamento dos frangos de corte. Para análise do desempenho, foi utilizado um delineamento 2x2, sendo período curto (6 a 10h) e longo (20 a 26h) de eclosão e temperatura de criação preferida (determinada em estudo anterior) e recomendada para a linhagem. As frequências dos diferentes comportamentos e a duração do comportamento de ingestão de ração e água foram analisados segundo um delineamento 2x2x3, sendo os dois períodos de eclosão (curto e longo), duas temperaturas de criação (preferida e recomendada) e 3 idades (6, 20 e 41 dias de idade ou 7, 21 e 42 dias). Para isso, ovos férteis de matrizes de frangos de corte (Cobb®-500) com 56 semanas de idade foram incubados à 37,5ºC e 60% de umidade relativa, com giro à cada 2 horas. Após a eclosão, 352 pintos machos foram distribuídos pelo peso corporal (~46g) em 3 três câmaras climáticas: uma mantida na temperatura preferida pelos frangos com curto período de eclosão (8 boxes com 11 aves cada), outra mantida na temperatura preferida pelos frangos com longo período de eclosão (8 boxes com 11 aves cada), e a terceira mantida na temperatura recomendada para a linhagem (8 boxes com 11 aves cada/ período de eclosão). Pintos com longo período de eclosão criados na temperatura preferida apresentaram menor consumo de ração, ganho de peso e peso corporal ... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: This study investigated whether the duration of hatching period between the external piping and the actual hatching (short: 6 to 10h or long: 20 to 26h) associated with the rearing temperature (preferred and recommended) influence the performance and behavior of broiler chickens. For broiler performance was utilized a factorial experimental design 2x2, consisting of short (6-10h) or long (20-26h) hatching period and preferred (determined in previous study) or recommended rearing temperature. The frequencies of the distinct behaviors and the diet and water intake duration were analyzed according to a factorial experimental design 2x2x3, being the two hatching period (short or long), two rearing temperature (preferred or recommended), and three ages (6, 20 and 41 days or 7, 21 and 42 days). For this purpose, fertile eggs from 56-week-old broiler breeders (Cobb®-500) were incubated at 37.5ºC and 60% RH, with egg rotation every 1 hours. After hatching, 352 male chicks (short and long) were distributed by body weight (~ 46g) in three climatic chambers: one maintained at preferred temperature determined for broilers with short hatching period (8 replicates with 11 broilers each), one maintained at preferred temperature determined for broilers with long hatching period (8 replicates with 11 broilers each), and the third maintained at rearing temperature recommended for the strain (8 replicates with 11 broilers each per hatching period). Broilers with long hatching period and reared ... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
7

Duração da eclosão e preferência térmica influenciam no desempenho e comportamento de frangos de corte / Duration of hactching and thermal preference influence the performance and behavior of broilers

Almeida, Nicolie Rosa de (nome social de Vitor Rosa de Almeida) 24 November 2017 (has links)
Submitted by Vitor Rosa de Almeida null (allmeidavitor@hotmail.com ) on 2017-12-15T19:07:01Z No. of bitstreams: 1 TESE NICOLE VITOR UNESP FCAV.pdf: 1549345 bytes, checksum: 53bbc5cbe6306896dd277fea58064137 (MD5) / Approved for entry into archive by Alexandra Maria Donadon Lusser Segali null (alexmar@fcav.unesp.br) on 2017-12-18T09:27:45Z (GMT) No. of bitstreams: 1 almeida_nr_dr_jabo.pdf: 1549345 bytes, checksum: 53bbc5cbe6306896dd277fea58064137 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-12-18T09:27:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 almeida_nr_dr_jabo.pdf: 1549345 bytes, checksum: 53bbc5cbe6306896dd277fea58064137 (MD5) Previous issue date: 2017-11-24 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / Este trabalho analisou se duração do período de eclosão entre bicagem externa até a saída do pinto de dentro da casca do ovo, temperatura de criação e idade influenciam o desempenho e comportamento dos frangos de corte. Para análise do desempenho, foi utilizado um delineamento 2x2, sendo período curto (6 a 10h) e longo (20 a 26h) de eclosão e temperatura de criação preferida (determinada em estudo anterior) e recomendada para a linhagem. As frequências dos diferentes comportamentos e a duração do comportamento de ingestão de ração e água foram analisados segundo um delineamento 2x2x3, sendo os dois períodos de eclosão (curto e longo), duas temperaturas de criação (preferida e recomendada) e 3 idades (6, 20 e 41 dias de idade ou 7, 21 e 42 dias). Para isso, ovos férteis de matrizes de frangos de corte (Cobb®-500) com 56 semanas de idade foram incubados à 37,5ºC e 60% de umidade relativa, com giro à cada 2 horas. Após a eclosão, 352 pintos machos foram distribuídos pelo peso corporal (~46g) em 3 três câmaras climáticas: uma mantida na temperatura preferida pelos frangos com curto período de eclosão (8 boxes com 11 aves cada), outra mantida na temperatura preferida pelos frangos com longo período de eclosão (8 boxes com 11 aves cada), e a terceira mantida na temperatura recomendada para a linhagem (8 boxes com 11 aves cada/ período de eclosão). Pintos com longo período de eclosão criados na temperatura preferida apresentaram menor consumo de ração, ganho de peso e peso corporal no período de crescimento, que resultou em seu menor desempenho à idade de abate. Pintos com longo período de eclosão consumiram ração com maior frequência do que os pintos com curto período. Criação na temperatura preferida diminuiu a frequência de consumo de ração e de água e a frequência do comportamento exploratório e aumentou a frequência de repouso dos frangos na primeira semana. Repouso foi o comportamento apresentado com maior frequência pelos frangos em todos os tratamentos e idades analisadas. O consumo de ração e o comportamento exploratório foram apresentados com menor frequência da fase de crescimento do que na primeira semana de vida, enquanto que o comportamento de repouso e o de conforto foram mais frequentes. Houve uma correlação altamente positiva do peso com o tempo de imobilidade tônica dos frangos. Os resultados mostram que pintos com longo período de eclosão são mais ativos na primeira semana de vida, que criação na temperatura preferida não influenciou o desempenho e comportamento dos frangos com curto período de eclosão, mas diminuiu o desempenho dos frangos com longo período de eclosão na última semana de vida. Também é mostrado que frangos diminuem acentuadamente sua atividade com o ganho de peso. / This study investigated whether the duration of hatching period between the external piping and the actual hatching (short: 6 to 10h or long: 20 to 26h) associated with the rearing temperature (preferred and recommended) influence the performance and behavior of broiler chickens. For broiler performance was utilized a factorial experimental design 2x2, consisting of short (6-10h) or long (20-26h) hatching period and preferred (determined in previous study) or recommended rearing temperature. The frequencies of the distinct behaviors and the diet and water intake duration were analyzed according to a factorial experimental design 2x2x3, being the two hatching period (short or long), two rearing temperature (preferred or recommended), and three ages (6, 20 and 41 days or 7, 21 and 42 days). For this purpose, fertile eggs from 56-week-old broiler breeders (Cobb®-500) were incubated at 37.5ºC and 60% RH, with egg rotation every 1 hours. After hatching, 352 male chicks (short and long) were distributed by body weight (~ 46g) in three climatic chambers: one maintained at preferred temperature determined for broilers with short hatching period (8 replicates with 11 broilers each), one maintained at preferred temperature determined for broilers with long hatching period (8 replicates with 11 broilers each), and the third maintained at rearing temperature recommended for the strain (8 replicates with 11 broilers each per hatching period). Broilers with long hatching period and reared under preferred temperature presented lower feed intake, weight gain and body weight in the growth phase, resulting in lower performance at 42 days of age. Broilers with a long hatching period consumed diet more frequently than the broilers with a short hatching period. Preferred rearing temperature reduced the frequency of diet and water consumption and of exploratory behavior, and increased the frequency of resting behavior of the broilers in the first week of age. Resting was the most frequent behavior by broilers in all treatments and ages analyzed. Feed intake and exploratory behavior were presented less frequently in the growth phase than in the first week of life, while resting behavior and comfort behavior were more frequent. There was a highly positive correlation between body weight and tonic immobility time of broilers. The results showed that hatching broilers with a longer hatching period were more active than broilers with a short hatching period in the first week of life, that preferred rearing temperature did not influence performance and behavior of broilers with a short hatching period, but decreased the performance of chickens with a long hatching period in the last week of life. It is also shown that broilers had their activity markedly reduced as they gained weight. / CNPq: 140994/2014-9
8

Morfologia e biometria do desenvolvimento embrionário da raia Sympterygia acuta Garman, 1877 (ElasmobranchiiI; Rajidae)

Brant, Fernanda Caldeira January 2006 (has links)
Dissertação(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós–Graduação em Oceanografia Biológica, Instituto de Oceanografia, 2006. / Submitted by Cristiane Gomides (cristiane_gomides@hotmail.com) on 2013-11-19T10:53:47Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao Fernanda Caldeira.pdf: 2786616 bytes, checksum: 7d8912a4eb7053a789229e293eca615b (MD5) / Approved for entry into archive by Angelica Miranda (angelicacdm@gmail.com) on 2013-11-20T21:32:49Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertacao Fernanda Caldeira.pdf: 2786616 bytes, checksum: 7d8912a4eb7053a789229e293eca615b (MD5) / Made available in DSpace on 2013-11-20T21:32:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao Fernanda Caldeira.pdf: 2786616 bytes, checksum: 7d8912a4eb7053a789229e293eca615b (MD5) Previous issue date: 2006 / O desenvolvimento da raia Sympterygia acuta foi descrito baseado em uma série completa de embriões do estágio 17, o primeiro estágio onde a forma do corpo e a primeira fenda branquial podem ser distinguidos, até a eclosão. Os embriões foram provenientes de cápsulas ovígeras coletadas na praia de Cassino, estado do Rio Grande do Sul, Brasil. As características externas destes espécimes foram usadas para estabelecer uma tabela de estágios de S. acuta. Cada estágio é definido por um conjunto de características morfológicas que inclui a abertura e a posição das sucessivas fendas branquiais, do tamanho e da forma das nadadeiras peitorais (disco) e pélvicas, da forma da boca e da posição dos espiráculos. A relação entre a massa de vitelo e o crescimento do embrião em massa está de acordo com o padrão conhecido para elasmobrânquios ovíparos e vivíparos lecitotróficos. O Estágio 30 é marcado por grandes mudanças, como a pré-eclosão, o início da entrada de vitelo no sistema digestivo do embrião, e início do real crescimento embrionário. O estudo fornece uma comparação com outros embriões de Chondrichthyes baseada nas características externas. O desenvolvimento das nadadeiras peitorais, que desde o começo ocupam toda a face lateral da região abdominal, é uma divergência importante entre esta raia e tubarões, exceto Squatinidae. Isto pode ser uma evidência de que filogenéticamente as Rajidae e Squatinidae são próximas, e que o desenvolvimento embrionário aporta informações relevantes para o estudo da filogenia. / The development of the skate Sympterygia acuta is describe based on a complete series of embryos from stage 17, the earliest stage in which the body forms and first visceral cleft can be distinguished, to hatching. The embryos were obtained from egg-cases caught at Cassino Beach, State of Rio Grande do Sul, Brasil. The external features of these specimens are used to establish a stage table of S. acuta. Each stage is defined by a suite of morphological characters including the opening and position of the successive visceral clefts, size and shape of pectoral (disc) and pelvic fins, shape of mouth and position of spiracles. The yolk-embryo weight relationship agrees with the pattern found in other elasmobranchs oviparous and viviparous lecithotrophic. The stage 30 is marked by great changes, as the pre-hatching, the beginning of the entrance of yolk in the digestive system of the embryo, and the beginning of the real embryonic growth. The study provides a comparison with other condrichthyan embryos based on external features. The development of the pectoral fins, which since the beginning occupies the whole side of the abdominal region, is the most important divergence between this skate and the sharks, except from Squatinidae. This might be an evidence that Rajidae and Squatinidae have a close phylogenetic relationship.
9

Controle bacteriano na eclosão e enriquecimento de Artemia sp. para sua aplicação na alimentação de pós-larvas de Litopenaeus vannamei

INTERAMINENSE, Juliana Rangel de Aguiar 28 February 2012 (has links)
Submitted by (edna.saturno@ufrpe.br) on 2017-02-15T13:16:21Z No. of bitstreams: 1 Juliana Rangel de Aguiar Interaminense.pdf: 435666 bytes, checksum: fc8f9ada1887395801298c79901d84cc (MD5) / Made available in DSpace on 2017-02-15T13:16:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Juliana Rangel de Aguiar Interaminense.pdf: 435666 bytes, checksum: fc8f9ada1887395801298c79901d84cc (MD5) Previous issue date: 2012-02-28 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / This study aimed to evaluate the antibacterial effects of different supplements on Artemia sp. hatching and enrichment. The supplements were added to the water used for Artemia hatching of capsulated and decapsulated cysts and for Artemia enrichment water. The experiment consisted in the addition of the diatom Chaetoceros calcitrans, a commercial probiotic (Bacillus spp.), antimicrobial Florfenicol to the hatching water and control without supplements. The enrichment experiment was performed by the application of C. calcitrans, probiotic and commercial emulsion DHA / EPA rich to enrichment water and control constituted by newly hatched nauplii. The enriched Artemia were offered for the PL7 to PL19 of Litopenaeus vannamei stages. The Vibrio spp. load of hatching water and newly hatched nauplii were quantified at the end of hatching. The Vibrio spp. quantification of postlarvae, enriched Artemia and water of enrichment and postlarvae rearing was also performed. The Vibrio presumptive colonies isolated from newly hatched nauplii were identified. Furthermore, Vibrio spp. present in nauplii subjected to freezing and Bacillus spp. colonies of Artemia and postlarvae of Probiotic treatment were quantified. Assessing the overall results of the study, the decapsulation process did not shown to be effective in reducing the Vibrio spp load of nauplii and water in all treatments. The C. calcitrans addition in Artemia hatching water has proven to be an effective alternative to antibiotic use. The probiotic use must also be considered to control Vibrio spp. load in Artemia nauplii. However, the supplements use to Artemia enrichment process may promote a bacterial increase and other procedures for its control must be evaluated. / O presente trabalho teve por princípio avaliar os efeitos antibacterianos de diferentes suplementos na eclosão e no enriquecimento de Artemia sp. Os suplementos foram adicionados na água utilizada para eclosão de cistos de Artemia capsulados e descapsulados e à água de enriquecimento de metanáuplios de Artemia. O experimento de eclosão consistiu no acréscimo da diatomácea Chaetoceros calcitrans, de probiótico comercial (Bacillus spp.), do antimicrobiano Florfenicol e controle sem adição de agentes. O experimento de enriquecimento foi realizado pela aplicação de C. calcitrans, de probiótico comercial e de emulsão comercial rica em DHA/EPA à água de cultivo de metanáuplios e controle constituído por náuplios recém eclodidos. Os metanáuplios foram oferecidos para os estágios de PL7 a PL19 de Litopenaeus vannamei. A carga de Vibrio spp. da água de eclosão e náuplios recém eclodidos foram quantificadas no final do período de eclosão. A quantificação de Vibrio spp de pós larvas, metanáuplios, água de cultivo das pós larvas e enriquecimento de Artemia também foi realizada. As colônias presuntivas de Vibrio oriundas de náuplios recém eclodidos foram identificadas. Além disso, Vibrio spp. presente em náuplios submetidos ao congelamento e colônias de Bacillus spp. em amostras de Artemia enriquecida e pós-larvas do tratamento Probiótico foram quantificadas. Avaliando dos resultados gerais do estudo, o processo de descapsulação não demonstrou ser eficiente na redução da carga de Vibrio spp. nos náuplios e na água de todos os tratamentos. A adição de C. calcitrans na água de eclosão de Artemia provou ser uma alternativa eficaz para em alternativa a utilização de antibióticos. A utilização de probiótico deve ser também considerado para controlar a carga de Vibrio spp em náuplios de Artemia. No entanto, a utilização de suplementos para o processo de enriquecimento de Artemia pode favorecer o aumento da carga bacteriana e outros procedimentos para o seu controle deve ser avaliada.
10

Otimização da taxa de fertilização e eclosão de larvas de tambaqui, Colossoma macropomum (Cuvier, 1816) abolindo instrumentos

PONZI JUNIOR, Manlio 14 February 2003 (has links)
Submitted by (edna.saturno@ufrpe.br) on 2017-02-16T12:05:52Z No. of bitstreams: 1 Manlio Ponzi Junior.pdf: 1281996 bytes, checksum: 5f8b4de48b96eb8c517e3141a56a43d7 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-02-16T12:05:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Manlio Ponzi Junior.pdf: 1281996 bytes, checksum: 5f8b4de48b96eb8c517e3141a56a43d7 (MD5) Previous issue date: 2003-02-14 / Reproduction by induction is a technic completely dominated, however is possible that some current proceedings utilized, would prejudice the larval production. Thus, the use of the instruments (fowl blume, spatula, etc), to blend the gamets, would can a factor to decrease the larval prodution. This work has as main objetive this hypothesis. For the experiment it was utilized the freshwater fish tambaqui Colossoma macropomum (CUVIER, 1816). To such, it was delineated a test with two conditions: A - blend the gamets with the use of the instruments , and B - blend the gamets without the use of the instruments (blend the gamets with the soft agitation of the vessel). After fertilization , the eggs were analised under a Scanning electron-microscope, thus were confirmed the existence of the damage realized by the instruments on the superficial structure. In B condition occured a increasing rate of fecundation (F(1:14) = 12,90, p < 0,01) and the larval hatching (F(1:14) = 8,43, p < 0,05). Thus, the use of the instruments isn’t to recommended for the enlargemented of larval prodution. / A reprodução induzida de peixes é uma técnica dominada. No entanto, é possível que alguns procedimentos utilizados atualmente possam prejudicar a produção final de larvas. Assim, a utilização de instrumentos (penas de aves,espátulas) para mistura dos gametas, poderia ser um fator de redução da produção. Este trabalho teve como objetivo testar esta hipótese, utilizando-se como modelo experimental desovas de tambaqui, Colossoma macropomum (CUVIER, 1816). Para tal foi delineado um teste com duas condições: A - mistura dos gametas com utilização de instrumento (pena de ave) e B – mistura de gametas sem utilização de instrumentos (com agitação suave do vasilhame). Após a fertilização os ovos foram analisados por eletro-micrografia de varredura, o que comprovou a existência de danos causados pelos instrumentos à superfície dos mesmos. Na condição B a taxa de fecundação foi maior (F(1:14) = 12,90, p < 0,01), assim como a de eclosão das larvas (F(1:14) = 8,43, p < 0,05), o que deve ocorrer em virtude das lesões causada aos ovos pelos instrumentos. Desta forma, a não utilização de instrumentos é recomendável, pois otimiza a produção de larvas.

Page generated in 0.0652 seconds