• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 937
  • 7
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 964
  • 443
  • 405
  • 364
  • 250
  • 248
  • 199
  • 167
  • 115
  • 109
  • 102
  • 101
  • 99
  • 94
  • 91
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
21

Sistema modular de gestão de águas residuárias domiciliares : uma opção mais sustentável para a gestão de resíduos líquidos

Ercole, Luiz Augusto dos Santos January 2003 (has links)
Sistemas convencionais de coleta e tratamento de esgotos domiciliares apresentam níveis de eficiência técnica e econômica nem sempre compatíveis com a realidade de alguns assentamentos humanos. A observação da história e da atualidade dos sistemas de tratamento e disposição dos esgotos, mostra uma permanente deficiência do tratamento dos resíduos líquidos. O estudo do uso da água e do ciclo hidrológico, ressalta a importância de que a intervenção humana neste ciclo se dê de forma sustentável. Um sistema que trate as águas servidas no local, e permita o aproveitamento dos poluentes destas águas na forma de insumos para a produção vegetal, devolvendo-as, purificadas para o ciclo hidrológico, pela evapotranspiração e infiltração no solo, certamente é mais sustentável que a maioria das soluções hoje adotadas. Neste trabalho, a partir de uma revisão bibliográfica sobre alternativas tecnológicas, é apresentado um estudo comparativo de diferentes sistemas de coleta e tratamento de esgotos tendo como variáveis de análise os custos de construção, operação e manutenção, a área necessária para a implantação do sistema, os volumes dos lodos e dos gases produzidos, e a qualidade do efluente do tratamento. O tratamento, em separado, das águas residuárias residenciais, apoia-se em vários estudos realizados nos últimos anos, em especial da microbiologia dos esgotos. Destacam-se os que apontam a eficiência do tratamento diretamente relacionada à concentração dos esgotos e justificam a separação das águas negras (descargas hídricas dos vasos sanitários), das cinzas (demais águas servidas) Os estudos para o tratamento das águas cinzas, especificamente, onde se demonstra que estas últimas não têm os elevados índices de poluição das águas negras, permitem tratamentos mais simplificados e econômicos. Estes fundamentos estão aplicados em um sistema modular com separação das águas (SMSA), proposto neste trabalho, um sistema de construção simples, que utiliza materiais comuns, que requer pouca manutenção e não necessita de energia externa para o seu funcionamento. Este sistema proporciona um tratamento final seguro, pela disposição dos efluentes previamente tratados, no leito de evapotranspiração e infiltração que, bem operado, pode oferecer um tratamento a nível terciário. Palavras-chave: saneamento; tratamentos
22

Contribuição ao estudo da disposição final e aproveitamento da cinza de lodo de estações de tratamento de esgotos sanitários como adição ao concreto

Geyer, Andre Luiz Bortolacci January 2001 (has links)
Com a ampliação dos sistemas de tratamento de esgotos sanitários, que vem ocorrendo no Brasil, surge um problema para o qual ainda não existem soluções definitivas, a forma de disposição final segura dos Lodos Sanitários, que são os resíduos sólidos advindos deste processo. Nesta pesquisa estuda-se as possibilidades de aproveitamento destes resíduos, após serem submetidos à incineração, na industria da construção, especificamente a sua utilização como adição ao concreto, substituindo parte do cimento Portland. Os aspectos estudados compreendem duas fases experimentais: na primeira, realiza-se uma caracterização química, física, morfológica e ambiental do resíduo, onde constata-se que o material apresenta potencial para ser utilizado como adição ao concreto e que, quanto ao aspecto ambiental é classificado como um resíduo não inerte, no qual também encontra-se compostos patogênicos; na segunda fase, estuda-se as possibilidades de utilização deste resíduo em substituição parcial do cimento, na confecção de concreto, verificando-se os efeitos nas propriedades do concreto fresco e endurecido, bem como a capacidade que este material tem em reter de forma segura o resíduo não inerte. Os resultados mostram que a cinza de Lodo pode ser utilizada como adição ao concreto, com efeito predominante de fíler, em percentuais até 20%, em concretos com relação água/aglomerante entre 0,65 e 1,10 Com a/(c+ad) = 0,65 e 0,80 se tem benefícios ambientais com a utilização desta adição, com a/(c+ad) = 0,95 e 1,10 se tem benefícios econômicos, com a redução do consumo de cimento e técnicos, com a melhoria das propriedades mecânicas dos concretos. Conforme os resultados de solubilização, em amostras de concreto, esta matriz é capaz de reter de forma segura os compostos nocivos presentes no resíduo.
23

Avaliação do leito de secagem com piso de blocos drenantes para lodos gerados em Estação de Tratamento de Esgoto Sanitário /

Silva, Sabrina Mariel Corrêa da. January 2017 (has links)
Orientador: Gustavo Henrique Ribeiro da Silva / Banca: Cali Laguna Achon / Banca: João Sérgio Cordeiro / Resumo: Esta pesquisa sobre leito de secagem modificado com piso de blocos drenantes (wedge wire) foi desenvolvida em três etapas, sendo um acompanhamento em escala real com descartes de lodo aeróbio, outra realizada em escala piloto com descartes de lodo anaeróbio, ambos gerados em estação tratamento de esgoto sanitário (ETE), e a terceira etapa foi um levantamento de dados operacionais de alguns leitos com piso de blocos drenantes existentes no Brasil. O leito de secagem convencional de areia ainda é o método mais utilizado no Brasil para desaguamento de lodo em ETE de pequeno e médio porte. No entanto, devido ao aumento de fiscalização por órgãos ambientais, aumento de exigência por qualidade no tratamento de água e esgoto, custos elevados no gerenciamento, além de problemas com a eficiência de secagem final do lodo, odores e manutenção dos leitos, as empresas têm buscado alternativas de novas tecnologias, e/ou até mesmo por otimizações nos próprios leitos. Uma alternativa que tem se mostrado eficiente no desaguamento de lodos é o leito modificado com piso de blocos drenantes. Porém, ainda há pouca experiência com relação ao dimensionamento do leito, à sua operação e à sua eficiência por ser uma tecnologia pouca explorada no exterior e recém-chegada ao Brasil. Portanto esta pesquisa teve como objetivo avaliar o desaguamento de lodo de esgoto em leito com piso de blocos drenantes nas fases de drenagem e secagem. A drenagem do lodo foi avaliada através da vazão de drenagem após filt... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: This research about wedge wire floor sludge bed was developed in three stages, first one was a monitoring in real scale with aerobic sludge discards, another one performed in a pilot scale with anaerobic sludge discard, both generated in wastewater treatment plant (WWTP), and the third stage was a survey of operational information of some wedge wire floor sludge bed in operation in Brazil. The conventional sand drying bed is still the most used system in Brazil for dewatering and drying of sludge generated during sewage treatment in small and médium size WWTP. However, due to the increase in inspection by environmental agencies, increased demands for quality in treatment, high costs in management, as well as problems with final sludge drying efficiency, odors and bed maintenance, the companies have been looking for alternatives to new technologies, and even optimizations in existing beds. An alternative that has proven efficient in the dewatering of sludge is the modified sludge bed with wedge wire floor. However, there is still little experience with the dimensioning of the bed, its operation and efficiency because it is a technology that has not been used abroad and recently arrived in Brazil. Therefore, this research had as objective to evaluate the dewatering of sewage sludge in wedge wire bed in the drainage and drying phases. The drainage of the sludge was evaluated through the drainage flow after filtration in the wedge wire floor, the reduction of sludge volume in the bed and the characterization of the quality of the drained water. Drying was evaluated by increasing the total solid content of the sludge during the entire drying period. As it is a natural drying process, monitoring of the local climatic conditions was performed. The results were satisfactory for both aerobic and anaerobic sludge. In relation to the drainage, after one day... (Complete abstract electronic acess below) / Mestre
24

Contribuição ao estudo da disposição final e aproveitamento da cinza de lodo de estações de tratamento de esgotos sanitários como adição ao concreto

Geyer, Andre Luiz Bortolacci January 2001 (has links)
Com a ampliação dos sistemas de tratamento de esgotos sanitários, que vem ocorrendo no Brasil, surge um problema para o qual ainda não existem soluções definitivas, a forma de disposição final segura dos Lodos Sanitários, que são os resíduos sólidos advindos deste processo. Nesta pesquisa estuda-se as possibilidades de aproveitamento destes resíduos, após serem submetidos à incineração, na industria da construção, especificamente a sua utilização como adição ao concreto, substituindo parte do cimento Portland. Os aspectos estudados compreendem duas fases experimentais: na primeira, realiza-se uma caracterização química, física, morfológica e ambiental do resíduo, onde constata-se que o material apresenta potencial para ser utilizado como adição ao concreto e que, quanto ao aspecto ambiental é classificado como um resíduo não inerte, no qual também encontra-se compostos patogênicos; na segunda fase, estuda-se as possibilidades de utilização deste resíduo em substituição parcial do cimento, na confecção de concreto, verificando-se os efeitos nas propriedades do concreto fresco e endurecido, bem como a capacidade que este material tem em reter de forma segura o resíduo não inerte. Os resultados mostram que a cinza de Lodo pode ser utilizada como adição ao concreto, com efeito predominante de fíler, em percentuais até 20%, em concretos com relação água/aglomerante entre 0,65 e 1,10 Com a/(c+ad) = 0,65 e 0,80 se tem benefícios ambientais com a utilização desta adição, com a/(c+ad) = 0,95 e 1,10 se tem benefícios econômicos, com a redução do consumo de cimento e técnicos, com a melhoria das propriedades mecânicas dos concretos. Conforme os resultados de solubilização, em amostras de concreto, esta matriz é capaz de reter de forma segura os compostos nocivos presentes no resíduo.
25

Utilização de bioensaios para avaliação da ecotoxicidade em resíduos de esgotamento de caminhão limpa- fossa: lodo de fossa séptica / Use of bioassays for assessment of ecotoxicity in sewage waste clean-pit truck: septic tank sludge

Vasconcelos, Geísa Vieira January 2012 (has links)
VASCONCELOS, G. V. Utilização de bioensaios para avaliação da ecotoxicidade em resíduos de esgotamento de caminhão limpa- fossa: lodo de fossa séptica. 2012. 105 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil)-Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012. / Submitted by Marlene Sousa (mmarlene@ufc.br) on 2012-09-13T16:46:33Z No. of bitstreams: 1 2012_dis_gvvasconcelos.pdf: 2173408 bytes, checksum: 5521fcd7ce4789a7154a3191069ef6d0 (MD5) / Approved for entry into archive by Marlene Sousa(mmarlene@ufc.br) on 2012-09-14T14:45:39Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_dis_gvvasconcelos.pdf: 2173408 bytes, checksum: 5521fcd7ce4789a7154a3191069ef6d0 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-09-14T14:45:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_dis_gvvasconcelos.pdf: 2173408 bytes, checksum: 5521fcd7ce4789a7154a3191069ef6d0 (MD5) Previous issue date: 2012 / A way to recycle the nutrients and organic matter from sewage sludge from septic tanks and cesspools would return those elements to biogeochemical cycles. The agricultural use of sewage sludge is an alternative that provides environmental benefits when compared to other final disposal practices and its application in soil can bring benefits to agriculture. The present study aimed to evaluate the acute toxicity of clean trucks (septic sludge) from different homes through the use of bioassays, with three bodies bioindicators of toxicity, the microcrustaceans (Daphnia magna and Daphnia similis) and bacteria (Vibrio fischeri) in the Microtox ® System. First was made the physico-chemical, microbiological characterization and heavy metals waste exhausted clean trucks and trench-toxicity tests were carried out at a later date. The collections were held fortnightly in the ETE São Cristóvão, where samples were brought to the laboratory to perform the analyses of pH, alkalinity, temperature, electrical conductivity, solids, BOD, COD, nitrogen, phosphorus and termotolerantes coliforms. It was noted that such waste presented well concentrations higher than those of domestic sewage and also features plenty of variables. The volatile fraction accounts for around 65% of total solids and SV/ST was 0.6, indicating that the septic tanks and septic sludge can be considered stable according to the CONAMA 375/2006. Were also conducted analyses of heavy metals (Cadmium, chromium, manganese, nickel, zinc, lead, iron and copper) to verify that had some correlation with toxicity. All samples clean truck depleted-fossa showed acute toxicity for microorganism three Daphnia magna, Daphnia similis, and Vibrio fischeri averaging equal to 54%, EC50 41% 52% respectively, all of which are considered toxic. With respect to sensitivity to Daphnia similis was the body that has greater sensitivity to septic waste, because the lower the EC50 is more toxic to sample. By the results obtained, the clean trucks waste-fossa are toxic and could not be used in agriculture without a prior treatment for the removal of toxicity. / O uso agrícola do lodo de esgoto é uma alternativa que apresenta vantagens ambientais quando comparada a outras práticas de destinação final e a sua aplicação no solo pode trazer benefícios à agricultura. O presente estudo teve como objetivo avaliar a toxicidade aguda de resíduos de caminhões limpa-fossa (lodo séptico), de diferentes residências através da utilização de bioensaios, com três organismos bioindicadores de toxicidade, os microcrustáceos (Daphnia magna e Daphnia similis) e bactérias (Vibrio fischeri) no Sistema Microtox®. Primeiramente foi feita a caracterização físico-química, microbiológica e metais pesados dos resíduos esgotados dos caminhões limpa-fossa e posteriormente foram realizados testes de toxicidade. As coletas foram realizadas quinzenalmente na ETE São Cristóvão/CAGECE, em Fortaleza-CE, onde as amostras foram levadas ao laboratório para realizar as análises de pH, temperatura, alcalinidade, condutividade elétrica, série de sólidos, DBO, DQO, série de nitrogênio, fósforo e coliformes termotolerantes. Observou-se que estes resíduos apresentaram concentrações bem mais elevadas que as de esgoto doméstico e também com características bastante variáveis. A fração volátil representa cerca de 65% dos sólidos totais e a relação SV/ST foi de 0,6 indicando uma possível estabilidade de acordo com a CONAMA 375/2006. Também foram realizadas análises de metais pesados (Cádmio, Cromo, Manganês, Níquel, Zinco, Chumbo, Ferro e Cobre) para verificar se tinha alguma correlação com a toxicidade. Todas as amostras esgotadas de caminhões limpa-fossa apresentaram toxicidade aguda para os três microorganismos Daphnia magna, Daphnia similis e Vibrio fischeri com média de CE50 igual á 54%, 41% 52% respectivamente, sendo todos considerados tóxicos. Com relação à sensibilidade a Daphnia similis foi o organismo que apresentou maior sensibilidade para resíduos sépticos, pois quanto menor o CE50 mais tóxica é a amostra. Pelos resultados obtidos, os resíduos de caminhões limpa-fossa apresentaram toxicidade e não poderiam ser utilizados na agricultura sem um prévio tratamento para a remoção da toxicidade.
26

Contribuição ao estudo da disposição final e aproveitamento da cinza de lodo de estações de tratamento de esgotos sanitários como adição ao concreto

Geyer, Andre Luiz Bortolacci January 2001 (has links)
Com a ampliação dos sistemas de tratamento de esgotos sanitários, que vem ocorrendo no Brasil, surge um problema para o qual ainda não existem soluções definitivas, a forma de disposição final segura dos Lodos Sanitários, que são os resíduos sólidos advindos deste processo. Nesta pesquisa estuda-se as possibilidades de aproveitamento destes resíduos, após serem submetidos à incineração, na industria da construção, especificamente a sua utilização como adição ao concreto, substituindo parte do cimento Portland. Os aspectos estudados compreendem duas fases experimentais: na primeira, realiza-se uma caracterização química, física, morfológica e ambiental do resíduo, onde constata-se que o material apresenta potencial para ser utilizado como adição ao concreto e que, quanto ao aspecto ambiental é classificado como um resíduo não inerte, no qual também encontra-se compostos patogênicos; na segunda fase, estuda-se as possibilidades de utilização deste resíduo em substituição parcial do cimento, na confecção de concreto, verificando-se os efeitos nas propriedades do concreto fresco e endurecido, bem como a capacidade que este material tem em reter de forma segura o resíduo não inerte. Os resultados mostram que a cinza de Lodo pode ser utilizada como adição ao concreto, com efeito predominante de fíler, em percentuais até 20%, em concretos com relação água/aglomerante entre 0,65 e 1,10 Com a/(c+ad) = 0,65 e 0,80 se tem benefícios ambientais com a utilização desta adição, com a/(c+ad) = 0,95 e 1,10 se tem benefícios econômicos, com a redução do consumo de cimento e técnicos, com a melhoria das propriedades mecânicas dos concretos. Conforme os resultados de solubilização, em amostras de concreto, esta matriz é capaz de reter de forma segura os compostos nocivos presentes no resíduo.
27

Avaliação em escala de bancada da eficiência da quitosana e do sulfato de alumínio na remoção de Microcystis aeruginosa e Cylindrospermopsis raciborskii por sedimentação e da liberação e degradação de cianotoxinas em função do tempo de armazenamento do lodo / Bench scale avaliation of the chitosan and aluminum sulphate efficiency in Microcystis aeruginosa and Cylindrospermopsis raciborskii removal and the release and degradation of cyanotoxins due to sludge storage time

Prado, Nielde Souza do 10 October 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2016. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2017-02-15T19:02:04Z No. of bitstreams: 1 2016_NieldeSouzadoPrado_Parcial.pdf: 1046936 bytes, checksum: d7822d35a04701e9f3bac3f256ce6ef1 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2017-03-24T22:54:49Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_NieldeSouzadoPrado_Parcial.pdf: 1046936 bytes, checksum: d7822d35a04701e9f3bac3f256ce6ef1 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-03-24T22:54:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_NieldeSouzadoPrado_Parcial.pdf: 1046936 bytes, checksum: d7822d35a04701e9f3bac3f256ce6ef1 (MD5) / O aumento da ocorrência de Microcystis aeruginosa e Cylindrospermopsis raciborskii em mananciais de abastecimento público brasileiros é preocupante, principalmente devido aos efeitos genotóxicos das toxinas produzidas por esses organismos aos humanos e à biota em geral. A sedimentação apresenta-se pouco eficiente na remoção de cianotoxinas, porém, é efetiva na remoção de células de cianobactérias, se observadas boas condições operacionais. A efetiva remoção de cianobactérias pela sedimentação reflete em maior quantidade de lodo nos decantadores, o qual pode comprometer a qualidade da água clarificada, dada a possibilidade de lise celular e liberação de toxinas. Os poucos estudos existentes sobre a C. raciborskii têm mostrado resultados bastante divergentes quando do uso da sedimentação e coagulantes metálicos para remoção de suas células. A quitosana é um coagulante natural estudado como alternativa aos coagulantes metálicos, porém, são escassos os trabalhos que avaliaram seu emprego na remoção de cianobactérias, especialmente, para remoção de C. raciborskii. Nesse trabalho buscou-se avaliar comparativamente o desempenho da quitosana e do sulfato de alumínio na remoção de células de M. aeruginosa e C. raciborskii pelo processo de sedimentação, bem como a influência desses coagulantes e do tempo de armazenamento do lodo na lise celular, liberação e degradação de microcistinas e cilindrospermopsinas. Para C. raciborskii, ambos coagulantes apresentaram desempenho semelhante, com percentuais de remoção de turbidez e cor aparente acima de 80%, para uma ampla faixa de pH e dosagens de coagulante. Quanto à M.aeruginosa, numa condição de pH e dosagem bastante restrita (pH 7,0 e dosagens entre 1 e 9 mg/L), a remoção de células foi menor com o uso da quitosana (71%), enquanto que o sulfato de alumínio removeu 90% de células em pH entre 5,0 e 6,0 e dosagens acima de 8 mg/L. Os ensaios de armazenamento do lodo evidenciaram concentração apreciável de cilindrospermopsina extracelular no 10º dia, tanto com o uso da quitosana quanto do sulfato de alumínio, não sendo observada degradação dessa toxina, mesmo após decorrido 40 dias de armazenamento. Para M. aeruginosa, observou-se concentração máxima de microcistina extracelular no 3º dia e 100% de degradação no 10º dia, com quitosana. Com sulfato de alumínio, a concentração máxima de microcistina extracelular para a amostra com coagulante se deu no 10º dia, com degradação completa no 20º dia; enquanto que para a amostra sem coagulante, no 5º dia e 10º dia, respectivamente. / The increase in the occurrence of Microcystis aeruginosa and Cylindrospermopsis raciborskii in Brazilian public drinking water sources is concern, mainly due to the genotoxic effects of toxins produced by these organisms on humans and general biota. Sedimentation is not very efficient in the removal of cyanotoxins, however, it is effective in removing cyanobacteria cells, if good operating conditions requirements are met. Effective removal of cyanobacteria by sedimentation reflects a greater amount of sludge in the decanters, which can compromise clarified water quality, given the possibility of cell lysis and release of toxins. The few existing studies on C. raciborskii have shown quite divergent results regarding the use of the sedimentation and metal coagulants for removal of their cells. Chitosan is a natural coagulant studied as an alternative to metallic coagulants, however, there are few studies evaluating its use in the removal of cyanobacteria, especially for the removal of C. raciborskii. This study was to evaluate the performance of chitosan and aluminum sulfate in the removal of M. aeruginosa and C. raciborskii cells by the sedimentation process and to assess the influence of these coagulants and sludge storage time in cell lysis, release and degradation of microcystins and cylindrospermopsins. For C. raciborskii, both coagulants presented similar performance, with turbidity and apparent color removal percentages above 80%, for a wide range of pH and coagulant dosages. Regarding M.aeruginosa, in pH and dosage condition very narrow (pH of 7.0 and dosages between 1 and 9 mg/L), cell removal was lower with chitosan (71%), while aluminum sulfate removed 90% of cells at pH between 5.0 and 6.0 and dosages above 8 mg/L. Sludge storage tests evidenced appreciable concentration of extracellular cylinderspermopsin on the 10 th day, both with the use of chitosan and aluminum sulfate, and it was not observed any degradation of this toxin even after 40 days of storage. With M. aeruginosa, it was observed a maximum concentration of extracellular microcystin on day 3 and 100% of degradation on the 10th day, with chitosan. With aluminum sulfate, the maximum concentration of extracellular microcystin for the sample with coagulant occurred on the 10th day, with complete degradation on the 20th day; whereas for the sample without coagulant, on the 5th day and 10th day, respectively.
28

Biochar e Trichoderma harzianum no controle de Macrophomina phaseolina

Araujo, Alyson Silva de 02 March 2018 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, 2018. / Submitted by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-08-06T18:08:37Z No. of bitstreams: 1 2018_AlysonSilvadeAraujo.pdf: 3066304 bytes, checksum: cf95de43c6b402d277baf1937a0b984f (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-08-08T19:59:39Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2018_AlysonSilvadeAraujo.pdf: 3066304 bytes, checksum: cf95de43c6b402d277baf1937a0b984f (MD5) / Made available in DSpace on 2018-08-08T19:59:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2018_AlysonSilvadeAraujo.pdf: 3066304 bytes, checksum: cf95de43c6b402d277baf1937a0b984f (MD5) Previous issue date: 2018-08-06 / Macrophomina phaseolina é um importante patógeno habitante do solo, associado ao “damping-off” e podridões de raízes e caules em mais de 700 espécies de plantas. O uso de biochar (BCH) de lodo de esgoto, aplicado ao solo, tem despertado interesse em diferentes estudos para o controle de doenças em plantas, proporcionando uma inibição ou mesmo suprimindo fitopatógenos. O controle biológico é evidenciado por ser uma alternativa eficaz para o manejo de diferentes fitopatógenos. Trichoderma é um dos mais estudados e utilizados agentes de biocontrole de doenças vegetais em todo o mundo. O objetivo desse trabalho foi avaliar os efeitos da aplicação ao solo de BCH, Trichoderma harzianum e da associação BCH + T. harzianum sobre M. phaseolina em aspectos agronômicos das culturas de soja, milho, feijão e algodão inoculadas ou não com o fitopatógeno. Foi avaliado o efeito direto de concentrações (0,0; 0,5; 1,0; 2,0; 5,0 e 10,0%) de BCH sobre o crescimento micelial de isolados de M. phaseolina. Foi observado ainda a capacidade de biocontrole por meio do uso do pareamento de cultura (T. harzianum x M. phaseolina) com ou sem biochar. Além disso, foi avaliado o uso de BCH, do T. harzianum, e da associação BCH + T. harzianum em plantas de feijão e soja para controle de M. phaseolina em experimento conduzido em casa de vegetação. Biochar de lodo de esgoto, pirolisado a 500 ºC e utilizado em baixa concentração (0,5%), possui efeito direto no controle in vitro de diferentes isolados de M. phaseolina. No entanto, concentrações mais elevadas do BCH estimulou o crescimento do fungo. Trichoderma harzianum (linhagem 1306) inibiu o crescimento micelial de M. phaseolina, em meio de cultura com ou sem biochar. Macrophomina phaseolina afeta negativamente: (a) a germinação e sobrevivência de plantas de soja e; (b) a germinação, sobrevivência e número de vagens de plantas de feijão comum. O isolado 428 de M. phaseolina reduziu todos os índices agronômicos (germinação, sobrevivência, número de vagens, massa fresca e seca) de plantas de feijão. O uso de BCH aumentou o número de vagens em plantas de soja, inoculadas ou não com M. phaseolina. A associação T. harzianum + BCH de lodo de esgoto aumentou o número de vagens, massa fresca e seca de plantas de feijão, inoculadas ou não com M. phaseolina. / Macrophomina phaseolina is an important soil pathogen, associated with “damping-off” and root and stem rot in more than 700 plant species. The use of biochar (BCH) of sewage sludge applied to the soil, has aroused interest in studies for the control of diseases in plants, providing an inhibition of plant pathogens. Biological control is evidenced as an effective alternative for the management of different phytopathogens. Trichoderma is one of the most studied and used biocontrol agents of plant diseases worldwide. The objective of this work was to evaluate the effects of BCH, Trichoderma harzianum and BCH + T. harzianum on M. phaseolina and on agronomic aspects of soybeans, maize, beans and cotton inoculated or not with M. phaseolina. The direct effect of concentrations (0.0, 0.5, 1.0, 2.0, 5.0 and 10.0%) of BCH on the mycelial growth of M. phaseolina isolates was evaluated. It was also observed the biocontrol capacity using culture pairing (T. harzianum x M. phaseolina) with or without biochar. In addition, the use of BCH, T. harzianum, and the association BCH + T. harzianum in bean and soybean plants were evaluated for M. phaseolina control in a greenhouse experiment. Biochar of sewage sludge, pyrolyzed at 500 ºC and used in low concentration (0.5%), has direct effect on the in vitro control of isolates of M. phaseolina. However, higher concentrations of BCH stimulated fungal growth. Trichoderma harzianum (strain 1306) inhibited the mycelial growth of M. phaseolina, in culture medium with or without biochar. Macrophomina phaseolina negatively affects: (a) the germination and survival of soybean plants, and; (b) the germination, survival and number of pods of common bean plants. Isolate 428 from M. phaseolina reduced all agronomic characteristics (germination, survival, number of pods, fresh and dry mass) of bean plants. The use of BCH increased the number of pods in soybean plants, inoculated or not with M. phaseolina. The association of T. harzianum + BCH of sewage sludge increased the number of pods, fresh and dry mass of bean plants, whether or not inoculated with M. phaseolina.
29

Crescimento e qualidade de mudas florestais produzidas com substratos a base de lodo de esgoto compostado / Growth and developpment of seedlings produced with substrates based on composted sewage sludge

Gabira, Mônica Moreno [UNESP] 21 February 2018 (has links)
Submitted by Mônica Moreno Gabira (monica.gabira@gmail.com) on 2018-04-18T12:38:20Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao_MonicaMG.pdf: 1300547 bytes, checksum: 371e1ccf7c29cbf097c157f094950518 (MD5) / Approved for entry into archive by Maria Lucia Martins Frederico null (mlucia@fca.unesp.br) on 2018-04-18T12:59:31Z (GMT) No. of bitstreams: 1 gabira_mm_me_botfca.pdf: 1201510 bytes, checksum: 4a7564d7219d815e7949fbdca671ea20 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-04-18T12:59:31Z (GMT). No. of bitstreams: 1 gabira_mm_me_botfca.pdf: 1201510 bytes, checksum: 4a7564d7219d815e7949fbdca671ea20 (MD5) Previous issue date: 2018-02-21 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O reaproveitamento de resíduos provenientes do tratamento de esgotos domésticos se faz cada vez mais necessário e a sua utilização no meio agrícola e florestal apresenta-se como uma boa opção de uso deste material. Os objetivos desta pesquisa foram avaliar o crescimento e a qualidade de mudas de três espécies florestais (Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla, Pseudobombax grandiflorum e Cedrella fissilis) produzidas com substratos a base de lodo de esgoto compostado e submetidas a três lâminas de água diárias. Após a avaliação física dos substratos, foram escolhidos aqueles com as características mais favoráveis à produção de mudas florestais, bem como um material comercial usado como testemunha. Cada espécie foi tratada como um experimento, com um delineamento experimental inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x4 (lâminas de irrigação e substratos). Para as espécies nativas, as lâminas de irrigação testadas foram de 6, 9 e 12 mm e para o eucalipto foram de 11, 14 e 17 mm. Foram utilizados um substrato comercial a base de turfa Sphagnum (SC); lodo de esgoto compostado com bagaço de cana-de-açúcar na proporção volumétrica 1:3 (LBC); lodo de esgoto compostado com casca de eucalipto na proporção volumétrica 1:3 (LCE) e lodo de esgoto compostado com bagaço de cana-de-açúcar + lodo de esgoto compostado com casca de eucalipto em proporção volumétrica 2:1 (LBC+LCE). Foram avaliados ao final do ciclo de produção das mudas a altura, diâmetro do colo, massa seca da parte aérea, radicular e total, área foliar, conformação do sistema radicular, índice de qualidade de Dickson, SPAD, conteúdo de nutrientes e fração de lixiviado. Os dados foram submetidos à Análise de Variância, seguida de teste de Scott-Knott quando houve diferença significativa das médias e a correlação de Pearson foi utilizada para os dados de conteúdo de nutrientes. As formulações empregando lodo de esgoto, bagaço de cana e casca de eucalipto mostraram-se viáveis tanto para a produção de mudas de eucalipto como para a produção de mudas das espécies nativas, com manejo hídrico específico para cada formulação e espécie. / The reuse of residues resulting from the treatment of domestic sewage is necessary and the use of this material in agriculture and forestry is a good option. The aims of this research were to evaluate the growth and the quality of seedlings of three species (Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla, Pseudobombax grandiflorum and Cedrella fissilis) produced with substrates based on composted sewage sludge and submitted to three daily water depths. After the physical characterisation of the substrates, those with the best characteristics to seedlings production were selected, as well as a commercial material which was used as a witness. Each species was considered an experiment completely randomized in factorial design 3 x 4 (water depths and substrates). For the native species, the water depths used were 6, 9 and 12 mm and for the Eucalyptus the water depths used were 11, 14 and 17 mm. The substrates used were: commercial substrate based on Sphagnum peat (SC); sewage sludge composted with sugarcane bagasse (1:3 v:v)(LBC); sewage sludge composted with eucalyptus bark (1:3 v:v)(LCE) and sewage sludge composted with bagasse + sewage sludge composted with eucalyptus bark in a volumetric proportion (2:1)(LBC+LCE). At the end of the production cycle of the seedlings the following parameters were evaluated: height, stem diameter, dry mass, leaf area, root system conformation, Dickson quality index, SPAD index, nutrient content and leaching fraction. The data were subjected to analysis of variance followed by Scott-Knott test when there was significant difference of means and Pearson correlation index was used for the nutrient content data. The formulations using sewage sludge, bagasse and eucalyptus bark proved being practicable for both the production of eucalyptus seedlings and native species seedlings, with specific water management for each formulation and species.
30

Avaliação de diferentes lâminas de irrigação com esgoto doméstico tratado no cultivo de melancia (Citrullus lanatus Schrad) no sertão pernambucano

Salgado, Vinicius Couto 09 August 2013 (has links)
Submitted by Daniella Sodre (daniella.sodre@ufpe.br) on 2015-04-10T13:58:41Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇÃO Vinícius Couto Salgado.pdf: 2173783 bytes, checksum: 7bce112ada8db49b62edfba72d2e51b4 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-10T13:58:41Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) DISSERTAÇÃO Vinícius Couto Salgado.pdf: 2173783 bytes, checksum: 7bce112ada8db49b62edfba72d2e51b4 (MD5) Previous issue date: 2013-08-09 / CNPq; FACEPE; CAPES / A busca progressiva por água de boa qualidade para suprir as atividades dos usos preponderantes como, por exemplo, o consumo e higiene humana e o aumento dos impactos ambientais causados pelo lançamento de esgotos domésticos sem tratamento nos corpos d’água, tornam o reúso agrícola de esgoto doméstico tratado, uma alternativa viável para estes problemas, além de proporcionar a ciclagem de nutrientes, melhorias das características físico-químicas do solo e redução de organismos patogênicos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade do reúso de esgoto doméstico tratado, em reator do tipo UASB, para fins agrícolas. Foram analisadas quatro lâminas de irrigação que corresponderam aos tratamentos: T1 (50%); T2 (75%); T3 (100%) e T4 (125%). As diferentes lâminas foram calculadas com base na evapotranspiração da cultura (ETc) da melancia (Crimson Sweet), estimada pelo método do Tanque Classe A e baseada nos dados da estação meteorológica, instalada próximo a área do projeto. O estudo foi realizado no sertão pernambucano em região de clima semiárido e em solo arenoso do tipo Neossolo Quartzarênico com 4% de declividade, em duas situações: em consórcio com o cultivo da manga e sem consórcio, ambas no período seco. Também foram realizadas análises físico-químicas, bacteriológicas e parasitológicas do efluente bruto e tratado; e análises químicas do solo. A temperatura média do ar durante o primeiro plantio foi de 25,7 °C e precipitação acumulada de 15 mm; para o segundo plantio foi de 28,39 °C e de 56,2 mm, respectivamente. Os resultados das análises do efluente tratado indicaram conformidade com a maioria das recomendações para a aplicação agrícola, devendo-se ter cautela com o N-NH4+, DBO e CF que ultrapassaram os limites recomendados. Não foi necessária a correção da acidez do solo. Pelos métodos utilizados não foram detectados metais pesados, e as concentrações dos demais metais não foram detectadas em níveis tóxicos para as plantas no esgoto tratado, assim como não houve detecção de ovos de helmintos, no efluente e nem nas melancias. O efluente tratado oferece risco de entupimento para as concentrações de SST e Fe encontradas, mas não a saúde. O tratamento que apresentou o melhor retorno econômico foi o T4 (125%), com produtividade média de 30,86 t ha-1 e peso médio de 7,20 kg, para plantio sem consórcio, constituindo-se a melhor alternativa para esse estudo, embora o melhor resultado dos sólidos solúveis totais tenha sido com o tratamento T3 (100%) com 8,73 °Brix, também para o segundo plantio. Conclui-se que o reúso com efluente anaeróbio é recomendado, desde que sejam tomadas certas precauções quanto ao N-NH4+ e aos coliformes.

Page generated in 0.0693 seconds