• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 18
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 20
  • 20
  • 10
  • 6
  • 6
  • 5
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Menino de Engenho e a dialética de uma literatura que se autoquestiona

Brito, Antonio Cezar Nascimento de 02 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, 2008. / Submitted by Ruthléa Nascimento (ruthlea@bce.unb.br) on 2008-10-30T17:26:09Z No. of bitstreams: 1 2008antoniocezarnascimentodebrito.pdf: 821812 bytes, checksum: 88d3d5c39844ed840e09144b83bd185a (MD5) / Approved for entry into archive by Georgia Fernandes(georgia@bce.unb.br) on 2009-01-27T10:29:52Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008antoniocezarnascimentodebrito.pdf: 821812 bytes, checksum: 88d3d5c39844ed840e09144b83bd185a (MD5) / Made available in DSpace on 2009-01-27T10:29:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008antoniocezarnascimentodebrito.pdf: 821812 bytes, checksum: 88d3d5c39844ed840e09144b83bd185a (MD5) / O presente trabalho é um estudo sobre o romance Menino de engenho, de José Lins do Rego, sob a perspectiva da crítica histórico-materialista, que tem como pressuposto a leitura da obra literária como representação do Brasil, em que as contradições históricas que acompanham a formação do país são apreendidas e internalizadas esteticamente na forma literária. A hipótese que norteia essa pesquisa centra-se na mudança de posição do narrador do romance que, em um movimento de aproximação e distanciamento entre aquele que narra e o seu eu narrado e entre o narrador e a matéria da narrativa, remete a um movimento dialético da formação do Brasil, marcado por contradições histórico-sociais que caracterizam a condição de país subdesenvolvido. Para desenvolvermos essa hipótese, partimos da contextualização do chamado ciclo da cana-de-açúcar , do qual Menino de engenho é o primeiro romance, procurando demonstrar como as contradições da formação histórica do país são internalizadas pelo escritor com base em um programa que norteou a produção do romance na década de 1930. Em seguida, analisamos a estrutura do romance, a formação do narrador e a maneira como a narrativa é elaborada, evidenciando o conflito entre o narrador e a matéria narrada e o movimento dialético de aproximação e distanciamento entre o narrador Carlos de Melo e o menino Carlinhos que vivenciou a matéria de que se compõe a narrativa. Investigamos a relação entre o personagem e o narrador a partir da concepção do narrador como representante daquele que, por não poder se auto-representar, lhe outorga o poder de representação. Como o personagem representado é um outro em relação ao narrador, a representação não é possível de ser efetivada de todo porque não é isenta de um posicionamento de classe. Abordamos ainda, nesse capítulo, o problema do autoquestionamento literário, em que a literatura, ao voltar-se para si mesma, se configura como espaço de lutas discursivas. Dessa maneira, em Menino de engenho, a literatura volta-se sobre si para se questionar sobre sua forma de representar aqueles que não podem se auto-representar. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This thesis investigates the Menino de engenho novel written by José Lins do Rego. The study was draw on the historical−μaterialist criticisμ perspective which presupposes the literary work as a representation of Brazil where the historical contradictions through out the country developμent are stored and internalized aesthetically as literary. The hypothesis that guides this research is focused on the changing position of the novel narrator who, in a μoveμent of rapprocheμent and distance between that who tells the story and his I−narrated and also between the narrator and the narrative μatter, refers to a dialectic μoveμent of the Brazil s forμation μarked by historical and social contradictions that characterize the condition of an undeveloped country. In order to check this hypothesis, we considered first the contextualization of the so−called sugar cane cycle , where Menino de engenho is the first novel. We atteμpted to show how the contradictions froμ the country historical forμation are internalized by the writer based on a prograμ which guided the production of the novel in the 1930 s. After that we analyzed the structure of the novel, the narrator forμation and how the narrative is developed, highlighting the conflict between the narrator Carlos de Melo and the boy called Carlinhos who lived in the μatter that coμposes the narrative. We investigated the relationship between the character and the narrator froμ the narrator conception as a representative of that who can not be self−represented, and as a consequence he gives this power to the narrator. As the character represented in the novel is another one in relation to the narrator, the representation is not possible to be done as a whole because it is not free froμ a class position. Furtherμore, we also approached in this chapter, when the literature is turned to itself it sets a space of discursive struggles coμμitted with the explorations of popular classes. Thus, in Menino de engenho, the literature turns to itself in order to question about a way to represent those who can not be self−represented.
2

A tela de Caronte : travessia do sujeito de linguagem na narrativa cinematográfica

Rodrigues, Maysa Puccinelli Victor 10 August 2017 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, Université Nice Sophia Antipolis, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2017-10-19T20:40:49Z No. of bitstreams: 1 2017_MaysaPuccinelliVictorRodrigues.pdf: 3307854 bytes, checksum: dcd661fba33ba1c5db444d9bf19f762d (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2017-10-31T15:20:48Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_MaysaPuccinelliVictorRodrigues.pdf: 3307854 bytes, checksum: dcd661fba33ba1c5db444d9bf19f762d (MD5) / Made available in DSpace on 2017-10-31T15:20:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_MaysaPuccinelliVictorRodrigues.pdf: 3307854 bytes, checksum: dcd661fba33ba1c5db444d9bf19f762d (MD5) Previous issue date: 2017-10-31 / A partir das contribuições de S. Freud e Lacan, propomos uma investigação psicanalítica acerca dos estilos narrativos moderno e clássico, pensados, sobretudo, no âmbito da produção cinematográfica. Escolhemos como nascedouro de nossa travessia uma paragem composta pelas principais narrativas inventadas pelo ser falante, situadas nos confins míticos da ciência e religião. Encontramos no cerne de ambas uma ressonância viabilizada pelo caráter pulsional escópico e invocante, demarcando, para além da imagem e da linguagem, o empuxo do homem à equivocação. Assim, buscamos averiguar as injunções da fantasia como construção que não elimina, mas antes sim, equivoca a angústia de castração. Em função disso, encontramos as coordenadas de algo situado além do princípio do prazer, que nos servirá de base para a construção de um operador teórico formado partir da aglutinação significante das palavras francesas jeu e jouissance. Nossa palavra-valise – “la jeuïssance” – nos permitirá articular o gozo do sujeito de linguagem à produção narrativa. Serão evocadas as categorias de gozo engendradas triskel lacaniano, quais sejam: gozo do Outro, gozo do sentido e gozo fálico; articulado sob a lógica borromeana com as produções narrativas: moderna, clássico-artística e clássico-industrial. Com a montagem de nosso triskel, identificamos na figura do trompe-l’oeil a função de objeto pequeno a no campo narrativo. Finalmente, nos dedicaremos à aplicação deste operador tripartido em dois filmes inscritos nos arautos do moderno – Persona, I. Bergman; e do clássico-artístico – La vie d’Adèle. Por nossa travessia dos ínferos psicanalíticos, acreditamos ter encontrado na figura da jeuïssance um dispositivo para análise narrativa, composto estritamente de material psicanalítico. Assim, em qualquer produção narrativa do sujeito de linguagem, estejam elas enterradas na suposta terra-firme da ciência ou religião, bem como por sobre a areia movediça das artes, este tripé psicanalítico nos fará alcançar um campo para além do princípio do prazer. / This extended summary originates from the thesis "The screen of Charon: the crossing of the subject of language in the cinematographic narrative" carried out under collaboration between the universities of Brasília, Brazil, and Nice Sophia Antipolis, Fance. It is a synthesis of psychoanalytic investigation concerning two narrative styles: modern and classical. First and foremost, they are concerned with film production. In this report we discuss the issue of pleasure from the amalgam formed by the French words “jeu” (game, play) and “jouissance” (the act of experiencing pleasure). Thus, our “mot-valise” "jeuïssance" (“playsure”) will allow us to articulate the experience of pleasure undergone by the subject of language with the narrative production. The categories created in the Lacanian Triskel will be evoked, namely: the pleasure of the Other, the pleasure of meaning and the pleasure of the Phallic. They are articulated on a borromean logic with modern, classical and classical-industrial narrative productions. By creating our triskel, we identify, in the figure of the trompe-l'oeil, the function of the small object as the narrative field. By crossing the Lacanian inferos, we believe to have found in the figure of “playsure” a device for analyzing narration, composed exclusively of psychoanalytic material. Thus, in any narrative production of a subject of language, narratives are either buried in the supposed firm land of science or religion or in the moving sands of the arts. This psychoanalytic journey will take us far beyond the principle of pleasure. / Ce résumé étendu prend son origine a par tir dela thèse “L'écran de Charon: la traversée du sujet du language dans la narration cinématographique” réalisée en régime de cotutelle entre les universités de Brasília, Brésil, et Nice Sophia Antipolis, Fance. Il s'agit d'une synthèse de l'investigation psychanalytique concernant deux styles narratifs: moderne et classique. Ils sont pensés, avant tout, par raport la production cinématographique. Dans le présent rapport, nous discutons de la question de la jouissance à partir de l'amalgamme signifiant des mots français jeu et jouissance. Ainsi, notre mot-valise - “la jeuïssance” - nous permettra d'articuler la jouissance du sujet du language à la production narrative. Il sera évoqué les catégories engendrées dans le Triskel lacanien, à savoir: la jouissance de l'Autre, la jouissance du sens et la jouissance Phallique. Elles sont articulées sur la logique borroméenne avec les productions narratives moderne, classique et classique-industrielle. Avec un montage de notre triskel, nous identifions dans la figure du trompe-l'oeil la fonction de l'objet petit a du champs narratif. Pour notre traversée des inferos lacaniens, nous pensons avoir trouvé dans la figure de jeuïssance un dispositif pour analyser la narration, composé exclusivement de matériel psychanalytique. Ainsi, dans n'importe quelle production narrative du sujet de language, les narrations sont enterrées dans la supposée terre-ferme de la science ou de la religion, ou bien dans les sables mouvants des arts. Ce voyage psychanalytique nous fera atteindre un champs bien delà du principe du plaisir.
3

Analise de alguns componentes da narrativa

Carvalho, Jose Augusto 14 July 2018 (has links)
Orientador : Brian Franklin Head / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas, Instituto de Estudos da Linguagem / Made available in DSpace on 2018-07-14T15:42:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Carvalho_JoseAugusto_M.pdf: 5162370 bytes, checksum: 302fa7467a3196551ef778b7e29c027d (MD5) Previous issue date: 1975 / Resumo: O presente trabalho visa a aplicar em narrativas orais de informantes brasileiros a perspectiva de analise formulada por Labov e Wlaletzky em 1967, e retomada depois por Labov, em 1972. Uma ênfase especial será dada à avaliação, por representar uma atitude do narrador em relação à propria narrativa ou a uma parte dela, e as observações resultantes deste enfoque serão estendidas tanto quanto possível, a narrativas de ficção.Também será analisada a coda, que não mereceu daqueles autores uma abordagem mais específica, e que classificaremos tendo em vista, além das narrativas orais que compõem o "corpus¿ deste estudo, os contos de Machado de Assis incluídos no segundo volume da coletânea ¿Relíquias da Casa Velha¿ / Abstract: Not informed / Mestrado / Mestre em Linguística
4

Sobre os usos linguísticos de homens e mulheres : compreendendo a relação entre preposições e estilo /

Bueno, Letícia Cordeiro de Oliveira. January 2019 (has links)
Orientador: Rosane de Andrade Berlinck / Banca: Ronald Beline Mendes / Banca: Juliana Bertucci Barbosa / Banca: Caroline Carnielli Biazolli / Banca: Angélica Rodrigues / Resumo: O propósito desta tese é averiguar a relação existente entre as noções de estilo e de sexo/gênero e a variação linguística, por meio da análise de cartas de leitores de revistas masculinas e femininas. Para isso, observa-se o emprego das preposições a, até, em e para nas cartas das revistas brasileiras NOVA e Men's Heatlh e das revistas portuguesas Cosmopolitan e Men's Health. Desenvolve-se um estudo descritivo-comparativo entre o português brasileiro (PB) e o português europeu (PE), fundamentado nos pressupostos teórico-metodológicos da Teoria da Variação e Mudança Linguísticas (WEINREICH, LABOV, HERZOG, 1968; LABOV 1972, 1994, 2001), e em conceitos relativos a estilo (BIBER e CONRAD, 2009, ECKERT, 2000, 2001, 2003, 2008, 2016; IRVINE, 2001; LABOV, 2001a; PODESVA, 2007a, 2007b, 2011; OCHS, 1992), sexo/gênero (BUTLER, 2016; FREITAG, 2015; MENDES, 2011, 2012, 2018), identidade (BATTISTI, 2014; MENDOZA-DENTON, 2003; WOODWARD, 2014), normas linguísticas (COSERIU, 1979[1952]; BAGNO, 2003, 2011, 2012; FARACO, 2008, 2011, 2012) e gênero textual (BAKHTIN,1995, 2003; MARCUSCHI, 2002, 2007; BAZERMAN, 2007 e MARINE, 2009). A análise das cartas se dá com base em duas estratégias: (i) análise quantitativa, em que se considera a variação de preposições em situação de complementação verbal (MOLLICA, 1996; BERLINCK, 2001; GUEDES e BERLINCK, 2003; TORRES-MORAIS e BERLINCK, 2006, 2007, 2009; BERLINCK, 2011; BUENO, 2014) e (ii) análise estilística que focaliza os traços linguísticos, extraling... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The aim of this work is to investigate the relationship between the notions of style and sex/gender and linguistic variation, through the analysis of letters from readers of men's and women's magazines. For this, the use of prepositions a, até, em and para in the letters of the Brazilian magazines NOVA and Men's Health and in the Portuguese magazines Cosmopolitan and Men's Health is observed. It was developed a descriptive-comparative study between the European Portuguese (EP) and the Brazilian Portuguese (BP), founded in the theoretical-methodological assumptions of the Theory of Variation and Linguistic Change (WEINREICH, LABOV, HERZOG, 1968; LABOV 1972, 1994, 2001) and in concepts related to style (BIBER and CONRAD, 2009, ECKERT, 2000, 2001, 2003, 2008, 2016; IRVINE, 2001; LABOV, 2001a; PODESVA, 2007a, 2007b, 2011; OCHS, 1992), sex/gender (BUTLER, 2016; FREITAG, 2015; MENDES, 2011, 2012, 2018), identity (BATTISTI, 2014; MENDOZA-DENTON, 2003; WOODWARD, 2014), linguistic norms (COSERIU, 1979[1952]; BAGNO, 2003, 2011, 2012; FARACO, 2008, 2011, 2012) and textual genres (BAKHTIN,1995, 2003; MARCUSCHI, 2002, 2007; BAZERMAN, 2007 e MARINE, 2009). The analysis of the letters is based on two strategies: (i) quantitative analysis, which considers the variation of prepositions in situations of verbal complementation (MOLLICA, 1996; BERLINCK, 2001; GUEDES and BERLINCK, 2003; BERLINK, BERLINK, 2011, BUENO, 2014) and (ii) stylistic analysis that focuses on the linguistic, extralinguisti... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
5

Representação e resistência : a ditadura militar brasileira em Avalovara (1973), de Osman Lins

Baptista, Cauê Augusto Maia January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Teoria Literária e Literaturas, 2013. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2014-01-15T10:40:31Z No. of bitstreams: 1 2013_CaueAugustoMaiaBaptista.pdf: 712453 bytes, checksum: aa2b0f4e2224ec2457d17ec89288c38d (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2014-02-10T14:04:25Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_CaueAugustoMaiaBaptista.pdf: 712453 bytes, checksum: aa2b0f4e2224ec2457d17ec89288c38d (MD5) / Made available in DSpace on 2014-02-10T14:04:25Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_CaueAugustoMaiaBaptista.pdf: 712453 bytes, checksum: aa2b0f4e2224ec2457d17ec89288c38d (MD5) / A presente dissertação propõe a análise dos recursos estilísticos e narrativos utilizados na representação da ditadura militar brasileira no romance Avalovara (1973), em que Osman Lins condensa toda sua força criadora e sua postura crítica, na realização de obra que homenageia o rigor do ordenamento cósmico, sem abrir mão do compromisso ético de resistência à opressão de seu tempo histórico. Servirão de bússola para esta investigação as funções textuais do ser sobrenatural Iólipo, mais completa alegoria da opressão e da esterilidade militares. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This paper proposes the analysis of stylistic and narrative resources used in the representation of the Brazilian military dictatorship in the novel Avalovara (1973), in which Osman Lins condenses all his creative power and his critical stance, in performing work that honors the rigor of cosmic ordering, without giving up the ethical commitment of resistance to the oppression of his historical time. Serve as a compass for this investigation the textual functions of the supernatural being Iólipo, the more complete allegory of oppression and military sterility.
6

O trem do sertão : as primeiras estorias e a sabedoria chinesa

Castro, Antonio Carlos Drummond Monteiro de 26 July 2018 (has links)
Orientador: Suzi Frankl Sperber / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem / Made available in DSpace on 2018-07-26T09:14:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Castro_AntonioCarlosDrummondMonteirode_M.pdf: 41931109 bytes, checksum: 47ad5a6e8b38a5fa134d534a75064490 (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: Estudo da sabedoria chinesa em Primeiras Estórias a partir de elementos de linguagem que, devidamente avaliados, constituem o ponto nevrálgico da trama e da cosmovisão da obra. Fazendo-se sentir por todos os seus poros -léxicos, sintáticos e poéticos - embora hegemônica, o livro não se restringe àquela sabedoria. Seguindo a tradição crítica, o autor indica, na Introdução, pontos distintivos e de contacto no profundo e constante diálogo com religiões como o cristianismo e o budismo, outras filosofias como o existencialismo, o platonismo e mesmo a sabedoria pré-socrática. Diferenças e semelhanças incidem decisivamente no estilo utilizado pelo escritor mineiro. o "foco narrativo", constituinte do olhar infantil, articula a fatura da prosa poética e da cosmovisão e, portanto é o elemento dinamizador e de descanso propagado pelo "amarelinho" - jeito carinhoso de Guimarães Rosa denominar Primeiras Estórias. As estórias escolhidas para exame procuram revelar a estruturação da obra e os principais temas narrativos: a constituição e construção do novo homem, o governo dos "homens verdadeiros", a transitoriedade da vida e a superação do medo, a graça e a predestinação, o encanto infantil. Finalizando, o texto procura amarrar pontos e aspectos revelados sem transformá-Ios em nós, porque as estórias roseanas indicam o eterno refazer da vida e não se estaria fazendo jus a elas concluir a dissertação de modo axiomático / Abstract: This study delineates, through the analysis of the language that form the nexus of the work, the presence of a tradicional Chinese Weltanschauung in Guimarães Rosa's Primeiras Estórias. Within the history of criticism the worl has received, these elements - lexical, syntactic or poetic - that permeate the work enter into dialogue with religious systems (Christianity and Buddism), and Pre-Socratic, Platonic and Existencial outlook also present in the stories, style ultimately being a product of similarities and differences among these elements. The narrative focus, constituting a childlike way of seeing, articulates dynamic and static elements from the poetic prose and Weltanschauung of' amarelinho [little yellow book]', Guimarães Rosa's affectionate way of referring to Primeiras Estórias. The stories chosen for analysis reveal the overall structure of the work and its principal narrative themes: the constitution and creation of New Man, the govemment of 'authentic men', the transitory nature of life, grace and predestination, childlike wonder and the overcoming of fear. The dissertation attempts to finalize specific points or aspects exposed by the analysis without transforming these into conundrums. Rosa' s stories indicate an Eternal recycling of life. Thus, it would be ill-advised to have concluded the dissertation in an axiomatic fashion / Mestrado / Mestre em Teoria e História Literária
7

"E aí" :as crianças escrevem- reflexões a partir da escrita na escola /

Pering, Marili, Souza, Osmar de, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Educação. January 2007 (has links) (PDF)
Orientador: Osmar de Souza. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação.
8

Citações no vestibular da FUVEST : a apropriação da palavra do outro e argumentação /

Sanches, Isabela Canella. January 2018 (has links)
Orientador: Marina Célia Mendonça / Banca: Assunção Aparecida Laia Cristovão / Banca: Jauranice Rodrigues Cavalcanti / Resumo: Esta proposta de pesquisa está embasada nos estudos bakhtinianos do discurso. De acordo com Bakhtin, pode-se depreender que em todo enunciado há diálogo, ou seja, todo enunciado apresenta uma relação de sentido com outro enunciado, e esse é o princípio do dialogismo. Entendemos que todo discurso é constituído considerando o discurso do outro, estabelecendo, assim, relações de sentido. Destarte, todos os enunciados são dialógicos, sendo todo discurso ocupado pelo discurso alheio. A partir disso, analisamos o aparecimento da palavra do outro nas redações do vestibular da FUVEST, mais especificamente na forma de citações. Focamos nosso estudo na observação do aparecimento de citações nas melhores redações da FUVEST nos anos de 2000, 2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011 e 2012. Em seguida, após o levantamento desses dados, procuramos entender de que modo foi feita a apropriação da palavra do outro, ou seja, se por meio do discurso direto ou indireto. Para isso, utilizamos os escritos do Círculo de Bakhtin concernentes ao discurso de outrem e sobre as questões de estilo. Nesse sentido, este trabalho justificou-se pela necessidade de descobrir de que maneira as citações aparecem nas melhores redações da FUVEST. Além disso, ainda pensando na constituição dialógica do sujeito, utilizamos escritos sobre a relação constitutiva entre leitura e escrita e como essa relação influi na elaboração do conteúdo citado pelo candidato. Como resultado, entendemos, a partir da... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: This research proposal is based on Bakhtin's discourse studies. According to Bakhtin, it can be deduced that in every statement there is dialogue, that is, every statement presents a relation of meaning to another statement, and this is the principle of dialogism. We understand that every discourse is constituted considering the discourse of the other, thus establishing relations of meaning. Thus, all statements are dialogic, and every discourse is occupied by the discourse of others. From this, we analyze the appearance of the word of the other in the writing test from FUVEST entrance exam, more specifically in the form of quotations. We focused our study on the observation of quotations in the best compositions of FUVEST in the years 2000, 2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, and 2012. Then, after the survey of these data, we try to understand how the appropriation of the word of the other was made, that is, whether through direct or indirect discourse. For this, we use the writings of the Circle of Bakhtin concerning the discourse of others and about questions of style. In this sense, this work is justified by the need to find out how quotations appear in the best writings tests from FUVEST. In addition, still concerning the individual's dialogic constitution, we used works about the constitutive relationship between reading and writing and how this relationship influences the elaboration of the content quoted by the candidate. As a result, we unders... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
9

A lucidez imperfeita : ensaio sobre Freud como escritor

Carone, André Medina 17 March 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2016-06-02T20:12:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 1809.pdf: 1304342 bytes, checksum: 07bdec41ee8d50a5aecfeab2c2c5ac01 (MD5) Previous issue date: 2008-03-17 / Financiadora de Estudos e Projetos / Não consta
10

A escrita unificadora de Osman Lins

Andrade, Ricardo 31 March 2017 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2017-06-08T21:03:16Z No. of bitstreams: 1 2017_RicardoAndrade.pdf: 45228345 bytes, checksum: b381fe91aae67a11c65560190cd2522d (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2017-06-20T17:38:41Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_RicardoAndrade.pdf: 45228345 bytes, checksum: b381fe91aae67a11c65560190cd2522d (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-20T17:38:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_RicardoAndrade.pdf: 45228345 bytes, checksum: b381fe91aae67a11c65560190cd2522d (MD5) Previous issue date: 2017-06-20 / O objetivo maior desta dissertação é apresentar e constatar a concepção e os procedimentos da escrita de Osman Lins, em seu romance Avalovara, representação da plenitude de seu engenho espiritual, como os de uma obra cosmogônica e unificadora: a defesa do ofício do escritor, da tendência de uma arte sem fronteiras, mesclada a outras, e da inclinação ornamental, privilegiando a alegoria por intermédio da união binária de mecanismos poéticos e retóricos, da junção de ficção, tempo histórico e reflexão teórica, narrativa, realidade e especulação filosófica, figuração e sentido próprio, numa rede infinita de significados ubíquos e isotópicos. Os recursos teóricos predominantes constam das reflexões do próprio autor, contidas em Guerras Sem Testemunhas e em entrevistas publicadas em Evangelho na Taba, dos estudos sobre alegoria e ornamentações retóricas, de João Adolfo Hansen, e dos simbolismos livrescos e da escrita, considerados, na perspectiva do trabalho, também como alegóricos, e ainda de aspectos da literatura europeia e da Idade Média Latina, analisados por Ernst Robert Curtius. A exposição da formulação estética de Osman Lins, abordada inicialmente, é relacionada às caracterizações de alegoria, expostas por João Adolfo Hansen, em suas configurações criativas e interpretativas e na designação de sua tipologia, sendo comparadas com diversas formas figuradas ao longo da Idade Média latina e europeia, através do estudo de E. R. Curtius. A escrita osmaniana é, assim, apresentada em conexão com a tradição literária ocidental, em sua exuberância engenhosa e em suas relações sagradas e míticas, revelando-se como forma privilegiada de conhecimento. / The main goal of this research is to verify concepts and procedings in Osman Lins’ writting on his novel Avalovara, which represents the fullness of his spiritual inventiveness, like the ones of a cosmogonic and unifying work: a defense of the writer’s labor, the tendency of an art with no boundaries, mingled with other kinds of art, and the ornamental inclination, giving priority to allegory through the binary gathering of poetic and rethorical mechanisms of bringing together fiction, historical time, theoretical thinking, narrative, reality, philosophical speculation, figuration, and proper sense in an infinite net of ubiquitous and isotopic meanings. The predominant theoretical resources are the novelist’s own ideas showed on Guerra sem Testemunhas and on some interviews on Evangelho na Taba, researches about allegory and allegorical ornamentaion by João Adolfo Hansen, taking for granted the writting and bookish symbolism considered also as allegorical in our research, besides some aspects on European literature and Latin Middle Ages analysed by Ernst Robert Curtius. The presentation of Osman Lins’ aesthetic formulation, at the beggining of this research, is related to allegory’s chacarcterizations in creative and interpretative features showed by João Adolfo Hansen which are compared to different forms represented during Latin Middle Ages according to E. R. Curtius’s studies. The osmanian writting is, thus, presented in its exuberance inventiveness and its mystical and sacred relations in connection with the western literary tradition, what gives chance to such writting reveal itself as a privileged form of knowledge.

Page generated in 0.0974 seconds