• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 142
  • 1
  • Tagged with
  • 144
  • 60
  • 45
  • 30
  • 27
  • 25
  • 22
  • 22
  • 20
  • 20
  • 20
  • 20
  • 19
  • 18
  • 18
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Implicações da atividade extrativista sobre a estrutura populacional, densidade e viabilidade do banco de sementes de Syagrus coronata (Mart.) Beccari.

Silva, Emanuela Guirra 22 August 2013 (has links)
Submitted by Mendes Eduardo (dasilva@ufba.br) on 2013-07-18T00:57:56Z No. of bitstreams: 1 Dissertação E. Guirra.pdf: 534784 bytes, checksum: 4b3d4c3ad529c684dfb1e28d51d96bdd (MD5) / Approved for entry into archive by Alda Lima da Silva(sivalda@ufba.br) on 2013-08-22T22:43:21Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação E. Guirra.pdf: 534784 bytes, checksum: 4b3d4c3ad529c684dfb1e28d51d96bdd (MD5) / Made available in DSpace on 2013-08-22T22:43:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação E. Guirra.pdf: 534784 bytes, checksum: 4b3d4c3ad529c684dfb1e28d51d96bdd (MD5) / A família Arecaceae C. H. Schutz-Schultzenberg abrange atualmente 200 gêneros, aproximadamente 2.800 espécies (Medeiros-Costa, 2002) e compreende as plantas popularmente conhecidas como palmeiras. Originárias da América do Sul, apresentam distribuição pantropical, acompanhada de grande variedade morfológica. Nas florestas dos neotrópicos, o grupo destaca-se em termos de diversidade, abundância e riqueza. Nesses ambientes, as palmeiras são bem representadas tanto na composição estrutural quanto funcional dos habitats (Bernacci et al, 2008). No século XVIII, Humboldt ao viajar pela região neotropical, chama a atenção para a íntima relação existente entre os índios Guaraon e Mauritia flexuosa L., a palmeira buriti (Balick, 1984). Esta relação poderia ser explicada pela variedade de produtos obtidos a partir dessa planta, que estão distribuídos entre diversas categorias de uso como alimentação, forragem, medicinal, construção, artesanal e paisagístico. Órgãos reprodutivos quanto vegetativos das palmeiras são aproveitados como produtos florestais não-madeireiros (PFNMs), os quais apresentam-se como alternativa sustentável ao uso dos solos, já que sua exploração não exige prática de corte ou queima da vegetação, como geralmente acontece na agricultura convencional (Sampaio, 2008) . Uma grande diversidade de espécies nativas de Arecaceae pode ser encontrada no Brasil, o qual se destaca pelo importante uso comercial e de subsistência, tanto de produtos processados como in natura. Na flora da Bahia, encontram-se registrados 15 gêneros, sendo 8 espécies encontradas no semiárido (Noblick,1991). Todas elas apresentam importância na economia local, destacando as espécies Syagrus coronata (Mart.) Beccari, popularmente conhecido como licurí, e Syagrus vagans (Bond.) Haweker, o licurioba. Essas duas espécies juntas respondem por 90% dos recursos econômicos gerados a partir do extrativismo de palmeiras, para a população da caatinga (Bondar 1939a, Noblick 1986,Crepaldi 2001). O licurí é uma palmeira nativa de região semiárida com distribuição que vai do norte de Minas Gerais, Bahia, Sergipe, Alagoas até o sul de Pernambuco, limitada a oeste pelo rio São Francisco, ocorre na vegetação da caatinga e matas semidecíduas, bem como na transição com a restinga e cerrados (Noblick,1991; Lorenzi et al., 2004). A primeira referência de sua importância econômica para comunidades tradicionais foi citada por Sousa em 1587 no Tratado descritivo do Brasil. Recentemente em levantamento etnobotânico, realizado no estado de Pernambuco junto à tribo Fulni-ô, verificou-se que o licurí apresenta treze formas de usos distribuídos nas categorias tecnologia e construção. As folhas são as principais matérias primas, usadas na confecção de artesanato e representam importante fonte de renda para essa comunidade indígena (Silva, 2003). Muitos autores concordam que o conhecimento tradicional das comunidades humanas é importante na conservação dos ecossistemas; visto que, geralmente, estas comunidades frequentemente preocupam-se com a renovação dos recursos explorados (Albuquerque, 2001). No entanto, em casos como o da comunidade indígena Fulni-ô, as alterações introduzidas no habitat, associadas aos muitos tipos de exploração desordenada, têm impactado populações locais de algumas espécies vegetais como o licurí (Rufino, 2007), o que tem levado esse grupo indígena a comprar folhas dessa palmeira, oriundas do estado de Alagoas, para confecção do artesanato (Silva, 2003). A sobrevivência de indivíduos em estádio reprodutivo é o parâmetro demográfico que mais influencia o crescimento populacional de espécies com ciclo de vida longo, como é caso do licurí (Silvertown et al., 1993;Menges & Quintana –Ascencio, 2004; Adams et al., 2005). Visto que, é a produção de frutos que mantém o banco de sementes e variabilidade genética da espécie. Em áreas de intenso extrativismo, o processo reprodutivo pode ser afetado diretamente, pela retirada dos frutos e inflorescências, ou indiretamente, pela retirada de órgãos vegetativos como folhas e raízes. Os efeitos podem ser observados na redução da produtividade primária, na alteração dos ciclos de reprodução ou de recrutamento. Assim, é esperado que nas proximidades das comunidades extrativistas a proporção de indivíduos adultos seja superior às outras fases do desenvolvimento, visto que a coleta de frutos ou órgão vegetativos pode afetar negativamente estabelecimento de indivíduos jovens. O presente trabalho objetiva inventariar o conhecimento tradicional e avaliar as possíveis implicações da atividade extrativista sobre a estrutura populacional, densidade e viabilidade das sementes do solo de Syagrus coronata ( Mart.) Beccari em uma região de caatinga. / Salvador
2

O extrativismo de açaí (euterpe precatoria mart.) e os sistemas produtivos tradicionais na terra indígena Kwatá-Laranjal, Amazonas

Zanatta, Gabriel Vargas 05 October 2012 (has links)
Submitted by Gizele Lima (gizele.lima@inpa.gov.br) on 2016-08-30T18:38:35Z No. of bitstreams: 2 O extrativismo de açaí na TI Kwatá-Laranjal.pdf: 1346795 bytes, checksum: 92f82fc1d6bd0197e557b833d54753c7 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2016-08-30T18:38:35Z (GMT). No. of bitstreams: 2 O extrativismo de açaí na TI Kwatá-Laranjal.pdf: 1346795 bytes, checksum: 92f82fc1d6bd0197e557b833d54753c7 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2012-10-05 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / This study is an extraction of the açaí crop in Indigenous Kwata-Orangery with the look on the routine extraction worker. How it works? What cultural aspects are involved in the activity? As distributes its workforce between production systems? People Munduruku and Sateré-Mawé of Indigenous Kwata-Orangery practice the extraction of acai for commercial purposes and are inserted in indigenous extension actions promoted by the State of Amazonas in Indian Agriculture Program of the Secretary of Rural Production (SEPROR). By tracking the 15 Extractive acai work in five villages of IT Kwata-Orangery in 2011 were measured productivity, efficiency and operating income areas, working groups and extractive individuals. productive aspects of açaizeiros and Allometric relations in production were calculated. Daily collection income, the prices, marketed production volume and market some peculiarities in the region were observed with the actors, leaders and institutions involved. The average daily income in açaí collection work was 56.29 kg of fruit, or 37.94 reais, on an average working time of 5.9 hours. Interviews and observation conducted, cultural and ecological aspects of human-plant-landscape relationship express the diversity of interactions and importance of the forest and its resources for these people. / Este estudo é um recorte do extrativismo de açaí na Terra Indígena Kwatá-Laranjal com o olhar sobre a rotina do trabalhador extrativista. Quanto trabalha? Que aspectos culturais estão envolvidos na atividade? Como distribui sua força de trabalho entre os sistemas produtivos? Os povos Munduruku e Sateré-Mawé da Terra Indígena Kwatá-Laranjal praticam o extrativismo de açaí com finalidade comercial e estão inseridos nas ações de extensão indígena promovidas pelo Estado do Amazonas no Programa de Agricultura Indígena da Secretaria de Estado da Produção Rural (SEPROR). Por meio do acompanhamento do trabalho de 15 extrativistas de açaí em cinco aldeias da TI Kwatá-Laranjal no ano de 2011 foram medidas a produtividade, eficiência e rendimento operacional das áreas, grupos de trabalho e indivíduos extrativistas. Aspectos produtivos dos açaizeiros e relações alométricas na produção foram calculados. Os rendimentos diários de coleta, preços praticados, volume de produção comercializada e algumas peculiaridades do mercado na região foram observados junto aos atores, lideranças e instituições envolvidas. O valor médio do rendimento diário no trabalho de coleta de açaí foi de 56,29 kg de frutos, ou 37,94 reais, em um tempo de trabalho médio de 5,9 horas. Das entrevistas e observação realizadas, os aspectos culturais e ecológicos da relação homem-planta-paisagem expressam a diversidade das interações e importância da floresta e seus recursos para estes povos.
3

DiagnÃstico sÃcioambiental da atividade de fabricaÃÃo da cal em fornos artesanais no municÃpio de Frecheirinha/Ce / Diagnose the social and environment impacts generated by the activity of production of the whitewash in craft ovens in the municipal district of Frecheirinha/Ce

John Kennedy Candeira Andrade 20 December 2005 (has links)
nÃo hà / O Estado do Cearà possui segundo dados do Atlas de Desenvolvimento Humano no Brasil, um Ãndice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M), de 0,7 ocupando a 20 colocaÃÃo no ranking dos 26 estados brasileiros mais o Distrito Federal. Sendo que 75% de sua Ãrea encontra-se sob condiÃÃes climÃticas adversas, com precipitaÃÃes anuais abaixo de 800 mm. AlÃm da irregularidade das precipitaÃÃes, apresenta ciclos de seca a cada 8 ou 12 anos, estando sob influÃncia do clima semi-Ãrido 49,69% da Ãrea total do estado. Dentre os seus municÃpios encontra-se o de Frecheirinha, localizado a 286,3 km de Fortaleza na porÃÃo noroeste do estado, com uma populaÃÃo de 11.832 e com um IDH-M de 0,605, que o coloca no 140 lugar entre os 184 municÃpios do Estado e no 4.584 lugar em relaÃÃo aos 5.561 municÃpios brasileiros. à neste municÃpio e sob estas condiÃÃes de adversidades climÃticas e socioeconÃmicas que se desenvolve a atividade de fabricaÃÃo da cal em fornos artesanais (caieiras). Em estabelecimentos que se caracterizam pela informalidade, e que obtÃm sua principal matÃria prima (rocha calcÃria) oriunda de Ãreas de extraÃÃo irregulares. Onde a madeira tambÃm à extraÃda, transportada e adquirida de forma irregular para posteriormente ser utilizada como lenha na transformaÃÃo dos blocos de calcita em cal, gerando uma aÃÃo antrÃpica de devastaÃÃo da cobertura vegetal nativa (caatinga). AlÃm de emitir poluentes atmosfÃricos, com tÃcnicas fabris rudimentares e condiÃÃes laborais insalubres que expÃe os trabalhadores a vÃrios agentes de risco e doenÃas ocupacionais. Diagnosticar os impactos sÃcioambientais gerados pela atividade de fabricaÃÃo da cal em fornos artesanais no municÃpio de Frecheirinha; bem como propor soluÃÃes alternativas baseadas no desenvolvimento endÃgeno sustentÃvel foram os objetivos gerais desse estudo. Para tanto teve como objetivos especÃficos o de descrever o perfil socioeconÃmico das unidades que compÃem a amostra; identificar as condiÃÃes de higiene e seguranÃa do trabalho nas caieiras selecionadas; analisar os impactos socioambientais adversos identificados e estudar projetos alternativos de desenvolvimento endÃgeno sustentÃvel. Na elaboraÃÃo do estudo, adotou-se alÃm da revisÃo de literatura e geocartogrÃfica, o procedimento metodolÃgico da pesquisa de campo ou mais especificamente da pesquisa participante de Malinowski, que se caracteriza pela inserÃÃo do pesquisador na realidade a que se propÃe estudar. A seguir, utilizando o processo de amostragem nÃo probabilÃstica do tipo intencional ou por julgamento, em um universo de nove estabelecimentos presentes em Frecheirinha, os cinco mais representativos no que se refere aos quesitos: quantidade de fornos ativos, nÃmero de trabalhadores direta ou indiretamente envolvidos na atividade, consumo de lenha e rocha calcÃria e quantidade produzida/mÃs; foram escolhidos. Os dados coletados, tabulados e analisados indicaram: jornada de trabalho de atà 12h em turnos diurnos e noturnos, 72% dos trabalhadores sem carteira assinada; O perfil educacional dos trabalhadores pesquisados à caracterizado por 3,7 anos de estudo em mÃdia, sendo que 24% nunca freqÃentaram uma escola ou o fez por apenas alguns meses; 50% estudou por um perÃodo de 1 a 4 anos e 26% de 5 atà o mÃximo de 8 anos. O nÃvel de conhecimento adquirido varia entre um percentual de 50% que nÃo sabem ler nem escrever, 37% que afirmam saber ler e/ou escrever pouco e 12% que responderam que sabem ler e escrever; incidÃncia de casos de alcoolismo associados ao uso de outras drogas estimulantes; dermatoses; ausÃncia de EPIs e EPCs; extraÃÃo, transporte e consumo ilegais de 864m3/mÃs de lenha da mata nativa (caatinga); 1.440 ton/mÃs de calcÃreo. As propostas alternativas endÃgenas viÃveis sÃo: a fabricaÃÃo de mel em associaÃÃes, devido ao potencial apÃcola da regiÃo e de sua sustentabilidade sÃcio-ambiental; a criaÃÃo de um pÃlo de artesanato mineral e a visitaÃÃo turÃstica induzida pelo atrativo ecolÃgico/cientifico das trilhas, formaÃÃes rochosas e salÃes. / The State of Cearà possesses according to data of the Atlas of Human Development in Brazil, an Index of Municipal Human Development (IDH-M), of 0,7 occupying the 20th placement in the ranking of the 26 Brazilian states plus the Federal district. And 75% of the Stateâs area is under adverse climate conditions, with annual precipitations below 800 mm. Besides the irregularity of the precipitations, it presents drought cycles of 8 or 12 years, being under the influence of the semi-arid climate 49,69% of the Stateâs total area. Among its municipal districts is the one of Frecheirinha, located at 286,3 km distant from Fortaleza, in the northwest portion of the State, with a population of 11.832 and with an IDH-M 0,605, that it puts it in the 140th place among the 184 municipal districts of the State and in the 4.584th place in relation to the 5.561 Brazilian municipal districts. It is in this municipal district, and under these adverse climatic and socioeconomic conditions, that grows the activity of production of the whitewash in craft ovens (lime pits), in establishments that are characterized by informality, and that obtain calcite originating from irregular extraction areas. There the wood is also extracted, transported and acquired in an irregular way in order to be used as firewood in the transformation of the calcite blocks in whitewash, generating an entropic action of devastation of the native vegetable covering (savanna). This activity produces atmospheric pollutants, with rudimentary industrial techniques and the working conditions are unhealthy and expose the workers to several risk agents and occupational diseases. The general objectives of this study are to diagnose the social and environment impacts generated by the activity of production of the whitewash in craft ovens in the municipal district of Frecheirinha, and to propose alternative solutions based on the sustainable endogenous development. The specific objectives of this study are: to describe the socioeconomic profile of the units that compose the sample; to identify the hygiene and safety conditions of the work in the selected lime pits; to analyze the identified adverse social and environment impacts and to study alternative projects of sustainable endogenous development. To elaborate this study, it was adopted literature research and cartographic study, the methodological procedure of the field research or more specifically of the participant research of Malinowski, which is characterized by the researcher's insertion in the reality that he intends to study. To proceed, it was used the non probabilistic sampling process of the intentional type or of judgment. In a universe of nine such establishments located in Frecheirinha, were chosen the five more representative in relation to the requirements: amount of active ovens, number of workers direct or indirectly involved in the activity, firewood and calcareous rock consumption and the amount produced monthly. The collected data, tabulated and analyzed indicate: work day of up to 12:00 hours in shifts of day and night, 72% of the workers without signed wallet; The researched workers' education profile is characterized by an average of 3,7 years of study; 24% never went to a school or did so for just a few months; 50% studied for a period of 1 to 4 years; and 26% for a period of 5 to a maximum of 8 years. The level of acquired knowledge varies as follows: 50% donât know how to read nor to write; 37% affirm to know how to read and/or to write a little; and 12% answered that they know how to read and to write. There is incidence of cases of alcoholism associated to the use of other stimulating drugs; dermatitis; absence of EPIs and EPCs; illegal extraction, transportation and consumption of 864m3/month of firewood of the native forest (savanna); extraction of 1.440 ton/month of calcite. The viable endogenous alternative proposals are: the honey production in associations, due to the apiary potential of the area and partner-environmental sustainability; the creation of a pole of mineral crafts and the tourist visitation induced by the attraction of ecological and scientific trails, rocky formations and living rooms.
4

Políticas de desenvolvimento, organização do território e participação : as quebradeiras de coco babaçu na microrregião do Bico do Papagaio, Tocantins / Development policies, territorial organization and participation: the babassu coconut breakers in the Bico do Papagaio microrregion, Tocantins

Swerts, Leila Affonso 09 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Geografia, 2009. / Submitted by Allan Wanick Motta (allan_wanick@hotmail.com) on 2010-05-21T18:29:19Z No. of bitstreams: 1 2009_LeilaAffonsoSwerts.pdf: 2200197 bytes, checksum: e48405c68f8cf4e4687bfdf78096f7ad (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2010-05-24T18:22:41Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_LeilaAffonsoSwerts.pdf: 2200197 bytes, checksum: e48405c68f8cf4e4687bfdf78096f7ad (MD5) / Made available in DSpace on 2010-05-24T18:22:41Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_LeilaAffonsoSwerts.pdf: 2200197 bytes, checksum: e48405c68f8cf4e4687bfdf78096f7ad (MD5) Previous issue date: 2009-09 / O objetivo da presente dissertação é analisar as relações entre políticas de desenvolvimento, território e participação, tendo em vista a inserção das quebradeiras de coco babaçu em um sistema de governança territorial, em busca de melhores condições sociais, econômicas e ambientais para a atividade extrativista. O recorte espacial de análise é a microrregião do Bico do Papagaio, norte do estado do Tocantins, área abundante de babaçuais e onde a população tradicional tem sido ameaçada e privada do acesso ao recurso natural. O estudo evolui, na escala nacional e de regiões produtoras, segundo períodos históricos de referência, caracterizados por diferentes modelos de políticas públicas. Em cada fase, analisa-se a influência das políticas sobre a economia do babaçu e, em especial, sobre a organização sócio-produtiva das quebradeiras de coco. Na escala microrregional, no período recente, ao mesmo tempo em que crescem pressões sobre a terra e os babaçuais, e alteram-se relações de produção históricas, estruturam-se movimentos de organização e logram-se conquistas, como a legislação regulamentando os usos do recurso. Identifica-se na área um sistema de governança territorial, composto por colegiados de abrangência regional ou municipal. Nessas instâncias, a sociedade civil não apenas atua por meio de expressão e de reivindicação, mas também pode assumir parte da responsabilidade pela gestão de políticas. A parte relativa ao foco da pesquisa trata da participação das quebradeiras de coco babaçu nesses canais e de seu papel na sustentabilidade do extrativismo do babaçu na microrregião. A pesquisa conclui que as políticas públicas incidentes sobre as principais regiões produtoras não foram capazes de amparar o desenvolvimento econômico da atividade, que permaneceu complementar a outras da agricultura familiar. Alcançaram-se importantes conquistas, no entanto, relacionadas ao fortalecimento da identidade de quebradeira de coco babaçu e à sua inserção em diferentes esferas de políticas. Conclui também que, na microrregião do Bico do Papagaio, as políticas públicas recentes incidentes sobre o território, têm adotado modelos de gestão compartilhada, com a instalação de canais por meio dos quais os extrativistas podem atuar e se expressar; e que suas organizações sociais e políticas possuem relevância e expressão local e regional. Conclui finalmente que, apesar dos avanços, a inserção das organizações de quebradeiras de coco babaçu nestes espaços contribui apenas parcialmente para a sustentabilidade da atividade, o que pode estar relacionado com os tipos de colegiados onde priorizam a participação. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This dissertation analyses the relations between development policies, territory and participation, with regard to babassu coconut breakers´s insertion in a territorial governance system, looking for better social, economic and environmental conditions. The territorial focus is the Bico do Papagaio microrregion in the North of Tocantins state, full of babassu palms and where the traditional population has been threatened and deprived of access to the natural resource. The organization adopted was based on outlooks at the national and regional scales, referential historic periods, and different public policy types. Possible influences of public policies on the babassu economy were analyzed for each phase, particularly those affecting the social-productive coconut breakers´ organization. In the recent period, at the microrregional scale, while land pressures grows and historic productions relations change, organized movements emerge and obtain gains such as legislation regulating the use of resources. There is a territorial governance system composed by regional and county´s range forums, where civil society not only reclaims but also assumes public administrative responsibility. The focus of the research is to examine the babassu coconut breakers insertion in these forums and how it may affect the sustainability of local activities. The conclusion is that public policies at production regions were not able to support the economic growth of the activity, which remained complementary to familiar agriculture. Important conquests were gained however, related to the strengthening of the babassu coconut breaker identity and their insertion on policies at different scales. The study also concludes that at the Bico do Papagaio microrregion recent public policies have adopted shared management models, offering ways to the extractivists to express their demands; and also that extractivists social and political organizations have local and regional expression. Finally it concludes that, in spite of some strides, the babassu coconut breaker´s insertion on the forums contributes only partially to the activity´s sustainability, which may be related to which forums they chose do join.
5

Impactos socioambientais da implantação de linha de transmissão de energia elétrica sobre as comunidades extrativistas do babaçu no Estado do Maranhão

Maria Portela Ferreira da Silva, Ilka January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:04:13Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8149_1.pdf: 4816629 bytes, checksum: 119f5439604c1556edca7952e827b02f (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 / Esta dissertação tem como objeto de estudo os impactos ambientais provenientes da construção de linhas de transmissão de energia elétrica, mais especificamente no estado do Maranhão, onde foram impactadas treze comunidades extrativistas do babaçu. A construção de empreendimentos para transmissão de energia elétrica traz grandes benefícios para a sociedade, porém, no desempenho de sua missão, a empresa empreendedora, utiliza os recursos naturais e desenvolve atividades que afetam o meio ambiente. Torna-se necessário, então que sejam norteadas as ações da empresa, nas fases de planejamento, implantação e operação de seus empreendimentos. O processo de Gestão Ambiental desses empreendimentos envolve a elaboração de estudos e programas ambientais (Estudos de Impacto Ambienta - EIA, Relatório de Impacto Ambiental - RIMA e Plano Básico Ambiental - PBA) para atender às exigências da legislação ambiental. A Linha de Transmissão trecho 1 possui 198 km de extensão, atravessa dez municípios dos estados do Maranhão e Piauí, dentre os quais seis (06) mais diretamente impactados, tendo em vista residirem nos mesmos quatrocentos e noventa e seis (496) famílias extrativistas do babaçu. Daí, a principal razão para estudar detalhadamente o modus vivendi dos moradores, utilizando uma metodologia participativa entre a empresa empreendedora e as comunidades impactadas. Nesse sentido foi elaborados e implementados o Programa de Comunicação, Educação e Saúde Ambiental PESA, que consistiu de capacitações comunitárias, oficinas, palestras e visitas técnicas, com o intuito de esclarecer, conscientizar e orientar às comunidades do entorno do empreendimento, sobre a necessidade da construção da linha de transmissão, os impactos causados, bem como os cuidados que deverão ter antes, durante e após a sua construção. Os estudos mostraram que para a construção da Linha de Transmissão 500 kV Presidente Dutra/Fortaleza II no trecho 1 Presidente Dutra/Teresina, foram atingidos 124,14 hectares de matas de babaçu, no estado do Maranhão. Registrou-se também como impactos no meio físico a geração e aumento de processos erosivos, a modificação na drenagem natural dos recursos hídricos e a emissão de zumbido em conseqüência da alta freqüência da linha de transmissão (efeito corona). Em atendimento às solicitações das comunidadesdistribuíram-se animais de serviços, máquinas trituradoras e filtros de barro. Essas ações complementares propiciaram uma melhoria significativa na qualidade de vida dos moradores do entorno do empreendimento
6

A carcinicultura no estuário do rio Jaguaribe, Itamaracá/PE

Milton Moreira Carriço, José January 2002 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:07:44Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8375_1.pdf: 1358830 bytes, checksum: 8e13820b5d55fc3f004e2b15da74c50c (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2002 / O presente trabalho aborda a questão do desenvolvimento da carcinicultura marinha em áreas estuarinas, o conflito com a pesca extrativa e suas implicações sócioambientais. A área em estudo é caracterizada como um ecossistema estuarino, com suas típicas espécies de fauna e flora, compondo um ambiente de alta produtividade. O estuário do rio Jaguaribe, em Itamaracá/PE, cobre uma área de 85 ha, a qual foi classificada como moderadamente degradada. A população local, que vive no bairro das Salinas, depende dos recursos naturais do manguezal deste estuário para sua subsistência, utiliza-o como fonte de energia e para a pesca. O estudo foi realizado entre 1999 2001, coletando informações in loco , através de entrevistas e relatos de pescadores e de moradores locais. Em 1998, as Salinas contavam com 118 viveiros. Nessa época, 85% dos mesmos pertenciam a moradores da comunidade, e os 15% restantes à famílias tradicionais do município. Atualmente 19,2% dos viveiros ainda pertencem a pessoas da comunidade e o restante a empresários. A nova atividade trouxe melhorias para a população local e ao mesmo tempo riscos. Verifica-se que o processo de apropriação dessas áreas pelos empresários é inevitável. Contudo a discussão está na sustentabilidade desta, uma vez que está ocorrendo um processo de ampliação da mesma, e que se mal conduzida pode trazer conseqüências negativas para a pesca
7

Manejo de produtos florestais por agricultores tradicionais visando o enriquecimento de uma paisagem de Cerrado no norte de Minas Gerais

Lima, Isabela Lustz Portela 11 March 2016 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2016. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-05-02T13:06:30Z No. of bitstreams: 1 2016_IsabelaLustzPortelaLima.pdf: 4213335 bytes, checksum: f05ff88712489f3937225201b7bdc86f (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2016-05-13T14:21:59Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_IsabelaLustzPortelaLima.pdf: 4213335 bytes, checksum: f05ff88712489f3937225201b7bdc86f (MD5) / Made available in DSpace on 2016-05-13T14:21:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_IsabelaLustzPortelaLima.pdf: 4213335 bytes, checksum: f05ff88712489f3937225201b7bdc86f (MD5) / O extrativismo de produtos florestais não madeireiros tem o potencial de promover a conservação da biodiversidade e melhorar a qualidade de vida de comunidades rurais, principalmente em regiões tropicais. Produtos florestais contribuem para subsistência e geração de renda fornecendo alimentos, fibras, remédios, lenha, madeiras, forragem, entre outros. Devido à sua importância, populações locais e tradicionais costumam manejar as áreas agrícolas e as florestas visando o enriquecimento com espécies úteis de importância cultural e econômica. Um exemplo disso são os Geraizeiros, populações tradicionais que habitam o Cerrado da região norte de Minas Gerais, e que possuem como elementos centrais de sua cultura o gado, o extrativismo de produtos florestais e a agricultura de subsistência. No Assentamento Americana, município de Grão Mogol, famílias de Geraizeiros têm se dedicado ao enriquecimento da paisagem local através do cultivo de espécies frutíferas nativas em diferentes ambientes, incluindo áreas agrícolas e de pastagem. O objetivo geral desse trabalho foi entender os sistemas de uso e manejo da paisagem por Geraizeiros do Assentamento Americana, incluindo a integração entre o extrativismo de produtos florestais, o manejo através dos plantios de enriquecimento, a agricultura e a pecuária extensiva. No Capítulo 1 foi feita uma caracterização da área de estudo e da importância local do extrativismo de produtos florestais, com descrição das dez principais frutíferas nativas que são consumidas e comercializadas no Assentamento Americana. No Capítulo 2 foi feita uma descrição das técnicas e métodos de manejo da paisagem e das frutíferas nativas por geraizeiros, com foco nas formas de integração entre as atividades agrícolas e florestais. Também foram apresentados dados de germinação, sobrevivência e crescimento das frutíferas nativas cultivadas por Geraizeiros do Assentamento entre os anos 2004 e 2013. No Capítulo 3 foram realizados experimentos em campo para testar a semeadura direta de sementes de seis frutíferas nativas em cinco ambientes diferentes, visando recomendar técnicas de baixo custo para enriquecimento e restauração ecológica. No Capítulo 4 foram descritos dois sistemas locais de criação de gado, a solta e os sistemas silvopastoris enriquecidos, a integração entre eles, e os impactos do manejo do gado na biodiversidade de plantas nativas. A paisagem do Assentamento Americana pode ser considerada uma ‘paisagem manejada’, de forma que os agricultores intervêm na mesma buscando torná-la mais produtiva e enriquecida. O desmatamento da vegetação é mínimo, feito apenas para a implantação das atividades agrícolas. Ainda assim, a agricultura é feita de forma integrada com o manejo de produtos florestais, consociando de diversas maneiras espécies agrícolas com arbóreas, principalmente nas áreas de Tabuleiro e Encosta. Entre o ano de 2004 e 2013, três agricultores cultivaram em seus lotes aproximadamente 560 mudas e 720 sementes de espécies frutíferas de valor econômico. A germinação média das espécies foi 75% e a sobrevivência das plântulas oriundas de mudas foi maior (42%) que das plântulas oriundas de sementes (11%). Apesar dessa diferença, não se recomenda o plantio de mudas, devido à baixa disponibilidade de água na região e ao prolongamento da seca nos últimos anos, o que dificulta a manutenção das mesmas em viveiros. Já a semeadura direta de sementes é uma técnica bastante promissora, pois é mais econômica e menos trabalhosa que o plantio de mudas. Das 9000 sementes de espécies frutíferas cultivadas no experimento de semeadura direta em campo, 18,6% germinaram, 57,1% sobreviveram e 12,8% se estabeleceram 18 meses após o plantio. Eugenia dysenterica e Dypterixalata foram as espécies que apresentaram melhor desempenho, com as maiores taxas de germinação (56,6% e 34,2%, respectivamente), sobrevivência (80,6% e 57,6%, respectivamente) e estabelecimento (47,2% e 19,1%, respectivamente). Os ambientes de cerrado, com maior umidade, proporcionaram maior estabelecimento. Entretanto, os ambientes agrícolas, com maior fertilidade do solo, proporcionaram maior crescimento em altura das espécies. Em relação à pecuária Geraizeira, o manejo do gado é feito através de uma rotação entre as áreas de solta e sistemas silvopastoris, denominados localmente de mangas ou mangueiros. A implantação de sistemas silvopastoris resultou na redução da densidade de indivíduos arbóreos de 692 para 180 ind/ha, com redução de 43% na riqueza de espécies e de 14,8% na diversidade de Shannon. Houve uma redução mais acentuada nos indivíduos pertencentes às menores classes de diâmetro, sendo que 89,2% possuíam diâmetro entre 5 e 10 cm. Das 760 mudas cultivadas para enriquecimento dos sistemas silvopastoris, 60,6% morreram dois anos após o plantio. As espécies que apresentaram as maiores taxas de sobrevivência foram D. alata (65,5%), E. dysenterica (45,7%) e Anacardiumoccidentale (43%). A pecuária Geraizeira apresenta inúmeras vantagens aos agricultores e ao meio ambiente, podendo ser considerada mais sustentável que a pecuária convencional. Um melhor entendimento do extrativismo, do manejo de produtos florestais e do manejo do gado na paisagem do Assentamento Americana pode contribuir para a disseminação e adoção de sistemas de produção que fornecem benefícios ecológicos, sociais e econômicos, contribuindo para a conservação da biodiversidade no Cerrado e para os meios de vida de populações locais. _______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The harvest of non-timber forest products has the potential to promote biodiversity conservation and to improve the quality of life of rural communities, especially in tropical areas. Forest products contribute to livelihood and income generation by providing fruits, fiber, medicine, firewood, timber, fodder and others. Because of their importance, local and traditional communities often manage agricultural areas and forests aiming at enrich them with species of cultural and economic importance. An example are the Geraizeiros, traditional population that inhabit the Brazilian savanna in the northern part of Minas Gerais state, and have as central elements of their culture livestock, forest products harvesting and subsistence agriculture. In the Americana Settlement, located at GrãoMogol municipality, Geraizeiros have been enriching the local landscape through plantings of native fruit species in different habitats, including agricultural areas. The aim of this study was to understand the landscape use and management by Geraizeiros within the Americana Settlement, including the integration of forest products, enrichment plantings, agriculture and local cattle raising systems. In Chapter 1 we made a characterization of the study area and discussed the local importance of the forest products, making descriptions of the ten most important native fruit tree species, consumed and traded locally. In Chapter 2 we described the techniques and methods used by Geraizeiros to manage the landscape and the native fruit tree species, focusing on the integration between agricultural and forestry activities. Also we presented data about germination, survival and growth of native fruits tree species cultivated by peasants between the years 2004 and 2013. In Chapter 3 were conducted field experiments to test the direct seeding of six native fruit species in five different habitats in order to recommend cost-effective techniques for enrichment plantings and ecological restoration. In Chapter 4 we described two local cattle raising systems, the rangelands and the enriched silvopastoral systems, the integration between them, the management of the cattle and the impacts on biodiversity of native plants. The landscape of Americana Settlement can be considered a 'managed landscape', as the farmers are engaged in activities that make it more productive and enriched. The vegetation clearing is minimal and it is made just for the implementation of agricultural activities. Even though, agriculture is carried out in integration with forestry, intercropping in several ways agricultural with tree species, especially in areas of ‘Tabuleiros’ and ‘Chapadas’. Between 2004 and 2013, three farmers planted about 560 seedlings and 720 seeds of fruit tree species with economic value. The average species germination was 75% and the survival of the seedlings was higher (42%) than the plants originated from seeds (11%). Despite this difference, we do not recommend the planting of seedlings, due the low water availability in the region and the prolongation of drought in recent years, making it difficult to maintain them in nurseries. The direct seeding is a more promising technique because it is more economical and less labor intensive than planting seedlings. Of the 9000 seeds of fruit tree species grown in the experiment of direct seeding in the field, 18.6% germinated, 57.1% survived and 12.8% were established 18 months after planting. Eugenia dysenterica and Dipteryxalata had the best performance, with higher germination (56.6% and 34.2%, respectively), survival (80.6% and 57.6%, respectively) and establishment rates (47.2% and 19.1%, respectively). The savannah areas, with higher humidity, provided higher establishment. However, agricultural areas, with higher soil fertility, provided greater height growth of the species. Regarding the local cattle raising systems, the management is done through a rotation of the animals between rangelands and silvopastoral systems, locally called ‘mangas’ or ‘mangueiros’. The implementation of the silvopastoral systems has resulted in a reduction of tree density from 692 to 180 ind/ha, with a reduction of 43% in species richness and 14.8% in the Shannon diversity. Tree density reduction was greater in the smaller diameter classes and 89.2% of the cleared species had diameter between 5 and 10 cm. From the 760 seedlings planted to enrich silvopastoral systems, 60.6% died two years after planting. The species with highest survival rates were D. alata (65.5%), E. dysenterica (45.7%) and Anacardiumoccidentale (43%). The local cattle raising systems can be considered more sustainable than conventional ranching systems as it provides many advantages for the farmers and for the environment. A better understanding of the use and management of forest products and the management of the cattle within the landscape of the American Settlement can contribute to the dissemination and adoption of production systems that provide ecological, social and economic benefits, contributing to biodiversity conservation of the Brazilian savanna and for livelihoods of local populations.
8

Extrativismo vegetal e condições sócio-econômicas do assentamento rural Gleba Riachuelo (MA) / Vegetal extractivism and socioeconomic conditions in Gleba Riachuelo rural settlement (MA)

Carvalho, Leandro Dias Cardoso 18 June 2001 (has links)
Submitted by Marco Antônio de Ramos Chagas (mchagas@ufv.br) on 2017-06-28T18:33:32Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 587996 bytes, checksum: d3787f17bb5dd9d407cba8d7b9d2042d (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-28T18:33:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 587996 bytes, checksum: d3787f17bb5dd9d407cba8d7b9d2042d (MD5) Previous issue date: 2001-06-18 / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais / Esta dissertação objetivou analisar a influência do extrativismo vegetal do babaçu na Gleba Riachuelo, no Estado do Maranhão. Testou-se a hipótese de que o extrativismo do babaçu tem influência fundamental nas condições econômicas e sociais das famílias assentadas e ajuda a mantê-las vinculadas à terra. Essa hipótese foi trabalhada a partir do referencial teórico a respeito da geração de renda em áreas de assentamentos e da importância do extrativismo vegetal para a população extrativista. O referencial analítico fundamenta-se na técnica da análise fatorial e de análise descritiva e comparativa das variáveis levantadas na área do assentamento. Este trabalho, indicou que o extrativismo vegetal do babaçu constitui-se numa importante atividade geradora de renda e trabalho, melhorando as condições econômicas e sociais da Gleba Riachuelo, na medida em que possibilita um aumento na renda familiar e, por constituir-se numa poupança nos períodos de entressafra agrícola, favorece a permanência do assentado na área, a imigração de famílias e o reconhecimento dessa Gleba como um assentamento modelo para a região em que se encontra. / This dissertation aimed at the analysis on the influence of the vegetable extractivism of the coconut babassu in Gleba Riachuelo, in Maranhão State. The hypothesis was tested that babassu extractivism has fundamental influence upon the economic and social conditions of the settled families and helps to keep them entailed to the land. This hypothesis was worked from the theoretical referential regarding to the generation of income in settled areas as well as the importance of the vegetable extractivism for the extractor population. The analytic referential is based on the technique of the factorial analysis and the descriptive and comparative analysis of the variables surveyed in the settlement area. This study pointed out that the vegetable extractivism of babassu is an important activity generating income and work, so improving the economical and social conditions in Gleba Riachuelo as it provides an increase in family income as and a saving during the agricultural inter-harvest periods, as well as favoring the settled' s permanence in the area, the family immigrations and the recognition of the Gleba Riachuelo as a settlement model for the region where it is located. / Dissertação importada do Alexandria
9

As diferentes formas de relação patrão /freguês : os Yanomamɨe os regatões na exploração de piaçaba em Barcelos, Médio Rio Negro

Araujo, Felipe Nascimento 08 August 2016 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, 2016. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-09-22T15:45:36Z No. of bitstreams: 1 2016_FelipeNascimentoAraujo.pdf: 6353619 bytes, checksum: 40a530f651513651e9635e1e1a544fe2 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2016-11-21T13:49:58Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_FelipeNascimentoAraujo.pdf: 6353619 bytes, checksum: 40a530f651513651e9635e1e1a544fe2 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-11-21T13:49:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_FelipeNascimentoAraujo.pdf: 6353619 bytes, checksum: 40a530f651513651e9635e1e1a544fe2 (MD5) / O objeto da pesquisa é a relação estabelecida entre os Yanomamɨ habitantes da região do alto curso do Rio Padauiri (Terra Indígena Yanomami, Barcelos/AM) que investem a extração e comercialização da fibra de piaçaba e os atores do sistema de aviamento no médio Rio Negro com os quais eles negociam. Comparo as relações estabelecidas entre por um lado os piaçabeiros ribeirinhos das comunidades multiétnicas do médio e baixo curso deste rio (localizadas fora da Terra Indígena) patrões e agentes intermediários no âmbito do sistema de aviamento e por outro as estabelecidas entre os Yanomamɨ e estes agentes. Realizo também uma retrospectiva histórica por um lado do povoamento empreendido pelos Yanomamɨ dos tributários da margem esquerda do Rio Negro e por outro dos processos que resultaram no atual perfil populacional do médio Rio Negro, bem como do contato entre estas duas populações. A pesquisa se calca em trabalho de campo realizado entre julho e agosto de 2015, durante o qual acompanhei a comercialização da piaçaba entre grupos yanomamɨ de quatro aldeias diferentes e três regatões, realizada nas imediações da Cachoeira da Aliança, localizada no Rio Padauiri. ________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / In this research I analyse the social relationship between Yanomamɨ people of the upper Padauri river region (Terra Indígena Yanomami, Barcelos/AM) who are engage on the piaçaba (Leopolidinia piassaba Wallace) fiber exploitation and other ones, both intermediaries and end buyers of the aviamento system (debt-peonage system ) on the middle Rio Negro with those with whom they negotiate. I compare the social relationships between, on the one hand, “piaçabeiros” who inhabits the riverine multiethnic communities of the middle Padauiri (located out of the Terra Indígena Yanomami) and “patrões” and, on the other hand, those social relationships between Yanomamɨ and “regatões”. I also do a historical retrospective, on the one hand, of the Yanomami migrations to the tributaries of the left bank of the Rio Negro and, on the other hand, the genesis of the actual middle Rio Negro population, as well of the contact between this two populations. This research is based on a fieldwork from july to augst, when I had the oportunity fieldwork from july to augst when I had the oportunity to accompany negotiations beteween four yanomami groups and three regatões, held in nearby the Cachoeira da Aliança (a Padauiri river waterfall, out of the Terra Indígena Yanomami).
10

Efeitos dos gradientes ecológicos e antrópicos na estrutura e densidade populacional de Caryocar brasiliense Cambess. (pequizeiro) no Cerrado do Planalto Central

Giroldo, Aelton Biasi 20 March 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)— Universidade de Brasília, Instituo de Ciências Biolágicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2012. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2012-08-31T16:21:07Z No. of bitstreams: 1 2012_AeltonBiasiGiroldo.pdf: 2098246 bytes, checksum: 11ce1cb00c467e4e44d9cc8e4c8f688c (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2012-09-10T12:02:43Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_AeltonBiasiGiroldo.pdf: 2098246 bytes, checksum: 11ce1cb00c467e4e44d9cc8e4c8f688c (MD5) / Made available in DSpace on 2012-09-10T12:02:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_AeltonBiasiGiroldo.pdf: 2098246 bytes, checksum: 11ce1cb00c467e4e44d9cc8e4c8f688c (MD5) / As populações naturais de plantas podem responder aos gradientes ecológicos e antrópicos nos quais estão inseridas. Estas respostas podem ser observadas através do estudo da estrutura das populações, que viabiliza a obtenção de informações de mudanças no recrutamento dos indivíduos ocorrido no passado, e podem ser usadas para fomentar estratégias de manejo e conservação. O pequizeiro (Caryocar brasiliense) produz um dos frutos nativos mais explorados do Cerrado e desempenha papel importante na segurança alimentar e geração de renda das populações rurais da região Central do Brasil. Neste sentido, este trabalho avaliou os efeitos dos gradientes ecológicos e antrópicos na estrutura e densidade populacional de pequizeiro. Foram estudadas 11 populações em áreas próximas a Brasília e amostrados um total de 33 ha. Em cada população mediu-se os diâmetros dos indivíduos que foram utilizados na análise das estruturas populacionais, ajuste ao modelo exponencial negativo e para avaliar o estado das estruturas populacionais e relacioná-las ao uso e manejo da terra. Os principais fatores antrópicos e ecológicos que poderiam estar relacionados à densidade em cada estágio de vida foram analisados a partir de modelos lineares generalizados (GLM) utilizando-se a abordagem da inferência múltipla. Todas as populações possuíam muitos indivíduos nas primeiras classes de tamanho e foram ajustadas ao modelo exponencial negativo. O uso da terra e manejo desempenham papéis importantes na manutenção das estruturas populacionais de pequizeiro, as populações mais perturbadas apresentaram menor ajuste ao modelo. O extrativismo e a pecuária não influenciaram os menores estágios de vida nas populações, provavelmente porque estes são realizados em baixa intensidade na região de estudo. O raleamento da vegetação comprometeu a densidade de juvenis, pois os indivíduos de diâmetro médio são cortados, e como C. brasiliense tem crescimento lento, o tempo decorrente não foi suficiente para a recuperação e as rebrotas são ainda classificadas como infantis. Adultos e juvenis foram mais abundantes em áreas de solo mais fértil, provavelmente devido ao maior crescimento e sobrevivência nestas áreas. O aumento dos intervalos ou a interrupção das práticas de raleamento da vegetação devem permitir a recuperação da estrutura da população. É possível conciliar múltiplos usos da terra em áreas de vegetação nativa com o uso sustentável e conservação de C. brasiliense. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The natural plant populations may respond to ecological and anthropogenic gradients. These responses can be observed by studying the population structure, which provides information on changes in the recruitment of individuals in the past, and can be used for management and conservation strategies. The pequi (Caryocar brasiliense) produces one of the most exploited native fruits in the Cerrado and plays an important role in food security and income for rural populations. Thus, this study evaluated the effects of anthropogenic and ecological gradients in the structure and density of C. brasiliense. We studied 11 populations in areas near Brasília, in Central Brazil, and sampled a total of 33 ha. Diameter size class distributions were fitted to the negative exponential model and the life stage of the population assessed to land use and management. Multiple, competing, hypotheses were assessed relating the density of each life stages and the main ecological and anthropogenic factors. All populations had many individuals in the first class and fitted to the negative exponential model. The land use and management play important roles in maintaining the population structure of C. brasiliense, with the more disturbed populations having lower fit to the negative exponential model. Fruit harvest and livestock did not influence the smaller life stages, probably because these activities are practiced at low intensity in the study region. Vegetation thinning influenced juvenile density, because individuals with medium diameter are cut and as C. brasiliense has slow growth and the time elapsed has not been long enough to resprouts to reach the juvenile life stage, and are still classified as saplings. Adults and juveniles were most abundant in areas of more fertile soil, probably due to higher growth and survival in these areas. Either increasing intervals between thinning events or ceasing this practice should allow the population structure recovery. It is possible to conciliate multiple uses in areas of native vegetation and promote the sustainable use and conservation of C. brasiliense.

Page generated in 0.0869 seconds