• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 235
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 238
  • 158
  • 113
  • 111
  • 104
  • 99
  • 97
  • 90
  • 49
  • 39
  • 38
  • 32
  • 21
  • 19
  • 15
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Da pedagogia da hospitalidade no turismo ao turismo pedagógico pela hospitalidade

Oliveira, Ana Carolina Rodrigues Melo de 15 July 2011 (has links)
Esta pesquisa visa contribuir com empreendimentos turísticos no sentido de que disponham de uma ferramenta pedagógica para a formação permanente de gestores e colaboradores no âmbito das relações de hospitalidade – ou acolhimento –, a qual possa transcender o caráter meramente informativo ou a realização fortuita de atividades de treinamento, por estar aí em jogo processo relacional a ser “com”preendido e “a”preendido. Nesse sentido, traz à discussão uma “pedagogia da hospitalidade”, aqui desenhada a partir da aplicação, num empreendimento turístico, de Grupos Operativos (conforme Pichon-Rivière, 2005), modelo teórico-metodológico com raízes no paradigma pedagógico construtivista, proposto como promotor de redimensionamentos no processo de “re”construção/“re”ssiginificação” do conceito de hospitalidade e no estabelecimento de relações deste com a prática profissional em turismo e com a prática turística. As reflexões têm na base o entendimento de hospitalidade/acolhimento como fenômeno instaurado na alternância dos polos em interação (acolhedor e acolhido) e, sob esse prisma, instituindo-se como eixo fundante do fenômeno turístico. Têm também o suposto teórico de que todo acolhimento genuíno carrega o potencial pedagógico de ser agente de aprendizagens, catalizador de saberes, promotor de transformações de processos psicoafetivos, cognitivos, relacionais. Nesse universo, a pesquisa objetiva ainda suscitar discussão sobre relações entre o fenômeno do acolhimento e o conceito de turismo pedagógico. Metodologicamente, desenvolveram-se duas sessões de grupos operativos, intermediadas pela realização, no próprio empreendimento, de uma prática turística específica (trilha a cavalo). O corpus consistiu das manifestações verbais dos sujeitos – colaboradores e gestores do empreendimento campo de investigação – ao longo dos grupos operativos e de respostas do guia e de turistas a entrevistas realizadas antes e após a trilha. A análise do discurso pautou-se por pressupostos da teoria enunciativa de Bakhtin (1997), tendo recorrido também a alguns procedimentos da Análise de Conteúdo, de acordo com Bardin (2000). Os resultados vinculam os “re”dimensionamentodos/“re”ssignificações identificados/inferidos, objetos de análise, aos processos reflexivos efetivados nos/pelos Grupos Operativos, nos quais se constata crescente aproximação ao conceito de hospitalidade/acolhimento tomado como de referência. Por outro lado, quer diretamente pelas respostas dos sujeitos às entrevistas, quer, indiretamente, pelas respectivas manifestações nos grupos operativos, o turismo, quando marcado por relações genuínas de acolhimento, faz-se ele próprio pedagógico, propiciando ruptura de fronteiras e assim, inaugurando novos espaços de transformações e aprendizagens. / Submitted by Marcelo Teixeira (mvteixeira@ucs.br) on 2014-06-26T12:35:23Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao Ana Carolina de Oliveira.pdf: 6235992 bytes, checksum: 623ea411c7a06ec257f9d7905434ad68 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-06-26T12:35:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao Ana Carolina de Oliveira.pdf: 6235992 bytes, checksum: 623ea411c7a06ec257f9d7905434ad68 (MD5) / This research aims to contribute to touristic enterprises in a sense of having a pedagogical tool to the continuous education for the managers and employees within hospitality relations – or even hosting – which might transcend the information only and the fortuitous realization of training activities, to be at stake here a relational process to be comprehended and seize. In this sense, we discuss about “pedagogy of hospitality”, here drawn from the application, in a touristic enterprises, of Operatives Groups (according to Pichon-Rivière, 2005), a theory-methodological based on the constructivist pedagogical paradigm, proposed as a resizing promoter the reconstruction/reframing the hospitality concept and on the relationship establishment of this concept to the professional praxis in tourism and in the touristic praxis. The thoughts presented here are based on the understanding of Hospitality/hosting a established as a phenomenon of the alternation of the poles in interaction (to host and be hosted) and, under this point of view, establishing itself as the foundation axis of the tourism phenomenon. We also present the theoretical assumption that all genuine host loads the pedagogical potential of being an agent of learning, knowledge catalyst, promoter of psychological and cognitive, relational processes transformation. In this universe, this research aims to raise discussion about relations between the hosting phenomenon and the concept of educational tourism. Methodologically, it was developed two Operatives Groups sections, intermediated by performing on the enterprise itself, a specific tourism practice (horse track). The research corpus consists on the subjects verbal manifestations – employees and managers of the in loco field enterprise over the operating groups and the guide and tourists responses to the interviews done before and after the track. The discourse analysis was guided by assumptions of the enunciative theory according to Bakhtin (1997), also have appealed to some procedures of the content analysis, according to Bardin (2000). The results link the resizing/reframing, identified/inferred, analysis objects, to the reflexive processes effected on/by the Operative Groups, in which we can find the growing closeness to the concept of hospitality/hosting taken as reference. On the other hand, either directly by the subjects' responses to interviews or indirectly by the respective operating groups in the manifestations, the tourism, when marked by genuine host relationship, is educational providing boundaries break and thus opening new spaces for transformations and learning.
2

Da pedagogia da hospitalidade no turismo ao turismo pedagógico pela hospitalidade

Oliveira, Ana Carolina Rodrigues Melo de 15 July 2011 (has links)
Esta pesquisa visa contribuir com empreendimentos turísticos no sentido de que disponham de uma ferramenta pedagógica para a formação permanente de gestores e colaboradores no âmbito das relações de hospitalidade – ou acolhimento –, a qual possa transcender o caráter meramente informativo ou a realização fortuita de atividades de treinamento, por estar aí em jogo processo relacional a ser “com”preendido e “a”preendido. Nesse sentido, traz à discussão uma “pedagogia da hospitalidade”, aqui desenhada a partir da aplicação, num empreendimento turístico, de Grupos Operativos (conforme Pichon-Rivière, 2005), modelo teórico-metodológico com raízes no paradigma pedagógico construtivista, proposto como promotor de redimensionamentos no processo de “re”construção/“re”ssiginificação” do conceito de hospitalidade e no estabelecimento de relações deste com a prática profissional em turismo e com a prática turística. As reflexões têm na base o entendimento de hospitalidade/acolhimento como fenômeno instaurado na alternância dos polos em interação (acolhedor e acolhido) e, sob esse prisma, instituindo-se como eixo fundante do fenômeno turístico. Têm também o suposto teórico de que todo acolhimento genuíno carrega o potencial pedagógico de ser agente de aprendizagens, catalizador de saberes, promotor de transformações de processos psicoafetivos, cognitivos, relacionais. Nesse universo, a pesquisa objetiva ainda suscitar discussão sobre relações entre o fenômeno do acolhimento e o conceito de turismo pedagógico. Metodologicamente, desenvolveram-se duas sessões de grupos operativos, intermediadas pela realização, no próprio empreendimento, de uma prática turística específica (trilha a cavalo). O corpus consistiu das manifestações verbais dos sujeitos – colaboradores e gestores do empreendimento campo de investigação – ao longo dos grupos operativos e de respostas do guia e de turistas a entrevistas realizadas antes e após a trilha. A análise do discurso pautou-se por pressupostos da teoria enunciativa de Bakhtin (1997), tendo recorrido também a alguns procedimentos da Análise de Conteúdo, de acordo com Bardin (2000). Os resultados vinculam os “re”dimensionamentodos/“re”ssignificações identificados/inferidos, objetos de análise, aos processos reflexivos efetivados nos/pelos Grupos Operativos, nos quais se constata crescente aproximação ao conceito de hospitalidade/acolhimento tomado como de referência. Por outro lado, quer diretamente pelas respostas dos sujeitos às entrevistas, quer, indiretamente, pelas respectivas manifestações nos grupos operativos, o turismo, quando marcado por relações genuínas de acolhimento, faz-se ele próprio pedagógico, propiciando ruptura de fronteiras e assim, inaugurando novos espaços de transformações e aprendizagens. / This research aims to contribute to touristic enterprises in a sense of having a pedagogical tool to the continuous education for the managers and employees within hospitality relations – or even hosting – which might transcend the information only and the fortuitous realization of training activities, to be at stake here a relational process to be comprehended and seize. In this sense, we discuss about “pedagogy of hospitality”, here drawn from the application, in a touristic enterprises, of Operatives Groups (according to Pichon-Rivière, 2005), a theory-methodological based on the constructivist pedagogical paradigm, proposed as a resizing promoter the reconstruction/reframing the hospitality concept and on the relationship establishment of this concept to the professional praxis in tourism and in the touristic praxis. The thoughts presented here are based on the understanding of Hospitality/hosting a established as a phenomenon of the alternation of the poles in interaction (to host and be hosted) and, under this point of view, establishing itself as the foundation axis of the tourism phenomenon. We also present the theoretical assumption that all genuine host loads the pedagogical potential of being an agent of learning, knowledge catalyst, promoter of psychological and cognitive, relational processes transformation. In this universe, this research aims to raise discussion about relations between the hosting phenomenon and the concept of educational tourism. Methodologically, it was developed two Operatives Groups sections, intermediated by performing on the enterprise itself, a specific tourism practice (horse track). The research corpus consists on the subjects verbal manifestations – employees and managers of the in loco field enterprise over the operating groups and the guide and tourists responses to the interviews done before and after the track. The discourse analysis was guided by assumptions of the enunciative theory according to Bakhtin (1997), also have appealed to some procedures of the content analysis, according to Bardin (2000). The results link the resizing/reframing, identified/inferred, analysis objects, to the reflexive processes effected on/by the Operative Groups, in which we can find the growing closeness to the concept of hospitality/hosting taken as reference. On the other hand, either directly by the subjects' responses to interviews or indirectly by the respective operating groups in the manifestations, the tourism, when marked by genuine host relationship, is educational providing boundaries break and thus opening new spaces for transformations and learning.
3

O ato educativo numa perspectiva desconstrucionista : hospitalidade e experiência no espaço escolar /

Sônego, Ediléia Pereira. January 2016 (has links)
Orientador: Paula Ramos de Oliveira / Banca: Denis Domeneghetti Badia / Banca: Carlos Skliar / Resumo: A presente pesquisa surgiu da intenção de estabelecer uma aproximação entre o pensamento do filósofo franco-argelino Jacques Derrida e o ato educativo. A desconstrução derridiana nos possibilita caminhos para analisar o Ato Educativo como um acontecimento, inusitado, impensado, diferindo-se do que comumente se apresenta: uma busca frenética por categorizar, capturar, domesticar os conteúdos e saberes tidos como dogmáticos e que cerceiam as mais diferentes relações que são colocadas na escola. Essa escola desconstruída é aquela capaz de possibilitar a acolhida ao outro e, com ela, a abertura do mundo - o contemporâneo - que é esquecido na conversa entre as gerações e que se coloca como maneira de ultrapassar as medidas que cabiam apenas na esfera jurídica, na individualidade do sujeito, elevando-as ao campo público, uma vez que nos expede uma experiência com a Educação que não se estabeleça no tempo passado ou no tempo futuro, mas que seja capaz de interromper a suposta ordem natural das coisas tida como destino. Concebendo o espaço escolar como território legítimo desse ato que, ao mesmo tempo, como que em um processo antagônico, revela-se num lugar (im)possível para tal acontecimento, o estudo que aqui se coloca, busca compreender as implicações da alteridade e sua suposta acolhida sem condição na escola, sobretudo as que tangem os arrolamentos entre os outros e a herança da qual são herdeiros para a constituição (possível ou não) de uma outra Educação / Résumé: Cette recherche est née de l'intention d'établir une connexion entre la pensée du philosophe français Jacques Derrida-algérien et l'acte éducatif. La déconstruction de Derrida nous permet façons d'analyser la Loi sur l'éducation comme un événement, inhabituelle, irréfléchie, différant de la présente généralement: une recherche effrénée en catégorisant, capture, prise contenus et des connaissances aussi dogmatique et de limiter le plus différent relations qui sont placés dans l'école. Cette école déconstruit est celui qui peut permettre d'accueillir l'autre et, avec elle, l'ouverture du monde - contemporain - qui est négligée dans la conversation entre les générations et qui se pose comme un moyen de surmonter les mesures qui pourraient correspondre seulement pour les individus, l'individualité du sujet, de les élever au domaine public, puisque les questions une expérience avec l'éducation qui ne peut pas être établie dans le passé ou dans le futur, mais pour être en mesure d'arrêter l'ordre naturel supposée des choses prises comme une destination. Concevoir l'école comme un territoire légitime de cette loi en même temps que dans un processus contradictoire, se révèle être un lieu (im) possible pour un tel événement, l'étude a posé ici, cherche à comprendre les implications de l'altérité et son supposément accepté sans condition dans l'école, en particulier ceux qui concernent les arrolamentos entre autres et le patrimoine dont ils sont les héritiers de la constitution (ou ne peuvent pas) une autre éducation / Mestre
4

Comida afetiva : uma expresão de gosto, hospitalidade e memória

Tavares, Adriano Pereira 29 May 2018 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Excelência em Turismo, Programa de Pós-Graduação em Turismo, 2018. / Submitted by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-10-16T21:28:39Z No. of bitstreams: 1 2018_AdrianoPereiraTavares.pdf: 3595445 bytes, checksum: 67e332dd79c89f0695ff973502ab0d9e (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-10-18T20:36:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2018_AdrianoPereiraTavares.pdf: 3595445 bytes, checksum: 67e332dd79c89f0695ff973502ab0d9e (MD5) / Made available in DSpace on 2018-10-18T20:36:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2018_AdrianoPereiraTavares.pdf: 3595445 bytes, checksum: 67e332dd79c89f0695ff973502ab0d9e (MD5) Previous issue date: 2018-10-18 / O cheiro de um café saindo quentinho poderá remeter a lembranças, significa um cheiro marcante na vida humana. O cenário da comida afetiva rompe padrões e restringe o trabalho ao domínio da cozinha. A hospitalidade pode ter a função de transformar estranhos em conhecidos, inimigos em amigos, amigos em melhores amigos, forasteiros em pessoas íntimas e não parentes em parentes. Tem-se como intuito neste estudo construir memórias, explorar as relações entre o afeto, comida e hospitalidade, enfatizando a memória e os sentimentos arraigados nas raízes, logo tem por objetivo descrever e compreender como o afeto é construído em relação à comida e, ao mesmo tempo, entender se o afeto é uma expressão de hospitalidade dentro dos sentidos de memória, buscando desenvolver e interpretar o conceito de Comida Afetiva. A recepção de alguém permeia inúmeras situações, desde um convite para entra e tomar um café, até mesmo à produção de um grande banquete. A dissertação buscou métodos distintos para referenciar os objetivos de forma que pudesse entrelaçar questões teóricas. A pesquisa qualitativa pode gerar um novo questionamento, uma nova solução para um problema já discutido e considera as concepções dos indivíduos relativas ao mundo que o cerca. Desta forma, os métodos qualitativos buscam a compreensão dos significados que os indivíduos em si colocam em prática na construção do seu mundo social. Quanto a análise dos dados, foram selecionadas três famílias, sendo a primeira família, Silva oriunda de Piancó - PB vinda na construção de Brasília para trabalhar nas obras e nos empregos criados em meados de 1965, criou raízes em Brasília. A escolha desta família se deu pelo fato de serem nordestino e poderem contribuir neste estudo com suas comidas típicas e seus costumes sertanejos. A segunda família, os Hoshi de origem japonesa, vinda de Londrina-PR. A relevância da família para o estudo está em mostrar a imigração japonesa misturado com as características brasileiras, trazendo consigo tradições daquele país agregando conhecimentos e costumes de outra cultura, diferenciando-se da família Silva que é totalmente brasileira. A terceira e última família e Mineira nascida e vivida na cidade de Bixinho - MG, proprietários de uma pousada, sendo o casal criado dentro de uma família patriarcal em que os filhos contribuíam nas tarefas domésticas e na renda familiar. A escolha desta família deu-se pela sequência dos fatos, diferenciando-se dos demais casos selecionados. Essa família contribuiu com o fator econômico, pois a pousada administrada pela família, criando um ambiente familiar, afetuoso e de hospitalidade. Percebeu-se que a comida afetiva é baseada em memórias, é o ato de degustar um alimento que seja associado à hospitalidade capaz de gerar a boa lembrança da vida, ao prazer, ao gosto de infância, regados sempre de doação, despertando sentimentos, memórias, segurança e prosperando em suas gerações. Desta forma, o entendimento da Comida Afetiva vem a ser uma rica contribuição para os fundamentos da hospitalidade, principalmente por parte de meios de hospedagem aconchegantes, menores e familiares. Compreendeu-se que o afeto é construído em torno da cozinha (mesa) que ao mesmo tempo interliga-se a hospitalidade e a sociabilidade em torno da comida e das representações que o alimento traz. / The smell of a warm coffee coming out of it may remind you of a scent of human life. The affective food scenario breaks standards and restricts work to the mastery of the kitchen. Hospitality may have the function of turning strangers into acquaintances, enemies into friends, friends into best friends, outsiders into intimate persons and non-relatives to relatives. The purpose of this study is to build memories, to explore the relationships between affection, food and hospitality, emphasizing memory and feelings rooted in the roots, and then aims to describe and understand how affection is built in relation to food and, at the same time, at the same time, to understand if affection is an expression of hospitality within the sense of memory, seeking to develop and interpret the concept of Affective Food.The reception of someone permeates innumerable situations, from an invitation to enter and have a coffee, even the production of a great banquet. The dissertation sought different methods to refer objectives in a way that could interweave theoretical questions. The qualitative research can generate a new questioning, a new solution to a problem already discussed and considers the conceptions of the individuals relative to the world that surrounds it. In this way, qualitative methods seek to understand the meanings that individuals themselves put into practice in the construction of their social world. As for the analysis of the data, three families were selected. The first family, Silva from Piancó-PB, who came to build Brasília to work on the works and jobs created in mid-1965, took root in Brasilia. The choice of this family was due to the fact that they are northeastern and can contribute in this study with their typical foods and their sertanejos costumes. The second family, the Hoshi of Japanese origin, coming from Londrina PR. The relevance of the family to the study is to show the Japanese immigration mixed with Brazilian, bringing with it traditions of that country adding knowledge and customs of another culture, differentiating itself from the Silva family that is totally Brazilian. The third and last Mineira family was born and lived in the city of Bixinho, MG, owners of an inn, the couple being raised within a patriarchal family in which the children contributed in the domestic tasks and the family income, thus learning the office of the business of the family or preparing the family to create their own offspring. The choice of this family was due to the sequence of events, differing from the other selected cases. This family contributed to the economic factor, because the inn managed by the family, creating a family atmosphere, affectionate and hospitality. It was perceived that affective food is based on memories, it is the act of tasting a food that is associated, in the hospitality capable of generating the good memory of life, to pleasure, to the taste of childhood, always watered by giving, arousing feelings, memories, security and thriving in their generations. In this way, the understanding of Affective Food comes to be a rich contribution to the foundations of hospitality, mainly by means of warm, minor and familiar lodging. It was understood that affection is built around the kitchen (table) which at the same time intertwines the hospitality and sociability around the food and the representations that the food brings.
5

A “hospitalidade” invertida : o papel das relações configuracionais para a compreensão do espaço urbano turístico

Silva, Raquel Egídio Leal e 19 December 2017 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2018-03-19T19:31:36Z No. of bitstreams: 1 2017_RaquelEgídioLealeSilva.pdf: 10870287 bytes, checksum: f0f9f60ec20698a7d466d8ef671f2100 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2018-03-28T17:29:53Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_RaquelEgídioLealeSilva.pdf: 10870287 bytes, checksum: f0f9f60ec20698a7d466d8ef671f2100 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-03-28T17:29:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_RaquelEgídioLealeSilva.pdf: 10870287 bytes, checksum: f0f9f60ec20698a7d466d8ef671f2100 (MD5) Previous issue date: 2018-03-28 / A tese procura contribuir para a discussão dos elementos que integram a leitura do espaço urbano turístico pelos usuários (morador, visitante e turista), em seus aspectos configuracionais, de modo a colaborar para o planejamento urbano sensível à hospitalidade local. Ao olhar a cidade com interesse turístico, explora-se a compreensão de LYNCH (1997), HOLANDA (2002), MEDEIROS (2013) e GEHL (2014), que percebem a cidade como um espaço socialmente utilizável. A leitura configuracional, juntamente com a teoria da hospitalidade (GRINOVER, 2007; FERRAZ, 2013) é assumida como abordagem teórica, metodológica e ferramental. A amostra é composta por 18 assentamentos históricos brasileiros de pequeno porte que já apresentam o desenvolvimento da atividade turística estimulada pelos recursos patrimoniais. Para o estudo, são duas as questões de pesquisa: (1) Do ponto de vista diacrônico, como a configuração colabora para a compreensão do espaço urbano em cidades de interesse turístico? (2) De que maneira uma maior acessibilidade configuracional pode favorecer o turismo? Os achados apontam que a relação entre configuração e turismo é inversamente proporcional: ganho de acessibilidade implica pior desempenho turístico. Portanto, as intervenções urbanas feitas nesses sítios numa perspectiva global, de todo o sistema urbano, devem atentar para não produzir efeitos capazes de comprometer a integridade dos centros históricos, áreas que materializam o foco turístico. Além disso, a relação entre hospitalidade e acessibilidade precisa ser invertida: é nas estruturas labirínticas que se encontram os espaços urbanos turísticos mais acolhedores. / This thesis aims to discuss the integrating elements of interpretation in touristic urban space from a user perspective (resident, visitor and tourist) through its configurational aspects, in order to collaborate to an urban planning sensitive to local hospitality. Observing the city with touristic interest, notions from LYNCH (1997), HOLANDA (2002), MEDEIROS (2013) and GEHL (2014) are explored, considering city as a socially usable space. The theoretical, methodological and technical approach consists in configurational reading combined with hospitality theory (GRINOVER, 2007; FERRAZ, 2013). The research sample is composed by 18 small sized Brazilian historical settlements that already present touristic activity stimulated by heritage resources. The study points out two research questions: (1) From a diachronic perspective, how does configuration contribute for urban space understating in touristic cities? (2) In which way can a higher configurational accessibility favour tourism? Findings reveal that the relation between configuration and tourism is inversely proportional: higher accessibility reveals lower touristic performance. Therefore, global urban interventions performed in touristic cities, considering the entire system must be carefully undertaken otherwise compromising historical centres integrity, where touristic activities are concentrated. In addition, the relation between hospitality and accessibility must be reversed: most welcoming touristic urban spaces are located in labyrinthic structures.
6

Por uma geografia da hospitalidade : o lugar, a racionalidade e a hospitalidade em comunidades que recebem visitantes

Rezende, Ricardo de Oliveira January 2016 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Geografia, Programa de Pós Graduação em Geografia, 2016. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-12-12T16:24:58Z No. of bitstreams: 1 2016_RicardodeOliveiraRezende.pdf: 10108267 bytes, checksum: a11227ad477645eb5ee81bdb39ba2a8d (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2017-01-11T19:41:00Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_RicardodeOliveiraRezende.pdf: 10108267 bytes, checksum: a11227ad477645eb5ee81bdb39ba2a8d (MD5) / Made available in DSpace on 2017-01-11T19:41:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_RicardodeOliveiraRezende.pdf: 10108267 bytes, checksum: a11227ad477645eb5ee81bdb39ba2a8d (MD5) / Esta tese investiga o fenômeno da hospitalidade comunitária iniciando pela proposição do ponto de vista da hospitalidade e abdicando do ponto de vista do turismo. Em seguida, é realizada a crítica aos conceitos utilizados bem como uma verificação das abordagens epistemológicas dos autores que tratam o tema. Com isso, são estudadas algumas teorias críticas para o aprofundamento das análises sobre o tema: o conceito humanista de lugar de E. Relph e o conceito de genoespaço de P. Gomes; a teoria da dádiva de M. Mauss; a teoria da racionalidade comunitária de J. Habermas e das contrarracionalidades de M. Santos bem como a teoria dos movimentos sociais latinoamericanos de M. G. Gohn. Foi realizada uma pesquisa de campo em 2016 com o objetivo de verificar como as teorias estudadas auxiliam no entendimento da realidade no caso do Município de Nova Olinda (CE) onde a Fundação Casa Grande - Memorial do Homem Kariri desenvolve a hospitalidade comunitária com hospedagem domiciliar e familiar. Ao final, verificou-se a viabilidade da análise crítica do fenômeno por meio das teorias estudadas. Afirma-se que em Nova Olinda a hospitalidade comunitária é desenvolvida tendo como base o sentimento de pertença ao lugar com especial valorização de uma identidade caririense, tendo como locus de acontecimento a casa dos anfitriões, onde têm espaço relações interpessoais, entre moradores e visitantes, marcadas por sociabilidades primárias (dádiva – dar, receber, retribuir) no processo de convívio, acolhimento e comensalidade. Entende-se ainda que a hospitalidade comunitária pesquisada possui uma racionalidade comunicativa; a ação comunicativa do Grupo de Pais e Amigos da Fundação Casa Grande se dá por meio do debate periódico dos problemas e o estabelecimento de mecanismo de distribuição igualitária – entre as diversas famílias participantes – da oportunidade de hospedar (rodízio) e, consequentemente, de obter renda. Nota-se, nesse sentido que o processo de valorização da hospitalidade na comunidade representada pela Fundação Casa Grande situa-se como uma contrarracionalidade à racionalidade instrumental dominante, não atem-se à busca do lucro, mas sim, aos objetivos e fins da própria Fundação. Observa-se, por fim, que o vínculo da hospitalidade comunitária com a Fundação permite confirmar que esse tipo de hospitalidade tem sua origem em movimentos sociais. Com isso, pode dizer-se que a hospitalidade comunitária é o modo de receber das comunidades excluídas da – ou inseridas precariamente na – modernidade capitalista que, em geral, baseia-se no sentimento de pertença ao lugar, em uma maior vinculação com o “mundo vivido” sendo um tipo de sociabilidade primária baseada na dádiva, na racionalidade comunicativa e na ação social. _______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This thesis investigates the phenomenon of community hospitality starting from the proposition of hospitality’s point of view and abdicating from the tourism’s bias. Then, criticism on the existing concepts and a check of the author’s epistemological approaches are done. After that, some critical theories are reviewed in order to deepen the analysis on the subject: the humanist concept of place by E. Relph, the concept of genospace by P. Gomes; the gift’s theory by M. Mauss; the theory of communicative rationality by J. Habermas and contra-rationalities by M. Santos as well as the theory of Latin American social movements of M. G. Gohn. A fieldwork was conducted in 2016 in order to verify how the theories studied assist in the understanding of reality in the case of the Municipality of Nova Olinda (Ceará State, Brazil) where the Casa Grande Foundation – Memorial do Homem Kariri develops its community hospitality with home and family lodging. At the end, it was verified the viability of critical analysis on the phenomenon through the theories studied. It is said that community hospitality in Nova Olinda is developed based on the sense of belonging to the local with special appreciation of a Caririense identity, and the main locus of this hospitality is the house of the host people, where interpersonal relations between residents and visitors take place marked by primary sociability (gift - giving, receiving, reciprocating) in the process of living together, hosting and eating together. It is understood that this community hospitality studied has a communicative rationality; communicative action of the Foundation’s Parents and Friends Group is observed in the periodic discussion of the problems (week meetings) and the establishment of equal distribution mechanism - between the several participating families – for the opportunity to host (rotation) and hence to get income. It is remarkable, in this sense, that the process of appreciation of the community hospitality in the community represented by the Casa Grande Foundation is understood as a counter-rationality other than the dominant instrumental rationality, which aim is not the pursuit of profit, but the objectives and purposes of the Foundation itself. It is observed, finally, that the bond of the community hospitality with the Foundation allows to confirm that this kind of community has its roots in social movements. Finally, it was found that community hospitality can be examined critically by the theories studied. The empirical framework proved to be ideal for verification of these theories in practice. Thus, it can be said that community hospitality is the capitalist modernity excluded (or, precariously inserted) communities’ way to host which, in general, is based on the sense of belonging to the place, a greater connection with the “living world” and is a type of primary sociability based on the gift, in communicative rationality and social action.
7

A ética da hospitalidade no acolhimento do outro

Comandulli, Sandra Patricia Eder 20 April 2016 (has links)
Nesta pesquisa o objetivo é discutir o tema da ética da hospitalidade que ainda desafia a humanidade, nesse início de século XXI, com os fluxos migratórios desordenados e a mobilidade global provocada por conflitos étnico-raciais e econômicos. No texto é feita uma análise conceitual, acerca da hospitalidade condicional e da hospitalidade incondicional com referência histórico-bibliográfica, com base nos estudos feitos por Kant, Levinas e Derrida. Kant formalizou o direito cosmopolita em que as condições da hospitalidade universal estão restritas ao direito de visita e que beneficia somente os cidadãos do Estado; Levinas defende a ética da alteridade em que o acolhimento é irrestrito e o eu que acolhe tem responsabilidade infinita sobre o outro e que transcende a presença de um terceiro; e a proposta de Derrida para o conceito de hospitalidade sob o prisma da desconstrução, traduzida na abertura política e jurídica, para que se avance numa nova responsabilidade quanto ao tema. Neste exercício de compreensão do alcance conceitual de hospitalidade, propõem-se uma análise de forma interrogante e não conclusiva sobre a incondicionalidade na ética de Levinas, numa perspectiva contemporânea que nos coloca frente a paradoxos que perpassam o tema da hospitalidade. / Submitted by Ana Guimarães Pereira (agpereir@ucs.br) on 2016-08-22T16:27:15Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao Sandra Patricia Eder Comandulli.pdf: 1052260 bytes, checksum: 4b166b6c25dbd175cba892f10be1a2ec (MD5) / Made available in DSpace on 2016-08-22T16:27:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao Sandra Patricia Eder Comandulli.pdf: 1052260 bytes, checksum: 4b166b6c25dbd175cba892f10be1a2ec (MD5) Previous issue date: 2016-07-16 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES. / In this research the aim is to discuss the issue of ethics of hospitality that still defies humanity, in the beginning of XXI century, with disorderly migration and global mobility caused by ethnic-racial and economic conflicts. The text is making a conceptual analysis about the conditional and unconditional hospitality with historical references, based on studies made by Kant, Levinas and Derrida. Kant formalized cosmopolitan rights where the conditions of the universal hospitality are restricted to the rights of access and that only benefit the citizens of the state; Levinas defends the ethics of alterity in which the welcoming is unrestricted and the one hosting has infinite responsibility for the other and that transcends the presence of a third party; and the proposal of Derrida to the concept of hospitality is from the perspective of deconstruction of it, translated into policy and legal opening to move forward on a new responsibility on the subject. In this exercise of understanding the conceptual reach of hospitality, is proposed an analysis of in questioner form and not conclusive about the unconditionality in ethics of Levinas, a contemporary perspective that puts us face to face with paradoxes that permeate the theme of hospitality.
8

Hospitalidade como vantagem competitiva : um estudo de caso das instituições turísticas de Palmas – TO na visão dos atores

Erig, Geruza Aline 07 July 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Excelência em Turismo, Mestrado Profissional em Turismo, 2014. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2014-10-20T15:04:22Z No. of bitstreams: 1 2014_GeruzaAlineErig.pdf: 1446420 bytes, checksum: 46474123583ffa936add385fef50fb3d (MD5) / Approved for entry into archive by Tania Milca Carvalho Malheiros(tania@bce.unb.br) on 2014-10-20T15:54:46Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_GeruzaAlineErig.pdf: 1446420 bytes, checksum: 46474123583ffa936add385fef50fb3d (MD5) / Made available in DSpace on 2014-10-20T15:54:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_GeruzaAlineErig.pdf: 1446420 bytes, checksum: 46474123583ffa936add385fef50fb3d (MD5) / O município de Palmas, no Estado do Tocantins, possui apenas 25 anos de existência. Antes mesmo de se tornar destino turístico ou mesmo portal para acesso aos atrativos turísticos como os da região do Jalapão, a cidade capital homônima nasceu a partir do desmembramento do Estado de Goiás definido pela Constituição de 1988. Como cidade planejada e que possui seu produto interno bruto baseado principalmente no setor de serviços, Palmas possui uma configuração territorial privilegiada, com espaços de preservação ambiental e de qualificação da área urbana, como a Praça dos Girassóis, a Praia da Graciosa e o Parque Cesamar que geram espaços sociais de uso do território para o lazer e o turismo. Espaços que, entre outros, apresentam uma cidade com características de hospitalidade próprias, fruto do processo histórico de seu desenvolvimento. Por outro lado, nota-se que o território da cidade não é homogêneo na oferta da hospitalidade, inclusive a turística. As noções de hospitalidade e território relacionadas ao turismo serão tratadas nessa pesquisa, a fim de responder ao objetivo proposto de analisar os sentidos da hospitalidade, na visão dos atores, expressa pela cidade de Palmas, enquanto destino turístico. Parte-se de questões centrais baseadas no movimento concreto e sócio histórico da realidade de estudo em relação às contradições que a constituem. Com base no referencial teórico (hospitalidade, território e turismo) um estudo de caso foi realizado, o que permitiu reunir informações detalhadas para o entendimento da hospitalidade. A vantagem competitiva utilizada nesta pesquisa deve ser entendida como uma vantagem fundamental que os estabelecimentos e locais turísticos apresentam em relação aos seus concorrentes, que pode ser demonstrada pelo desempenho superior ao das demais cidades. Trata-se de uma vantagem fundamental, pois representa aquele "algo mais" que mostra que a cidade pode ser diferenciada e que a coloca em destaque frente aos outros destinos turísticos. Como resultado conclui-se que a prática da hospitalidade em Palmas pode representar uma vantagem competitiva para alavancar o turismo na cidade. _________________________________________________________________________ ABSTRACT / The city of Palmas, Capital of State of Tocantins, is only 25 years old. Before becoming a tourist destination or a gate to access tourist attractions such as the Jalapão region, the capital city that was created just after the splitting of the State of Goiás as established by the Brazilian Constitution of 1988. A planned city, it has its gross domestic product based on the service sector, mainly in the public sector. Palmas has a privileged territorial dimension constituted by large spaces for environmental preservation and good urban areas, such as Girassóis square, Praia Graciosa and Cesamar Park that generate social spaces for leisure and tourism. Places that present a specific way of hospitality characteristics mainly due to the historical process of its construction. Moreover, we note that the territory of the city is not homogeneous in offering hospitality, including tourism. Notions of hospitality and tourism-related territory will be treated in this research in order to respond to the objective of analyzing the meanings of hospitality while actors' behavior, expressed by the city of Palmas (TO) as a tourist destination from core issues and based on historical social movement and the reality of education in relation to the contradictions that constitute it. Based on the theoretical framework (hospitality, tourism and territory) a case study was developed, which allowed gathering detailed information for understanding of hospitality. The competitive advantage used in this research must be understood as a fundamental advantage that the establishments and the touristic sites exhibit regarding its competitors, that can be shown by the superior performance compared to the other cities. It is a key advantage, as it represents the "something more" that show that the city can be distinguished and puts it under the spotlights regarding the other touristic destinations. As a result it was concluded that the hospitality practice in Palmas represent a competitive advantage to improve the tourism in the city.
9

A ética da hospitalidade no acolhimento do outro

Comandulli, Sandra Patricia Eder 20 April 2016 (has links)
Nesta pesquisa o objetivo é discutir o tema da ética da hospitalidade que ainda desafia a humanidade, nesse início de século XXI, com os fluxos migratórios desordenados e a mobilidade global provocada por conflitos étnico-raciais e econômicos. No texto é feita uma análise conceitual, acerca da hospitalidade condicional e da hospitalidade incondicional com referência histórico-bibliográfica, com base nos estudos feitos por Kant, Levinas e Derrida. Kant formalizou o direito cosmopolita em que as condições da hospitalidade universal estão restritas ao direito de visita e que beneficia somente os cidadãos do Estado; Levinas defende a ética da alteridade em que o acolhimento é irrestrito e o eu que acolhe tem responsabilidade infinita sobre o outro e que transcende a presença de um terceiro; e a proposta de Derrida para o conceito de hospitalidade sob o prisma da desconstrução, traduzida na abertura política e jurídica, para que se avance numa nova responsabilidade quanto ao tema. Neste exercício de compreensão do alcance conceitual de hospitalidade, propõem-se uma análise de forma interrogante e não conclusiva sobre a incondicionalidade na ética de Levinas, numa perspectiva contemporânea que nos coloca frente a paradoxos que perpassam o tema da hospitalidade. / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES. / In this research the aim is to discuss the issue of ethics of hospitality that still defies humanity, in the beginning of XXI century, with disorderly migration and global mobility caused by ethnic-racial and economic conflicts. The text is making a conceptual analysis about the conditional and unconditional hospitality with historical references, based on studies made by Kant, Levinas and Derrida. Kant formalized cosmopolitan rights where the conditions of the universal hospitality are restricted to the rights of access and that only benefit the citizens of the state; Levinas defends the ethics of alterity in which the welcoming is unrestricted and the one hosting has infinite responsibility for the other and that transcends the presence of a third party; and the proposal of Derrida to the concept of hospitality is from the perspective of deconstruction of it, translated into policy and legal opening to move forward on a new responsibility on the subject. In this exercise of understanding the conceptual reach of hospitality, is proposed an analysis of in questioner form and not conclusive about the unconditionality in ethics of Levinas, a contemporary perspective that puts us face to face with paradoxes that permeate the theme of hospitality.
10

O paradoxo levinasiano de uma liberdade heteronômica

AGUIAR, Diogo Villas Boas 31 January 2014 (has links)
Submitted by Paula Quirino (paula.quirino@ufpe.br) on 2015-03-05T17:26:09Z No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO Diogo Villas Bôas Aguiar.pdf: 1870652 bytes, checksum: 6bf441be92f1a1edb10fa38d6faac242 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-05T17:26:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO Diogo Villas Bôas Aguiar.pdf: 1870652 bytes, checksum: 6bf441be92f1a1edb10fa38d6faac242 (MD5) Previous issue date: 2014 / Esta dissertação trata do problema da liberdade tal qual elaborado por Levinas. Desenvolve-se a partir do questionamento sobre a possibilidade da articulação entre liberdade e heteronomia e sustenta-se na tese de que a chave desta articulação reside em dois conceitos: hospitalidade e substituição. Tal tese exige que recorramos basicamente a dois textos: Totalidade e infinito e Outramente que ser – textos nos quais encontramos, respectivamente, os dois conceitos supracitados. Esta escolha determina fundamentalmente a divisão feita em três capítulos. O primeiro, dedicado a Totalidade e infinito, fornecerá os principais traços argumentativos delineados por Levinas na formulação do conceito de liberdade investida e acentuará que a forte oposição entre interioridade e exterioridade influi diretamente na oposição entre liberdade econômica e investida. O conceito de hospitalidade será o recurso responsável por minimizar os impactos de tal oposição. Já o segundo capítulo desempenha uma função mediadora. Como lidamos com dois textos separados por mais de uma década e em que houve uma revisão estrutural da argumentação, esse capítulo fornece o elo necessário para que fique claro o motivo pelo qual essa reformulação se tornou inevitável. No fundo, há uma tese tangencial sustentando a ideia de que, ainda que a formulação do conceito levinasiano de liberdade desemboque na anterioridade da responsabilidade, a arquitetura conceitual que permite a elaboração do conceito de liberdade em Totalidade e infinito diverge radicalmente daquela de Outramente que ser. Assim, abrimos caminho para o terceiro e último capítulo, dedicado a uma análise daquele que, ao lado de Totalidade e infinito, ficou conhecido como um dos textos mais importantes de Levinas: Outramente que ser. Aqui expomos como a reinterpretação da identidade em termos de uma passividade radical e desde sempre perpassada pela alteridade exige a formulação do conceito de liberdade finita. Não mais falamos em hospitalidade. Substituição será a chave da articulação entre liberdade e heteronomia. Por fim, concluímos fornecendo uma interpretação possível para o conceito levinasiano de liberdade.

Page generated in 0.0939 seconds