• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 285
  • 3
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 292
  • 173
  • 71
  • 60
  • 51
  • 48
  • 43
  • 35
  • 33
  • 32
  • 31
  • 30
  • 27
  • 27
  • 27
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Comparação dos resultados de um novo questionário de avaliação psicológica versus avaliação psicanalítica clássica em mulheres inférteis /

Achê, Rubens Sérgio. January 2005 (has links)
Orientador: José Gonçalves Franco Júnior / Resumo: Acesso eletrônico abaixo. / Abstract: Electronic access below. / Mestre
2

Avaliação do uso de um protocolo economico para o tratamento da esterilidade conjugal e mensuração da real necessidade de procedimentos de fertilidade assistida em população de casais estereis

Olmos Fernandez, Paulo Eduardo Alves 25 July 2018 (has links)
Orientador: Abrahan Juan Antonio Diaz Moraguez / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-25T12:15:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 OlmosFernandez_PauloEduardoAlves_D.pdf: 191315 bytes, checksum: 21d47f00c90c99b36d0e05b596ab1165 (MD5) Previous issue date: 1999 / Doutorado
3

Estudo descritivo de casais que consultaram no ambulatorio de esterilidade da Faculdade de Ciencias Medicas da Universidade Estadual de Campinas no periodo de 1972 a 1980

Silva, Marigilka Cunha e 08 March 1984 (has links)
Orientador: Jose Aristodemo Pinotti / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-16T05:03:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Silva_MarigilkaCunhae_M.pdf: 1446545 bytes, checksum: f5d69de085698ff6822632beab6f0149 (MD5) Previous issue date: 1983 / Resumo: Fizemos um levantamento de 639 fichas clínicas de casais que consultaram no Serviço de Esterilidade Conjugal do Departamento de Tocoginecologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas. Foram estudados 466 casais com o diagnóstico de esterilidade, desses apenas 282 tiveram a propedêutica masculina e feminina completa, enquanto que 184 tiveram somente a propedêutica feminina. A esterilidade de causa feminina, se mostrou mais freqüente no casal, que, a masculina, e o fator feminino mais freqüente foi o ovulatório (42.7%), quando sua ocorrência foi analisada isoladamente e em associação com outros fatores femininos ou masculinos. O segundo fator mais freqüente foi o cérvico-vaginal com 36.7%, analisado nas mesmas condições do ovulatório. Em 18 casos não se identificou causa de esterilidade no casal, muito embora se tenha realizada a propedêutica adequadamente. De grupo levantado somente 200 pacientes foram submetidos a um tratamento, e nesse grupo 29.9% das mulheres engravidaram, enquanto que a ocorrência de gravidez entre todas as pacientes levantadas foi de 15.5%; Em 15 casos o produto da gravidez foi inviável, terminando em aborto; Em 33 casos foram nativos à termo, e em 24 casos não se identificou o término da gravidez, pois em 6 casos a gravidez ainda estava em curso, e em 18 casos não houve retorno das pacientes após ficarem grávidas / Abstract: We have presented the data on 639 couples complaining of infertility, who have been investigated at the infertility clinic of Science Medical College of the Universidade Estadual de Campinas from 1972 to 1980. Of these only 466 were completely investigated. An analysis of their characteristics in terms af age, duration af infertility and the outcome of sucessful pregnancy has been made and discussed. The factors respansible for the infertility were divided into 5 groups. Infertility was judged to be due to female factors in 60% of the couples, and to male factors in 9.9% of the couples. There were 72 (15.5%) pregnancies among the 466 couples studied / Mestrado / Mestre em Ciências Médicas
4

Fatores de risco para esterilidade tubaria

Bueno, Jose Geraldo Romanello 07 November 2018 (has links)
Orientadores : Luiz Guillermo Bahamondes, Ellen Elizabeth Hardy, Jose Mendes Adrighi / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-11-07T17:19:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bueno_JoseGeraldoRomanello_D.pdf: 1219541 bytes, checksum: 6ffde47d792af036ba91a51997e02585 (MD5) Previous issue date: 1992 / Resumo: Um estudo caso-controle de 215 mulheres estéreis e 430 férteis foi realizado no Departamento de Tocoginecologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas com a finalidade de se identificar alguns fatores de risco para a obstrução tubária. A análise estatística, através do método univariado , revelou que as mulheres que tiveram sua primeira relação sexual com idade inferior aos 16 anos, que haviam tido dois parceiros ou mais, as tabagistas, as que ingeriam álcool, as que haviam praticado sexo anal, tinham antecedente de aborto provocado, as que fizeram curetagem. por profissional não médico ou que tiveram complicações após um aborto provocado e as com antecedente de cirurgia abdominal apresentaram maior risco para esterilidade tubária. As variáveis uso de anticoncepcional hormonal oral, injetável ou barreira ofereceram uma proteção contra a obstrução tubária. Ao se avaliar os dados pela análise multivariada verificou-se que somente o alcoolismo e antecedente de cirurgia pélvica foram de risco para obstrução tubária. As variáveis uso de anticoncepcional hormonal -oral ou injetável- e de barreira representaram evidente proteção / Abstract: A case-control study of 215 infertile and 430 fertile women was done at the Department of OB/GYN at Campinas state University to identify some risk factors for tubal occlusion. The statistical analysis, through the univariate method, showed that women who had less than 16 years of age at their first sexual intercourse, had had three or more sexual partners,smokers, frequent alcohol consumers, used to practice anal sex, had had induced abortion and had done uterine curettage by non-medical professionals or had had any abortion complications and history of abdominal surgery all had had higher risk for tubal infertility. Barrier,oral and injectable hormonal contraception offered evident protection against tubal obstruction. When data were analysed by multivariate analysis, it was observed that only alcoholism and history of pelvic surgery were of risk. Only thevariables barrier, oral and injectable hormonal contraception revealed significant protection against tuba infertility / Doutorado / Doutor em Ciências Médicas
5

A esterilidade na mulher

Costa, Abílio de Deus Pereira do Lago e January 1919 (has links)
No description available.
6

Vivencias de mulheres e homens do programa de fertilização in vitro da UNICAMP

Makuch, Maria Yolanda 28 July 2018 (has links)
Orientador: Mauricio Knobel / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-28T17:47:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Makuch_MariaYolanda_D.pdf: 4217324 bytes, checksum: 0e9ca8d17aaee14f2466bc42b28994ed (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: Dentre os tratamentos propostos para os casais estéreis o mais complexo é a fertilização in vitro (FIV). Este procedimento exige um investimento emocional, de tempo e esforço, que leva freqüentemente à postergação de outras necessidades. Isto gera numerosas vivências, às vezes contraditórias, na vida dos homens, das mulheres, do casal. O objetivo deste estudo foi conhecer as vivências dos casais que participaram do programa de FIV, do CAI SM/U NI CAM P, durante o período de abril 1999 a abril 2000. Foi um estudo descritivo, com um componente quantitativo e outro qualitativo. Para o componente quantitativo foi aplicada a escala de ansiedade e depressão Hospital Amáety and Depression (HAD), e para o componente qualitativo foram realizadas entrevistas. Para estas foi utilizada uma amostra proposital realizando-se, conforme a lógica subjacente a este tipo de amostragem, seleção de casos que manifestavam o fenômeno de interesse intensamente. Foram procurados casos ricos em informação em relação aos objetivos propostos em este estudo. Foram aplicadas 55 escalas a mulheres e 31 a homens e foram realizadas 33 entrevistas a mulheres e 20 a homens. Para a analise das entrevistas, estas foram lidas várias vezes e as respostas agrupadas em núcleos de sentido. As sub-escalas HAD mostraram que em gerai homens e mulheres não estavam ansiosos nem deprimidos ao início de um ciclo de FIV. As entrevistas mostraram que os casais que participaram do FIV eram em geral bem estruturados e tinham uma vida sexual satisfatória. A decisão de participar dos procedimentos do F/V faz parte da sequência dos tratamentos, e mulheres e homens os iniciam com muita esperança sem considerar o fracasso como uma possibilidade. Os homens sentiam que o seu papel era de apoiar às mulheres e as mulheres estavam dispostas a fazer qualquer intento por obter uma gravidez / Abstract: Among infertility treatments in vitro fertilization(IVF) is considered one of the most complex and the demanding treatments for infertile couples. This procedure involves an important emotional investment and the time and effort dedicated frequently mean the postponement of other projects. Life experiences, sometimes contradictory are part of this process for woman, man and couples. The objective of this research was to study life experience during the initiation IVF procedures, of women and men, participating of the IVF Program of CAISM/UNICAMP, between April 1999 and April 2000. This study was quantitative and qualitative. The Hospital Anxiety and Depression (HAD) Scale applied to evaluate anxiety and depression among women and men beginning IVF procedures and interviews were performed to access life experience of the participants. Or the qualitative component of this study a purposeful. Following the to the logic of this sampling procedure cases rich in information were purposefully selected according to the proposed objectives. The HAD scale was completed with 55 women and 31 men. Also in-depth interviews were conducted with 33 woman and 20 men. For the analysis the interviews were read several times and the contents organized. The analysis of the scores on the sub-scales anxiety and depression showed that women and men were did not present scores compatible with anxiety or depression at the showed that women and men participating in this study in general had a good relationship with their partners and that their sexual life was satisfactory. The decision to participates in IVF procedures for women as well as for men was part of the process of seeking for a solution for their infertility and they all had hope and positive expectation related to the outcome of the cycle they were initiating without considering the possibility of failure. Men perceived their role as giving support to their wives during this process and women were determined to do everything to become pregnant / Doutorado / Saude Mental / Doutor em Ciências Médicas
7

Avaliação dos fatores associados à qualidade de vida e qualidade de vida relacionada à saúde em uma amostra de mulheres inférteis brasileiras

Chachamovich, Juliana Luzardo Rigol January 2006 (has links)
Introdução: A infertilidade é uma condição que está associada a prejuízo em diversas áreas da vida. O constructo Qualidade de Vida tem sido crescentemente reconhecido em pesquisas em saúde. Ao aproximar-se da metodologia científica de investigação, passou a permitir seu uso em diferentes populações. Especialmente nas pesquisas de fenômenos complexos, tal constructo mostra-se uma ferramenta útil quando o objetivo é ampliar o entendimento para além de aspectos clínicos e levantar hipóteses não classicamente avaliadas por desfechos tradicionais. Objetivo: Avaliar os preditores de qualidade de vida e qualidade de vida relacionada à saúde em uma amostra de mulheres inférteis Método: Estudo transversal utilizando como instrumentos ficha de dados sócio-demográficos, SF-36 e WHOQOL-BREF. Resultados: Foram entrevistadas 179 mulheres atendidas em um serviço de infertilidade. A amostra foi composta predominantemente de mulheres com idade entre 30-40 anos (63%), que se sabiam inférteis há menos de 5 anos (57%) e sem tentativa de reprodução assistida prévia (79%). A regressão logística indicou as seguintes variáveis como preditoras: idade (domínios Estado Geral de Saúde e Capacidade Funcional), realização de fertilização in vitro prévia (domínios Vitalidade e Psicológico), cirurgia prévia no aparelho reprodutor (domínios Estado Geral de Saúde e Meio Ambiente), escolaridade (domínios Vitalidade, Saúde Mental, Relações Sociais e Meio Ambiente) e percepção de piora na vida sexual (domínio Global). Considerações finais: Os achados descritos permitem identificar variáveis como preditores dos escores de Qualidade de Vida e Qualidade de Vida Relacionada à Saúde em seus diferentes domínios. A realização de estudos utilizando instrumentos capazes de detectar e quantificar tal impacto é de fundamental importância para que se possa obter dados que permitam a aferição científica destas repercussões. Esta estratégia possibilita planejar intervenções cientificamente embasadas que abordem as diversas áreas da vida afetadas e não usualmente tratadas em protocolos convencionais, cujo foco tem sido eminentemente os aspectos reprodutivos. Essa linha de pesquisa pode evidenciar uma potencial lacuna entre as necessidades destas pacientes e a assistência oferecida.
8

Avaliação do nível sérico de prolactina e CA 125 como marcadores diagnósticos de endometriose

Bilibio, João Paolo January 2010 (has links)
Existe um atraso no diagnóstico de endometriose de cerca de 8 anos, provavelmente devido ao fato de seu diagnóstico ser cirúrgico e seus sintomas inespecíficos e com vários graus de intensidade. Devido a isso a procura por marcadores de endometriose é de interesse de todos os ginecologistas. Já foi demonstrado que a prolactina está aumentada neste grupo de pacientes. O objetivo deste estudo é avaliar a prolactina e o CA 125 com marcadores no diagnóstico de endometriose. Conduzimos ao longo desta dissertação um estudo transversal com um total de 97 pacientes divididas em dois grupos: 1- Grupo de estudo: pacientes sintomáticas com endometriose (sintomas de infertilidade ou dor), 2- Grupo controle: grupo de pacientes assintomática sem endometriose (pacientes que realizaram laparoscopia para ligadura tubária). Foram coletados amostra de plasma em ciclos menstruais anteriores a cirurgia durante a fase secretora do ciclo menstrual sendo dosado a prolactina (poll de 3 amostras) e o CA 125. Encontramos que a prolactina está aumentada no grupo de pacientes com endometriose, seja em pacientes inférteis, pacientes com dor, estágios I e II ou estágios III e IV. Comparando os dois marcadores, a prolactina (sensibilidade de 21% e especificidade de 99%) e Ca 125 (sensibilidade de 27% e especificidade de 97%) apresentam sensibilidade e especificidade semelhantes (P=0.58). Quando utilizamos estes dois marcadores juntos a sensibilidade foi de 44% e especificidade de 99%. Quando utilizamos, com escolha através da curva ROC, os dois melhores pontos de corte para prolactina e Ca 125 com os seguintes critérios: melhor sensibilidade para uma especificidade maior que 90% endometriose (para prolactina de 14.8 ng/ml e para o CA 125 de 19.8 U/I), obtivemos uma sensibilidade de 77% e especificidade 88% com os dois marcadores juntos. A prolactina é um marcador sérico semelhante ao CA 125 para diagnóstico de endometriose, e estes dois marcadores usados isoladamente possuem baixa sensibilidade. Entretanto, o uso destes dois marcadores juntos especialmente usando pontos de corte mais adequados para endometriose (para prolactina de 14.8 ng/ml e para o CA 125 de 19.8 U/I) apresentam sensibilidade (77%) e especificidade (88%) aceitáveis.
9

Expectativas e sentimentos de mulheres em situação de reprodução medicamente assistida

Spotorno, Paula Munimis January 2005 (has links)
O presente estudo teve como objetivo investigar as expectativas e sentimentos de mulheres em situação de reprodução medicamente assistida. Participaram do estudo seis mulheres com idades entre 22 e 37 anos que realizavam tratamento para engravidar, especificamente a fertilização in vitro, no Setor de Reprodução do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. As participantes responderam a uma entrevista de dados sócio-demográficos e uma entrevista semi-estruturada sobre as suas expectativas e sentimentos em situação de reprodução medicamente assistida. Os dados foram analisados através da análise de conteúdo qualitativa e, em termos gerais, revelaram que a infertilidade é uma experiência extremamente dolorosa para o casal, gerando sentimentos de incapacidade, frustração, vergonha, baixa auto-estima, ansiedade e tristeza. A maioria das participantes demonstrou solidão frente ao longo percurso do tratamento, reclamando pela companhia do cônjuge, que freqüentemente manteve-se afastado do processo. Quanto ao relacionamento conjugal, todas as mulheres relataram que a situação de infertilidade aproximou e melhorou o relacionamento do casal. Percebe-se ainda uma idealização da maternidade, na medida em que se imaginam como mães dedicadas e superprotetoras, desconsiderando os aspectos negativos relacionados ao desempenho deste papel. A busca pelo filho custe o que custar vem com o intuito de satisfazer desejos narcísicos dos pais. Os resultados sugerem a necessidade de se incluir profissionais de saúde mental nos serviços de atendimento a estas mulheres, pois se observa que esta experiência abala profundamente o narcisismo dos sujeitos envolvidos, evidenciando a importância dos aspectos inconscientes relacionados ao desejo de ter um filho. / The present study aimed to investigate women’s expectations and feelings in the context of assisted reproductive. Six women aged 22 to 37, who were under fertility treatment, especially in vitro fertilization, in the Reproduction Section of the Gynecology and Obstetrics Department of the Hospital de Clínicas in Porto Alegre. The participants answered a social demographic interview and a semistructured interview concerning their expectations and feelings in assisted reproductive. Data were analyzed through qualitative content analysis and, in general, revealed that infertility is an extremely painful experience for couples, generating feelings of being incapable, frustration, low self-esteem, anxiety and sadness. Participants showed loneliness because of the long duration of the treatment, complaining about the partner’s lack of involvement in the treatment process. As far as marital relationship is concerned, all women reported that the infertility situation improved marital relationship. An idealization of motherhood is also evident, in so far as they imagine themselves as dedicated and overprotecting mothers, not considering the negative aspects of the maternal role. The strong wish for a child fulfills parents’ narcissistic desires. The results suggest the need to include mental health professionals in the assistance services for these women, since this experience affects the narcissism of those involved, showing the importance of unconscious aspects in the desire to have a child.
10

Expectativas e sentimentos de mulheres em situação de reprodução medicamente assistida

Spotorno, Paula Munimis January 2005 (has links)
O presente estudo teve como objetivo investigar as expectativas e sentimentos de mulheres em situação de reprodução medicamente assistida. Participaram do estudo seis mulheres com idades entre 22 e 37 anos que realizavam tratamento para engravidar, especificamente a fertilização in vitro, no Setor de Reprodução do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. As participantes responderam a uma entrevista de dados sócio-demográficos e uma entrevista semi-estruturada sobre as suas expectativas e sentimentos em situação de reprodução medicamente assistida. Os dados foram analisados através da análise de conteúdo qualitativa e, em termos gerais, revelaram que a infertilidade é uma experiência extremamente dolorosa para o casal, gerando sentimentos de incapacidade, frustração, vergonha, baixa auto-estima, ansiedade e tristeza. A maioria das participantes demonstrou solidão frente ao longo percurso do tratamento, reclamando pela companhia do cônjuge, que freqüentemente manteve-se afastado do processo. Quanto ao relacionamento conjugal, todas as mulheres relataram que a situação de infertilidade aproximou e melhorou o relacionamento do casal. Percebe-se ainda uma idealização da maternidade, na medida em que se imaginam como mães dedicadas e superprotetoras, desconsiderando os aspectos negativos relacionados ao desempenho deste papel. A busca pelo filho custe o que custar vem com o intuito de satisfazer desejos narcísicos dos pais. Os resultados sugerem a necessidade de se incluir profissionais de saúde mental nos serviços de atendimento a estas mulheres, pois se observa que esta experiência abala profundamente o narcisismo dos sujeitos envolvidos, evidenciando a importância dos aspectos inconscientes relacionados ao desejo de ter um filho. / The present study aimed to investigate women’s expectations and feelings in the context of assisted reproductive. Six women aged 22 to 37, who were under fertility treatment, especially in vitro fertilization, in the Reproduction Section of the Gynecology and Obstetrics Department of the Hospital de Clínicas in Porto Alegre. The participants answered a social demographic interview and a semistructured interview concerning their expectations and feelings in assisted reproductive. Data were analyzed through qualitative content analysis and, in general, revealed that infertility is an extremely painful experience for couples, generating feelings of being incapable, frustration, low self-esteem, anxiety and sadness. Participants showed loneliness because of the long duration of the treatment, complaining about the partner’s lack of involvement in the treatment process. As far as marital relationship is concerned, all women reported that the infertility situation improved marital relationship. An idealization of motherhood is also evident, in so far as they imagine themselves as dedicated and overprotecting mothers, not considering the negative aspects of the maternal role. The strong wish for a child fulfills parents’ narcissistic desires. The results suggest the need to include mental health professionals in the assistance services for these women, since this experience affects the narcissism of those involved, showing the importance of unconscious aspects in the desire to have a child.

Page generated in 0.058 seconds