• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 528
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 536
  • 290
  • 260
  • 103
  • 95
  • 85
  • 73
  • 61
  • 56
  • 52
  • 45
  • 45
  • 42
  • 41
  • 41
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Aspectos filogenéticos e sorológicos envolvidos na caracterização das variantes da proteína circunsporozoítica de Palsmodium vivax

Souza-Neiras, Wanessa Christina de [UNESP] 20 November 2009 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:32:14Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2009-11-20Bitstream added on 2014-06-13T19:21:42Z : No. of bitstreams: 1 souzaneiras_wcs_dr_sjrp.pdf: 2608033 bytes, checksum: b3bcaba5b2d89243a00ff4be07378849 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / As variantes da proteína circunsporozoítica (CSP) de Plasmdium vivax têm sido identificadas em várias regiões do mundo. Neste trabalho foram apresentados padrões que caracterizam a diversidade genética de Plasmodium vivax, além da reavaliação da frequência dessas variantes e sua associação com os genótipos do grupo sanguíneo Duffy. Diferenças na freqüência dos genótipos variantes da CS foram observadas entre as áreas endêmicas estudadas e, os genótipos VK247 e P. vivax-like foram identificados em infecções simples, pela primeira vez no Brasil. Para elucidar a implicação que as variações na região central repetida da CSP possam ter no genoma de P. vivax, aspectos filogenéticos e sorológicos foram avaliados. As análises filogenéticas foram realizadas a partir da amplificação e sequenciamento de domínios conservados dos marcadores 18 SSU RNAr e Cyt B. A resposta de anticorpos contra peptídeos do esporozíto, CSP, e do merozoíto, MSP-1 (Pv200L), AMA-1 e DBP (rII) foi avaliada por ELISA em amostras de plasma de pacientes infectados com genótipos da CS de P. vivax. As análises dos dois marcadores mostraram alto grau de similaridade entre VK210 e P. vivax-like, evidenciando que estes genótipos são pertencentes a um mesmo clado. O perfil de resposta sorológica contra os diferentes peptídeos do parasito corrobora a idéia de que esta variação esteja restrita sua porção central, uma vez que não foram observadas associações significativas entre a presença de determinado genótipo e a freqüência da resposta de anticorpos contra os três peptídeos do merozoíto analisados, e bem como, contra as frações conservadas da CSP no esporozíto, N- terminal [N] e C-terminal [C]. Apesar do genótipo VK247 não ter sido incluído nestas análises, estes resultados sugerem que a variação... / The protein circunsporozoítica variants (CSP) of Plasmdium vivax they have been identified in several areas of the world. In this work were presented patterns that characterize the genetic diversity of Plasmodium vivax, besides the reavaliation of the frequency of those variants and your association with the Duffy blood group genotypes. Differences in the frequency of the CS genotypes variant were observed between the studied endemic areas and, VK247 and P. vivax-like genotypes were identified in single infections, for the first time in Brazil. To elucidate the implication that the variations in the CSP repeated central area can have in the genoma of P. vivax, phylogenetics and serological aspects was appraised. The phylogenetics analyses were accomplished starting from the amplification and sequencing of conserved domains of 18 SSU RNAr and Cyt B. The antibodies responses against the esporozoite, CSP, and merozoite peptides, MSP-1 (Pv200L), AMA-1 and DBP (rII) were detected by ELISA, in plasma samples in infected individuals with P. vivax CSP genotypes. The analyses of the two markers show high similarity among the P. vivax CS genotypes, evidencing that the genotypes, VK210 and P. vivax-like are members of the same clade. The evaluation of the serological response profile against the different parasite peptides corroborates the idea that this variation is restricted to central region, once significant associations were not observed between the presence certain genotype and frequency of the antibodies responses against the three analyzed merozoite peptides and against the CSP conserved fractions in the esporozoite, N- terminal and C-terminal. Although the analysis with VK247 genetics sequences has not been included, these results suggested that those variations just represent a maker of intra-specific... (Complete abstract click electronic access below)
2

Aspectos filogenéticos e sorológicos envolvidos na caracterização das variantes da proteína circunsporozoítica de Palsmodium vivax /

Souza-Neiras, Wanessa Christina de. January 2009 (has links)
Orientador: Ricardo Luiz Dantas Machado / Banca: Carlos Eugênio Cavasini / Banca: Érika Cristina Pavarino Bertelli / Banca: Dorotéia Rossi Silva Souza / Banca: Maria Tercília Vilela de Azeredo Oliveira / Resumo: As variantes da proteína circunsporozoítica (CSP) de Plasmdium vivax têm sido identificadas em várias regiões do mundo. Neste trabalho foram apresentados padrões que caracterizam a diversidade genética de Plasmodium vivax, além da reavaliação da frequência dessas variantes e sua associação com os genótipos do grupo sanguíneo Duffy. Diferenças na freqüência dos genótipos variantes da CS foram observadas entre as áreas endêmicas estudadas e, os genótipos VK247 e P. vivax-like foram identificados em infecções simples, pela primeira vez no Brasil. Para elucidar a implicação que as variações na região central repetida da CSP possam ter no genoma de P. vivax, aspectos filogenéticos e sorológicos foram avaliados. As análises filogenéticas foram realizadas a partir da amplificação e sequenciamento de domínios conservados dos marcadores 18 SSU RNAr e Cyt B. A resposta de anticorpos contra peptídeos do esporozíto, CSP, e do merozoíto, MSP-1 (Pv200L), AMA-1 e DBP (rII) foi avaliada por ELISA em amostras de plasma de pacientes infectados com genótipos da CS de P. vivax. As análises dos dois marcadores mostraram alto grau de similaridade entre VK210 e P. vivax-like, evidenciando que estes genótipos são pertencentes a um mesmo clado. O perfil de resposta sorológica contra os diferentes peptídeos do parasito corrobora a idéia de que esta variação esteja restrita sua porção central, uma vez que não foram observadas associações significativas entre a presença de determinado genótipo e a freqüência da resposta de anticorpos contra os três peptídeos do merozoíto analisados, e bem como, contra as frações conservadas da CSP no esporozíto, N- terminal [N] e C-terminal [C]. Apesar do genótipo VK247 não ter sido incluído nestas análises, estes resultados sugerem que a variação... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The protein circunsporozoítica variants (CSP) of Plasmdium vivax they have been identified in several areas of the world. In this work were presented patterns that characterize the genetic diversity of Plasmodium vivax, besides the reavaliation of the frequency of those variants and your association with the Duffy blood group genotypes. Differences in the frequency of the CS genotypes variant were observed between the studied endemic areas and, VK247 and P. vivax-like genotypes were identified in single infections, for the first time in Brazil. To elucidate the implication that the variations in the CSP repeated central area can have in the genoma of P. vivax, phylogenetics and serological aspects was appraised. The phylogenetics analyses were accomplished starting from the amplification and sequencing of conserved domains of 18 SSU RNAr and Cyt B. The antibodies responses against the esporozoite, CSP, and merozoite peptides, MSP-1 (Pv200L), AMA-1 and DBP (rII) were detected by ELISA, in plasma samples in infected individuals with P. vivax CSP genotypes. The analyses of the two markers show high similarity among the P. vivax CS genotypes, evidencing that the genotypes, VK210 and P. vivax-like are members of the same clade. The evaluation of the serological response profile against the different parasite peptides corroborates the idea that this variation is restricted to central region, once significant associations were not observed between the presence certain genotype and frequency of the antibodies responses against the three analyzed merozoite peptides and against the CSP conserved fractions in the esporozoite, N- terminal and C-terminal. Although the analysis with VK247 genetics sequences has not been included, these results suggested that those variations just represent a maker of intra-specific... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
3

A patogenia da febre biliosa hemoglobinúrica

Rodrigues, Armando Francisco Aureliano de Assunção January 1921 (has links)
No description available.
4

Paludismo

Fernandes, Manuel de Jesus January 1919 (has links)
No description available.
5

Contribuição para o estudo do paludismo larvado

Ribeiro, João Pereira January 1923 (has links)
No description available.
6

Influência das drogas antiparasitárias cloroquina, primaquina e sulfato de quinina sobre a capacidade fagocitária, expressão de corpúsculo lipidico e produção de radicais de oxigênio e nitrogênio pelos monócitos humanos estimulados com eritrócitos parasitados pelo Plasmodium falciparum

Oliveira, Mariangela Souza de 20 July 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Departamento de Medicina Tropical, 2015. / Submitted by Tania Milca Carvalho Malheiros (tania@bce.unb.br) on 2016-03-30T16:21:09Z No. of bitstreams: 1 2015_MariangelaSouzadeOliveira_Parcial.pdf: 154636 bytes, checksum: 2de4164ec3f2f6e7899cf1f8a79d757b (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2016-04-01T15:09:09Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_MariangelaSouzadeOliveira_Parcial.pdf: 154636 bytes, checksum: 2de4164ec3f2f6e7899cf1f8a79d757b (MD5) / Made available in DSpace on 2016-04-01T15:09:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_MariangelaSouzadeOliveira_Parcial.pdf: 154636 bytes, checksum: 2de4164ec3f2f6e7899cf1f8a79d757b (MD5) / Introdução: O tratamento precoce e eficiente com drogas antimaláricas é a medida mais importante para o controle da malária e para prevenção das formas graves da doença. A cloroquina e a primaquina são os medicamentos de escolha para o tratamento da infecção pelo P. vivax e o sulfato de quinina é a opção para gestantes com malária no primeiro trimestre da gravidez e em crianças menores de seis meses pelo P. falciparum. O objetivo desse trabalho foi avaliar a influência dessas sobre a capacidade fagocitária, expressão de Corpúsculo lipidico(CL) e produção de NO e H2O2 pelos monócitos humanos de indivíduos saudáveis para eritrócitos infectados (EI) com P. falciparum. Metodologia: Teste de fagocitose e quantificação de CL pelos receptores para opsoninas (rOps) e pelos receptores para padrões moleculares de patógeno (rPMP). A produção do NO foi avaliada nos sobrenadantes das culturas dos monócitos pela reação de Griess e a produção de H2O2 foi determinada pela oxidação do vermelho de fenol na presença de peroxidase. Resultados: A cloroquina deprimiu o IF dos monócitos pelos rOps, em todas as situações analisadas (p<0,05), tanto pelo tratamento dos monócitos e dos EI (9,4 para 7,8), quanto dos monócitos (9,4 para 6,3) ou EI (9,4 para 6,3) isoladamente. Para a primaquina, apenas o tratamento dos monócitos e dos EI deprimiu significantemente o IF (9,4 para 3,4, p=0,03) pelos rOps. Resultado semelhante foi observado quando testado pelos rPMP. Para o sulfato de quinina, houve aumento no número de parasitos ingeridos pelos rPMP (1 para 5,6, p=0,01), entretanto, esse aumento foi contrabalanceado pela diminuição na proporção de monócitos fagocitando (9,9 para 5,4, p=0,06), o que resultou na diminuição no IF (9,9 para 5,1, p=0,08), quando os monócitos e os eritrócitos foram tratados. Quando analisamos a influência das drogas sobre a expressão dos CL houve a diminuição quando os monócitos foram estimulados com EI pelo rPMP (p< 0,01), devido à menor proporção de monócitos expressando CL. NO estimulo pelos rOps não houve mudança significativa na expressão dos CL. Quando os monócitos foram incubados com os EI pelo P. falciparum, houve aumento da produção de H2O2 (p=0,009). O estímulo com os EI não modificou a produção do NO pelos monócitos, e nenhuma droga alterou essa produção (p>0,05). Conclusão: as drogas podem ter um efeito imunomodulador sobre as funções dos monócitos que se somam aos seus efeitos antiparasitários no tratamento da malária por esses fármacos. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Introduction: Early and effective treatment with antimalarial drugs is the most important measure for malaria control and prevention of severe forms of the disease. Chloroquine and primaquine are the drugs of choice for the treatment of infection with P. vivax and quinine sulfate is the option for pregnant women with malaria in the first trimester of pregnancy and in children under six months by P. falciparum children. The aim of this study was to evaluate the influence of these on the phagocytic capacity, lipid bodies expression (LB) and production of NO and H2O2 by human monocytes of healthy individuals to infected erythrocytes (IE) with P. falciparum. Methodology: phagocytosis test and quantification of LB by receivers to opsonins (rOps) and the receptors for molecular patterns of pathogen (rPAMP). The production of NO was measured in the supernatants of the cultures of monocytes by Griess reaction and the production of H2O2 was determined by the phenol red rust in the presence of peroxidase. Results: Chloroquine depressed by the FI monocytes rOps, in all cases analyzed (p <0.05) for both the treatment of monocytes and IE (9.4 to 7.8), and monocytes (9.4 to 6.3) or IE (9.4 to 6.3) alone. For primaquine, only the monocytes and treatment of IE significantly depressed IF (9.4 to 3.4, p = 0.03) by the rOps. A similar result was observed when tested by rPAMP. For quinine sulfate, an increase in the number of parasites ingested by rPAMP (1 to 5.6, p = 0.01), however, this increase was counterbalanced by a decrease in the proportion of monocytes phagocytosing (9.9 to 5.4 , p = 0.06), which resulted in a decrease in the IF (9.9 to 5.1, p = 0.08) when the monocytes were treated and red blood cells. When we analyze the influence of drugs on the expression of LB was decreased when the monocytes were stimulated by IE rPAMP (p <0.01) due to the lower proportion of monocytes expressing LB. NO stimulus by rOps there was no significant change in the expression of LB. When monocytes were incubated with IE by P. falciparum, there was increased production of H2O2 (p = 0.009). The stimulus to the IE did not modify NO production by monocytes, and no drug has changed this production (p> 0.05). Conclusion: the drugs may have an immunomodulatory effect on the functions of monocytes that add to their antiparasitic effects in the treatment of malaria by these drugs.
7

A malária e o processo de descentralização das ações de epidemiologia e controle de doenças em Rondônia / The malaria and the trial of decentralization of the actions of epidemiologia and control of illnesses in Rondonia

Baldez, Maria Arlete da Gama January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-06T01:11:53Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 946.pdf: 3400586 bytes, checksum: 6a426a04d3d93d18305d9993dc219bd3 (MD5) Previous issue date: 2007 / A malária é a endemia de maior prevalência no Estado de Rondônia, respondendo por importante percentual dos casos registrados no país. A ocorrência da doença é de natureza focal, ficando as áreas de alta transmissão localizadas nas regiões Norte, Noroeste e parte da região central do estado. (...) Em 2001, a tendência se modificou, passando a ocorrer incremento de casos de malária, mantido até 2004, último ano do estudo. A mudança na tendência da malária, coincidiu com a implantação, em 2001, do processo de descentralização das ações de epidemiologia e controle de doenças, encarado como um dos principais fatores que contribuíram para o quadro de malária configurado no estado a partir desse ano. Essa situação gerou o desenvolvimento do presente estudo, que tem por objetivo descrever e analisar o comportamento da malária em Rondônia, no período de 1995 a 2004, sob a luz dos processos de descentralização das ações de epidemiologia e controle de doenças e de ocupação territorial, na perspectiva de contribuir para um melhor entendimento sobre o incremento de casos ocorridos a partir do final de 2001. O estudo aborda o comportamento da malária no período; o processo de ocupação territorial; acertificação e a infra-estrutura do estado e municípios para a gestão do controle da malária; além de uma análise da dinâmica de transmissão através de estudo de casos em cinco municípios selecionados. Embora o estudo não responsabilize isoladamente a descentralização pela situação de malária encontrada em Rondônia a partir de 2001, tendo em vista que paralelamente outros fatores estavam ocorrendo no estado, interferindo e facilitando a transmissão da malária, apresenta fortes indícios que sugerem sua contribuição de forma significativa para acentuar dificuldades que já vinham sendo assinaladas, relacionadas principalmente a gestão e ao financiamento do controle da malária.
8

Estudo da infecção por plasmodium spp. em araras mantidas em cativeiro no DF

Ramos, Roberta Rendy 26 June 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Saúde Animal, 2012. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2012-09-25T14:33:58Z No. of bitstreams: 1 2012_RobertaRendyRamos.pdf: 1237714 bytes, checksum: ffc8712eda85b94c1bc72135ad815109 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2012-10-04T12:08:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_RobertaRendyRamos.pdf: 1237714 bytes, checksum: ffc8712eda85b94c1bc72135ad815109 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-10-04T12:08:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_RobertaRendyRamos.pdf: 1237714 bytes, checksum: ffc8712eda85b94c1bc72135ad815109 (MD5) / As araras possuem grande importância epidemiológica relacionada às doenças aviárias, pois estão entre as espécies que mais transitam no comércio legal e ilegal de animais silvestres e têm sido incluídas em programas de permuta entre instituições e de reintrodução da fauna a natureza. Essas aves podem ser acometidas pela malária aviária causada por protozoários do gênero Plasmodium, transmitidos por mosquitos hematófagos da família Culicidae. A infecção pode ter curso subclínico e até casos com morte súbita e alterações laboratoriais como anemia hemolítica e leucocitose. Este estudo teve como objetivos determinar a ocorrência da infecção por Plasmodium spp. em araras oriundas de criadouros do Distrito Federal e Goiás por meio de reação de polimerase em cadeia (PCR) e microscopia óptica bem como comparar o perfil hematológico e bioquímico dos animais infectados com aquele dos animais não infectados. Foram analisadas 96 amostras de sangue das espécies Ara ararauna, A. chloroptera, A. macao e Anodorhynchus hyacinthinus para realização de hemograma, bioquímicos séricos e pesquisa da infecção por Plasmodium por meio de nested PCR e microscopia óptica. Os resultados demonstraram a ocorrência da infecção em 7,29% (7/96) e 4,16% (4/96) das amostras por meio de PCR e microscopia óptica, respectivamente. A infecção não causou alterações significativas no hemograma e perfil bioquímico, com exceção da albumina, que é uma proteína de fase aguda negativa, e sua concentração pode ter reduzido devido ao processo infeccioso. Esses resultados denotam que a ocorrência de infecção por Plasmodium spp. nas regiões é baixa e sugerem que as cepas dos protozoários que parasitam essas araras são pouco patogênicas. Contudo, existe a necessidade de mais estudos a cerca dos plasmódios no que diz respeito à distribuição, transmissão, patogenia, manifestação clínica e patologia clínica para melhor compreender o ciclo biológico desses protozoários nas araras. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The macaws have great epidemiological importance in relation to avian diseases. They are among the most sought out species in the legal and illegal trade of wild animals and have been included in exchange programs between institutions and reintroduction of wildlife. These birds can be affected by avian malaria, wich is caused by a protozoa of the genus plasmodium, transmitted by bloodsucking mosquitoes of the Culicidae family. The infection may be subclinical and even lead to sudden death with laboratory abnormalities such as hemolytic anemia and leukocytosis. This study aimed to determine the occurrence of infection with Plasmodium spp. from breeding macaws in the Distrito Federal and Goiás via polymerase chain reaction (PCR) and optical microscopy, as well as to compare the hematological and biochemical profile of animals infected with that of uninfected animals. Clinical hematology, serum biochemistry and research of Plasmodium infection by PCR and microscopy were analyzed in a total of 96 blood samples of Ara ararauna, A. chloroptera, A. macao and Anodorhynchus hyacinthinus. The results demonstrated the presence of infection in 7.29% of the samples (7/96) by PCR and 4.16% of the samples (4/96) by optical microscopy. The infection did not cause significant changes in blood count and biochemical parameters, except for albumin, that is a negative acute phase protein, and its concentration can be reduced due to the infection process. These results show that the occurrence of Plasmodium spp. in the research area is low and suggests that the strains of the protozoa that parasitize these macaws are mildly pathogenic. However, more studies are needed on this parasite, with regard to distribution, transmission, pathogenesis, clinical manifestation and clinical hematology, to better understanding of the life cycle of these protozoa in macaws.
9

Mecanismos de resposta inflamatória em modelos murinos de Plasmodium berghei ANKA, suscetível ou não à malária cerebral

Borges, Tatiana Karla dos Santos January 2013 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Patologia Molecular, 2013. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2014-02-20T15:12:38Z No. of bitstreams: 1 2013_TatianaKarladosSantosBorges.pdf: 9002713 bytes, checksum: 8e62e6f40740c9ab2ec6d3f389247dba (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2014-02-21T11:44:07Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_TatianaKarladosSantosBorges.pdf: 9002713 bytes, checksum: 8e62e6f40740c9ab2ec6d3f389247dba (MD5) / Made available in DSpace on 2014-02-21T11:44:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_TatianaKarladosSantosBorges.pdf: 9002713 bytes, checksum: 8e62e6f40740c9ab2ec6d3f389247dba (MD5) / A malária ainda é um importante problema de saúde global, acometendo milhões de pessoas e resultando em aproximadamente 1 milhão de mortes por ano. A forma cerebral é uma das complicações mais grave da infecção pelo Plasmodium falciparum em seres humanos, e sua patogênese não está ainda totalmente esclarecida. A hiperativação do sistema imunitário tem sido considerada um importante determinante da evolução para as formas graves. O desequilíbrio da resposta imunitária com polarização para a resposta inflamatória tem um papel central na hiperativação do endotélio vascular, no sequestro de eritrócitos parasitados na microvasculatura cerebral e nas lesões das células cerebrais. Os mediadores inflamatórios são liberados em resposta aos antígenos plasmodiais, às próprias citocinas, aos eicosanóides e a outros produtos como a hemozoína e heme livre, que estimulam diferentes vias de ativação e regulação intracelular. O objetivo deste trabalho foi avaliar os mecanismos da resposta inflamatória envolvidos nas alterações cerebrais em camundongos suscetíveis (CBA e C57BL/6) ou resistentes (BALB/c) à malária cerebral para melhor esclarecer os possíveis mecanismos imunopatogênicos determinantes das formas graves da doença e melhor caracterizar os modelos experimentais da malária. Foram utilizados para este estudo camundongos machos de 8 a 12 semanas de idade, infectados ou não com 106 eritrócitos parasitados pelo Plasmodium berghei ANKA. Para cada linhagem, a morte espontânea foi avaliada dia a dia e a parasitemia foi comparada entre eles no terceiro, quinto e oitavo dia da infecção. A produção de óxido nítrico foi determinada pela reação de Griess. O peróxido de hidrogênio foi determinado pelo teste de oxidação do vermelho de fenol na presença de peroxidase. As citocinas IL-1β, IL-4, IL-10, IL-12, IL-17 e o FNT-α foram quantificadas nos homogenatos do cérebro e cerebelo por teste imunoenzimático. A presença de COX-2 e 5-LOX foi avaliada nos macrófagos peritoneais e micróglia por citometria de fluxo, e nos vasos cerebrais e células cerebrais por imunohistoquímica. A ativação do metabolismo lipídico foi avaliada pela quantificação dos corpúsculos lipídicos no citoplasma dos macrófagos peritoneais pela técnica do Oil red e Bodipy. As vias de ativação do NF?B, o inflamassoma e a regulação pelo PPAR- ? foram avaliados no citoplasma e no núcleo dos macrófagos peritoneais. Cortes histológicos do cérebro também foram avaliados utilizando o método clássico de coloração pela hematoxilina-eosina e também por microscopia eletrônica de varredura. A permeabilidade vascular foi avaliada pela quantificação do extravasamento do corante de azul de Evans para o tecido cerebral. Os camundongos C57BL/6 começaram a morrer no sexto dia após a infecção, os camundongos CBA, dois dias depois, enquanto 55% dos camundongos BALB/c ainda estavam vivos no décimo quinto dia da infecção. A parasitemia nos camundongos C57BL/6 foi maior do que na linhagem BALB/c no terceiro e quinto dias após a infecção e no oitavo dia também foi maior do que nos camundongos CBA. Nos camundongos C57BL/6 houve ativação da via canônica do NF?B, e diminuição da produção de NO e aumento do H2O2, FNT-α e IL-10; não houve alteração na produção de IL-4, IL-12 e IL17; e houve aumento na formação de corpúsculos lipídicos e predominância da expressão de 5-LOX. Observamos também ativação do inflamassoma NALPR1, porém diminuição da produção IL-1β. Nos camundongos CBA houve ativação preponderantemente da via não-canônica do NF?B, diminuição da produção do FNT-α e da IL-10, não houve alteração da produção de IL-12, NO e H2O2, mas observamos um padrão de IL-4 e IL-17 maior do que o das outras linhagens. Houve também ativação do inflamassoma, mas não houve alteração na produção de IL-1β. Nos camundongos BALB/c houve ativação preponderantemente da via canônica do NF?B, mas não houve alteração na produção de IL-12, NO e H2O2, que são estimulados pela atividade desta via. Ainda observamos diminuição na produção de FNT-α e IL-1β. Observamos que houve aumento da formação de corpúsculos lipídicos, mas não houve aumento paralelo na expressão de COX-2 e 5-LOX. Entretanto, a linhagem BALB/c foi a única que apresentou uma translocação importante do regulador PPAR-γ para o núcleo. O perfil de resposta foi seguido de alterações histopatológicas características para cada linhagem, sendo os camundongos C57BL/6 os que apresentaram a maior permeabilidade e sequestro de leucócitos. Os camundongos CBA também apresentaram aumento de permeabilidade, porém menor do que os camundongos C57BL/6, e também apresentaram maior sequestro de eritrócitos do que leucócitos. Poucas alterações foram observadas nos camundongos BALB/c. Os resultados desse trabalho evidenciam diferentes mecanismos de respostas celulares que devem em conjunto ter contribuído para a evolução clínica da malária e mostram que a escolha do modelo experimental para pesquisas em malária deve levar em consideração a linhagem do camundongo e suas capacidades individuais de resposta. Além disso, indicam que a forma cerebral pode ser resultado de diferentes mecanismos fisiopatológicos. Provavelmente, esses resultados também expliquem as diferentes evoluções clínicas observadas da malária humana. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Malaria is one of the most important problems of public health, affecting millions people and resulting in almost one million death every year. Cerebral disease is one of the most severe complications of Plasmodium falciparum malaria and its immunopathogenesis is not well established. It has been considered that the excessive activation of the immune system by some parasite components is critical to the pathogenesis of severe malaria. The imbalance of immune response with polarization towards the inflammatory mechanisms plays a key role in the activation of endothelial vessels, in the sequestration of parasitized erythrocytes within the small vessels of brain and in cerebral cells lesions. The inflammatory mediators are released in response to plasmodial antigens, cytokines, eicosanoids and other products as hemozoin and free heme, which stimulates differently the activation and regulation of intracellular pathways. This work aimed at evaluating the inflammatory response which is involved in cerebral alterations in susceptible (CBA and C57BL/6) and resistant (BALB/c) mice to cerebral malaria, to better understanding of the immunopathological mechanisms and to better characterize the experimental murine models of malaria. In this work, 8-12 weeks-old male mice were infected with 106 Plasmodium berghei ANKA parasitized erythrocytes. For each strain, the survival rate and parasitemia were assessed. The nitric oxide production was evaluated by the Griess reaction and the hydrogen peroxide production was assessed by the Pick´s method. IL-1β, IL-4, IL-10, IL-12, IL-17 and TNF-α production in brain tissue were quantified by an ELISA test. The COX-2 and 5-LOX expression in microglia and peritoneal macrophages were analyzed in a flow cytometer. COX-2 and 5-LOX expression were evaluated in cerebral cells and vessels by immunohistochemistry. The lipid body formation is a hallmark of the activation of lipid metabolism and it was quantified in peritoneal macrophages by oil red O staining and bodipy fluorescent probe. The activation of NF?B pathway, inflammasome and PPAR-? were evaluated in the nuclei and cytoplasm of peritoneal macrophages. Histopathological evaluation of the brain was performed by hematoxilin-eosin staining and by scanning electron microscopy. Vascular permeability was measured by Evans blue dye extraction. The C57BL/6 mice began to die on the sixth day post-infection, CBA mice, two days later, while 55% of BALB/c mice still remained alive 15 days after infection. C57BL/6 mice showed the highest parasitemia compared with the two other strains. Only the canonical NF?B pathway was activated in C57BL/6 mice, there was a decrease in NO production, and an increase in H2O2, TNF-α e IL-10 levels after Plasmodium infection, but no alteration was observed in IL-4, IL-12 and IL-17 production; the lipid bodies formation was enhanced and 5-LOX was predominantly expressed. It was also observed the NALPR1 inflammasome activation, but the IL-1β production was decreased. The non-canonical NF?B pathway was more activated than the canonical one in CBA mice. They showed a decline in TNF-α and IL-10 productions, while no alteration in IL-12, NO and H2O2 was observed; the IL-4 and IL-17 pattern production was higher in these mice than in the other strains. The inflammasome was activated, but no production of IL-1β was observed. The BALB/c mice showed predominantly activation of the canonical NF?B pathway, but the products stimulated by the activity of this pathway, such as, IL-12, NO e H2O2 was not changed in infected animals, and even a decreased production of TNF-α and IL-1β was observed. There was an increased formation of lipid bodies, however, COX-2 and 5-LOX were not significantly expressed. In addition, higher translocation of PPAR-γ into the nuclei was observed in this resistant model. These profiles of responses were followed by histopathological alterations that were characteristics for each strain. The C57BL/6 mice showed the highest vascular permeability and leukocyte sequestration; the CBA mice also showed increased vascular permeability but lower than C57BL/6 mice, and they showed more erythrocyte than leukocyte sequestered. Few changes were observed in BALB/c mice. The results presented in this work suggest that different mechanisms of cellular responses may have contributed to determinate clinical malaria and showed that the choice of the experimental model for research on malaria should take into consideration the strain of mice and their individual capacities of responses. They also showed that the cerebral form of the disease may result from different pathophysiological mechanisms. Probably, these results may also explain the different clinical outcomes observed in human malaria.
10

Avaliação de métodos baseados na reação em cadeia da polimerase (PCR), para o diagnóstico de pacientes em tratamento da malária

de Albuquerque Montenegro, Rosana January 2002 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:35:18Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo4425_1.pdf: 500237 bytes, checksum: 8a21d4d40bd79121f25818d934e0a769 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2002 / No presente estudo, abordagens moleculares foram utilizadas para o diagnóstico gênero-específico da malária em pacientes submetidos a tratamento, nos municípios de Monte Negro e Campo Novo no Estado de Rondônia. Avaliamos o limite de detecção de DNA através das técnicas de PCR simples, hemi nested PCR (HNPCR) e hemi nested PCR em um único tubo (STHNPCR) em ensaios realizados com diluição seriada de sangue de pacientes infectados com Plasmodium falciparum. Comparamos a sensibilidade dos testes utilizando duas metodologias de extração na preparação das amostras sanguíneas para serem processadas através da PCR: o Chelex e a Saponina. Com o Chelex, a PCR simples mostrou um limite de detecção de 700 parasitos/&#956;l, enquanto que com a Saponina o limite de detecção foi de 70 parasitos/&#956;l. A HNPCR e a STHNPCR apresentaram limites semelhantes de detecção sendo de 7 parasitos/&#956;l através da extração do Chelex e de 0,007 parasitos/&#956;l pela Saponina. Para os experimentos subsequentes, foi selecionada a extração pela Saponina, em vista da obtenção de melhores resultados. As amostras sanguíneas de 30 pacientes em tratamento para malária foram estudadas através da microscopia ótica, PCR simples e HNPCR. De cada paciente foram coletadas duas amostras em ocasiões diferentes. A 1º coleta foi realizada no 4º e 8º dia de tratamento antimalárico, enquanto que a 2º amostra foi coletada 48 horas após. Todos os pacientes deram resultados negativos tanto para microscopia ótica quanto para PCR simples. O percentual de positividade da HNPCR manteve-se em torno de 50% nas duas coletas pós-tratamento, sendo capaz de detectar o DNA do parasito mesmo em pacientes que se tornaram assintomáticos. Não foi demonstrado associação significativa entre a presença de manifestações clínicas e a positividade pela HNPCR. Os resultados desta pesquisa sugerem que abordagens sensíveis como a nested PCR poderão ser úteis no monitoramento da parasitemia e resposta clínica de indivíduos em tratamento específico, nas situações de oligoparasitemia e na intercepção da cadeia de transmissão epidemiológica da doença

Page generated in 0.1517 seconds