• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 231
  • 9
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 242
  • 242
  • 78
  • 67
  • 42
  • 29
  • 26
  • 17
  • 15
  • 14
  • 14
  • 13
  • 13
  • 12
  • 12
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Carcinoma ductal invasor de mama : relação da expressão imuno-histoquímica do fator de crescimento do endotélio vascular (VEGF) e do oncogene BCL-2 com tamanho tumoral e status dos linfonodos sentinelas no momento do diagnóstico histopatológico da neoplasia

Rebêlo, Ana Maria Gonçalves January 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2009. / Submitted by Jaqueline Ferreira de Souza (jaquefs.braz@gmail.com) on 2010-03-08T18:41:07Z No. of bitstreams: 1 2009_AnaMariaGoncalvesRebelo.pdf: 1466769 bytes, checksum: 81b9ba2a742586eee136a7e47871b45d (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-05-20T18:59:55Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_AnaMariaGoncalvesRebelo.pdf: 1466769 bytes, checksum: 81b9ba2a742586eee136a7e47871b45d (MD5) / Made available in DSpace on 2010-05-20T18:59:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_AnaMariaGoncalvesRebelo.pdf: 1466769 bytes, checksum: 81b9ba2a742586eee136a7e47871b45d (MD5) Previous issue date: 2009 / O câncer de mama é o mais comum entre mulheres em todo o mundo e o que ais causa mortes entre brasileiras. O diagnóstico precoce é imprescindível para o sucesso terapêutico dessa neoplasia e dentre seus principais fatores prognósticos pode-se citar o tamanho tumoral e o status dos linfonodos sentinelas. O presente trabalho é um estudo transversal realizado com uma amostra de 44 pacientes com diagnóstico de carcinoma ductal invasor de mama e submetidas a tratamento cirúrgico primário no HUB nos anos de 2007 e 2008, tendo como principal objetivo avaliar a associação entre a expressão imuno-histoquímica do VEGF e do Bcl-2 nessa neoplasia com o tamanho tumoral e status dos linfonodos sentinelas no momento do diagnóstico histopatológico da doença. Não se verificou associação entre expressão imuno-histoquímica do VEGF e tumores maiores do que 2,0 cm, mas observou-se associação estatisticamente significativa entre expressão tumoral do Bcl-2 e tamanho tumoral menor ou igual a 2,0cm. Embora tenha existido associação entre imunorreatividade tumoral do VEGF e presença de linfonodos axilares comprometidos, assim como entre expressão do Bcl-2 e linfonodos axilares livres de neoplasia, elas não foram estatisticamente significativas. Nossos resultados estão parcialmente de acordo com os dados da literatura, mostrando que no momento do diagnóstico histopatológico de carcinoma ductal invasor de mama o VEGF tem potencial para ser utilizado como fator de mau prognóstico enquanto que o Bcl-2 pode ser utilizado como fator de bom prognóstico, no entanto são necessários estudos complementares, ampliando-se a amostra analisada e realizando-se estudos prognósticos de longo prazo. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Breast cancer is the most common cancer among women worldwide and is the first cause of mortality in Brazilian women. Early diagnostic is essential for the success in treatment. The tumor’s size and sentinel lymph node status are the main prognostic factors. This study used 44 patients with ductal invasive breast carcinoma submitted to a primary surgical treatment in HUB from 2007 to 2008. Our aim was evaluated the relation between VEGF and Bcl-2 expression in breast cancer by immunohistochemistry and the tumor’s size, lymph node status at the moment of histopathological diagnostic. In this study high VEGF expression wasn’t associated with tumor bigger than 2,0 cm and high Bcl-2 expression was strongly associated with the size of the tumor less than or equal to 2,0 cm. High VEGF expression was associated with neoplastic nodal involvement and high Bcl-2 expression was associated with axillary nodes negatives, but both weren’t statistical significative. Our results agree partiality with the literature data, therefore at the moment of histopathological diagnostic of breast invasive carcinoma ductal the VEGF can serve as poor prognostic factor, meanwhile the Bcl-2 can serve as good prognostic factor. Although there are a necessity of complementary studies which could increase the sample assayed and long-term prognostics studies
2

Risco para cancer de mama segundo os modelos de Gail, Claus e a propria impressão de mulheres com historia familiar de primeiro grau para cancer mamario

Miranda, Wellerson de Aguiar 20 August 2004 (has links)
Orientadores : Cesar Cabello dos Santos, Aarão Mendes Pinto Neto / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-08-03T23:29:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Miranda_WellersondeAguiar_M.pdf: 187865 bytes, checksum: 80f4697615b8276b8732e29c728880e7 (MD5) Previous issue date: 2004 / Resumo: Objetivo: Correlacionar o risco para câncer de mama segundo os modelos de GAIL, CLAUS e da própria impressão de mulheres com história familiar de primeiro grau para câncer mamário. Além disso, avaliar o interesse dos médicos em detectar as mulheres de risco, bem como a posição destas mulheres sobre o uso de TRH, a realização da auto-palpação e da mamografia. Sujeitos e métodos: Foi realizado um estudo de corte transversal, no qual se estudou 105 mulheres parentes de primeiro grau de pacientes já acompanhadas no Ambulatório de Patologia Mamária do Caism Unicamp com diagnóstico de câncer mamário. As mulheres admitidas foram entrevistadas por meio de um questionário com informações sobre a sua própria impressão de risco para o câncer mamário, assim como dados referentes ao uso de TRH, realização de mamografia e atenção médica ao risco. A partir do mesmo, foram colhidos dados necessários para os cálculos dos valores de GAIL e CLAUS. Para estudar a associação de variáveis categóricas com o risco GAIL, utilizou-se o teste exato de Fisher e para estudar a associação com o risco presumido, o teste Qui-quadrado com correção de Yates. Para avaliar a correlação entre os valores de GAIL e CLAUS utilizou-se o coeficiente de correlação de Spearman. Resultados: Doze por cento das mulheres foram classificadas como de alto risco para desenvolvimento de câncer de mama, de acordo com GAIL. Não observamos correlação de risco entre os valores de GAIL e CLAUS (r=0,03), nem com o risco presumido pelas mulheres: 86% que se imaginavam de alto risco, têm, segundo GAIL, um risco moderado, e, 20% das que se imaginavam de baixo risco têm, segundo GAIL, um risco alto (p=0,58). Sessenta e dois por cento das mulheres de alto risco, de acordo com GAIL, não se sentem seguras em relação à TRH. Oitenta por cento das mulheres de alto risco, 73% das de risco moderado e 73% das de risco baixo segundo o risco presumido, fazem auto-palpação. Oitenta e cinco por cento da mulheres de alto risco, segundo GAIL, haviam sido submetidas a mamografia prévia, e 50% das mulheres de risco moderado não haviam realizado mamografia prévia (p=0,03). O estudo de GAIL mostra que 23% das mulheres de alto risco e 53% das de risco moderado, referiram nunca terem sido questionadas sobre seus antecedentes familiares pelos médicos.Conclusões: Cerca de 12% das mulheres foram consideradas de alto risco segundo GAIL. Os valores de risco baseados nos modelos de GAIL, CLAUS e o presumido pelas mulheres não se correlacionaram. As mulheres não se sentem seguras com o uso de TRH. Fazem auto-palpação rotineira e metade delas já foram submetidas à amografia. Cinquenta por cento dessas mulheres referiram que nunca haviam sido questionadas sobre seus antecedentes familiares pelos médicos / Abstract: Objective: To correlate the breast cancer risk according to the GAIL and CLAUS models and the own impression of women with first-degree relatives to this illness. In addition to evaluate the medical interest in detecting the high-risk women to breast cancer, to evaluate the opinion of these women about hormone replacement therapy, the self-breast examination and if they have been undergone to mammograms. Subjects and methods: It was done a cross sectional study to evaluate relatives of women with breast cancer diagnosis and already followed in the Caism-Unicamp at the breast unit. The researcher interviewed the admitted women and data used in the GAIL and CLAUS models were collected. Questions about their own impression of the risk about breast cancer, their opinion about HRT, mammograms and medical aid about investigating their risks. To study the relations among categorical variables and GAIL model data the Fisher exact test was used, and to evaluate the relations among the imaginary risk the qui-square test with Yates correction was used. To correlate the risk models it was used the Spearman correlating index. Results: Twelve per cent of the women are high risk to developing breast cancer according to the GAIL model. No correlations among the GAIL and CLAUS models were observed (r=0.03) neither the own impression: 86% that thought being in high risk were according to GAIL model in moderate risk, and 20% that thought in low risk were in high risk, according to GAIL model (p=0,58). Sixty two per cent of the high risk group, according to GAIL model agree that HRT is unsafe. Eight five per cent of the high risk group had done mammograms and 50% of the moderate risk group, both according to GAIL model, had never done mammograms before (p=0.03). Twenty three per cent of the high risk group and 53% of the moderate group, according to GAIL model, were never asked about their family history in breast cancer matters. Conclusions: About twelve per cent of the women were considered high risk according to GAIL model. The risk values based on the GAIL and CLAUS models and the imaginary risk were not correlated. The women were not safe about using HRT, they did the self-breast examination e half of them have done mammograms. Half of this population refered that have never been asked by their family breast cancer history by a physician before / Mestrado / Tocoginecologia / Mestre em Tocoginecologia
3

Caracterização dos efeitos antitumorais de compostos derivados do ácido anacárdico em linhagens celulares de adenocarcinoma de mama / Characterization of the antitumoral effects of anacardic acid derivatives in breast cancer cell lines

Sampaio, Erika Pereira 31 March 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Patologia Molecular, 2015. / Submitted by Marília Freitas (marilia@bce.unb.br) on 2015-11-04T13:43:12Z No. of bitstreams: 1 2015_ErikaPereiraSampaio.pdf: 2604363 bytes, checksum: 330c5f79fff86de8706b10db7f0c723e (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2016-01-13T12:38:03Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_ErikaPereiraSampaio.pdf: 2604363 bytes, checksum: 330c5f79fff86de8706b10db7f0c723e (MD5) / Made available in DSpace on 2016-01-13T12:38:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_ErikaPereiraSampaio.pdf: 2604363 bytes, checksum: 330c5f79fff86de8706b10db7f0c723e (MD5) / O câncer de mama é o tipo de câncer que mais acomete mulheres em todo o mundo. Muitas drogas tem sido estudadas como potenciais terapias para este tipo de câncer, incluindo agonistas de PPARγ e anti-inflamatórios não-esteróides. A partir do ácido anacárdico, um lipídeo fenólico do líquido da casca da castanha de caju com características anti-inflamatórias, foram sintetizados diferentes agonistas parciais de PPARγ. O objetivo deste trabalho foi investigar o efeito de novos derivados do ácido anacárdico, previamente descritos como agonistas parciais de PPARγ, na viabilidade, proliferação, ciclo celular e migração de células tumorais de mama. Células MDA-MB-231 e MCF-7, células mononucleares do sangue periférico e células epiteliais de mama MCF-10 foram tratadas com os compostos derivados de ácido anacárdico e comparados com o controle (células sem tratamento). Ensaios para avaliar viabilidade (MTT), proliferação (ensaio clonogênico e CFSE), ciclo celular (PI), migração (wound healing) e apoptose (anexina/PI) foram realizados em células MDA-MB-231. Além disso, também investigamos a ocorrência de alteração na produção de ROS e NO, na biogênese de corpúsculos lipídicos e na expressão de 5LO, NFkB e PPARγ nesta linhagem celular após estímulo com os compostos LDT11, LDT13, LDT380 e LDT383. Após o tratamento com o composto LDT13, foi observada uma redução significativa na viabilidade de MCF-7 e MDA-MB-231, assim como diminuição na proliferação, enquanto a viabilidade de MCF-10 não foi afetada. O tratamento com os compostos LDT11, LDT13, LDT380 e LDT383 reduziram a viabilidade, aumentaram a apoptose, reduziram a proliferação e migração de MDA-MB-231 e promoveram alterações no ciclo celular. Os compostos LDT13 e LDT383 aumentaram a expressão de PPARγ, enquanto LDT11 e LDT380 não o fizeram. O composto LDT13 aumentou a produção de ROS e NO, reduziu a expressão de 5LO, e promoveu a translocação de NFκB para o núcleo em algumas células. Nossos dados sugerem que o composto LDT13 pode ser um candidato para testes clínicos e um agente terapêutico promissor para o tratamento de câncer de mama. / Breast cancer is the type of cancer that affects more women in the world. Many drugs have been studied as potential therapies for this type of cancer, including PPARγ agonists and nonsteroidal anti -inflammatory drugs. From the anacardic acid, an phenolic lipid of the cashew nutshell liquid with anti-inflammatory properties, were synthesized different partial agonists of PPARγ. The aim of this study was to investigate the effects of new anacardic acid derivatives, which were previously described as PPARγ partial agonists, on breast cancer cell lines viability, proliferation, cell cycle and migration. MDA-MB-231 and MCF-7 breast cancer cell-lines and nontumorigenic PBMCs and MCF-10 human mammary epithelial cells were treated with anacardic acid derivatives and compared with negative control (without treatment). Assays to evaluate viability (MTT), proliferation (CFSE and clonogenic assay), cell cycle (PI), migration (wound healing) and apoptosis (annexin v/ PI) were performed in MDA-MB-231. Moreover, we analyzed de occurrence of alterations in the production of ROS and NO, lipid bodies biogenesis, and 5LO, NFkB and PPARγ expression after treatment with LDT11, LDT13, LDT380 and LDT383. After treatment with the compound LDT13, we observed a significant reduction in MCF-7 and MDA-MB-231 viability, as well as a decrease in proliferation and cell cycle alterations, while MCF-10 viability was not affected. The treatment with the drugs LDT11, LDT13, LDT380 and LDT383 reduced viability, increased apoptosis, reduced proliferation and migration of MDA-MB-231 cells and promoted cell cycle alterations. LDT13 and LDT383 increased the expression of PPARγ, while LDT11 and LDT380 did not. LDT13 increased the production of ROS and NO, reduced the expression of 5LO, and promoted the translocation of NFκB in some cells. Our data suggest that new anacardic acid derivative LDT13 may be a strong candidate for breast cancer clinical trials and a promising therapeutic agent.
4

Resposta da reeducação sensitiva no trajeto do nervo intercostobranquial em mulheres pós mastectomia, submetidas à linfadenectomia axiliar /

Massuia, Fernanda Aparecida de Ornelas. January 2008 (has links)
Resumo: O câncer de mama tem sido um dos maiores problemas de saúde pública, sendo responsável por alta taxa de incidência em mortalidade e morbidade, caracterizada como a segunda causa de morte entre as mulheres, mesmo como tratamento desta doença, o procedimento cirúrgico pode desenvolver comprometimentos emocionais e/ou físicos às pacientes como a alteração de sensibilidade. A fisioterapia desempenha um papel fundamental para a paciente, a reeducação sensitiva, pode oferecer estimulação dos receptores sensoriais, aumentando o seu limiar de sensibilidade. Embora compreendamos a participação dos nervos sensitivos na manutenção da resposta sensitiva, pouco se analisa a resposta da reeducação sensitiva no trajeto do nervo intercostobraquial (NICB) em sujeitos do sexo feminino pós-cirúrgico com queixa de hipoestesia. O presente estudo teve como objetivo verificar a resposta da reeducação sensitiva em mulheres submetidas à linfadenectomia axilar, pós mastectomia, avaliando a resposta nas diferentes técnicas de reeducação sensitiva como bolas, kit com diferentes texturas e drenagem linfática manual e verificar a permanência da resposta, após 3 meses. Sujeitos e método: Este estudo foi realizado no período de Agosto de 2004 a Novembro de 2006, no hospital estadual, na cidade de Santos-SP, composto por 120 pacientes do sexo feminino, submetidas à cirurgia de mama com esvaziamento axilar pela equipe médica representada por três mastologistas do referido hospital, que utilizam o mesmo procedimento cirúrgico para a preservação do NICB, subdivididas em quatro grupos de 30 pacientes cada. O GI (Estimulação sensitiva com bolas, sensiball, fisiobol e lisa), GII (com drenagem linfática), GIII (com Kit de diferentes texturas) e o GIV (Controle). A sensibilidade superficial foi avaliada por intermédio... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The breast cancer has been a major public health problem and is responsible for high rate of incidence in mortality and morbidity, characterized as the second leading cause of death among women, even as treatment of this disease, the surgical procedure can develop emotional commitments and / or physical for patients and the amendment of sensitivity. The physiotherapy plays a key role for the patient, the reeducation sensitive, can provide sensory stimulation of receptors, increasing the threshold of sensitivity. While we understand the participation of sensitive nerves in the maintenance of sensory response, little is analyzes the response in the path of reeducation sensory of the intercostobrachial nerve (NICB) in individuals female post-surgical complaint with the hypoesthesia. This study aimed to ascertain the response of sensory reeducation in women subjected to linfadenectomia axillary, post mastectomy, evaluating the response in the various techniques of sensory reeducation as balls, kit with different textures and lymphatic drainage manual and check the permanence of response, after 3 months. Individuals and method: This study was carried out from August 2004 to November 2006, the state hospital in the city of Santos-SP, composed of 120 patients were female, submitted to surgery for breast with emptying axillary represented by the medical team mastologists by three of the hospital, using the same surgical procedure for the... (Complete abstract click electronic access below) / Orientador: Gilberto Uemura / Coorientador: José Ricardo P. Rodrigues / Banca: Eliane Aguiar P. Nahás / Banca: Paulo Traiman / Banca: Fabio Martins Laginha / Banca: Marta Helena Souza De Conti / Doutor
5

Resposta da reeducação sensitiva no trajeto do nervo intercostobranquial em mulheres pós mastectomia, submetidas à linfadenectomia axiliar

Massuia, Fernanda Aparecida de Ornelas [UNESP] 28 July 2008 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:32:50Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2008-07-28Bitstream added on 2014-06-13T19:43:36Z : No. of bitstreams: 1 massuia_fao_dr_botfm.pdf: 542037 bytes, checksum: 34cd5c4934d0641cd4288ea2b940150e (MD5) / O câncer de mama tem sido um dos maiores problemas de saúde pública, sendo responsável por alta taxa de incidência em mortalidade e morbidade, caracterizada como a segunda causa de morte entre as mulheres, mesmo como tratamento desta doença, o procedimento cirúrgico pode desenvolver comprometimentos emocionais e/ou físicos às pacientes como a alteração de sensibilidade. A fisioterapia desempenha um papel fundamental para a paciente, a reeducação sensitiva, pode oferecer estimulação dos receptores sensoriais, aumentando o seu limiar de sensibilidade. Embora compreendamos a participação dos nervos sensitivos na manutenção da resposta sensitiva, pouco se analisa a resposta da reeducação sensitiva no trajeto do nervo intercostobraquial (NICB) em sujeitos do sexo feminino pós-cirúrgico com queixa de hipoestesia. O presente estudo teve como objetivo verificar a resposta da reeducação sensitiva em mulheres submetidas à linfadenectomia axilar, pós mastectomia, avaliando a resposta nas diferentes técnicas de reeducação sensitiva como bolas, kit com diferentes texturas e drenagem linfática manual e verificar a permanência da resposta, após 3 meses. Sujeitos e método: Este estudo foi realizado no período de Agosto de 2004 a Novembro de 2006, no hospital estadual, na cidade de Santos-SP, composto por 120 pacientes do sexo feminino, submetidas à cirurgia de mama com esvaziamento axilar pela equipe médica representada por três mastologistas do referido hospital, que utilizam o mesmo procedimento cirúrgico para a preservação do NICB, subdivididas em quatro grupos de 30 pacientes cada. O GI (Estimulação sensitiva com bolas, sensiball, fisiobol e lisa), GII (com drenagem linfática), GIII (com Kit de diferentes texturas) e o GIV (Controle). A sensibilidade superficial foi avaliada por intermédio... / The breast cancer has been a major public health problem and is responsible for high rate of incidence in mortality and morbidity, characterized as the second leading cause of death among women, even as treatment of this disease, the surgical procedure can develop emotional commitments and / or physical for patients and the amendment of sensitivity. The physiotherapy plays a key role for the patient, the reeducation sensitive, can provide sensory stimulation of receptors, increasing the threshold of sensitivity. While we understand the participation of sensitive nerves in the maintenance of sensory response, little is analyzes the response in the path of reeducation sensory of the intercostobrachial nerve (NICB) in individuals female post-surgical complaint with the hypoesthesia. This study aimed to ascertain the response of sensory reeducation in women subjected to linfadenectomia axillary, post mastectomy, evaluating the response in the various techniques of sensory reeducation as balls, kit with different textures and lymphatic drainage manual and check the permanence of response, after 3 months. Individuals and method: This study was carried out from August 2004 to November 2006, the state hospital in the city of Santos-SP, composed of 120 patients were female, submitted to surgery for breast with emptying axillary represented by the medical team mastologists by three of the hospital, using the same surgical procedure for the... (Complete abstract click electronic access below)
6

Terapia fotodinâmica mediada por extrato de crajiru e cloreto de alumínio-ftalocianina em nanoemulsões no tratamento de câncer de mama in vitro

Rodrigues, Mosar Corrêa 17 July 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Nanociências e Nanobiotecnologia, 2014. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2014-10-15T15:34:23Z No. of bitstreams: 1 2014_MosarCorreaRodrigues.pdf: 5058878 bytes, checksum: ac09311e30d09952917525297a0f169f (MD5) / Approved for entry into archive by Tania Milca Carvalho Malheiros(tania@bce.unb.br) on 2014-10-17T12:35:24Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_MosarCorreaRodrigues.pdf: 5058878 bytes, checksum: ac09311e30d09952917525297a0f169f (MD5) / Made available in DSpace on 2014-10-17T12:35:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_MosarCorreaRodrigues.pdf: 5058878 bytes, checksum: ac09311e30d09952917525297a0f169f (MD5) / O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais incidente no mundo, acometendo uma a cada oito mulheres. Os tratamentos utilizados atualmente para o câncer de mama não apresentam o índice terapêutico desejado e, diante disso, a emergente terapia fotodinâmica (TFD) vem despertando bastante atenção no tratamento de neoplasias. Fundamentada em três componentes básicos, luz no comprimento de onda específico, fotossensibilizante (FS) e oxigênio, a TFD é considerada bastante segura e eficaz. Uma das limitações da TFD está relacionada à natureza hidrofóbica apresentada pela maioria dos FS. Nesse sentido, o presente estudo teve como objetivo analisar a utilização de dois agentes fotossensibilizantes: extrato de crajiru (ECr) e o cloreto de alumínio-ftalocianina (AlFtCl), associados em duas nanoemulsões independentes, como mediadores da TFD aplicados em ensaios celulares de tumor de mama 2D e 3D. As nanoformulações obtidas (NE-ECr/NE-AlFtCl) apresentaram diâmetro hidrodinâmico de cerca de 30 nm, foram monodispersas e com carga de superfície levemente negativa. As NE-ECr apresentou pico de absorção de λ=668 nm e emissão de fluorescência (excitação em 350 nm) de λ=676. A NE-AlFtCl apresentou pico de absorção de λ=676 nm e emissão de fluorescência (excitação em 350 nm) de λ=680. Ademais, as duas nanoformulações apresentaram excelente capacidade de produzir espécies reativas de oxigênio (ERO). Foi conferida também uma excelente estabilidade nas condições a 4 °C e a ~25°C, sendo possível preservar as propriedades fotofísicas e fisicoquímicas das nanofomulações pelo máximo tempo testado, i.e., 365 dias. Tanto a NE-ECr (0,125 mg/mL) quanto a NE-AlFtCl (0,125 μM) expostas por 15 minutos às células tumorais MCF-7, separadamente, apresentaram-se interiorizadas no citoplasma dessas células. Os efeitos citotóxicos ocasionados nas células foram exclusivamente pela ação das duas nanoformulações quando irradiadas. As células MCF-7 submetidas à TFD mediada pelas diferentes concentrações de NE-ECr apresentaram CC50 de 0,0013 mg/mL e CC100 de 0,007 mg/mL. Nas mesmas condições, foram observadas para células MCF-10A CC50 e CC100 de 0,0048 mg/mL e de 0,020 mg/mL das NE-ECr, respectivamente. Também foi observada uma recuperação mais lenta das células tumorais quando comparadas às não tumorais. As NE-ECr mediadoras da TFD também se apresentaram bastantes citotóxicas contra os esferoides das células MCF-7. Nos experimentos realizados com as NE-AlFtCl, as células MCF-7 foram submetidas à TFD mediada pelas diferentes concentrações, agora das NE-AlFtCl, apresentando CC50 de 0,0028 μM e CC100 de 0,093 μM. Nas mesmas condições, foram observadas para células MCF-10A CC50 e CC100 de 0,0058 μM e de 0,625 μM das NE-AlFtCl, respectivamente. MCF-7 apresentaram-se mais lentas quanto à recuperação por diferentes tempos após a TFD. Quando os esferoides foram expostos a diferentes concentrações das NE-AlFtCl-TFD por 60 minutos, houve uma maior citotoxicidade em relação ao tempo de 30 minutos. Conclui-se que as NE-ECr e as NE-AlFtCl são estáveis a diferentes condições por longos períodos de tempo, e que as duas nanoemulsões, quando utilizadas como mediadoras da TFD, independentemente, foram citotóxicas contra células tumorais com maior intensidade do que a exercida sobre células não tumorais. A TFD mediada pelas NE-ECr ou NE-AlFtCl também apresentou efeito citotóxico contra esferoides de células MCF-7. _________________________________________________________________________ ABSTRACT / Breast cancer is the second most frequent type of cancer in the world, affecting one in eight women. Current treatments for breast cancer do not present the desired therapeutic index binging attention, therefore, to the emerging photodynamic therapy (PDT), which has been attracting much attention for the treatment of neoplasies. Based on three basic components, light in specific wavelength, photosensitizer (PS) and oxygen, PDT is considered very safe and effective. One of the limitations of PDT is related to the hydrophobic nature presented by the majority of the PS. In this sense, the present study aimed at analyzing the use of two photosensitizing agents: crajiru extract (ECr) and aluminum phthalocyanine chloride (AlFtCl), associated in two independent nanoemulsions, as PDT mediators applied in cellular assays of 2D and 3D breast tumors. The nanoformulations obtained (NE-ECr/NE-AlFtCl) had a hydrodynamic diameter of about 30 nm, were monodisperse and had a slightly negative surface charge. The NE-ECr showed absorption peak of λ = 668 nm and fluorescence emission (excitation at 350 nm) of λ = 676. The NE- AlFtCl showed absorption peak of λ = 676 nm and fluorescence emission (excitation at 350 nm) of λ = 680. Moreover, both nanoformulations showed excellent capacity to produce reactive oxygen species (ROS). We also observed excellent stability conditions at 4 °C and ~ 25 °C, which showed that it is possible to preserve the physicochemical and photophysical properties of the nanoformulations during the maximum tested period, i.e. 365 days. Both NE-ECr (0.125 mg/mL) and NE-AlFtCl (0.125 μM) separately exposed for 15 minutes to the MCF-7 tumor cells presented themselves internalized into the cytoplasm of these tumor cells. The cytotoxic effects on cells were caused solely by the action of both nanoformulations when irradiated. MCF-7 cells undergoing PDT mediated by different concentrations of NE-ECr showed CC50 of 0,0013 mg/mL and CC100 of 0,007 mg/mL. Under the same conditions, we observed for MCF-10A CC50 and CC100 of 0,0048 mg/mL e of 0,020 mg/mL of NE-ECr, respectively. Slower recovery of tumor cells was also observed when compared to that of non-tumor cells. NE-ECr as PDT mediators also presented significant cytotoxicicity against spheroids of MCF-7 cells. In the experiments with NE-AlFtCl, MCF-7 cells were subjected to PDT mediated by different concentrations mediated of NE-AlFtCl, this time presenting CC50 of 0,0028 μM and CC100 of 0,093 μM. Under the same conditions, we observed for MCF-10A CC50 and CC100 of 0,0058 μM and of 0,625 μM of NE-AlFtCl, respectively. Recovery of MCF-7 was slower for different periods after PDT. When spheroids were exposed to different concentrations of NE-AlFtCl-PDT for 60 minutes, there was higher cytotoxicity when compared to those exposed for 30 minutes. We conclude that the NE-ECr and the NE-AlFtCl are stable under different conditions for long periods of time, and that both nanoemulsions, when used as mediators of PDT, independently, presented cytotoxicicity to tumor cells in a stronger intensity than that exerted on non-tumor cells . PDT mediated by NE-ECr or NE-AlFtCl also showed cytotoxic effect against spheroids of MCF-7 cells.
7

Análise de mutações e caracterização do gene MYLK4 em carcinomas de mama

Almeida, Rubens dos Santos Samuel de 14 August 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade em Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2014. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2014-10-24T15:21:06Z No. of bitstreams: 1 2014_RubensSantosSamuelAlmeida.pdf: 2610665 bytes, checksum: 27c9282e87024c46e2e4d9b9fff37dbe (MD5) / Approved for entry into archive by Tania Milca Carvalho Malheiros(tania@bce.unb.br) on 2014-10-24T15:50:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_RubensSantosSamuelAlmeida.pdf: 2610665 bytes, checksum: 27c9282e87024c46e2e4d9b9fff37dbe (MD5) / Made available in DSpace on 2014-10-24T15:50:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_RubensSantosSamuelAlmeida.pdf: 2610665 bytes, checksum: 27c9282e87024c46e2e4d9b9fff37dbe (MD5) / Muitos fatores são caracterizados como desencadeadores do câncer como os fatores genéticos e a desregulação nos processos de sinalização celular. O acúmulo de mutações em células normais está nos fatores genéticos ligados a carcinogênese e a localização dessas mutações no genoma possui um papel fundamental. Até o momento, diversas mutações têm sido descritas em genes importantes relacionados à carcinogênese mamária. Desregulação nos processos de sinalização celular levam por vezes ao amento da proliferação celular característica fundamental para o desenvolvimento do câncer. Genes da família MYLK (Miosin Light Chain Kinase) codificam proteínas do tipo serina/treonina quinase inicialmente identificados como responsáveis pela fosforilação da cadeia leve da miosina. Estudos anteriores identificaram mutações no gene MYLK4 como de grande importância no câncer de mama. Estudos mostram que um aumento da expressão dos genes MYLK1 e MYLK2 estão relacionados com a carcinogênese mamária. Os membros desta família não foram totalmente caracterizados. Este estudo buscou investigar uma possível relação entre o MYLK4 e o câncer de mama. Foi constatado que a frequência de mutações no gene MYLK4 é baixa tanto em linhagens celulares quanto em amostras clínicas de câncer de mama. Ainda, observamos uma superexpressão do gene em linhagens celulares de câncer de mama e uma maior expressão em mama quando comparado com outros tipos de tecidos normais. A análise por imunohistoquímica em amostras clínicas parafinizadas demonstrou uma maior expressão do MYLK4 no tecido tumoral e presença em tecido normal. Analisando sua expressão em um número maior de amostras clínicas tumorais pareadas com sua contra parte normal ou não, não foram observadas alterações significativas na expressão do MYLK4 apenas uma grande variância em sua expressão. Ensaio de superexpressão do MYLK4 em linhagem celular normal demonstrou um aumento na proliferação celular in vitro. Os dados em conjunto apontam para um possível envolvimento do MYLK4 no crescimento celular em tumores que apresentem superexpressão deste gene. _________________________________________________________________________ ABSTRACT / Many factors are characterized as causes of cancer such as genetic factors and deregulation of cellular signaling processes. The accumulation of mutations in normal cells is linked to genetic factors in carcinogenesis and the location of these mutations in the genome plays a key role. To date, several mutations have been described in important genes related to mammary carcinogenesis. Disruption in cellular signaling process sometimes leads to increased cell proliferation, critical to the development of cancer. The MYLK (Light Chain Kinase Miosin) gene family encodes proteins of the serine / threonine kinase family originally identified as responsible for the phosphorylation of myosin light chain. Previous studies have identified mutations in the gene MYLK4 to be important in breast cancer. Studies have shown that increased expression of genes MYLK1 and MYLK2 are related to mammary carcinogenesis. Members of this family have not been fully characterized. This study sought to investigate a possible relationship between MYLK4 and breast cancer. It has been found that the frequency of mutations in the gene MYLK4 is low in both cell lines and clinical samples of breast cancer. Also, we observed a gene overexpression in cell lines of breast cancer and increased expression in normal cells of breast cancer when compared with other types of normal tissues. Analysis by immunohistochemistry in paraffin embedded clinical samples showed an increased expression of MYLK4 in tumor tissue and its presence in normal tissue. Analyzing its expression in a larger number of clinical tumor samples paired with its counterpart normal part or not, no significant changes were observed in the expression of MYLK4 just a great variance in their expression. Assay overexpressing MYLK4 normal cell line showed increase on cell proliferation in vitro. This data together suggest a possible involvement of MYLK4 in cell growth in tumors that exhibit overexpression of this gene.
8

Caracterização e análise de expressão do gene SMYD5 em câncer de mama e tecidos normais

Araujo, Maíra de Azevedo Feitosa 18 January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade em Ciências da Saúde, Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2013. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2013-03-05T12:24:08Z No. of bitstreams: 1 2012_MairaAzevedoFeitosaAraujo.pdf: 2203133 bytes, checksum: 14d6393d76f3384bb0d2ce1953a8eebd (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2013-03-05T15:35:00Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_MairaAzevedoFeitosaAraujo.pdf: 2203133 bytes, checksum: 14d6393d76f3384bb0d2ce1953a8eebd (MD5) / Made available in DSpace on 2013-03-05T15:35:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_MairaAzevedoFeitosaAraujo.pdf: 2203133 bytes, checksum: 14d6393d76f3384bb0d2ce1953a8eebd (MD5) / O câncer é descrito como uma doença que é desencadeada por fatores genéticos e epigenéticos. Dentre as manifestações epigenéticas ligadas à carcinogênese a desregulação nas modificações pós-traducionais que ocorrem nas caudas das histonas tem um papel de grande importância. Vários são os tipos de modificações que podem ocorrer e vários são os sítios a serem modificados, entre eles a metilação em resíduos de lisina. As metiltransferases de lisina são um grupo de enzimas que contem um domínio SET, o qual catalisa a adição de grupos metila em resíduos de lisina. Inicialmente, as metiltransferases de lisina foram identificadas como específicas para substratos de histonas, mas estudos posteriores mostraram que estas enzimas também metilam outras proteínas que não-histonas. A família SMYD de metiltransferases consiste no agrupamento de cinco proteínas que apresentam em sua estrutura ambos os domínios SET e MYND. Ainda que os membros desta família (SMYD1 a SMYD5) ainda não tenham sido completamente caracterizados, já foi descrito que expressões aberrantes de algumas destas proteínas estão ligadas à progressão tumoral de diversos tecidos como colorretal, fígado e mama. O SMYD5 foi recentemente descrito como fator importante na atividade inflamatória de macrófagos, mas seu papel na tumorigênese não foi investigado. Seguindo o perfil de outros membros da família SMYD, no presente trabalho investigamos uma possível relação do SMYD5 como o câncer de mama. Foi constatado que o SMYD5 está downregulado em todas as linhagens de células de câncer de mama estudadas. Ainda, obervamos que ele se encontra frequentemente hipoexpresso em amostras de câncer de mama. Entretanto, experimentos de knockdown ou superexpressão do SMYD5 não mostraram efeito significativo na proliferação celular in vitro. Revelamos que o SMYD5 está localizado em ambos núcleo e citoplasma e apresenta-se progressivamente menos presente em tecidos tumorais, quando comparado com tecido normal de mama. Os resultados sugerem uma forte ligação entre a baixa expressão do SMYD5 e o estado maligno da mama e o apontam como um potencial supressor tumoral no contexto mamário. Estudos posteriores ajudarão na compreensão dos mecanismos envolvidos na relação do SMYD5 com o câncer de mama. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Cancer is described as a disease triggered by genetic and epigenetic factors. Within epigenetic manifestations linked to carcinogenesis there are the post translational modifications that occur at histone tails. Several modification types may occur and several sites can be modified, amongst them there is the methylation at lysine residues. Lysine methyltransferases are a group of enzymes containing a SET domain, responsible for catalysing the addition of methyl groups at lysine residues. Early on, lysine methyltranferases were thought to be histone substrate specific, but further studies have shown these enzymes to be capable of methylating other non- histone proteins. The SMYD family of methyltransferases consists in five proteins that present both the SET and MYND domains within their structure. Even if members of this family (SMYD 1-5) are yet to be completely characterized, it has been described that aberrant expressions of some of these family members are linked to tumor progression in various tissues, such as colorectal, liver and breast. SMYD 5 has recently been described as an important factor in inflammatory activity mediated by macrophages, but its part in tumorigenesis had not been investigated thus far. Following the profile for other members of the SMYD family, in the present study a possible relation between SMYD5 and breast cancer has been sought. It was found that SMYD5 is downregulated in all breast cancer cell lines studied. In adition, it is also frequently hipoexpressed in clinical breast cancer samples. However, its knockdown or super expression has had no effect on in vitro cellular proliferation. We showed that SMYD5 is located in both the nucleus and cytoplasm and it is also progressive less present in carcinogenic tissues, if compared to regular breast tissue. The results suggest a strong link between SMYD5 low expression states and malignant breast and points it towards to a potential tumor suppressor role in breast context. Further studies will help in understanding the mechanisms involved in the relationship between SMYD5 and breast cancer.
9

Síntese, caracterização físico-química, morfológica e avaliação de viabilidade de células tumorais de mama (MCF-7) submetidas à nanoesferas de PLGA contendo clorambucil

Dias, Diego Juscelino Santos 17 December 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2012. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2013-03-14T10:55:33Z No. of bitstreams: 1 2012_DiegoJuscelinoSantosDias.pdf: 1894976 bytes, checksum: 7aecd85cf7d7607c1680b1c4e54c6cc5 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2013-03-15T11:57:51Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_DiegoJuscelinoSantosDias.pdf: 1894976 bytes, checksum: 7aecd85cf7d7607c1680b1c4e54c6cc5 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-03-15T11:57:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_DiegoJuscelinoSantosDias.pdf: 1894976 bytes, checksum: 7aecd85cf7d7607c1680b1c4e54c6cc5 (MD5) / Sendo uma doença de alta incidência no mundo e no Brasil, o câncer de mama causa temor e morte entre as mulheres. Visando uma melhoria da qualidade de vida do paciente e uma maior eficiência dos tratamentos, há uma busca constante por novos medicamentos e formas para transporta-los até os tumores. Neste trabalho, através dos procedimentos de simples e de dupla emulsificação foram sintetizadas nanopartículas poliméricas biodegradáveis de ácido poli(D,L-láctico-co-glicólico) contendo o agente antitumoral clorambucil (CHB). Através do processo de nanoencapsulamento espera-se evitar a precipitação sistêmica do fármaco, efeitos adversos indesejados além de aumentar a seletividade e eficiência da quimioterapia. Após o preparo das nanopartículas, foram avaliados parâmetros físico-químicos, morfológicos e citotóxicos, onde se destacam as análises de: distribuição de tamanho, potencial zeta, perfil de liberação in vitro, eficiência de encapsulamento, análises térmicas diferencias e termogravimétricas simultâneas, análises espectroscópicas de absorção eletrônica na região UV-vis, no infravermelho com transformada de Fourier e de fluorescência do clorambucil e fluoresceína, em solução e quando encapsulados na matriz polimérica. As técnicas de microscopia eletrônica de varredura e de espalhamento dinâmico da luz mostraram que as partículas apresentam forma esférica, não porosa, com distribuição de tamanho entre 235,0 e 345,0 nm. As estruturas produzidas apresentaram baixa tendência a se agregarem devido ao valor de potencial zeta (entre -23,0 e -5,90 mV). A eficiência de encapsulamento foi de até 92,0%. A citotoxidade celular in vitro para células tumorais de mama (MCF-7) e para a linhagem de fibroblastos NIH-3T3 foi avaliada através de ensaios de viabilidade com MTT, sendo que, o sistema de liberação se apresentou mais eficiente do que o fármaco na forma livre em diversas concentrações para ambas as linhagens. Dessa forma, os sistemas de liberação produzidos apresentaram-se promissores DDS e poderão contribuir para o aumento da eficiência terapêutica, biodisponibilidade e redução de efeitos adversos. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Being a high incidence of disease in the world and in Brazil, breast cancer causes fear and death among women. With an aim of improving the live quality of patients and greater efficiency of the treatments there is a constant search for new drugs and ways to transport them to the tumor cells. Through the procedures single and double emulsification followed by solvent evaporation were synthesized biodegradable polymeric nanoparticles of poly(D,L-lactic-o-glycolic) acid containing chlorambucil. This technique has been widely adopted to obtain particles containing hydrophobic drugs and its purpose is to prevent systemic precipitation of the drug, undesirable side effects, increase the selectivity and efficiency of chemotherapy. Were determined physicochemical parameters such as size, morphology and regularity of particles, zeta potential, in vitro release profile, encapsulation efficiency. simultaneous differential thermal and thermogravimetric analysis, differential scanning calorimetry, and electronic absorption spectra in the UV-vis region, FTIR spectroscopy and fluorescence of chlorambucil, fluorescein, polymeric matrix and nanoparticles containing these encapsulated compounds were obtained. Scanning electron microscopy which together with the technique of dynamic light scattering showed that the particles showed up spherical, non-porous, with homogeneous distribution in size and diameter up to 235.0-345.0 nm. The structures produced showed no tendency to aggregate due to their negative zeta potential (below -5.90 mV) and the encapsulation efficiency was up to 92.0%. The in vitro cell cytotoxicity to breast tumor cells (MCF-7) and the fibroblast line NIH-3T3 cells was evaluated by MTT viability assays, where the release system is made more effective than the free drug for both tumor and fibroblasts cells in several concentrations. Thus, the delivery systems manufactured as showed promising DDS which can contribute to increasing the therapeutic efficacy, bioavailability and reduced adverse effects of chlorambucil.
10

Análise do perfil de expressão do gene SMYD4 em câncer de mama e seu envolvimento na carcinogênese mamária

Moura, Carolina Amaro de 22 January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2013. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2013-04-17T16:32:00Z No. of bitstreams: 1 2013_CarolinaAmaroMoura.pdf: 3170359 bytes, checksum: e846389c8492193330a8768a4450adcb (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2013-05-07T11:29:59Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_CarolinaAmaroMoura.pdf: 3170359 bytes, checksum: e846389c8492193330a8768a4450adcb (MD5) / Made available in DSpace on 2013-05-07T11:29:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_CarolinaAmaroMoura.pdf: 3170359 bytes, checksum: e846389c8492193330a8768a4450adcb (MD5) / Modificações epigenéticas estão relacionadas a padrões de expressão gênicas diferentes. A desregulação nos processos epigenéticos, incluindo metilação nas caudas de histona, tem sido associada à biologia das lesões cancerosas e seus resultados clínicos. Até agora, diversos genes codificadores de metiltransferases tem sido descritos e associados à carcinogênese mamária. Os genes codificadores de metiltransferases de lisina de histonas apresentam um domínio SET o qual é capaz de metilar resíduos de lisina nas caudas das histonas. A desregulação neste processo de metilação pode mudar a conformação da cromatina e permitir a transcrição de genes que agem na carcinogênese. Proteínas que contêm os domínios SET e MYND (SMYDs) constituem uma família de cinco proteínas altamente conservadas desde leveduras até vertebrados, e nem todas foram completamente caracterizadas. O gene SMYD4 humano está localizado no cromossomo 17 (17p13.3), em uma região que perde comumente a heterozigosidade em cânceres de mama. No presente estudo, investigou-se o perfil de expressão do gene SMYD4 em tumores de mama e seus tecidos não tumorais adjacentes, em sete diferentes linhagens celulares de câncer de mama e em treze diferentes tecidos humanos não cancerosos. Além disso, foram utilizadas células estáveis com SMYD4 superexpresso na investigação da localização subcelular de sua proteína e na análise da proliferação celular em consequência desta superexpressão. Ademais, analisou-se a consequência da inibição de expressão deste gene em linhagem celular de câncer de mama. Diante desses objetivos, descobriu-se que SMYD4 está frequentemente hipoexpresso em cânceres de mama, comparado às contrapartes não tumorais, e diminuídos em todas as linhagens celulares de câncer de mama. Interessantemente, há uma maior expressão nos tecidos mamários em comparação a todos os outros analisados. Além disso, observou-se maior proliferação em células com expressão do SMYD4 silenciada. Os resultados demonstram novos caminhos na elucidação do papel de SMYD4, evidenciando a importância de sua hipoexpressão na progressão do câncer de mama. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Epigenetic modifications are related to different gene expression patterns. Misregulation of epigenetic processes, including methylation in histone tails, has been associated to the biology of cancer and their clinical outcome. Up to date, several methyltransferase genes have been described to be involved in breast carcinogenesis. Histone lysine methyltransferase genes encode proteins containing a SET domain with the ability to methylate lysine residues in histone tails. Misregulation on this methylation process can change the chromatin conformation and allow transcription of genes that operate in carcinogenesis. SET and MYND domain proteins (SMYDs) are a family of five proteins highly conserved from yeast to vertebrates, which have not yet been fully characterized. Human SMYD4 gene is located at chromosome 17 (17p13.3) which is a region commonly exhibiting loss of heterozygosity in breast cancers. In the present study it was investigated the expression profile of SMYD4 in breast tumors and its adjacent non-tumor tissues, in seven different breast cancer cell lines and in thirteen human normal tissues. In addition it was used stable cell lines overexpressing SMYD4 to investigate its subcellular localization, as well as its impact on cellular growth behavior before SMYD4 overexpression. It was also analyzed the effects of SMYD4 inhibition on the proliferation of a breast cancer cell line. It was found that SMYD4 is frequently downregulated in breast cancers compared to its non-cancerous counter-parts and frequently decreased in all breast cancer cell lines. Interestingly, it showed a higher expression in breast tissues comparing to all normal tissues analyzed. In addition it was found an increased proliferation in cells with silenced expression of SMYD4. These results shed new lights on the role of SMYD4, evidencing the importance of its downregulation for breast cancer progression.

Page generated in 0.123 seconds