• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1203
  • 23
  • 17
  • 17
  • 17
  • 13
  • 13
  • 8
  • 5
  • 5
  • 4
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 1256
  • 1256
  • 485
  • 357
  • 235
  • 234
  • 228
  • 225
  • 215
  • 200
  • 199
  • 177
  • 165
  • 156
  • 144
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Três ensaios empíricos sobre mercado de trabalho no Brasil

Oliveira, Silvando Carmo de January 2016 (has links)
OLIVEIRA, Silvando Carmo de. Três ensaios empíricos sobre mercado de trabalho no Brasil. Tese (doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Fortaleza, 2016. 112f. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2017-02-09T20:31:51Z No. of bitstreams: 1 2016_tese_scoliveira.pdf: 3714990 bytes, checksum: 7c655b8ae6fec6a3d9c1f01304436819 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2017-02-09T20:32:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_tese_scoliveira.pdf: 3714990 bytes, checksum: 7c655b8ae6fec6a3d9c1f01304436819 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-02-09T20:32:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_tese_scoliveira.pdf: 3714990 bytes, checksum: 7c655b8ae6fec6a3d9c1f01304436819 (MD5) Previous issue date: 2016 / This thesis focuses mainly on the problem of unemployment in the main metropolitan areas of Brazil, addressing three relevant issues. The central idea has as reference the theories of WMD. The Diamond-Mortensen-Pissarides model was designed to understand the "natural" equilibrium or rate of unemployment. The first version of DMP, which was developed in the 1980s, focuses on the duration of unemployment that is treated as exogenous. The most recent version of the DMP (Mortensen and Pissarides 1994), together endogenizes the duration and incidence of unemployment. We are adopting the hypothesis in these three articles that supply and demand do not adjust automatically, that is, this marriage to happen involves expenditure that will be treated as a search effort here. This mismatch between open and closed job openings is what justify the transition movements that will be observed in the trials, more specifically the transitions from the unemployed condition to a later occupational situation measured as a flow of workers between two periods. The first essay seeks to verify how various forms of job search can affect the chances of reentry in the job market for the unemployed individual with reintegration difficulties. The main advantage of focusing on this case is to investigate combinations of search channels among the various search methods. When informing his condition of unemployment the individual declares what attitude he has taken to get a job, that is, evaluate the search channels declared by the worker that vary from the formality in the type of search to the informality in the methods. The second essay also investigates transitions in the labor market for the unemployed, but using a micro-based framework based on Pissarides (1979) and developed by Peracchi and Viviano (2004). An advantage of the micro-based method is to generate equations for estimation of important theoretical parameters such as market tightness and search efforts. Also using the theoretical reference of Pissarides (1979), the third article evaluates the effect of unemployment insurance on the effort to find employment by the beneficiaries of the unemployment insurance program. The central question is whether there is an increase in the search effort when the benefit approaches its exhaustion and in what way the government policy influences this decision. / A presente tese de doutorado tem como foco principal estudar o problema do desemprego nas principais regiões metropolitanas brasileiras abordando três questões relevantes. A ideia central tem por referência as teorias de DMP1. O modelo de Diamond-Mortensen-Pissarides foi projetado para entender o equilíbrio ou taxa "natural" de desemprego. A primeira versão do DMP, que foi desenvolvida na década de 1980, concentra-se na duração do desemprego que é tratada como exógena. A versão mais recente do DMP (Mortensen e Pissarides 1994), em conjunto endogeniza a duração e incidência do desemprego. Estamos adotando a hipótese nestes três artigos de que a oferta e demanda não se ajustam automaticamente, ou seja, este casamento para acontecer envolve dispêndio que aqui será tratado como esforço de busca. Este desencontro entre vagas abertas e fechadas de postos de trabalho é que justificam os movimentos de transição que será observado nos ensaios, mais especificamente as transições da condição de desempregado para uma posterior situação ocupacional medida como um fluxo de trabalhadores entre dois períodos. O primeiro ensaio busca verificar como diversas formas de procura por trabalho podem afetar as chances de reentrada no mercado de trabalho para o individuo desempregado com dificuldades de reinserção. A principal vantagem de focar neste caso é investigar combinações de canais de busca entre os diversos métodos de procura. Ao informar sua condição de desemprego o indivíduo declara que atitude ele tomou para conseguir emprego, ou seja, avaliam-se os canais de busca declarados pelo trabalhador que variam desde a formalidade no tipo de busca até a informalidade nos métodos. O segundo ensaio também investiga transições no mercado de trabalho para desempregados, porém utilizando um arcabouço microfundamentado baseado em Pissarides (1979) e desenvolvido por Peracchi e Viviano (2004). Uma vantagem do método microfundamentado é gerar equações para estimação de parâmetros teóricos importantes como atrito (market tightness) e esforço de busca (searching efforts). Também utilizando o referencial teórico de Pissarides (1979) o terceiro artigo avalia o efeito do seguro-desemprego sobre o esforço de busca por emprego dos indivíduos beneficiários do programa de seguro-desemprego. A questão central é observar se existe aumento no esforço de busca quando o beneficio se aproxima do seu esgotamento e de que forma a politica do governo influencia nesta decisão.
2

Atitudes, expectativas e discriminação no mercado de trabalho brasileiro

Cruz, Mércia Santos da January 2010 (has links)
CRUZ, Mércia Santos da. Atitudes, expectativas e discriminação no mercado de trabalho brasileiro. Tese (Doutorado)- Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, Fortaleza, 2010. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2011-08-22T17:38:55Z No. of bitstreams: 1 Tese de Mércia Santos da Cruz.pdf: 2074497 bytes, checksum: 510f8d6e0b6c80f706e7d8a660dc13aa (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2011-08-22T17:39:17Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Tese de Mércia Santos da Cruz.pdf: 2074497 bytes, checksum: 510f8d6e0b6c80f706e7d8a660dc13aa (MD5) / Made available in DSpace on 2011-08-22T17:39:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tese de Mércia Santos da Cruz.pdf: 2074497 bytes, checksum: 510f8d6e0b6c80f706e7d8a660dc13aa (MD5) Previous issue date: 2010 / This dissertation presents two papers referring to discrimination and prejudice in the Brazilian work market using different data bank. The first part of this research approaches different aspects of the probability of dismissing someone for being an HIV positive worker. The second part studies the possible divergences of income expectation among men and women. As to discrimination, although it is not economists‟ attribution to provide with theories about the issue, discrimination economy has presented hypotheses which define the possible motivations which lead someone to have discriminatory attitude towards a certain group of people. Considering that discrimination in the work market manifests in diverse ways and towards different groups, the first article of the thesis studies the specificities of discrimination in Brazil in relation to HIV positive workers using attitudinal data gathered from Health Ministry and through the estimation of an ordered logit model (and its variations). An analysis of probabilities of individuals to present discriminatory attitude towards HIV positive workers was carried out, controlled by health and socioeconomic variables. Results revealed that variables such as higher levels of education and of school results, higher levels of awareness of the condition, personally knowing the infected person, living in the southeast region of Brazil, contribute to make the individual present a lower probability of agreeing with dismissing an HIV positive worker. The second article aims at assessing indirect discrimination, as what concerns the expectations of discrimination in the work market. The study was carried out based on men and women salary expectations in the Brazilian State of Ceará, drawing upon data collected in the 2007-entrance-exam of Federal University of Ceará. Large literature posits that the effective salary is a function of mainly two variables, i.e., investment in human capital and signal issued by individuals‟ productivity. However, studies have increasingly argued that salary differences can be resultant of differences in the agents‟ expectations (GARCIA and PEÑALOSA, 2003; FILIPPIN, 2003; FILIPPIN and ICHINO, 2005, among others). To assess income expectation, data were collect among the 2007-entrance-exam applicants for selected courses at Federal University of Ceará. A module of income projection for two years after conclusion of an undergraduate course was collected and, using the sequences of answers, we have concluded that there are gender differences in income expectations both for those professions that have a balanced distribution of men and women and for those that are typically male dominated. The study revealed that in both cases women expect to earn lower salaries than men. Within Psychology applicants, it was observed that women have higher income expectations than men. These results point to evidences of important analytical distinctions between men and women as to their aspirations in the work market. / A presente tese contempla dois artigos referentes à discriminação e preconceito no mercado de trabalho brasileiro, utilizando distintas bases de dados. A primeira parte da pesquisa aborda aspectos referentes à probabilidade de demissão de um indivíduo, motivada pelo fato de o mesmo ser portador do vírus HIV. A segunda parte estuda possíveis divergências de expectativas salariais entre homens e mulheres. Quando se trata de discriminação, apesar de não ser atribuição dos economistas fornecerem uma teoria sobre o tema, a economia da discriminação vem apresentando hipóteses que definem as possíveis motivações que levam um indivíduo a apresentar uma atitude discriminatória em relação a um grupo de pessoas. Deste modo, sabendo que a discriminação no mercado de trabalho manifesta-se de diversas maneiras e com diferentes grupos, o primeiro artigo da tese estudará as especificidades da discriminação no Brasil com relação aos portadores do vírus HIV, utilizando dados atitudinais coletados junto ao Ministério da Saúde e através da estimação de um modelo logit ordenado (e suas variações). Para tanto, foram calculadas as probabilidades dos indivíduos apresentarem uma atitude discriminatória em relação aos portadores do vírus HIV, controlando por variáveis de saúde e socioeconômicas. Verificamos que variáveis como: maiores níveis de escolaridade e de rendimento; maiores níveis de conhecimento sobre a condição; parâmetro de se conhecer pessoalmente um infectado e; de se morar no Sudeste do país, contribuem para que o indivíduo apresente uma menor probabilidade de concordar com a demissão de um trabalhador portador do vírus HIV. Partindo para o estudo das expectativas de discriminação no mercado de trabalho, o segundo artigo objetiva avaliar a discriminação de modo indireto, através do estudo das expectativas de salários de homens e mulheres no Estado do Ceará, a partir de dados dos vestibulandos da Universidade Federal do Ceará (UFC) no ano de 2007. Uma vasta literatura apregoa que o salário efetivo é uma função principalmente de duas variáveis, a saber: investimentos em capital humano e sinais emitidos da produtividade dos indivíduos. Entretanto, um número crescente de estudos vem colocando que diferenças salariais podem ser resultantes das diferenças nas expectativas dos agentes (Garcia e Peñalosa, 2003; Filippin, 2003 e Filippin e Ichino, 2005 entre outros). Nos dados coletados junto à Universidade Federal do Ceará (UFC), referentes às expectativas de rendimento dos vestibulandos de cursos selecionados, para o ano de 2007, foi colhido um módulo das expectativas de renda dos entrevistados para dois anos após a conclusão do seu curso superior. Usando as seqüências de respostas para tais questões, concluímos que há diferenças nas expectativas de rendimento entre gênero em profissões que formam uma quantidade equilibrada de homens e mulheres bem como em profissões tipicamente masculinas. Em ambas, foi verificado que as mulheres esperam receber menores rendimentos que os homens. Já para o curso de Psicologia, foi observado que as mulheres possuem maiores expectativas de salário do que os homens. Há, portanto, evidências de que existem analiticamente importantes distinções entre homens e mulheres referentes às suas aspirações no mercado de trabalho.
3

Estimação dos diferenciais salariais entre trabalhadores formais e informais no mercado de trabalho cearense

Carlos, José Nogueira January 2010 (has links)
CARLOS, José Nogueira. Estimação dos diretenciais salariais entre trabalhadores formais e informais no mercado de trabalho cearense. 2010. 31f. Dissertação (mestrado profissional em Economia do Setor Pùblico - Sobral) - Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2010. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-01T22:06:48Z No. of bitstreams: 1 2010_dissert_jncarlos.pdf: 187969 bytes, checksum: 9f23fc17a6beba9d23f521d457596494 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-01T22:06:59Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_dissert_jncarlos.pdf: 187969 bytes, checksum: 9f23fc17a6beba9d23f521d457596494 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-10-01T22:06:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_dissert_jncarlos.pdf: 187969 bytes, checksum: 9f23fc17a6beba9d23f521d457596494 (MD5) Previous issue date: 2010 / The hypothesis of market segmentation study attempts to explain the yield differential between equally productive workers through the attributes of the sector where they are busy. This association between wage differentials and the existence of segmentation is based on the assumption that formal jobs are scarce or there are barriers to entry into the formal sector. Given the hypothesis of the existence of wage differentials observed between formal and informal workers, the relevant question is whether people equally productive receiving different labor income, on average. The aim of this study is to verify the existence of income inequality between formal and informal workers in Ceara labor market, using individual data from the National Household Sample Survey (PNAD) 2008. / A hipótese de segmentação do mercado de trabalho tenta explicar o diferencial de rendimento entre trabalhadores igualmente produtivos por intermédio dos atributos do setor onde estão ocupados. Esta associação entre diferenciais de salários e a existência de segmentação se baseia na suposição de que os empregos formais são escassos ou que existem barreiras à entrada no setor formal. Dada a hipótese sobre a existência de diferenciais salariais observados entre trabalhadores formais e informais, a questão relevante é saber se existem pessoas igualmente produtivas recebendo, em média, diferentes remunerações. O objetivo deste trabalho é verificar a existência de desigualdade entre rendimentos dos trabalhadores formais e informais no mercado de trabalho cearense, utilizando dados individuais da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2008.
4

Uma análise dos determinantes da participação dos trabalhadores cearenses no mercado informal

Cavalcante, Sandra Régia Costa January 2010 (has links)
CAVALCANTE, Sandra Régia Costa. Uma análise dos determinantes da participação dos trabalhadores cearenses no mercado informal. 2010. 28f. Dissertação (mestrado profissional em economia do setor público - Sobral) - Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2010. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-03T21:26:00Z No. of bitstreams: 1 2010_dissert_srccavalcante.pdf: 174430 bytes, checksum: c4b7b452f1cc1a7c75a438f41b1de8b7 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-03T21:26:10Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_dissert_srccavalcante.pdf: 174430 bytes, checksum: c4b7b452f1cc1a7c75a438f41b1de8b7 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-10-03T21:26:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_dissert_srccavalcante.pdf: 174430 bytes, checksum: c4b7b452f1cc1a7c75a438f41b1de8b7 (MD5) Previous issue date: 2010 / The aim of this study to estimate the probability of a worker being employed in the informal sector conditioned their productive characteristics, considering the possibility of sample selection bias. The sample is restricted to Ceará, and uses the National Survey of Household Sample Survey (PNAD) in 2008 to classify workers in formal and informal. According to the dual hypothesis, the jobs in the formal sector are indeed better in many dimensions, and the existence of informality is because the number of these jobs is limited. If indeed there is segmentation in the labor market and rationing of formal jobs, it is important to know how the allocation of workers between the two sectors. For this is considered the possibility of selection bias in the choice between formal and informal sectors. The selection bias occurs when a number of unobservable characteristics of individuals can make them end up working, by choice or necessity, in the informal economy. That is, unobservable characteristics of individuals such as skill, willpower, determination, creativity etc., it may be influencing the choice between working in the formal or informal. / O objetivo deste trabalho é estimar a probabilidade de um trabalhador estar empregado no setor informal, condicionadas as suas características produtivas, considerando a possibilidade de viés de seleção amostral. A amostra se restringe ao Ceará, e utiliza a Pesquisa Nacional de Amostras por Domicílio (PNAD) 2008 para classificar os trabalhadores em formais e informais. De acordo com a hipótese da dualidade, os postos de trabalho no setor formal são efetivamente melhores em várias dimensões, e a existência de informalidade ocorre porque o número destes postos é limitado. Se de fato há segmentação no mercado de trabalho e racionamento dos postos de trabalho formais, é importante saber como ocorre à alocação de trabalhadores entre os dois setores. Para tanto, é considerada a possibilidade de viés de seleção na escolha entre os setores formal e informal. O viés de seleção ocorre quando uma série de características não observáveis dos indivíduos pode fazer com que eles acabem trabalhando, por opção ou necessidade, no setor informal da economia. Ou seja, características não observáveis dos indivíduos, como habilidade, força de vontade, determinação, criatividade etc., podem estar determinando a escolha entre trabalhar no mercado formal ou informal.
5

A inserção no mercado de trabalho de pessoas com diferentes níveis de deficiências no Estado do Piauí

Alencar, Ivoneide Pereira de January 2010 (has links)
ALENCAR, Ivoneide Pereira de. Inserção no mercado de trabalho de pessoas com diferentes níveis de deficiências no Estado do Piauí, A. 2010. 35f. Dissertação (mestrado profissional em economia do setor público - Piauí) - Programa de Pós Graduação Em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2010. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-15T18:24:37Z No. of bitstreams: 1 2010_dissert_ipalencar.pdf: 116896 bytes, checksum: 5c81c4917f898c19872b3463a97c1170 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-15T18:24:49Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_dissert_ipalencar.pdf: 116896 bytes, checksum: 5c81c4917f898c19872b3463a97c1170 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-10-15T18:24:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_dissert_ipalencar.pdf: 116896 bytes, checksum: 5c81c4917f898c19872b3463a97c1170 (MD5) Previous issue date: 2010 / The intention of this work is to analyze the insertion in the market of work of people with different levels of deficiencies in the State of the Piauí. For this it used a Logit model of probability of work for people with declared difficulties of vision, hearing and locomotion in the following levels: i) some permanent difficulty, II) great permanent difficulty, and III) incapacity. The comparison base had been people whom they had declared not to have no difficulty, and the database used was the representative sample of the Census 2000 - IBGE for the state of the Piauí. It was proven that the probability of insertion in the work market increases with the level of declared difficulty, presenting a significant on-jump for the incapacity. Between the found deficiencies, it was observed that the relative difficulties of insertion in the market are lesser for the hearing when compared the vision and locomotion. Other results of insertion of the work market had been standards in literature as the importance of the education and the quadrática function of the age in the work probability. It is distinguished despite the act of receiving of transferences of the government showed to have a negative correlation with offers of work. This result in the context of the deficiency emphasizes that even so it is important the covering of the government the people with deficiency, is necessary that this does not generate adverse incentives for these people. / O propósito deste trabalho é analisar a inserção no mercado de trabalho de pessoas com diferentes níveis de deficiências no Estado do Piauí. Para isto, utilizou-se um modelo Logit de probabilidade de trabalho para pessoas com dificuldades declaradas de visão, audição e locomoção nos seguintes níveis: i) alguma dificuldade permanente, ii) grande dificuldade permanente, e iii) incapacidade. A base de comparação foram pessoas que declararam não ter nenhuma dificuldade, e a base de dados utilizada foi a amostra representativa do Censo 2000 – IBGE para o estado do Piauí. Evidenciou-se que a probabilidade de inserção no mercado de trabalho aumenta com o nível de dificuldade declarada, apresentando um sobresalto significativo para a incapacidade. Entre as deficiências encontradas, observouse que as dificuldades relativas de inserção no mercado são menores para a audição quando comparadas à visão e locomoção. Outros resultados de inserção do mercado de trabalho foram padrões na literatura como a importância da educação e a função quadrática da idade na probabilidade de trabalho. Destaca-se ainda que o recebimento de transferências do governo mostrou ter uma correlação negativa com a oferta de trabalho. Este resultado, no contexto da deficiência, enfatiza que embora seja importante a cobertura do governo às pessoas com deficiência, é preciso que esta não gere incentivos adversos para estas pessoas.
6

Migração e seletividade no mercado de trabalho de Fortaleza: uma análise econométrica

Miranda, Keyla Christina Albuquerque January 2004 (has links)
LACERDA, Keyla Christina Albuquerque. Migração e seletividade no mercado de trabalho de Fortaleza:: uma análise econométrica. Fortaleza, 2004. 94f. : Orientador: Prof. Dr. José Raimundo Carvalho. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-06-25T18:49:18Z No. of bitstreams: 1 2004_dissert_kcalacerda.pdf: 632142 bytes, checksum: e19f6e92ec49922b225159b1b2d4ba29 (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-06-25T18:50:05Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2004_dissert_kcalacerda.pdf: 632142 bytes, checksum: e19f6e92ec49922b225159b1b2d4ba29 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-06-25T18:50:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2004_dissert_kcalacerda.pdf: 632142 bytes, checksum: e19f6e92ec49922b225159b1b2d4ba29 (MD5) Previous issue date: 2004 / The main objective of this paper is to revearch the existence of positive ou negative selectiviness of migrant workers from Ceará state country side; that search better life condicions, specially better wages in Fortaleza’s job market. This research used monthly data available from SINE/IDT – CE (Nacional Suployment and Subemployment System / Work Developemnt Institute – Ceará).This data will main it possible to observe the varius caracteristics of the samples such as: salary, marital status, sex, age, education level, work experience, hours worked per week, etc, e and to test ramdomly by existence os selectiveness of the migrant work force in Fortaleza’s job market / Este trabalho terá como objetivo principal verificar a existência da seletividade seja ela positiva, negativa ou neutra (neste caso não existiria seletividade), dos migrantes – pessoas oriundas do interior do Estado do Ceará -, que buscam melhores condições de vida, mais precisamente, melhores salários, no mercado de trabalho de Fortaleza. Para alcançar este fim, utilizaremos os microdados da Pesquisa de Desemprego e Subemprego, realizada mensalmente pelo SINE/IDT – CE (Sistema Nacional de Emprego/Instituto do Desenvolvimento do Trabalho – Ceará), onde poderemos observar as mais diversas características de nossa amostra, tais como: salários, estado civil, sexo, idade, nível de escolaridade, experiência no trabalho, quantas horas trabalhou na semana, dentre outras. De posse destes dados, poderemos testar empiricamente, através dos instrumentais econométricos, a existência ou não da seletividade da mão-de-obra migrante no mercado de trabalho de Fortaleza.
7

Mercados de trabalho formal e informal: uma análise da discriminação e da segmentação / Formal and informal labor market: a analysis of discrimination and segmentation

Nancy de Deus Vieira Silva 05 September 1997 (has links)
Foram analisados neste trabalho os determinantes da participação e rendimentos nos mercados de trabalho formal e informal e para empregadores, para homens e mulheres de 25 a 65 anos, vivendo no setor urbano no Brasil. Retornos à escolaridade e experiência, segmentação do mercado de trabalho e discriminação salarial por gênero e por cor foram analisados, tendo como base os coeficientes estimados das funções de rendimentos. Equações de participação foram estimadas por máxima verossimilhança usando o modelo lógite multinomial, onde a variável dependente toma o valor 0 se a pessoa não trabalha, 1 se o indivíduo trabalha no mercado formal, 2 se o indivíduo trabalha no mercado informal e 3 se o indivíduo é empregador. Baseado nos coeficientes estimados no modelo descrito acima, a variável lambda (inverso da razão de Mill) foi calculada e utilizada como variável exógena nas equações de rendimentos para obter estimativas dos parâmetros consistentes sem viés de seletividade amostral, que pode ocorrer quando somente indivíduos que possuem rendimentos entram nos cálculos dessas equações. Na realização desse estudo foram utilizados dados desagregados da PNAD de 1995, empreendida pelo IBGE. Os dados que compõem esta pesquisa são obtidos de uma amostra de, aproximadamente, 300.000 indivíduos, onde se têm detalhes da vida sócio-econômica de cada indivíduo. Os resultados das equações de participação mostraram que a presença de filhos pequenos na família influenciam positivamente na participação do pai no mercado de trabalho, mas negativamente na participação da mãe. Filhos e filhas maiores de 12 anos afetam negativamente a participação dos pais no mercado de trabalho, agindo como substitutos da força de trabalho dos pais. O chefe da família tem maior participação na força de trabalho que o cônjuge. O fato do homem ser casado afeta positivamente a sua participação no mercado de trabalho, enquanto que para as mulheres o efeito observado foi o contrário. A escolaridade teve um efeito positivo e bastante forte sobre a participação no mercado de trabalho e o nível de riqueza dos indivíduos efeito negativo. As oportunidades de emprego no mercado de trabalho formal foram maiores nas regiões mais desenvolvidas do país, enquanto as oportunidades de emprego no mercado de trabalho informal foram maiores nas regiões menos desenvolvidas. Os resultados das equações de rendimento mostraram que a variável LAMBDA apresentou coeficientes altamente significativos, indicando que sua inclusão no modelo era necessária para evitar problemas de tendenciosidade nas estimativas dos parâmetros. A escolaridade dos trabalhadores teve um efeito positivo bastante significativo nos rendimentos, principalmente no mercado de trabalho formal. Constatou-se que os negros recebem salários menores que os brancos e pardos, indicando discriminação racial. Os trabalhadores da Região Nordeste e empregados no setor primário recebem salários menores que os demais. Observou-se ainda que a remuneração dos trabalhadores formais é maior no setor secundário que no setor terciário enquanto que a remuneração dos trabalhadores informais é ligeiramente supenor no setor terciário. Ademais, os trabalhadores sindicalizados são melhores remunerados. Com base nas equações de rendimento estimadas calculou-se os retornos à experiência e à escolaridade. Verificou-se que os retornos à experiência para os homens foram maiores no mercado de trabalho informal, enquanto para as mulheres os retornos à experiência foram maiores no mercado de trabalho formal. Os retornos à escolaridade obtidos no mercado de trabalho formal são aproximadamente 3 e 2 vezes maiores que os retornos obtidos no mercado de trabalho informal, para homem e mulher respectivamente. Também constatou-se que os retornos à escolaridade são maiores para as mulheres do que para os homens nos dois mercados de trabalho. Verificou-se que a discriminação salarial por gênero ocorre em grandes proporções nos 2 mercados de trabalho, sendo maior a discriminação no mercado de trabalho formal. Concluiu-se ainda que não existe segmentação no mercado de trabalho para as mulheres, entretanto, para os homens o grau de segmentação é expressivo. Este estudo constatou a existência de discriminação racial nos mercados de trabalho formal e informal. Ademais, a menor taxa de discriminação observada foi para a mulher preta no mercado formal, enquanto que a maior foi para os homens pretos no mercado de trabalho informal. Com base nos resultados obtidos, recomenda-se maiores investimentos em escolaridade que visem diminuir os diferenciais de salários entre os mercados de trabalho formal e informal e entre os grupos étnicos. Recomenda-se ainda políticas que visem amenizar a discriminação salarial contra as mulheres, tais como, incentivos fiscais às empresas para a contratação de mulheres. Por outro lado os planejadores econômicos devem repensar legislação trabalhista, que aumenta o custo de contratação da força de trabalho feminina, e verificar até onde tal lei está beneficiando a mulher e onde começa a prejudicá-la. / This thesis analyzes the determinants of participation and earnings in the formal and informal labor markets, as well as for employer workers, for men and women from 25 to 65 years old, living in the urban sector of Brazil. Returns to education and experience, labor market segmentation, wage discrimination by gender and wage race discrimination were also analyzed, based on the earnings equations coefficients. Participation equations were estimated by maximum likelihood using the multinomial logit model. The dependent variable takes value 0 if the person does not work, 1 if the individual is employed in the formal sector, 2 if the individual is employed in the informal sector and 3 if he/she is employer. Based on the estimated coefficients, the variable lambda (inverse of Mill's ratio) was calculated and used as exogenous variable in the earnings equation to avoid the problem of sample selectivity bias that may occur when only individuals that have earnings enter into the analysis. This study used individual data from a household survey (PNAD) undertaken by IBGE in 1995. There are approximately 300.000 individuals with detail information on labor. The results from the participation equations showed that the presence of young kids affected the fathers participation positively but the mothers negatively. Teenagers had negative ímpact on the parents participation, acting as their substitutes in the labor force. Also, the head of the household had larger participation than the wives. Men who is married participated more in the labor market, while married women participated less. Education had an strong and positive effect on participation and wealth a negative one. Labor opportunities in the formal market were higher in more developed regions, while labor opportunities in the informal market were higher in less developed regions. The results from the earnings equations showed that the coefficient of the variable lambda were highly significant, showing that the inclusion was necessary to avoid bias. Moreover, education had a highly positive and significant effect, mainly in the formal market. It was also observed that blacks receive lower wages than whites, indicating wage race discrimination. Workers living in the Northeastem region and employed in the primary sector receive less earnings than others. Workers in the formal market receive higher earnings if they are in the secondary sector, while those in the informal market receive more if they are employed in the tertiary sector. Moreover, workers that are affiliate to labor union receive higher wages. Based on the coefficients estimated in the earnings equations it was calculated the returns to education and experience. Returns to experience, for men, are larger in the informal market, while, for women, they are higher in the formal market. Returns to education in the formal market are 3 and 2 times larger than the ones obtained in the informal market for men and women, respectively. Also, returns to education are higher for women than for men in both markets. It was verified a large wage gender discrimination in both labor markets, being higher in the formal than informal. Moreover, labor market segmentation was not observed. This study verified the existence of wage race discrimination in the formal and informal labor markets. Moreover, the lowest discrimination rate was observed for black women the informal sector and the highest for black men in the formal sector. Based on the results, it is possible to recommend more investment in education to decrease the wage differential between the formal and informal markets. Moreover, it is recommended government policies to reduce wage discrimination against women, such as tax benefits to enterprises that contract women. On the other hand, economic planners must think over work legislation which increases the costs of women labor contracts (maternal leave), verifying if the law is benefiting or actually harming them.
8

Mercados de trabalho formal e informal: uma análise da discriminação e da segmentação / Formal and informal labor market: a analysis of discrimination and segmentation

Silva, Nancy de Deus Vieira 05 September 1997 (has links)
Foram analisados neste trabalho os determinantes da participação e rendimentos nos mercados de trabalho formal e informal e para empregadores, para homens e mulheres de 25 a 65 anos, vivendo no setor urbano no Brasil. Retornos à escolaridade e experiência, segmentação do mercado de trabalho e discriminação salarial por gênero e por cor foram analisados, tendo como base os coeficientes estimados das funções de rendimentos. Equações de participação foram estimadas por máxima verossimilhança usando o modelo lógite multinomial, onde a variável dependente toma o valor 0 se a pessoa não trabalha, 1 se o indivíduo trabalha no mercado formal, 2 se o indivíduo trabalha no mercado informal e 3 se o indivíduo é empregador. Baseado nos coeficientes estimados no modelo descrito acima, a variável lambda (inverso da razão de Mill) foi calculada e utilizada como variável exógena nas equações de rendimentos para obter estimativas dos parâmetros consistentes sem viés de seletividade amostral, que pode ocorrer quando somente indivíduos que possuem rendimentos entram nos cálculos dessas equações. Na realização desse estudo foram utilizados dados desagregados da PNAD de 1995, empreendida pelo IBGE. Os dados que compõem esta pesquisa são obtidos de uma amostra de, aproximadamente, 300.000 indivíduos, onde se têm detalhes da vida sócio-econômica de cada indivíduo. Os resultados das equações de participação mostraram que a presença de filhos pequenos na família influenciam positivamente na participação do pai no mercado de trabalho, mas negativamente na participação da mãe. Filhos e filhas maiores de 12 anos afetam negativamente a participação dos pais no mercado de trabalho, agindo como substitutos da força de trabalho dos pais. O chefe da família tem maior participação na força de trabalho que o cônjuge. O fato do homem ser casado afeta positivamente a sua participação no mercado de trabalho, enquanto que para as mulheres o efeito observado foi o contrário. A escolaridade teve um efeito positivo e bastante forte sobre a participação no mercado de trabalho e o nível de riqueza dos indivíduos efeito negativo. As oportunidades de emprego no mercado de trabalho formal foram maiores nas regiões mais desenvolvidas do país, enquanto as oportunidades de emprego no mercado de trabalho informal foram maiores nas regiões menos desenvolvidas. Os resultados das equações de rendimento mostraram que a variável LAMBDA apresentou coeficientes altamente significativos, indicando que sua inclusão no modelo era necessária para evitar problemas de tendenciosidade nas estimativas dos parâmetros. A escolaridade dos trabalhadores teve um efeito positivo bastante significativo nos rendimentos, principalmente no mercado de trabalho formal. Constatou-se que os negros recebem salários menores que os brancos e pardos, indicando discriminação racial. Os trabalhadores da Região Nordeste e empregados no setor primário recebem salários menores que os demais. Observou-se ainda que a remuneração dos trabalhadores formais é maior no setor secundário que no setor terciário enquanto que a remuneração dos trabalhadores informais é ligeiramente supenor no setor terciário. Ademais, os trabalhadores sindicalizados são melhores remunerados. Com base nas equações de rendimento estimadas calculou-se os retornos à experiência e à escolaridade. Verificou-se que os retornos à experiência para os homens foram maiores no mercado de trabalho informal, enquanto para as mulheres os retornos à experiência foram maiores no mercado de trabalho formal. Os retornos à escolaridade obtidos no mercado de trabalho formal são aproximadamente 3 e 2 vezes maiores que os retornos obtidos no mercado de trabalho informal, para homem e mulher respectivamente. Também constatou-se que os retornos à escolaridade são maiores para as mulheres do que para os homens nos dois mercados de trabalho. Verificou-se que a discriminação salarial por gênero ocorre em grandes proporções nos 2 mercados de trabalho, sendo maior a discriminação no mercado de trabalho formal. Concluiu-se ainda que não existe segmentação no mercado de trabalho para as mulheres, entretanto, para os homens o grau de segmentação é expressivo. Este estudo constatou a existência de discriminação racial nos mercados de trabalho formal e informal. Ademais, a menor taxa de discriminação observada foi para a mulher preta no mercado formal, enquanto que a maior foi para os homens pretos no mercado de trabalho informal. Com base nos resultados obtidos, recomenda-se maiores investimentos em escolaridade que visem diminuir os diferenciais de salários entre os mercados de trabalho formal e informal e entre os grupos étnicos. Recomenda-se ainda políticas que visem amenizar a discriminação salarial contra as mulheres, tais como, incentivos fiscais às empresas para a contratação de mulheres. Por outro lado os planejadores econômicos devem repensar legislação trabalhista, que aumenta o custo de contratação da força de trabalho feminina, e verificar até onde tal lei está beneficiando a mulher e onde começa a prejudicá-la. / This thesis analyzes the determinants of participation and earnings in the formal and informal labor markets, as well as for employer workers, for men and women from 25 to 65 years old, living in the urban sector of Brazil. Returns to education and experience, labor market segmentation, wage discrimination by gender and wage race discrimination were also analyzed, based on the earnings equations coefficients. Participation equations were estimated by maximum likelihood using the multinomial logit model. The dependent variable takes value 0 if the person does not work, 1 if the individual is employed in the formal sector, 2 if the individual is employed in the informal sector and 3 if he/she is employer. Based on the estimated coefficients, the variable lambda (inverse of Mill's ratio) was calculated and used as exogenous variable in the earnings equation to avoid the problem of sample selectivity bias that may occur when only individuals that have earnings enter into the analysis. This study used individual data from a household survey (PNAD) undertaken by IBGE in 1995. There are approximately 300.000 individuals with detail information on labor. The results from the participation equations showed that the presence of young kids affected the fathers participation positively but the mothers negatively. Teenagers had negative ímpact on the parents participation, acting as their substitutes in the labor force. Also, the head of the household had larger participation than the wives. Men who is married participated more in the labor market, while married women participated less. Education had an strong and positive effect on participation and wealth a negative one. Labor opportunities in the formal market were higher in more developed regions, while labor opportunities in the informal market were higher in less developed regions. The results from the earnings equations showed that the coefficient of the variable lambda were highly significant, showing that the inclusion was necessary to avoid bias. Moreover, education had a highly positive and significant effect, mainly in the formal market. It was also observed that blacks receive lower wages than whites, indicating wage race discrimination. Workers living in the Northeastem region and employed in the primary sector receive less earnings than others. Workers in the formal market receive higher earnings if they are in the secondary sector, while those in the informal market receive more if they are employed in the tertiary sector. Moreover, workers that are affiliate to labor union receive higher wages. Based on the coefficients estimated in the earnings equations it was calculated the returns to education and experience. Returns to experience, for men, are larger in the informal market, while, for women, they are higher in the formal market. Returns to education in the formal market are 3 and 2 times larger than the ones obtained in the informal market for men and women, respectively. Also, returns to education are higher for women than for men in both markets. It was verified a large wage gender discrimination in both labor markets, being higher in the formal than informal. Moreover, labor market segmentation was not observed. This study verified the existence of wage race discrimination in the formal and informal labor markets. Moreover, the lowest discrimination rate was observed for black women the informal sector and the highest for black men in the formal sector. Based on the results, it is possible to recommend more investment in education to decrease the wage differential between the formal and informal markets. Moreover, it is recommended government policies to reduce wage discrimination against women, such as tax benefits to enterprises that contract women. On the other hand, economic planners must think over work legislation which increases the costs of women labor contracts (maternal leave), verifying if the law is benefiting or actually harming them.
9

Uma análise da inserção feminina no mercado de trabalho da RMS: uma leitura a parte dos dados da PED

Souza, Laumar Neves de January 2001 (has links)
Submitted by Jacileide Oliveira (jacileideo@gmail.com) on 2015-03-04T13:37:12Z No. of bitstreams: 3 LAUMAR NEVES DE SOUZA 1.pdf: 23284529 bytes, checksum: ba843cc35e76c0269ca86df97af05bc0 (MD5) LAUMAR NEVES DE SOUZA 2.pdf: 25130212 bytes, checksum: e077861a7ab8a26e7361200513e43039 (MD5) LAUMAR NEVES DE SOUZA 3.pdf: 21962863 bytes, checksum: 3f884ac5e05a201b9a1024dae15b0549 (MD5) / Approved for entry into archive by Vania Magalhaes (magal@ufba.br) on 2015-03-11T14:34:00Z (GMT) No. of bitstreams: 3 LAUMAR NEVES DE SOUZA 1.pdf: 23284529 bytes, checksum: ba843cc35e76c0269ca86df97af05bc0 (MD5) LAUMAR NEVES DE SOUZA 2.pdf: 25130212 bytes, checksum: e077861a7ab8a26e7361200513e43039 (MD5) LAUMAR NEVES DE SOUZA 3.pdf: 21962863 bytes, checksum: 3f884ac5e05a201b9a1024dae15b0549 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-11T14:34:00Z (GMT). No. of bitstreams: 3 LAUMAR NEVES DE SOUZA 1.pdf: 23284529 bytes, checksum: ba843cc35e76c0269ca86df97af05bc0 (MD5) LAUMAR NEVES DE SOUZA 2.pdf: 25130212 bytes, checksum: e077861a7ab8a26e7361200513e43039 (MD5) LAUMAR NEVES DE SOUZA 3.pdf: 21962863 bytes, checksum: 3f884ac5e05a201b9a1024dae15b0549 (MD5) / CAPES / Este trabalho procura identificar os principais traços que distinguem a natureza da ocupação das mulheres na segunda metade dos anos 90, no mercado de trabalho da RMS, da ocorrida no final dos 80, privilegiando os aspectos que a diferencia daquela apresentada pelos homens.
10

Encargos trabalhistas, fiscalização e informalidade no mercado de trabalho brasileiro : uma abordagem da teoria dos incentivos

Araújo, Celso Amorim January 2005 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2005. / Submitted by Alexandre Marinho Pimenta (alexmpsin@hotmail.com) on 2009-10-20T23:09:12Z No. of bitstreams: 1 2005_Celso Amorim Araújo.pdf: 512795 bytes, checksum: 3f5c1baafedfd870742daaa478bf0c36 (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2009-10-23T12:58:56Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2005_Celso Amorim Araújo.pdf: 512795 bytes, checksum: 3f5c1baafedfd870742daaa478bf0c36 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-10-23T12:58:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2005_Celso Amorim Araújo.pdf: 512795 bytes, checksum: 3f5c1baafedfd870742daaa478bf0c36 (MD5) Previous issue date: 2005 / A presente dissertação propõe um modelo principal-agente com mecanismo ótimo de auditoria para avaliar a adequação dos níveis de encargos, da intensidade de fiscalização do trabalho e das punições, bem como a necessidade de incentivos fiscais para o desestímulo à sonegação e à supressão de direitos trabalhistas através da informalidade. Para tanto, busca compreender a informalidade no mercado de trabalho relativa à parcela de trabalhadores abrangidos pelo conceito de empregado da Consolidação das Leis do Trabalho, porém sem a formalização do vínculo trabalhista. O modelo principal-agente representa a relação Estado empregador, onde o objetivo do Estado (principal) é fazer com que todos os empregadores (agentes) optem pelo cumprimento da legislação trabalhista (formalizem seus empregados). Esta legislação é entendida como regras de um contrato oferecido pelo Estado. Portanto, ao aceitar o contrato, constituindo-se como empregador, o agente deve seguir as normas estabelecidas. Para facilitar a entrada de empregadores no mercado, o governo concede uma transferência temporária aos que não possuem renda suficiente para formalizar todos os seus empregados como estímulo ao empreendedorismo e à geração de empregos formais até que consigam elevar a produtividade e obter a renda necessária à formalização. Com base na solução apresentada e no comportamento racional do empregador, estende-se o modelo para analisar os efeitos das ações de auditoria na formalização do mercado de trabalho em situações em que haja limitações de atuação por parte do Estado, considerando os níveis de formalização pré-existentes. Discute-se o nível de controle que o Estado tem sobre o valor da multa, das transferências, da probabilidade de auditoria e do nível de encargos decorrentes dos direitos trabalhistas pagos diretamente ao trabalhador e das contribuições para o FGTS e Previdência Social. Essas variáveis interferem na demanda condicional por fatores do empregador, considerada a subdivisão do fator trabalho em trabalhador formal e informal e pode induzir à maior formalização possível, dentro das limitações de gastos com os mecanismos de auditoria pelo Estado, que busca minimizá-los. O modelo é aplicado à realidade brasileira no setor da indústria extrativa e de transformação utilizando, para isso, dados da Pesquisa Anual da Indústria – PIA, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – PNAD, ambas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE e dados do sistema Federal de Inspeção do Trabalho – SFIT, do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE. Embora enfatizando os objetivos e limitações da utilização das fontes citadas, apresenta resultados que demonstram uma ação pouco eficiente por parte do Estado no setor selecionado para o período de outubro de 2002 a setembro de 2003. O estudo demonstra ser possível influenciar significativamente a decisão do empregador na direção da formalização total do mercado de trabalho a partir da integração das políticas de fiscalização, microcrédito produtivo orientado (PNMPO) e elevação das multas trabalhistas. O sucesso dessa integração pode gerar aumento de arrecadação e, com isso, a redução da carga de encargos daqueles que os pagam corretamente. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This study proposes a principal-agent model with optimal mechanism of auditing to evaluate whether the levels of labor responsibilities, the intensity of fiscalization, the punishments and the need of fiscal incentives are appropriated to discourage the withholding and the suppression of labor rights through the informality. In this way, try to understand the job market informality relative to the workers' portion included in the employee's concept of the Consolidation of the Labor Laws, however without the formality of the contract of employment. The model principal-agent represents the relationship state government-employer, where the objective of the state government (principal) is to make the employers (agents) to accomplish the labor laws (to formalize their employees). These laws are understood as contract rules offered by the state government. Therefore, when accepting the contract to be constituted as employer, the agent should follow the established norms. To facilitate the employers’ entrance in the market, the government grants a temporary transfer for those who doesn't possess enough income to formalize all their employees as incentive to the enterprising and to the formal jobs generators, until they elevate the productivity as much as they can do this by themselves. Based on the presented solution and in the employer rational behavior, the model is extended to analyze the effects of the auditing actions in the job market formality under situations of state governments limits, assuming the pre-existent levels of formality. We examine the state government control levels on the value of the fine, transfers, auditing probability and labor responsibilities pay directly to the worker, to the Social Insurance and to the FGTS (the Service Time's Guarantee Fund - a fund destined to the worker's compensation based on contributions on payroll and used by the state government for social programs). These variables interfere on conditional demand for factors of the employer, considered the subdivision on the formal worker’s and informal worker’s factors, and it can induce to the largest formality as it is possible, inside of the state government auditing mechanisms expenses limits, who looks for minimize them. The model is applied to the Brazilian reality on extractive and transformation industry, using for that, data from Annual Research of the Industry (Pesquisa Industrial Annual – PIA), National Research on Homes Sample – (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – PNAD), both of the Brazilian Institute of Geography and Statistics (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE) and Federal System of Labor Inspection – (Sistema Federal de Inspeção do Trabalho – SFIT), of Department of Labor and Job – (Ministério do Trabalho e Emprego – MTE). Although emphasizing the mentioned sources objectives and use limits, it presents results that demonstrate a little efficient state government action on selected section for the period of October, 2002, to September, 2003. The study demonstrates to be possible to influence significantly the employer decision towards the total job market formality, starting from the integrated politics of fiscalization, guided productive micro-credit and elevation of the labor fines. The success of that integration can generate outturns increase and, with that, the reduction of the load of responsibilities of those who pay them correctly.

Page generated in 0.1186 seconds