• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 8
  • Tagged with
  • 8
  • 8
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Comunicação de marketing nos serviços de documentação da FEUP

Oliveira, Daniela Filipa Lopes January 2011 (has links)
Tese de Mestrado Integrado. Ciência da Informação. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2011
2

A comunicação como ferramenta para divulgar e promover a declaração universal sobre bioética e direitos humanos da Unesco

Caetano, Rodrigo José de Paula e Silva 17 February 2011 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2011. / Submitted by Jadiana Paiva Dantas (jadi@bce.unb.br) on 2011-07-06T23:29:47Z No. of bitstreams: 1 2011_RodrigoJosedePaulaSilvaCaetano.pdf: 311120 bytes, checksum: 05c89d617fb08fb539be2ad3767ec2f3 (MD5) / Approved for entry into archive by Jaqueline Ferreira de Souza(jaquefs.braz@gmail.com) on 2011-07-08T13:59:27Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_RodrigoJosedePaulaSilvaCaetano.pdf: 311120 bytes, checksum: 05c89d617fb08fb539be2ad3767ec2f3 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-07-08T13:59:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_RodrigoJosedePaulaSilvaCaetano.pdf: 311120 bytes, checksum: 05c89d617fb08fb539be2ad3767ec2f3 (MD5) / A Declaração Universal sobre Bioética e Direitos Humanos da Unesco é um dos pilares que pautam a agenda biotecnocientífica mundial do século 21. Contudo, o referido documento é insuficientemente conhecido em âmbito internacional, tanto entre os próprios países signatários da mesma, como pela população e pela comunidade acadêmica. Para que os princípios e o conteúdo da Declaração sejam mais assimilados, é indispensável a adoção de estratégias de Comunicação para maior divulgação do conteúdo por ela abordado. O presente estudo objetiva propor - por meio de um Plano de Comunicação (conjunto de estratégias e ações) - a incorporação dos princípios da Declaração nas políticas públicas, no cotidiano das universidades, centros de pesquisa e pelos próprios cidadãos. Por meio de estratégias programáticas, além de contribuir para maior divulgação da bioética, o trabalho estabelece instrumentos democráticos cuja meta é o empoderamento, a libertação e a emancipação – referenciais da Bioética de Intervenção - das populações mais vulneráveis. A conseqüência desejada é uma maior divulgação internacional da Declaração e dos princípios da bioética, contribuindo para a transformação da realidade social dos Países-Membro das Nações Unidas, especialmente daqueles menos desenvolvidos. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The Universal Declaration on Bioethics and Human Rights of Unesco is one of the basis of the 21 century world biotecnocientific agenda. In spite of that, the document is not sufficiently known worldwide, not only among the signatory countries, but also by the population and the academic community. In order to allow the Declaration principles and contents to be more assimilated, it is necessary to adopt communication strategies to disseminate its content. This paper aims to propose – throughout a Communication Plan – the incorporation of the Declaration principles in politics, in universities, research centers and by citizens themselves. Besides, this study establishes democratic devices whose purposes are the empowerment, the liberation and the emancipation – principles of the Bioethics of Intervention – of the most vulnerable populations. The desired consequences is a bigger international spread of the Declaration and of the principles of bioethics which will contribute to transform social reality of the United Nations member countries, specially of the least developed ones.
3

Proposta de um plano para a comunicação interna na Empresa PI Acessórios

Orlandin, Maira Caon Pieruccini January 2016 (has links)
Estando há dois anos inserida no ambiente organizacional da empresa PI Acessórios LTDA, foi possível perceber problemas de comunicação interna, tais como: informações que se perdiam, assuntos não resolvidos, problemas de relacionamento, fofocas, ruídos na comunicação, clima organizacional tenso, dúvidas nas tarefas de cada um e problemas na produção. Por isto, a pesquisadora escolheu propor um plano de comunicação interna para a empresa. Por plano de comunicação interna entenda-se uma ferramenta estratégica de compatibilização dos interesses dos empregados e da empresa, por meio do estímulo ao diálogo, à troca de informações e de experiências e à participação de todos os níveis. Para direcionar a pesquisa foram escolhidos seis fatores principais relacionados ao plano de comunicação, com base no estudo da International Association of Business Communicators (IABC): Liderança, Comunicação, Motivação, Gerenciamento, Mensuração e Feedback. Um plano de comunicação interna provê a organização com uma direção clara e coordenação dos processos, estabelece uma estrutura de trabalho, deixa explícito quem é responsável por cada função, define orçamentos e cronogramas e cria um benchmark para a mensuração de resultados. Garante também que se tenha o maior impacto possível com o orçamento disponível. Para tanto, a comunicação interna deve ser entendida de forma integral, permeando todas as ações organizacionais, viabilizando de maneira permanente a construção de sua cultura e identidade, e marcando um estilo próprio e suas formas de projetar-se exteriormente (a construção de sua imagem). A comunicação interna é um meio para desenvolver a empresa. É necessário que as informações sejam tratadas como um ativo (que tem que ser gestionado) e um recurso (que tem que ser aproveitado). Ela permite criar um clima de confiança, motivação, relacionamento e comunicação por parte dos colaboradores dentro da empresa. Assim, foi realizado um estudo de caso de natureza qualitativa e descritiva, por meio de uma pesquisa aplicada a todos os funcionários como também para a direção, observações, e-mails, conversas informais, skypes. O resultado do levantamento evidenciou e analisou os seis fatores acima relacionados a fim de que os funcionários se envolvam e participem ativamente na organização, bem como demonstrou a real necessidade da criação de um plano de comunicação interna na empresa. Sendo assim, o plano de comunicação interna proposto será avaliado e aplicado a partir dos resultados mensurados conforme a pesquisa aplicada e conforme a aprovação do cronograma. / Being two years ago inserted in the company's organizational environment PI Accessories LTDA, it was revealed internal communication problems, such as information that is lost, unresolved issues, relationship issues, gossip, noise in communication, tense organizational climate, doubts in each task and problems in production. Therefore, the researcher chose to propose an internal communication plan for the company. For internal communication plan is meant a strategic tool for aligning the interests of employees and the company, through the stimulus to dialogue, exchange of information and experience and participation at all levels. To direct the research were chosen six main factors related to the communication plan, based on the study of the International Association of Business Communicators (IABC): Leadership, Communication, Motivation, Management, Measurement and Feedback. An internal communication plan provides the organization with a clear direction and coordination of procedures, establishes a framework, makes it clear who is responsible for each function, set budgets and schedules and creates a benchmark for measuring results. It also ensures that it has the greatest possible impact with the available budget. Therefore, internal communication must be understood fully, permeating all organizational actions, enabling permanently the construction of their culture and identity, and scoring an own style and ways of projecting outwardly (building your image ). Internal communication is a means to develop the company. It is necessary that the information is treated as an asset (which has to be gestionado) and a resource (which has to be used). It allows you to create a climate of trust, motivation, relationship and communication by employees within the company. Thus, we conducted a case study of qualitative and descriptive nature, through a survey applied to all employees as well as to the direction, comments, emails, informal conversations, Skypes. The result of the survey showed and analyzed the six factors listed above in order that the employees involved and actively participate in the organization and demonstrated the real need to create an internal communications plan in the company. Thus, the proposed internal communication plan will be evaluated and applied from the results measured as applied research and according to the approved schedule.
4

Um plano de comunicação de Marketing nos Serviços de Documentação e Informaçãoda FEUP: Desenvolvimento Operacional de uma estratégia

Tomaz, Isabel Cristina Baptista January 2012 (has links)
Tese de mestrado. Ciência da Informação. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2012
5

Proposta de um plano para a comunicação interna na Empresa PI Acessórios

Orlandin, Maira Caon Pieruccini January 2016 (has links)
Estando há dois anos inserida no ambiente organizacional da empresa PI Acessórios LTDA, foi possível perceber problemas de comunicação interna, tais como: informações que se perdiam, assuntos não resolvidos, problemas de relacionamento, fofocas, ruídos na comunicação, clima organizacional tenso, dúvidas nas tarefas de cada um e problemas na produção. Por isto, a pesquisadora escolheu propor um plano de comunicação interna para a empresa. Por plano de comunicação interna entenda-se uma ferramenta estratégica de compatibilização dos interesses dos empregados e da empresa, por meio do estímulo ao diálogo, à troca de informações e de experiências e à participação de todos os níveis. Para direcionar a pesquisa foram escolhidos seis fatores principais relacionados ao plano de comunicação, com base no estudo da International Association of Business Communicators (IABC): Liderança, Comunicação, Motivação, Gerenciamento, Mensuração e Feedback. Um plano de comunicação interna provê a organização com uma direção clara e coordenação dos processos, estabelece uma estrutura de trabalho, deixa explícito quem é responsável por cada função, define orçamentos e cronogramas e cria um benchmark para a mensuração de resultados. Garante também que se tenha o maior impacto possível com o orçamento disponível. Para tanto, a comunicação interna deve ser entendida de forma integral, permeando todas as ações organizacionais, viabilizando de maneira permanente a construção de sua cultura e identidade, e marcando um estilo próprio e suas formas de projetar-se exteriormente (a construção de sua imagem). A comunicação interna é um meio para desenvolver a empresa. É necessário que as informações sejam tratadas como um ativo (que tem que ser gestionado) e um recurso (que tem que ser aproveitado). Ela permite criar um clima de confiança, motivação, relacionamento e comunicação por parte dos colaboradores dentro da empresa. Assim, foi realizado um estudo de caso de natureza qualitativa e descritiva, por meio de uma pesquisa aplicada a todos os funcionários como também para a direção, observações, e-mails, conversas informais, skypes. O resultado do levantamento evidenciou e analisou os seis fatores acima relacionados a fim de que os funcionários se envolvam e participem ativamente na organização, bem como demonstrou a real necessidade da criação de um plano de comunicação interna na empresa. Sendo assim, o plano de comunicação interna proposto será avaliado e aplicado a partir dos resultados mensurados conforme a pesquisa aplicada e conforme a aprovação do cronograma. / Being two years ago inserted in the company's organizational environment PI Accessories LTDA, it was revealed internal communication problems, such as information that is lost, unresolved issues, relationship issues, gossip, noise in communication, tense organizational climate, doubts in each task and problems in production. Therefore, the researcher chose to propose an internal communication plan for the company. For internal communication plan is meant a strategic tool for aligning the interests of employees and the company, through the stimulus to dialogue, exchange of information and experience and participation at all levels. To direct the research were chosen six main factors related to the communication plan, based on the study of the International Association of Business Communicators (IABC): Leadership, Communication, Motivation, Management, Measurement and Feedback. An internal communication plan provides the organization with a clear direction and coordination of procedures, establishes a framework, makes it clear who is responsible for each function, set budgets and schedules and creates a benchmark for measuring results. It also ensures that it has the greatest possible impact with the available budget. Therefore, internal communication must be understood fully, permeating all organizational actions, enabling permanently the construction of their culture and identity, and scoring an own style and ways of projecting outwardly (building your image ). Internal communication is a means to develop the company. It is necessary that the information is treated as an asset (which has to be gestionado) and a resource (which has to be used). It allows you to create a climate of trust, motivation, relationship and communication by employees within the company. Thus, we conducted a case study of qualitative and descriptive nature, through a survey applied to all employees as well as to the direction, comments, emails, informal conversations, Skypes. The result of the survey showed and analyzed the six factors listed above in order that the employees involved and actively participate in the organization and demonstrated the real need to create an internal communications plan in the company. Thus, the proposed internal communication plan will be evaluated and applied from the results measured as applied research and according to the approved schedule.
6

Um plano de comunicação para atingir o público-alvo do Pronatec – Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego

Santos, Makfferismar Rego dos 12 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2013. / Submitted by Ana Cristina Barbosa da Silva (annabds@hotmail.com) on 2015-05-19T16:30:49Z No. of bitstreams: 1 2013_MakfferismarRegodosSantos.pdf: 1609687 bytes, checksum: 03f3dbd96e93d56552378d1d82ae1da7 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2015-05-19T20:31:51Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_MakfferismarRegodosSantos.pdf: 1609687 bytes, checksum: 03f3dbd96e93d56552378d1d82ae1da7 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-05-19T20:31:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_MakfferismarRegodosSantos.pdf: 1609687 bytes, checksum: 03f3dbd96e93d56552378d1d82ae1da7 (MD5) / Vamos observar ao longo da trajetória da educação brasileira uma forte dualidade entre as “escolas para os ricos”, e as “escolas para os pobres”. Portanto, é neste arcabouço que surge a Escola de Aprendizes e Artífices, marco histórico da Educação Profissional do Brasil. O presente trabalho faz um breve, mas, fundamental relato da trajetória da educação profissional no Brasil. Entretanto, o nosso objetivo aqui não é discutir todos os arranjos já percorridos pela EPT no Brasil, mas, sim, verificar a inserção de programas, ora chamados de políticas públicas, ora “observados” como programas de governo dentro da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, que é composta majoritariamente pelos Institutos Federais de Educação Ciência e Tecnologia. Assim, observamos a diretriz da atual gestão do Governo Federal em agregar nesta Rede, e consequentemente ao Ministério da Educação, uma tarefa que, anteriormente, ficava em quase sua totalidade a cargo do Ministério do Trabalho e Emprego, sob a forma da oferta da qualificação profissional através de cursos de Formação Inicial e Continuada, sobretudo financiado com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Desta forma, o presente trabalho parte do pressuposto que, no caso específico do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), nosso objeto de estudo, a porta de entrada, o processo de seleção, não está conseguindo colocar dentro do Instituto Federal de Goiás, Campus Uruaçu, o público-alvo deste programa, jovens cursando o Ensino Médio na rede Pública Estadual e beneficiários do seguro desemprego e de outros programas de transferência de renda. Assim, acreditamos que comunicação tem papel fundamental para levar ao cidadão, ao público-alvo deste programa, todas as ações referentes ao Pronatec como forma de diminuir os impactos negativos da implantação desta. Neste ponto, e partindo de um conceito de comunicação pública com o objetivo de aproximar da coletividade as ações e programas das instituições públicas é que propomos um plano de comunicação para o Pronatec. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Let's look along the trajectory of Brazilian education , a strong duality between the " schools for the rich," and " schools for the poor ." So , is this framework that arises School Apprentices and Craftsmen , landmark of Vocational Education of Brazil . This paper makes a brief but critical account of the trajectory of professional education in Brazil . However , our goal here is not to discuss all the arrangements already covered by the EFA in Brazil , but rather to verify the inclusion of programs , sometimes called public policy , sometimes " observed " as government programs within the Federal Network of Vocational Education and Technology , which is mostly composed of the Federal Institutes of Science Education and Technology . Thus, we observe the guideline of the current management of the Federal Government to add this network , and therefore the Ministry of Education , a task which previously was almost entirely the responsibility of the Ministry of Labour and Employment, as the supply of qualified professional courses through Initial Training and Continuing mainly financed with funds from the Worker Support Fund. Thus , this paper assumes that , in the specific case of the National Program for Access to Technical Education and Employment , our object of study , the gateway , the selection process is not getting put into the Institute Federal of Goiás , Campus Uruaçu the target audience of this program , young people attending high school in the public schools and recipients of unemployment insurance and other income transfer programs . Thus , we believe that communication is critical to get the citizen , the target audience of this program , all actions relating to Pronatec as a way to reduce the negative impacts of the implementation of this paper. At this point , and starting from a concept of public communication in order to bring the collective actions and programs of public institutions is that we propose a communication plan for Pronatec .
7

Proposta de um plano para a comunicação interna na Empresa PI Acessórios

Orlandin, Maira Caon Pieruccini January 2016 (has links)
Estando há dois anos inserida no ambiente organizacional da empresa PI Acessórios LTDA, foi possível perceber problemas de comunicação interna, tais como: informações que se perdiam, assuntos não resolvidos, problemas de relacionamento, fofocas, ruídos na comunicação, clima organizacional tenso, dúvidas nas tarefas de cada um e problemas na produção. Por isto, a pesquisadora escolheu propor um plano de comunicação interna para a empresa. Por plano de comunicação interna entenda-se uma ferramenta estratégica de compatibilização dos interesses dos empregados e da empresa, por meio do estímulo ao diálogo, à troca de informações e de experiências e à participação de todos os níveis. Para direcionar a pesquisa foram escolhidos seis fatores principais relacionados ao plano de comunicação, com base no estudo da International Association of Business Communicators (IABC): Liderança, Comunicação, Motivação, Gerenciamento, Mensuração e Feedback. Um plano de comunicação interna provê a organização com uma direção clara e coordenação dos processos, estabelece uma estrutura de trabalho, deixa explícito quem é responsável por cada função, define orçamentos e cronogramas e cria um benchmark para a mensuração de resultados. Garante também que se tenha o maior impacto possível com o orçamento disponível. Para tanto, a comunicação interna deve ser entendida de forma integral, permeando todas as ações organizacionais, viabilizando de maneira permanente a construção de sua cultura e identidade, e marcando um estilo próprio e suas formas de projetar-se exteriormente (a construção de sua imagem). A comunicação interna é um meio para desenvolver a empresa. É necessário que as informações sejam tratadas como um ativo (que tem que ser gestionado) e um recurso (que tem que ser aproveitado). Ela permite criar um clima de confiança, motivação, relacionamento e comunicação por parte dos colaboradores dentro da empresa. Assim, foi realizado um estudo de caso de natureza qualitativa e descritiva, por meio de uma pesquisa aplicada a todos os funcionários como também para a direção, observações, e-mails, conversas informais, skypes. O resultado do levantamento evidenciou e analisou os seis fatores acima relacionados a fim de que os funcionários se envolvam e participem ativamente na organização, bem como demonstrou a real necessidade da criação de um plano de comunicação interna na empresa. Sendo assim, o plano de comunicação interna proposto será avaliado e aplicado a partir dos resultados mensurados conforme a pesquisa aplicada e conforme a aprovação do cronograma. / Being two years ago inserted in the company's organizational environment PI Accessories LTDA, it was revealed internal communication problems, such as information that is lost, unresolved issues, relationship issues, gossip, noise in communication, tense organizational climate, doubts in each task and problems in production. Therefore, the researcher chose to propose an internal communication plan for the company. For internal communication plan is meant a strategic tool for aligning the interests of employees and the company, through the stimulus to dialogue, exchange of information and experience and participation at all levels. To direct the research were chosen six main factors related to the communication plan, based on the study of the International Association of Business Communicators (IABC): Leadership, Communication, Motivation, Management, Measurement and Feedback. An internal communication plan provides the organization with a clear direction and coordination of procedures, establishes a framework, makes it clear who is responsible for each function, set budgets and schedules and creates a benchmark for measuring results. It also ensures that it has the greatest possible impact with the available budget. Therefore, internal communication must be understood fully, permeating all organizational actions, enabling permanently the construction of their culture and identity, and scoring an own style and ways of projecting outwardly (building your image ). Internal communication is a means to develop the company. It is necessary that the information is treated as an asset (which has to be gestionado) and a resource (which has to be used). It allows you to create a climate of trust, motivation, relationship and communication by employees within the company. Thus, we conducted a case study of qualitative and descriptive nature, through a survey applied to all employees as well as to the direction, comments, emails, informal conversations, Skypes. The result of the survey showed and analyzed the six factors listed above in order that the employees involved and actively participate in the organization and demonstrated the real need to create an internal communications plan in the company. Thus, the proposed internal communication plan will be evaluated and applied from the results measured as applied research and according to the approved schedule.
8

Plano de comunicação em jornalismo científico para a assessoria de imprensa / CODECOM da UEPB

Queiroz, Giuliana Batista Rodrigues de 06 April 2017 (has links)
Submitted by Vasti Diniz (vastijpa@hotmail.com) on 2017-09-20T13:50:27Z No. of bitstreams: 1 arquivototal.pdf: 6023099 bytes, checksum: f953111ef71811569b5e0a8bdda2a098 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-09-20T13:50:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 arquivototal.pdf: 6023099 bytes, checksum: f953111ef71811569b5e0a8bdda2a098 (MD5) Previous issue date: 2017-04-06 / This work is focused on the elaboration of a media product, which consists in an intervention project in the communication of the State University of Paraíba. Through it, we propose means and tools with the purpose to improve the informative process that takes the scientific researches developed in the Institution for the society, contributing to the improvement of the dissemination of the UEPB's scientific knowledge to the media and, consequently, for the community in general. The development of this Communication Plan emerges as a possibility to combine theory and practice to integrate the work of the Press Office the actions that make the most effective science journalism service. Investigative strategies are presented, such as bibliographic researches and the application of questionnaires to the professors/researchers of the Institution; as well as the participatory methodologies, based on visits to the eight UEPB campuses, where workshops were ministered which worked as methodological tools and as means of integration with an academic community; and on the construction of media and educational products, such as the information booklet "Be an Employee of the UEPB's Communication Coordination" and a specific site in scientific journalism, www.cientifica.uepb.edu.br. The Communication Plan is grounded in the concepts of Organizational Communication (KUNSCH, 2008, 1992; BUENO, 2014; SÓLIO, 2008), Press Office (DUARTE, 2001; MAFEI, 2015; KOPPLIN e FERRARETTO, 2001), Disclosure and Scientific Journalism (SOUSA, 2006; BUENO, 2010), besides the principles of Participant Observation, the Research-Action and Research Participant (BARBIER, 1985, 2002; PERUZZO, 2006; THIOLLENT, 2005; RICHARDSON, 2003). Although the present media project does not end in this proposal, considering that these were the first initiatives and the first products created with specific focus in the scientific journalism of the University, it is understood that they begin to be presented to the academic community and to generate greater interest and participation to improve quantitatively and qualitatively the dissemination of UEPB's scientific research, enriching the offer of services of Codecom and of the whole University. / Este trabalho é focado na elaboração de um produto midiático, que consiste em um projeto de intervenção na comunicação da Universidade Estadual da Paraíba. Através dele, propomos meios e ferramentas com a finalidade melhorar o processo informativo que leva as pesquisas científicas desenvolvidas na Instituição para a sociedade, contribuindo para o aperfeiçoamento da difusão do conhecimento científico da UEPB para a mídia e, conseqüentemente, para a comunidade em geral. O desenvolvimento deste Plano de Comunicação surge como uma possibilidade de aliar a teoria à prática para integrar o trabalho da Assessoria de Imprensa às ações que tornem o serviço de jornalismo científico mais eficaz. Nele são apresentadas estratégias investigativas, como as pesquisas bibliográficas e a aplicação de questionários aos professores/pesquisadores da Instituição; bem como as metodologias participativas, embasadas nas visitas aos oito Câmpus da UEPB onde foram ministradas oficinas que funcionaram como ferramentas metodológicas e como meios de integração com a comunidade acadêmica; e na construção de produtos midiáticos e educativos, a exemplo da cartilha informativa “Seja um Colaborador da Coordenadoria de Comunicação da UEPB” e de um site específico em jornalismo científico, o www.cientifica.uepb.edu.br . O Plano de Comunicação é alicerçado nos conceitos de Comunicação Organizacional (KUNSCH, 2008, 1992; BUENO, 2014; SÓLIO, 2008), Assessoria de Imprensa (DUARTE, 2001; MAFEI, 2015; KOPPLIN e FERRARETTO, 2001), Divulgação e Jornalismo Científicos (SOUSA, 2006; BUENO, 2010), além dos princípios da Observação Participante, Pesquisa-Ação e Pesquisa Participante (BARBIER, 1985, 2002; PERUZZO, 2006; THIOLLENT, 2005; RICHARDSON, 2003). Apesar do presente projeto midiático não se encerrar nesta proposta, tendo em vista que estas foram as primeiras iniciativas e os primeiros produtos criados com foco específico no jornalismo científico da Universidade, apreende-se que já começam a ser apresentados à comunidade acadêmica e a gerar maior interesse e participação para aprimorar quantitativa e qualitativamente a divulgação das pesquisas científicas da UEPB, enriquecendo a oferta de serviços da Codecom e de toda a Universidade.

Page generated in 0.0668 seconds