• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 517
  • 40
  • 7
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 3
  • 1
  • Tagged with
  • 570
  • 570
  • 291
  • 270
  • 257
  • 250
  • 161
  • 115
  • 100
  • 88
  • 87
  • 85
  • 73
  • 64
  • 61
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Um estudo empírico sobre o regime de metas de inflação / Inflation targeting: an empirical essay

Alexandre de Carvalho 27 October 2006 (has links)
A presente tese é um estudo empírico sobre o regime de metas de inflação. Especificamente, concentramos o esforço de pesquisa na verificação da contribuição do regime de metas para a redução das taxas de sacrifício nos episódios de desinflação e na identificação das variáveis que determinam sua implementação, como estratégia de política monetária. A redução dos custos de desinflação é um dos benefícios atribuídos, em teoria, ao regime de metas de inflação. Os estudos empíricos anteriores a esse não encontraram, no entanto, evidências de redução das taxas de sacrifício nos episódios de desinflação realizados sob regime de metas. No capítulo um dessa tese examinamos a relação entre taxas de sacrifício e a presença do regime de metas utilizando uma amostra de 99 episódios de desinflação identificados nos países da OCDE e 46 episódios de desinflação identificados em países emergentes. Considerando-se os episódios de desinflação que se iniciaram pelo menos seis meses depois da implementação do regime, nossos resultados confirmaram os benefícios atribuídos em nível teórico ao regime de metas. Em 1990, a Nova Zelândia era o único país do mundo com regime de metas de inflação. Em 2006, vinte e dois países já haviam aderido ao sistema de metas. O crescimento do número de países que adotaram o regime de metas de inflação a partir de 1990 motivou uma pesquisa sobre os fatores determinantes para implementação dessa estratégia de política monetária, apresentada no capítulo dois. Considerando o grupo de países da OCDE, os resultados de um modelo de variável dependente binária indicaram que a taxa de inflação e a dívida pública como proporção do PIB alteram significativamente a probabilidade de adoção do regime de metas, enquanto que alternância de poder entre partidos e a volatilidade de choques de oferta não parecem ser fatores relevantes. Devido ao pequeno número de observações da amostra de países, utilizamos adicionalmente neste capítulo o método de boostrap paramétrico para a construção de intervalos de confiança e para os testes de especificação do modelo. Os resultados das simulações confirmaram os obtidos pela teoria assintótica. A análise do capitulo dois indicou que a opção pela estratégia do regime de metas não é aleatória. Uma conseqüência da violação da hipótese de exogeneidade na escolha do regime de metas - presente no estudo sobre metas de inflação e taxas de sacrifício no capítulo um - é que a possível correlação entre a razão de sacrifício e as variáveis que determinam a adoção ou não adoção do regime de metas de inflação pode levar à estimativas viesadas do efeito do regime de metas sobre as razões de sacrifício. No capítulo três examinamos os efeitos do regime de metas de inflação sobre as razões de sacrifício dos episódios de desinflação considerando endogeneidade na escolha do regime de metas, através de métodos de regressão baseados em propensity scores, para a correção de possíveis vieses no estimador dos efeitos. A análise dos episódios de desinflação nos países da OCDE confirma os benefícios teoricamente atribuídos ao regime de metas. / This doctoral thesis is an empirical essay about inflation targeting. The main objective is to verify the contribution of inflation targeting regime to diminish sacrifice ratios in disinflation episodes and identify the factors behind a country?s decision to choice this type of monetary policy strategy. The reduction of sacrifice ratios is one of the theoretically alleged benefits of inflation targeting. Previous empirical studies did not find, however, support to this result. In chapter one we examine the relation between sacrifice ratios and inflation targeting from a sample of 99 disinflation episodes identified in OECD countries and 46 episodes in emerging economies. Considering disinflation episodes starting at least six months after the adoption of inflation targeting regime, our results corroborate the theory. In 1990, New Zealand was the sole country worldwide with an inflation targeting regime in place. In 2006, twenty two countries had already adhered to this monetary policy modus operandi. Motivated by the impressive rise in the number of inflation targeters, we seek also to identify the factors that influence the implementation of inflation targeting. Running a Probit model for the set of OECD countries, we find that high past inflation and low debt levels increase the probability that a country will end up opting for the inflation targeting system, but the degree of political instability and incidence of external shocks do not seem to be important factors. Due to the small sample size, we construct additionally parametric boostrap confidence intervals and bootstrap specification tests. The results of simulations confirmed that obtained with asymptotic theory. The Probit model has revealed that the adoption of inflation targeting between countries is endogenous. As a consequence, the econometric model of chapter one can produce biased coefficient estimates. In chapter three we examine the effects of inflation targeting regime on sacrifice ratios considering endogenous choice of IT. We apply regression methods based on propensity scores to correct possible bias in the coefficient estimates of IT effects on sacrifice ratios. The results of OECD countries indicate that bringing down inflation entails much smaller output losses if the country inflation targets.
12

Análise do impacto de choques nos preços internacionais das commodities sobre a inflação brasileira

Melo, Alisson Curátola de 20 August 2010 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Economia do Setor Público, 2010. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2012-02-08T12:14:32Z No. of bitstreams: 1 2010_AlissonCuratolaMelo.pdf: 1147928 bytes, checksum: 9792add4b6c75355e4f7f413b662ce72 (MD5) / Approved for entry into archive by Marília Freitas(marilia@bce.unb.br) on 2012-02-15T11:46:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_AlissonCuratolaMelo.pdf: 1147928 bytes, checksum: 9792add4b6c75355e4f7f413b662ce72 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-02-15T11:46:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_AlissonCuratolaMelo.pdf: 1147928 bytes, checksum: 9792add4b6c75355e4f7f413b662ce72 (MD5) / Desde meados de 2005, a influência exercida pelos preços internacionais das commodities sobre a taxa de câmbio brasileira apresentou importante elevação, no sentido de que aumentos daqueles preços passaram a provocar, ceteris paribus, maior apreciação do real. Como conseqüência, os preços das commodities medidos em reais se tornaram menos voláteis que os preços internacionais, cotados em dólares, o que, em tese, tem implicações benéficas para a inflação. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho é verificar se a mudança na interação entre preços de commodities e taxa de câmbio reduziu o impacto de um choque nesses preços sobre a inflação, na medida em que se espera que a apreciação cambial resultante anule parte desse choque. Por meio da estimação de modelos de Vetores Auto-Regressivos (VARs), comparou-se as respostas da inflação a choques nos preços internacionais das commodities antes e depois de junho de 2005, quando teve início a elevação da correlação entre preços das commodities e taxa de câmbio, com o intuito de verificar a ocorrência de mudança significativa entre os períodos. Os resultados indicam que, de fato, os choques nos preços internacionais das commodities apresentaram menor repasse para a inflação brasileira no período posterior a junho de 2005. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The influence of international commodity prices on the Brazilian exchange rate have presented a significant increase since 2005, in the sense that, ceteris paribus, commodity prices hikes are leading to a stronger appreciation of the real. As a result, commodity prices measured in Brazilian currency became less volatile than measured in international prices (in dollars). This change should, in theory, have favorable implications for domestic inflation. The objective of this dissertation is to investigate whether the exchange rate appreciation followed by the commodity price shocks could offset the impact of such shocks on inflation. Using Vector Autoregressive models (VARs), we compared the responses of inflation to shocks on international commodity prices before and after June 2005, when the correlation between commodity prices and exchange rate began to rise, in order to assess if there were any major change between the two periods. We found evidence that shocks on international commodity prices presented a lower pass-through to the Brazilian inflation after June 2005.
13

Operacionalidade da politica monetaria no Brasil

Torres, Marcos Jose Rodrigues 14 May 1999 (has links)
Orientador: Fernando Nogueira da Costa / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia / Made available in DSpace on 2018-07-25T07:17:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Torres_MarcosJoseRodrigues_D.pdf: 5085333 bytes, checksum: aa4f7900088336d7797af8c7a92f31c6 (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed. / Doutorado / Doutor em Economia
14

A inércia da inflação no regime de metas: os casos da Nova Zelandia, Reino Unido e Brasil

Krebs, Marco Ludwik P. 31 July 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:48:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2147.pdf: 640644 bytes, checksum: badd0b8164e2d5e4ca5ddf097aa3257c (MD5) Previous issue date: 2006-07-31 / The purpose of this essay is to analyze the impact of Inflation Targeting (IT) when implemented as monetary policy on the inflation inertia. The inertia is analyzed using the ARIMA (autoregressive integrated moving-average) models, according to procedures which are widely used in the literature. Because the inflation targets are not unchangeable throughout time, we suggest using a new methodology in order to measure the inflation inertia, where the inflation rate has two components: the trend and the temporary one. The inflation inertia will then be measured by the coefficient through which the inflation converges to its long run rate. / O objetivo da dissertação é avaliar o impacto da adoção do regime de metas na inércia da inflação. A inércia é analisada de acordo com procedimentos tradicionalmente adotados na literatura, através de modelos ARIMA. Em virtude das metas de inflação não serem imutáveis ao longo do tempo, propõe-se uma metodologia para se medir a inércia da taxa de inflação, onde esta possui dois componentes: a tendência e a parte transitória. A inércia da inflação será, então, medida pelo coeficiente com que a taxa de inflação converge para sua taxa de longo prazo.
15

Caixa de Conversão: um estudo sobre a adoção da Argentina e de Hong Kong e seus impactos

Rotta, Daniel Magno Valente 16 August 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:48:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2195.pdf: 292266 bytes, checksum: 3052ab92badcba7a7b37af408c174cb9 (MD5) Previous issue date: 2006-08-16 / O objetivo deste trabalho é analisar o sistema monetário conhecido por caixa de conversão (currency board, conselho da moeda) e, em particular, a sua adoção pela Argentina e por Hong Kong e seus resultados. No caso da Argentina, investigaremos as causas existentes por trás do abandono do regime de caixa de conversão no início de 2002 após uma crise que tinha aspectos econômicos mas que repercurtiu enormemente na vida política e social argentina. Procuraremos mostrar que as origens desta crise estava basicamente relacionada com a incompatibilidade existente entre um regime monetário como a caixa de conversão e o regime fiscal insustentável praticado por Estado e províncias. Também mostraremos um caso de sucesso na adoção da caixa de conversão que foi Hong Kong que, adotando políticas corretas do ponto de vista fiscal e monetário, conseguiu enfrentar ataques especulativos em 1997 e representa um contra ponto ao caso argentino.
16

Essays in applied econometrics and monetary policy

Santos, Ana Flávia Soares dos 19 June 2018 (has links)
Submitted by Ana Flávia Soares dos Santos (anaflavia1611@hotmail.com) on 2018-07-19T16:58:08Z No. of bitstreams: 1 essays_in_applied_econometrics_and_monpolicy.pdf: 1666665 bytes, checksum: 2a17b26565699261b38351020ad9f710 (MD5) / Approved for entry into archive by Marcia Bacha (marcia.bacha@fgv.br) on 2018-08-27T18:39:29Z (GMT) No. of bitstreams: 1 essays_in_applied_econometrics_and_monpolicy.pdf: 1666665 bytes, checksum: 2a17b26565699261b38351020ad9f710 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-08-27T19:19:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 essays_in_applied_econometrics_and_monpolicy.pdf: 1666665 bytes, checksum: 2a17b26565699261b38351020ad9f710 (MD5) Previous issue date: 2018-06-19 / This thesis contains three independent chapters. The first one is about central bank credibility, where we measure people’s beliefs using survey data on inflation expectations and focus on the 12-month-ahead horizon since it is widely used in the literature. Beliefs are measured by employing the panel-data setup of Gaglianone and Issler (2015), who show that optimal individual forecasts are an affine function of one factor alone – the conditional expectation of inflation. This allows the identification and estimation of the common factor, our measure of people’s beliefs. Second, we compare beliefs with explicit (or tacit) targets by constructing Heteroskedasticity and Autocorrelation Consistent (HAC) 95% asymptotic confidence intervals for our estimates of the conditional expectation of inflation, which is an original contribution of this paper. Whenever the target falls into this interval we consider the central bank credible. We consider it not credible otherwise. This approach is applied to the issue of credibility of the Central Bank of Brazil (BCB) by using the now well-known Focus Survey of forecasts, kept by the BCB on inflation expectations, from January 2007 until April 2017. Results show that the BCB was credible 65% of the time, with the exception of a few months in the beginning of 2007 and during the interval between mid-2013 throughout mid-2016. We also constructed a credibility index for this period and compared it with alternative measures of credibility. In the second chapter, we show that it is possible to conciliate individual and consensus rationality tests, by developing a new framework to test for rational expectations hypothesis. We propose a methodology that verifies the consistency of the above mentioned expectation formation rule, where we explicitly allow for the possibility of heterogeneous expectations at the individual level, but also keeping individual and consensus expectations at the same system. We advance with respect to Keane and Runkle (1990)’s previous work, which argued that almost all existing tests in the literature so far were either incorrect or inadequate. In the third chapter, we propose an individual coincident indicator for the following Latin American countries: Argentina, Brazil, Chile, Colombia and Mexico. In order to obtain similar series to those traditionally used in business-cycle research in constructing coincident indices (output, sales, income and employment) we backcast several individual country series which were not available in a long time-series span. We also establish a chronology of recessions for these countries, covering the period from 1980 to 2012 on a monthly basis. Based on this chronology, the countries are compared in several respects. The final contribution is to propose an aggregate coincident indicator for the Latin American economy, which weights individualcountry composite indices. Finally, this indicator is compared with the coincident indicator (The Conference Board – TCB) of the U.S. economy. We find that the U.S. indicator Granger-causes the Latin American indicator in statistical tests.
17

Interações entre políticas monetária e fiscal no Brasil: uma análise de cointegração

Santos, Emerson Costa dos 25 July 2013 (has links)
Submitted by Jacileide Oliveira (jacileideo@gmail.com) on 2013-11-08T11:13:02Z No. of bitstreams: 1 EMERSON COSTA DOS SANTOS.pdf: 1954908 bytes, checksum: e8527c7f38de4abf6bbe0962ece310c8 (MD5) / Approved for entry into archive by Vania Magalhaes (magal@ufba.br) on 2013-11-18T13:39:38Z (GMT) No. of bitstreams: 1 EMERSON COSTA DOS SANTOS.pdf: 1954908 bytes, checksum: e8527c7f38de4abf6bbe0962ece310c8 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-11-18T13:39:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 EMERSON COSTA DOS SANTOS.pdf: 1954908 bytes, checksum: e8527c7f38de4abf6bbe0962ece310c8 (MD5) / CAPES / O objetivo do presente trabalho foi verificar a interação entre as politicas monetária e fiscal no Brasil. Buscou-se testar parte do modelo teórico de Kirsanova e outros (2005), por meio de um modelo Vetor Auto Regressivo (VAR), na forma de vetor de correção de erros como proposto por Johansen (1995). O referencial teórico utilizado baseou-se nas pressuposições de modelos macroeconômicos que levam em consideração as interações entre as políticas monetária e fiscal, sobretudo os estudos teóricos de Kirsanova e outros (2005), Dixit e Lambertini (2003) e Sargent e Wallace (1981), e outros. O procedimento metodológico adotado consistiu na estimação de vetores de cointegração entre as variáveis significando uma relação de longo de prazo entre elas. A cointegração é um procedimento multivariado adequado para tratar séries de tempo, considerando a possível existência de tendências estocásticas nas séries. Por esta abordagem, é possível estimar a interação entre as políticas monetária e fiscal através dos seus instrumentos de controle: o superávit primário para a política fiscal e a taxa de juros para a política monetária. Acerca dos principais resultados, pode-se concluir que a política monetária teve algum impacto sobre a produção no longo prazo através do hiato do produto, visto que o coeficiente é significativo no modelo. A inflação e expectativa de inflação respondem as oscilações de desequilíbrio deste vetor, embora esse último não seja significativo. Já a política fiscal, também foi considerada como passiva, respondendo a sua regra de política e procurando garantir a sustentabilidade da dívida no longo prazo, bem como o crescimento econômico através do hiato do produto. Ademais, constatou-se que as autoridades de políticas agiram de maneira complementar e que em alguns momentos foram substitutas. O ajuste da taxa de juros à regra fiscal não foi significativo. Os dados sugerem que a autoridade monetária não parece ser a política dominante. Na relação inversa, o saldo primário responde a regra de política monetária com coeficiente significativo e positivo, sugerindo agir na mesma direção. Sendo este coeficiente significativo, a política fiscal parece ser dominante. / The objective of this study was to investigate the interaction between monetary and fiscal policies in Brazil. We sought to test the theoretical model of Kirsanova and others. (2005), using a model Vector Auto Regressive (VAR) in the form of vector error correction as proposed by Johansen (1995). The theoretical framework was based on the assumptions of macroeconomic models that take into account the interactions between monetary and fiscal policies, especially theoretical studies of Kirsanova and others (2005), Dixit and Lambertini (2003) and Sargent and Wallace (1981), and others. The methodological procedure adopted consisted in the estimation of cointegration vectors among the variables signifying a long-term relationship between them. The cointegration is a procedure suitable for treating multivariate time series, considering the possible presence of stochastic trends in the series. For this approach, it is possible to estimate the interaction between monetary and fiscal policy through its instruments of control: the primary surplus for fiscal policy and interest rates for monetary policy. On the main results, we can conclude that monetary policy had any impact on output in the long run through the output gap, since the coefficient is significant in the model. Inflation and inflation expectations respond fluctuations imbalance of this vector, although the latter is not significant. As for fiscal policy, was also considered as passive, responding to their policy rule and seeking to ensure debt sustainability over the long term as well as the economic growth through the output gap. Moreover, it was found that the political authorities acted in a complementary and at times were substitutes. The adjustment of the interest rate to the fiscal rule was not significant. The data suggest that the monetary authority does not seem to be the dominant policy. In inverse relationship, the primary balance responds to monetary policy rule with a positive and significant coefficient, suggesting act in the same direction. The coefficient being significant fiscal policy seems to be dominant.
18

Interação entre política monetária e fiscal no Brasil em modelos robustos a pequenas amostras

Pires, Manoel Carlos de Castro 17 June 2008 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Economia, 2008. / Submitted by Jaqueline Ferreira de Souza (jaquefs.braz@gmail.com) on 2009-09-14T17:55:05Z No. of bitstreams: 1 2008_ManoelCDeCPires.pdf: 445903 bytes, checksum: e375c31d6827b97ecf8f16a7b82e2be9 (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2009-12-03T11:53:03Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_ManoelCDeCPires.pdf: 445903 bytes, checksum: e375c31d6827b97ecf8f16a7b82e2be9 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-12-03T11:53:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_ManoelCDeCPires.pdf: 445903 bytes, checksum: e375c31d6827b97ecf8f16a7b82e2be9 (MD5) Previous issue date: 2008-06-17 / O objetivo desta tese é estudar a interação entre as políticas monetária e fiscal no Brasil. Um aspecto importante a ser considerado é o fato de que quase metade da dívida pública brasileira é indexada à taxa de juros de curto prazo administrada pelo Banco Central do Brasil. Esse fato faz com que a política monetária seja constrangida porque o efeito riqueza não se manifesta em sua plenitude o que a torna parcialmente ineficaz no combate à inflação. Com efeito, a análise tem início testando o argumento de que a dívida indexada não transmite a política monetária de forma correta. Em seguida, propõe-se um modelo de curto prazo em que a dívida pública possui um papel relevante na transmissão da política monetária. A partir da estimação desse modelo, as políticas econômicas, propriamente ditas, e suas formas de interação são estudadas com o objetivo de avaliar qual tipo de coordenação gera o equilíbrio mais eficiente. Por último, o modelo proposto é analisado a partir de estimativas realizadas por bootstrap com objetivo de avaliar possíveis erros oriundos de amostras pequenas.
19

Um guia de política monetária no Brasil durante o regime de metas de inflação

Girard, Alexandre Soares de Moura January 2005 (has links)
O objetivo deste trabalho é abordar os principais mecanismos utilizados pelo Banco Central do Brasil (BCB) no processo de decisão acerca da condução da política monetária no período durante o regime de metas de inflação. O BCB analisa e reavalia seus modelos econométricos, que buscam captar inter-relações dos principais agregados da economia brasileira, em conjunto com informações externas aos modelos e julgamentos subjetivos de integrantes do conselho. Portanto, inicialmente será discutida a conjuntura histórica que levou o país a adotar o regime de metas de inflação, assim como sua aplicabilidade. Na segunda parte, são feitas as estimações das equações IS e Phillips que mostram que a taxa de juros afeta o hiato do produto com defasagem de um trimestre e que o produto se correlaciona positivamente com a inflação com defasagem de mais um trimestre. Num terceiro momento, são feitas estimações de uma função de reação do BCB, sugerindo que a instituição leva em consideração o desvio da expectativa de inflação do mercado com relação a meta, o comportamento do hiato do produto e a trajetória dos preços livres em seu processo de decisão.
20

Desenho institucional de bancos centrais: teorias e o caso brasileiro

Gonçalves, Fernando Machado 22 June 2001 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:15:57Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2001-06-22 / Este trabalho buscou contribuir para o debate sobre reformas institucionais de bancos centrais de duas maneiras. Primeiro, foi feito um modelo teórico único que permitiu derivar diversas contribuições da vasta literatura sobre o assunto. Em seguida, analisamos as implicações práticas destes resultados, considerando, em particular, o caso do Banco Central do Brasil.

Page generated in 0.0845 seconds