• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 14
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 2
  • Tagged with
  • 14
  • 14
  • 7
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Reflexos do processo de globalização econômica nos regimes políticos do Brasil e do México

González Rojas, Victor Manuel January 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico. / Made available in DSpace on 2012-10-17T20:52:52Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T17:59:24Z : No. of bitstreams: 1 170661.pdf: 3082901 bytes, checksum: 8fd48cdbe17192bcedad1fedb4276d26 (MD5) / A presente dissertação trata dos reflexos do processo de globalização nos regimes políticos do Brasil e do México, particularmente sobre a existência de processos globais que transcendem aos modelos de Estados nacionais para se converter em fenômenos sócio-políticos internacionais acontecidos no período de 1988 a 1998. Na América Latina, a abertura ao comércio e aos investimentos externos é uma complexa trama, formada, de um lado, pela polarização social, e deterioração das condições de emprego e, de outro lado, pela sofisticação da produção e amadurecimento da relação empregado-empregador. Porém, trata-se de um estudo comparativo de análise sobre os reflexos da globalização dos países Brasil e México, onde a desregulamentação, a privatização e a reforma do Estado foram as três categorias analíticas estudadas para compreender o atual modelo econômico dos países globalizados. Procuram-se então os fatores que representaram, ao longo do processo de globalização, o impacto das mudanças nos regimes políticos da América Latina, os quais modificaram a atual realidade do Estado e sua função pública na sociedade. Os reflexos da globalização manifestarem um incremento nos índices de pobreza e desemprego durante a década de 80 e 90 o que reflete o erro de tirar do Estado as políticas de bem-estar social.
2

Operação tres passos

Cademartori, Daniela Mesquita Leutchuk de January 1993 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias Juridicas, Programa de Pós-Graduação em Direito, Florianópolis, 1993 / Made available in DSpace on 2012-10-16T05:33:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 93298.pdf: 10677320 bytes, checksum: 1b73ad685754015e7f661996c45e1729 (MD5) / Esta pesquisa estabelece um fato: no caso, a primeira reação armada ao regime militar instaurado com o golpe de 31/03/64, no Brasil, como situação paradigmática a partir do qual é elaborada uma análise do político e do jurídico durante o período que vai desde o golpe militar até o início da abertura política (1964-1979). Esta análise, no tocante à questão política, abrange, além do fato em si, todo o complexo político que originou o golpe militar e a aparente não-reação do governo deposto, a consolidação do regime militar e o processo que envolveu o início da abertura política. Quanto à questão jurídica, a partir do julgamento a que foram submetidos os réus no episódio em questão, são feitas observações sobre a natureza do Direito no qual foram enquadrados, e de como a sua ação, possibilitando pelo instrumental técnico-jurídico à disposição dos operadores da lei, vincula-se à perpetuação dos interesses políticos hegemônicos e acaba por atuar como um importante fator para legitimar o governo militar. Embora seja feita uma divisão que parece demonstrar à possibilidade de fracionar o trabalho em três objetos de análise, (o histórico, o político e o jurídico), esta divisão, na medida em que entra em contradição com o próprio conteúdo da dissertação, serve justamente para demonstrar a impossibilidade de tal fracionamento
3

O processo político: sistema eleitoral e regime partidário

Garcia, Jose Carlos Cal January 1974 (has links)
Tese (livre-docencia) - Universidade Federal de Santa Catarina / Made available in DSpace on 2013-12-05T18:47:40Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1974Bitstream added on 2016-01-08T13:03:11Z : No. of bitstreams: 1 99734.pdf: 4407962 bytes, checksum: 1483d71b0a41290fa83056c8e8536029 (MD5)
4

A (de) formação da cidadania brasileira a partir do personalismo e de outras doenças culturais brasileiras

Leal, Eduardo Costa Coelho January 1995 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias Juridicas / Made available in DSpace on 2013-12-05T20:24:38Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 1995Bitstream added on 2016-01-08T19:50:57Z : No. of bitstreams: 1 102700.pdf: 2542079 bytes, checksum: f8e387ce9b151d610665606b0b2ea2df (MD5) / Análise dos fenômenos do personalismo e da subseqüente (de) formação da cidadania brasileira, levando em conta ainda, outros complexos aspectos e variante culturais (doenças - patológicas culturais), noções históricas. A instituição sob o prisma nacional. O legado centralista. A ideologia municipalista e o poder legal. Os regimes de governo e seus usuais condicionamentos à cidadania brasileira. Proposição de alternância nos mecanismos próprios aos regimes de governos, para ampliar as formas de controle social ao autoritarismo.
5

Batalha de discursos

Lunardi, Emy Francielli January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Florianópolis, 2009 / Made available in DSpace on 2012-10-24T15:59:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 270270.pdf: 1275685 bytes, checksum: 27e70d73fae608d93a7aa15c00dd0b65 (MD5) / Em Santa Catarina a adoção do regime republicano provocou um processo de renovação das forças políticas e sociais que desembocou na formação de dois grupos partidários em luta pelo poder estadual: republicanistas x federalistas. Por muito tempo, a historiografia tradicional apontou-os respectivamente como #verdadeiros republicanos# e #restauradores disfarçados#. Contudo, a interpretação realizada à luz dos conceitos da nova história cultural e social demonstrou que ambos os partidos defendiam a causa republicana. Logo, se fronteiras entre os grupos não eram tão claras e consensuais, elas foram criadas e legitimadas em algum momento. Por isso, perceber a emergência dessas identificações e representações, suas diversas fases de construção e acirrada disputa, nos jornais partidários República e O Estado, bem como sua sedimentação de sentidos e legitimação via atuação do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina (IHGSC), é a proposta dessa dissertação. Para tanto, analisam-se aqui a configuração e o posicionamento de cada jornal, a seleção dos assuntos, as estratégias discursivas e a recorrência às idealizações sobre a República, o povo e o federalismo enquanto instrumentos dessa luta simbólica em que os dois partidos estavam envolvidos: a luta pela identificação como #verdadeiros republicanos#. Uma identificação disputada por ambos os partidos e, finalmente, assumida como capital simbólico dos republicanistas. Esse fechamento discursivo de fronteiras para delimitar e diferenciar os grupos representou um trabalho simbólico ainda mais necessário considerando-se as poucas diferenças efetivas entre republicanistas e federalistas. Luta que envolvia não apenas a afirmação de sua identificação e visão de mundo, mas, principalmente, a possibilidade de permanência e de atuação no campo uma vez que a definição do que era ser legitimamente um #político republicano# determinava quem estava apto a participar desse campo reconfigurado e assim guiar o estado no novo regime. / In Santa Catarina State, the adoption of the Republican regime provocked a process of political and social forces renewal which resulted in the formation of two party-groups struggling for the statal power: republicanists versus federalists. For a long time, traditional historiography refered to them, respectively, as #true republicans# and #disguised conservatives#. However, the interpretation through the new cultural and social History#s concepts demonstrated that both parties defended the republican cause. Therefore, if bounderies between the groups were not so clear and consensual, they were created and legitimized at some point. There lies the purpose of the present work: perceive the urgency of these identifications and representations, their different phases of construction and intense dispute, in the republican newpapers República and O Estado, as well as their sedimentation of meanings and legitimization through the Santa Catarina Historical and Geographycal Institute (IHGSC). For this purpose, I analysed the configuration and the positioning of each newspaper, the topics selection, the discourse strategies and the recurrent idealizations about the Republic, the people and the federalism as instruments of this symbolic fight in which the two parties were envolved: the struggle for identification as #truly republican#. This identification was pursued by both parties and, eventually, assumed as symbolic capital of the republicanists. This discoursive definition of boundaries took place in order to limit and distinguish the groups and represented a symbolic work even more necessary, if taken into account the few effective differences between republicanists and federalists. The struggle envolved not only the affirmation of their identification and vision of the world, but, mainly, the possibility of perduring and acting in the field once the definition of a true #republican politician# determined who was prepared to act in the reconfigurated field and, thus, guide the State into the new regime.
6

Da montanha ao quartel : atuação e influência do Exército Popular Sandinista na Nicarágua /

Maciel, Fred. January 2013 (has links)
Orientador: Hector Luis Saint-Pierre / Banca: Samuel Alves Soares / Banca: Luis Fernando Ayerbe / Resumo: Com este presente trabalho pretendemos analisar a atuação do Exército Popular Sandinista (EPS) na década de 1980 e sua transição de exército guerrilheiro para exército profissional e regular, marco da etapa de transformação pela qual passava a Nicarágua e inserida em uma cultura política de quase permanente uso da violência como amparo às forças políticas. Desse modo, buscaremos elucidar a subordinação do EPS à Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN), efetivando a confusão Estado-Partido-Exército, eixo do regime sandinista. O entendimento da real participação, interferência e influência do EPS no governo e sua posterior profissionalização contribuem para a reflexão acerca de como o regime sandinista, enquanto sistema político, resolveu a institucionalização do exército e do campo político-militar. Ademais, a constante situação de guerra fomentada pela contrarrevolução (os chamados "Contras") fez com que o EPS emergisse como um dos principais atores do cenário nacional nicaraguense; assim, buscaremos compreender a maneira como as forças armadas agiram no ambiente político-social, de maneira a transformar e/ou reorganizar esses campos. A consequente derrocada sandinista e a emergência de um novo governo após as eleições de 1990 reorganizou o EPS, transformando-o em uma força apolítica e nacional, um instrumento estabilizador na polarizada e conflitante sociedade nicaraguense. É inegável a relevância do EPS na Nicarágua sandinista da década de 1980 e visaremos elucidá-la nesta pesquisa, bem como a importância de sua transformação, reorganizando e inserindo novos parâmetros em um conturbado ambiente político-social / Abstract: With this present work we intend to analyze the performance of the Sandinista Popular Army (EPS - spanish acronym) in the 1980s and his transition from guerrilla army to a professional and regular army, mark of the transformation step by which Nicaragua crossed and inserted in a political culture of almost permanent use of violence as a support to political forces. In this way, we'll try to elucidate the subordination of the EPS to Sandinista National Liberation Front (FSLN - spanish acronym), making effective the confusion State-Party-Army, axis of the Sandinista regime. The understanding of the real participation, interference and influence of EPS in government and their subsequent professionalization contribute to reflection about how the Sandinista regime, as political system, resolved the institutionalization of the army and the military-political field. Moreover, the constant state of war fomented by counterrevolution (called "Contras") make with which the EPS emerged as a major actor of the Nicaraguan national scene; so, we'll seek to understand how the armed forces acted on political and social scene, in order to transform and/or rearrange these fields. The consequent Sandinista collapse and the emergence of a new government after the 1990s elections reorganized the EPS, turning it into a national and apolitical force, a stabilizer instrument in the polarized and conflicting Nicaraguan society. Is undeniable the EPS relevance in the Sandinista Nicaragua of the 1980s and we aim elucidate it in this research, as well as the importance of its transformation, reorganizing and adding new parameters in a turbulent political-social environment / Mestre
7

Da montanha ao quartel: atuação e influência do Exército Popular Sandinista na Nicarágua

Maciel, Fred [UNESP] 21 August 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:26:21Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013-08-21Bitstream added on 2014-06-13T19:13:31Z : No. of bitstreams: 1 maciel_f_me_fran.pdf: 1127584 bytes, checksum: 7177dc4aeb97864063a17ae7da50517b (MD5) / Com este presente trabalho pretendemos analisar a atuação do Exército Popular Sandinista (EPS) na década de 1980 e sua transição de exército guerrilheiro para exército profissional e regular, marco da etapa de transformação pela qual passava a Nicarágua e inserida em uma cultura política de quase permanente uso da violência como amparo às forças políticas. Desse modo, buscaremos elucidar a subordinação do EPS à Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN), efetivando a confusão Estado-Partido-Exército, eixo do regime sandinista. O entendimento da real participação, interferência e influência do EPS no governo e sua posterior profissionalização contribuem para a reflexão acerca de como o regime sandinista, enquanto sistema político, resolveu a institucionalização do exército e do campo político-militar. Ademais, a constante situação de guerra fomentada pela contrarrevolução (os chamados “Contras”) fez com que o EPS emergisse como um dos principais atores do cenário nacional nicaraguense; assim, buscaremos compreender a maneira como as forças armadas agiram no ambiente político-social, de maneira a transformar e/ou reorganizar esses campos. A consequente derrocada sandinista e a emergência de um novo governo após as eleições de 1990 reorganizou o EPS, transformando-o em uma força apolítica e nacional, um instrumento estabilizador na polarizada e conflitante sociedade nicaraguense. É inegável a relevância do EPS na Nicarágua sandinista da década de 1980 e visaremos elucidá-la nesta pesquisa, bem como a importância de sua transformação, reorganizando e inserindo novos parâmetros em um conturbado ambiente político-social / With this present work we intend to analyze the performance of the Sandinista Popular Army (EPS – spanish acronym) in the 1980s and his transition from guerrilla army to a professional and regular army, mark of the transformation step by which Nicaragua crossed and inserted in a political culture of almost permanent use of violence as a support to political forces. In this way, we’ll try to elucidate the subordination of the EPS to Sandinista National Liberation Front (FSLN – spanish acronym), making effective the confusion State-Party-Army, axis of the Sandinista regime. The understanding of the real participation, interference and influence of EPS in government and their subsequent professionalization contribute to reflection about how the Sandinista regime, as political system, resolved the institutionalization of the army and the military-political field. Moreover, the constant state of war fomented by counterrevolution (called “Contras”) make with which the EPS emerged as a major actor of the Nicaraguan national scene; so, we’ll seek to understand how the armed forces acted on political and social scene, in order to transform and/or rearrange these fields. The consequent Sandinista collapse and the emergence of a new government after the 1990s elections reorganized the EPS, turning it into a national and apolitical force, a stabilizer instrument in the polarized and conflicting Nicaraguan society. Is undeniable the EPS relevance in the Sandinista Nicaragua of the 1980s and we aim elucidate it in this research, as well as the importance of its transformation, reorganizing and adding new parameters in a turbulent political-social environment
8

Como Esaú e Jacó: as oligarquias sul-mineiras no final do Império e Primeira República

Castilho, Fábio Francisco de Almeida [UNESP] 28 August 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:32:22Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-08-28Bitstream added on 2014-06-13T21:04:13Z : No. of bitstreams: 1 castilho_ffa_dr_fran.pdf: 1306063 bytes, checksum: db0f6e17f801ebddcb7f5f389f4168dc (MD5) / Este trabalho busca problematizar o posicionamento da elite sul-mineira no processo de derrocada do Império e passagem para o regime republicano. Pretendemos averiguar quais foram, e se é que existiram, as alterações na forma de fazer política e se manter no poder após a Proclamação da República. Analisamos esta questão na região conhecida como “Sul de Minas”, pois a mesma é apontada pela historiografia como hegemônica no período em evidência e seus principais representantes ocuparam importantes cargos dentro do novo governo. Para melhor compreender as estratégias e ações de permanência no poder, abordamos uma série de episódios políticos que contaram com a participação de dois grupos sul-mineiros do início do novo regime. Destacamos a existência do grupo liderado por Silviano Brandão, os silvianistas, e a facção identificada com o republicanismo histórico. Os episódios averiguados; que cobrem disputas nos âmbitos local, estadual e nacional; revelam como o silvianismo construiu uma hegemonia estadual e posteriormente lançou-se à disputa nacional silenciando a oposição e perpetuando-se no poder com base em um discurso que afirmava a coesão e harmonia política em Minas Gerais, camuflando práticas e cabalas políticas de exclusão e alijamento de seus opositores / This paper seeks to discuss the positioning of the elite in the south of Minas Gerais in the process of collapse of the Empire and transition to the Republican Regime. We intend to find out what were the changes in the way of doing politics and remain in power after the Proclamation of the Republic, and if they existed. We analyzed this issue in the region known as south of Minas Gerais, because it is pointed out by historiography as hegemonic in the evidenced period and its main representatives held important positions within the new government. To understand the strategies and actions to remain in power, we look at a series of political episodes that involved the participation of two groups of the south of Minas Gerais in the beginning of the new regime. We emphasize the existence of the group led by Silviano Brandão, the silvianistas, and the faction identified with historical republicanism. The episodes investigated (they cover disputes at the local, state and nation) reveal how silvianismo built an hegemony of state and later released to the national contest silencing the opposition and perpetuating themselves in power based on a speech that claimed cohesion and political harmony in Minas Gerais, camouflaging maneuvers and political practices of exclusion and dumping of his opponents / Este texto busca discutir el posicionamiento de la élite en el sur de Minas Gerais en el proceso de derrumbamiento del Imperio y transición al Régimen Republicano. Nosotros pensamos averiguar lo que era los cambios de la manera de hacer la política y permanece en el poder después de la Proclamación de la República, y si ellos existieran. Nosotros analizamos este problema en la región conocido como sur de Minas Gerais, porque está fuera puntiagudo por la historiografía como el hegemonic en el periodo evidenciado y sus representantes principales defendieron las posiciones importantes dentro del nuevo gobierno. Para entender las estrategias y acciones para permanecer en el poder, nosotros miramos una serie de episodios políticos que involucraron la participación de dos grupos del sur de Minas Gerais al principio del nuevo régimen. Nosotros damos énfasis a la existencia del grupo llevada por Silviano Brandão, los silvianistas, y la facción identificaron con el republicanism histórico. Los episodios investigaron (ellos cubren las disputas al local, estado y nación) revela cómo los silvianismo construyeron una hegemonía de estado y después soltó al concurso nacional imponiendo silencio la oposición y perpetuándose en el poder basado en un discurso que exigió cohesión y la armonía política en Minas Gerais, mientras camuflando las maniobras y las prácticas políticas de exclusión y descargando de sus antagonistas
9

Como Esaú e Jacó : as oligarquias sul-mineiras no final do Império e Primeira República /

Castilho, Fábio Francisco de Almeida. January 2012 (has links)
Orientador: Márcia Pereira da Silva / Banca: Alexandre Macchione Saes / Banca: Cláudia Maria Ribeiro Viscardi / Banca: Márcia Regina Capelari Naxara / Banca: Marisa Saenz Leme / Resumo: Este trabalho busca problematizar o posicionamento da elite sul-mineira no processo de derrocada do Império e passagem para o regime republicano. Pretendemos averiguar quais foram, e se é que existiram, as alterações na forma de fazer política e se manter no poder após a Proclamação da República. Analisamos esta questão na região conhecida como "Sul de Minas", pois a mesma é apontada pela historiografia como hegemônica no período em evidência e seus principais representantes ocuparam importantes cargos dentro do novo governo. Para melhor compreender as estratégias e ações de permanência no poder, abordamos uma série de episódios políticos que contaram com a participação de dois grupos sul-mineiros do início do novo regime. Destacamos a existência do grupo liderado por Silviano Brandão, os silvianistas, e a facção identificada com o republicanismo histórico. Os episódios averiguados; que cobrem disputas nos âmbitos local, estadual e nacional; revelam como o silvianismo construiu uma hegemonia estadual e posteriormente lançou-se à disputa nacional silenciando a oposição e perpetuando-se no poder com base em um discurso que afirmava a coesão e harmonia política em Minas Gerais, camuflando práticas e cabalas políticas de exclusão e alijamento de seus opositores / Abstract: This paper seeks to discuss the positioning of the elite in the south of Minas Gerais in the process of collapse of the Empire and transition to the Republican Regime. We intend to find out what were the changes in the way of doing politics and remain in power after the Proclamation of the Republic, and if they existed. We analyzed this issue in the region known as "south of Minas Gerais", because it is pointed out by historiography as hegemonic in the evidenced period and its main representatives held important positions within the new government. To understand the strategies and actions to remain in power, we look at a series of political episodes that involved the participation of two groups of the south of Minas Gerais in the beginning of the new regime. We emphasize the existence of the group led by Silviano Brandão, the "silvianistas", and the faction identified with historical republicanism. The episodes investigated (they cover disputes at the local, state and nation) reveal how silvianismo built an hegemony of state and later released to the national contest silencing the opposition and perpetuating themselves in power based on a speech that claimed cohesion and political harmony in Minas Gerais, camouflaging maneuvers and political practices of exclusion and dumping of his opponents / Resumen: Este texto busca discutir el posicionamiento de la élite en el sur de Minas Gerais en el proceso de derrumbamiento del Imperio y transición al Régimen Republicano. Nosotros pensamos averiguar lo que era los cambios de la manera de hacer la política y permanece en el poder después de la Proclamación de la República, y si ellos existieran. Nosotros analizamos este problema en la región conocido como "sur de Minas Gerais", porque está fuera puntiagudo por la historiografía como el hegemonic en el periodo evidenciado y sus representantes principales defendieron las posiciones importantes dentro del nuevo gobierno. Para entender las estrategias y acciones para permanecer en el poder, nosotros miramos una serie de episodios políticos que involucraron la participación de dos grupos del sur de Minas Gerais al principio del nuevo régimen. Nosotros damos énfasis a la existencia del grupo llevada por Silviano Brandão, los "silvianistas", y la facción identificaron con el republicanism histórico. Los episodios investigaron (ellos cubren las disputas al local, estado y nación) revela cómo los silvianismo construyeron una hegemonía de estado y después soltó al concurso nacional imponiendo silencio la oposición y perpetuándose en el poder basado en un discurso que exigió cohesión y la armonía política en Minas Gerais, mientras camuflando las maniobras y las prácticas políticas de exclusión y descargando de sus antagonistas / Doutor
10

A ordem republicana em Mato Grosso : disputas de poder e rotinização das práticas políticas - 1889-1917 /

Franco, Gilmara Yoshihara. January 2014 (has links)
Orientador: Márcia Pereira da Silva / Banca: Márcia Regina Capelari Naxara / Banca: Tania da Costa Garcia / Banca: Paulo Roberto Cimó Queiroz / Banca: Lincoln Ferreira Secco / Resumo: O presente estudo diz respeito às disputas de poder e à rotinização das práticas políticas em Mato Grosso, entre os anos de 1889 a 1917. Trata, mais especificamente, de possibilitar o entendimento dos aspectos constitutivos da cultura política e das formas de manifestação do fazer político no referido Estado a partir da passagem do regime monárquico para o republicano, em um período marcado por grande instabilidade, no qual as disputas envolvendo o controle do mando, levaram à sucessivas interrupções dos mandatos de Presidentes de Estados, aos enfrentamentos armados, organizados por facções partidárias que pretendiam tomar para si o controle do Estado de Mato Grosso a qualquer custo, e à reação daqueles que se julgavam alijados do poder. Desse modo, a análise aqui delineada busca favorecer o entendimento das especificidades inerentes a esse cenário de instabilidade e, posteriormente, a compreensão do processo de rotinização das relações de poder em Mato Grosso em parte do período que compreende a Primeira República / Abstract: The current study regards the dispute for power and the routine political practices in Mato Grosso State between the years of 1889 and 1917. It tries, more specifically, to help better understanding the constitutive aspects of the political culture and the ways political performances were presented in the aforementioned State since the time monarchy was replaced by the federative regime. The period was highlighted by great instability and political disputes involving power control. It led to consecutive interruptions on the State President's mandates and to armed confrontations organized by party factions that aimed to gain the political control of Mato Grosso State by any means and regardless the reactions from those who saw themselves as put aside of the power. Thus, the analysis designed in the current study aims to favor the understanding of specificities inherent to this instability scenario and, further on, to the comprehension of the routine process regarding power relationships in Mato Grosso within the First Republic period / Resumen: El presente estudio se refiere a las luchas de poder y la rutinización de las prácticas políticas en Mato Grosso, entre los años 1889 a 1917. Esto, más específicamente, para permitir la comprensión de los aspectos constitutivos de la cultura política y las formas de manifestación de la formulación de políticas en ese Estado por el paso del régimen de la monarquía a la federal, en un período marcado por una gran inestabilidad, en que las disputas políticas, que involucran el control de mando, llevaron a sucesivas interrupciones de los mandatos de Presidentes de Estados, los enfrentamientos armados, organizados por las facciones partidistas que querían tomar para sí el control político del Estado de Mato Grosso a cualquier precio, y la reacción de los que creían a sí mismos apartados del poder. Por lo tanto, el análisis esbozado aquí busca propiciar el entendimiento de las especificidades inherentes a este escenario de inestabilidad y, posteriormente, la comprensión de la rutinización de las relaciones de poder en Mato Grosso durante parte del periodo que comprende la Primera República / Doutor

Page generated in 0.0493 seconds