• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 385
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 388
  • 198
  • 126
  • 77
  • 65
  • 60
  • 47
  • 36
  • 36
  • 34
  • 29
  • 28
  • 27
  • 26
  • 25
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Coagulo fibrotico : nova causa de retenção de fragmentos pos leoc para calculo em calice inferior renal?

Gugliotta, Antonio 05 December 1999 (has links)
Orientador: Ubirajara Ferreira / Dissertação (mestrado) - Univesidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-24T23:16:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Gugliotta_Antonio_M.pdf: 2001234 bytes, checksum: a45a872e7329fe75def2d959d8c60772 (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: Estudou-se, prospectivamente, uma população de 20 pacientes com cálculo renal, específicamente localizado no cálice inferior, tratado por meio da litotripsía extracorpórea por ondas de choque (LEGC) e que tiveram os fragmentos retidos no pólo inferior renal. Nesse estudo procurou-se a confirmação da existência de uma nova causa de retenção desses fragmentos, isto é, a formação de um coágulo fibrótico no cálice inferior impedindo a eliminação. Os pacientes com idade entre 25 e 60 anos, sendo 13 homens e 7 mulheres, sem infecção urinária, foram distribuídos de acordo com a morfologia calicial e o tamanho do cálculo. Tivemos cinco casos (25%) com cálculo < de 2 em, sendo dois com morfologia favorável (10%) e três com morfologia desfavorável (15%); 15 casos (75%) com cálculo> 2 em, sendo cinco com morfologia favorável (25%) e dez com morfologia calicial desfavorável (50%). A metodologia utilizada compreende a história clínica, a avaliação radiológica confirmando a presença de cálculo radiopaco em cálice inferior renal e o estudo da morfologia ou da anatomia calicial desse pólo inferior do rim. O resultado dessa análise apresentou 12 casos (69%) com morfologia desfavorável e 8 casos (40%) de morfologia calicial renal favorável. Todos os pacientes foram submetidos a litotripsia extracorpórea por ondas de choque, com o mesmo litotridor Phillips-Dornier MFL5000, com duas ou tres sessões, n° de ondas de chóque até 3.000 por sessão e com potência das ondas entre 19 e 27 KV (mediana = 23). Seguimento semanal dos doentes com Rx simples de abdome e exame clínico, durante um prazo estabelecido de três meses. Havendo retenção de fragmentos após esse período, os pacientes foram subm~tidos à punção percutânea do rim para retirada desses fragmentos de cálculo e também de um tecido móle, aglomerando os fragmentos e enviado à exame histopatológico. Em 12 casos (60%) o material analisado pela histologia revelou tecido fibrótico, coágulo sanguíneo e tecido de granulação. Esse material chamado de coágulo fibrótico foi encontrado em nove dos 15 pacientes com cálculo> de 2 em, sendo sete (35%) com morfologia calicial desfavorável e em dois (10%) pacientes com morfologia calicial favorável. Dos cinco com cálculo < 2 em apenas três apresentaram coágulo fibrótico, sendo dois (10%) com morfologia calicial desfavorável e um (5%) com morfologia calicial favorável. Podemos concluir que a presença de coágulo fibrótico no sistema calicial inferior provocado pela LEOC, no tratamento de cálculo no pólo inferior renal, tem uma importância clínica (12 pacientes ou 60%) na retenção de fragmentos, associada principalmente à morfologia calicial desfavorável e menos ao tamanho do cálculo / Abstract: A prospective study was conducted with a sample of 20 patients presenting renal calculi specifically located in the lower calyx, treated with extracorporeal shock waves lithotripsy (ESWL), who presented fragments left behind in the lower pole ofthe kidney. In this study, we tried to confirm if there is a new reason for the existence of these residual fregments, that is, the formation of a fibrous caogulum in the lower calyx, not allowing fragments to be eliminated. Patients aged 25-60 years (13 males and 7 females), not presenting kidney side preference or urinary tract infection, were distributed according to the calyceal morphology and calculi size,as follows: 5 cases (25%) with calculi smaller than 2 em, being 2 with a favorable calyceal morphology (10%) and 3 with an unfavorable calyceal morphology (15%); 15 cases (75%) with calculi larger than 2 em, 5 ofthem with a favorable morphology (25%) and 10 with unfavorable calyceal morphology (50%). The methodology used consists of clinical history and radiological assessment. The results of this analysis were: 12 cases(60%) with unfavorable calyceal morphology and 8 cases (40%) with favorable calyceal morphology. All patients were submitted to extracorporeal shock wave lithotripsy on the same Phillips-Domier ML 5000 lithotriptor for two or three sessions, with a number of shock waves up to 3000 per session and wave power between 19 and 27 kV (median =23). A weekly follow-up of the patients was conducted with standart abdominal X-ray and clinical exams during an established period of ~ months. If after this period, patients had residual fragments, they were submitted to a kidney percutaneous puncture to remove the calculi fragments, as well as a cluster of soft t~nder tis sue, which was then sent to histopathological examination. In 12 cases(60%), the material analyzed by histology revealed fibrous tissue, blood clot and granulation. This material, called fibrous coagulum, was found in 9 of the 15 patients with calculi larger than 2 em, being 7 (75%) with an unfavorable calyceal morphology and 2 (10%) with favorable calyceal morphlogy. From the 5 patients with calculi smaller than 2 em, only 3 presented fibrous coagulum, being 2 (10%) with an unfavorable calyceal morphology and 1 (5%) with a favorable morphology. We can conclude that the presence of fibrous coagulum in the lower calyceal system caused by ESWL in the treatment of lower pole calculi has a significant relevance (12 patients,or 60%) in the occurrence ofresidual fragments associated with unfavorable calyceal morphology / Mestrado / Mestre em Cirurgia
2

Nofrolitotomia anatrofica simplificada

Castilho, Lísias Nogueira 10 February 1988 (has links)
Orientador: Nelson Rodrigues Netto Jr / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-15T11:01:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Castilho_LisiasNogueira_M.pdf: 738620 bytes, checksum: 6220d91e82f2efbe770073c15a82c3b9 (MD5) Previous issue date: 1988 / Resumo: Descrevemos uma sistematização simplificada da técnica de nefrolitotomia anatrófica no tratamento de 9 pacientes potadores de 12 unidades renais com calculo coraliforme, com idade média de 40 anos e proporção mulher/homem de 3,5:1. As principais modificações introduzidas em relação à técnica original de Smith e Royce (1968) são: 1- A não utilização de injeção vascular de corantes para definir os limites entre os lobos anterior e posterior do rim. 2- Clampeamentode todo o pediculo renal. 3- Abertura de todos os infundíbulos caliciais, estenóticos ou não. 4- A não realização de calicoplastias e calicorrafias na tentativa de melhorar a drenagem intra-renal. 5- Revisão da hemostasia após o desclampeamento vascular com parenquima ainda aberto. 6- A não utilização de derivação urinária. O tempo médio de seguimento foi de 16 meses e os resultados obtidos quanto a tempo de cirurgia (média de 204min.), tempo de isquemia ( média de 61 min.), transfusão de sangue (2 unidades em 9 pacientes), complicações (22%), litíase residual (11 %), litiase recorrente (zero), mortalidade (zero) e internação pós-operatória (média de 7 dias) são semelhantes aos de outros autores que empregam a técnica original. / Abstract: We describe a simplified sistematization of the anatrophic neprolithotomy technique in the treatment of 9 patients with 12 renal units with staghorn calculus, with an average age of 40 years and woman/man ratio of 3,5:1. The main changes introduced in relation to the original Smith and Boyce technique (1968) are: 1- Non-utilization of vascular injection of dyes in order to determine the limits between anterior and posterior renal segments. 2- Clamping of the whole renal pedicle. 3- Opening of all the calyceal infundibulum, stenotic or not. 4- Non-realization of calycoplasties or calyorrhaphies as an attempt to improve the intra-renal drainage. 5- Review of hemostasis after the release of the vascular clamp, prior to renal closure. 6- Non-utilization of urinary derivation. The average time of follow-up was 16 months and the final results referring to the time of surgery (average 204 min.), ischemic period (average 61 min.), blood transfusion (2 units for 9 patients), complications (22%), residual lithiasis (11%), recurrent lithiasis (zero), mortality (zero) and post-operatory stay (average 7 days) are similar to the results of other authors who practice the original technique. / Mestrado / Mestre em Medicina
3

Estudo comparativo do uso de epiploon, telas de nailon e vicril no tratamento do trauma renal em cães

Campione, Filippo 06 November 1995 (has links)
Orientador: Mario Mantovani / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-20T17:52:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Campione_Filippo_M.pdf: 3976016 bytes, checksum: db53da7deddc2da695c5ec0388f315b7 (MD5) Previous issue date: 1995 / Resumo: O objetivo do presente trabalho foi a comparação da evolução imediata e tardia nos traumas renais produzidos em cães, usando-se para a sua reparação quatro métodos: apenas trauma renal (grupo A), colocação de epíplon (grupo B), uso de tela de náilon (grupo C), uso de tela de vicril (grupo D). Foram estudados 40 cães, divididos em 4 grupos de 10 cada, no biotério da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade São Francisco. Após a realização desta técnica, os cães do grupo A e B morreram nas primeiras 42 horas, alguns do grupo C morreram nos primeiros dias por complicações infecciosas; os demais do grupo C como também os do grupo D, foram sacrificados no 85° dia, retirando-se o rim traumatizado e o rim normal, sendo posteriormente estudados macro e microscopicamente. Este estudo foi efetuado no departamento de Patologia da Universidade São Francisco. Os resultados encontrados foram: os cães do grupo A e B (sem utilização da tela) tiveram óbito nos pós-operatório imediato por choque hemorrágico, mostrando que o método de tratamento foi ineficiente e os cães do grupo C e D, em que se" utilizou tela, os resultados foram melhores. Na fase inicial, os resultados dos cães com o uso de tela de vicril (grupo D) são melhores quando comparados aos cães em que se usou náilon (grupo C); entretanto, na fase tardia esses resultados são semelhantes. O estudo microscópico nos rins em que se USObl te}a de náilon (grupo C) mostrou maior fibrose, granulo mas de corpo estranho na cápsula, quando comparados aos cães em que se usou vicril (grupo D). No local do parênquima renal não houve diferenças significantes. Pode-se concluir então que uso de vicril propicia melhor hemostasia, menos aderências, fibrose e não deixa grandes seqüelas no rim / Abstract: The purpose of this research was to compare the immediate and later development of renal traumas occurring in dogs using, for their simulation, four methods; only renal trauma (Group A), the insertion of epiploon (Group B), use of a nylon membrane (Group C) and use of a vicryl membrane (Group D). 40 dogs were studied, divided in four groups of ten each, in the vivarium of the Faculty of Medical Sciences, São Fransisco University, Bragança Paulista, São Paulo State, Brazil. Following the carrying out of the techniques the dogs in Groups A and B died in the first 42 hours, some dogs in Group C died during the first days due to infection complications and the rest of this group plus those in Group D were put down on the 85th day at which time the traumatised kidney and the contra lateral were removed, being studied macro and t11icroscopically thereafter. This analysis was carried out in the department of Pathology of the University of São Fransisco. The results obtained were that the dogs in Group A and B (without using the membrane) died immediately post operation due to hemorrhagic shock, showing that the method of treatment was inefficient as the results for the dogs in Groups C and D, in which the membrane was used, were better. The results in the initial phases using the vicryl.membrane (Group D dogs) were better when I compared to the use of nylon (Group C dogs), although in the later phases these results were similar. Microscopic studies of the kidneys in which nylon was used (Group C) showed more fibrosis and granules of foreign bodies in the capsule when compared with the dogs in which vicryl was used (Group D). In the parenchyma kidney area no great differences were identified. It can therefore be concluded that the use of vicryl propitiates better homeostasis, better adhertion, fibrosis and also does not cause large consequences in the kidney / Mestrado / Mestre em Cirurgia
4

Avaliação ultra-sonográfica das alterações morfovolumétricas do trato urinário alto em gestantes normais

Bazzo, Jorgete Maria Buso 10 December 2012 (has links)
Resumo: O objetivo deste trabalho é avaliar as alterações morfovolumétricas renais em 112 gestantes, sem intercorrências clinicas, do ambulatório de pré-natal do Hospital de Clinicas da Universidade Federal do Paraná, com idade gestacionais entre 15 e 40 semanais. Avaliamos para grupo controle, 60 mulheres não grávidas, no menacme e sem intercorrências clinicas. Foram medidos os diâmetros longitudinal, ântero-posterior e transversal dos rins, através do exame ultra-sonográfico com posterior cálculo dó volume pela fórmula da elipsóide. Nos casos em que foram detectadas dilatações dos sistemas coletores renais, procedeu-se as medidas segundo a técnica utilizada para as medidas renais, e o volume da estase urinária, também foi calculada pele fórmula da elipsóide. Comparamos os valores obtidos da análise renal das gestantes da primeira e segunda metade da gestação e observamos aumento significativo do volume médio renal direito (p>0,005) na segunda metade da gestação. Os resultados das análises renais das mulheres grávidas comparados ao grupo controle das mulheres não grávidas mostraram aumento significativo do volume médio renal direito (p>0,005) e do esquerdo (p>0,05), nas mulheres grávidas. Observamos que 38,4% das gestantes apresentavam algum grau de dilatação do sistema coletor renal. Nas mulheres não grávidas, não foram observados sinais de dilatação do sistema coletor renal. Das gestantes com dilatação do sistema coletor renal 46,5% estavam na segunda metade da gestação e 14,8% na primeira metade. O volume médio de estase urinária direita foi de 18,4 cm3 e de 5 cm3 a esquerda. Com estas análises pudemos observar as modificações fisiológicas morfovolumétricas nos rins das mulheres grávidas, contribuindo com valores referenciais para interpretação dos exames ultra-sonográficos do trato urinário.
5

Influência dos marcadores inflamatórios sobre a evolução do estado nutricional e progressão da calcificação cardiovascular em pacientes portadores de doença renal crônica tratados por hemodiálise /

Vannini, Francieli Cristina Delatim. January 2012 (has links)
Orientador: Pasqual Baretti / Banca: Adriano Amiratti / Banca: Aline de Araujo Antunes / Banca: Luis C. Martins / Banca: Jacqueline Costa Teixeira Caramori / Resumo: As doenças cardiovasculares são a causa mais frequente de morte em pacientes em hemodiálise (HD). A calcificação vascular (CV) é extremamente comum nesses pacientes, e está associada com vários desfechos clínicos, como isquemia cardíaca e mortalidade cardiovascular. A CV está associada com fatores de risco tradicionais como aterosclerose, idade, hipertensão arterial, diabetes mellitus (DM) e dislipidemia, e a fatores de risco não tradicionais, como inflamação, hiperfosfatemia e hiperparatireoidismo. Este estudo de coorte prospectivo observacional teve como objetivo avaliar em pacientes em HD a presença e progressão da CV e a evolução nutricional, assim como identificar variáveis associadas com a progressão da CV e depleção do estado nutricional. Também foi determinado, após 24 meses, o impacto da CV e de variáveis clínicas, demográficas e nutricionais sobre a ocorrência de eventos cardiovasculares e óbito. Quarenta e nove pacientes em HD por no mínimo 90 dias foram incluídos. Ao início do seguimento e após 12 meses foi estimado o escore de calcificação vascular (ECV) pelos métodos de Kauppila e de Adragão, assim como avaliados marcadores clínicos, nutricionais, dialíticos, bioquímicos, hemotológicos e inflamatórios. Duas análise foram realizadas, a primeira com todos os pacientes e a segunda, incluindo apenas aqueles com menos de 60 anos. O modelo de regressão logística foi utilizado para avaliar preditores independentes da presença, progressão e velocidade de progressão da CV, assim como da depleção do estado nutricional, definido pela variação negativa do ângulo de fase (Â) obtido pela biompedância ou mudança da classificação do estado nutricional de bem nutrido para desnutrido pela avaliação subjetiva global (SGA). O modelo múltiplo de regressão de Cox foi utilizado para identificar... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Cardiovascular diseases are the most frequent causes of death in hemodialysis (HD) patients. Vascular calcification (VC) is very common in these patients, and it is associated with many adverse clinical outcomes, including ischemic cardiac events and subsequent cardiovascular mortality. VC has been associated with numerous „traditional‟ risk factors to atherosclerosis such as aging, hypertension, diabetes or dyslipidemia, as well as with „nontraditional‟ risk factors, such as inflammation, hyper phosphatemia, and hyperparathyroidism. This prospective observational cohort study was designed in order to evaluate HD patients regarding the presence and progression of VC, nutritional evolution, as well as to identify variables associated with VC progression rate and nutritional impairment. Also, we aimed to determine the impact of VC and nutritional characteristics on cardiovascular outcomes and death risk. Forty-nine patients on regular HD over at least 90 days were included. At baseline and after 12 months, VC scores (VCS) were estimated by Kauppila and Adragão methods; nutritional and clinical assessment were performed, dialytic, biochemical, hematologic, and inflammatory markers were obtained. After the follow-up, cardiovascular events and deaths from all causes were recorded over an additional 24 month period. Two analyses were performed, the first with all patients and the second involving those younger than 60 years old. Binary logistic regression models were constructed to evaluate independent predictors of VC presence, progression, and progression rate as well as nutritional impairment, defined by the negative variation of phase angle (A0) in the electrical bioimpedance or subjective global assessment (SGA) change from well-nourished to malnourished. The Cox proportional regression model was used to... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
6

O papel da ciclooxigenase-2, da apoptose. do fator de necrose tumoral-α e da pressão arterial na lesão renal de ratos submetidos à infusão contínua de angiotensina II /

Santin, Flávia. January 2008 (has links)
Resumo: A angiotensina II (ANGII) é um vasoconstritor, no entanto, sua atuação na inflamação tem sido estudada. A ANGII pode regular a expressão celular de citocinas e moléculas envolvidas no processo de apoptose. Objetivos: verificar o estímulo da ciclooxigenase-2, a indução de apoptose, a influência do TNF-α e pressão arterial na lesão renal por ANGII. Foram utilizados ratos Wistar, nos grupos: Grupo 1: controle, Grupo 2: ANG II, Grupo 3: ANG II + infliximabe, Grupo 4: ANG II + celecoxibe, Grupo 5: infliximabe e Grupo 6: celecoxibe. A ANGII foi administrada via mini-bomba no subcutâneo dos animais durante 72 horas, sendo então realizada a eutanásia. A pressão arterial foi aferida antes da administração dos fármacos e na eutanásia. Os rins dos animais foram colhidos para histopatologia e imunoistoquímica, avaliando-se a expressão de COX-2 e presença de caspase-3 ativa. O sangue dos animais foi colhido para dosagem de TNF-α. Concluiu-se que a ANGII promove lesões renais, independentemente dos valores da pressão arterial; ANGII associada ao celecoxibe, leva ao aumento da pressão arterial. O celecoxibe e o infliximabe não protegeram os rins contra as ações da angiotensina II. O Infliximabe causa lesões no interstício renal, e a ANGII não promove a apoptose da células renais. / Abstract: The angiotensin II (ANGII) is a vasoconstrictor, however, her action in inflammation have been studied recently. The ANGII can regulate the cellular expression of cytokines and molecules involved in apoptosis. Objectives: to verify the stimulation of cyclooxigenase-2, the presence of apoptosis, the influence of TNF-α and blood pressure in renal damage by ANGII. Wistar rats were used in the following groups: Group 1: control, Group 2: ANGII, Group 3: ANGII + infliximib, Group 4: ANGII + celecoxib, Group 5: infliximab and Group 6: celecoxib. The ANGII was infused in the animals by subcutaneous osmotic mini-pumps during 72 hours. After that, euthanasia was performed. The blood pressure was recorded before drugs administration and before the euthanasia. Histopathological and immunohistochemistry were performed in kidneys to evaluate the expression of COX-2 and the expression of active caspase-3. TNF-α concentration was determined in the blood of the animals. It was concluded that the ANGII caused renal damage, independently of blood pressure values. ANGII associated with celeboxib created a blood pressure increasing. Celecoxib and infliximab did not protect the kidneys against ANGII activities. Infliximab caused renal intersticium damage and ANGII did not caused apoptosis in kidney cells. / Orientador: Denise Saretta Schwartz / Coorientador: Luis Cuadrado Martin / Banca: Alexandra Melchert / Banca: Silvia Franco Andrade / Banca: Michiko Sakate / Doutor
7

Resultados da distribuição de rins por compatibilidade HLA na sobrevida do enxerto proveniente de doador falecido

Hermann, Karla Cusinato January 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T19:05:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000449287-Texto+Completo-0.pdf: 1220722 bytes, checksum: 847130381b149aae03742c54c7df7199 (MD5) Previous issue date: 2013 / Background : Kidney transplantation is recognized as the best form of treatment for patients needing renal replacement therapy, significantly improving the quality of life of patients and reducing mortality rates. It is known that the HLA compatibility improves the outcome of transplantations. In Rio Grande do Sul until 2001 transplant based on HLA compatibility between donor and recipient, but the results of this policy change are not yet known in the researched. Objective : Knowing the results in the researched of kidney transplants from deceased donors performed with HLA compatibility distribution as well as the association of these findings with other risk factors for graft loss and patient death. Method : A historical cohort study in a single center, involving 315 patients transplanted with kidneys from deceased donors. We evaluated the results of transplants occurred from May 2001 to May 2011 through the curves and overall survival by HLA compatibility and graft patient in 5 years, as well as analyzed the risk factors for graft loss and patient death. For survival curves, we used the Kaplan-Meier method and comparisons between them were made with the log rank test. For univariate and multivariate analysis of risk factors associated with the outcomes we used the method of Cox Regression. Results : 5-year overall survival of the graft was 69. 8% and the patient was 82. 1%. In this study could not demonstrate that HLA compatibility was a risk factor for graft loss or patient death. In multivariate analysis only recipient age was associated with death (HR 1. 033 / p = 0. 023) and graft loss was related to vascular and endocrine complicactions (HR 2. 388 / p = 0. 001 and HR 0. 283 / p = 0. 014, respectively).Conclusion : The results showed a graft survival and patient satisfaction in five years is comparable to that observed internationally. To demonstrate that the HLA can be related to graft survival and patient will need a larger sample. Vascular and endocrine complications have shown association with graft survival and recipient age was related to patient survival. / Introdução : Sabe-se que a compatibilidade HLA melhora de forma geral os resultados dos transplantes. No Rio Grande do Sul a partir de 2001 iniciou-se a transplantar baseado em compatibilidade HLA entre doador e receptor, mas os resultados desta mudança de política ainda não são conhecidos no meio pesquisado. Objetivo : Conhecer os resultados, no meio pesquisado, dos transplantes de rins provenientes de doadores falecidos feitos com distribuição conforme compatibilidade HLA, bem como a associação destes resultados com os outros fatores de risco para perda do enxerto e óbito do paciente.Método : Estudo de coorte histórica, em um único centro, envolvendo 315 pacientes transplantados com rins provenientes de doadores falecidos. Foram avaliados os resultados dos transplantes ocorridos de maio de 2001 a maio de 2011 através das curvas das sobrevidas global e por compatibilidade HLA do enxerto e do paciente em 5 anos, assim como foram analisados os fatores de risco para perda de enxerto e óbito do paciente. Para as curvas de sobrevida foi utilizado o método de Kaplan-Meier e as comparações entre elas foram realizadas com o teste Log Rank. Para as análises uni e multivariadas dos fatores de risco associados aos desfechos foi utilizado o método de Regressão de Cox. Resultados : Em 5 anos a sobrevida global do enxerto foi de 69,8% e do paciente foi de 82,1%. No meio estudado não foi possível demonstrar que a compatibilidade HLA foi um fator de risco para perda do enxerto ou óbito do paciente. Nas análises multivariadas apenas a idade do receptor mostrou-se associada ao óbito (HR 1,033/p=0,023) e a perda de enxerto foi relacionada às complicações vasculares e endócrinas (HR 2,388/p=0,001 e HR 0,283/p=0,014, respectivamente).Conclusão : Os resultados demonstraram uma sobrevida do enxerto e do paciente em 5 anos satisfatória sendo comparável ao observado internacionalmente. Para demonstrar que a compatibilidade HLA possa ter relação com a sobrevida do enxerto e do paciente será necessário uma amostra maior. As complicações vasculares e endócrinas mostraram ter associação com a sobrevida do enxerto e a idade do receptor mostrou-se relacionada à sobrevida do paciente.
8

Estudo da eficácia do ultra-som doppler colorido no diagnóstico da rejeição aguda no transplante renal

Tambara Filho, Renato, 1945- January 1994 (has links)
Orientador: Iseu de Santo Elias Affonso da Costa / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica / Resumo: Com o objetivo de avaliar a eficácia do Eco Doppler Colorido no diagnóstico da Rejeição Aguda, foram estudados 25 pacientes submetidos a transplante renal no Hospital da Santa Casa de Curitiba, entre julho de 1991 e agosto de 1993, divididos em dois grupos: o primeiro constituído por 13 transplantes que evoluíram sem complicações clínicas, denominado Grupo Controle; o 2o, denominado Grupo de Rejeição, foi constituído por 10 transplantes que tiveram confirmação histopatológica de Rejeição Aguda entre doze transplantes que evoluíram com alterações clínicas e laboratoriais suspeitas de Rejeição Aguda. Nos pacientes do Grupo Controle, as características qualitativas do Doppler foram uniformes e as artérias renal, segmentar, interlobar e arqueada apresentaram valores médios do índice de Resistência inferiores a 0,652 e do índice de Pulsatilidade inferiores a 1,440, tanto no 2o como no 14° dia de pós-operatório. Nos dez casos do Grupo de Rejeição, as características qualitativas do Doppler mostraram diminuição do fluxo diastólico de uma ou mais artérias no momento da Rejeição, e as artérias renal, segmentar, interlobar e arqueada apresentaram valores médios do índice de Resistência superiores a 0,758 e do índice de Pulsatilidade superiores a 1,635. Os dados levantados permitiram concluir que: a análise qualitativa do Doppler dos transplantes com Rejeição mostrou diminuição do fluxo diastólico de uma ou mais artérias em comparação aos transplantes sem complicações clínicas; os pacientes que evoluíram com Rejeição Aguda apresentaram aumento significativo dos índices de Resistência e de Pulsatilidade em relação aos pacientes que evoluíram sem complicações clínicas; o melhor parâmetro encontrado para o diagnóstico de Rejeição Aguda foi o índice de Resistência da artéria interlobar, que ao valor limítrofe de 0,701 demonstrou sensibilidade de 80,0, especificidade de 84,62, valor preditivo positivo de 80,0 e valor preditivo negativo de 84,62. / Abstract: To evaluate the efficacy of the color Echo Doppler in diagnosing renal allograft acute rejection, 25 patients who had undergone kidney transplantion were studied at Hospital da Santa Casa de Curitiba, between July 1991 and August 1993. The patients were divided in two groups: the first, the control group, constituted by 13 patients with no clinical post-transplant complications; the second, the rejection group, constituted by 10 patients with acute rejection confimed by histopathologic exam, out of 12 patientes with clinical and laboratory post-transplant alterations suggesting acute rejection. In patients of the control group, the Doppler qualitative characteristics were uniform and the Resistivity Index's average values for the renal, segmental, interlobar and arcuate arteries were below 0.625; and the Pulsatility Index's average values for the same arteries were below 1.440 both on the 1st and on the 14th day post-transplant. For the 10 patients in the rejection group, the Doppler qualitative characteristics showed a decrease in the diastolic flow in one or more arteries at the moment of rejection and Resistivity Index's average values for the renal, segmental, interlobar and arcuate arteries were above 0.758 and the Pulsatility Index's average values for the same arteries were above 1.635. The data collected enabled us to conclude that: the quantitative analysis of the rejection patients' Doppler showed a decrease in the diastolic flow in one or more arteries compared to the patients with no clinical complications; the patients who had acute rejection had a significant increase of both the Index of Resistivity and the Index of Pulsatility compared to patients who had no clinical complications; the best parameter for diagnosing acute rejection was the Resistivity Index of the interlobar artery which, at the threshold value of 0.701 showed a sensitivity of 80.0; a specificity of 84.62; a positive predictive value of 80,0; and a negative predictive value of 84.62.
9

Nefrectomia versus embolização após a perda do enxerto renal uma revisão sistemática com metanálise proporcional de estudos de séries de casos /

Takase, Henrique Mochida January 2017 (has links)
Orientador: Luis Gustavo Modelli de Andrade / Resumo: Introdução: Existem duas técnicas para o tratamento do enxerto renal disfuncionante: a nefrectomia e a embolização percutânea. Até o momento, não há nenhum estudo controlado randomizado comparando a efetividade das duas técnicas. Objetivo: Determinar qual a melhor técnica de tratamento para o enxerto renal disfuncionante: nefrectomia ou embolização percutânea Materiais e Métodos: Revisão da literatura e metanálise proporcional de todas as séries de casos disponíveis sobre nefrectomia e/ou embolização no transplante renal após a perda de função do enxerto. Foram comparados os grupos nefrectomia e embolização nos desfechos de mortalidade por qualquer causa e morbidade. As morbidades foram separadas em duas categorias: Morbidades comuns para nefrectomia e embolização, sangramento, infecções de feridas, septicemia, infecção pulmonar, abscessos e/ou coleções e aneurisma e morbidades específicas da embolização, síndrome pós embolização e necessidade de nefrectomia após o procedimento.Resultados: Um total de 2.421 pacientes foram incluídos nesta revisão. Destes, um total de 2.232 pacientes foram submetidos a nefrectomia, e os restantes 189 foram submetidos a embolização percutânea. A taxa de mortalidade no grupo nefrectomia foi de 4% [IC 95% 2-8%; I2 = 87%] em comparação com 0,1% [IC 95% 0,1 - 0,5%; I2= 0%] no grupo embolização. A mortalidade no grupo nefrectomia foi maior e apresentou significancia estatística, pois não houve sobreposição dos intervalos de confiança. Os dados... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Mestre
10

O papel da ciclooxigenase-2, da apoptose. do fator de necrose tumoral-α e da pressão arterial na lesão renal de ratos submetidos à infusão contínua de angiotensina II

Santin, Flávia [UNESP] 24 July 2008 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:31:23Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2008-07-24Bitstream added on 2014-06-13T18:06:52Z : No. of bitstreams: 1 santin_f_dr_botfmvz.pdf: 551149 bytes, checksum: b34b03ff0a4875c493c473ffa461cac1 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / A angiotensina II (ANGII) é um vasoconstritor, no entanto, sua atuação na inflamação tem sido estudada. A ANGII pode regular a expressão celular de citocinas e moléculas envolvidas no processo de apoptose. Objetivos: verificar o estímulo da ciclooxigenase-2, a indução de apoptose, a influência do TNF-α e pressão arterial na lesão renal por ANGII. Foram utilizados ratos Wistar, nos grupos: Grupo 1: controle, Grupo 2: ANG II, Grupo 3: ANG II + infliximabe, Grupo 4: ANG II + celecoxibe, Grupo 5: infliximabe e Grupo 6: celecoxibe. A ANGII foi administrada via mini-bomba no subcutâneo dos animais durante 72 horas, sendo então realizada a eutanásia. A pressão arterial foi aferida antes da administração dos fármacos e na eutanásia. Os rins dos animais foram colhidos para histopatologia e imunoistoquímica, avaliando-se a expressão de COX-2 e presença de caspase-3 ativa. O sangue dos animais foi colhido para dosagem de TNF-α. Concluiu-se que a ANGII promove lesões renais, independentemente dos valores da pressão arterial; ANGII associada ao celecoxibe, leva ao aumento da pressão arterial. O celecoxibe e o infliximabe não protegeram os rins contra as ações da angiotensina II. O Infliximabe causa lesões no interstício renal, e a ANGII não promove a apoptose da células renais. / The angiotensin II (ANGII) is a vasoconstrictor, however, her action in inflammation have been studied recently. The ANGII can regulate the cellular expression of cytokines and molecules involved in apoptosis. Objectives: to verify the stimulation of cyclooxigenase-2, the presence of apoptosis, the influence of TNF-α and blood pressure in renal damage by ANGII. Wistar rats were used in the following groups: Group 1: control, Group 2: ANGII, Group 3: ANGII + infliximib, Group 4: ANGII + celecoxib, Group 5: infliximab and Group 6: celecoxib. The ANGII was infused in the animals by subcutaneous osmotic mini-pumps during 72 hours. After that, euthanasia was performed. The blood pressure was recorded before drugs administration and before the euthanasia. Histopathological and immunohistochemistry were performed in kidneys to evaluate the expression of COX-2 and the expression of active caspase-3. TNF-α concentration was determined in the blood of the animals. It was concluded that the ANGII caused renal damage, independently of blood pressure values. ANGII associated with celeboxib created a blood pressure increasing. Celecoxib and infliximab did not protect the kidneys against ANGII activities. Infliximab caused renal intersticium damage and ANGII did not caused apoptosis in kidney cells.

Page generated in 0.0485 seconds