• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1917
  • 1
  • Tagged with
  • 1918
  • 1918
  • 1094
  • 846
  • 625
  • 585
  • 403
  • 362
  • 245
  • 220
  • 192
  • 188
  • 170
  • 160
  • 145
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

"NÃo sei assim direito como Ã, eu sà sei que à AIDSâ: incentivos e barreiras ao teste de HIV/AIDS entre profissionais do sexo. "I do not know so right how, I just know it's AIDS": incentives and barriers to testing of HIV / AIDS among sex workers.

Renata Mota Rodrigues Bitu Sousa 6 August 2013 (has links)
nÃo hà Early diagnosis of HIV in Brazil still represents a challenge. It is estimated that about 30% of people living with HIV do not know their HIV status. 43% of the population comes to health services with late diagnosis in clinical conditions as AIDS-related. In this scenario, female sex workers - SW, are considered the most vulnerable, with HIV prevalence rate of 4.8%, while among women in the general population, the prevalence is 0.4%. Thus, the aim of this work was to understand what incentives and barriers that involve performing diagnostic testing of HIV among female sex workers in the city of Fortaleza, CearÃ. It built an analysis of their realities which tried to contribute to the reduction of vulnerabilities associated with HIV/AIDS infection. We used a qualitative approach using the methodology "Rapid Assessment" (RA) from the anthropological presuppositions. We conducted interviews with 36 SW women, field observation, and document analysis. The decision to perform an HIV test is determined by the intersection of individual, social, programmatic factors, linked to social inequalities. The disconnection between common sense and scientific knowledge, linked to the influence of religious beliefs, constituted as a barrier to testing. The prenatal was configured as a process that enables the test but does not encourage its regularity in non-pregnant time. Most respondents spoke of continued use of condom with their clients, however, do not use it with their steady partners. Women often want to do the test, however the main barrier is the difficulty of access to services. The integration of the populations most vulnerable to HIV in health care depends on the mode of organization of the health system. It is necessary to consider their demands and needs, strategically and collectively with their users. O diagnÃstico precoce do HIV no Brasil ainda se configura como um desafio. Estima-se que cerca de 30% das pessoas que vivem com o vÃrus nÃo conhecem sua sorologia; 43% da populaÃÃo chega aos serviÃos de saÃde com diagnÃstico tardio, em condiÃÃes clÃnicas jà relacionadas à aids. Neste cenÃrio, mulheres profissionais do sexo â PS - sÃo consideradas mais vulnerÃveis com taxa de prevalÃncia do HIV de 4,8%, enquanto que entre mulheres na populaÃÃo em geral, a prevalÃncia à de 0,4%. Deste modo, objetivou-se compreender os incentivos e as barreiras que envolvem a realizaÃÃo do teste de diagnÃstico do HIV entre mulheres profissionais do sexo na cidade de Fortaleza, CearÃ, Brasil. Foi construÃda uma anÃlise de suas realidades que buscou contribuir para reduÃÃo das vulnerabilidades associadas à infecÃÃo pelo HIV/Aids. Utilizou-se abordagem qualitativa por meio da metodologia âRapid Assessmentâ(RA), a partir dos pressupostos antropolÃgicos. Realizaram-se entrevistas junto a 36 mulheres PS, observaÃÃo do campo e anÃlise de documentos. A decisÃo de realizar o teste de HIV à determinada pelo cruzamento de fatores individuais, sociais, programÃticos, ligados Ãs desigualdades sociais. A desconexÃo entre senso comum e conhecimento cientÃfico, atrelada à influÃncia de crenÃas religiosas, se constituiu como barreira à realizaÃÃo do teste. O prÃ-natal se configurou como processo que possibilita a realizaÃÃo do teste, mas nÃo incentiva a sua regularidade fora do perÃodo gestacional. A maioria das entrevistadas afirmou o uso contÃnuo do preservativo com seus clientes, no entanto, nÃo utilizava com seus parceiros fixos. Em geral, as mulheres desejam realizar o teste, no entanto a principal barreira tem sido a dificuldade de acesso aos serviÃos. A integraÃÃo das populaÃÃes mais vulnerÃveis ao HIV nos serviÃos de saÃde depende do modo de organizaÃÃo do sistema de saÃde. Faz-se necessÃrio considerar suas demandas e necessidades, de forma estratÃgica e coletiva com as prÃprias usuÃrias.
2

Dialogismo e arte na gestÃo em saÃde: a perspectiva popular nas cirandas da vida em Fortaleza-CE El dialogismo y el arte en la gestiÃn de la salud: una perspectiva sobre torniquetes populares de la vida en Fortaleza

Vera LÃcia de Azevedo Dantas 30 October 2009 (has links)
CoordenaÃÃo de AperfeiÃoamento de Pessoal de NÃvel Superior Este estudo à fruto da caminhada dos atores e atrizes populares que protagonizam as Cirandas da Vida em Fortaleza-CE, e insere-se no contexto de uma gestÃo pÃblica municipal, buscando fazer o movimento dialÃtico de desvelar o mundo, com base na aÃÃo-reflexÃo-aÃÃo. Dessa forma, propÃe-se a apreender nessa experiÃncia, como se expressam o dialogismo e a arte, na gestÃo em saÃde, buscando a perspectiva popular; capturar o modo como a populaÃÃo expressa sua histÃria de luta, mediante as linguagens da arte; identificar como a luta pelo direito à saÃde à expressa nas rodas das Cirandas, em seus enfrentamentos com a esfera institucional; analisar como os atores populares se inserem na formulaÃÃo de polÃticas de saÃde, a partir dessas rodas; e compreender como os diferentes grupos geracionais expressam suas leituras da realidade, no dialogismo vivido no contexto da gestÃo em saÃde. Para traÃar esses caminhos, propusemos a pesquisa-aÃÃo como percurso metodolÃgico e ousamos construir uma proposta que cunhamos de Ciranda de Aprendizagem e Pesquisa em cuja abordagem multirreferencial, envolvemos atores populares â os cirandeiros â que constituÃram o grupo sujeito deste estudo, protagonistas da produÃÃo do conhecimento nessa vivÃncia de prÃxis grupal. O estudo traz como categorias-chaves, as situaÃÃes-limite apontadas pela populaÃÃo, bem como os atoslimite para os enfrentamentos do princÃpio de comunidade e a esfera institucional. As sinfonias que apresentamos, trazem, harmonias e contrapontos, como espaÃo polifÃnico do dizer das culturas humanas e tambÃm revelam desafios. Um deles à o de se constituir na gestÃo em saÃde um caminho de intersetorialidade, capaz de comportar a perspectiva popular onde a arte se apresenta como potÃncia e devir social. O trabalho com a humanizaÃÃo nos revela a necessidade de fazer dialogar os trabalhadores da saÃde e da gestÃo, com os saberes da experiÃncia popular sobre o cuidado em saÃde articulando redes de conversaÃÃo que incluem prÃticas de cuidado e chamam a dimensÃo da integralidade. A interface entre promoÃÃo à saÃde e a educaÃÃo escolar como forma de se aproximar da vida no territÃrio dà o tom do dialogismo entre educaÃÃo e gestÃo em saÃde, mediado pela arte e a educaÃÃo popular. A juventude em conflito com a lei revela a omissÃo do Estado cujas lacunas vÃo sendo supridas pelo princÃpio de comunidade em um contexto do diÃlogo intercultural, como forma de romper com o silenciamento dessa juventude e promover suas potÃncias com base em formas de cultura e linguagens da arte. A arte em sua polifonia e as redes sociais revelam sua potÃncia nos processos de mobilizaÃÃo e de inclusÃo social. As dimensÃes pedagÃgicas da experiÃncia das Cirandas da Vida traÃam saberes e possibilidades que revelam, no dialogismo da gestÃo, o desejo dos artistas populares, de se dizer como sujeitos histÃricos das aÃÃes de promoÃÃo da saÃde. Por seu lado, a âcenopoesiaâ, como linguagem da arte trabalhada pelo movimento popular, nos impulsiona para as possibilidades do diÃlogo entre as diversas linguagens da arte. As aÃÃes de gÃnero referendam a corresponsabilizaÃÃo coletiva articulando dimensÃes subjetivas e polÃticas. A experiÃncia com aÃÃes de economia solidÃria e saÃde parece nos apontar caminhos do dialogismo entre o princÃpio de comunidade e o princÃpio de mercado, revelando-nos o valor da solidariedade e o compartilhamento das experiÃncias na luta pelo acesso, nÃo sà ao sistema de saÃde local, mas tambÃm Ãs polÃticas sociais de maneira mais geral. O arcabouÃo burocrÃtico do Estado tem-se feito barreira à inclusÃo das organizaÃÃes populares na efetivaÃÃo de polÃticas pÃblicas. Para os cirandeiros e cirandeiras, a sua inserÃÃo no campo da gestÃo e, ao mesmo tempo, no campo da militÃncia nos movimentos populares pareceu-nos, um modo de dizer concreto que o saber e a experiÃncia popular nÃo pode ser desperdiÃada na gestÃo. A inclusÃo das Cirandas como roda da educaÃÃo popular na Teia de CogestÃo da Secretaria Municipal de SaÃde e, consequentemente, no espaÃo de tomada de decisÃo polÃtica, revela potencialidades e desafios como espaÃo instituinte onde o princÃpio de comunidade busca efetivar transformaÃÃes reais, ao realizar, como vimos, âmovimentos em potÃncia para exercer o seu protagonismoâ como modo tambÃm de contribuir para a formulaÃÃo de polÃticas. This study is a result of walking the actors and actresses who systematize Cirandas da Vida, in Fortaleza city, and falls within the context of public management, trying to make the dialectical movement of unveiling the world, based on action-reflection-action. Thus, itâs proposed to capture this experience, as express dialogism and art, in health management, searching a perspective popular; capture the way people express their history of struggle by means ofthe languages of art; identifying how the struggle for the right to health is expressed in Cirandaâs wheels, in their confrontations with the Institutional Sphere; Analyzing how the popular actors is inserting at formulation of health policies, as these wheels, and understand how the different groups express their generational readings of reality, in the lively dialogue in the context of health management. To trace these paths, we have proposed action-research as a methodological approach and dare to build a proposal that we named to Ciranda de Aprendizagem e Pesquisa, in which multi-referential approach involves popular actors â os cirandeiros - which were the subject of this thesis-study, the protagonists of knowledge production in this experience of practice group. The study has as key categories, limit the situations identified by the population and acts to confrontations limit with the principle of community and Institutional Sphere. The Symphonies we present, bring harmonies and counterpoints, such as polyphonic human cultures space and also reveal challenges. One of those is construction in health management an intersectoral way, able to accommodate the perspective where popular art is presented as power and instrument social. Humanization working reveals us the need to talk to health workers and management, with experience of popular knowledge about the health care linking networks of conversation that include health care practices and call dimension of integration. The interface between health promotion and education as a way of approaching life within the tone of the dialogue between education and health management, mediated by art and popular education. The youth conflict with the law reveals the failure of the state whose gaps are being met by principle of community in a context of intercultural dialogue as a intercultural means of break with the youthâs silencing and promote their powers based on forms of culture and languages of art. The art in its polyphony and social networks show its power in mobilization process of and social inclusion. The pedagogical dimensions of the experience of Cirandas da Vida mapping knowledge and possibilities that show, dialogue management, the desire of popular artists, as historical subjects, saying of the actions of health promotion. By turn, the "cenopoesia" as the language of art crafted by the popular movement, leads us to the possibilities of dialogue between the various artâs languages. Genderâs actions endorse the collective-responsibility articulating subjective and political dimensions. The experience with economy solidarity actions of health seems to point us in the path of dialogue between the principle of community and principle of the market, revealing us the value of solidarity and sharing of experiences in the struggle for access, not only to the local health system, but also social policy more generally. The state bureaucratic framework has made barrier of resistance to including popular organizations in effecting public policy. To Cirandeiros and Cirandeiras, this insertion in the management field, and the while in the militancy field of popular movements, seemed to us, a concrete way to say that popular knowledge and experience people can not be wasted in management. The Cirandaâs inclusion as popular education wheels in Teia de CogestÃo da Secretaria Municipal and therefore the space-making policy-making, reveals potentials and challenges as instituting space where communityâs principle is searching effecting real change, to make as we have seen, âpower movements to exercise its roleâ as a way also to contribute to policy brief.
3

PadrÃes de comprometimento neural, limitaÃÃo de atividade, participaÃÃo social e fatores associados nas pessoas em pÃs alta de hansenÃase nos anos de 2004 â 2009, AraguaÃna - TO Patterns of neural impairment, activity limitation, participation and social factors associated in people at high post of leprosy in the years 2004 - 2009, AraguaÃna - TO

Lorena Dias Monteiro 1 October 2012 (has links)
The neural damage is one of the main factors contributing to disability in leprosy. Systematic monitoring is needed, using an integrated approach including physical, psychological and social aspects. The aim of this study is to characterize the patterns of neural impairment, activity limitation, social participation and associated factors in individuals after release from leprosy treatment in AraguaÃna (Tocantins state), a hyperendemic municipality for the disease. In a cross-sectional study we evaluated individuals who were released as cured from treatment between 2004 and 2009. Dermatological examination was performed, and, characterization of functional impairment, activity limitation and restriction of social participation were described. A total of 282 participants (mean age: 45.8 years) were included. The most frequent clinical form was paucibacillary leprosy (170; 60.3%). Physical disabilities occurred more frequently after discharge, in 83 (20.6%) cases. At diagnosis, visible impairments were 1.7 more common in males (p = 0.166). There was a significant association between physical disabilities and both multibacillary disease (p <0.001) and occurrence of leprosy reactions (p <0.001). From diagnosis to release from treatment, physical disabilities worsened in 6.7%, whereas in the period after release from treatment, physicial disabilities worsened in 25.1% participants. The eye, hand and foot score ranged from 0 to 12 (mean: 0.7; median: 0). A total of 84 (29.8%) participants showed any degree of activity limitation. A light restriction in social participation occurred in 18 (6.3%) cases. There was a significant correlation of activity limitation with older age (r = 0.40, p <0.0001) and with the degree of functional limitation (r = 0.54, p <0.0001), and of social participation restriction with activity limitation (r = 0.56, p <0.0001) and functional limitation (r = 0.54, p <0.0001). There was a high prevalence of neural and sensory loss, significantly associated with sociodemographic and clinical variables (p <0.0001). After release from MDT, there is a need for systematic monitoring of leprosy-affected individuals who are no longer considered as diseased by medical records, in order to prevent disease-specific sequels, reduce functional limitation, and increase social participation. Os danos neurais estÃo entre os principais fatores que contribuem para incapacidade fÃsica na hansenÃase, sendo necessÃrio monitoramento sistematizado com abordagem ampla nos aspectos fÃsicos, psicolÃgicos e sociais. O objetivo desse estudo foi caracterizar os padrÃes de comprometimento neural, limitaÃÃo de atividade, participaÃÃo social e seus fatores associados nas pessoas em pÃs alta de hansenÃase, AraguaÃna - To, um municÃpio hiperendÃmico para a doenÃa. Fez-se um estudo transversal onde se avaliou os casos em alta por cura entre 2004 e 2009. Realizou-se exame dermatoneurolÃgico, caracterizaÃÃo da limitaÃÃo funcional, limitaÃÃo de atividade e restriÃÃo da participaÃÃo social. Um total de 282 participantes (mÃdia de idade: 45,8 anos) foi incluÃdo no estudo. As formas clÃnicas paucibacilares foram mais frequentes (170; 60,3%). As incapacidades fÃsicas ocorreram em maior proporÃÃo no perÃodo pÃs alta, e afetou 83 (20,6%) casos. Houve associaÃÃo entre incapacidades fÃsicas com formas multibacilares (p<0,001) e com episÃdios reacionais (p<0,001). No diagnÃstico, a ocorrÃncia de deformidades foi 1,7 vezes maior nos homens, mas essa diferenÃa nÃo se mostrou significante (p=0,166). Entre o diagnÃstico e a alta houve piora do grau de incapacidade fÃsica em 6,7% das pessoas. Entre a alta e o pÃs alta a piora foi mais expressiva e chegou a 25,1%. O escore olho, mÃo e pà variou de 0 a 12 (mÃdia: 0,7; mediana: 0). Um total de 84 (29,8%) pessoas apresentou limitaÃÃo de atividades. Uma leve restriÃÃo à participaÃÃo social foi verificada em 18 (6,3%) casos. Houve correlaÃÃo significante da limitaÃÃo de atividade com idade mais avanÃada (r=0,40; p<0,0001) e com o grau da limitaÃÃo funcional (r=0,54; p<0,0001), e da restriÃÃo à participaÃÃo social com a limitaÃÃo de atividade (r=0,56; p<0,0001) e com a limitaÃÃo funcional (r=0,54; p<0,0001). Houve elevada prevalÃncia de comprometimento neural e sensitivo e uma forte associaÃÃo das variÃveis sociodemogrÃficas e clÃnico epidemiolÃgicas com incapacidades fÃsicas (p<0,0001). ApÃs a alta da poliquimioterapia hà a necessidade de monitoramento sistematizado dos casos que saÃram do registro ativo, de forma a prevenir sequelas especificas da doenÃa, reduzir a limitaÃÃo funcional, e aumentar a participaÃÃo social.
4

Health and school: the construction of an intervention project SaÃde e escola: a construÃÃo de um projeto de intervenÃÃo

JoverlÃndia dos Santos Mota 26 September 2016 (has links)
The school is an important space for the development of health promotion actions, it is what the studies say when discussing the relationship between health and school. By reading in scientific productions dealing with the matter, it was observed that health education activities developed at school were not according to the actual needs of the territory, because they were punctual, without systematic planning of activities and students, targets of health education actions were passive agents and information receivers. Given this diagnosis, the objective of this study was to develop and implement an intervention project, focusing on the component II of the School Health Program, at a school in the city of Caucaia- CE. Intervention study with a qualitative approach, whose theoretical framework for the methodology was Community - based participatory research - CBPR. Meetings were held to identify partners and formalize the partnership. Group members identified the potential and limitations of the territory, established the theme teenage pregnancy as a priority for intervention, made a critical reflection on the subject and determined the strategy for the development of intervention. After the completion of the CBPR stage, a conversation circle for analysis of continuity and sustainability of this intervention was performed. The data produced were organized, categorized into main themes and faced with the literature on the subject. For students participating students participating category learning prevailed in the speeches of its assessment of the intervention. Also, we observed the presence of empowerment as group member. The interaction established between health and school in this study contributes to the exchange of ideas and the strengthening of the bond. A escola à um espaÃo importante para o desenvolvimento de aÃÃes de promoÃÃo da saÃde, à o que afirmam os estudos quando discutem a relaÃÃo entre a saÃde e a escola. AtravÃs da leitura em produÃÃes cientificas que tratam do assunto, observou--se que as aÃÃes de educaÃÃo em saÃde desenvolvidas na escola nÃo estavam de acordo com as reais necessidades do territÃrio, porque elas eram pontuais, sem planejamento sistematizado das atividades e os alunos alvos das aÃÃes de educaÃÃo em saÃde, eram agentes passivos e receptores de informaÃÃes. Diante desse diagnÃstico, o objetivo desse estudo foi elaborar e aplicar um projeto de intervenÃÃo, com foco no componente II, do Programa SaÃde na Escola, em uma escola do municÃpio de Caucaia - CE. Estudo de intervenÃÃo, com abordagem qualitativa, cujo referencial teÃrico para a metodologia foi Community â based participatory research - CBPR (Pesquisa Participativa Baseada na Comunidade). Foram realizados encontros para a identificaÃÃo de parceiros e de formalizaÃÃo da parceria. Os participantes do grupo identificaram as potencialidades e as limitaÃÃes do territÃrio, estabeleceram o tema gravidez na adolescÃncia como prioritÃrio para intervenÃÃo, realizaram uma reflexÃo crÃtica sobre o tema e determinaram a estratÃgia para o desenvolvimento da intervenÃÃo. Foi realizada uma roda de conversa para anÃlise da continuidade e da sustentabilidade dessa intervenÃÃo. Os dados produzidos foram organizados, categorizados em temas principais e confrontados com a literatura que trata do assunto. Para os alunos participantes a categoria aprendizado predominou nas falas de sua avaliaÃÃo da intervenÃÃo. TambÃm, observou-se a presenÃa do empoderamento como elemento do grupo. A interaÃÃo estabelecida entre a saÃde e a escola nesse estudo contribuiu para a troca de ideias e o fortalecimento do vÃnculo.
5

The regionalization of access to health: facilitating flows or building barriers? A regionalizaÃÃo do acesso a saÃde: facilitando fluxos ou construindo barreiras?

Suzyane CortÃs Barcelos 19 August 2016 (has links)
FundaÃÃo Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Cientifico e TecnolÃgico CoordenaÃÃo de AperfeÃoamento de Pessoal de NÃvel Superior Desde a consolidaÃÃo do Sistema Ãnico de SaÃde (SUS), hà um empenho de forÃas polÃticas e tÃcnicas em concretizar arranjos organizativos que expressem o desenho mais adequado para efetivar o acesso à saÃde em territÃrios com limites geogrÃficos continentais, como o do Brasil. PorÃm, historicamente, ao nos centrarmos nos trajetos assistenciais de usuÃrios que necessitam migrar da atenÃÃo bÃsica (AB) para a atenÃÃo especializada (AE), à perceptÃvel uma persistente departamentalizaÃÃo dos serviÃos de saÃde, o que fragiliza a integralidade da atenÃÃo e os fluxos dos usuÃrios. Dessa forma, o Estado tem investido na regionalizaÃÃo da saÃde como potente estratÃgia para aumentar o alcance dos serviÃos ofertados, de forma a atender Ãs necessidades dos usuÃrios com maior qualidade e menor custo de investimento. Sendo assim, esse estudo se propÃe a compreender como acontece a regulaÃÃo do acesso à atenÃÃo especializada, a partir de uma perspectiva regionalizada da saÃde. Trata-se de um estudo enraizado em solos epistemolÃgicos da pesquisa qualitativa, que tem como interesse as experiÃncias e processos de significaÃÃes de sujeitos inseridos no cenÃrio da saÃde. Foram entrevistados 9 usuÃrios e 5 gestores da Ãrea de saÃde de Russas, estado do CearÃ, no perÃodo de janeiro a abril de 2016. As entrevistas foram coletadas no serviÃo ambulatorial e especializado da regiÃo (policlÃnica). Realizaram-se entrevistas em profundidade, buscando reconstituir as trajetÃrias assistenciais dos usuÃrios. Ademais, utilizamos anotaÃÃes em diÃrio de campo e observaÃÃo dos serviÃos de saÃde. A construÃÃo da informaÃÃo teve como lente a perspectiva da fenomenologia empÃrica, a partir da qual se desvelaram trÃs unidades de significados. A primeira unidade de significado foi a organizaÃÃo dos fluxos de acesso regionalizado, apontando os fluxos institucionalizados pelos protocolos de acesso à AE implantados sob uma lÃgica muito estrutural e burocrÃtica, culminando em barreiras de acesso e levando os usuÃrios a trilhar vias paralelas. Na segunda unidade, o cerne das anÃlises girou em torno da gestÃo das prÃticas regulatÃrias regionais, desvelando as estratÃgias utilizadas pelos gestores para garantir fluxos de acesso regionalizado, tais como o controle sistemÃtico da oferta de vagas, matriciamento entre AE e AB, utilizaÃÃo das Tecnologias de InformaÃÃo e comunicaÃÃo no processo de regulaÃÃo do acesso regional. Por Ãltimo, apresentamos a gestÃo das prÃticas regulatÃrias com base na organizaÃÃo interna do serviÃo de referÃncia, discutindo principalmente â a partir das trajetÃrias assistenciais â o impacto que a acessibilidade geogrÃfica tem no acesso à saÃde dos usuÃrios, a importÃncia do transporte sanitÃrio e a priorizaÃÃo de municÃpios mais distantes. Conclui-se que a modelagem de serviÃos de saÃde, na perspectiva regionalizada de saÃde, à uma soluÃÃo necessÃria e inevitÃvel para um paÃs de dimensÃes continentais. Todavia, devem estruturar-se potentes sistemas logÃsticos e de apoio para que de fato se consiga alcanÃar a integralidade de todos os nÃveis de saÃde.
6

DistribuiÃÃo espacial da violÃncia sexual contra crianÃas e adolescentes em estados brasileiros e municÃpios cearenses SPACE DISTRIBUTION OF SEXUAL VIOLENCE AGAINST CHILDREN AND ADOLESCENTS IN BRAZILIAN STATES AND CEARENSES MUNICIPALITIES

Livia de Andrade Marques 29 August 2016 (has links)
CoordenaÃÃo de AperfeiÃoamento de Pessoal de NÃvel Superior Objetiva-se investigar os Estados Brasileiros e os MunicÃpios Cearenses de maior risco para violÃncia sexual contra crianÃas e adolescentes. Para tanto, serà realizado um estudo descritivo, observacional, analÃtico do tipo ecolÃgico, com base em dados secundÃrios de 2014 (retrospectivo) sobre a taxa de violÃncia sexual no Brasil e as taxas de abuso e exploraÃÃo sexual dos municÃpios cearenses, relacionando com indicadores sociais. Parte dos dados foram obtidos atravÃs dos registros de violÃncia sexual do disque denÃncia 100 - SDH. Na anÃlise, a tabulaÃÃo foi por meio do programa Excel e os dados processados por meio do software STATA, versÃo 13.0 e Arcgis, versÃo 10. De acordo com os dados obtidos, foi possÃvel identificar que entre os adolescentes em situaÃÃo de violÃncia sexual observou-se predomÃnio do sexo feminino no Brasil (21281 / 68,2%) e no Estado do Cearà (807 / 68,6%). A faixa etÃria de 12 a 14 anos no Brasil (9282 / 29,7%) e no Cearà (340 / 28,9%), jà a raÃa/cor foi nÃo informado como a maioria no Brasil (12538 /40,2%) e no Cearà (446 /37,9%) seguido por parda (8892 / 28,5%) Brasil e Cearà 376 (376 / 31,9%). Os dados referentes ao local da violaÃÃo, evidenciam a casa da vÃtima como o local onde foi mais frequente a ocorrÃncia da violÃncia sexual no Brasil (9352 / 38,6) e no Cearà (371 / 38,9%). Ao analisarmos a distribuiÃÃo espacial no Brasil, verificamos uma variaÃÃo no perfil de desenvolvimento socioeconÃmico tanto nos Estados com maiores, como nos que possuem menores taxas, evidenciando a ocorrÃncia da violÃncia sexual muitas vezes em Estados que possuem um bom desenvolvimento nessa perspectiva. O que sugere a ideia de que nÃo à a pobreza que està relacionada com a violÃncia, mas as desigualdades sociais. Assim como os Estados Brasileiros, no Estado do Cearà apesar de um aparente bom desenvolvimento econÃmico de modo geral, tambÃm existe a mÃ-distribuiÃÃo de renda nos municÃpios Cearenses, alÃm disso, apresentam correlaÃÃes de indicadores sobre vulnerabilidades, saÃde, dados demogrÃficos, educaÃÃo, desenvolvimento humano e trabalho com a exploraÃÃo sexual. Essas evidÃncias requerem atenÃÃo para polÃticas e intervenÃÃes que melhorem a distribuiÃÃo de renda e igualdade social, atividades direcionadas aos adolescentes e jovens visando reduzir à vulnerabilidade. AlÃm disso, foi identificado uma relaÃÃo entre conhecimento, poder e violÃncia. Que refere a necessidade abordar com a sociedade em geral juntamente com a educaÃÃo, a formaÃÃo de valores Ãticos e de cidadania, desconstruÃÃo da cultura androcÃntrica e discussÃes de gÃnero.
7

FormaÃÃo mÃdica para a APS: percepÃÃes de egressos da UFC MEDICAL EDUCATION FOR APS:PERCEPTIONS OF MEDICAL GRADUATES AT THE UFC

Ana Carolina Souza Torres 31 August 2016 (has links)
Conselho Nacional de Desenvolvimento CientÃfico e TecnolÃgico O Sistema Ãnico de SaÃde aponta a necessidade de mudanÃas das prÃticas hegemÃnicas em saÃde, e fomenta transformaÃÃes do modelo tÃcnico-assistencial que perpassa as prÃticas de saÃde e a formaÃÃo profissional. PolÃticas pÃblicas tÃm sido desenvolvidas visando à reorientaÃÃo da formaÃÃo dos profissionais em saÃde. O objetivo da pesquisa à avaliar a formaÃÃo mÃdica para a APS com base nas percepÃÃes dos egressos de medicina da UFC à luz das DCN e dos eixos do PrÃ-SaÃde. Trata-se de uma pesquisa de carÃter avaliativo, com abordagem qualitativa que contemplou a anÃlise documental do projeto polÃtico pedagÃgico (PPP) do curso de medicina da UFC e coleta de entrevistas semiestruturadas com 10 mÃdicos egressos do curso, graduados entre 2003 e 2011, com atuaÃÃo na APS em Fortaleza. As entrevistas foram transcritas e analisadas em categorias de acordo com Minayo. Destacam-se como principais achados: dificuldades para integrar o ciclo bÃsico ao profissional no currÃculo, as competÃncias gerais das DCN nÃo contempladas nas ementas das disciplinas foram EducaÃÃo Permanente e da AdministraÃÃo e Gerenciamento, necessidade do PPP atualizar o conteÃdo das suas ementas, tentativa da IES em estruturar o PPP de acordo com as recomendaÃÃes das DCN, necessidade de se adequar a pedagogia dos docentes no mÃdulo de ABS, equilibrar o mÃdulo de ABS com maior nÃmero de docentes e preceptores com especializaÃÃo em Medicina de FamÃlia, capacitaÃÃo para os preceptores mÃdicos, a prÃtica no territÃrio do SF como potente transformadora da formaÃÃo, vivÃncias em cenÃrios de prÃticas diversificados e atividades complementares agregaram aos egressos competÃncias para atuar na APS, formaÃÃo crÃtica e alinhada ao paradigma da integralidade, fragilidades na IntegraÃÃo Ensino-ServiÃo, atividades de EducaÃÃo Permanente nos serviÃos de saÃde desconectadas das necessidades dos profissionais e da comunidade. Essa pesquisa proporcionou um processo de reflexÃo-aÃÃo acerca das potencialidades e fragilidades no processo formativo dos recursos humanos para o SUS. The Health System indicates the need to change the hegemonic practices in health, and promotes changes in the technical-assistance model that permeates health practices and training. Public politics have been developed aiming at reorienting the training of high level professionals and qualification of service professionals.The objective of the research is to evaluate medical training for PHC based on perceptions of medical graduates at the UFC in the light of DCN and the axes of the Pro-Health. It is an evaluative research study with a qualitative approach that included the documentary analysis of the political pedagogical project (PPP) of the medical course at UFC and semi-structured interviews with 10 medical graduates at the course, graduates between 2003 and 2011, acting at APS in Fortaleza. Stand out as the main findings: difficulties in integrating the basic cycle to the professional curriculum, the general competences of the DCN not included in the disciplines were Permanent Education and Administration and Management, need to the PPP update the content of their disciplines, IES tried to structuring PPP in accordance with the recommendations of the DCN, is need to adapt the pedagogy of teachers in the ABS module, balance the ABS module with the highest number of teachers and tutors with expertise in family medicine, training for preceptors doctors, the practice at SF and at the territory as powerful transformative training, experiences in diverse practice settings and complementary activities had added to the graduates the skills to work in the APS, critical training and aligned to the integrality paradigm, weaknesses in the integration Teaching-service, Permanent education activities in health services disconnected from the needs of professionals and the community. This research provided a process of reflection-action about the strengths and weaknesses in the training process of human resources for SUS.
8

A produÃÃo de saber na interface entre os transtornos psiquiÃtricos e a espiritualidade: a perspectiva espÃrita em pauta The knowledge Production in the Interface between Psychiatric Disorders and Spirituality: the spiritist perspective

Tiago Medeiros Sales 16 February 2017 (has links)
nÃo hà Os transtornos psiquiÃtricos guardam mistÃrios em sua etiologia. Falar de saÃde mental e das patologias da esfera psÃquica de forma complexa e ampliada implica em analisar diversas ciÃncias, alÃm da psiquiatria. CiÃncias estas que tocam as questÃes sociais, culturais e espirituais, como o espiritismo. A psiquiatria e o espiritismo se encontram ao abordar a compreensÃo e o manejo dos transtornos mentais. Logo, promovemos um sistema de produÃÃo de saber na interface entre a psiquiatria e o espiritismo, no tocante aos transtornos psicÃticos, transtornos dissociativos e transtornos depressivos, proporcionando um diÃlogo entre essas duas Ãreas do conhecimento e visibilizando a perspectiva espÃrita sobre essa temÃtica. A metodologia do objeto de estudo à de carÃter qualitativo, cuja tÃcnica empregada consiste na pesquisa-aÃÃo colaborativa, atravÃs da realizaÃÃo de Ciclos Reflexivos. Buscamos, em uma primeira instÃncia, estabelecer uma parte teÃrica por meio de uma rica fonte bibliogrÃfica: epistemÃlogos, sociÃlogos, psiquiatras, psicoterapeutas e autores espÃritas, sendo estes divididos nas fases teÃricas do desenvolvimento da pesquisa â paradigmas cientÃficos, psiquiatria e espiritismo. Na parte que trata da psiquiatria, selecionamos artigos e trabalhos mais especializados nas seguintes bases de dados: SCIELO, PUBMED E BIREME. Os descritores utilizados foram: transtornos psiquiÃtricos, transtornos psicÃticos, transtornos dissociativos, transtornos depressivos, religiosidade, espiritualidade, mediunidade e espiritismo. A parte prÃtica da pesquisa corresponde aos Ciclos Reflexivos, em que os participantes - psicÃlogos e psiquiatras autodeclarados espÃritas e estudiosos do espiritismo, foram reunidos para diÃlogos cuja temÃtica eram os transtornos pesquisados. As reuniÃes foram gravadas em Ãudio e transcritas para uma anÃlise compreensiva associada à literatura cientÃfica e espÃrita a respeito dos transtornos psiquiÃtricos em questÃo. Ao final, consideramos que a psiquiatria possui, em sua prÃxis, uma tendÃncia à normalizaÃÃo dos pacientes em sofrimento psÃquico, o que abre espaÃo para uma necessÃria ampliaÃÃo da visÃo sobre os transtornos mentais. Nesse Ãnterim, o espiritismo se revela de carÃter cientÃfico e racional, propondo avanÃos em relaÃÃo à ciÃncia tradicional por considerar o adoecimento psÃquico em suas causas mais profundas e complexas, pertencentes à visÃo do ser como espÃrito imortal e reencarnante. A mente, sob a perspectiva espÃrita, à regida por um livre-arbÃtrio que converge para responsabilidades e consequÃncias das escolhas do ser em meio a sua caminhada evolutiva, sendo estas caracterÃsticas, muitas vezes, as causas primeiras do adoecimento psÃquico. Dessa forma, ampliam-se as possibilidades etiolÃgicas e terapÃuticas dos transtornos mentais avaliados. A perspectiva espÃrita mostrou-se, portanto, de carÃter complexo e integrativo, pois nÃo desconsiderou outras ciÃncias que tratam da mesma questÃo, como a psiquiatria, buscando, ao contrÃrio, agregar-se a esses olhares. Contrapomos, dessa forma, a visÃo do tratamento espiritual como apenas complementar, pois, de acordo com as consideraÃÃes levantadas, o tratamento espÃrita possui conotaÃÃo fundamental para uma terapÃutica mais efetiva, constituindo, logo, um tratamento integrativo. Por conseguinte, a perspectiva espÃrita adentra como um potencial novo prisma cientÃfico teÃrico-prÃtico no cuidado aos pacientes com transtornos mentais. Psychiatric disorders reserve mysteries in their etiology. To speak of mental health and of the pathologies of the psychic sphere, in a complex and extended way, implies to analyze several sciences, besides psychiatry. These sciences touch upon social, cultural, and spiritual issues, such as spiritualism. Psychiatry and spiritualism are found to approach the understanding and management of mental disorders. Therefore, we promote a system of production of knowledge in the interface between psychiatry and spiritism, in relation to psychotic disorders, dissociative disorders and depressive disorders, providing a dialogue between these two areas of knowledge and visualizing the spiritist perspective on this subject. The methodology of the object of study is qualitative, whose technique consists of collaborative research-action, through the realization of Reflexive Cycles. We seek, in the first instance, to establish a theoretical part through a rich bibliographical source: epistemologists, sociologists, psychiatrists, psychotherapists and spiritist authors, these being divided into the theoretical phases of research development - scientific paradigms, psychiatry and spiritism. In relation to psychiatry, we selected articles and more specialized works in the following databases: SCIELO, PUBMED and BIREME. The descriptors used were: psychiatric disorders, psychotic disorders, dissociative disorders, depressive disorders, religiosity, spirituality, mediumship and spiritism. The practical part of the research corresponded to the Reflexive Cycles, in which the participants - psychologists and psychiatrists, self-declared spiritists and students of spiritualism - were gathered for dialogues, whose theme was the disorders investigated. The meetings were recorded in audio and transcribed for a comprehensive analysis associated with the scientific literature and the spiritist, about psychiatric disorders in question. In the end, we consider that psychiatry has, in its praxis, a tendency towards the normalization of patients in psychic suffering, which opens space for a necessary expansion of the vision about the mental disorders. In the meantime, spiritualism reveals a scientific and rational character, proposing advances in relation to traditional science by considering psychic illness, in its deepest and most complex causes, belonging to the vision of being as an immortal and reincarnating spirit. The mind, from the spiritist perspective, is governed by a free will that converges to the responsibilities and consequences of the choices of the being in the midst of its evolutionary journey, these characteristics being often the first causes of the psychic illness. In this way, the etiological and therapeutic possibilities of the mental disorders evaluated are amplified. The Spiritist perspective has therefore shown us a complex and integrative character, since it has not disregarded other sciences that deal with the same issue, such as psychiatry, seeking, on the contrary, to add to these looks. In this way, we oppose the view of spiritual treatment as only complementary, because, according to the considerations raised, the spiritist treatment has a fundamental connotation for a more effective therapy, constituting, therefore, an integrative treatment. Therefore, the spiritist perspective configures as a new potential, that is, a theoretical-practical scientific prism in the care of patients with mental disorders.
9

Qualidade dos serviÃos e satisfaÃÃo dos usuÃrios(as): explorando experiÃncias no espaÃo da atenÃÃo bÃsica no municÃpio de Fortaleza/Cearà Quality of services and user satisfaction (as): exploring experiences in the space of primary care in the city of Fortaleza, CearÃ

Carlos Andrà Moura Arruda 30 April 2009 (has links)
FundaÃÃo de Amparo à Pesquisa do Estado do Cearà Inscreve-se no campo da investigaÃÃo acerca da qualidade dos serviÃos e programas de saÃde, tendo como foco a satisfaÃÃo do usuÃrio, concebida como componente da avaliaÃÃo da qualidade e, em si, resultado da assistÃncia à saÃde. Tendo em vista a natureza do objeto de estudo, a abordagem adotada foi a qualitativa e as dimensÃes analÃticas demarcadas referem-se à integralidade e à humanizaÃÃo do cuidado em saÃde. Trata-se de um estudo que objetivou compreender a satisfaÃÃo dos usuÃrios da AtenÃÃo BÃsica do MunicÃpio de Fortaleza/CE acerca da qualidade da assistÃncia à saÃde relacionada Ãs dimensÃes integralidade e humanizaÃÃo no cuidado. O estudo foi realizado no MunicÃpio de Fortaleza, CearÃ, o qual possui 88 Centros de SaÃde da FamÃlia (CSF), distribuÃdos pelas seis secretarias regionais em que se divide o referido MunicÃpio. Pretendeu-se contemplar as distintas regionais, haja vista representarem contextos distintos de implantaÃÃo, bem como espaÃos sociais diferenciados. Em cada Centro investigado, se selecionaram usuÃrios com base em critÃrios que possibilitassem acÃmulo subjetivo relativo ao objeto de estudo. A amostra foi, portanto, do tipo teÃrico, sendo seu tamanho definido com base no principio de saturaÃÃo teÃrica. Dessa forma, contou-se com 43 usuÃrios para a realizaÃÃo das entrevistas. Consoante a estratÃgia de triangulaÃÃo metodolÃgica, se conjugaram distintas tÃcnicas, sendo as principais as entrevistas nÃo diretivas e observaÃÃo sistemÃtica. As entrevistas foram realizadas nos domicÃlios dos usuÃrios e, depois de transcritas, o material discursivo foi processado e submetido à anÃlise interpretativa com base no referencial hermenÃutico. O material discursivo possibilitou a constituiÃÃo da rede interpretativa, sendo esta subdividida em trÃs eixos analÃticos (temas): A) experiÃncias de satisfaÃÃo dos usuÃrios; B) experiÃncias de insatisfaÃÃo; e C) a qualidade dos serviÃos na Ãptica do usuÃrio. Dentre os resultados, destacam-se: a satisfaÃÃo referente à expansÃo da cobertura dos serviÃos, resultando na melhoria do acesso e estrutura, ainda que persistam problemas estruturais. Os usuÃrios, contudo, demonstraram insatisfaÃÃo no tocante à falta de especialistas, barreiras de acesso a especialidades e de integraÃÃo entre unidades e demora na entrega de exames especializados. A relaÃÃo com as unidades e com os profissionais à um aspecto que transita entre a satisfaÃÃo e a insatisfaÃÃo, polarizando-se entre o acolhimento e a escuta, mas revelando experiÃncias de falta de privacidade, barreiras de comunicaÃÃo e desatenÃÃo Ãs demandas. Com efeito, os usuÃrios sugerem melhorias no tocante à organizaÃÃo dos serviÃos de saÃde (fluxos de informaÃÃes e atendimentos, integralidade, mudanÃas de horÃrios das marcaÃÃes de consultas), no relacionamento profissional da saÃde/usuÃrio (comunicaÃÃo e humanizaÃÃo em saÃde). Em sÃntese, fica evidente que os usuÃrios se acham satisfeitos em alguns momentos com a assistÃncia que lhes à dispensada, muito embora, tenham vivenciado experiÃncias que se contrapÃem a esta satisfaÃÃo. Esta investigaÃÃo reafirma, ainda, a importÃncia de aferir a satisfaÃÃo dos usuÃrios como meio de aportar informaÃÃes sobre mediaÃÃes simbÃlicas envolvidas na produÃÃo do cuidado, ampliando, assim, a capacidade de tomada de decisÃo dos gestores, visando à formulaÃÃo e implantaÃÃo de polÃticas e programas voltados à consolidaÃÃo do SUS e comprometidos com o seu ideÃrio.
10

Do canto das nambus ao barulho do trem: transformaÃÃes no modo de vida e na saÃde na comunidade de bolso complexo industrial e portuÃrio do PecÃm-CE CORNER OF THE NOISE OF TRAIN TINAMOUS: CHANGES IN THE WAY OF LIFE AND HEALTH OF THE COMUNITY IN THE POCKET AND PORT INDUSTRIAL COMPLEX PÃCEM-CE

Maria das GraÃas Viana Bezerra 23 August 2010 (has links)
Este estudo se insere no campo temÃtico do desenvolvimento econÃmico e a sua relaÃÃo com o trabalho, o ambiente e a saÃde. Pretendemos investigar sob a perspectiva da comunidade de Bolso no Complexo Industrial e PortuÃrio do PecÃm â CIPP, no CearÃ, as transformaÃÃes no territÃrio e as implicaÃÃes sobre o modo de vida e a saÃde dos habitantes do lugar no contexto da implantaÃÃo de empreendimentos do Programa de AceleraÃÃo do Crescimento â PAC. Para compreender a lÃgica desenvolvimentista predominante nos planos governamentais e os critÃrios locacionais para a implantaÃÃo desses empreendimentos, assim como as repercussÃes sobre a saÃde decorrentes do modelo de desenvolvimento adotado, utilizamos o referencial teÃrico de autores que discutem a reestruturaÃÃo produtiva, a interface entre a saÃde do trabalhador e saÃde ambiental, a justiÃa ambiental e a promoÃÃo da saÃde. Adotamos como estratÃgia metodolÃgica a investigaÃÃo qualitativa, realizando uma pesquisa participante, com anÃlise documental, reuniÃes e grupos focais. Os discursos dos sujeitos envolvidos no trabalho de campo foram utilizados como representaÃÃo de suas percepÃÃes acerca das transformaÃÃes ocorridas no territÃrio e as repercussÃes sobre a saÃde, a partir da utilizaÃÃo de fotografias produzidas por um grupo de pesquisa formado por sujeitos pesquisados. Observamos nos resultados que o uso e apropriaÃÃo do territÃrio pelos empreendedores se fundamentam na crenÃa no progresso e no desenvolvimento, contradizendo com o modo de viver, produzir e interagir com a natureza apresentada pela comunidade de Bolso que tenta resistir a essa intervenÃÃo apoiados pelas pastorais sociais e movimentos sociais. Consideramos que apesar das transformaÃÃes advindas com o modelo de desenvolvimento econÃmico proporcionarem profundas mudanÃas no modo de viver da comunidade, principalmente dos trabalhadores, hà um descompasso com o desenvolvimento de outras polÃticas pÃblicas destinadas a mitigar este processo, no que se refere à proteÃÃo ambiental desse territÃrio e a promoÃÃo da saÃde dessa populaÃÃo. This study is included in the subject field of economic development and its relationship with the environment, work and health. The intention is to investigate under the perspective of the Bolso community in the harbour and industrial composite of Pecem â CIPP in CearÃ, the changes in territory and the implications on the way of life and health of the local people under the context of Federal Growth Plan â PAC. To understand the development logic that is preponderant in governmental plans and the locational criteria for the deployment of these ventures, as though the consequences over health caused by the adopted development model, it was used the theoretical framework of authors that research productive restructuring, the interface between worker health and environment health, the environment justice and the promotion of health. It was adopted as methodological strategy the qualitative research, performing a research, with documental analisis, reunions and focal groups. The speech of people involved in fieldwork was used as a representation of their perceptions on the changes that occured in the territory and the consequences over health, from the use of photos produced by a research group composed by the researched elements. It was observed in the results that the use and appropriation of the territory by the enterpreneurs are based in the belief in progress and development, conflicting with the way of life, product and interact with nature shown by the community of Bolso, that tries to resist to this iintervention supported by religious and social movements. In spite of the changes brought with the economical model cause deep changes in the way of living of community, especially of workers, there is a mismatch with the development of other public policies directed to mitigate this process, as though as environment protection and health promotion of population are concerned.

Page generated in 0.0533 seconds