• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 37
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 37
  • 15
  • 15
  • 14
  • 13
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Entre almas, encantes e cipo

Araujo, Maria Gabriela Jahnel de 31 August 1998 (has links)
Orientador: Mauro William Barbosa de Almeida / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas / Made available in DSpace on 2018-07-23T23:51:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Araujo_MariaGabrielaJahnelde_M.pdf: 32554626 bytes, checksum: a3b35ffc98e4f6e43af78c241fdbe3cb (MD5) Previous issue date: 1998 / Resumo: Não informado. / Abstract: Not informed. / Mestrado / Mestre em Antropologia Social
2

SERINGUEIROS, PATRÕES E A JUSTIÇA NO ACRE FEDERAL, 1904/1918

Pereira Costa, Francisco January 2002 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T18:34:42Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7632_1.pdf: 3705904 bytes, checksum: 0815d0bc45013d2346fdde93c539565e (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2002 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / O Acre passou a ser ocupado por diversos nordestinos e pessoas de outras nações, para trabalhar na economia extrativista, desde 1850. Os avanços científicos e tecnológicos da época permitiram descobertas inimagináveis para o uso da borracha, bem como, uma demanda sem precedentes. Reivindicada pela Bolívia e, mais tarde pelo Peru, o problema dessas fronteiras foram resolvidas tanto no campo diplomático quanto em conflitos armados com os dois países vizinhos, culminando, essa disputa com o alargamento das fronteiras brasileiras. Em 1904, o território é anexado ao Brasil. O Governo Federal impõe-lhe uma organização administrativa e jurídica, sem alguns direitos previstos na Constituição de 1891. Administrando-a com governos despótas e aventureiros, muitos tinham um único objetivo: fazer fortuna no Acre Federal. Esse desdém do Governo Federal com os habitantes daqui, impulsionou a elite extrativista, algumas vezes aliada com os seringueiros, a se organizarem e lutarem pela autonomia do Acre Federal. Disso resultou, via de regra, na deposição e expulsão de prefeitos e o fechamento do Poder Judiciário, embora, algumas vezes, resistissem sem êxito. Os trabalhadores seringueiros espoliados pelos patrões, resistiram a opressão e, muitas vezes, recorreram ao Judiciário em busca de seus direitos. Os patrões e as casas aviadoras digladiaram-se, também, nos fóruns locais. Apesar da intervenção do Judiciário, muitas demandas ficaram sem resposta, por razões até desconhecidas. Provavelmente, elas foram resolvidas longe das regras e da disciplina judiciária
3

Garantir a terra, garantia da Terra? : reservas extrativistas na Amazonia Legal Brasileira

D'Antona, Álvaro de Oliveira, 1967- 06 April 2003 (has links)
Orientador: Daniel Joseph Hogan / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas / Made available in DSpace on 2018-08-03T15:50:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 D'Antona_AlvarodeOliveira_D.pdf: 14337622 bytes, checksum: 5ce4db227fbfb1288c29e7b0e0cf5b0a (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: A Reserva Extrativista é uma categoria de Unidade de Conservação federal fundamentada no conceito de desenvolvimento sustentável. Neste trabalho, analisa-se a criação da categoria e das seis primeiras reservas criadas, levando em consideração a incorporação do desenvolvimento sustentável no debate sobre unidades de conservação; o processo recente de ocupação da Amazônia e a identificação dos extrativistas como defensores da floresta, o que os qualificaria como co-gestores das Reservas. Analisar a aplicação da proposta de desenvolvimento sustentável em Reserva Extrativista é o objetivo geral da tese. No âmbito dos Estudos de População, enfatiza- se a presença humana na floresta, a mobilidade populacional, enquanto aspecto importante para o êxito da proposta de desenvolvimento sustentável desta "Reforma Agrária dos Seringueiros" / Abstract: Extractivist Reserve is a type of Conservation Unit that is based on sustainable development. In this work, the creation of this type of conservation unit is analyzed. Additionally, six extractivist reserves were analyzed in depth, taking into account the recent process of occupation of the Amazon Region and the role of the extractivists in the sustainable development debate. This work argues that the extractivists have an important hole as co- manager of the reserves, instead of simply users of the natural resources. The general objective of this dissertation is to analyze sustainable development in the context of the extractivist reserves. Within the Population Studies field, this investigation emphasizes that both thehuman dimension of the Amazon occupation and the population mobility are crucial for the success of the sustainable development agenda aimed by the "Seringueiros Land Reform" / Doutorado / Doutor em Ciências Sociais
4

Capitalismo e extrativismo : a formação da região acreana

Lima, Mario Jose de 11 August 1994 (has links)
Orientador: Wilson Cano / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia / Made available in DSpace on 2018-07-19T13:23:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Lima_MarioJosede_D.pdf: 9267868 bytes, checksum: e0a9c2607f9d6212f235e4e22fbce168 (MD5) Previous issue date: 1994 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed. / Doutorado / Doutor em Economia
5

Das colocações à vila = processos de urbanização no Alto Rio Tejo, Acre / From rubber states to town : urbanization processes in the Upper Tejo River, Acre (Brazil)

Rezende, Roberto Sanches, 1984- 16 August 2018 (has links)
Orientador: Mauro William Barbosa de Almeida / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas / Made available in DSpace on 2018-08-16T01:51:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Rezende_RobertoSanches_M.pdf: 6639396 bytes, checksum: d25b86eb91bb2408af1c27f85d7756ed (MD5) Previous issue date: 2010 / Resumo: Este é um estudo sobre as transformações ocorridas nos seringais da Reserva Extrativista do Alto Juruá, no Acre, ao longo das décadas de 1990 e 2000, tendo como foco empírico a comunidade Restauração, localizada no Rio Tejo. A criação da Reserva no início dos anos de 1990 coincide com o momento histórico em que a produção de borracha deixa de ser a principal atividade econômica dos moradores da região. Desde então, uma série de mudanças organizacionais ocorreram: as formas de ocupação do território e de sociabilidade se transformaram e levaram a um novo modo de viver na floresta. Desejos e planos de vida de moradores e políticas públicas específicas criaram, nesse contexto, a possibilidade de ocupação do território em uma vila, onde mais de cem famílias, que antes estavam espalhadas por diversas localidades, passaram a morar em um mesmo espaço. Esse novo modo de ocupação é muito distinto do padrão disperso de colocações, antes preponderante nos seringais, e levanta questões sobre como lidar com as antigas regras de propriedade e sobre a gestão da unidade de conservação e o manejo dos recursos naturais, já que o surgimento de uma vila significa também o surgimento de um padrão urbano de ocupação territorial que aumenta a pressão sobre esses recursos e modifica as relações sociais entre os moradores / Abstract: This is a research about the transformations in the rubber states of the Upper Tejo River, located at the Extractive Reserve of the Upper Juruá River, in the last twenty years. Since the Reserve was created the rubber activity continuously declined and a new pattern of territorial occupation has emerged, transforming the way rubber tappers live in that portion of the rainforest. Public policies, wishes and desires of the habitants lead to the creation of a town inside the Reserve and the occupation pattern, that earlier was based in houses dispersed by the forest, now is of houses and habitants living close to each other in a same location in the river bank. This growth of a location puts a problem to the conservational policies, due to the fact that a Reserve is a place for nature's conservation and social development. There are other conceptual problems in the transformations in the territory occupation: the ownership rules and the social relations also change in a urban context / Mestrado / Antropologia Rural / Mestre em Antropologia Social
6

Experiências de seringueiros de Xapuri no Estado do Acre e outras histórias / Experiences of Xapuri rubber tappers in Acre and other stories

Castelo, Carlos Estevão Ferreira 16 May 2014 (has links)
Neste trabalho procura-se desenvolver reflexões acerca das mudanças nos modos de vida que os seringueiros de Xapuri/AC vêm experimentando desde o assassinato de Chico Mendes, em 1988. Neste sentido, as atenções e energias do estudo foram concentradas na tentativa de perceber, principalmente a partir de relatos coletados com moradores do Projeto de Assentamento Agroextrativista Cachoeira e Reserva Extrativista Chico Mendes, os novos temores, as novas experiências e os novos desafios, entre outras histórias experimentadas pelos seringueiros residentes nos locais pesquisados. Para isso, procurou-se estabelecer um diálogo com as experiências desses sujeitos sociais, objetivando traduzir, por meio de relatos colhidos, in loco, as vozes, os rostos e as vivências humanas na cena do estudo. A História Oral foi a estratégia metodológica principal utilizada para a obtenção das fontes. Entretanto, também fontes escritas foram utilizadas. A análise e o diálogo com as fontes apontam que as principais modificações no viver dos sujeitos pesquisados aconteceram, principalmente, após a chegada ao poder estadual de um grupo político denominado Frente Popular do Acre. Esse Governo, que se autodenominou Governo da Floresta, realizou investimentos patrocinados por organizações internacionais que trouxeram mudanças significativas no modus vivendi das pessoas do interior das matas xapurienses. Essas mudanças melhoraram a vida dos sujeitos, mas também trouxeram problemas, riscos e prejuízos. A possibilidade do desaparecimento dos seringueiros, deixando o território limpo para outras explorações, constituiu-se em uma das importantes questões que a pesquisa evidenciou e suscita no meio social da floresta xapuriense / This work seeks to develop reflections on the changes in the lifestyles the rubber tappers from Xapuri/AC have been experiencing since the murder of Chico Mendes, in 1988. In this sense, the attention and the energy of the study were concentrated on trying to perceive, mainly from the reports of the dwellers of the Cachoeira Extractive Settlement Project and the Chico Mendes Extractive Reserve, the new fears, the new experiences and the new challenges, among other stories the rubber tappers residing in the surveyed areas have gone through. For this purpose, a dialogue was established with the experiences of those social subjects, aiming to translate, through the reports collected, in loco, the voices, the faces and the living experiences in the scene of the study. The Oral History was the main methodological estrategy used to obtain the sources. However, written sources were also used. The analysis and the dialogue with the sources indicate that the major changes in the living of the studied subjects happened, primarily, after a political group called Popular Front of Acre came to power state. That Governance, which called itself Government of the Forest, sponsored investments held by international organizations which brought significant changes to the modus vivendi of the people from the interior of Xapuris forest. Those changes have improved the life of the subjects, but they also brought problems, risks and damages. The possibility of disappearance of the rubber tappers, leaving the territory clean for other holdings, constituted itself into one of the important questions that the survey evidenced and raises in the social environment of Xapuris forest
7

Seringueiros da Amazônia: sobreviventes da fartura. / Rubbers tappers of Amazônia: survivors of plenty.

Santos, Nilson 05 April 2002 (has links)
Esta pesquisa foi realizada na Reserva Extrativista do Rio Ouro Preto, no município de Guajará-Mirim, no Noroeste do Estado de Rondônia. Saindo do porto da cidade, duas horas de voadeira subindo o Rio Mamoré, fica a foz do Rio Pacaás Novos, início da Reserva Extrativista de Seringueiros de Guajará-Mirim, mais três horas fica o Rio Ouro Preto, que juntamente com outros igarapés compõem a Reserva. A Reserva é ocupada em grande parte por filhos dos Soldados da Borracha, restando poucos que vieram na época da guerra; a maioria nasceu no seringal. No diálogo estabelecido a partir da História Oral concebida por Meihy, metodologia escolhida para este trabalho, os seringueiros falaram sobre suas vivências, aventuras de trabalho, histórias que conheceram, o que foi sendo incorporando ao discurso como vivências e o que carregam de sua comunidade de referência, as situações que os identificam e os marcaram independente de terem participado delas ou não. Por vezes algumas histórias são recorrentes, como se fossem condições inescapáveis à vida de qualquer seringueiro. A escolha foi de atribuir ao narrador o estabelecimento, na narrativa, de sua própria ordem; sua própria historicidade épica, apaixonada, ou engajada, incorrendo no risco de realizar a supressão de longos períodos da vida que por algum motivo foram secundarizados ou apagados, com total responsabilidade do narrador, estabelecendo um pacto ético e político com ele e não mera solidariedade ou tolerância. Assim, brotou não apenas uma temporalidade e uma geografia própria, mas muitas, o que torna difícil o trabalho tradicional de interpretação. Os textos nascidos das entrevistas sugeriram fortemente a idéia de SOBREVIVENTES até mesmo pelo seu caráter provisório, pois a dimensão de comunidade de seringueiros parece mais frágil que a de sobreviventes isolados, cuja provisoriedade repousa na mitologia diversificada e contraditória. Para tanto, pela primeira vez na Geografia é apresentada a narrativa voluntária, integral e singular de um grupo de seringueiros. Garantindo que as vozes SOBREVIVENTES se digam, para que, sobre esse dizer, possam surgir outros interlocutores que naveguem por essas vozes, também como narrativa, fazendo surgir a vida do seringueiro como ela é, como cada um deles gostaria que fosse identificada. O resultado não se assemelha a um dizer naturalizado e sem rosto, nem é mero suporte explicativo. / This research was carried out in the Reservista Extrativista do Rio Ouro Preto, in the Municipality of Gujará-Mirim, in the north east of the State of Rondônia. The Pacaás Novos River is situated at a point after a two-hour motor boat trip up the Mamoré River, where the Reserva Extrativista de Gujará-Mirim starts. A three-hour trip further up the Mamoré River the Ouro Preto River is located and with various streams forms the reserve area. The descendants of the soldiers of latex tapping occupy the greater part of the reservation with just a few of the pioneers who arrived there at the time of the war. The majority of them were born in the latex tapping reservation. In the dialogue, established from Oral History conceived by Meihy, the methodology chosen for this assignment, the rubber tappers spoke of their life, workday adventures and stories that they know which are being incorporated into the discourse as part of their lives and what they take from their community reference; the situations which identify and impress them, whether they participated or not. There are occasions when the stories are recurrent, as if they were inescapable conditions in the life of any rubber tapper. The narrator was attributed the choice of setting his own order in narrating; his own epic relating, passionate or active, running the risk of suppressing long periods of life experience which for some reason, as his responsibility, was given less importance or occulted, and so making an ethic and political pact with him and not just showing solidarity or tolerance. Hence, not only its own time and geography blossomed, but others as well, which makes the traditional assignment of interpreting difficult. The texts that derived from the interviews strongly suggest the idea of SURVIVORS, also because of the temporary characteristic, since the dimension of the rubber tapping community seems more fragile than that of isolated survivors whose precariousness founded in the diversified and contradictory mythology. This is the first time a voluntary narrative; wholly or singularly, from a group of rubber tappers; is presented in Geography for this objective. To guarantee that the survivors’ voices speaking of what was narrated can make other speakers express themselves by way of these voices, in narratives also, and by so doing make the life of the rubber tapper appear as it really is as each of them would like it to be identified. The result is not similar to a faceless and naturalized discourse nor is it merely an explicative support.
8

Memória e representação da resistência seringueira (1970 - 1989)

Silveira, Tissiano da January 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Florianópolis, 2012 / Made available in DSpace on 2013-06-26T00:26:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 314089.pdf: 1906879 bytes, checksum: fde29b481c9942ef2b03f275e9e545b5 (MD5) / Este trabalho discute a construção do discurso do movimento social acreano nas décadas de 1970 e 1980, através da memória de seringueiros e seringueiras, utilizando como metodologia a História Oral. E tendo como locus um evento chamado Empate, uma mobilização de serigueiros e posseiros, que reivindicava seu direito à posse sobre as colocações, ante a pressão de fazendeiros e latifundiários, que tinham sido vendidas pelos seringalistas. A transformação da floresta, retirando a cobertura vegetal nativa para introdução de pastagens, modificava o modo de vida destas comunidades que viviam havia muito tempo na região, pois o extrativismo não sobrevivia sem a floresta em pé. Para fazer frente a esta situação, os seringueiros se organizaram, criaram sindicatos e associações, e introduziram em seu discurso uma identidade local que se contrapunha aos "de fora" e que legitimava suas ações. Neste período o jornal Varadouro foi uma espécie de porta-voz do movimento, colocando em suas páginas as reivindicações da categoria e ajudando na construção identitária, que depois seria apropriada por diversos setores sociais e políticos.<br> / Abstract : This paper discusses the construction of the discourse of social movement Acre in the 1970s and 1980s, through the memory of rubber tappers and using oral history as a methodology. And as a locus having an event called Empate, a mobilization of rubber tappers and squatters, who claimed their right to possession of the placements, faces pressure from farmers and landowners who had been sold by seringal owner. The transformation of the forest, removing the native vegetation to pasture introduction, changed the way of life of these communities that had long lived in the region, extraction not survive without the forest. To face this situation, the rubber tappers were organized, unions and associations created and introduced into a local identity discourse is arguing against the "outsiders" and that legitimized their actions. In this period the newspaper Varadouro was a sort of spokesman of the movement, putting on their pages to claims of aiding in the construction category and identity, then that would be appropriate for many social and political sectors.
9

Seringalidade

Souza, João José Veras de January 2016 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, Florianópolis, 2016. / Made available in DSpace on 2017-02-21T04:56:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 344122.pdf: 2845353 bytes, checksum: 7ff820ad266ed3a2a0b31d79a716e566 (MD5) Previous issue date: 2016 / Tendo como manifesta a existência do padrão global de poder colonial ? categorizado, nos marcos da teoria crítica decolonial, como colonialidade - pelo qual se tem operado regimes heterárquicos moderno-coloniais de poder, de saber e de ser, num tempo histórico de longa duração, desde o século XVI, no contexto geopolítico do sistema mundo moderno colonial - esta tese busca demonstrar e problematizar o modo como e com que substância tal padrão é instituído, se mantém e se desenvolve, em escala local, no Estado do Acre, assim como os efeitos que busca produzir. Para tanto, foram realizadas leituras genealógicas com vistas à constituição do percurso teórico e empírico, com o que foram engendradas análises a partir especialmente da teoria crítica decolonial, de vasta bibliografia a respeito, da historiografia local e de documentos oficiais, como planos e programas de governos, estes voltados para a consecução, especificamente desde o final dos anos de 1990, de políticas de desenvolvimento sustentável do Acre financiadas e condicionalizadas por instituições financeiras multilaterais, como o Banco Interamericano de Desenvolvimento e o Banco Mundial. A realização da pesquisa e suas conclusões dependeram ainda de categorias analíticas configuradas e atualizadas no curso da pesquisa como categorias essenciais ao esforço de explicação/compreensão de tudo o quanto se desejou nela problematizar, caso de seringalismo, seringalidade e condenados da floresta. Ao final, foi possível apontar que a colonialidade se manifesta no Acre, contemporaneamente, sob o regime da seringalidade, a sua escala local, utilizando de dois dispositivos básicos ? o do desenvolvimento sustentável, de escopo maior na esfera do saber, e o da florestania, de escopo maior na esfera do poder ? os quais atualizam e revigoram sua expressão iniciada no seringalismo para substanciar a estrutura mantenedora dos processos - que lhes são inerentes - seja de exploração mercantil dos produtos da natureza, seja de exploração, dominação e racialização das populações colonizadas, caso dos indígenas e seringueiros, os condenados da floresta.<br> / Abstract : Assuming the manifestation of a global pattern of colonial power, categorized in the marks of the decolonial critical theory, as coloniality - in which it has been operated by heterarquical modern-colonial of power, knowing and being, in a long-term historical time, since the XVI century, on the geopolitical context of the colonial modern world-system ? this theses searches to demonstrate and problematize the way how and with which substance this pattern is institutionalized, perpetuated and developed in a local scale, in the state of Acre, likewise the effects that this search produces. Therefore, genealogical readings were carried out aiming the constitution of the theoretical and empirical path, wherewith has been engineered an analysis from the decolonial critical theory, of vast bibliography regarding the theme, including also the local historiography and official documents, as government programs and plans, these aimed at achieving, especially since de 90?s, Acre?s sustainable development policies conditioned and financed by multilateral finance institutions, such as Inter-American Development Bank and World Bank. This research realization and its findings depended on analytical categories configured and updated on the course of this research, understand as essential to the explanation/comprehension of all that was wished to render this problematic effort, the case of seringalismo, seringalidade and the ?wretched of the forest?. By the end, it was possible to point out that coloniality manifests itself in the contemporary Acre, under a seringalidade regime, in its local scale, using two basic dispositives ? the sustainable development, of greater scope in the sphere of knowing ? which updated its initial expression in seringalismo to substantiating the maintaining structure of the process ? which is attached from them - whether in commercial exploitation of products of nature, whether of exploitation, domination and racialization of colonized peoples, the case of indigenous people and rubber tappers, the wretched of the forest.
10

Experiências de seringueiros de Xapuri no Estado do Acre e outras histórias / Experiences of Xapuri rubber tappers in Acre and other stories

Carlos Estevão Ferreira Castelo 16 May 2014 (has links)
Neste trabalho procura-se desenvolver reflexões acerca das mudanças nos modos de vida que os seringueiros de Xapuri/AC vêm experimentando desde o assassinato de Chico Mendes, em 1988. Neste sentido, as atenções e energias do estudo foram concentradas na tentativa de perceber, principalmente a partir de relatos coletados com moradores do Projeto de Assentamento Agroextrativista Cachoeira e Reserva Extrativista Chico Mendes, os novos temores, as novas experiências e os novos desafios, entre outras histórias experimentadas pelos seringueiros residentes nos locais pesquisados. Para isso, procurou-se estabelecer um diálogo com as experiências desses sujeitos sociais, objetivando traduzir, por meio de relatos colhidos, in loco, as vozes, os rostos e as vivências humanas na cena do estudo. A História Oral foi a estratégia metodológica principal utilizada para a obtenção das fontes. Entretanto, também fontes escritas foram utilizadas. A análise e o diálogo com as fontes apontam que as principais modificações no viver dos sujeitos pesquisados aconteceram, principalmente, após a chegada ao poder estadual de um grupo político denominado Frente Popular do Acre. Esse Governo, que se autodenominou Governo da Floresta, realizou investimentos patrocinados por organizações internacionais que trouxeram mudanças significativas no modus vivendi das pessoas do interior das matas xapurienses. Essas mudanças melhoraram a vida dos sujeitos, mas também trouxeram problemas, riscos e prejuízos. A possibilidade do desaparecimento dos seringueiros, deixando o território limpo para outras explorações, constituiu-se em uma das importantes questões que a pesquisa evidenciou e suscita no meio social da floresta xapuriense / This work seeks to develop reflections on the changes in the lifestyles the rubber tappers from Xapuri/AC have been experiencing since the murder of Chico Mendes, in 1988. In this sense, the attention and the energy of the study were concentrated on trying to perceive, mainly from the reports of the dwellers of the Cachoeira Extractive Settlement Project and the Chico Mendes Extractive Reserve, the new fears, the new experiences and the new challenges, among other stories the rubber tappers residing in the surveyed areas have gone through. For this purpose, a dialogue was established with the experiences of those social subjects, aiming to translate, through the reports collected, in loco, the voices, the faces and the living experiences in the scene of the study. The Oral History was the main methodological estrategy used to obtain the sources. However, written sources were also used. The analysis and the dialogue with the sources indicate that the major changes in the living of the studied subjects happened, primarily, after a political group called Popular Front of Acre came to power state. That Governance, which called itself Government of the Forest, sponsored investments held by international organizations which brought significant changes to the modus vivendi of the people from the interior of Xapuris forest. Those changes have improved the life of the subjects, but they also brought problems, risks and damages. The possibility of disappearance of the rubber tappers, leaving the territory clean for other holdings, constituted itself into one of the important questions that the survey evidenced and raises in the social environment of Xapuris forest

Page generated in 0.0685 seconds